newsletter

Pular para o conteúdo principal

Clipping do dia

As matérias para serem lidas e comentadas.

Sem votos

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
+61 comentários

 

Promotor Arthur Filho: “A primeira grande vitória no Brasil contra a dupla porta em hospitais públicos”

publicado em 22 de maio de 2012 às 1:19

por Conceição Lemes

Por 3 votos a zero, a Segunda Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) negou na semana passada o recurso do governo paulista contra a decisão do juiz Marcos de Lima Porta, da 5ª Vara da Fazenda Pública, que derrubou a lei nº 1.131/2010.

A Lei da Dupla Porta ou dos fura-fila no SUS, como é conhecida, permite aos hospitais públicos geridos por Organizações Sociais de Saúde (OSs) vender até 25% dos seus leitos e outros serviços a planos privados de saúde e particulares.

O voto do relator, o desembargador José Luiz Germano, foi publicado na sexta-feira 18. Os desembargadores Cláudio Augusto Pedrassi e Vera Angrisani acompanharam-no.

Entidades que defendem o SUS como direito de cidadania comemoram o placar.

“É a primeira grande vitória no Brasil contra a dupla porta”, saúda o promotor Arthur Pinto Filho, da Promotoria de Justiça dos Direitos Humanos – Área de Saúde Pública do Ministério Público Estadual de São Paulo (MPE-SP).

“Estamos aliviados”, celebra o médico Arthur Chioro, presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo (Cosems-SP) e secretário de Saúde de São Bernardo do Campo. “Os efeitos da aplicação desta lei seriam desastrosos para a saúde pública e deletérios para os usuários do SUS em todo o Estado.”

O vereador Carlos Neder (PT-SP), secretário de Saúde na gestão da prefeita Luiza Erundina, destaca: “A decisão unânime do TJ-SP mostra que há entendimento de que o risco de quebra dos princípios do SUS importa mais do que eventual acréscimo de aporte de recursos que a medida poderia trazer”.

“Uma vitória da sociedade civil”, sublinha Mário Scheffer, presidente do Grupo Pela Vidda. “Afinal, só foi possível devido à posição firme e unânime das entidades e movimentos ligados à saúde, incluindo os conselhos municipal, estadual e nacional.”

“Vitória do direito à saúde e à vida”, observa o deputado estadual Adriano Diogo (PT). “Dupla porta é dupla morte.”

“É uma vitória de todo o conceito que a sociedade quer do sistema de saúde”, salienta o médico Renato Azevedo Júnior, presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp). “Sistema público, universal, gratuito, equitativo e integral, como está consagrado na Constituição Brasileira.”

“Reacendeu a minha esperança na Justiça. No Judiciário, tem gente capaz de ver e agir a favor do cidadão, que, na maioria das vezes, está indefeso aos golpes que lhe são infringidos. Uma canetada do Legislativo, Executivo ou Judiciário pode causar mais mortes e sofrimento que a criminalidade explícita”, analisa Gilson Carvalho,  médico pediatra e de Saúde Pública e incansável batalhador pelo SUS. “Um alento para outras batalhas que temos pela frente.”

HOSPITAIS PÚBLICOS PAULISTAS IMPEDIDOS DE VENDER ATÉ 25% DOS LEITOS A PLANOS

Teoricamente as OSs são entidades filantrópicas. Só que, na prática, funcionam como empresas privadas, pois o contrato é por prestação de serviços.

A lei de OSs, de 1998, estabelecia que apenas os novos hospitais públicos do Estado de São Paulo poderiam passar para a administração das OSs.  Porém, uma lei de 2009 do ex-governador José Serra (PSDB), derrubou essa ressalva. Ela permite transferir às  OSs o gerenciamento de todos os hospitais públicos do Estado.

Em 2010, a lei 1.131 do então governador Alberto Goldman (PSDB), aprovada pela Assembleia Legislativa paulista, autorizou os hospitais gerenciados por OSs a vender  até 25% dos seus leitos dos SUS privados de saúde e particulares.

Em julho de 2011, ela foi regulamentada pelo atual governador Geraldo Alckmin (PSDB) e passou a valer.

Porém, atendendo à representação de mais de 50 entidades da sociedade civil, os promotores Arthur Pinto Filho e Luiz Roberto Cicogna Faggioni, da Promotoria de Justiça de Direitos Humanos e Saúde Pública, entraram com ação civil pública, com pedido de liminar.

O juiz Lima Porta acatou a representação e deu a liminar, paralisando a venda de 25% dos serviços do SUS a planos privados de saúde até o final da ação, quando julgará o mérito. A Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo recorreu, mas o desembargador José Luiz Germano negou o pedido (chama-se agravo de instrumento).

O mérito desse agravo foi julgado na semana passada, quando o TJ-SP decidiu não cassar a liminar do juiz Marcos Lima Porta.

“Juridicamente o governo do Estado não tem mais o que fazer, a não ser aguardar a sentença final do dr. Lima Porta, que nos concedeu a liminar”, traduz Arthur Pinto Filho. “Até lá os hospitais públicos paulistas estão impedidos de vender até 25% de seus leitos para particulares e planos de saúde.”

“LEGALIDADE DUVIDOSA DA NORMA RECOMENDA QUE SE AGUARDE O JULGAMENTO DO MÉRITO”

O desembargador José Luiz Germano, relator do recurso, sentencia: Legalidade duvidosa que recomenda que se aguarde o julgamento do mérito, para impedir prejuízo aos pacientes e aos cofres públicos. Duplo efeito negado e decisão mantida.

Em função do significado do seu voto, destacamos alguns trechos:

“O caso em questão é de grande repercussão, não pela divulgação que a imprensa tem lhe dado, mas pela implicação que ele tem na vida de milhões de pessoa e por envolver recursos de cifras extremamente elevadas, especialmente numa área que tem grande importância na vida das pessoas: a saúde”.

“A saúde é um dever do Estado, que pode ser exercida por particulares. Esse serviço público é universal, o que significa que o Estado não pode distinguir entre pessoas com plano de saúde e pessoas sem plano de saúde. No máximo, o que pode e deve ser feito é a cobrança contra o plano de saúde. Para que isso ocorra já existem leis permissivas e até mesmo princípios gerais de direito”.

“Porém, a institucionalização do atendimento aos clientes dos planos particulares, com reserva máxima de 25% das vagas, nos serviços públicos ou sustentados com os recursos públicos, pode criar uma anomalia que é a incompatibilização e o conflito entre o público e o privado, com as evidentes dificuldades de controle”.

“O Estado pretende que as organizações sociais, em determinados casos, possam agir como se fossem hospitais particulares, mesmo sabendo-se que algumas delas operam em prédios públicos, com servidores públicos e recursos públicos para o seu custeio! Tudo isso para justificar a meritória iniciativa de cobrar dos planos de saúde pelos serviços públicos prestados aos seus clientes. Porém, é difícil entender o que seria público e o que seria privado em tal cenário. E essa confusão, do público e do privado, numa área em que os gastos chegam aos bilhões anuais, é especialmente perigosa, valendo a pena lembrar que as organizações sociais não se submetem à obrigatoriedade das licitações nas suas aquisições”.

“O dinheiro do plano interessa às organizações sociais para a ampliação de seus serviços, mas elas não podem servir ao mesmo tempo a dois senhores (planos de saúde e o Estado) com interesses tão opostos, ainda que atuantes na mesma área (saúde)”.

“O paciente do SUS tem hoje atendimento. Pode não ser o atendimento ideal, mas ele está ao seu dispor, sem qualquer pagamento. O paciente dos planos de saúde tem a sua rede credenciada, que não lhe cobra porque isso já está embutido nas mensalidades. Se ele precisar da rede pública, poderá utilizá-la sem qualquer pagamento, mas sem privilégios em relação a quem não tem plano”.

“A criação de reserva de até 25% vagas, no serviço público, para os pacientes de planos de saúde, aparentemente, só serviria para dar aos clientes dos planos a única coisa que eles não têm nos serviços públicos de saúde: distinção, privilégio, prioridade, facilidade e conforto adicional. Não é preciso dizer que tudo isso é muito bom, mas custa muito dinheiro. Quando o dinheiro é particular, tudo bem. Mas quando se trata de dinheiro público e com risco disso ser feito em prejuízo de quem não tem como pagar por tais serviços, aí o direito se considera lesado em princípios como igualdade, dignidade da pessoa humana, saúde, moralidade pública, legalidade, impessoalidade e vários outros”.

“Por tudo isso, entendo que não há fumaça do bom direito ou mesmo perigo na demora caso não ocorra de imediato a implantação de tamanha e perigosa mudança na saúde pública”.

Não à toa, agora mais esperançoso,  Gilson Carvalho já está com os olhos no futuro: “Lutar sem esmorecer é o desafio. Acabar com a dupla porta no Hospital das Clínicas, no Hospital Regional do Vale do Paraíba e nos hospitais universitários federais serão as nossas próximas batalhas”.

Leia também:

São Paulo pode perder recursos do SUS se Lei da Dupla Porta for aprovada pela Justiça

Cremesp condena os fura-fila no SUS

Hospitais públicos gerenciados por OSs têm rombo de R$ 147,18 milhões

Arthur Chioro: “Planos de saúde vão economizar e paulistas pagarão a conta”

 

Se vão igualar Agnelo e Cabral a Perillo, faltam Serra e Kassab

 

 

A mídia demo-tucana é viva, há que reconhecer. Está tendo algum sucesso em confundir o público para livrar a cara dos dois principais envolvidos no esquema de Carlinhos Cachoeira: a revista Veja e o governador Marconi Perillo. Globo, Folha, Estadão, Veja e certa “esquerda” vão minando a credibilidade da CPI do Cachoeira com bobagens:

1)      Dizem que estaria sendo “a mais demorada da história” – a investigação começou não faz nem um mês –, como se rapidez fosse sinônimo de apuração séria e apesar de a Comissão ter prazo de 180 dias para funcionar, os quais podem ser prorrogados por mais 180.

 

2)      Dizem que está virando “pizza” porque não vai – ou não ia – igualar os governadores Agnelo Queiroz e Sergio Cabral a Marconi Perillo, como se houvesse contra estes um milésimo do que há contra o governador goiano.

 

3)      Está popularizando como bordão a frase estúpida do SMS do petista Cândido Vaccarezza de tal forma que até petistas desandaram a repeti-la a cada 30 segundos, ajudando a nivelar Perillo a Agnelo e Cabral.  Veremos essa frase na mídia durante anos, por conta disso.

 

4)      Agora, a Folha de São Paulo pegou pra Cristo uma assessora de gabinete do presidente da CPI, Vital do Rego, para estigmatizar ainda mais a CPI, o que mostra que a mídia está em busca de elementos contra os investigadores em vez de se interessar pelos verdadeiros investigados.

Tudo isso é pressão, é para não haver convocação da Veja e para deixarem Marconi Perillo em paz. Sem a revista e o governador tucano, a CPI desaba e a mídia sai do processo revigorada, discursando contra quem dirá que quis “ameaçar a imprensa livre”.

Com seu principal governador e o presidente da CPI no olho do furacão, espanta que o PMDB não reaja. Claro que parcela relevante do partido é tucana, mas a maioria não é, tanto que aprovou a aliança com o PT. A mídia, no entanto, está triturando o PMDB e este reluta em reagir.

Vai aqui, então, uma ajudinha à CPI para não se deixar trucidar pela mídia e pela ingenuidade de certa militância dita “de esquerda”.

Se querem igualar Agnelo e Cabral a Perillo apesar de só haver uma ou duas menções inconclusivas contra o primeiro nas escutas da Polícia Federal e de não haver uma mísera menção a Cabral, por que o ex-governador José Serra e o prefeito Gilberto Kassab estão de fora do rol de convocações de aliados do governo federal que a mídia e a oposição exigem?

Vamos refrescar algumas memórias.  A CPI do Cachoeira já teve  acesso a conversas telefônicas gravadas com autorização judicial entre junho do ano passado e janeiro deste ano. As escutas mostram que a construtora Delta foi favorecida por José Serra durante seu mandato de governador e pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

Por exemplo: em janeiro último, Carlinhos Cachoeira telefona para o diretor da Delta Cláudio Abreu e pergunta se ele teria conversado com o então dono da empreiteira, Fernando Cavendish, sobre “O negócio do Kassab”. Em seguida, diz que o prefeito de São Paulo “triplicou o contrato”. Esse fato é de amplo conhecimento dos membros da CPI e do Ministério Público de São Paulo.

Veja, leitor, os diálogos que fizeram o Ministério Público paulista abrir inquérito e que estão sob escrutínio da CPI

 

A Delta começou a atuar em São em 2005, quando Serra assumiu o comando do município. Naquele momento, os contratos com o governo paulistano somavam R$ 11 milhões. Em 2006, quando Serra deixou a prefeitura e se elegeu governador, os negócios se multiplicaram sem licitação. Em 2010, os R$ 11 milhões já tinham virado R$ 36,4 milhões. Entre 2008 e 2011, a Delta abocanhou R$ 167 milhões em São Paulo.

