Revista GGN

Assine

Bill Gates não entra no Brasil por falta de visto

Ah, como isso bom !

Aos complexados pelo vira-latismo a PF também mandou este recadinho :

 

19/04/2011 - 17h35Bill Gates entra no Brasil sem visto, é notificado pela Polícia Federal e, na madrugada, deixa o país

Paula Litaiff 
Especial para o UOL Notícias
Em Manaus

  • Bill Gates fazia turismo na Amazônia, mas não tinha visto de turista  e teve de voltar para casa

    Bill Gates fazia turismo na Amazônia, mas não tinha visto de turista e teve de voltar para casa

Bill Gates, pai do Windows e da Microsoft , teve de deixar o Brasil na madrugada desta terça-feira depois de ter sido notificado pela Polícia Federal no Amazonas. Ele e integrantes de sua equipe não tinham o  visto de turista no passaporte, uma exigência brasileira para visitantes dos Estados Unidos. O grupo, segundo foi informado à PF, passava férias num hotel de selva no Amazonas.

O grupo de apoio do empresário, formado por sete pessoas, foi detido na última sexta-feira (15) por agentes federais quando faziam um passeio de barco no rio Negro, próximo a Manaus. No momento da detenção, os americanos estavam sem a presença de Gates, mas se identificaram como funcionários da  Microsoft e pediram para os agentes da PF contatarem a embaixada americana no Brasil.

Segundo a Polícia Federal, eles não tinham nem mesmo documentos de identificação, e a embarcação não tinha autorização da Marinha  para navegar em águas brasileiras, uma vez que os tripulantes estavam ilegais no país. Depois de quase 12 horas detido, o grupo foi liberado com a condição que deixasse o Brasil em três dias.

Como não conseguiram voo ontem, eles embarcaram às 2h de hoje num voo com destino a  Miami. Segundo a Polícia Federal,  o grupo infringiu a Lei 6.815/80 e seus integrantes devem responder a processo administrativo.

No retorno para os Estados Unidos, Gates acompanhou a equipe. Não é a primeira vez que o empresário passa férias no Amazonas, ele já esteve no Estado em 2007 e 2009. Nas duas viagens, ficou em hotéis de selva na Zona Rural de Manaus ou em cidades do interior do Amazonas.

Sem votos

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
+60 comentários

Eu gostei... Não interessa quanto tempo durou pra sair do país, o importante é o recado:

 

Nós exigimos visto para cidadãos norte-americanos, inclusive os ricos, assim como vocês exigem visto para nós, inclusive os ricos. Avise a seus pares nos EUA.

 

O resto é picuinha.

 

Certamente com as 15 embarcações, roubaram bastante animais, pedras preciosas, inclusive diamantes, nossa flora na cara dos vira-latas que ainda tiveram a cara de pau de dar três dias para roubarem bastante.

No Chile, nenhum turista sai com uma folha sequer daquele País.

Vira-latas tomando conta do Brasil.

Presidente Dilma, deve ser por isto que os militares estão preferindo os aviões americanos, por causa do complexo de vira-latas.

Muita raiva das forças armadas e polícia federal, com letra minúscula mesmo.

Vergonha, vergonha, vergonha.

 

Bem feito.

 

Esse post está parecendo notícia da Pholha.

O título não tem nada a ver com a matéria.

 

Engraçado, mas acho que o Roger Abdelmassih saiu do país facinho. E olha que (acho) estava sendo vigiado (ou não?). Fácil entrar, fácil sair.

 

Gente essa matéria do UOL mais desinforma que informa. Eles entraram legalmente, com visto de turista. Mas por serem funcionários do Bill Gates deveriam portar vistos de trabalho temporário. A PF então acertadamente os intimou a deixar o país em 3 dias. Bill Gates tinha seu visto corretamente (uma vez que ele sim era turista de dato) mas resolveu deixar o país junto com seus funcionários.

