Revista GGN

Assine

Arbitrariedades de Joaquim Barbosa são denunciadas à Anistia Internacional

Enviado por IV AVATAR

Segue inteiro teor do email:

DENUNCIA DE VIOLAÇÕES DE DIREITOS HUMANOS DE IDOSO NO PRESÍDIO DA PAPUDA Para: [email protected] - 15/04/2014 19:10

À Anistia Internacional

Nós, cidadãos brasileiros que lutamos pelo respeito aos direitos humanos dentro e fora dos presídios, vimos por meio desta denunciar graves violações cometidas contra os réus da Ação Penal 470, em especial contra o cidadão José Dirceu de Oliveira e Silva. Condenado a 7 anos e 7 meses de prisão a serem cumpridos em regime semiaberto, por ter 68 anos, José Dirceu é amparado pelo Estatuto do Idoso, que lhe garante prioridade na análise da solicitação de trabalhar fora do presídio e recolher-se ao mesmo apenas fora do horário de trabalho. O respeito a esse direito não lhe foi até agora assegurado e, de fato, ele já se encontra há 5 meses confinado na Papuda-DF em regime fechado e total isolamento.

Desde o começo, o processo que culminou na prisão de Dirceu e demais dirigentes do Partido dos Trabalhadores foi detalhadamente tramado de modo a produzir efeitos político-eleitorais. O episódio da prisão dos mesmos constituiu uma espalhafatosa encenação midiático-jurídica. O atual presidente do STF, Joaquim Barbosa, antes mesmo de comunicar à Polícia Federal a expedição da ordem de prisão, tratou de reunir a imprensa escrita e televisiva para o espetáculo. Quando, no mesmo dia em que foi divulgada a notícia, ele e José Genoino se apresentaram espontaneamente à Polícia Federal em São Paulo, os delegados não tinham nem mesmo instruções sobre o que fazer com os dois cidadãos. Era o feriado da Proclamação da República e o dito ministro não tinha emitido guia de recolhimento e carta de sentença, como seria sua obrigação, uma vez que são formalidades imprescindíveis para que o Estado efetue a prisão de qualquer cidadão; esse é um direito garantido pela própria Constituição brasileira e explícito na Lei de Execuções Penais. Mas a emissão dessa documentação não pode ser feita por não haver ainda, nesse momento, trânsito em julgado! Todavia, o Ministro não quis perder a ocasião de ordenar a execução, como comemoração da República, feriado onde o cidadão comum estaria de TV ligada.
No Brasil, qualquer apenado tem direito de cumprir a sentença no lugar onde mora. O Ministro Joaquim Barbosa, no entanto, arbitrou em contrário e mandou um avião militar sair recolhendo os réus da AP 470 em diferentes capitais e levá-los para Brasília, mais um campeão de audiência armado com os parceiros da imprensa televisiva, às custas, obviamente, do erário público. Nem o fato da cardiopatia de José Genoino, atestada por laudo do IML, deu qualquer limite à sanha persecutória que foi deflagrada: em vez de considerar o que lá vinha declarado, a saber, que a vida de Genoino corria risco em caso de prisão fechada, em vez de atender à recomendação do Juiz de Execuções Penais, que sensatamente mostrou-se favorável à prisão domiciliar de Genoino, Barbosa nomeou outra junta médica e afastou o juiz, trocando-o pelo Sr. Bruno Ribeiro, indivíduo ligado familiarmente a figadais adversários políticos do partido no qual os dois réus exerceram longa e expressiva liderança. Dai por diante, o preposto do Ministro passou a executar a escandalosa perseguição que perdura até o presente momento.

São inúmeras as arbitrariedades cometidas pelo Ministro Barbosa e seus prepostos.

Em flagrante desrespeito às leis brasileiras, aos Pactos Internacionais dos quais o Brasil é signatário e à Declaração Universal de Direitos Humanos, o Ministro Joaquim Barbosa, participou da investigação (caberia à polícia investigar) e da denúncia (cabia ao Ministério Público que também participou da investigação), que assim já nasceu contaminada. Em seguida, Joaquim Barbosa usando as facilidades de que dispunha como relator da Ação Penal 470, conseguiu incluir no processo pessoas que não tinham o dito "foro privilegiado", como é o caso de José Dirceu, que, dessa forma, em vez de privilégio, teve a privação do direito a recorrer da sentença a tribunal superior aqui no Brasil.