A CPI e o Ministério Público de São Paulo, porém, estão atentando muito mais para o fato de a Delta ter vencido, ano passado, uma concorrência para limpeza urbana em São Paulo no valor de R$ 1,1 bilhão. O MP abriu inquérito, inclusive, devido à existência de documentos falsos e de um edital aparentemente dirigido.

Se a Delta cometeu essas irregularidades em outros Estados e municípios, precisamos apurar se isso ocorreu também em São Paulo”, diz o promotor Silvio Marques, do Patrimônio Público.

Há muito mais contra Serra e Kassab do que contra Agnelo e Cabral. Por exemplo: em conversa gravada com autorização judicial em agosto do ano passado, um homem identificado como “Jorge” pergunta a Gleyb Ferreira, membro da quadrilha de Cachoeira, se o edital de uma licitação em São Paulo “evoluiu”.

A quadrilha disse que aguardava “Estar com o edital” naquele dia “à tarde” e que Cachoeira queria que os comparsas conversassem com o Heraldo Puccini Neto, representante da Delta na região Sudeste, pois estava conseguindo “Uma prorrogação com o secretário para o dia 31 ao invés do dia 15”.

A Polícia Federal garante que o diálogo se refere a uma concorrência de R$ 1,1 bilhão com o governo de São Paulo e que foi vencida pela empresa ligada ao bicheiro.

A Delta também conseguiu negócios suspeitos com o governo do Estado de São Paulo, então sob administração de Serra. Durante o mandato do tucano, a construtora recebeu R$ 664 milhões do governo paulista. O valor corresponde a 83% de todos os 27 convênios firmados pela Delta com o Estado de São Paulo na última década.

A obra sobre a qual se concentram as suspeitas é a de ampliação da Marginal Tietê. Além de  atrasos e falta de compensação ambiental na obra, o valor pago à Delta aumentou 75% após ela ter vencido a licitação. Ou seja: a empreiteira venceu a licitação com preço mais baixo e depois fez um acerto com o governo do Estado para aumentá-lo.

O Ministério Público de São Paulo instaurou Inquérito para apurar a existência de irregularidades na licitação, superfaturamento e conluio entre agentes públicos do governo de São Paulo, mais especificamente por Delson José Amador e Paulo Vieira de Souza, este conhecido como Paulo Preto, que, durante a eleição de 2010, notabilizou-se como um dos arrecadadores de doações eleitorais a Serra.

Paulo Preto e Amador foram alvos da Operação Castelo da Areia, da Polícia Federal, por envolvimento com empreiteiras. Entre os envolvidos da Delta com a aparente negociata com o governo de São Paulo está o diretor da empreiteira para a região Sudeste, Heraldo Puccini Neto, que está foragido após ter a prisão preventiva decretada.

Na disso, porém, saiu em qualquer outro veículo da grande imprensa. Não passa um dia sem que Globo, Folha de São Paulo, Estadão ou Veja equiparem supostas evidências contra Agnelo Queiroz e Sergio Cabral à montanha de evidências que pesa contra Marconi Perillo, mas Serra e Kassab jamais são mencionados.

Aliás, para não ser injusto, há que reconhecer que nem os militantes ditos “de esquerda” que se dizem preocupados com a “blindagem” de Cabral e com o SMS do Vaccarezza têm cobrado que Serra e Kassab sejam nivelados a Perillo como está ocorrendo com os governadores de Brasília e do Rio de Janeiro.

Não ponho a mão no fogo por nenhum desses aí. A Delta celebrou contratos com 21 Estados, com uma imensidão de municípios e até com o governo federal. Apoiarei, portanto, uma CPI da Delta. Acho até necessária. Agora, transformar a CPI do Cachoeira em CPI da Delta ou do SMS do Vaccarezza, é inaceitável. Mas se querem mesmo fazer isso, então vamos chamar todo mundo para depor, desde que esse “todo mundo” envolva Serra e Kassab.

Todavia, essa será a melhor forma de ajudar Veja e Perillo, contra os quais pesam elementos muito mais graves no âmbito das Operações Vegas e Monte Carlo. Para investigar seriamente o esquema Cachoeira, o correto seria focar nos principais envolvidos e deixar os contratos da Delta com todas essas administrações municipais, estaduais e federal para outra investigação.

A recomendação deste blog à parcela da CPMI do Cachoeira que quer apurar alguma coisa, portanto, é a de que comece a cobrar que Serra e Kassab figurem nas cobranças midiáticas que são feitas pelo nivelamento de Cabral e Agnelo a Perillo. É uma afronta a mídia e a oposição esconderem os envolvimentos desses dois com Cachoeira.

 

http://www.ensp.fiocruz.br/portal-ensp/informe/site/materia/detalhe/30276Livro traz diretrizes para a saúde no Brasil em 2030

Publicada em 21/05/2012

Fernanda Marques

 

A saúde – setor complexo e em transformação – requer planejamentos de mais longo prazo. Para subsidiá-los, um grupo de pesquisadores analisou os temas mais relevantes para o desenho de horizontes futuros. Esses esforços produziram o livro A saúde no Brasil em 2030: diretrizes para a prospecção estratégica do sistema de saúde brasileiro, que será lançado por ocasião do 112º aniversário da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A obra é fruto do projeto Saúde Brasil 2030, conduzido pela Fiocruz mediante acordo de cooperação técnica com a Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (SAE), participação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e convênio pactuado com o Ministério da Saúde. A publicação contou com o apoio editorial da Editora Fiocruz.

 

“Os textos resultantes dessa iniciativa especulam sobre a probabilidade de futuros para a saúde em 2030, com referência ao ano de 2022, quando se comemora o bicentenário da Independência do Brasil”, conta o presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha. “Diante dos desafios que o futuro traz, cabe ao Estado articular e induzir políticas econômicas e sociais, no interesse do desenvolvimento com equidade, fomentando o acesso e a inclusão de camadas excluídas, expandindo e assegurando direitos sociais às parcelas significativas da população ainda marginalizadas e sem os ganhos advindos do progresso e da riqueza”, ressalta.

 

Superada a concepção minimalista, discute-se o papel do Estado no planejamento estratégico e como indutor do desenvolvimento nacional. A atuação do Estado se faz necessária, por exemplo, para superar as tensões entre interesses públicos e privados. “A relação entre esses interesses tende a se manter desequilibrada se não houver a devida intervenção estatal”, diz o documento. “Esta se daria por meio da qualificação de seu aparato regulatório, da acentuação do uso de seu poder de compra, do aumento dos aportes financeiros e redefinição das fontes de financiamento do SUS, da adequação de seu modelo de gestão e do fortalecimento da institucionalização do Complexo da Saúde em todas as suas dimensões”, explica.

 

A obra está dividida em seis partes: "Desenvolvimento, Estado e políticas de saúde"; "População e perfil sanitário"; "Organização e gestão do sistema de saúde"; "Força de trabalho em saúde"; "Estrutura do financiamento e do gasto setorial"; e "Desenvolvimento produtivo e complexo da saúde". Inicialmente, os autores descrevem os assuntos no contexto da história recente e do panorama atual. Em seguida, as tendências de cada área são analisadas em perspectiva de futuro, assumindo três cenários prospectivos: um pessimista e plausível, segundo o qual o Brasil terá grandes dificuldades para enfrentar a crise financeira desta segunda década do século 21; um otimista e possível, em que, atravessada da crise, o país retomará padrões sustentados de crescimento econômico; e, por fim, um cenário intermediário entre os outros dois, chamado de inercial e provável.

 

“O Sistema Único de Saúde (SUS) é responsável por uma produção de serviços de saúde de importância fundamental para o país, mas, ao mesmo tempo, tem pontos de estrangulamento, como a baixa oferta de serviços de apoio diagnóstico e terapêuticos (Sadt); frequente impossibilidade de agendamento do serviço e de escolha do profissional e do prestador do serviço; hotelaria precária; dificuldade de acesso aos serviços e grande tempo em lista de espera para cirurgias eletivas, Sadt e consultas a especialistas”, diz o livro, que tem mais de 300 páginas. Apesar desses estrangulamentos, são muitos os exemplos de sucesso, como a redução da mortalidade infantil, da desnutrição em crianças e dos óbitos por doenças infecciosas e parasitárias, bem como a diminuição da ocorrência de enfermidades preveníveis por vacinas. Paralelamente, porém, com o cenário sociodemográfico e o perfil epidemiológico que se delineiam para 2022-2030, os desafios englobam o aumento da prevalência da obesidade, os diferentes tipos de câncer e as doenças cardiovasculares, respiratórias crônicas, neuropsiquiátricas e negligenciadas, além das emergentes e reemergentes, inclusive em nível internacional.

 

Os pesquisadores não se furtaram a escrever sobre temas difíceis e mesmo polêmicos, como o desafio da descentralização e regionalização do SUS em um cenário onde muitos municípios e estados não têm condições de prover de forma autônoma as ações e serviços necessários à sua população. A questão do financiamento do SUS também é amplamente debatida no documento. “Nos países desenvolvidos e em desenvolvimento, que já investem parcela considerável do seu PIB no setor, as atenções estão cada vez mais voltadas para a eficiência, efetividade e equidade nos gastos, uma vez que maior nível de dispêndios é condição insuficiente para se alcançar melhores condições de saúde e não resolve, por si só, as iniquidades no acesso aos serviços”, lembram os autores. E acrescentam: “as iniquidades em saúde não podem ser combatidas sem que as iniquidades sociais também o sejam”.

 

O debate inclui a grande variedade de aspectos do setor saúde, todos interligados, da atenção básica ao Complexo Econômico-Industrial da Saúde. “O nível primário de cuidados passa a ter papel primordial no processo de coordenação e integração do cuidado e não representa mais apenas a ‘porta de entrada’ no sistema de saúde”, destaca o livro, ao mesmo tempo em que reconhece lacunas, como a carência de médicos para áreas de atenção básica. “Faltam profissionais interessados em pediatria, geriatria, clínica e genética médica”, exemplifica. Já em relação ao Complexo da Saúde, um grande desafio consiste em “vincular a consolidação e ampliação da capacidade produtiva com estratégias ativas de inovação e capacitação, sempre pautadas pela lógica social”. Os pesquisadores apresentam, então, estudo detalhado das conquistas e limitações envolvendo a indústria nacional de fármacos e medicamentos e de equipamentos e materiais médico-hospitalares e odontológicos, assim como a incorporação tecnológica por parte dos sistemas de saúde e a infraestrutura científica e tecnológica.

 

Outro tema em pauta no documento é a governança democrática ou participativa, “relacionada à participação dos membros da sociedade nos processos decisórios mais amplos e na gestão pública”. Nesse sentido, os autores chamam atenção para a problemática das crescentes demandas geradas por interesses de cunho local e particular. “A força política da democracia participativa será proporcional à sua capacidade de pautar os temas de interesse coletivo, presentes no âmbito das cidades, dos estados ou do país, incluindo os assuntos referentes à macropolítica e ao desenvolvimento econômico e social, que são determinantes sobre a saúde”, ponderam.

 

Os próprios textos que compõem o livro são um convite à governança democrática. “Os textos aqui apresentados são o ponto de partida do esforço prospectivo, e não seu resultado. São lançados a debate público por especialistas a partir de sua conclusão”, sublinha Gadelha. “Com isso, a Fiocruz contribui para a formulação de políticas públicas em saúde, educação, ciência e tecnologia e inovação em saúde, reafirmando sua posição na defesa e no fortalecimento do SUS, por seu desenvolvimento e alcance de padrão sustentável, assegurando a realização plena de seus princípios e possibilitando as necessárias conquistas sociossanitárias”, completa.

 

Serviço:
Lançamento do livro A saúde no Brasil em 2030: diretrizes para a prospecção estratégicado sistema de saúde brasileiro
Data: 25 de maio de 2012
Horário: 9 horas
Local: Auditório do Museu da Vida

Fonte(s): CCS/Fiocruz

 

http://www.ensp.fiocruz.br/portal-ensp/informe/site/materia/detalhe/30276Livro traz diretrizes para a saúde no Brasil em 2030

Publicada em 21/05/2012

Fernanda Marques

 

A saúde – setor complexo e em transformação – requer planejamentos de mais longo prazo. Para subsidiá-los, um grupo de pesquisadores analisou os temas mais relevantes para o desenho de horizontes futuros. Esses esforços produziram o livro A saúde no Brasil em 2030: diretrizes para a prospecção estratégica do sistema de saúde brasileiro, que será lançado por ocasião do 112º aniversário da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A obra é fruto do projeto Saúde Brasil 2030, conduzido pela Fiocruz mediante acordo de cooperação técnica com a Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (SAE), participação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e convênio pactuado com o Ministério da Saúde. A publicação contou com o apoio editorial da Editora Fiocruz.