 

Tripulação de Bill Gates tem que deixar Brasil por problemas com passaporte

Manaus - Um dos homens mais ricos do mundo, o fundador da Microsoft e do Windows, Bill Gates teve que interromper suas férias com a família na selva da Amazônia e deixar o Brasil, de madrugada, por força de uma notificação da Polícia Federal do Amazonas. De acordo com a PF, sete funcionários do empresário apresentavam problemas nos vistos de entrada. Gates, família e funcionários embarcaram em um avião, em Manaus, com destino a Miami, Estados Unidos.

Segundo nota da Polícia Federal, os funcionários trabalhavam como tripulação das embarcações que serviam a Gates. Mas, para isso, de acordo com a PF, teriam que portar visto de ‘Temporário II’, em vez de registro de turistas, como constava em seus passaportes. A assessoria da Capitania dos Portos informou que, no sábado, o iate Kogo, onde Gates viajava, e o Silver Cloud, que levava seus funcionários, foram fiscalizados por agentes federais, quando navegavam pelo rio Negro, próximo a Manaus. Além de irregularidades nos vistos, as embarcações não tinham autorização da Marinha para navegar em águas brasileiras.

Gates não estava presente no momento da abordagem dos agentes. O grupo ficou detido por 12h e foi liberado com a condição de que deixasse o País dentro de três, o que aconteceu na madrugada.

Não é a primeira vez que o empresário passa férias no Amazonas. Ele já esteve no estado em 2007 e 2009. Nas duas vezes, ficou em hotéis de selva na Zona Rural de Manaus ou em cidades do interior do Amazonas. Procurada, a Microsoft afirmou que “não comentará o assunto”.

 

http://odia.terra.com.br/portal/brasil/html/2011/4/tripulacao_de_bill_gates_tem_que_deixar_brasil_por_problemas_com_passaporte_158948.html

 

Não estou entendendo, em qualquer aeroporto que o Sr. Gates pousasse a PF deveria conferir a validade de seu passaporte e visto. Por que isto ocorreu só depois?

 

 

Vira-latice, sim! E falta de energia na fiscalização de entrada de quem quer que seja.  

 

Armando do Prado

Lobo,

Esta é sua opinião. Outros pensam diferente, ou pensar diferente do cavalheiro é ser nacionalista dos anos 60, o que, aliás, é tremenda bobagem, por que ser nacionalista nos anos 60 não é diferente de ser nacionalista nos anos 11, uma vez que a pátria continua a mesma e no mesmo endereço.

Mas vamos nos ater a uma regra jurídica básica vigente em qualquer país do mundo. Para se ingressar em territorio de outro país é essencial ter o visto de entrada. Se não tiver, é imigrante ilegal e deve ser deportado sumariamente. Apenas isso.

No caso do Bill Gates, supõe-se, que sujeito se sentiu acima de regras "idiotas" vigentes num país de "idiotas", que quando vão ao país natal dele se submetem a degradante regra de tirar até os sapatos. Teve o que merece. Aliás, foram até simpáticos com ele e deixaram-no ficar no hotel, quando uma delegacia de polícia seria o local legalmente indicado.

Esse negócio de complexo de viralatas é lá com o pessoal do PSDB.

 

O Bil Gates não é uma pessoa qualquer, e claro não deve ser tratado como uma pessoa qualquer, isso é obra de funcionariozinho publico que não tem o que fazer e quer aparecer.Uma visita de uma pessoa do calibre de Bil Gates é pra ser bem vinda, inde´pendente de burocracias,  se por essas terras tivessemos alguns sujeitos desse naipe, isso aqui seria  um pais.

 

O Bil Gates não é uma pessoa qualquer, e claro não deve ser tratado como uma pessoa qualquer, isso é obra de funcionariozinho publico que não tem o que fazer e quer aparecer.Uma visita de uma pessoa do calibre de Bil Gates é pra ser bem vinda, inde´pendente de burocracias,  se por essas terras tivessemos alguns sujeitos desse naipe, isso aqui seria  um pais.

 

Quanto mais dinheiro, melhor deve ser o tratamento? Se muda logo pros States.

 

A matéria do g1 diz outra coisa...

PF multa equipe de Bill Gates comdocumentação irregularGrupo de sete norte-americanos estava com visto de turismo.
Prestadores de serviço saíram do país para regularizar situação.

