newsletter

Pular para o conteúdo principal

As cidades brasileiras planejadas

Nassif:

Belo Horizonte foi a primeira cidade planejada do país, no final do século 19, logo, uns vinte anos antes do Plano Agache para o RJ, que lançou um projeto de urbanização cujos efeitos permanecem até hoje.

BH foi imaginada para ser cidade de fácil locomoção, com quadras junto a longas avenidas, e Goiânia, planejada na década de 30, deu ênfase às áreas verdes.

Curitiba e Recife também foram objeto de propostas de Alfred Agache, ou seja, diversas capitais brasileiras tiveram a oportunidade de serem bons lugares para se viver, não fosse a quase infinita capacidade de destruição da classe política tupiniquim, inteiramente ignorante quanto a planejamento urbano, mas sempre ávidos por dinheiro, verdadeiros PhD em qualquer tipo de conchavo, daí a transfiguração que conseguiram promover em inúmeras cidades (não apenas capitais), ao permitirem toda sorte de violência urbanística em troca de $$$.

A nossa classe política, historicamente formada por sujeitos notoriamente estúpidos (desinformados) e corruptos, só não conseguiu uma proeza, ainda- inventar uma lei capaz de cobrar do munícipe o ar que ele respira, e agora é o que se vê, inúmeras cidades “bem nascidas”( que tiveram à disposição diretrizes para um correto desenvolvimento urbano) com enormes, algumas delas com intransponíveis dificuldades para suportar as exigências atuais e futuras de suas populações.  

Sobre São Paulo, a matéria do post “...a voracidade da especulação imobiliária, a fragilidade institucional dos órgãos públicos de planejamento urbano e de proteção cultural e a passividade da comunidade” diz tudo, ou seja, foi alvo de um estrago por parte de sua irresponsável classe política, só que em proporções incomparáveis a de qualquer outra cidade.

Hoje, em SP, devido à extensão da bandalheira irreversível, uma comunidade atenta e ativa só será capaz de evitar uma meia dúzia de desatinos momentâneos, como a recente questão do Parque da Água Branca. 

Média: 3.8 (21 votos)
2 comentário(s)

Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Adiçao

http://BrasilAki O brigado por tudo a judo muito no meu deve de Geografia So 6-a Tenho 12 anos Obrigado

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de ramon juvencio
ramon juvencio

Gente, vamos ter mais

Gente, vamos ter mais atencçao. a primeira cidade planejada do brasil foi aracaju-sergipe. minha capital.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
+50 comentários

Estão dizendo que BH foi a 1ª cidade planejada do Brasil, fundada em 12/12/1897, porém PETRÓPOLIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, foi planejada, possuíndo um plano urbanístico feito pelo então alemão  Major  Engenheiro Júlio Frederico Koeler E FUNDADA EM 16 DE MARÇO DE 1843, portanto é mais velha que BH, levando a crer que é a 1ª cidade planejada do Brasil.

Outras cidades anteriores não foram planejadas, não tiveram uma planta desenhada, mostrando quarteirões, ruas, praças, igrejas e até o Palácio Imperial de verão do Imperador, como mostra a planta desenhada pelo Major Koeler, a qual se encontra arquivada no Museu Imperial.

 

A primeira cidade planejada foi salvidor tá

 

A primeira cidade planejada do Brasil foi a capital do estado do Piauí, Teresina. Ela foi devidamente planejada e executada de acordo com o projeto, e foi fundada em 1951, portanto 37 anos antes de Belo Horizonte. A segunda cidade planejada do Brasil foi Aracaju, capital do Sergipe, fundada em 1858. Ambas se localizam na região nordeste do país.

Belo Horizonte é a terceira cidade planejada do país. Sua fundação data de 1898, portanto 37 anos depois de Teresina.

 

todas as cidades foram planejadas (por deus)  

 

Não era bem o q eu queria + tdb

 

Lamentavelmente o autor, esqueceu de Palmas, a Capital do Estado do Tocantins, que com suas peculiaridades, foi trassada para um futuro bem promissor. A qualidade de vida? Essencial para qualquer  cidadão. O amis notável são as tendencias futuristas e inovadoras de cada gestor, que a seus turnos, colaboram com o novo e a proposta da cidade.