 

“Os textos resultantes dessa iniciativa especulam sobre a probabilidade de futuros para a saúde em 2030, com referência ao ano de 2022, quando se comemora o bicentenário da Independência do Brasil”, conta o presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha. “Diante dos desafios que o futuro traz, cabe ao Estado articular e induzir políticas econômicas e sociais, no interesse do desenvolvimento com equidade, fomentando o acesso e a inclusão de camadas excluídas, expandindo e assegurando direitos sociais às parcelas significativas da população ainda marginalizadas e sem os ganhos advindos do progresso e da riqueza”, ressalta.

 

Superada a concepção minimalista, discute-se o papel do Estado no planejamento estratégico e como indutor do desenvolvimento nacional. A atuação do Estado se faz necessária, por exemplo, para superar as tensões entre interesses públicos e privados. “A relação entre esses interesses tende a se manter desequilibrada se não houver a devida intervenção estatal”, diz o documento. “Esta se daria por meio da qualificação de seu aparato regulatório, da acentuação do uso de seu poder de compra, do aumento dos aportes financeiros e redefinição das fontes de financiamento do SUS, da adequação de seu modelo de gestão e do fortalecimento da institucionalização do Complexo da Saúde em todas as suas dimensões”, explica.

 

A obra está dividida em seis partes: "Desenvolvimento, Estado e políticas de saúde"; "População e perfil sanitário"; "Organização e gestão do sistema de saúde"; "Força de trabalho em saúde"; "Estrutura do financiamento e do gasto setorial"; e "Desenvolvimento produtivo e complexo da saúde". Inicialmente, os autores descrevem os assuntos no contexto da história recente e do panorama atual. Em seguida, as tendências de cada área são analisadas em perspectiva de futuro, assumindo três cenários prospectivos: um pessimista e plausível, segundo o qual o Brasil terá grandes dificuldades para enfrentar a crise financeira desta segunda década do século 21; um otimista e possível, em que, atravessada da crise, o país retomará padrões sustentados de crescimento econômico; e, por fim, um cenário intermediário entre os outros dois, chamado de inercial e provável.

 

“O Sistema Único de Saúde (SUS) é responsável por uma produção de serviços de saúde de importância fundamental para o país, mas, ao mesmo tempo, tem pontos de estrangulamento, como a baixa oferta de serviços de apoio diagnóstico e terapêuticos (Sadt); frequente impossibilidade de agendamento do serviço e de escolha do profissional e do prestador do serviço; hotelaria precária; dificuldade de acesso aos serviços e grande tempo em lista de espera para cirurgias eletivas, Sadt e consultas a especialistas”, diz o livro, que tem mais de 300 páginas. Apesar desses estrangulamentos, são muitos os exemplos de sucesso, como a redução da mortalidade infantil, da desnutrição em crianças e dos óbitos por doenças infecciosas e parasitárias, bem como a diminuição da ocorrência de enfermidades preveníveis por vacinas. Paralelamente, porém, com o cenário sociodemográfico e o perfil epidemiológico que se delineiam para 2022-2030, os desafios englobam o aumento da prevalência da obesidade, os diferentes tipos de câncer e as doenças cardiovasculares, respiratórias crônicas, neuropsiquiátricas e negligenciadas, além das emergentes e reemergentes, inclusive em nível internacional.

 

Os pesquisadores não se furtaram a escrever sobre temas difíceis e mesmo polêmicos, como o desafio da descentralização e regionalização do SUS em um cenário onde muitos municípios e estados não têm condições de prover de forma autônoma as ações e serviços necessários à sua população. A questão do financiamento do SUS também é amplamente debatida no documento. “Nos países desenvolvidos e em desenvolvimento, que já investem parcela considerável do seu PIB no setor, as atenções estão cada vez mais voltadas para a eficiência, efetividade e equidade nos gastos, uma vez que maior nível de dispêndios é condição insuficiente para se alcançar melhores condições de saúde e não resolve, por si só, as iniquidades no acesso aos serviços”, lembram os autores. E acrescentam: “as iniquidades em saúde não podem ser combatidas sem que as iniquidades sociais também o sejam”.

 

O debate inclui a grande variedade de aspectos do setor saúde, todos interligados, da atenção básica ao Complexo Econômico-Industrial da Saúde. “O nível primário de cuidados passa a ter papel primordial no processo de coordenação e integração do cuidado e não representa mais apenas a ‘porta de entrada’ no sistema de saúde”, destaca o livro, ao mesmo tempo em que reconhece lacunas, como a carência de médicos para áreas de atenção básica. “Faltam profissionais interessados em pediatria, geriatria, clínica e genética médica”, exemplifica. Já em relação ao Complexo da Saúde, um grande desafio consiste em “vincular a consolidação e ampliação da capacidade produtiva com estratégias ativas de inovação e capacitação, sempre pautadas pela lógica social”. Os pesquisadores apresentam, então, estudo detalhado das conquistas e limitações envolvendo a indústria nacional de fármacos e medicamentos e de equipamentos e materiais médico-hospitalares e odontológicos, assim como a incorporação tecnológica por parte dos sistemas de saúde e a infraestrutura científica e tecnológica.

 

Outro tema em pauta no documento é a governança democrática ou participativa, “relacionada à participação dos membros da sociedade nos processos decisórios mais amplos e na gestão pública”. Nesse sentido, os autores chamam atenção para a problemática das crescentes demandas geradas por interesses de cunho local e particular. “A força política da democracia participativa será proporcional à sua capacidade de pautar os temas de interesse coletivo, presentes no âmbito das cidades, dos estados ou do país, incluindo os assuntos referentes à macropolítica e ao desenvolvimento econômico e social, que são determinantes sobre a saúde”, ponderam.

 

Os próprios textos que compõem o livro são um convite à governança democrática. “Os textos aqui apresentados são o ponto de partida do esforço prospectivo, e não seu resultado. São lançados a debate público por especialistas a partir de sua conclusão”, sublinha Gadelha. “Com isso, a Fiocruz contribui para a formulação de políticas públicas em saúde, educação, ciência e tecnologia e inovação em saúde, reafirmando sua posição na defesa e no fortalecimento do SUS, por seu desenvolvimento e alcance de padrão sustentável, assegurando a realização plena de seus princípios e possibilitando as necessárias conquistas sociossanitárias”, completa.

 

Serviço:
Lançamento do livro A saúde no Brasil em 2030: diretrizes para a prospecção estratégicado sistema de saúde brasileiro
Data: 25 de maio de 2012
Horário: 9 horas
Local: Auditório do Museu da Vida

Fonte(s): CCS/Fiocruz

 

Coisas que o capitalismo facilita para os cidadãos: insegurança por lucro.

Peças falsificadas chinesas são encontradas em aviões militares dos EUARelatório do Senado americano diz que 70% das mais de 1 milhão de peças suspeitas foram fabricadas na China

BBC Brasil |22/05/2012 10:01:08

 

Um grande número de aparelhos eletrônicos chineses falsificados está sendo usados em equipamentos militares americanos. A informação foi divulgada em um relatório do Senado dos Estados Unidos.

O documento trata de uma investigação realizada ao longo de um ano. Durante esse período, o Comitê do Senado das Forças Armadas descobriu que um total de 1,8 mil peças falsificadas foram usadas em aeronaves militares americanas. Das mais de 1 milhão de peças tidas como suspeitas, cerca de 70% teriam vindo da China, de acordo com o relatório.

O problema foi atribuído às limitações da rede de abastecimento de peças existente nos Estados Unidos e ao fracasso chinês em conter seu mercado ilegal. Segundo o comitê, a falha em uma peça importante pode ocasionar riscos e ameaçar a segurança nacional americana, e, além disso, acarretar custos elevados para o Departamento de Defesa.

O documento afirma que os militares americanos dependem de uma série de ''pequenos e incrivelmente sofisticados componentes'' encontrados em sistemas de visão noturna, rádios e aparelhos de GPS. A falha de uma única peça poderia colocar um soldado em risco, disse o relatório.

O comitê do Senado afirmou ainda que peças falsas foram achadas em helicópteros SH-60B utilizados pela Marinha, em aviões de carga C-130J e C-27J e no avião Poseidon P-8A da Marinha. Depois da China, as maiores fontes de peças falsificadas para aviões militares são a Grã-Bretanha, segundo o documento.

Críticas à China

O comitê fez críticas à China por fracassar em conter fabricantes de peças ilegais. Os senadores disseram ainda que o país não concedeu vistos para os políticos do comitê que pretendiam realizar investigações no país.''Em vez de reconhecer o problema e de tentar de forma agressiva interromper a ação dos falsificadores, o governo chinês tenta evitar o escrutínio'', afirmou.

Mas os senadores concluíram ainda que programas do Departamento de Defesa, como o Programa de Intercâmbio de Dados de Indústrias e o Governo (Gidep, na sigla em inglês), que visa rastrear peças falsificadas, vem ''deixando a desejar''.

Entre 2009 e 2010, o Gidep recebeu apenas 217 relatos relativos a supostas peças falsificadas, a maioria delas vieram de apenas seis companhias. Somente 13 relatos foram fornecidos por agentes governamentais.

O documento elogia, no entanto, o Ato de Autorização de Defesa Nacional, promulgado pelo presidente Barack Obama no final do ano passado para combater a entrada de peças falsificadas no país e reduzir a terceirização de componentes de fornecedores desconhecidos.

A divulgação do relatório sobre a China se dá em um momento em que os Estados Unidos estão procurando intensificar sua estratégia de defesa para a região Ásia-Pacífico. O Departamento de Defesa também está se preparando para cortar cerca de US$ 450 bilhões (R$ 912 bilhões) de seu orçamento ao longo da próxima década.

 

Coisas que o capitalismo facilita para os cidadãos: insegurança por lucro.

Peças falsificadas chinesas são encontradas em aviões militares dos EUARelatório do Senado americano diz que 70% das mais de 1 milhão de peças suspeitas foram fabricadas na China

BBC Brasil |22/05/2012 10:01:08

 

Um grande número de aparelhos eletrônicos chineses falsificados está sendo usados em equipamentos militares americanos. A informação foi divulgada em um relatório do Senado dos Estados Unidos.

O documento trata de uma investigação realizada ao longo de um ano. Durante esse período, o Comitê do Senado das Forças Armadas descobriu que um total de 1,8 mil peças falsificadas foram usadas em aeronaves militares americanas. Das mais de 1 milhão de peças tidas como suspeitas, cerca de 70% teriam vindo da China, de acordo com o relatório.

O problema foi atribuído às limitações da rede de abastecimento de peças existente nos Estados Unidos e ao fracasso chinês em conter seu mercado ilegal. Segundo o comitê, a falha em uma peça importante pode ocasionar riscos e ameaçar a segurança nacional americana, e, além disso, acarretar custos elevados para o Departamento de Defesa.

O documento afirma que os militares americanos dependem de uma série de ''pequenos e incrivelmente sofisticados componentes'' encontrados em sistemas de visão noturna, rádios e aparelhos de GPS. A falha de uma única peça poderia colocar um soldado em risco, disse o relatório.

O comitê do Senado afirmou ainda que peças falsas foram achadas em helicópteros SH-60B utilizados pela Marinha, em aviões de carga C-130J e C-27J e no avião Poseidon P-8A da Marinha. Depois da China, as maiores fontes de peças falsificadas para aviões militares são a Grã-Bretanha, segundo o documento.

Críticas à China

O comitê fez críticas à China por fracassar em conter fabricantes de peças ilegais. Os senadores disseram ainda que o país não concedeu vistos para os políticos do comitê que pretendiam realizar investigações no país.''Em vez de reconhecer o problema e de tentar de forma agressiva interromper a ação dos falsificadores, o governo chinês tenta evitar o escrutínio'', afirmou.

Mas os senadores concluíram ainda que programas do Departamento de Defesa, como o Programa de Intercâmbio de Dados de Indústrias e o Governo (Gidep, na sigla em inglês), que visa rastrear peças falsificadas, vem ''deixando a desejar''.

Entre 2009 e 2010, o Gidep recebeu apenas 217 relatos relativos a supostas peças falsificadas, a maioria delas vieram de apenas seis companhias. Somente 13 relatos foram fornecidos por agentes governamentais.

O documento elogia, no entanto, o Ato de Autorização de Defesa Nacional, promulgado pelo presidente Barack Obama no final do ano passado para combater a entrada de peças falsificadas no país e reduzir a terceirização de componentes de fornecedores desconhecidos.

A divulgação do relatório sobre a China se dá em um momento em que os Estados Unidos estão procurando intensificar sua estratégia de defesa para a região Ásia-Pacífico. O Departamento de Defesa também está se preparando para cortar cerca de US$ 450 bilhões (R$ 912 bilhões) de seu orçamento ao longo da próxima década.

 

Coisas que o capitalismo facilita para os cidadãos: insegurança por lucro.

Peças falsificadas chinesas são encontradas em aviões militares dos EUARelatório do Senado americano diz que 70% das mais de 1 milhão de peças suspeitas foram fabricadas na China

BBC Brasil |22/05/2012 10:01:08

 

Um grande número de aparelhos eletrônicos chineses falsificados está sendo usados em equipamentos militares americanos. A informação foi divulgada em um relatório do Senado dos Estados Unidos.