Do G1, em São Paulo

http://g1.globo.com/media/common/img/ico-materia-imprimir.png?82138bb0bbfc); font-family: inherit; font-size: 0.9em; margin: 0px; outline-width: 0px; padding: 0px 0px 0px 1.7em; text-decoration: none; color: #666666; background-position: 0% 0%;" title="Imprimir" href="http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/04/pf-multa-equipe-de-bill-gates-com-documentacao-irregular.html?utm_source=twitterfeed&utm_medium=twitter#">imprimir

A Polícia Federal multou, na sexta-feira (15), uma equipe que trabalhava em barcos do Bill Gates com documentação irregular no Amazonas. O empresário e amigos pretendiam navegar pelos rios do Amazonas nas duas embarcações com essa equipe de prestadores de serviço, formada por sete norte-americanos.

Segundo a Polícia Federal, na sexta-feira, o grupo foi até a Polícia Federal em Manaus para pegar um passo que autoriza o transito das embarcações no Brasil. Quando a documentação da tripulação foi apresentada, os agentes constataram que a documentação estava irregular.

Os sete tripulantes estavam com visto de turismo, quando deveriam estar com visto de trabalho por exercerem funções como cozinheiro, barman e outras. Eles foram notificados e multados para deixar o Brasil.

Segundo a Polícia Federal, eles deixaram o Brasil no sábado (16) e retornaram no domingo (17), portando carteira de Marítimo, que é um documento que permite que exerçam a atividade no país em substituição ao visto. A situação foi legalizada no domingo e a polícia emitiu o passe que legalizou a situação nos barcos.

Ainda de acordo com a Polícia Federal, o Bill Gates estaria com a situação regularizada e não chegou sair do país.

 

E depois o pessoal fica bravo quendo o Stallone diz que "pudemos matar pessoas, explodir tudo e eles dizem obrigado". Ele so falou a verdade. 

Gates deve estar pensando "entramos de barco na amazonia sem visto e sem autorizacao quando queremos que eles dizem obrigado. e ainda nos dao um mico-leao de presente" Ainda mais quando a PF das 3 (tres) dias para eles se retirarem do pais.

 

 

Então quer dizer que é assim?

Se o Bill Gates vem pro Brasil sem pedir licensa, então também vou usar o Windows sem pedir licensa pra Microsoft.

E tenho dito.

Rssssssssss.

 

PET - Programa de Erradicação dos Trolls. Não alimente os trolls no blog!

Esse rapaz anda muito interessado pela Amazônia... será que quer fazer "caridade" com a reserva biológia sulamericana?

 

Sobre a "pseudo-deportação", se fosse há alguns anos atrás garanto que a PF tiraria os sapatos para falar com os yankees...

 

Simetria.  Gates deixa de ser pão duro, não sai tão caro tirar um visto brasileiri.

 

Realmente a PF fez o que tinha que ser feito, a nossa lei tem que ser respeitada por qualquer estrangeiro, não interessa se o Bill Gates.

 

Se nao ""tinha visto de turista" e tava todo mundo de ferias, ELES TINHAM VISTO DE QUE?

Comercial?

A "noticia" tem alguma coisa errada e nao faz uma gota de sentido, especialmente pra quem ja visitou o Brasil anteriormente.

Por sinal, os espioes sao brasileiros, nao sao americanos.

Mas o vexame que eu queria eh com os aeroportos e estadios, nao era esse ainda...

 

Não entendi o porquê da polêmica acerca da clandestina presença de Bill Gates na Amazônia. Todos os dias se tem notícia de alguém que está por aqui de forma clandestina e no País dele também, no entanto, as condições em que são recebidas as pessoas é que são diferentes, mas o que isso faz pensar afinal? Isso sim é que importa- Penso que é mais uma vez comprovada que temos fronteiras levadas pouco a sério . Agora falando a verdade, Bill Gates já mora no Brasil há algumas décadas porque a microsoft já foi bem recebida aqui e ele corporifica a microsoft é um "avatar" de empresa o cara, como toda figura ligada a uma grande marca, é cidadão que tem tratamento VIP. Assim, como muitas empresas poderosas  têm mais cidadania que muitos cidadãos. No entanto, achei "legal" que a polícia federal tenha remetido ele de volta para os EUA, "novos tempos da mídia", quem sabe o cara não inventa um programa que funciona como um consulado móvel ou em uma reflexão de benevolência começa a pensar no problema das migrações e imigrações no Planeta? Levando em conta que a ousadia de Gates é a mesma ousadia praticada por narcotraficantes seria uma atitude corporativa decente se trouxessem o cara de volta ao Brasil de passaporte e tudo.Cansei dessa história. 