O julgamento do processo foi outro espetáculo, onde de tudo houve fora a Justiça. Transmitido ao vivo não somente pelo canal estatal TV Justiça, mas também pela Globo News, canal privado da rede paga fechada, pertencente à Rede Globo de Televisão, as sessões se transformaram em um linchamento moral de figuras públicas, em especial de José Dirceu e José Genoino. O julgamento foi presidido pelo não menos comprometido Ministro Ayres Britto, que logo depois veio a se aposentar e a presidir o Instituto Innovare, do qual é fundador, juntamente com um dos donos da Rede Globo. Os vínculos de Barbosa com as instituições Globo são escandalosos. A empresa conta com a presteza do Ministro em fornecer-lhe informações privilegiadas, entrevistas e, recebe, em contrapartida, homenagens, facilidades, cortesias e prêmios de diversos tipos. Com os aplausos dos poderosos de diferentes setores, em especial desse mesmo grupo midiático, o Ministro Barbosa investiu-se da função de executor das penas desses réus, valendo-se de poderes que lhe estão sendo facultados por ocupar a posição de Presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça.

Tudo isso faz com que os réus se encontrem numa posição de não terem a quem recorrer das arbitrariedades contra eles cometidas. Como o próprio ministro Barbosa arrogantemente declarou em entrevista: não há no Brasil instância superior à que ele preside. Isso significa, que ele tem podido exibir a todos, que a sua vontade é que faz as vezes da lei.

No presente momento, José Dirceu encontra-se isolado na Papuda, com direito a ser visitado apenas pelos filhos uma vez por semana, às quartas feiras. Na visita desta esta última semana, eles puderam constatar que o pai encontra-se profundamente deprimido e que foi acometido de violenta virose; como é sabido, viroses em pessoas idosas podem causar grandes danos e levar até mesmo à morte. Diante dessa constatação, dirigiram-se à Comissão dos Direitos Humanos e das Minorias, da Câmara dos Deputados, solicitando-lhes que procedam a uma vistoria e constatem que não há qualquer privilégio que favoreça o apenado, muito pelo contrário e que, portanto, é totalmente infundada a alegação que os perseguidores estão usando como pretexto para negar-lhe o direito ao trabalho externo. A inexistência de tais privilégios, aliás, foi a conclusão da investigação já levada a termo no presídio, conclusão que os ditos algozes insistem em ignorar.

Em face a tantas, tão graves e repetidas violações aos direitos de um homem idoso e sem possibilidades de recorrer a outras instâncias de defesa, dirigi-mo-nos às organizações de Direitos humanos, pedindo que seja deflagrada uma campanha, dentro e fora do país, pelo fim dos abusos cometidos contra José Dirceu de Oliveira e Silva. O que hoje está sendo feito contra ele, que é uma figura pública conhecida e apreciada por muitos, abre precedentes para que violações semelhantes sejam cometidas amanhã contra pessoas mais simples, que não contam com o apoio de advogados nem de companheiros que possam saber como se dirigir a organismos de defesa de direitos.

Por tudo o que descrevemos acima, esperamos contar com o apoio decisivo dessa vossa entidade, que há muito batalha pelos direitos humanos em todo o planeta.