O documento trata de uma investigação realizada ao longo de um ano. Durante esse período, o Comitê do Senado das Forças Armadas descobriu que um total de 1,8 mil peças falsificadas foram usadas em aeronaves militares americanas. Das mais de 1 milhão de peças tidas como suspeitas, cerca de 70% teriam vindo da China, de acordo com o relatório.

O problema foi atribuído às limitações da rede de abastecimento de peças existente nos Estados Unidos e ao fracasso chinês em conter seu mercado ilegal. Segundo o comitê, a falha em uma peça importante pode ocasionar riscos e ameaçar a segurança nacional americana, e, além disso, acarretar custos elevados para o Departamento de Defesa.

O documento afirma que os militares americanos dependem de uma série de ''pequenos e incrivelmente sofisticados componentes'' encontrados em sistemas de visão noturna, rádios e aparelhos de GPS. A falha de uma única peça poderia colocar um soldado em risco, disse o relatório.

O comitê do Senado afirmou ainda que peças falsas foram achadas em helicópteros SH-60B utilizados pela Marinha, em aviões de carga C-130J e C-27J e no avião Poseidon P-8A da Marinha. Depois da China, as maiores fontes de peças falsificadas para aviões militares são a Grã-Bretanha, segundo o documento.

Críticas à China

O comitê fez críticas à China por fracassar em conter fabricantes de peças ilegais. Os senadores disseram ainda que o país não concedeu vistos para os políticos do comitê que pretendiam realizar investigações no país.''Em vez de reconhecer o problema e de tentar de forma agressiva interromper a ação dos falsificadores, o governo chinês tenta evitar o escrutínio'', afirmou.

Mas os senadores concluíram ainda que programas do Departamento de Defesa, como o Programa de Intercâmbio de Dados de Indústrias e o Governo (Gidep, na sigla em inglês), que visa rastrear peças falsificadas, vem ''deixando a desejar''.

Entre 2009 e 2010, o Gidep recebeu apenas 217 relatos relativos a supostas peças falsificadas, a maioria delas vieram de apenas seis companhias. Somente 13 relatos foram fornecidos por agentes governamentais.

O documento elogia, no entanto, o Ato de Autorização de Defesa Nacional, promulgado pelo presidente Barack Obama no final do ano passado para combater a entrada de peças falsificadas no país e reduzir a terceirização de componentes de fornecedores desconhecidos.

A divulgação do relatório sobre a China se dá em um momento em que os Estados Unidos estão procurando intensificar sua estratégia de defesa para a região Ásia-Pacífico. O Departamento de Defesa também está se preparando para cortar cerca de US$ 450 bilhões (R$ 912 bilhões) de seu orçamento ao longo da próxima década.

 

Coisas que o capitalismo facilita para os cidadãos: insegurança por lucro.

Peças falsificadas chinesas são encontradas em aviões militares dos EUARelatório do Senado americano diz que 70% das mais de 1 milhão de peças suspeitas foram fabricadas na China

BBC Brasil |22/05/2012 10:01:08

 

Um grande número de aparelhos eletrônicos chineses falsificados está sendo usados em equipamentos militares americanos. A informação foi divulgada em um relatório do Senado dos Estados Unidos.

O documento trata de uma investigação realizada ao longo de um ano. Durante esse período, o Comitê do Senado das Forças Armadas descobriu que um total de 1,8 mil peças falsificadas foram usadas em aeronaves militares americanas. Das mais de 1 milhão de peças tidas como suspeitas, cerca de 70% teriam vindo da China, de acordo com o relatório.

O problema foi atribuído às limitações da rede de abastecimento de peças existente nos Estados Unidos e ao fracasso chinês em conter seu mercado ilegal. Segundo o comitê, a falha em uma peça importante pode ocasionar riscos e ameaçar a segurança nacional americana, e, além disso, acarretar custos elevados para o Departamento de Defesa.

O documento afirma que os militares americanos dependem de uma série de ''pequenos e incrivelmente sofisticados componentes'' encontrados em sistemas de visão noturna, rádios e aparelhos de GPS. A falha de uma única peça poderia colocar um soldado em risco, disse o relatório.

O comitê do Senado afirmou ainda que peças falsas foram achadas em helicópteros SH-60B utilizados pela Marinha, em aviões de carga C-130J e C-27J e no avião Poseidon P-8A da Marinha. Depois da China, as maiores fontes de peças falsificadas para aviões militares são a Grã-Bretanha, segundo o documento.

Críticas à China

O comitê fez críticas à China por fracassar em conter fabricantes de peças ilegais. Os senadores disseram ainda que o país não concedeu vistos para os políticos do comitê que pretendiam realizar investigações no país.''Em vez de reconhecer o problema e de tentar de forma agressiva interromper a ação dos falsificadores, o governo chinês tenta evitar o escrutínio'', afirmou.

Mas os senadores concluíram ainda que programas do Departamento de Defesa, como o Programa de Intercâmbio de Dados de Indústrias e o Governo (Gidep, na sigla em inglês), que visa rastrear peças falsificadas, vem ''deixando a desejar''.

Entre 2009 e 2010, o Gidep recebeu apenas 217 relatos relativos a supostas peças falsificadas, a maioria delas vieram de apenas seis companhias. Somente 13 relatos foram fornecidos por agentes governamentais.

O documento elogia, no entanto, o Ato de Autorização de Defesa Nacional, promulgado pelo presidente Barack Obama no final do ano passado para combater a entrada de peças falsificadas no país e reduzir a terceirização de componentes de fornecedores desconhecidos.

A divulgação do relatório sobre a China se dá em um momento em que os Estados Unidos estão procurando intensificar sua estratégia de defesa para a região Ásia-Pacífico. O Departamento de Defesa também está se preparando para cortar cerca de US$ 450 bilhões (R$ 912 bilhões) de seu orçamento ao longo da próxima década.

 

V. SAFATLE  critica Gilson DIPP com clareza e concisão! 

Folha de São Paulo, 22/05/2012

VLADIMIR SAFATLE

Toda violação será castigada

"Toda violação dos direitos humanos será investigada." Com essa frase, Gilson Dipp, um dos integrantes da Comissão da Verdade, procurou constranger setores da esquerda que procuram levar a cabo as exigências de punição aos crimes da ditadura militar.

Trata-se de pressupor que tanto o aparato estatal da ditadura militar quanto os membros da luta armada foram responsáveis por violações dos direitos humanos. É como se a verdadeira função da Comissão da Verdade fosse referendar a versão oficial de que todos os lados cometeram excessos equivalentes, por isso o melhor é não punir nada.

No entanto o pressuposto de Dipp é da mais crassa má-fé. Na verdade, com essa frase, ele se torna, ao contrário, responsável por uma das piores violações dos direitos humanos.

Sua afirmação induz à criminalização do direito de resistência, este que -desde a Declaração dos Direitos Universais do Homem e do Cidadão- é, ao lado dos direitos à propriedade, à segurança e à liberdade, um dos quatro direitos humanos fundamentais.

Digamos de maneira clara: simplesmente não houve violação dos direitos humanos por parte da luta armada contra a ditadura. Pois ações violentas contra membros do aparato repressivo de um Estado ditatorial e ilegal não são violações dos direitos humanos. São expressões do direito inalienável de resistência.

Os resistentes franceses também fizeram atos violentos contra colaboradores do Exército alemão durante a Segunda Guerra, e nem por isso alguém teve a ideia estúpida de criminalizar suas ações.

Àqueles que se levantam para afirmar que "a guerrilha matou tal soldado, tal financiador da Operação Bandeirantes", devemos dizer:

"Tais ações não podem ser julgadas como crimes, pois elas eram ações de resistência contra um Estado criminoso e ditatorial".

O argumento de que tais grupos de luta armada queriam implementar regimes comunistas no país não muda em nada o fato de que toda ação contra um Estado ilegal é uma ação legal. O que está em questão não é o que tais grupos queriam, mas se um Estado ilegal pode criminalizar ações contra sua existência impetrada por setores da população.

Como se não bastasse, integrantes da Comissão da Verdade que dizem querer investigar ações dos grupos de resistência "esquecem" que os membros da luta armada julgados por crimes de sangue não foram anistiados. Eles apenas receberam uma diminuição das penas.

Ou seja, os únicos anistiados foram os militares, graças a uma lei que eles mesmos fizeram, sem negociação alguma com a sociedade civil.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/44262-toda-violacao-sera-castigada.shtml

 

 Perda para a Ciência Brasileira

Em: http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,engenheiro-e-morto-em-assalto...

Engenheiro é morto em assalto na porta de casa na zona sul da capital paulista

 

Não se sabe ainda se a vítima reagiu; dupla fugiu com o carro do agrônomo José Sidnei Gonçalves

 

22 de maio de 2012 | 6h 24

 

 

 

 

Ricardo Valota, do estadão.com.br

 

SÃO PAULO - Um técnico do Ministério da Agricultura foi morto a tiros, na noite de segunda-feira, 21, no Jardim da Saúde, zona sul da capital paulista, por dois assaltantes na porta de casa, localizada na Rua Vitor Costa.

 

O engenheiro agrônomo José Sidnei Gonçalves, de 55 anos, foi atacado quando chegava à residência, momento em que foi surpreendido pela dupla, que exibiu as armas, exigindo que ele entregasse as chaves do carro, um Chevrolet Astra.

 

Não se sabe se houve reação por parte do técnico, que foi baleado no tórax e morreu quando era atendido no pronto-socorro do Hospital São Paulo. Os criminosos fugiram, levando o carro da vítima, e ainda não foram identificados.

 

O latrocínio foi registrado no plantão do 16º Distrito Policial, da Vila Clementino, e deve ser investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

 

O Lattes de Jose Sidnei Gonçalves 

José Sidnei Gonçalves

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal (FCAJ) da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho-UNESP (1983) e Doutorado em Ciências Econômicas pelo Instituto de Economia (IE) da Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP (1992). Defendeu a Tese de Dotoramento " Mudar para Manter: Pseudomorfose da Agricultura Brasileira" (1997). Atualmente é Pesquisador Científico VI em regime de tempo integral do INSTITUTO DE ECONOMIA AGRÍCOLA (IEA) da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. Foca a pesquisa & desenvolvimento na área de Economia Aplicada à Agricultura, com ênfase na Análise do Desempenho Setorial e Políticas Públicas à luz da Teoria Econômica e da História Econômica, abarcando, principalmente, os temas: desenvolvimento economico, orçamento público, instrumentos de políticas governamentais, competitividade setorial, progresso técnico e estrutura de mercado e formação de preços.
(Texto informado pelo autor)

Última atualização do currículo em 04/03/2012
Endereço para acessar este CV:
http://lattes.cnpq.br/5113712085484221

Dados pessoaisNomeJosé Sidnei GonçalvesNome em citações bibliográficasGONÇALVES, J. S.SexoMasculinoEndereço profissionalInstituto de Economia Agrícola.
Av. Miguel Stéfano, 3900
Água Funda
04301-903 - Sao Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 50670470 Fax: (11) 50734062
URL da Homepage: www.iea.sp.gov.br

Formação acadêmica/Titulação1989 - 1992Doutorado em Ciência Econômica (Conceito CAPES 5) .
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: MUDAR PARA MANTER: Análise do processo de pseudomorfose da agricultura brasileira, Ano de Obtenção: 1997.
Orientador: Waldir José de Quadros.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico .
Palavras-chave: Desenvolvimento Economico; Questão Agrária; Economia Política; Estrutura de Mercado; História Econômica; Progresso Técnico.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Produção Florestal, Pesca e Aqüicultura; Indústrias de Transformação; Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados.
1978 - 1983Graduação em Engenharia Agronômica .
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

