newsletter

A divulgação dos salários dos servidores públicos de SP

Do Terra

Governo de SP divulga salários de servidores a partir desta 6ª

A partir desta sexta-feira, o governo de São Paulo disponibilizará em seu site oficial os salários dos servidores públicos do Estado. O anúncio foi feito nesta quinta-feira pelo governador Geraldo Alckmin. "Amanhã (sexta) estará no portal da transparência do governo do Estado todos os salários do executivo - ativos, aposentados e pensionistas. Qualquer cidadão poderá ver o que foi pago no mês, o bruto e o líquido. Poderá consultar pelo nome do funcionário, pela categoria, de todos os órgãos do governo", disse.

O governo do Estado de São Paulo promove iniciativas como o Portal da Transparência, com o objetivo de divulgar para a sociedade as informações produzidas pela Administração Pública. O portal centraliza e divulga todos os dados importantes referentes à gestão e proporciona controle social do Poder Executivo Estadual.

Sem votos
14 comentário(s)

Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
+14 comentários

Interessante, consultei o nome de meia duzia de figurões do Estado de São Paulo e não aparecem.

 

E as Fundações Privadas do Estado de São Paulo ? Onde estão esses salarios ? Não esta no portal. São funcionarios que tem funções publicas, não são concursados e recebem quanto para fazer o que ??

 

Agora sim eu quero ver como Alckmin vai explicar os salários que paga a 99% dos servidores paulistas...

Os que ganham demais e, principalmente, os que ganham de menos. Mas arrisco dizer que os servidores continuarão sendo o bode expiatório do governo paulista e de sua imprensa aliada.

Vocês já viram algum empresário declarar que os negócios vão mal porque seus funcionários ganham muito e não prestam? O PSDB adora elogiar a iniciativa privada mas até hoje não conseguiu sequer imitá-la.

 

Beleza! Finalmente vamos poder ver a diferença entre "salários" e "rendimentos".

 

  demoraram para poder arrumar o que não poderia ser mostrado , se alguem investigar o antes e depois poderá encontrar divergencias , e  é possivel mascarar de outra forma os abusos.

 

O salário dos funcionários e magistrados do TJ/SP já está disponível.

 

É por essas e outras que resta ao Brasil o corte destes custos absurdos. Da liberalização e desregulamentação da econômia e a diminuição dos impostos.

 

mais uma coisa:

a divulgação vai mostrar o salário de m... que esse governo paga aos professores, policiais, médicos e demais profissionais que lidam diretamente com a população.

 

Já que o governo do Estado de São Paulo deseja ser transparente, como contribuinte desejo saber:

a- quantos funcionários estão em cargos de confiança -sabemos que são cargos ocupados por indicação política - quem os indicou e quantam ganham;

2-o custo dos encontros políticos realizados no palácio - afinal, o governador e demais políticos tem como meta a sua preservação no poder e para isso, usam e abusam do nosso dinheiro;

3-o custo com propagandas, criadas com a finalidade de enaltecer o governante.

 

Que bom, assim todos poderão ver que, à exceção dos comissionados, todos os funcionarios ganham bem mal no "estado mais rico " da federação

 

                  Especialmente os professores.

 

Liberado reajuste de 193% para subprefeito

O governo municipal conseguiu recuperar na Justiça o direito de reajustar o salário de subprefeitos, secretários-adjuntos e chefes de gabinete. Com o aumento, aprovado pela Câmara, os secretários-adjuntos tiveram o salário de R$ 5,4 mil reajustado para R$ 18,3 mil (236%). A gestão Kassab tem 29 secretarias. Já o salário dos 31 subprefeitos subiram de R$ 6,5 mil para R$ 19,2 mil (193%). O aumento vale para funcionários em cargos de comissão e de confiança, que não são preenchidos por meio de concurso público.

O aumento havia sido bloqueado em fevereiro pela Justiça, que acatou ação do MP. Para o promotor César Dario Mariano, autor da ação, a lei é ilegal, uma vez que a maioria dos servidores recebeu reajuste de 0,01%. O MP também contesta o regime de pagamento por subsídio, que só pode ser usado para o prefeito, vice, secretários e funcionários de carreira.

A juíza Simone de Moraes concedeu liminar barrando os supersalários afirmando que o aumento era uma afronta aos princípios da legalidade, moralidade e eficiência do serviço público. A prefeitura recorreu da decisão. Em março, o desembargador Ferraz de Arruda derrubou a liminar, permitindo o reajuste. O aumento vai causar um impacto de R$ 19 milhões por ano aos cofres públicos.

O prefeito Gilbeto Kassab (PSD) defende a medida afirmando que melhores salários atraem profissionais mais qualificados. No portal da prefeitura, o salário dos 31 subprefeitos, dos chefes de gabinete e o dos secretários-adjuntos já aparece atualizado.

Fonte: http://incorporativa.com.br/blog/?p=7652

June 21st, 2012 in - P O L Í T I C A

 

Aumento imoral e totalmente inapropriado para o momento. Coroa a péssima jestão de kassab na prefeitura.

Até concordo que 5 e pouco é um salário baixo para o subprefeito mas deveria haver um aumento gradual. Uma alternativa seria una 15% reais  ao ano até dobrar de valor real, tava bom demais.

 

@DanielQuireza

Nassif, totalmente extra pauta, aquele se furo com Carta Capital tem outras implicações, até assassinato. http://refazenda2010.blogspot.com