newsletter

Pular para o conteúdo principal

A resposta de ateus a Ives Gandra

Um bom contraponto do presidente da ATEA - Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos - ao artigo de Ives Gandra Martins, o conservador jurista de direita e um dos fundadores da Opus Dei brasileira. Ives Gandra é o principal nome dessa organização no país, conforme a Wikipedia, sendo seu porta-voz mais influente na política nacional. Seus artigos são acolhidos por quase todos os veículos de comunicação, mas destacam-se a Folha, o portal UOL, a rádio Jovem Pan e a rádio Canção Nova, da igreja católica. E ele não se faz de rogado, usa o espaço que a mídia lhe concede para atacar  qualquer coisa que lembre remotamente justiça social, direitos humanos, ciência, uso de células tronco, políticas progressistas.

Da Folha de. Paulo

O fundamentalismo de cada dia

DANIEL SOTTOMAIOR

É bom saber que os religiosos reconhecem o dano causado pelo fundamentalismo, mas que fique claro: a conta não pode ser debitada ao ateísmo

Segundo Ives Gandra, em recente artigo nesta Folha ("Fundamentalismo ateu", 24/11), existe uma coisa chamada "fundamentalismo ateu", que empreende "guerra ateia contra aqueles que vivenciam a fé cristã". Nada disso é verdade, mas fazer os religiosos se sentirem atacados por ateus é uma estratégia eficaz para advogados da cúria romana. Com o medo, impede-se que indivíduos possam se aproximar das linhas do livre-pensamento.

É bom saber que os religiosos reconhecem o dano causado pelo fundamentalismo, mas resta deixar bem claro que essa conta não pode ser debitada também ao ateísmo.

Os próprios simpatizantes dos fundamentos do cristianismo, que pregam aderência estrita a eles, criaram a palavra "fundamentalista". Com o tempo, ela se tornou palavrão universal. O que ninguém parece ter notado é que, se esses fundamentos fossem tão bons como querem nos fazer crer, então o fundamentalismo deveria ser ótimo!

Reconhecer o fundamentalismo como uma praga é dizer implicitamente que a religião só se torna aceitável quando não é levada lá muito a sério, ideia com que enfaticamente concordam centenas de milhões de "católicos não praticantes" e religiosos que preferem se distanciar de todo tipo de igrejas e dogmas.

Já o ateísmo é somente a ausência de crença em todos os deuses, e não tem qualquer doutrina. Por isso, fundamentalismo ateu é um oximoro: uma ficção ilógica como "círculo quadrado".

Gandra defende uma encíclica papal dizendo que "quem não é católico não deveria se preocupar com ela". No entanto, quando ateus fazem pronunciamentos públicos, preocupa-se tanto que chama isso de "ataque orquestrado aos valores das grandes religiões".

Parece que só é ataque orquestrado se for contra a religião. Contra o ateísmo, "não se preocupem".

Aparentemente, para ele os ateus não têm os mesmos direitos que religiosos na exposição de ideias.

A religião nunca conviveu bem com a crítica mesmo. Já era hora de aprender. Se há ateus que fazem guerra contra cristãos, eu não conheço nenhum. Nossa guerra é contra ideias, não contra pessoas.

Os ateus é que são vistos como intrinsecamente maus e diuturnamente discriminados pelos religiosos, não o contrário. Existem processos movidos pelo Ministério Público e até condenação judicial por causa disso.

O jurista canta loas ao "respeito às crenças e aos valores de todos os segmentos da sociedade", mas aqui também pratica o oposto do que prega: ele está ao lado da maioria que defende com entusiasmo que o Estado seja utilizado como instrumento de sua própria religião.

Para entender como se sente um ateu no Brasil, basta imaginar um país que dá imunidade tributária e dinheiro a rodo a organizações ateias, mas nenhum às religiosas; que obriga oferecimento de estudos de ateísmo em escolas públicas, onde nada se fala de religião.