Atuação profissional INSTITUTO DE ECONOMIA AGRÍCOLA.Vínculo institucional 1976 - AtualVínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: PESQUISADOR CIENTÍFICO VI, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.Outras informaçõesAuxiliar de Engenheiro Agrônomo de 8/12/1976 a 17/06/1983 Assistente Técnico de Direção de 18/06/1983 a 13/02/1989 Diretor Técnico de Divisão de 14/02/1989 a 18/02/1991 Engenheiro Agrônomo de 19/02/1991 a 13/07/1992 Pesquisador Científico em regime de tempo integral de 14/07/1992 em diante.Atividades 11/2010 - AtualDireção e administração, GRUPO SETORIAL DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS PÚBLICAS DA SAA, .  Cargo ou função
COORDENADOR DO GRUPO SETORIAL DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS PÚBLICAS DA SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO CRIADO PELO DECRETO Nº 56.149, DE 31 DE AGOSTO DE 2010, DESIGNADO PELA RESOLUÇÃO SAA N 54 DE 1-11-2010.12/1976 - AtualPesquisa e desenvolvimento , INSTITUTO DE ECONOMIA AGRÍCOLA-IEA-APTA, .  Linhas de pesquisa
ECONOMIA REGIONAL, DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL E AGRICULTURA
ECONOMIA POLÍTICA E TEORIA ECONÔMICA
GESTÃO GOVERNAMENTAL, ORÇAMENTO PÚBLICO E ORGANIZAÇÕES ESTATAIS
ESTRUTURA DE MERCADO E FORMAÇÃO DE PREÇOS
PROGRESSO TÉCNICO E COMPETITIVIDADE SETORIAL
ECONOMIA E COMÉRCIO INTERNACIONAL
POLÍTICAS PUBLICAS PARA A AGRICULTURA
AGRICULTURA, DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E MEIO AMBIENTE
10/2008 - 10/2010Conselhos, Comissões e Consultoria, GABINETE DA SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO, .  Cargo ou função
PRESIDENTE DA COMISSÃO ESTUDOS ESTRATÉGICOS DA AGRICULTURA DA ASSESSORIA TÉCNICA DO GABINETE DO SECRETÁRIO DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO, NA FORMA DA RESOLUÇÃO SAA - 53, DE 16-10-2008. 05/2000 - 05/2004Direção e administração, AGÊNCIA PAULISTA DE TECNOLOGIA DOS AGRONEGÓCIOS-APTA, .  Cargo ou função
COORDENADOR TÉCNICO.09/1999 - 04/2000Direção e administração, COORDENADORIA DE PESQUISA DOS AGRONEGÓCIOS, .  Cargo ou função
COORDENADOR TÉCNICO.07/1999 - 08/1999Direção e administração, SECRETARIA EXECUTIVA DO CONSELHO SUPERIOR DE PESQUISA AGROPECUÁRIA, .  Cargo ou função
COORDENADOR TÉCNICO.06/1999 - 07/1999Direção e administração, SECRETARIA EXECUTIVA DO CONSELHO SUPERIOR DE PESQUISA AGROPECUÁRIA, .  Cargo ou função
ASSISTENTE TÉCNICO DE DIREÇÃO.04/1999 - 05/1999Direção e administração, SECRETARIA EXECUTIVA DO CONSELHO SUPERIOR DE PESQUISA AGROPECUÁRIA, .  Cargo ou função
COORDENADOR TÉCNICO.06/1998 - 03/1999Direção e administração, SECRETARIA EXECUTIVA DO CONSELHO SUPERIOR DE PESQUISA AGROPECUÁRIA, .  Cargo ou função
ASSISTENTE TÉCNICO DE DIREÇÃO.11/1996 - 10/1997Direção e administração, GABINETE DA SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO, .  Cargo ou função
ASSISTENTE TÉCNICO DE GABINETE.02/1989 - 02/1991Direção e administração, INSTITUTO DE ECONOMIA AGRÍCOLA-IEA-APTA, .  Cargo ou função
DIRETOR TÉCNICO DE DIVISÃO.12/1988 - 01/1989Direção e administração, COORDENADORIA DA PESQUISA AGROPECUÁRIA, .  Cargo ou função
COORDENADOR TÉCNICO.06/1983 - 12/1988Direção e administração, COORDENADORIA DA PESQUISA AGROPECUÁRIA, .  Cargo ou função
ASSISTENTE TÉCNICO DE DIREÇÃO.

Linhas de Pesquisa1.ECONOMIA REGIONAL, DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL E AGRICULTURA Objetivos: estudar os movimentos espaciais do desenvolvimento da agricultura enquanto setor econômico intrinsecamente associado ao espaço geográfico, tendo portanto rebatimentos territoriais relevantes, exigindo para sua compreensão não apenas uma sólida base de economia regional como também abordagens territoriais diferenciadas da ótica das políticas públicas.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Regional e Urbana.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal; Indústrias de Transformação; Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados.
Palavras-chave: Economia Regional; Financiamento do Desenvolvimento; Economia Política; Agricultura Paulista; Questão Agrária; Políticas Públicas. 2.ECONOMIA POLÍTICA E TEORIA ECONÔMICA Objetivos: refletir sobre o processo de transformação da economia e da sociedade bem como sobre as inovações conceituais produzidas no campo da teoria econômica com o intuito de ampliar a compreensão das mudanças estruturais.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal; Indústrias de Transformação; Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados.
Palavras-chave: Desenvolvimento Economico; Economia Política; Financiamento do Desenvolvimento; História Econômica; Questão Agrária; Questão Social. 3.GESTÃO GOVERNAMENTAL, ORÇAMENTO PÚBLICO E ORGANIZAÇÕES ESTATAIS Objetivos: buscar compreender os elementos determinantes da gestão governamental, as lógicas micro e macro orçamentárias, o comportamento temporal dos dispêndios públicos, os indicadores de desempenho e de esforço das instituições públicas bem como as formas de organização estatal, além de analisar a metamorfose dos papeis governamentais e as mudanças institucionais face o processo de desenvolvimento econômico..
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo.
Setores de atividade: Administração Pública, Defesa e Seguridade Social; Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal; Indústrias de Transformação.
Palavras-chave: orçamento público; Políticas Públicas; Financiamento do Desenvolvimento; Cooperativismo Agrícola; Desenvolvimento Economico; Economia Política. 4.ESTRUTURA DE MERCADO E FORMAÇÃO DE PREÇOS Objetivos: analisar as transformações dos mercados de produtos da agricultura no plano interno e do mercado internacional, verificando os mecanismos de coordenação vertical, as alterações institucionais, os comportamentos dos fluxos físicos e monetários, os padrões de qualidade e de agregação de valor e os movimentos de preços e quantidades no curto, médio e longo prazos.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Regional e Urbana.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal; Indústrias de Transformação.
Palavras-chave: Comércio Exterior; Competitividade Setorial; Cooperativismo Agrícola; Economia Internacional; Estrutura de Mercado; Formação de Preços. 5.PROGRESSO TÉCNICO E COMPETITIVIDADE SETORIAL Objetivos: analisar a produção, transferência e adoção de conhecimento na agricultura, os impactos dos processos de inovações, a qualidade e intensidade das contribuições das instituições de pesquisa científica e tecnológica para forjar a competitividade setorial da agricultura no plano interno e no contexto internacional..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal; Indústrias de Transformação.
Palavras-chave: Progresso Técnico; Políticas Públicas; Produtividade Agrícola; orçamento público; Competitividade Setorial; Agricultura Paulista. 6.ECONOMIA E COMÉRCIO INTERNACIONAL Objetivos: estudar a inserção das agriculturas paulista e brasileira no mercado internacional tendo em conta os corolários dessa vinculação na estrutura produtiva e na estrutura de mercado e formação de preços.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Internacional.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal; Indústrias de Transformação; Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados.
Palavras-chave: Competitividade Setorial; Comércio Exterior; Economia Internacional; Estrutura de Mercado; Formação de Preços; Financiamento do Desenvolvimento. 7.POLÍTICAS PUBLICAS PARA A AGRICULTURA Objetivos: analisar a estrutura e as mudanças das políticas públicas para a agricultura no processo de desenvolvimento econômico na verificação caomparada de experiências internacionais, nacionais e, dentro do Brasil, entre as várias unidades da federação.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal; Indústrias de Transformação; Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados.
Palavras-chave: Políticas Públicas; Progresso Técnico; Questão Agrária; Desenvolvimento Economico; Economia Política; Financiamento do Desenvolvimento. 8.AGRICULTURA, DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E MEIO AMBIENTE Objetivos: analisar o processo de transformação da agricultura frente as tranformações derivadas do desenvolvimento econômico tendo em conta os reflexos na apropriação da natureza.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Regional e Urbana.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal; Indústrias de Transformação; Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados.
Palavras-chave: Desenvolvimento Economico; Economia Política; História Econômica; legislação ambiental; Progresso Técnico; Questão Agrária.

Membro de corpo editorial1983 - 1989Periódico: Revista Comunicação da Pesquisa Agropecuária1989 - 1991Periódico: Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 R1989 - 1991Periódico: Informações Econômicas (Impresso)1990 - 1990Periódico: Série Informações Estatísticas da Agricultura - Série IEA1993 - 1996Periódico: Coleção de Estudos Agrícolas ISSN 0104-60551995 - 1997Periódico: Revista de Economia e Sociologia Rural (Impresso)1996 - 1998Periódico: Coleção Cadeias de Produção2000 - 2004Periódico: Série Ação APTA2000 - 2004Periódico: Série Discussão APTA

Revisor de periódico1991 - AtualPeriódico: Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 R1991 - AtualPeriódico: Informações Econômicas (Impresso)1988 - 1988Periódico: Revista Ciência e Cultura1993 - AtualPeriódico: Revista de Economia e Sociologia Rural (Impresso)2006 - 2009Periódico: São Paulo em Perspectiva (Impresso)2007 - AtualPeriódico: Revista de Organizações Rurais e Agroindsutriais2003 - 2005Periódico: Revista Ciência em Extensão2008 - 2009Periódico: Revista Economia Ensaios2008 - AtualPeriódico: Análises e Indicadores do Agronegócio2009 - 2010Periódico: Revista Pesquisa Agropecuária Tropical

Áreas de atuação1.Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas. 2.Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais. 3.Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Regional e Urbana. 4.Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Internacional. 5.Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico. 6.Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Teoria Econômica.

IdiomasEspanholFala Razoavelmente, Lê Bem.InglêsLê Bem.FrancêsLê Razoavelmente.

Prêmios e títulos1983Prêmio COOPERCANA, FCAVJ/UNESP.

