Revista GGN

Assine

Banda larga cresceu 45% em 2012

Da Agência Brasil

Banda larga no país cresce 45% em 2012, diz setor

Brasília - No ano passado, foram ativados 27 milhões de novos acessos em banda larga, com um crescimento de 45% em relação a 2011. Segundo levantamento da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil), o Brasil encerrou 2012 com 86 milhões de acessos em banda larga. Do total de acessos, 50% foram ativados nos últimos 18 meses.

A banda larga móvel cresceu 60% em 2012 em relação ao ano anterior, alcançando um total de 66 milhões de acessos em dezembro. Na banda larga móvel, 52,5 milhões são de conexões de celulares 3G, incluindo os smartphones, e 13,5 milhões de terminais de dados, entre eles modens de acesso à internet e chips de conexão máquina-máquina (M2M).
 
A expansão da cobertura das redes de banda larga móvel cresceu 24%, alcançando 3.285 municípios, onde moram 88% da população. Na banda larga fixa, os acessos somaram 20 milhões em dezembro do ano passado.

Edição: Carolina Pimentel


Sem votos
8 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
+8 comentários

eu cheguei na praia e estava conversando com o proprietário da pousada e ele me disse que pagava 150 reais por um acesso da tchau de 2 mbps. graças a falta de concorrência, disse para ele que pagava 200 reais por um acesso gvt de 35 mbps mais as chamadas locais e uma franquia para celulares. resposta do cara:

- me estragou o dia!!

esse é o desenho do governo para banda larga, onde só tem a gloriosa tchau(poderosa multinacional brasileira criada pelo pt para a pt), cobra o que quiser por uma meleca de acesso, quando tem concorrencia, perde para o concorrente pelo preço e pela completa incompetencia.

quem manda terceirizar todos os serviços!!!

 

 

Esse documento em que a perícia da PF constatou ter sido feita uma rasura, o senhor sabe quem o rasurou?

A vida é curta demais para se beber cerveja barata!!

A folha é contra a corrupção no pt, no psdb não!!!

 Frede69

 


É um tremendo erro dos editores escreverem sobre porcentagem.O correto seria escrever o número de pessoas que aderiram determinado produto.


       Por que?


   Em primeiro lugar, o analfabeto funcional brasileiro não sabe fazer conta- que dirá porcentagem...


    Lembro uma história dos anos 70 quando estava na Inglaterra.


    Com avidez lia todas as matérias relacionadas ao Brasil nos jornais ingleses.


       Um dia ,num canto de pgn, estava escrito:Cinema  brasileiro aumenta em 100 por cento sua bilheteria.Fui ler a matéria que dizia assim( tradução livre)


       No ano tal , X pessoas foram ao cinema.E no ano Y dobrou.


             Pela matéria, com números expostos,o ''dobro'' representava umas 2 500 pessoas,num universo de 70 MILHÕES de brasileiros.


       Por isso e mais aquilo  é melhor colocar o número de pessoas beneficiadas do que percentual.

 

A quantidade de acessos explode, e a qualidade, inversamente proporcional, decai como nunca...

 

Sobre essa questão da banda larga, vivemos no Brasil uma fraude com cobertura legal. Como pode uma empresa vender 10 e entregar apenas 2 e isso ser justo aos olhos da lei? Se não tem 10, não venda. E mais: em pais civilizado banda larga de 10 mb nem é considerado mais banda larga. Agora, imagine os prejuízos para o país e para os consumidores que enfrentam essa vergonha: passa-se o quíntuplo do tempo com o computador ligado para baixar um arquivo, quem acessa pelo smartphone os custos são alarmantes. Enfim, isso tem nome, roubo.

 

Quanto mais a banda larga se expande mais a Midia estreita dimui.

 

Esta é digna do Pravda dos velhos tempos.

Só no Brasil 1M(erda) é banda larga. Isto sem a garantia da entrega pela concessionária.

Para nós consumidores neste país resta reclamar. As empresas, as agências reguladoras e o Estado estão cagando, andando e roubando...

 

Antes da copa e olimpiadas isso vai se consertar...

Ou vai ser vexame puro.

 

Para mim, é muito melhor ter 1 merda para todos, ou para o maior número possível, do que ter 100 merdas para alguns diferenciados, que têm merdas nobres.