 

povo fei nao sabe de nada a primeira cidade planejada foi BH

 

Gostaria de saber em ordem cronologicas, sei que Brasilia foi, idem B. Horizonte, existem outras gosta ria de saber, ano e motivo. (se existir)

 

O que é mais notável e até agora impossível de combater é o fato de a classe política ser formada essencialmente de gente estúpida, desinformada, retardada e corruptamente ávida por dinheiro e poder. E isso não é tendência brasileira não, é mundial, é próprio inclusive de algumas nações chamadas de desenvolvidas, como aquela ali da América do Norte. E é na qual o Brasil, em inúmeros aspectos, tem tentado se espelhar. Consolo, só mesmo na revolução digital: o grito atual é "Viva o Megaupload".

 

Francisco Frias de Mesquita (c.1578 - c.1645) foi um engenheiro-militar e arquiteto português com destacada atuação no Brasil colonial. Seu nome também pode aparecer grafado Francisco de Frias da Mesquita ou Francisco de Frias de Mesquita.

Chegou ao Brasil em 1603 como engenheiro-mór, projetando e construindo várias fortificações e outros edifícios até voltar a Portugal, em 1635. Participou da conquista de São Luís do Maranhão, que se encontrava em mãos dos franceses. Entre as obras de Frias de Mesquita destacam-se:

Plano da cidade de São Luís do Maranhão - após a conquista da cidade em 1615, com a participação de Frias de Mesquita, o engenheiro projetou uma nova cidade em forma de tabuleiro de xadrez, com ruas retas. O plano original ainda é visível no centro histórico da cidade. Frias de Mesquita projetou também vários fortes para defender a cidade.

 

 

Acredito que a Cidade de Aracajú-SE seja, no Nordeste, um exemplo de Cidade Planejada (Acredito que só tenha ela). não tenho ouvido falar de outra. Mas, também acho que faltou o textoo.

 

Belo Horizonte foi projetada por uma comissão de engenheiros e inaugurada em 12 de dezembro de 1897, a primeira capital planejada sob o regime republicano... com inspiração em Paris, Washington e La Plata. A Comissão Construtora da Nova Capital teve à frente o engenheiro Aarão Reis que se afastou em 1895, logo após entregar ao governo a Planta Geral da então Cidade de Minas, posteriormente Belo Horizonte. Assumiu o engenheiro Francisco Bicalho e concluiu os trabalhos sem dar conta de realizar a cidade idealizada, apenas uma parte do que foi estabelecido previamente... 

 

http://www.revistaau.com.br/arquitetura-urbanismo/72/imprime24030.asp

 

Prezados,

para constar, houveram outras cidades e expansões urbanas planejadas no Brasil no fim do seculo XIX. Vale a pena consultar os projetos arquitetônicos de Saturnino de Brito.

Vitória foi uma delas. Vejam O PROJETO em ...

http://www.ape.es.gov.br/pdf/Projecto%20de%20um%20Novo%20Arrabalde%201896.pdf

Comparem os mapas que estão no projeto acima com uma imagem aérea da regiao da Praia do Canto, que eh o centro economico da cidade, hoje (do google maps, abaixo).

http://maps.google.com/maps?f=q&source=s_q&hl=pt-BR&geocode=&q=Vit%C3%B3ria+-+Esp%C3%ADrito+Santo,+Brasil&aq=0&sll=37.0625,-95.677068&sspn=38.22949,56.513672&ie=UTF8&hq=&hnear=Vit%C3%B3ria+-+Esp%C3%ADrito+Santo,+Brasil&ll=-20.296817,-40.300426&spn=0.044276,0.055189&t=h&z=14

 

Mas a implantacao do projeto, na epoca, gerou polemicas várias, que estao relatadas em um excelente livro, do qual nao tenho um link no momento. É interessante, no livro, a descrição da influência do positivismo como pano de fundo do projeto arquitetônico, assim como da discussão - através de jornais da época - entre o urbanista e seus críticos, que queriam ruas sem a feiúra daquela geometria monótona. E para que ruas tão largas? Nem o bonde havia na cidade, na época....