Produção em C,T & A Produção bibliográfica Artigos completos publicados em periódicos1.GONÇALVES, J. S. ; GONCALVES, Sheila P. . AC02-1 Remuneração econômica da manutenção de vegetação nativa em propriedades rurais: uma nova fronteira da atuação das políticas públicas de estímulo à preservação ambiental. Informações Econômicas (Impresso), v. 41, p. 37-51, 2011.2.GARCIA, V.A ; GONÇALVES, J. S. ; RODRIGUES, D.S. ; NOMURA, E.S. ; DAMATTO JR, E.R. ; FUZITANI, E. J. . AC08-1 Comportamento e percepções dos consumidores de palmito em supermercados da Grande São Paulo. Informações Econômicas (Impresso), v. 41, p. 5-12, 2011.3.GONÇALVES, J. S. . AC11-1 Regionalidade e matricialidade do orçamento público compatibilizam maior transparência para sociedade com melhor eficiência alocativa. Informações Econômicas (Impresso), v. 48, p. 21-34, 2011.4.GONÇALVES, J. S. . AC12-1 Políticas públicas para agricultura paulista: consistência institucional derivada da garantia da alocação de recursos orçamentários. Informações Econômicas (Impresso), v. 48, p. 31-38, 2011.5.GONÇALVES, J. S. . AC04-1 Circuito da pecuária moderna e a nova sistemática de cobrança da tributação do valor adicionado com base no princípio da origem. Informações Econômicas (Impresso), v. 40, p. 21-31, 2010.6.GONÇALVES, J. S. ; FERREIRA, L.G.S . AC08-1 Dívida do credito rural e fracasso dos resultados das sucessivas renegociações: análise da inadimplência do fundo de expansão do agronegócio paulista (FEAP). Informações Econômicas (Impresso), v. 40, p. 40-61, 2010.7.GONÇALVES, J. S. . AC10-1 Formulação e execução da política de seguro da agricultura do Estado de São Paulo: do seguro obrigatório do algodão à subvenção do prêmio. Informações Econômicas (Impresso), v. 40, p. 33-49, 2010.8.GONÇALVES, J. S. ; ANGELO, J. A. ; SOUZA, S. A. M. . AC02-1 Economias regionais paulistas no período 2005-2007: desconcentração na agropecuária com concentração na agricultura revelando diferenças estruturais.. Informações Econômicas (Impresso), v. 39, p. 45-54, 2009.9.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . AC05-1 Evolução do comércio exterior da agricultura paulista e brasileira no período 1997-2008. Informações Econômicas (Impresso), v. 39, p. 5-15, 2009.10.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . AC06-1 Composição do comércio exterior da agricultura paulista e brasileira no período 1997-2008. Informações Econômicas (Impresso), v. 39, p. 5-17, 2009.11.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC08-1 Agricultura paulista: esgotamento da fronteira de expansão e papel das exportações nas mudanças estruturais.. Informações Econômicas (Impresso), v. 39, p. 27-41, 2009.12.GONCALVES, Sheila P. ; NEVES, E. M. ; GONÇALVES, J. S. . AC09-1 Exportações paulistas e brasileiras da cadeia de produção de cana para índústria no período 1997-2008.. Informações Econômicas (Impresso), v. 39, p. 84-97, 2009.13.GONÇALVES, J. S. ; FERREIRA, L.G.S . AC12-1 Seguro da sanidade: Expansão em uma realidade de doenças.. Agroanalysis (FGV), v. 29, p. 44-45, 2009.14.GONÇALVES, J. S. . AC12-2 Transformações da agricultura e aumento da complexidade setorial: necessidade de aprimoramento dos indicadores econômicos. São Paulo em Perspectiva (Impresso), v. 23, p. 78-92, 2009.15.GONÇALVES, J. S. ; RAMOS, S. F. . AC01-2 Algodão brasileiro 1985-2005: surto de importação desencadeia mudanças estruturais na produção.. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 54-64, 2008.16.GONÇALVES, J. S. ; RAMOS, S. F. . AC02-1 Da origem à hegemonia e crise do algodão meridional brasileiro no século XX. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 25-41, 2008.17.GONÇALVES, J. S. ; FEITOSA, F. P. ; FERREIRA, C. R. R. P. T. ; MORAES, W. S. . AC07-1 Evolução dos padrões sazonais dos preços recebidos pelos bananicultores paulistas 1973-2007.. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 17-23, 2008.18.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . AC09-3 Índice quadrissemanal de preços recebidos pela agropecuária paulista - IqPR e seu comportamento em 2007. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 22-34, 2008.19.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC07-2 Efeito reverso: impactos da política norte-americana de biocombustíveis sobre os preços de alimentos no Brasil.. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 52-67, 2008.20.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC08-1 Algodão dos cerrados e a necessidade de configurar mecanismos de sustentabilidade de longo prazo.. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 7-22, 2008.21.GONÇALVES, J. S. ; FERREIRA, C. R. R. P. T. ; SOUZA, S. A. M. . AC08-2 Produção nacional de fertilizantes, o processo de desconcentração regional e a maior dependência externa. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 79-91, 2008.22.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC09-1 Comércio exterior no período 1997-2007: o que importa para a agricultura. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 7-13, 2008.23.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; FERREIRA, C. R. R. P. T. . AC09-2 Financiamento da produção agropecuária e uso de fertilizantes no Brasil no período 1950-2006. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 14-21, 2008.24.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC11-1 Importância do câmbio e da guerra fiscal na construção da cotonicultura dos cerrados. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 7-15, 2008.25.GONÇALVES, J. S. ; GONCALVES, S. P. . AC01-1 Transformações da produção do algodão brasileiro e os impactos nas paridades de preços no mercado interno. Revista Economia Ensaios, v. 23, p. 1-26, 2008.26.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC02-2 Agricultura continental brasileira: contribuição para refletir sobre sua diversidade numa totalidade complexa.. Revista Tecnologia e Inovação Agropecuária, v. 1, p. 9-15, 2008.27.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC05-1 Contaminação de alimentos. Agroanalysis (FGV), v. 28, p. 41-42, 2008.28.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . AC04-1 Comércio externo do pescado industrializado, Brasil, 1996-2006. Informações Econômicas (Impresso), v. 37, p. 19-27, 2007.29.GONÇALVES, J. S. . AC08-1 Crescimento do produto e conteúdo da produtividade na agropecuária brasileira do período 1975-2003.. Informações Econômicas (Impresso), v. 37, p. 30-40, 2007.30.GONÇALVES, J. S. ; MACHADO, R. S. . AC09-2 Consumo e hierarquia dos relativos de preços de proteína animal no Brasil, 1997-2006.. Informações Econômicas (Impresso), v. 37, p. 33-40, 2007.31.GONÇALVES, J. S. . AC09-1 Impactos do fracasso das políticas estaduais de revitalização da pequena e média cotonicultura. Informações Econômicas (Impresso), v. 37, p. 53-70, 2007.32.GONÇALVES, J. S. ; RAMOS, S. F. . AC10-1 Inovações tecnológicas e padrão de financiamento nos mega-algodoais dos cerrados brasileiros: mudança de paradigma e exclusão produtiva. Informações Econômicas (Impresso), v. 37, p. 27-36, 2007.33.GONÇALVES, J. S. ; FERREIRA, C. R. R. P. T. . AC11-1 Evolução e sazonalidade do consumo de fertilizantes no Brasil e nas unidades da federação no período 1987-2005.. Informações Econômicas (Impresso), v. 37, p. 7-14, 2007.34.GONÇALVES, J. S. . AC01-1 Feijão: produtividade e consumo. Agroanalysis (FGV), v. 27, p. 3-14, 2007.35.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . AC01-1 Balança comercial dos agronegócios brasileiros no período 1997-2004: diferenças entre os resultados em dólar e em real.. Informações Econômicas (Impresso), v. 36, p. 7-25, 2006.36.GONÇALVES, J. S. . AC02-1 Inserção da dimensão da regionalidade nas estrutura orçamentária do Governo do Estado de São Paulo. Informações Econômicas (Impresso), v. 36, p. 72-86, 2006.37.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. . AC08-1 Exportações dos agronegócios mostram elevado conteúdo tecnológico e reduzida agregação de valor pela transformação agroindustrial, Brasil 1997-2004. Revista Brasileira de Comércio Exterior, v. 20, p. 43-51, 2006.38.GONÇALVES, J. S. . AC04-1 Renda agropecuária paulista 1995-2004: negação da tendência secular à insignificância e discrepâncias de indicadores.. Informações Econômicas (Impresso), v. 36, p. 38-57, 2006.39.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . AC07-2 Exportações brasileiras da cadeia de produção de aves no período 2000-2005: origem, destino e agregação de valor. Informações Econômicas (Impresso), v. 36, p. 32-47, 2006.40.OJIMA, A. L. R. O. ; GONÇALVES, J. S. . AC07-1 Avaliação do desempenho do valor da produção da agropecuária paulista, período 1995-2004. Informações Econômicas (Impresso), v. 36, p. 62-75, 2006.41.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . AC09-1 Dinamismo no crescimento das exportações brasileiras de carne bovina e a ameaça da aftosa.. Informações Econômicas (Impresso), v. 36, p. 31-41, 2006.42.GONÇALVES, J. S. ; CASTANHO FILHO, E. P. . AC09-2 Obrigatoriedade da reserva legal e impactos na agropecuária paulista. Informações Econômicas (Impresso), v. 36, p. 72-84, 2006.43.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC12-1 Fruta da paixão: panorama econômico do maracujá no Brasil. Informações Econômicas (Impresso), v. 36, p. 29-36, 2006.44.GONÇALVES, J. S. ; CASTANHO FILHO, E. P. . AC07-3 Reserva Legal: impactos à agropecuária paulista.. Agroanalysis (FGV), v. 26, p. 44-46, 2006.45.GONÇALVES, J. S. . AC08-2 Os preços da crise. Agroanalysis (FGV), v. 26, p. 14-16, 2006.46.  GONÇALVES, J. S. . AC04-1 Agricultura sob a égide do capital financeiro: passo rumo ao aprofundamento do desenvolvimento dos agronegócios. Informações Econômicas (Impresso), v. 35, p. 7-36, 2005.47.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; RESENDE, J. V. ; VEGRO, C. L. R. . AC07-1 Novos títulos financeiros do agronegócio e o novo padrão do financiamento. Informações Econômicas (Impresso), v. 35, p. 63-90, 2005.48.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC09-1 Desempenho da Balança Comercial dos Agronegócios sob a Ótica dos Grupos de Cadeias de Produção, Brasil, 1997-2004.. Informações Econômicas (Impresso), v. 35, p. 7-16, 2005.49.GONÇALVES, J. S. . AC12-1 Dinâmica da agropecuária paulista no contexto das transformações da sua agricultura.. Informações Econômicas (Impresso), v. 35, p. 65-98, 2005.50.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . AC03-1 Agronegócios brasileiros no mercado internacional em 2004: recordes dos indicadores de transações comerciais. Informações Econômicas (Impresso), São Paulo, v. 35, n. 3, p. 44-50, 2005.51.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . AC06-1 Balança Comercial dos Agronegócios Brasileiros: comportamento positivo no primeiro trimestre de 2005. Informações Econômicas (Impresso), São Paulo, v. 35, n. 6, p. 45-52, 2005.52.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . AC06-2 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas:continuidade dos saldos crescentes no primeiro trimestre de 2005. Informações Econômicas (Impresso), São Paulo, v. 52, n. 6, p. 53-61, 2005.53.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . AC01-2 Comércio Exterior dos Agronegócios Brasileiros 1997-2003:crescimento dos saldos comerciais e a agregação de valor. Informações Econômicas (Impresso), São Paulo, v. 35, n. 1, p. 45-49, 2005.54.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . AC03-2 Desempenho do Comércio Exterior Paulista em 2004: agronegócios garantem superávit da balança comercial. Informações Econômicas (Impresso), IEA, v. 35, n. 3, p. 56-62, 2005.55.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. . AC10-2 Menor Participação dos Agronegócios e do Estado de São Paulo nas Exportações Brasileiras até Julho de 2005. Informações Econômicas (Impresso), IEA/São Paulo, v. 35, n. 10, p. 72-79, 2005.56.GONÇALVES, J. S. ; COELHO, P.J. ; SOUZA, S. A. M. . AC01-1Dinamismo Setorial e Crescimento da Receita Agropecuária Paulista no Qüinqüênio 1999-2003. Informações Econômicas (Impresso), v. 35, p. 7-22, 2005.57.GONÇALVES, J. S. . AC02-1 Agricultura e modo de vida num bairro rural no polígono das secas: realidade social e degradação ambiental em agrupamentos rurais da Chapada Diamantina Baiana em 2004.. Informações Econômicas (Impresso), v. 35, p. 45-48, 2005.58.GONÇALVES, J. S. . AC10-1 Qualidade certificada e rastreada como determinante da competitividade da agricultura: análise setorial como insumo do processo produtivo. Informações Econômicas (Impresso), v. 35, p. 63-71, 2005.59.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC11-1 Preços estimuladores formam expectativas de maior área plantada na safra de feijão das águas 2005/06. Informações Econômicas (Impresso), v. 35, p. 49-56, 2005.60.GONÇALVES, J. S. ; JUNQUEIRA, J. R. C. M. ; BARROS FILHO, Silvio de . AC07-1 Conhecimento para o desenvolvimento: uma análise da evolução dos investimentos na pesquisa pública paulista para os agronegócios 1957-2003. Informações Econômicas (Impresso), v. 34, p. 58-90, 2004.61.GONÇALVES, J. S. ; JUNQUEIRA, J. R. C. M. . AC08-1 Propriedade intelectual como fonte de financiamento de P&D: compatibilização de dispositivos da constituição paulista com a irradiação da inovação tecnológica ao sistema produtivo dos agronegócios estaduais. Informações Econômicas (Impresso), v. 34, p. 51-80, 2004.62.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC12-1 Gestão de Ações Governamentais de Combate à Desnutrição Infantil: Poder de Compra e Formação de Preços em uma Década de Distribuição de Leite pelo Governo Paulista.. Informações Econômicas (Impresso), v. 34, p. 57-77, 2004.63.