Brasil, 15 de abril de 2014

Ana Paula Perciano Ribeiro -  Membro Individual da Fédération Internationale des Femmes des Carrières Juridiques (FIFCJ) - Vitória - ES
Alexandre César Costa Teixeira - Rio de Janeiro - RJ
Aliomar Oliveira - Itajaí - SC
Alice Foreis - Rio de Janeiro – RJ
Ana Carolina Perciano Ribeiro – Arquiteta – Niterói – RJ
Ana Maria da Costa Leitão Veira - São Paulo - SP
Ana Maria Ornellas - Guarani - MG
Andrea Loparic - São Paulo - SP
Angela Maria Perciano Ribeiro - Advogada - Membro OAB Mulher - Vitória - ES
Antonio Barbosa da Silva Filho - Jornalista - Taubaté - SP
Artur Conolly - João Pessoa - Paraíba
Betinho Duarte - Assessor da Comissão da Verdade da OAB-MG - Belo Horizonte - MG
Bruno Ribeiro Pna -  RJ
Cacau Franco
Carlos Alberto Fiorot - Vitória - ES
Carmina Rodrigues
Cassandra Veras
Celia Lamy - RJ
Cesar Luiz da Silva Pereira - Curitiba - Paraná
Clemente Viscaino -  Porto Alegre - RS
Cosme Henrique Coêlho dos Santos de Oliveira - Rio de Janeiro - RJ
Cristiana Castro - Advogada - Rio de Janeiro - RJ
Daniel Kenzo Karasanha - Bancário - São Paulo - SP
Denise Alves de Toledo - São Sebastião - SP
Denise Aparecida Refundini Castellani - SP
Diego Paes de Vasconcelos
Edmundo Alves Gomes Filho - Procuradoria da República MG - Belo Horizonte - MG
Eglê Kohlrausch - Porto Alegre - RS
Eliza Santos Faganello - Florianópolis - SC
Emerson Máximo Pereira - Ipameri - GO
Felix Carriello - Professor Universitário - UFF - Niterói - RJ
Flávio Furtado de Farias -Professor Universitário Universidade Federal do Maranhão - MA
Flora Costa Nogueira
Francisco A.M Alencar - Fortaleza - CE
Geane Washington de Brito - -
Gelson Paulo Martins da Silva - Vitória - ES
Geraldo Vargas - Andradas -SP
Germana Façanha - São Paulo - SP
Gerson Antonio de Godoy -  São Paulo - SP
Glenda Costa - MG
Graça Grossi - Rio de Janeiro - RJ
Heloisa Grammont - Itanhandu - SP
Idê Rocha Silveira Pereira - Curitiba - PR
Ines Duarte Fernandes – Fortaleza - CE
Ivone Teixeira da Silva, RG 1200109 SSP/DF - Brasília - DF
Izaura Bezerra Francini
Jandyra Abranches - Vitória - ES
José Aparecido dos Santos- Assis - SP
Jacó Bias Maia
José Carlos Santos
José Eduardo Cruz
Karine Assis da Silva - Vitória - ES
Karollyne De Paula Pereira - Vitória - ES
Laiza Nunes Gnoacci - Campos dos Goytacazes - RJ
Larissa De Angeli Nolasco - Vila Velha - ES
Ligia Arneiro Teixeira Deslandes - Presidente do SITRAMICO-RJ
Lira das Graças de Andrade - Cáceres-MT
Luciano Teodoro - Advogado - Belo Horizonte - MG
Luiz Eduardo Egami - Advogado - Brasília - DF
José Ribamar Pereira da Silva – Campina Grande-Pb
José Ruy Rodrigues Corrêa - Curitiba - PR
Lúcia Adélia Fernandes -Curitiba - PR
Maísa Paranhos - Salvador - BA
Manoel Silva
Marcia Edite Sede
Márcia Gonçalves -  Mogi das Cruzes -SP
Marco Antonio de Castro Espirito Santo - Rio de Janeiro - RJ
Maria Célia Gros - Santa Catarina
Maria da Conceição Vieira - Belo Horizonte - MG
Maria José dos Santos Rêgo - Goiânia - GO
Maria Lucia Cardoso - Alfenas - MG
Maria Luiza Quaresma Tonelli - Doutora em Judicialização da Política - São Paulo - SP
Maria José Weiss - Formosa - GO
Maria Margarida Pinto Coelho - Brasília – DF
Marília de Dirceu Moresco – São Paulo - SP
Marilza Guimarães Diniz - Belo Horizonte - MG
Mario Sergio Ferreira de Souza - Curitiba - PR
Maura Angela Moraes
Myriam Reeve Andrea - São Paulo - SP
Neir Porto - Rio Grande - RS
Nelson Henrique Habibe - São Paulo - SP
Nely Coelho da Paz Madalena -  Brasília - DF
Neuza de Faria Santos - São José dos Campos - SP
Newde Costa Caruso - Maricá - RJ
Osvaldo Leme da Silva - Serra Negra - SP
Paula B. Capriglione –  São Paulo - SP
Regina Elza Solitrenick - São Paulo - SP
Rita Luiza de Araujo Candeu - Cotia - SP
Rita Miranda
Rodrigo Monteiro Nunes – Violinista – Vitória – ES
Ségio Câmara - Rio de Janeiro - RJ
Simone Bernardes Barbosa - São Paulo - SP
Silvia Coelho Hernandes
Silvia Silveira - São José do Rio Preto - SP
Soeli Fátima Salvador da Silva - Joinville - SC
Sonia Montenegro - Rio de Janeiro - RJ
Suely Campanha de Oliveira
Suze Mendes
Suzymel Santos
Tahia Sarapo - São Paulo - SP
Vania Lacerda de Sá Teles
Vera Ione Molina Silva - Uruguaiana - RS
Vera Lucia da Moita Delerue - Teresópolis - RJ
Vera Pereira - socióloga UFRJ - Rio de Janeiro - RJ
Vieira Medeiros - Crateús - CE
Vitória Morgado - Miami - FL - USA
Wilson dos Santos Gomes
Wilson Salin Cabús Junior - Pernambuco

