Revista GGN

Assine

Lula, condenado. E o povo, ameaçado.

O Lula foi condenado pelo Moro a 9 anos e 6 meses de prisão, 19 anos sem poder ocupar cargo público e multa de R$ 669,7 mil.
Não havia dúvida quanto a decisão do Mussolini de Curitiba. A “brincadeira” se resumia em adivinhar qual seria o tempo que pegaria e se ele seria encarcerado.
Tornar inelegível o ex-presidente, como é o caso agora, sempre foi o objetivo principal da turma dos golpistas, desde do Mensalão. Na época da ação 470 não conseguiram pegá-lo ou refugaram diante do apoio que Lula tinha da população, 80% de aprovação.
Passados 10 anos, já semi aposentado, mas não esquecido, seu nome voltou à baila. Derrubaram a Dilma e, como urubus em carniça, voaram ao seu encalço. E o desfecho é esse que vemos agora: Condenado!
Segundo inúmeros juristas, sem provas e sem delações que o implicassem em qualquer ato ilícito. Aliás, “Banestado” Moro utilizou a delação de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, como única prova para a condenação. Este sujeito já havia inocentado Lula na primeira delação e, depois de torturado, retificou e acusou-o em segunda delação. Que beleza de árbitro!
O que me causa espanto é muitos congressistas afirmarem, de maneira até pueril, que “se fazem isso com um ex-presidente, o que faria com nós, com uma pessoa comum? ”.
Meus caros, é esse exatamente o recado que os golpistas querem passar: se faço isso com o maior líder de vocês, pessoa respeitadíssima mundo afora, imaginem o que posso fazer com vocês, reles mortais”. É uma ameaça a nós.
Mataram Tiradentes enforcado, o único dos inconfidentes. Não satisfeitos, esquartejaram e espalharam seus pedaços pela Vila. Derrubaram sua casa e salgaram o terreno para que nada ali crescesse.
Era recado claro para a população. Olhem o que acontece com os que ousam se insubordinarem contra a coroa!
No caso do Lula é a mesma coisa. Óbvio que não irão esquarteja-lo, mas muitas crianças começam a passar fome. Não irão derrubar sua casa, mas destruirão os seus feitos em prol da sociedade. Não salgarão seu terreno, mas proibiram investimento durante 20 anos em educação e saúde.
O Brasil vive um estado de anomia. As leis e as garantias constitucionais, que um dia existiram, são descumpridas e não só isso, estão sendo reescritas pelos golpistas. Sem consulta popular ou ao congresso.
Os advogados de Lula cumprirão seu dever: recorrer, recorrer e depois recorrer de novo... e o tempo passa, como diria um conhecido radialista.
E a democracia agoniza, morrendo de morte matada.
A direita estúpida venceu todas as batalhas. E perdeu todo respeito e medo pela esquerda.
O único ator que pode conter o avanço do golpismo é o povo. Justamente quem mais sofre com as medidas golpistas/neoliberais.
Temos que ir às ruas. Gritar, esbravejar, radicalizar. Derrubar o golpe é preciso, o caminho não é preciso.

Imagens

Sem votos

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.