Um país que assina tratados de colaboração com países cuja única atividade é a promoção do ateísmo; cujos eleitores barram candidatos religiosos; que ostenta proeminentes símbolos da descrença em tribunais e Legislativos (onde se começam sessões com leitura de Nietzsche) e cuja moeda diz "deus não existe". E depois os fundamentalistas que fazem ataque orquestrado somos nós.

DANIEL SOTTOMAIOR é presidente da Atea (Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos).

Sem votos
111 comentário(s)

Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
+111 comentários

Edson,

É que esses papa-hóstias são altamente produtivos. O Chalita nem usava calças compridas e já tinha 147 livros publicados, incluindo uma biografia de uma personagem fundamental para a compreensão do século XX, madame Lu Alckmin.

 

Fico pensando, estarrecido: como uma pessoa com tantos títulos se dá o direito de mentir tanto, de enganar? Ou será que o Dr. Gandra está falando em nome da Opus Dei, esta seita satânica, medieval, obscurantista...travestida de cristã?

 

Lourdes Catão, socialite carioca e confessa adúltera, confirmou o que todos já sabemos: “Acho que o AÉCIO É o melhor, MAIS DO NOSSO LADO... Dilma não pode ser reeleita de jeito nenhum’’. 

a fé é cega e cega.

 

É o Capeta em forma de jurista!

 

Tem todo tipo de ateu, né? Uns mais bravos, outros que "não estão nem aí"...

Mas que dá raiva dessa mitologia toda, ah isso dá!

 

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:"Tabela normal";
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:"";
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:6.0pt;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:0cm;
mso-para-margin-left:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
text-align:justify;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:"Calibri","sans-serif";
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:"Times New Roman";
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;}

Boa tarde a todos

O que estamos vivendo um momento de extremismo que esta comprometendo a boa convivência, seja entre crenças, seja entre torcedores de times de futebol. Parece que é mais divertido e moderno ser um troll, que um debatedor de idéias, que todas as discussões sejam debates em que cada um tem 5 minutos ou 160 caracteres, em que as pessoas não conversam, disparam uma porção de coisas, verdadeiras ou não e já ficam armadas esperando resposta. Como as antigas batalhas em que esperava o exercito dar a 1° salva de tiros, para ter o retorno.

Este extremismo de idéias me preocupa e acredito preocupar todas as pessoas que pensam no futuro, que tem filhos, por que simplesmente não sei para aonde vamos. Vejo os políticos ficarem mais extremistas para buscar popularidade, vejo a propaganda buscar os times, para dividir a sociedade em torcida, vejo a sociedade se dividindo entre classes sociais brigando pela manutenção ou divisão de direitos. Não quero entra no mérito de nada disso, mas eu como um admirador da historia contemporânea, li que isso já aconteceu entre no fim da década de 20, inicio da década 30; vejo hoje os analistas dizerem que o fim do Euro esta próximo e a economia mundial entrará em recessão igual à de 1929, vejo as pessoas falarem que a Europa precisa de um estadista e me lembro que os grandes estadistas europeus da época provocaram a 2° guerra mundial.

            Tenho medo do futuro, por que acredito que a conversa e o dialogo são a base de nossa sociedade, que o confronto de idéias é saudável, mas não podemos ficar só no confronto, já me disseram que nós só temos ideais perfeitos, nunca as idéias. Só queria deixar esta idéia que tenho, não é perfeita, mas vejo que quando conversamos podemos ir mais longe, agora quando nos enfrentamos, mesmo quem vence, consegue menos do que conseguiria sozinho sem o enfrentamento.

Um abraço a todos

 

Não sei o que é mais pobre se o texto copiado e colado ou o textículo que o introduz.

 

Mario Blaya comete o maior pecado dos fundamentalistas, sempre:  eh um chato de galochas.  Aponta o dedo pra tudo e pra todos, pontificando o que eles querem e o que nao querem, suas criticas politicas sao vacuas e estritamente cricris, e seu comentario social varia de tolo a ilegivel

 

ECHELON saiu da internet. ECHELON agora esta no seu proprio computador.