 

Falando nisso, vai ser bonita lá na casa do baralho o tal do Alter do Chão.

 

"Ele vem periodicamente a Santarém (Alter do Chão), sempre a bordo do seu iate, ninguém estranha mais. Desta vez é que encrencaram com ele":

Os espioes sao BRASILEIROS.  Nao sao estrangeiros.

 

Cadê o Gilmar Mendes bradando pelos direitos individuais?

 

Nota: Brasileiro sem visto nos EUA é extraditado, mas antes vai "pegar umas etapas" (como dizia o Tim Maia) no xadrez.

 

 

É companheiros, infelizmente ainda não está claro como ocorreu esta visitação pirata do pessoal da Microsoft .

Encontrei esta notícia no Notapajos, portal de notícias filiado a globo.com, e que traz notícias exclusivas da região amazônica :


Iates de Bill Gates ficaram retidos no porto de Manaus
Por ordem da Polícia Federal nove tripulantes não puderam deixar o local. 

compartilhetwitter Facebook Live Google Bookmarks Del.icio.us Iates de Bill Gates ficaram retidos no porto de Manaus
Iate da comitiva de Gates teve problemasAmazonas - O motivo da retenção era a documentação irregular, de acordo com a PF. O iate Kogo teve problema com documentos no despacho com a Marinha. As duas embarcações foram liberadas neste domingo. 

Bill Gates, que não está na embarcação em Manaus, chegou ao Brasil no dia 9 para uma viagem por rios da bacia amazônica. Em Santarém (PA), ele chegou de jatinho fabricado pela Bombardier. A visita que estava em caráter sigiloso, pois Bill Gates não falou com a imprensa e nem foi fotografado em nenhum desses lugares, está despertando a curiosidade e mexendo com o imaginário da população local.
leia também...

Em um iate luxuoso, Gates visitou afluentes do rio Tapajós e comunidades ribeirinhas em Santarém. No Amazonas, segundo um operador de cruzeiros turísticos, ele e sua comitiva navegam em águas do rio Negro. Segundo a Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental, na sexta-feira o iate Silver Cloud foi fiscalizado por agentes federais no rio Negro, em Manaus. 

A PF informou que, durante a fiscalização, encontrou os funcionários com irregularidades nos documentos, mas não esclareceu se era falta de visto nos passaportes.

Os funcionários (três mulheres e seis homens) da embarcação foram convidados a prestar esclarecimentos na Delegacia de Imigração. Depois de cinco horas, as nove pessoas, que não tiveram as nacionalidades divulgadas, foram liberadas. 

A Capitania informou que o comandante do iate solicitou prosseguir viagem para a cidade de Coari (370 km a oeste de Manaus), mas não obteve autorização da Marinha. 
Neste domingo, o iate Kogo foi liberado e seguiu viagem. Por voltas 15h, a Marinha deu autorização ao iate Silver Cloud para navegar em águas amazonenses. 

Os funcionários do iate não falaram com a imprensa. Não foi possível localizar representantes do Consulado dos Estados Unidos, em Manaus, para falar sobre o caso. A visita de Bill Gates seja a passeio, filantropia ou interesses comerciais segue sendo um mistério.

Fonte: Gazeta Web


 

" A injustiça que se faz a um, é uma ameaça que se faz a todos." - Barão de Montesquieu

 

MP e polícia (civil) apreendem R$ 500 mil em casa de ex-jogador no Pará

Segundo promotores, esquema desviava dinheiro da Assembleia Legislativa.
Três servidores públicos foram presos.