Média: 4.5 (23 votos)
19 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Zé Dirceu

Se a pena é em regime aberto e ele a cumpre em regime fechado, como é que pode, meu Deus, que seus advogados não consigam a manifestação do pleno, em habeas corpus???

 

Seu voto: Nenhum (4 votos)

O pirracento vai esticar a

O pirracento vai esticar a corda até arrebentar, isso se o José Dirceu não sucimbir antes.

Não tenho a mínima dúvida que esse cidadão é doente.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Consagre os seus sonhos e projetos ao Senhor, e eles serão bem sucedidos, creia.

gAS

Não confundam

Psicopatia com maldade. O Joaquim Barbosa é mal carater, ardiloso vingativo, rancoroso, invejoso e bajulador. Ele é mal por natureza. O que ele faz com José Dirceu é apenas vingança, por que Dirceu achou que pedir cargo para o STF era uma maneira errada de selecionar alguem para tão importante cargo. Barbosa cresceu bajulando ricos de MG como Eduardo Azeredo e Aécio Neves do PSDB. Se achava errado o critério de ter sido escolhido por ser negro por que aceitou o cargo? Ele tem raiva do PT, Lula e José Dirceu por que foi neste governo que negro e minorias tiveram chence de crescer socialmente. Ele deve achar que a maneira correta de crescer é bajulando rico.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de iron
iron

terão que denunciar todo STF.

terão que denunciar todo STF. que ridiculo, um partido que quis subverter o parlamento se achando injustiçado.

Seu voto: Nenhum (10 votos)
imagem de Ramalho12
Ramalho12

Revisão dos poderes do presidente do STF e do STF

O case Barbosa expõe grave falha institucional no Judiciário. Não é possível que um poder fique ao arbítrio de uma única pessoa, e isto acontece hoje, como está evidente. Pessoas falham, adoecem de vaidade, enlouquecem, e um país inteiro não pode ficar à mercê dessas vicissitudes (que podem nos acometer a todos), sendo enormemente prejudicado por elas. O "sistema" tem de ser a prova dessas circunstâncias, portanto.

Em princípio, a CF tem remédio para essas situações, mas, pela imobilidade do Senado, parece de difícil administração, talvez por implicar ingerência direta de um poder em outro.

Deveria haver, então, uma instância anterior, circunscrita ao próprio judiciário prevenindo a ingerência de poder externo, para consertar casos como o de Barbosa.