Alem disso, ha consideracoes politico-economicas... Como disse Cesar Miotto (ver em http://artigos.netsaber.com.br/resumo_artigo_9817/artigo_sobre_a_ocupacao_territorial_de_vitoria

o projeto "megalônamo" de 1896 foi congelado até meados do século XX.

Saulo

 

Leiam o texto de keneth frampton, sobre Brasília:

http://www.papodearquiteto.com/2010/04/brasilia-projeto-inacabado/

 

  Abaixo vão algumas fotos que selecionei de um enorme exemplo de planejamento urbano brasileiro: o SPPC, ou o sistema paulistano pró-construtoras. No centro da primeira foto está o maior antro de planejadores urbanos desta metrópole, também chamado de Câmara dos Vereadores.

Re: As cidades brasileiras planejadas
Re: As cidades brasileiras planejadas
Re: As cidades brasileiras planejadas
Re: As cidades brasileiras planejadas
Re: As cidades brasileiras planejadas
 

Não me lembro de quem me contou essa, mas olhando estas imagens, esta frase reapareceu em minha mente:

 

"Quando o ponto mais alto construído pelo homem em uma cidade é a torre da igreja, a cidade não vai para frente ".

 

Pelo menos nestas imagens percebe-se que estas cidades cresceram bem ...

 

curitiba um dia teve um plano: o Plano Agache. Hoje está completamente entregue à sanha da especulação imobiliária. Jaime Lerner, o mito criado a bilhões de reais em propaganda, como prefeito da ditadura, armou o maior esquema de especulação imobiliária de que se tem notícia. Só para dar um pequeno exemplo da bandalheira cometida sob o manto protetor do regime militar, o Shopping Muller está localizado em uma região onde é probida qualquer instalação de comércio. Até sindicatos tiveram seus pedidos de alvarás negados pela prefeitura, por ser área tida como residencial... Já para o Müller... O professor Dennison de Oliveira conta tudo num ótimo trabalho de pesquisa publicado em livro que se chama "Curitiba: o mito ca capital modelo". Leiam que vale a pena. Esse mito é retroalimentado e governa Curitiba há 40 anos. Agora elegeu, de novo, um governador. Toda política desse grupo gira em fazer valer os interesses de um pequeno grupo de grandes empresários dor amo imobiliário, industrial estrangeiro, transporte coletivo e alimentos. Tá tudo dominado agora pela Familia Richa-Andrade Vieira. Ah se em Curitiba a gente tivesse jornalismo investigativo - independente!

 

Poços de Caldas também foi planejada........(por Deus).

 

 

E caprichou.

 

Vista aérea de Maringá

[240507capacidade11.jpg] 

 

Demarchi

Nossa, quanto verde!

 

Maringá, no norte paranaense, é um dos melhores exemplos de cidades planejadas no Brasil. Entretanto, a sanha da politicagem local, da falta de visão dos administradores, dos compromissos com financiadores de campanha estão destruindo o planejamento inicial, acabando com os fundos do vale, derrubando prédios históricos, alterando o traçado da avanida principal ornamentada por belissímos Ipês, que sempre dão ibope nas redes de televisão nacional, enfim, transformando uma das mais belas cidades do país numa cidade feia, descaracterizada. O pior é que falam que tudo fazem em nome do progresso.

 

"Belo Horizonte foi a primeira cidade planejada do país,(...)"

Não!

Aracaju, no Nordeste, Sergipe veio primeiro, em 1855, fruto da brigalhada política de quem tinha tinha dinheiro, um tal de Barão de Maruim, contra o grupo dos posistas constituído basicamente de estancianos e itaporanguenses, boa parte deles ancestrais de Jorge Amado, pelo seu ramo sergipano. A cidade foi planejada para transferir a capital e pra mostrar quem era que mandava. Suas ruas centrais são quadrados quase perfeitos... foi tudo muito bom, tudo muito bem, só que Aracaju foi plantada sobre um pântano que ainda come recursos acima do previsto e, pior, durante sua implantação, uma epidemia de cólera dizimou três em cada quatro habitante recém-chegado. Logo se transferiu as responsabilidades para um governador (presidente, na época) que saía.