Acho que o post todo, incluindo os comentários são deprimentes.

 

Gandra comete o maior pecado dos fundamentalistas, sempre:  eh um chato de galochas.  Aponta o dedo pra tudo e pra todos, pontificando o que eles querem e o que nao querem, suas criticas politicas sao vacuas e estritamente cricris, e seu comentario social varia de tolo a ilegivel.

Nao da!

 

ECHELON saiu da internet. ECHELON agora esta no seu proprio computador.

um reacionario de esquerda acuado e a coisa mais divertida desse mundo!vc me diverte!

 

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela." MAX FRICH

Ateus X Religiosos - Round 1 - FIGHT

 

Sanzio, por favor, cite quais são os direitos humanos atacados pelo Ives Gandra:

Por favor, defina também o quê são políticas progressistas:


 

Essa é a tática mais suja que ja vi, falam coisa de um texto e claro quem tem juizo e idéia própria vai avaliar o textoe descobre que o que fez parte dacrítica não esta no texto criticado; O que é isso nazismo progressista (mentira repetida varias vezes...)?

Ou comunismo, pois nos paises comunistas é que a verdade ou a mentira fica aguardando dias para que a versão oficial a defina, como verdade ou mentira, aqui não pô aqui é Brasil e tem liberdade, portanto aponte no texto o que cristicas... Ou porque não te calas.

 

Rebolla, deus não existe, se existiu está morto, tudo é permitido e pare de ficar choramingando porque alguém não acredita nas fantasias infantis que você acredita como se isso ameaçasse a sua própria existência. Não se preocupe, deus não vai lhe castigar por não cerrar fileira, somente uma vez, no seu exército de homens bons. Você já está caracteristicamente salvo, vai ter o seu lugarzinho garantido ao lado do papai todo poderoso após a morte e vai ouvir anjos tocando harpas, flautas e violinos todas as manhãs lá no paraíso enquanto se banquetea com maçãs. Agora, durma em paz e não se preocupe que o senhor não vai ter pesadelos à noite, deus não deixará que demônio algum perturbe seu descanso. Coloque o pipo, a toquinha e bom descanso!

 

Ele ataca quando defende e participa de uma organização nazista, troglodita qque quer ressucitar a idade media ,que se coloca contra as pesquisas do CERN pra que nao provem as besteiras dogmaticas religiosas principalmente catolicas. Fundamentalismo só existe o religioso. Religiosos mentirosos voces serao extintos em 3 gerações no maximo. A verdade triunfará. A ciencia triunfará. Templos transformados em escolas, hospitais, bibliotecas, prisões e casa de shows.

 

 

Ele não é idiota de "atacar" os direitos humanos, mas os subverte. Ou seja: ataca de maneira dissimulada. Desta forma, o direito à terra se transforma, por exemplo, num "perigoso movimento totalitarista comuna que vai agredir o direito dos que possuem terra".

Na minha opinião, gente como Ives Gandra é pior que os Bolsonoros da vida. Se você duvida que ele não ataca os direitos humanos, vou deixar aqui dois links; um do Ives Gandra mentindo descaradamente sobre o PNDH-3 e outro de um articulista da direita (DEM) falando sobre o mesmo assunto tratado pelo fundador da Opus Dei no Brasil:

Ives Gandra e o Programa Nacional dos Direitos Humanos "petista":

http://www.youtube.com/watch?v=VQldMpBECvo

Claudio Lembo (DEM-SP) e o Programa Nacional dos Direitos Humanos "petista":

http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI4195318-EI8421,00-Va+a+fo...

 

Magnus Legus cavallerii!

Magnus Legus cavallerii afirmatum, causa finita! 

Muslins mortem! Buddhists mortem! Communists mortem!

Non christianis mortem!

In nomine Patris et Filii et Spiritus Sancti,

Amen.