No âmbito do STF, a instância óbvia é o plenário da Corte, pois o CNJ, presidido pelo próprio presidente do STF, seria, ainda assim, ingerência externa ao STF (embora no âmbito do Judiciário). O plenário tem de poder arguir, mediante algum ritual adequado (um ministro acusador, outro defensor etc), os atos do presidente da Corte que sejam prejudiciais a ela, e/ou flagrantemente ilegais, como ocorre no case Barbosa. O plenário teria de ser capaz de advertir, punir ou destituir o presidente da Corte, afinal, a Corte precisa passar por um choque de democracia e de decência. E o julgamento deveria ser público. Seria talvez a melhor forma da Corte preservar sua moralidade e imagem.

O Judiciário precisa de reforma, pois o país não pode ficar sujeito a prejuízo porque, por exemplo, o presidente do Supremo está em surto esquizofrênico, ainda que tal reforma seja uma mini-reforma.

PS: e claro, o STF tem de passar a ser exclusivamente uma corte constitucional.

Seu voto: Nenhum
imagem de Daytona
Daytona

Eu não consigo entender o que

Eu não consigo entender o que o ministro Barbosa espera conseguir com essa perseguição ao Dirceu. Será que as ordens recebidas são para que Dirceu fique impossibilitado de participar das eleições presidenciais, por isso deve ficar trancafiado e constantemente vigiado, comos e estivesse na prisão den Guantánamo, por todo o ano de 2014?

Pode ser isso, mas parece ser muito mais produto do desequilíbrio e despreparo do ministro.

A prisão de Dirceu era pra ser a grande obra da vida de Joaquim Barbosa, que sairia do tribunal de exceção direto para o Palácio do Planalto. Todas as suas ações no decorrer desse processo parecem indicar isso: a determinação em promover um julgamento de exceção, escondendo provas em processos paralelos, escondidos sob o segredo de justiça; a atitude truculenta contra minsitros e advogados de defesa que ousassem questionar seus posicionamentos; o desespero diante do desmonte da farsa, o embate inglório com o ministro Barroso, infinitamente mais preparado intelectual, moral e civilizatoriamente do que ele; a tentativa de um 24 de agosto, o alerta à nação das forças sombrias que se formavam em uma maioria de conveniência, retomando a história, ao mesmo tempo como farsa e tragicomédia, da Carta ´Testamento de Vargas e da renúncia de Jânio Quadros; a reação contra seus próprios aliados, ao se ver abandonado na estrada, o processo crime contra Noblat, a resposta grosseira à época, e a recente defesa de uma Lei de Meios.

A tentativa de quebrar o sigilo das mais altas autoridades da República(parece que a quebra de sigilo incluia também o Congresso Nacional e o STF), que certamente não viria da promotora se não tivesse um poderoso respaldo, é mais um exemplo da mais completa falta de limites, da bárbarie do déficit civilizatório já apontado pelo ministro Barroso.

É realmente causa de espanto ver tamanha violência contra as instituições democráticas sendo tão impunemente atacadas sem qualquer reação, comos e a Democracia brasileira estivesse moribunda.

E, por trás de tudo isso, temos José Dirceu, o pretexto utilizado pelo ministro para todas as suas arbitrariedades. Dirceu se tornou a tábua de salvação de Joaquim, com a qual ele espera realizar sua inesgotável megalomania, de dimensões napoleônicas. 

Fica até difícil avaliar quem é, de fato, o prisioneiro aqui.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de José da Conceição Filho
José da Conceição Filho

É, Sr. Joaquim;  Voe para

É, Sr. Joaquim;  Voe para Miami e vá assumir a sua "ASSAS JB GROUP".  Aqui o Sr. já queimou o filme.  sua moral perante os brasileiros está mais baixa que bumbum de sapo.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Ramalho12
Ramalho12

Dirceu e Barbosa

Dirceu é mártir da redemocratização.

Está sendo torturado pelo Presidente do Supremo, ministro Joaquim Barbosa, o preto com a alma mais branca que já vi.

Enquanto Dirceu é mártir, Barbosa presta desserviço aos movimentos em prol dos negros, pois empresta aos negros aura de arrogância, desrespeito às leis, abuso de poder, incompetência, truculência. Enquanto Dirceu quando no poder respeitou a lei, Barbosa a agride cotidianamente, acintosamente, debochadamente, afrontando a Nação. E Barbosa é nada mais, nada menos, do que o presidente do STF!