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. . AC12-2 Comércio Exterior dos Agronegócios Brasileiros: desempenho dos principais grupos de cadeias de produção, 1997-2003. Informações Econômicas (Impresso), São Paulo, v. 34, n. 12, p. 47-57, 2004.64.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . AC08-1 Comércio Exterior dos Agronegócios Paulistas com Saldos Comerciais Crescentes no Período 1999-2003. Informações Econômicas (Impresso), São Paulo, v. 34, n. 8, p. 41-48, 2004.65.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . AC10-1 Desconcentração Regional da Renda Agropecuária Paulista no Período 1999-2003. Informações Econômicas (Impresso), São Paulo, v. 34, n. 10, p. 57-71, 2004.66.GONÇALVES, J. S. ; JUNQUEIRA, J. R. C. M. . AC05-1 Ciência e tecnologia no Governo do Estado de São Paulo: análise da estrutura legal e do perfil dos investimentos da lei orçamentária anual em 2004.. Informações Econômicas (Impresso), v. 34, p. 81-103, 2004.67.GONÇALVES, J. S. . AC07-2 Carmas da questão agrária: movimentos sobre falsos dualismos gerando falsos paradigmas. Informações Econômicas (Impresso), v. 34, p. 41-44, 2004.68.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; SILVEIRA, Sonia M. da ; BARROS FILHO, Silvio de . AC01-1 Distribuição da Malha Viária Rural e da Produção Agropecuária Municipal no Estado De São Paulo. Informações Econômicas (Impresso), v. 33, p. 41-91, 2003.69.GONÇALVES, J. S. . AC07-1 Competitividade da agricultura no mercado mundial globalizado: as idéias de Porter e a realidade de iniqüidades. Informações Econômicas (Impresso), v. 33, p. 16-36, 2003.70.GONÇALVES, J. S. . AC11-1 Crise agrária no desenvolvimento capitalista: fugindo da aparência em busca da essência. Informações Econômicas (Impresso), v. 33, p. 61-87, 2003.71.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC08-1 Manutenção da Infra-Estrutura Viária e o Orçamento Municipal de 2001: uma análise do comprometimento das receitas nos municípios paulistas. Informações Econômicas (Impresso), v. 33, p. 31-94, 2003.72.GONÇALVES, J. S. . AC01-1 Organizações Estaduais de Pesquisa Como Projeto Nacional: Pesquisa Local para Competitividade Global do Agronegócio Brasileiro. Informações Econômicas (Impresso), v. 32, p. 79-99, 2002.73.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC04-1 Desenvolvimento e Mudança Estrutural: Uma Leitura Não Estática do Processo de Transformação. Informações Econômicas (Impresso), v. 32, p. 7-19, 2002.74.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC01-1 Agronegócio no Vale do Ribeira: caracterização da realidade e proposta de intervenção numa região carente. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 31, n. 1, p. 39-50, 2001.75.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC02-1 Receita gerada pelo agronegócio: o imposto de circulação de mercadorias e serviços no Estado de São Paulo. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 31, n. 2, p. 33-35, 2001.76.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . AC02-1 Financiamento do agronegócio: um crédito ao futuro. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 31, n. 2, p. 47-56, 2001.77.GONÇALVES, J. S. . AC02-1 Agronegócio como negócio do município: diretrizes para o progresso local no interior paulista. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 31, n. 2, p. 55-58, 2001.78.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . AC07-1 Café de família: lavoura competitiva de alta produtividade e qualidade superior. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 31, n. 7, p. 7-17, 2001.79.MEIRELLES, J. C. S. ; GONÇALVES, J. S. . AC10-1 Política de aproveitamento de resíduos ou de recursos produtivos ainda não utilizados: reciclando o velho modelo agrário de produção. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 30, n. 10, p. 17-24, 2000.80.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC11-1 Heterogeneidade e competitividade: o significado dos conceitos frente ao mosaico de disparidades da agricultura brasileira. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 30, n. 11, p. 35-50, 2000.81.GONÇALVES, J. S. . AC01-1 A problemática da cotonicultura no Brasil. Revista Textília Têxteis Interamericanos, SÃO PAULO-SP, v. -, n. 36, p. 36-45, 2000.82.VICENTE, J. R. ; ALMEIDA, L. D. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC01-2 Impactos da geração de tecnologia pela pesquisa paulista: o caso do feijão Carioca. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 46, n. 1, p. 41-52, 2000.83.GONÇALVES, J. S. . AC01-1 Agricultura Brasileira: Globalização e Integração no Mercosul. Revista Travessia, SÃO PAULO-SP, v. 33, n. 1, p. 38-41, 1999.84.GONÇALVES, J. S. . AC01-3 Câmbio na Agricultura: Reflexos da Desvalorização. Revista Indicadores Econômicos FEE, PORTO ALEGRE-RS, v. 27, n. 1, p. 108-118, 1999.85.BESEN, G. M. V. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; URBAN, M. L. P. . AC01-4 Competitividade e Produtividade das Algodoeiras e das Fiações do Sul-Sudeste do Brasil. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 45, n. 1, p. 1-46, 1999.86.ESCOBAR, M. R. ; GONÇALVES, J. S. ; CARDOSO, J. L. . AC01-5 Diferenças e Similaridades entre Segmentos do Complexo Citrícola Paulista. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 45, n. 1, p. 59-88, 1999.87.GONÇALVES, J. S. . AC01-2 Avanço da mecanização da colheita e da exclusão social na produção canavieira paulista nos anos 90. Cadernos de Ciência & Tecnologia, BRASÍLIA-DF, v. 16, n. 1, p. 67-86, 1999.88.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC03-1 Proibição da Queima de Cana no Estado de São Paulo: simulação dos efeitos na área cultivada e no emprego. Informações Econômicas (Impresso), v. 28, n. 3, p. 21-40, 1998.89.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC03-1 Retomada do Cultivo do Algodão no Extremo Oeste Paulista. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 3, p. 66-73, 1998.90.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC04-1 Modernização da Produção Agropecuária Brasileira e o Velho Dilema da Superação da Agricultura Itinerante. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 4, p. 7-18, 1998.91.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC04-2 Situação e Perspectivas da Cotonicultura do Cone Sul. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 4, p. 49-54, 1998.92.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC05-1 Estrutura Atropelando a Conjuntura: os problemas da comercialização do algodão brasileiro na safra 1997/98. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 5, p. 49-53, 1998.93.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC05-2 Porque o Chile Exporta mais Frutas Frescas que o Brasil?. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 5, p. 54-57, 1998.94.PEREZ, L. H. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC06-1 :Substituição da Maçã Importada pela Nacional alterações na sazonalidade de preços e quantidades. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 6, p. 7-24, 1998.95.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC06-1 Gangorra de Preços: a produção e o abastecimento de feijão na safra 1997/98. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 6, p. 60-64, 1998.96.GONÇALVES, J. S. . AC07-1 Mecanismos de Integração Vertical na Cadeia de Produção de Carne Bovina: uma breve discussão da importância e dos obstáculos ao seu desenvolvimento no Brasil. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 7, p. 27-32, 1998.97.GONÇALVES, J. S. . AC08-1 Formas de Superação dos limites à expansão da agricultura brasileira.. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 8, p. 25-28, 1998.98.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC08-2 Reestruturação Produtiva e redução do nível de emprego: o caso da agroindútria textil no Brasil no período1990-96. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 8, p. 49-58, 1998.99.GONÇALVES, J. S. . AC04-1 Crise do algodão brasileiro pós abertura dos anos 90 e as condicionantes da retomada da expansão em bases competitivas. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO- SP, v. 27, n. 4, p. 7-25, 1997.100.ESCOBAR, M. R. ; GONÇALVES, J. S. ; CARDOSO, J. L. . AC10-1 Macã Brasileira: as dificuldades do ajustamento. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 27, n. 10, p. 13-24, 1997.101.  GONÇALVES, J. S. ; VEIGA FILHO, Alceu A. . AC03-1 Ruy Miller Paiva, O Pioneiro: Suas idéias, seu tempo e seu lugar. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), São Paulo, v. 43, n. 3, p. 9-34, 1996.102.GONÇALVES, J. S. . AC01-1 Salário, Emprego, Modernização e Sazonalidade na Agricultura: as contradições do processo excludente do desenvolvimento brasileiro. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 26, n. 1, p. 23-38, 1996.103.MAIA, Maria L. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; AMARO, Antonio. A. . AC02-1 Produção e Comercialização de Pera e Pessego no Brasil. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 26, n. 2, p. 33-48, 1996.104.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . AC04-1 Gastos do Consumidor Paulistano com Alimentação e com Frutas numa Década de Planos Econômicos (1985-1995). Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 26, n. 4, p. 69-76, 1996.105.GONÇALVES, J. S. . AC01-5 Analise da agricultura brasileira no Mercosul e no mercado internacional. Revista Paranaense de Desenvolvimento, CURITIBA-PR, v. -, n. 88, p. 69-106, 1996.106.MAIA, Maria L. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; AMARO, Antonio. A. . AC01-4 Produção e Comercialização de Frutas Cítricas no Brasil. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 43, n. 1, p. 67-93, 1996.107.GONÇALVES, J. S. ; MAIA, Maria L. ; SOUZA, S. A. M. ; AMARO, Antonio. A. . AC01-3 Competitividade do Complexo Produtivo da Uva de Mesa Brasileira. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 43, n. 1, p. 1-42, 1996.108.GONÇALVES, J. S. ; MAIA, Maria L. ; SOUZA, S. A. M. ; AMARO, Antonio. A. . AC01-2 Produção, Mercado e Inserção Internacional da Maçã Brasileira. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 43, n. 1, p. 43-94, 1996.109.GONÇALVES, J. S. . AC06-1 Políticas Públicas para a Agricultura: Necessidade de um Novo "Recorte". Informações Econômicas (Impresso), v. 26, p. 1-3, 1996.110.  GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . AC01-1 Agricultura no processo de desenvolvimento: Uma crítica à formulação tradicional. Agricultura em São Paulo, São Paulo, v. 41, n. 2, p. 29-56, 1995.111.  GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; AMARO, Antonio. A. ; MAIA, Maria L. . AC03-1 Competitividade dos Complexos Produtivos de Frutas e Hortaliças: Discussão sob a ótica da inserção brasileira. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), São Paulo, v. 42, n. 3, p. 117-162, 1995.112.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . AC03-4 Estudo das Mudanças na Distribuição Regional e na Composição da Area Agrícola Brasileira no Período 1970-93. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 25, n. 3, p. 19-48, 1995.113.GONÇALVES, J. S. . AC02-3 Da Posse ao Fundo do Poço: migração sazonal de lavradores da Chapada Diamantina do Estado da Bahia para trabalhar na construção civil paulistana. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 25, n. 2, p. 75-90, 1995.114.GONÇALVES, J. S. . AC04-1 Tributação e Desenvolvimento Econômico: aspectos gerais da metamorfose dos sistemas tributários. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 25, n. 4, p. 43-54, 1995.115.FONSECA, M. G. D. ; GONÇALVES, J. S. . AC06-1 Financiamento do Investimento da Agroindústria e Agropecuaria: análise de dois planos governamentais recentes. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 25, n. 6, p. 31-`47, 1995.116.GONÇALVES, J. S. . AC10-2 Debate Sobre a Crise da Agricultura: crise do significado e entendimento do significado setorialista. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 25, n. 10, p. 93-102, 1995.117.URBAN, M. L. P. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; BESEN, G. M. V. . AC10-1 Abrindo o Fardo de Algodão: caracterização dos efeitos da crise da cotonicultura no Centrosul Brasileiro. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 25, n. 10, p. 33-60, 1995.118.URBAN, M. L. P. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; BESEN, G. M. V. . AC11-1 Estado e Produção Textil: uma discussão de políticas públicas. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 25, n. 11, p. 37-67, 1995.119.URBAN, M. L. P. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; BESEN, G. M. V. . AC12-1 Desenvolvimento da Produção de Texteis de Algodão no Brasil. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO, v. 25, n. 12, p. 11-28, 1995.120.GONÇALVES, J. S. . AC11-2 Crise da Pesquisa Agropecuária e Recursos Humanos. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 25, n. 11, p. 99-104, 1995.121.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . AC11-3 Tamanho do Mercado Internacional de Frutas Frescas, 1989-93. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 25, n. 11, p. 89-93, 1995.122.GONÇALVES, J. S. . AC12-2 Desenvolvimento e Crises da Pesquisa Agropecuária Paulista: é preciso mudar para poder continuar fazendo. Informações Econômicas (Impresso), SÀO PAULO-SP, v. 25, n. 12, p. 55-60, 1995.123.GONÇALVES, J. S. . AC02-2 Agricultura e Estrutura Tributária: O conservadorismo, proteção do patrimônio e penalização da produção. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 42, n. 2, p. 149-165, 1995.124.GONÇALVES, J. S. ; GONÇALVES, C. D. . AC02-1 Da Aldeia Rural à Aldeia Global : uma reflexão sobre a relação entre o avanço e o desenvolvimento capitalista. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 42, n. 2, p. 17-25, 1995.125.