Do G1, em São Paulo, com informações da TV Liberal - em 19/04/2011 20h30

Mais informações no Link:http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/04/mp-e-policia-apreendem-r-500-mil-em-casa-de-ex-jogador-no-para.html

 
Re: Bill Gates não entra no Brasil por falta de visto
 

Êitia, esse cara se parece com o Rob Gol!!!!

 

Wilma

Os agentes da PF cometeram o crime de prevaricação e devem ser punidos, ninguém entra num país em que o visto é obrigatório sem o documento.

 

Entraram no quintal da casa. A Amazônia é deles.

 

Obviamente, pagaram "uma taxa de anonimato" pela Segurança Pesoal, para alguns do Governo Estadual e/ou da Alfãndega (têm iates, jatinhos e helicópteros na história - as autoridades - estaduais e federais -  obviamente, tinham conhecimento do modus operandi, que já é rotina), mas, alguém"entregou" para a PF fazer um Marketing desnecessário, para o Governo Federal. 

RIDÍCULO - Aí, sim, agimos como "vira-latas primitivos".

 

Para nós brasileiros ingressarmos nos EUA temos que ter passaporte com válidade maior do que seis meses da data do seu vencimento. Com apenas seis meses de validade nem embarcamos no avião. Como que esse cidadão e sua equipe entraram no Brasil e só foram apreendidos quando já estavam em pleno gozo das delícias amazônicas?  Não passaram por nenhuma alfândega? Espero que dá próxima vez que tentar entrar no Brasil Bill Gates não venha sob a proteção da Quarta Frota Naval dos EUA.

 

Basta a TV Globo veicular que Bill Gates & cia, estavam na Amazônia para garantir o bem-estar das nações indígenas e/ou embragar a construção de usinas que a turma sai até em passeata exigindo a permanência e melhor tratamento para os " ambientalistas".

 

 

Hehehehehe...

 

o escandaloso nao é a falta de visto e a imposiçao de deixar o pais em 3 dias, mas o simples fato de terem entrado sem o visto, ja que é uma obrigaçao sem a qual teriam que voltar direto do aeroporto; o episodio mostra que ainda restam resquicios da cultura em que ate ministros brasileiros  tiravam os sapatos em aeroportos americanos. 

 

Pode-se dizer que a viralatice continua, só para provocar: afinal, como diabos esse pessoal entrou sem ter visto?

Nos países desenvolvidos, um executivo bem conhecido não passaria sequer do saguão do aeroporto se não tiver a documentação em dia.

A não ser que Gates tenha entrado cladestinamente, não vejo como ele possa ter chegado até o Rio Negro sem visto. Ou eles navegaram desde o Peru?

 

Mas... mas....  A PF esperou os caras chegarem ao Rio Negro para pedir o passaporte e ver o visto?  (???).. Eles vieram ao Brasil de barco? rsrs

 

Com certeza o fez em função da sua Segurança Pessoal, não creio que precisa "dar uma de Gerson".

Agora, a propósito, quantos barcos e "aviões", com pequenas cargas de cocaína, a PF apreendeu, no mesmo dia? Não houve empenho para tal? Bill Gates dava mais IBOPE?

ME ENGANA QUE EU GOSTO !

 

Então o Bill Portões pode, né? Um ministro brasileiro tem que tirar sapatos num aeroporto americano (aliás, fizeram isso em Brasília), por ser "suspeito" de terrorista... isso pode! Aliás, deve, né? Mas bilionário gringo, por uma questão de "segurança pessoal" pode fazer daqui o cabaré que faziam em Cuba nos tempos de Fulgência Batista!...

Maldita D. Luisa de Gusmão. Foi abrir a guarda pros gringos tomarem Portugal e suas colônias... eis aí no que deu.

 

Ô mizifii Fuhgeddaboudit,

 

porque que a segurança pessoal desse tal de Bill Gates você escreve com iniciais maiúsculas? É por ele ser trilionário? he he hehehe...

 

Não. É porque ele é norte americano.

Sendo de lá, qualquer um é importante na visão de quem acha que o Brasil é o quintal deles.