 

 

 

Não li seu texto na Folha (nem vou ler), mas conheço as idéias desse ser medieval e os direitos que ataca:

- O direito a usar preservativos.

- O direito a usar qualquer outro método anti-conceptivo, que não seja a abstinência: DIU, pílulas, sodomia...

- O direito de ser viado ou sapata.

- O direito ao aborto, mesmo em casos de estupro e anencefalia.

- O direito às pesquisas com células-tronco, que podem fazer paralítico andar. Ao contrário de certos "milagres" de araque.

- Mais alguns que eu devo ter esquecido...

 

Esqeceu vários, o direito de ser índio, negro, quilombola, de lutar pela terra, de lutar contra a ditadura militar. Dê só uma lida neste artigo, em que o supernumerário se sente discriminado por ser - não vá rir -  branco, heterossexual e defensor da ditadura militar.

VOCÊ É BRANCO? CUIDE-SE! (Por Ives Gandra da Silva Martins)

Por: Ives Gandra da Silva Martins

Hoje, tenho eu a impressão de que o ‘cidadão comum e branco’ é agressivamente discriminado pelas autoridades e pela legislação infraconstitucional , a favor de outros cidadãos, desde que sejam índios, afrodescendentes, homossexuais ou se auto-declarem   pertencentes a minorias submetidas a possíveis preconceitos.

Assim é que, se um branco, um índio ou um afrodescendente tiverem a mesma nota em um vestibular, pouco acima da linha de corte para ingresso nas Universidades e as vagas forem limitadas, o branco será excluído, de imediato, a favor de um deles. Em igualdade de condições, o branco é um cidadão inferior e deve ser discriminado, apesar da Lei Maior.

Os índios, que pela Constituição (art. 231) só deveriam ter direito às terras que ocupassem em 5 de outubro de 1988, por lei  infraconstitucio nal passaram a ter direito a terras que ocuparam no passado. Menos de meio milhão de índios brasileiros – não contando os argentinos, bolivianos, paraguaios, uruguaios que pretendem ser beneficiados também – passaram a ser donos de 15% do território  nacional, enquanto os outros 183 milhões de habitantes dispõem apenas de 85% dele. Nesta exegese equivocada da Lei Suprema, todos os brasileiros não índios foram discriminados.

Aos ‘quilombolas’ , que deveriam ser apenas os descendentes dos participantes de quilombos, e não  os afrodescendentes, em geral, que vivem em torno daquelas antigas comunidades,  tem sido destinada, também, parcela de território consideravelmente maior do que a Constituição permite (art. 68 ADCT), em clara discriminação ao cidadão que não se enquadra nesse conceito.

Os homossexuais obtiveram, do Presidente Lula e da Ministra Dilma  Roussef, o direito de ter um congresso financiado por dinheiro público, para realçar as suas tendências, algo que um cidadão comum jamais conseguiria.

Os invasores de terras, que violentam, diariamente, a Constituição, vão passar a ter aposentadoria, num  reconhecimento explícito de que o governo considera, mais que legítima, meritória a conduta consistente  em agredir o direito. Trata-se de clara discriminação em relação ao cidadão comum, desempregado, que não tem este ‘privilégio’, porque  cumpre a lei.

Desertores e assassinos, que, no passado, participaram da guerrilha, garantem a seus descendentes polpudas indenizações, pagas pelos contribuintes brasileiros. Está, hoje, em torno de 4 bilhões de reais o que é retirado dos pagadores de tributos para ‘ressarcir’ àqueles que resolveram pegar em armas contra o governo militar ou se disseram perseguidos.

E são tantas as discriminações, que é de se perguntar: de que vale o inciso IV do art. 3º da Lei Suprema?

Como modesto advogado, cidadão comum e branco, sinto-me discriminado e cada vez com menos espaço, nesta terra de castas e privilégios.