No mapa anexo, extraído do mapa da Província (clique), de 1860 vê-se a perfeição de seu traçado.

Aracaju, ao nascer
 

José de Almeida, assim que li o post do Alfredo, corri pra postar comentário de conteúdo semelhante ao seu: Aracaju foi planejada pra ser a capital sergipana bem antes, tendo sido "inaugurada" em 1855. No entanto, já ouvir alguém assegurando que Recife foi planejada pra ser a capital do império holandes nesses tristes trópicos -- inclusive essa teria sido uma das múltiplas funções de Nassau: gerenciar a construção da cidade.

Creio, no entanto, que essa discussão fique igual a de qual a cidade mais verde do país: e tome mineiro jurando que é BH, goiano assegurando ser Goiania, paraibano asseverando que João Pessoa é mais verde, paranaense batendo o pé, é Maringá!!!

Vai loooooonge...

 

 

Já ouviram falar de Mariana-MG?

Leiam mais pessoal ... viajem mais!!!

 

Sim, a primeira capital administrativa de Minas, entre outros atributos elogiáveis.

Estive lá há dois domingos e precisei andar pela cidade a procurar certa localidade. Em todo curso de água que passava, lá estava o indefectível esgoto humano enlameando nosso brio. Vergonha, tive vergonha ao ver os gringos caminhando e sentindo o mesmo mau cheiro, ampliado por um sol de trinta graus. Vergonha. Calçadas? São escadas onde deveria haver no mínimo preocupação cidadã com deficientes. Lástima. 

A propósito, a cidade vem sendo governada ora por um, ora por outro político, já que o eleito está impedido judicialmente de governar. Quanta vergonha.

Esgoto é nosso quinto mundo. Que desgraça ter que conviver com meus pares que nem se tocam com esse atraso nacional. Até hoje a mentalidade que impera é canalizar os córregos, depois que estes se tranformam em mostra de imbecilidade.

 

"tive vergonha ao ver os gringos caminhando e sentindo o mesmo mau cheiro, ampliado por um sol de trinta graus. Vergonha. Calçadas? São escadas onde deveria haver no mínimo preocupação cidadã com deficientes":

Caraca!  Exatamente o que eu diria.  Ambas as vezes que visitei Mariana foram coisa de 25 minutos e nao deu pra ver nada, em ambas vezes tentei ver o museu e pagueir a entrada e so tive pouco mais de 10 minutos pra andar la dentro.  Exceto que da segunda vez estava acompanhado de americano --eu era o guia turistico.  As duas coisas que ele falou:  a falta de  calcadas e do cheiro de esgoto no corrego.  Por sinal, ele falava o mundo de Ouro Preto ate o dia que morreu, a cidade realmente eh lindissima.

"A propósito, a cidade vem sendo governada ora por um, ora por outro político, já que o eleito está impedido judicialmente de governar. Quanta vergonha":

Ja morei em Jersey City...  aonde o governo municipal foi impichado tres vezes por corrupcao...  Como dizem os americanos:  "don't go there".

 

ECHELON saiu da internet. ECHELON agora esta no seu proprio computador.

"Já ouviram falar de Mariana-MG?

Leiam mais pessoal ... viajem mais!!!":

Nao eh preciso nada disso, gente.  Mariana eh mais ou menos entre Congonhas e Ouro Preto:  nao tem um centavo de dinheiro correndo la.  O governo nao deixa.

 

ECHELON saiu da internet. ECHELON agora esta no seu proprio computador.

Falar de cidades planejadas sem citar as cidades do Norte do Paraná é ignorar o maior exemplo desse conceito.

Londrina, Maringá e muitas outras estão aí para demonstrar tal fato. São cidades sem presença massiva de indústrias e que, mesmo assim, possuem níveis sócio-econômicos muito desenvolvidos, tendo sua força no comércio e serviços (o que as aproxima de cidades desenvolvidas do primeiro mundo).