 

Complexo de Vira-Latas é exatamente estar festejando isto. Mostramos, apenas, que não evoluimos. Bem, na boa,  pimenta nos olhos dos outros é refresco. Estamos falando de uns dos maiores e mais conhecidos US$ bilionários do mundo, Se fosse o mexicano, dono da Claro (o mais rico), que as pessoas não conhecem, adotaria o mesmo método "diplomático" de Bill Gates ($$$), e ele faria seu tour. 

Agora, se você fosse Bill Gates, se arriscaria a entrar na Amazônia Peruana, depois de toda a mídia veicular os caminhos de seu passeio? Difícil a resposta, não? Queira-me bem.

 

 

Pela tua lógica, por questão de segurança, os milionários e bilionários podem violar a lei.

Quem é o vira-latas?

 

esquiber

Quando um brasileiro é flagrado sem o visto de entrada em qualquer país do mundo "civilizado" o que acontece? Imediatamente é deportado.

Às vezes mal desce do avião e é tratado como cidadão de quinta categoria. Há relatos de brasileiros que tem toda documentação de acordo com as normas vigentes dos paises europeus e ainda assim passam por um sem números de constrangimentos e são mandados imediatamente de volta para casa sem direito a qualquer contestação.

Aqui tudo é diferente pra quem chega falando uma lingua estrangeira, especialmente se o sotaque for o inglês. Bill Gates, acompanhado de 15 funcionários da microsoft vieram fazer um tur pela Amazônia. Ocorre que entraram no Brasil sem o visto de turista.

Abordados pela polícia federal receberam a punição de retornarem a seu país de origem no prazo de três dias. Se fosse um grupo de turistas brasileiro pegos nas mesmas circunstância pela polícia dos E.U.A teriam embarcado imediatamente de volta.

19/04/2011 - 17h35

Bill Gates entra no Brasil sem visto, é notificado pela Polícia Federal e, na madrugada, deixa o país

Paula Litaiff
Especial para o UOL Notícias
Em Manaus

 

Comentários [30]

  • Bill Gates fazia turismo na Amazônia, mas não tinha visto de turista  e teve de voltar para casa

    Bill Gates fazia turismo na Amazônia, mas não tinha visto de turista e teve de voltar para casa

Bill Gates, pai do Windows e da Microsoft , teve de deixar o Brasil na madrugada desta terça-feira depois de ter sido notificado pela Polícia Federal no Amazonas. Ele e integrantes de sua equipe não tinham o  visto de turista no passaporte, uma exigência brasileira para visitantes dos Estados Unidos. O grupo, segundo foi informado à PF, passava férias num hotel de selva no Amazonas.

O grupo de apoio do empresário, formado por sete pessoas, foi detido na última sexta-feira (15) por agentes federais quando faziam um passeio de barco no rio Negro, próximo a Manaus. No momento da detenção, os americanos estavam sem a presença de Gates, mas se identificaram como funcionários da  Microsoft e pediram para os agentes da PF contatarem a embaixada americana no Brasil.

Segundo a Polícia Federal, eles não tinham nem mesmo documentos de identificação, e a embarcação não tinha autorização da Marinha  para navegar em águas brasileiras, uma vez que os tripulantes estavam ilegais no país. Depois de quase 12 horas detido, o grupo foi liberado com a condição que deixasse o Brasil em três dias.

Como não conseguiram voo ontem, eles embarcaram às 2h de hoje num voo com destino a  Miami. Segundo a Polícia Federal,  o grupo infringiu a Lei 6.815/80 e seus integrantes devem responder a processo administrativo.

No retorno para os Estados Unidos, Gates acompanhou a equipe. Não é a primeira vez que o empresário passa férias no Amazonas, ele já esteve no Estado em 2007 e 2009. Nas duas viagens, ficou em hotéis de selva na Zona Rural de Manaus ou em cidades do interior do Amazonas.

http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2011/04/19/bill-gates-e-sua-equipe-...