 

Resumo do artigo do Ives Gandra:

Artigo 1
Todos os homens nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotados de razão e consciência e devem agir em relação uns aos outros com espírito de fraternidade.

Artigo 2
I) Todo o homem tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades estabelecidos nesta Declaração sem distinção de qualquer espécie, seja de raça, cor, sexo, língua, religião, opinião política ou de outra natureza, origem nacional ou social, riqueza, nascimento, ou qualquer outra condição.

 

Mesmo sem lê-lo, eu faço outro resumo do artigo dele:

- Não existe preconceito contra homossexual e negro no Brasil. Isso tudo é invenção de viados devassos e criôlos preguiçosos

 

Juliano Santos

outro dando cobertura a fuga do Sanzio!!!!

 

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela." MAX FRICH

Ao contráario de nós, tem gente que trabalha, Blaya.

 
 

ser contra a utilização de células tronco é contrariar o direito à vida, pra dizer o mínimo.

 

e o cacete!  somente porque uns cientistas disseram que é bom não torna isso correto,  Mengele acreditava que suas pesquisas eram validas, e dai?

 

 

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela." MAX FRICH

é Blaya, vc realmente estoura qualquer escala. Crê cegamente em deus mas não crê em fatos (científicos). Outra coisa: Menguele estava a mando de quem? No fundo, no fundo, de um fundamentalismo do cacete, só pra usar a mesma linguagem chula que você usou, talvez assim você entenda.

 

ai e que está o problema seu!  sou engenheiro e dos bons, se não acreditasse na ciencia não seria um bom engenheiro!

e por ser um bom engenheiro eu sei que a ciencia não é religião e nem e absoluta, ela erra redondamente!  depositar a fé na ciencia e coisa de pobre coitado, como os indios que ficavam embasbacados quando se viam num espelho!

 

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela." MAX FRICH

Iiiixi!

Essa do espelho parece daquele jogo (quem) "perde-ganha"...

 
 

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=yEvKgCslVGM

 

Ulderico

Sanzio não fuja, responda a questão feita pelo Rebola?  ou pra variar e somente mais uma amontoado de frases inocuas que gente como vc adora tanto!

Responda ou desculpe-se!

 

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela." MAX FRICH

Ao tentar impedir no STF o uso científico das células o Sr. Ives Gandra atacou a dignidade da pessoa humana, um direito humano fundamental. Isso é para citar apenas  um dos seus muitos ataques ao estado laico. 

 

Eu não deveria dar bola para Blayas e Rebollas, mas explico: nem tinha visto que meu comentário tinha virado post, pois saí de casa em seguida e só retornei ao blog agora.

Como vocês parecem um pouco preguiçosos para pesquisar na internete, aí vai um trechinho de uma entrevista do supernumerário (o título não é bonito? não lembra uma montanha de dinheiro?):

"O Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3) contém uma série de diretrizes inconstitucionais que pode desestabilizar o equilíbrio de Poderes no Brasil.

O alerta é lançado pelo jurista Ives Gandra Martins, doutor em Direito com reconhecimento internacional e mais de 40 livros publicados e traduzidos em mais de dez línguas em 17 países. "É um programa de direitos desumanos, o que menos tem é dignidade humana", salienta.

Entre as propostas polêmicas contidas no Programa, ações que pretendem descriminalizar o aborto, reconhecer a união civil entre pessoas do mesmo sexo, garantir o direito de adoção por casais homoafetivos, impedir a ostentação de símbolos religiosos em estabelecimentos públicos da União, desestabilizar o direito à propriedade privada (com a criação de câmaras de conciliação dos conflitos, sejama grários ou urbanos), bem como a regulamentação profissional da prostituição.

Ives é taxativo: "Eu lembraria o que disse Agripino Grieco [crítico literário] quando lhe deram um livro de um mau poeta. Ele leu e disse: 'Eu aconselho a queimar a edição e, em caso de reincidência, a queimar o autor'. Eu não sou tão cáustico à reincidência de queimar o autor, mas que vale a pena queimar a edição desse programa, vale".