Além disso, toda essa região foi planejada para possuir cidades interdependentes, razão pela qual, apesar de serem cidades médias do interior, apresentam sinais evidentes da existência de regiões metropolitanas.

Não sou especialista no assunto, mas acho que esse é um tópico que pode acrescentar à discussão. Os responsáveis por esse planejamento foram os ingleses.

 

Como sempre o nosso grade problema e a educação , melhor a falta dela. Principalmete a das elites e dos políticos , moro em São Gonçalo  grande rio . A 40 anos atraz tinhamos 200.000 hab hoje quase 1 milhao imaginem o caos que se formou e sem solução, por que são demandas de 40 anos + 800.000 hab e sem projeto de futuro. Incrivel mais penso que a minha cidade e um Brasil em miniatura com as mesmas deficiencias, e carente de pessoas que consigam pensar o futuro.

 

Cidades nao planejadas sao, essencialmente, o maior golpe do conservadorismo.

Sabem a razao?

Quem eh consultado, e tem uso de um parque publico, de uma area verde, de isso ou de aquilo, NAO destroi o que tem.  Os "conservadores" sao "conservadores" so a respeito dos proprios bens.

Quem eh "conservador" no mundo inteiro, hoje e agora, faz o possivel e o impossivel pra tirar da populacao o senso de uso/usabilidade, ou o senso de propriedade, para colocar seus proprios interesses no lugar dos da populacao.  Ate mesmo por inercia, a populacao segue acreditando nas promessas vaziiiiissimas dos "conservadores", e nao acorda jamais pro fato de estar sendo usada.

Essa eh a origem do "conservadorismo" da populacao mineira.  Tudo "conservadorismo" pelas coisas alheias, ja que ninguem tem nada proprio pelo qual ser  conservador.  Os "conservadores" de toda a grande BH, e especialmente os de Contagem e Betim, se fuderam a si proprios...  e ate hoje nao sabem disso.  A mesma coisa acontece de novo e de novo em Sao Paulo, dia apos dia.

Essa eh mesma razao do utero alheio ter se tornado propriedade de igrejas, alias, pois elas estao acostumadas a direcionar toda humilhacao, toda carencia populacional para o beneficio de milionarios somente.  As igrejas se especializaram nisso a partir do fim dos anos 70

Quer coisa mais degradante dos "conservadores" do que clamar como propriedade o utero alheio?  Ela nao existe.

 

ECHELON saiu da internet. ECHELON agora esta no seu proprio computador.

E quanto a Goiânia, em que pese o fiasco de terem planejado a cidade para ser uma Paris de 50.000 habiotantes e 500 carros, com todas as avenidas principais convergindo para o centro, mantém até hoje a ênfase nas áreas verdes. Aliás, com excessão de Rio Verde e de algumas cidades do entorno (que não têm quase nada de goianidade), áreas verdes são padrão em Goiás.

 

Leider Lincoln

As cidades satelite de Brasilia tambem foram planejadas.  Nao ha transporte publico que presta ate hoje.

So lembro do Cruzeiro e Taguatinga dos anos 70, entao nao da pra adicionar mais nada.

 

ECHELON saiu da internet. ECHELON agora esta no seu proprio computador.

Ivan, que eu saiba as antigas cidades satélites, que agora são bairros de Brasília, foram sendo criadas e depois arrumadas, não faziam parte do traçado original.

Brasília (que originalmente era o Plano Piloto) foi desarrumada (desplanejada) pela Câmara Legislativa com a ajuda do horroriz e do arruda e de muito dinheiro. no bolso deles. Tanto que o plano do segundo lago que ajudaria manter a humidade e a temperatura (pelo que sei) tornou-se impossível pela ocupação desordenada do solo. Temos um montão de condomínios em áreas da União, da Terracap e em APAs.