 

A lenda diz que ele possui dois navios de pesquisa na amazônia. Pesquisando não sei o que, mas alguem da estatura dele deve ter um objetivo nisso. Quanto à entrar sem visto naquela região é algo muito comum. Andei bastante por Roraima e pude constatar pelo que dizem que americanos e canadenses entram sempre para excursões de pesquisa em reservas indígenas. O que dizem os populares é que americanos tem grandes interesses em compra de diamantes e plantas medicinais da floresta. Me parece que as autoridades nem ficam sabendo, eles fazem a rota EUA-Panamá e depois pegam aviões de menor porte em condições de pouso em pistas de terra no meio da amazonia em reservas indígenas. A polícia federal não pode ter acesso à essas estradas. Eu já fui de Boa Vista até Barcelona no litoral da Venezuela, são 12 paradas da polícia e do exército, em 1800 km de estrada na venezuela. Em todas as paradas eles fazem os ocupantes descerem dos carros tirarem todas as bagagens se dirigirem à barracas e retirarem tudo. Isso ocorre as doze vezes. Ninguem passa sem revista. Já do nosso lado... Nada. Nem na divisa. Passei 8 vezes na divisa, uma única vez vi um Policial Federal pedir os documentos dos ocupantes dos carros. As outras 7 vezes se eu quisesse teria passado direto sem apresentar documentos´nem mesmo na Receita Federal. A estrutura da venezuela e a nossa tambem é algo totalmente desproporcional. Nem vou me alongar, mas uma coisa me chamou a atenção naquela região de fronteira. A descomunal movimentação militar da Venezuela naquela divisa em oposição à quase nenhuma fiscalização do nosso lado.

 

Quando brasileiros são detidos nos EUA como ilegais são levados para a prisão e submetidos a toda sorte de vexames e maus tratos. Perdemos uma ótima oportunidade de dar a esses senhores, inclusive ao Bill Gates, um tratamento recíproco do qual eles certamente iriam se queixar ao seu governo e, em caso de reclamação dos nossos "amigos" do norte, teriam como resposta certamente que pau que dá em Chico dá em Francisco. Mas lamentávelmente a nossa PF pegou leve e deixou a coisa correr frouxa.  Fosse diferente e talvez no futuro os EUA viessem a repensar sua política de tratamento aos brasileiros em seu território.

 

Será que o Sr. Jorge Paulo Lemann, dono de uma das maiores fortunas do Mundo, que só viaja em seu Jato Executivo, maior sócio da ANBEV/INBEV e um dos sócios da Budweiser, através daquelas, sofreria esses vexames nos EUA?

Pago para ver.

 

Já ouviu falar num negócio chamado GREEN CARD

 

O título do post está incorreto. Bill Gates entrou no Brasil com mais 15 funcionários da microsoft. Pegos pela polícia federal deveriam ter sido imediatamente deportados para o país de origem. Entretanto, foram liberados com a condição de deixarem o país no prazo de três dias. Se fosse um brasileiro acompanhado por um grupo de pessoas fazendo tur no E.U.A pegos nas mesmas condições, voltariam imediatamente para o Brasil, depois de passarem por uma série de constrangimentos. Temos sim complexo de vira latas.

 

Pior... Se um brasileiro chegasse aos EE.UU com mais 15 pessoas, sem visto, seriam presos e interrogados à exaustão, teriam que provar que fucinho de porco não é tomada e depois sim, deportados após muita apelação e negociações diplomaticas.  Mas Bill é Bill né?

 

Estar festejando isto é o mesmo que reconhecer o "Complexo de Vira-Latas". Mostramos, apenas, que não evoluimos. Bem, na boa, estamos falando de uns dos maiores e mais conhecidos US$ bilionários do mundo,

Se você fosse Bill Gates, se arriscaria a entrar na Amazônia Peruana, depois de toda a mídia veicular os caminhos de seu tour ou iria preferir pagar pelo anonimato?  Difícil a resposta, não? Queira-me bem.

 

 

Não se trata disso. A questão é saber se o Brasil mantém relações diplomáticas com a Amazônia. No caso dos americanos, não há problemas com o visto pq a área é deles. Já nós brasileiros, precisamos saber onde conseguir o visto para visitar a Disney florestal. Espero que não seja no Consulado dos EUA pq as filas são enormes, o preço é alto e as exigências tb. Além disso, a gente sempre corre o risco deles acharem que nós queremos morar em seus territórios.

Perdemos, playboys!