 

Xiiiiii ... o Sanzio respondeu!

E agora?!

...

 

postar não significa responder, ele não mostrou os direitos humanos atacados pelo Sanzio, apenas tentou a ja tradicional joga de mudar o foco!!!

 

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela." MAX FRICH

isso e atacar os direitos humanos???

resposta ruim!!!

 

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela." MAX FRICH

"Resposta ruim" chega a ser risível.

 

Na verdade acho que opinião ruim merece resposta ruim. Ives Gandra e cia não merecem que se perca muito mais tempo elaborando algo que não entenderiam mesmo. 

 

A vida se inicia na concepção, portanto, o aborto sim é uma atentado contra o principal direito humano, A VIDA! Os abortistas é que são inimigos deste direito humano. Não quem se opõe a destruição destas pessoas indefesas. O mesmo se aplica nas pesquisas com células troncos embrionárias, que para serem realizadas é preciso antes assassinar um ser humano.

De Direitos Humanos mesmo na sua resposta apenas A VIDA foi citada, e mesmo assim de modo deturpado!

Qual o direito humano que a não existência da união civil entre homossexuais fere? Por acaso a falta de um documento legal impede o relacionamento...

A exibição de símbolos religiosos em estabelecimentos públicos em nada impede que os ateus e os não-cristãos sejam atendimentos. Qual então é o Direito Humano infringido?

A legalização da prostituição pode ser enquadrada em qual Direito Humano? No Brasil apenas a exploração da prostituição é crime. As p... estão livres para exercerem a sua "profissão".

Garantir que os casos de reintegração de posse não estejam sujeitos às protelações previstas no plano petista e eminentemente jurídico, nada tem a ver com direitos humanos.

Então os ataques aos direitos humanos se resumiram apenas na intransigência do Ives Gandra em favor da vida, seja pela proibição das pesquisas com células tronco embrionárias e pela sua oposição a legalização do aborto. Os demais entrariam em políticas sociais ou progressistas.  Que tal você refazer o seu textículo introdutório?

"E ele não se faz de rogado, usa o espaço que a mídia lhe concede para atacar  qualquer coisa que lembre remotamente justiça social, direitos humanos, ciência, uso de células tronco, políticas progressistas."

PASSARIA A TER A SEGUINTE REDAÇÃO

E ele não se faz de rogado, usa o espaço que a mídia lhe concede para atacar  qualquer coisa que lembre remotamente justiça social, ciência, uso de células tronco, políticas progressistas, e por ter uma visão contrária a nossa sobre os direitos humanos coloca o DIREITO A VIDA acima das pesquisas científicas e do direito da mulher em dispor do próprio corpo.

ASSIM FICA MAIS HONESTO

 

 

 

"A vida se inicia na concepção"...

Ué, o espermatozóide é morto? ... O óvulo? ... As células do fígado? ... Do cérebro? (sim sei que nem sempre todas são "tão" vivas assim...) ... Um conjunto de 4 células fecundadas é um ser humano? 

Blaya e Rebolla, nem estou entrando no mérito do aborto.

Apenas fazendo algumas perguntinhas básicas sobre o que é vida? ... 

E "não vida" ... Que é diferente de nascimento e morte...

Se afirmamos mas não explicamos: ... é crença!

 

Após a união do óvulo e do espermatozóide, na minha modesta, visão um novo ser já existe. A partir daí é um novo ser humano.

 

Em termos de crença (sobre aquilo que não é esclarecido cientificamente), respeito a sua e a de todos aqui.

Eu mesmo tenho as minhas (crenças e descrenças), admitido porém que não passam disso. Não seria eu mais "verdadeiro" do que os que crêem (ou descrêem) diferente de mim ...

Agora, há quem defina ser humano como um ente que tem cérebro, braços, fígado, se move, se alimenta, sente, etc.