Em volta de Brasília temos as cidades-dormitório (o entorno) onde moram os que vieram para cá atrás dos lotes que o horroriz prometeu. Mas o que ele e o governador (ou governadores) de GO fizeram foi lotear eleitores. Então temos um trânsito caótico, saúde idem, educação idem, e uma capital da República com 50 anos e todas as mazelas das cidades de 500 anos. Uma administração muito parecida com a que vocês vivem descrevendo aí em São Paulo.

Portanto penso que Brasília não é somente o PP. É o PP mais os bairros e o entorno, pois as pessoas trabalham aqui e usam escolas, hospitais, postos de saúde, transporte etc.

Do ponto de vista de segurança e lugar para o exercício administrativo, como foi planejada, ela não existe mais. Está igual ao Rio de Janeiro e a Salvador, ex-capitais. Do meu ponto de vista, isto não tem retorno. Agora só resta implantar uma boa administração e conviver com isto: 3.176.996 habitantes (Censo IBGE/2010).

Veja neste link o que resultou do desplanejamento de Brasília: http://pt.wikipedia.org/wiki/Regi%C3%A3o_Integrada_de_Desenvolvimento_do...

 

Certíssimo Vera. Enquanto nas outras capitais o ritmo da migração se estabilizava ou decrescia, no DF estava em franca ascensão nos anos 90 e 00, por conta das políticas distributivas de lotes no entorno da capital.

O DF cresce a taxa de 5% ao ano, um absurdo !! Os migrantes são alojados em bairros paupérrimos e vivem de esmolas dadas pelos deputados distritais. É de lá que vem os votos para Roriz e sua corja, pois Brasília sempre foi mais de esquerda.

Hoje a população de entorno pressiona Brasília por emprego, consumo, diversão e isto torna a vida da capital um inferno...

 

Viver é afinar um instrumento...

E quanto a Goiânia, em que pese o fiasco de terem planejado a cidade para ser uma Paris de 50.000 habitantes e 5000 carros (enquanto hoje tem 2 milhões na RM, com mais de  meio milhão de veículos), com todas as avenidas principais convergindo para o centro, mantém até hoje a ênfase nas áreas verdes.  Em relação a BH, pelo que sei ela foi planejada para ter 200 mil habitantes, tendo hoje mais de 5 milhões na RM;não conheço muito, mas pelas vezes em que fui lá, dá para perceber que a ênfase não foi mantida, inafortunadamente...

 

Leider Lincoln

Belo Horizonte, origem, planejamento, equipe, fotos históricas.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Belo_Horizonte#A_funda.C3.A7.C3.A3o_da_capital

 

BH foi planejada e no princípio era linda!!!

Ruas com nomes de municípios, de estados, pouquíssimos nomes de "autoridades", bem cuidada nas ruas e nos equipamentos urbanos.

Depois degringolou. Hoje se vêem placas de trânsito dormitando há anos no chão, árvores cortadas nos ramos para não atrapalhar os fios - mas enfeiando a cidade por causa dos cortes sem técnica adequada, com perigo de cair. Improvisações aqui e ali. E muitas, mas muitas obras enooooormes. Viadutos que mal acabaram de ser construídos já apresentando defeitos, metrô que não acabam de implementar, trânsito cada vez mais caótico. Coitada de BH.

Faltam placas em ruas, falta sequência nas numerações de várias delas. E haja a Câmara lascar nomes de "autoridades" em ruas de nomes anteriormente bonitos.

Não culpo partidos. Culpo as pessoas no poder - mas, reconheço, elas sabem com que tipo de manada estão lidando.

 

 

 

"Seqüência nas numerações" me lembrou o ocorrido na gestão de Bulcão Viana como prefeito de Florianópolis. O que ele fez foi simplesmente inverter a numeração de todas as ruas da cidade! Por exemplo, se a numeração começava na extremidade norte da avenida, passou a começar na extremidade oposta. Por algum tempo viam-se fachadas com duas numerações, a antiga e a nova.

 

Obviamente que, na época, a prefeitura forneceu novas placas de numeração para todas as residências/lojas. A que custo, e se com ou sem licitação, eu não sei.

 

Manada..?

Prá quê isso..

 

Quie eu saiba:

Teresina, Belo Horizonte, Goiânia, Rio Claro e Palmas?