Seu abuso, porém, além de envergonhar e prejudicar os negros, afrodescendentes e simpatizantes das causas dos negros, prejudica o país, levando baderna ao Judiciário, baderna que inevitavelmente repercutirá negativamente em toda sociedade (o mau exemplo de Barbosa será seguido nas instância inferiores).

E baderna não pode ser prevalente no Judiciário, pois destrói a democracia (passa-se à ditadura do Judiciário).

Barbosa é mau exemplo para o Judiciário, perigo para a democracia, prejudicial aos negrso, enquanto Dirceu é mártir da redemocratização.

Barbosa cospe no prato em que comeu e come, a democracia brasileira, que lhe permitiu chegar onde chegou por causa do sacrifício pessoal de gente como Dirceu e de outros que deram a vida em favor da democracia.

Se a democracia é a montanha, Barbosa é o rato que ela pariu, um rato.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Vamos a luta

O que mais pode ser feito em relação a essa situação de exceção imposta sobre o cumprimento da pena por José Dirceu? Além da Anistia, outros caminhos onde poderia-se denunciar o desrespeito a Lei pelo proprio presidente do Supremo Tribunal Federal brasileiro ? Acho que tem que ir buscar os direitos dos condenados em todas as instâncias possiveis, incluindo, chamar a imprensa internacional para falar desse caso escabroso do judiciario brasileiro. 

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Eliana Neto
Eliana Neto

É criminoso o que estão

É criminoso o que estão fazendo com o José Dirceu.

É uma perseguição política, para surgir efeitos eleitorais para a opoisição.

NÂO PODEMOS NOS CALAR!

Poderíamas programar uma manifestação na Porta do STF, até o ditador JB , soltar o Zé Dirceu, afinal ele é prisioneiro do JB, 

e não da Justiça.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Motta Araujo
Motta Araujo

Palavras não resolvem. Onde

Palavras não resolvem. Onde está o grande discurso do PT na Camara e outro no Senado contra essa aberração?

Esse é um caso clamoroso de manuseio da lei e das filigranas juridicas como instrumento de vingança mesquinha,

cabe ao Chefe do Poder Executivo e aos lideres do PT na Camara e no Senado a posição do Partido para defender

seu maior lider. Roosevelt enfretou a Suprema Corte cara a cara duzentas vezes, a Presidente da Republica tem legitimidade e todo o direito de se manifestar sobre uma ilegalidade flagrante que passa sob sua janela.

Marcar claramente a posição não tem nada a ver com independencia de poderes. Repeitar a independencia é não invadir o Supremo com tropa, é isso a que se refere a Constituição quando fala em independencia de poderes.  Manifestação de CADA PODER não é proibida em nenhum artigo da Constituição.

Cabe perfeitamente um pedido de impeachment de JB, porque o PT não inicia o processo? Pode perder no voto mas marca posição.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Gardenal
Gardenal

O Sr. Barbosa está agindo à

O Sr. Barbosa está agindo à margem da Lei. Portanto, sem meias palavras, o presidente do Supremo Tribunal Federal do Brasil é um MARGINAL. 

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de maria rodrigues
maria rodrigues

Poderiam fazer um

Poderiam fazer um abaixo-assinado em favor de José Dirceu. Eu o assinaria com muito gosto.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Eu também e muitos mais que

Eu também e muitos mais que eu conheço...

Se a camanha de arrecação para o pagamento da multa desproporcional que lhe foi imposta teve uma adesão tão grande, um abaixo assinado iria angariar muito mais assinaturas. Conheço muitas pessoas que estavam indiferentes até pouco tempo atrás e que mudaram de postura ao ver de forma inequívoca a perseguição pessoal contra Dirceu perpetrada pelo asqueroso JB.

