newsletter

As mídias sociais como ferramenta de consulta para saúde

Do O Globo

Mídias sociais se tornam fonte de informações sobre saúde, constata PwC

Consultoria revela que ferramenta on-line impacta escolha de especialistas, remédios e planos de saúde nos EUA

RIO - Cresce o uso das mídias sociais pelos cidadãos americanos para consultas sobre saúde, segundo o levantamento “Social media 'likes' healthcare”, elaborado este ano pelo Health Research Institute (HRI) da PricewaterhouseCoopers. A partir de entrevistas com 1.060 americanos, o estudo averiguou que 42% das pessoas utilizam sites de relacionamento para verificar a opinião de outros usuários dos serviços de saúde sobre determinados medicamentos, tratamentos ou hospitais. Além disso, 29% dos entrevistados afirmaram acessar a ferramenta para analisar o que outros pacientes têm a dizer sobre a doença que enfrentam.

De acordo a pesquisa, as informações obtidas nas redes sociais influenciam as decisões dos usuários: 45% são levados a buscar uma segunda opinião médica e 42% são influenciados a procurar novas dietas, exercícios e mecanismos para lidar com o estresse, a partir do que acessam nesses sites. A escolha de determinados especialistas, remédios e planos de saúde também são impactados pela ferramenta.

Sem votos
3 comentário(s)

Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
+3 comentários

É a versão ampliada do " minha vizinha usa isto, então também vou usar", prática que pode ser bem perigosa. 

E não é só em redes sociais, existe um fluxo enorme de emails que circulam por aí com dicas furadíssimas de saúde. Recebo cada um inacreditável e enviados por gente com nível superior e tudo mais, jurando serem absoluta verdade.  

Coisas como tomar muita água cura tuberculose, alho e limão curam câncer. Tinha um que dizia pra passar Vick Vaporube nos pés e cobrir com meias antes de dormir , assim se evitaria a tosse noturna...

A última que recebi era um PPS que dizia que comer alpiste na forma de batidas , várias por dia, curava diabetes.

E então fico respondendo os email, alertando pra cuidarem com essas coisas absurdas.

 

Já experimentou Vick Vaporup nos pés? É ótimo para evitar a tosse... Experimente. 

Acho que os médicos morrem de medo de ter o seu poder diminuído caso os pacientes (ou eu deveria dizer clientes?) saibam um pouco mais sobre as doenças que enfrentam. Nao estou defendendo auto-medicaçao, nem seguir acriticamente conselhos de outros, mas saber pelo que passaram outras pessoas com os mesmos problemas, que tratamento receberam em clínicas e hospitais, e que médicos já cometeram barbeiragens graves pode ser muito importante para os doentes, mesmo se inconveniente para os médicos.  

E  passar Vick nos pés, e comer alho e limao nao faz mal a ninguém, no máximo pode nao ter os resultados esperados. Agora, ninguém é louco para deixar de tratar um câncer em nome de estar comendo alho. E, se há alguém assim, além do câncer deveria tratar junto o problema mental em causa... (rs, rs). 

 

Vick Vaporube nos pés e depois por as meias por cima? Já imaginou a cacaca que fica? 

Ou,

sem as meias, como estarão os lençóis no dia seguinte?