 

Leider Lincoln

Caro Leider Lincoln:

Eu disse diversas capitais, poderia ter incluído Brasília e, se não estiver enganado, também Porto Alegre.

Sobre Teresina desconheço, e Palmas não vale, né? Era só o que faltava, um estado que foi “fabricado” recentemente, o de Tocantins, sem que a capital tivesse sido planejada.

Se algum colega resolver aprofundar o assunto, certamente aparecerão diversas cidades como a citada Rio Claro.

Um abraço

 

Na verdade foi Teresina, e não Belo Horizonte (com vantagem de quase meio século) a primeira capital planejada do País. coisa da riqueza gerada pelo ciclo do algodão... Salvo engano, Sinop, no Mato Grosso, também é planejada...

 

Leider Lincoln

Acredito que a Cidade de Aracajú-SE seja, no Nordeste, um exemplo de Cidade Planejada (Acredito que só tenha ela). não tenho ouvido falar de outra. Mas, também acho que faltou o textoo.

 

Creio que quanto à data, 1855, Aracaju seja anterior. Talvez a diferença esteja na complexidade do projeto de Pirro, que creio não alcançar os critérios do que se definiu depois como cidade planejada. Se não me engano, se diz que Aracaju foi projetada e não planejada.

 

Teresina é de 1852, portanto é mais antiga.

 

Leider Lincoln

Li o texto do JB hoje, mas esqueci de adotar a sugestão de dirigir a mensagem. Então, Leider, concordo com você. Teresina é a primeira cidade planejada, desde 1852.

 

Que eu saiba, Teresina é a primeira cidade planejada do país. Abaixo o texto que confirma, retirado do sitio da Prefeitura da cidade:

Histórico de Teresina A colonização piauiense desenvolveu-se do interior para o litoral através da pecuária extensiva e da preação do índio. Feitos comandados por baianos e pernambucanos principalmente, esboçando assim as linhas geográficas do que viria a ser mais tarde o Estado do Piauí. As pegadas do boi demarcaram o mapa da Capitania da Província e do Estado do Piauí. Os surgimentos dos currais pelo interior do Piauí e a atividade da Igreja na catequese, nucleando os seus fiéis, formaram então o aglomerado da Vila da Mocha, que em 24 de setembro de 1762, em cumprimento à Carta Régia de 19.06.1761, passou a ser a sede da Capitania do Piauí, já com o nome de Oeiras.

Nos fins do século XVIII, já se começava a discutir considerações a respeito da mudança da sede da capitania para a Vila da Parnaíba, porém não passou de considerações que ficaram apenas no papel. Em meados do século XIX, o assunto volta à baila. Agora a mudança seria para a margem do rio Parnaíba, na foz do riacho Mulato, ficando a nova cidade com o nome de Regeneração. Esta idéia, entretanto não logrou êxito.

Em 1850 foi nomeado para presidente da Província José Antônio Saraiva, que ficou no poder durante 4 anos, onde resolveu não se importar com os obstáculos – contrariando os brios da população de Oeiras, mudar a capital da Província do Piauí (1852), transferindo todo o instrumental administrativo e militar para a Nova Vila do Poty, situada na Chapada do Corisco, nas terras da fazenda do português Manuel Domingues Gonçalves Pereira, e em 16 de agosto do mesmo ano, dirige circular a todos os Presidentes de Província do Império comunicando o fato, instituindo-a assim, como nova capital do estado, denominada Teresina, em homenagem à Imperatriz Teresa Cristina Maria de Bourbon, mulher de Dom Pedro II, surgindo assim a primeira cidade planejada do Brasil. O território do município foi enriquecido com a anexação de terras pertencentes aos municípios de Campo Maior, Amarante e também a totalidade das terras da Vila Velha do Poty(...).

Abaixo imagens da minha bela cidade natal, a linda Teresina.

Teresina - Capital do Piauí
Re: As cidades brasileiras planejadas
Igreja São Benedito
 

Não tem nenhuma, ou faltou o texto?

 

__________________________________

"Quem sabe faz a hora, não espera acontecer", Geraldo Vandré.