Seu voto: Nenhum (8 votos)

ABAIXO A DITADURA

 

imagem de j. cordeiro
j. cordeiro

Denúncia

Ruy: excelente idéia. Pena que esse pessoal do PT parece obtuso nesta questão. Ouvi dizer que já foi feita uma denúncia na Anistia Internacional. Acho que outros órgãos, inclusive a própria ONU, haveriam de conhecer o que se passa e o que se faz no Judiciário brasileiro. Vou espalhar a sugestão por quantos conheço. Procure fazer o mesmo. Rui Barbosa (não confundir o "Barbosa" do Águia de Haia com o piolho atual) dizia que quando a Lei deixar de proteger alguém, logo logo lhe atinge. É só uma questão de tempo, salvo se ele pertencer a mesma corja. Parabéns!

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Tem um atenuante em relação à

Tem um atenuante em relação à posição do PT.

Muitas pessoas acham que essa perseguição ao Zé Dirceu não é simplesmente maldade do JB. Como psicopata que ele é, não iia dar vazão ao seu ódio sem avaliar as consequências sobre si mesmo. O que é mais provável é que ele esteja querendo provocar uma reação impensada do PT, que possa ser usada na campanha eleitoral contra a Dilma. Eu compartilho dessa opinião.

Só acho que há coisas que poderiam ser feitas sem cair no que o JB ( e a oposição tucanomidiática) querem.

Sei lá, não estou passando a mão na cabeça do PT em relação a sua inatividade, só espero que eles não troquem a inatividade por uma ação impensada. Entre os dois extremos há uma gama de coisas que  podem e devem ser feitas para defender o Zé Dirceu dessa perseguição kafkiniana absurda.

Seu voto: Nenhum

ABAIXO A DITADURA

 

JDirceu

ruyacquaviva,

Se o PT é totalmente indiferente à injustificável situação de JDirceu (nunca fui admirador dele), o que dirá com as pessoas que você conhece.

A implacável perseguição imposta ao político que, conforme José de Abreu falou muito corretamente, foi o esteio de DRousseff e também de Lula, só pode ter paralelo em países como Afeganistão, Somália, Coréia do Norte e afins, nos quais vale o que passa na cabeça do imperador da vez e mais nada.

Mesmo sabendo como aquilo funciona, incomoda a qualquer um a indiferença do Poder Judiciário, até agora de quatro para as mais do que evidentes e incompreensíveis atitudes desta pessoa visivelmente doente, sem um pingo de equilíbrio emocional.

Um abraço 

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Capitão do mato

IV Avatar,

Se JBBatman gosta de jogar xadrez, desde aquela primeira derrota no STF ele vem se mostrando um péssimo jogador.

Daquele momento em diante o adevogado não conseguiu fazer, salvo engano, um movimento sequer ao seu favor, tem sido uma série de tirambaço no próprio pé que classifico como surpreendente, pois não é normal  um do STF cometer tantos equívocos e " tô nem aí ".

Se isto aqui fosse sério, entendo que este cidadão deveria ser encaminhado a uma junta médica para exame.

Quando o Itamaraty o submeteu a este procedimento ( atenção, comum a todos aqueles que ambicionam a carreira diplomática ), o digníssimo, mesmo com  o seu expressivo CV debaixo do braço, foi barrado no baile. Parece não restar dúvida que o Itamaraty tinha razão.

Um abraço

Seu voto: Nenhum (1 voto)

O mito do Rei Midas e o Rei Joaquim

Barbosa não tem mais o poder ditatorial que tinha, já era, a história dele me lembra a do mito do Rei Midas que se entusiasmou quando o poder mágico lhe permitiu um pedido e ele(Rei Midas) quis que tudo o que ele tocasse virasse ouro. O pedido foi atendido até um belo dia em que o Rei se deu conta de que não era um bom negócio, pois tudo ao seu redor havia virado ouro, inclusive o pão que ele comia, a água que ele bebia, as pessoas que ele gostava, ai o Rei passou a ser apontado como um Rei com orelhas de burro por motivos óbvios. Ai foi uma luta para o Rei voltar a ser humano. Se Barbosa voltará a ser gente tenho minhas dúvidas, ele mesmo ainda pensa ser de ouro e o que tudo o que ele toca vira ouro, é a tal ilusão do ego, vamos torcer para que ele caia na real e, como o Rei Midas, peça para voltar a ser gente

Seu voto: Nenhum (1 voto)

 

...spin

 

 

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.