Outros, que só após "vir à luz": respiram, estão desligados do cordão, biologicamente independentes...

Aí, pra esses, 1, 2, 64, 256 ... células pós-fecundação, são apenas uma bolotinha microscópica de células, um projeto de ser humano. Que pode até se soltar e desaparecer desapercebido numa menstruação...

Como não consigo (eu) definir o limiar entre uma coisa e outra, e concordo que não é legal matar seres humanos, fico com  o encargo de tentar definir quando o embrião "já é um ser humano". Costumo pensar na formação básica de todos os órgãos e o funcionamento sensorial cerebral, que já permite perceber, sentir, lembrar, aprender... 

Mas é apenas uma crença minha... embora muito além da sua monocélula fecundada.

E um tanto aquém do "dar a luz".

 

PS: Mas se pra vc é só após a fecundação, então camisinha tudo bem, certo? Ou é tudo que seu Papa mandar?

 

Você foi desonesto na sua resposta. As células tronco tratadas na decisão do STF já estavam congeladas e iam para a lata do lixo, seriam perdidas para a pesquisa médica. Não é preciso matar ninguém para fazer pesquisas com células tronco, estavam sendo descartados os embriões que não eram aceitos. Você é desonesto. 

 

Mais honesto eu duvido, mas fica mais rebolado, com certeza!

Cara, eu não vou dar uma de AA e ficar replicando a todas as suas besteiras. Se você acha pouco o sujeito ser contra pesquisas com células-tronco, ser contra a descriminalização do aborto, ser contra a indenização aos torturados da ditadura, ser contra a política de cotas às minorias, ser contra a demarcação de terras indígenas, ser contra o direito dos homossexuais, ser contra o estado laico, ser contra tudo que tenha fumos de progresso no âmbito das relaçoes humanas, problema seu. Leve o supernumerário e seu chicotinho para você e faça bom proveito.

Apenas para não perder a oportunidade: o probo causídico tem um filho com o mesmo nome que é ministro do TST; espero que não apareçam causas nesse tribunal patrocinadas pelo pai do ministro, já que o histórico familiar não é lá dos dez mais: seu dileto irmão, o pianista João Carlos Martins, envolveu-se numa farra do boi durante a gestão Maluf tanto na prefeitura qusnto no governo do estado. O moço tinha uma empresa de....engenharia. Veja se pode, um pianista famoso dono de uma empresa de engenharia chamada Paubrasil (uma não, várias) cuja única atividade consistia em esquentar dinheiro rouybado por seu padrinho Maluf. Eles andam sempre em boas companhias, esses papa-hóstias.

http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,joao-carlos-martins-e-conden...

 

Essa de ficou mais rebolado foi genial. Mas cá entre nós, homem rebolar não é pecado?

Em relação ao Gandra essa frase que ele citou, não sei porque, me lembrou a Inquisição:

"Ele leu e disse: 'Eu aconselho a queimar a edição e, em caso de reincidência, a queimar o autor'.

Sendo este senhor, um jurista, alguma dúvida de que seria um inquisidor, se vivesse na Idade Média?

Alías ele e o Blaya já teriam de mandado para fogueira, meu caro Sanzio

 

Juliano Santos

 

quantas pessoas para camuflar a ausencia de resposta do Sanzio!!!

 

 

 

 

 

porque será que ele não respondeu a pergunta ate agora?

 

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela." MAX FRICH

 

é que estamos em pleno século XXI....responder ao Rebola e consequente ao Ives Gandra é voltar para épocas medievais.......a espada foi para o polimento , além do que, o cavalo ainda está na coxia.

 

#vaitercopa

 

 

 

 

 

 

está protegendo o Sanzio!!!

 

 

 

ele deveria responder quais são os direitos humanos que o Ives atacou!!!!!

 

 

 

ao fugir apenas confirma que é um ridiculo repetidor de factoides e que nem sabe o que escreve!!!!

 

 

 

 

 

 

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela." MAX FRICH