Revista GGN

Assine

A profissão de cuidadores de idosos

A proporção de pessoas com 60 anos de idade ou mais vem aumentando de forma significativa na população brasileira, com forte impacto na rotina das famílias, na previdência social e na assistência à saúde.

Em 2011 foi lançado o Sistema de Indicadores de Saúde e Acompanhamento de Políticas do Idoso, iniciativa conjunta da Área Técnica da Saúde da Pessoa Idosa do Ministério da Saúde e do Laboratório de Informação em Saúde (LIS) do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica (ICICT) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). No link abaixo há uma biblioteca de acesso livre contendo a legislação com direitos dos idosos e inúmeros dados  do IBGE e Ministério da Saúde sobre as condições de vida e de saúde nessa faixa etária.

http://www.saudeidoso.icict.fiocruz.br/

Lembrando que cada vez mais trabalhadores formais e informais ocupam-se dos cuidados domiciliares a idosos, vai um documento anexo preparado pelo Ministério da Saúde, o Guia Prático do Cuidador de Idosos

Para elaborarmos uma política de cuidados adequados aos idosos e assegurarmos condições dignas de vida e trabalho aos seus cuidadores, podemos enviar sugestões ao Projeto de Lei que regulamenta a profissão de cuidador de idoso, de autoria do Senador Waldemir Moka (PMDB-MS), através do endereço

 http://www.senado.gov.br/senado/alosenado/cuidador_idoso.asp

Segundo o Senado Federal, a Senadora Marta Suplicy é relatora de Projeto de Lei que regulamenta a profissão de Cuidador de Idoso. O PLS 284 de 2011, de autoria do Senador Waldemir Moka, busca conferir amparo jurídico àqueles que já exercem a profissão, assim como assegurar um serviço seguro e qualificado ao idoso cuja saúde e bem-estar são diretamente afetados.

Lá é possível opinar sobre:

Políticas Públicas:O Estado deve integrar o cuidador de idoso em suas ações de saúde pública, como nas equipes do Saúde da Família?

Formação Profissional: Qual é o nível de escolaridade que deve ser exigido para exercício da profissão? A formação deve ocorrer em instituição de ensino reconhecida pelo MEC?

Competências e Procedimentos: Que procedimentos o cuidador pode realizar sem conflitar com as de competência de médicos e enfermeiros? A administração de medicamentos, inclusive intravenosos, pelo cuidador pode por em risco a saúde do idoso?

Direitos Trabalhistas:O cuidador de idoso deve ter algum tratamento trabalhista distinto do disposto na CLT? Como tratar do fato do cuidador, muitas vezes, trabalhar em turnos noturnos?

Responsabilidade Criminal: O projeto deve se preocupar em coibir abusos do mau cuidador contra o idoso? Devemos criminalizar a má prática da profissão ou é suficiente o que o já dispõe o Estatuto do Idoso?

Para enviar sugestões, basta preencher o formulário. Sua contribuição será bem-vinda.

Clique aqui e saiba mais sobre o projeto.

Sem votos
6 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
+6 comentários

É relevante estabelecer-se legalmente a profissão de Cuidadores de Idosos, mas mais importante ainda, é proporcionar aos idosos adiarem o mais que puderem essa necessidade, por questões psiquicas ou motoras.

Para tanto deve ser resolvido de imediato o isolamento permanente a que a imensa maioria está sujeita, diuturnamente, nos próprios lares, pelo estreitamento no tamanho das famílias e a ausência de familiares que possam ou queiram lhes dar a atenção necessária, sobretudo pela forma de trabalho e modo de vida, hoje estabelecidos.

O estado, através das prefeituras, deve criar e manter centros de convivência de idosos para que se possa reuní-los e proporcionar um convivio diário, que lhes permita a oxigenação coletiva necessária para que a qualidade de suas vidas prolongue-se ao sentirem-se merecedores de atenção e portanto, "vivos".

Não estamos falando de idosos que conseguem acessar sózinhos o mundo exterior e seus clubes da terceira idade, pouco importando a faixa da idade, a procura de diversão. Esse público hoje é atendido, inclusive e sobretudo pela iniciativa privada (clubes, excursões, etc.).

Estamos falando dos que ficam isolados em seus lares, pela dificuldade de acessarem sózinhos o mundo exterior e que aceleram assim a degeneração  precoce, que deve e pode ser evitada, se suas famílias pudessem deixá-las, durante o dia, nesses centros nos quais conviviriam com outros idosos, na mesma situação de solidão.

Esses centros funcionariam apenas durante o dia e não teriam compromisso com a assistência médica  (o máximo ministrar medicações, se caso) e suas instalações e equipamentos visariam apenas proporcionar o espaço adequado ao convívio e a realização de atividades, visando o minímo de atividade física e inserção social nas vidas dessas solitárias pessoas, permitindo assim que deixem o isolamento a que estão hoje submetidas e a precocidade senil.

 

Estes idosos que foram jogados nos asilos por seus familiares só querem uma coisa na vida: Reencontrá-los. Eles são deixados ali pelos parentes que nunca mais retornam, de forma que os idosos referem-se a eles como "meu filho me deixou aqui e nunca mais voltou".

 

 

...spin

 

 

TRiste é ver os filhos que abandonam seus pais, qdo estes se tornam mais idosos e passam a ter dificuldade em se governar sozinhos. 

 

Graças a  Deus meus pais   tiveram ótimos  filhos e não poderia  ser  diferente pois  foram pais  exemplares.

Abandono  de idoso é  crime,  idoso é incapaz.

 

"A profissão de cuidadores de idosos":

?!?!  Por favor modifique o nome pra "A profissao feminina de cuidadores de idosos"!

A vasta maioria dos idosos do mundo sao "pacientes" das mulheres da familia.  O numero de homens que cuida de idosos da familia eh negligivel.

(nao cheguei a ler e pensar no resto do texto ainda)

 

Os  cuidadores de idosos  para mim  são indispensáveis .

Meu pai tem  duas  cuidadoras, uma para o  dia e a outra para  a noite,  se revezam, portanto. É uma mão na obra. Embora psicologicamente muito  saudável  ele precisa de  cuidados diuturnamente porque usa fraldas  e não  consegue mais  andar  sozinho.