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC01-2 Mercado Internacional de Frutas Cítricas "in natura". Laranja, COORDEIRÓPOLIS-SP, v. 16, n. 1, p. 1-20, 1995.126.GONÇALVES, J. S. ; FONSECA, M. G. D. . AC03-3 Crédito Estatal e o Investimento na Produção Agropecuária: Análise do Programa Nacional de Desenvolvimento Rural (PNDR). Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 42, n. 3, p. 1-52, 1995.127.FONSECA, M. G. D. ; GONÇALVES, J. S. . AC03-2 Política de Desenvolvimento Agroindustrial e o Crédito Estatal: Análise do Programa Nacional de Desenvolvimento Agroindustrial (PNDA). Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 42, n. 3, p. 53-116, 1995.128.GONÇALVES, J. S. . AC08-1 Questão Agrária e a Crise da Agricultura no Brasil. Informações Econômicas (Impresso), v. 25, p. 6-8, 1995.129.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . AC02-1 Agricultura e neoliberalismo: O fracasso dos acordos multilaterais de produtos primários no mercado mundial. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), São Paulo, v. 41, n. 2, p. 29-56, 1994.130.GONÇALVES, J. S. . AC04-1 Propostas de Diretrizes Básicas da Intervenção Governamental Para o Desenvolvimento do Complexo Textil Brasileiro. Informações Econômicas (Impresso), SÀO PAULO--SP, v. 24, n. 4, p. 9-27, 1994.131.MORICOCHI, L. ; GONÇALVES, J. S. . AC08-1 Teoria do Desenvolvimento Econômico de Schumpeter: Uma Revisão Crítica. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 24, n. 8, p. 27-36, 1994.132.GONÇALVES, J. S. . AC11-1 Transformações Econômicas Recentes e A Necessidade de Reorganização da Economia Aplicada à Agricultura: Texto Para Discussão. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 24, n. 11, p. 35-40, 1994.133.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC06-1 Efeitos do Plano de Estabilização Econômica Sobre a Concorrência Entre a Uva de Mesa Nordestina e a do Noroeste Paulista, no Mercado Paulistano. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 24, n. 6, p. 63-65, 1994.134.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . AC10-1 Gastos do Consumidor e Preços das Frutas no Varejo Paulistano no Período de Janeiro de 1993 a Agosto de 1994. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 24, n. 10, p. 85-92, 1994.135.GONÇALVES, J. S. ; RESENDE, J. V. . AC02-3 Transformações Econômico-sociais e a Evolução da Pesquisa Agropecuária Paulista. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 41, n. 2, p. 1-26, 1994.136.GONÇALVES, J. S. . AC02-4 Transformações da Agricultura e Aprofundamento da Heterogeneidade Estrutural: As Crises Brasileiras Recentes com Base nas Idéias de Questão Agrária em Ignacio Rangel. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 41, n. 2, p. 135-156, 1994.137.GONÇALVES, J. S. . AC01-1 Agricultura e protecionismo: semelhanças dos resultados das políticas agrícolas dos Estados Unidos, Comunidade Européia e Brasil. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 41, n. 1, p. 149-168, 1994.138.GONÇALVES, J. S. ; VEGRO, C. L. R. . AC02-2 Crise Econômica e Cooperativismo Agrícola: uma discussão sobre os condicionantes das dificuldades financeiras da CAC. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 41, n. 2, p. 57-87, 1994.139.GONÇALVES, J. S. . AC03-1 Estado e Democracia: as formas de organização do aparelho de estado e o orçamento público. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 41, n. 3, p. 1-16, 1994.140.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; SOUZA, S. A. M. . AC03-2 Mercado Internacional e Produção de Banana: A Estrutura Produtiva e Comercial do Complexo Bananeiro Mundial. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 41, n. 3, p. 161-188, 1994.141.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC02-2 Produção e Comercialização de Laranja de Mesa no Estado de São Paulo. Laranja, CORDEIRÓPOLIS-SP, v. 15, n. 2, p. 35-84, 1994.142.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . AC01-5 Novo Sistema de Assistência Técnica para a Agricultura: Questão em Debate. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 23, n. 1, p. 9-17, 1993.143.GONÇALVES, J. S. . AC02-1 A Crise Estrutural e A Conjuntura no Complexo Têxtil Brasileiro. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 23, n. 2, p. 23-26, 1993.144.GONÇALVES, J. S. . AC05-1 A Taxa de Imobilização e o Preço da Terra: Especulação Financeira e Defesa Patrimonial. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 23, n. 5, p. 9-18, 1993.145.GONÇALVES, J. S. . AC06-1 A Questão Agrária como Questão Política: O "Feudal" em Ignácio Rangel e o Predomínio das Forças Conservadoras. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 23, n. 6, p. 13-18, 1993.146.GONÇALVES, J. S. . AC07-1 Comportamento dos Mercados de Algodão no Pico da Safra 92/93. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 23, n. 7, p. 23-38, 1993.147.GONÇALVES, J. S. . AC08-1 A Questão Agrária nos Clássicos Revisitada: As Idéias, Seu Tempo, Seu Lugar. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 23, n. 8, p. 23-34, 1993.148.CARRIERI, A. P. ; TSUNECHIRO, A. ; GONÇALVES, J. S. ; SILVA, J. R. . AC10-1 Prognóstico Agrícola 1993/94: algodão, amendoim, arroz, feijão, mandioca, milho e soja. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 23, n. 10, p. 9-98, 1993.149.GONÇALVES, J. S. . AC11-1 Crise da Cotonicultura Nacional e as Perspectivas para a Safra 1993/94. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 23, n. 11, p. 29-43, 1993.150.GONÇALVES, J. S. ; LIMA, R. O. . AC12-1 Questão Agrária e Marginalidade Social: Desemprego, Pobreza e Explosão da Violência. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 23, n. 12, p. 15-26, 1993.151.GONÇALVES, J. S. . AC03-1 Agricultura paulista: a ação estatal na construção da modernidade. São Paulo em Perspectiva (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 7, n. 3, p. 100-106, 1993.152.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC01-4 Contribuição à Analise Regional: Transformações da Agricultura do Sudoeste do Estado de São Paulo, 1960-85. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 40, n. 1, p. 45-64, 1993.153.GONÇALVES, J. S. . AC01-1 Progresso Técnico e Produção de Alimentos: A Disparidade Técnologica na Cultura de Feijão em Itaberá (SP). Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 40, n. 1, p. 101-118, 1993.154.GONÇALVES, J. S. . AC01-3 Pesquisa Agropecuária e Difusão de Tecnologia para Produtos Alimentares: O Desempenho Técnico da Produção de Feijão em Itaberá (SP). Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 40, n. 1, p. 119-138, 1993.155.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC01-2 Produção de Alimentos e Concentração Fundiária: O Caso do Feijão em Itaberá (SP) no Período 1968-88. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 40, n. 1, p. 139-156, 1993.156.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC01-1 A Performance da Agricultura do Estado de São Paulo e das suas Regiões Agrícolas no Pós-70. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 39, n. 1, p. 97-132, 1992.157.GONÇALVES, J. S. ; RESENDE, J. V. ; SOUZA, S. A. M. . AC01-2 Análise do processo gerencial e da sistemática de definição de prioridades na pesquisa agropecuária paulista, no período 1983-88. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 38, n. 1, p. 81-114, 1991.158.GONÇALVES, J. S. ; RESENDE, J. V. ; SOUZA, S. A. M. . AC01-1 A pesquisa na administração direta paulista: resultados do planejamento técnico na pesquisa agropecuária, 1983-88. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 38, n. 1, p. 115-153, 1991.159.GONÇALVES, J. S. ; RESENDE, J. V. ; SOUZA, S. A. M. . AC02-1 Gestão de ciência e tecnologia: análise das limitações ao desenvolvimento da pesquisa agropecuária paulista. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 38, n. 2, p. 1-36, 1991.160.GONÇALVES, J. S. ; RESENDE, J. V. ; SOUZA, S. A. M. . AC02-2 Análise das Alternativas para a Modernização Institucional da Pesquisa Agropecuária Paulista. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 38, n. 2, p. 37-68, 1991.161.GONÇALVES, J. S. . AC02-3 A Eficiência Setorial de Longo Prazo e a Concentração da Terra e da Renda no Complexo Sucroalcooleiro Paulista. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 38, n. 2, p. 69-104, 1991.162.GONÇALVES, J. S. ; FREITAS, B. B. . AC03-1 Desenvolvimento Institucional e os Desafios da Pesquisa Agropecuária Paulista. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 38, n. 3, p. 61-83, 1991.163.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . AC04-1 Política para o desenvolvimento da agricultura: alguns tópicos para o debate. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 20, n. 4, p. 43-57, 1990.164.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . AC11-1 A agricultura paulista deve ser uma prioridade política. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 20, n. 11, p. 75-82, 1990.165.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . AC12-1 Mudanças na composição da área cultivada no Estado de São Paulo e suas regiões agrícolas, 1970/72 a 1987/89. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 20, n. 12, p. 69-92, 1990.166.TSUNECHIRO, A. ; GONÇALVES, J. S. ; VEIGA FILHO, Alceu A. ; MORICOCHI, L. . AC08-1 Prognóstico agrícola 1990/91: algodão, amendoim, arroz, batata, cebola, feijão, mandioca, milho, sorgo, soja, carne bovina e leite. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 20, n. 8, p. 11-117, 1990.167.GONÇALVES, J. S. . AC02-1 Estado e Progresso Tecnológico: os resultados da pesquisa agropecuária paulista e a acumulação de capital. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 37, n. 2, p. 1-73, 1990.168.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . AC06-1 Reforma administrativa: a autarquia especial como avanço na eficiência da pesquisa agropecuária. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 19, n. 6, p. 31-44, 1989.169.RESENDE, J. V. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC10-1 Contribuições da Pesquisa Agropecuária à Produção de alimentos: o caso do arroz em São Paulo:o caso do arroz em São Paulo. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 19, n. 6, p. 23-29, 1989.170.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; RESENDE, J. V. . AC02-1 Pesquisa e produção de alimentos: o caso do arroz em São Paulo. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 36, n. 2, p. 171-199, 1989.171.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . AC04-1 O desenvolvimento da agricultura paulista no período 1970-87. Comunicação da Pesquisa Agropecuária, SÃO PAULO, v. 5, n. 3, p. 5-26, 1987.172.GONÇALVES, J. S. ; OLIVEIRA, T. C. ; MARTIN, N. B. . AC01-1 O cooperativismo agrícola e o desenvolvimento do complexo sucroalcoleiro: o caso da COPLANA. Revista Perspectiva Econômica, SÃO LEOPOLDO-RS, v. 22, n. 59, p. 49-76, 1987.173.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . AC01-1 Regionaização dos resultados de pesquisa: A contribuição da Estação Experimental de Pindorama para o desenvolvimento agrícola da Araraquarense. Comunicação da Pesquisa Agropecuária, SÃO PAULO-SP, v. 3, n. 1, p. 1-6, 1985.174.GONÇALVES, J. S. . AC02-1 Estado, tecnologia e desenvolvimento na agricultura. Comunicação da Pesquisa Agropecuária, SÃO PAULO-SP, v. 3, n. 6, p. 1-13, 1985.175.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . AC01-1 Benefícios sócio-econômicos da pesquisa agropecuária à economia agrícola paulista, 1983. Comunicação da Pesquisa Agropecuária, SÃO PAULO-SP, v. 2, n. 4, p. 1-4, 1984. Livros publicados/organizados ou edições1.GONÇALVES, J. S. . AGRICULTURA BRASILEIRA:Desafios ao fortalecimento de um setor fundamental. São Paulo: APTA, 2000. v. 3000. 120 p.2.  GONÇALVES, J. S. . MUDAR PARA MANTER: Pseudomorfose da agricultura brasileira. São Paulo: Secretaria de Agricultura e Abastecimento-Estado de São Paulo, 1999. v. 5000. 374p. p.3.GONÇALVES, J. S. . POLÍTICA AGRÍCOLA, MERCADO DE TRABALHO E EXCLUSÃO SOCIAL NO BRASIL. São Paulo: SPM-CNBB, 1994. v. 8000. 64 p. Textos em jornais de notícias/revistas1.GONÇALVES, J. S. . São Paulo agrondustrial-exportador num Brasil primário-exportador. Revista Painel 12, Ribeirão Preto (SP), p. 14 - 15, 01 abr. 2010.2.GONÇALVES, J. S. . Crise agrícola: mula sem cabeça e os fantasmas que assolam o campo. Jornal da Cidade, Bauru (SP), 05 maio 2006.3.GONÇALVES, J. S. . Dívida do Agricultor Familiar. O Estado de São Paulo- Suplemento Agrícola, São Paulo (SP), 07 jul. 2004.4.GONÇALVES, J. S. . Agrishow e a Herança Bendita. Jornal da Cidade, Bauru (SP), 27 maio 2004.5.GONÇALVES, J. S. . NOVOS RUMOS PARA A PESQUISA DOS AGRONEGÓCIOS EM SÃO PAULO. GAZETA MERCANTIL, SÃO PAULO-SP, 30 out. 2000.6.GONÇALVES, J. S. . As Faces do Morro: Beleza na Natureza e Nobreza da Pobreza. Jornal da Cidade, Bauru (SP), 20 maio 1998.7.GONÇALVES, J. S. . O Real e o Feijão Nosso de Cada Dia. Jornal da Cidade, Bauru (SP), 12 jan. 1998.8.GONÇALVES, J. S. . RETORNAR A PRODUÇÃO BRASILEIRA DE ALGODÃO EM BASES COMPETITIVAS NÃO É SOMENTE AUMENTAR O PLANTIO. BOLETIM DA BM&F, SÃO PAULO-SP, p. 1 - 7, 04 ago. 1997.9.GONÇALVES, J. S. . RESPIRANDO AR LIMPO COM A BARRIGA VAZIA: sem queimar cana e queimando emprego. VAI E VEM, SÃO PAULO-SP, p. 4 - 5, 04 maio 1997.10.GONÇALVES, J. S. . AGRICULTURA: MODERNIDADE E O SOCIAL NA DEMOCRACIA. REVISTA DA SOCIAL DEMOCRACIA, SÃO PAULO, v. 1, p. 4, 01 abr. 1997.11.GONÇALVES, J. S. . ALGODÃO: Governo Joga Produtor na Rua da Amargura. O ESTADO DE SÃO PAULO-SUPLEMENTO AGRÍCOLA, SÃO PAULO-SP, p. 4 - 4, 18 mar. 1996.12.GONÇALVES, J. S. . REFORMA TRIBUTÁRIA E AGRICULTURA. O ESTADO DE SÃO PAULO, SÃO PAULO-SP, p. B2, 28 ago. 1995.13.GONÇALVES, J. S. . EM DEFESA DO ALGODÃO NACIONAL. FOLHA DE SÃO PAULO, SÃO PAULO-SP, p. 6 - 3, 06 abr. 1993.14.GONÇALVES, J. S. . A CRISE ALGODOEIRA E COMO SAIR DELA. SP AGRICULTURA, SÃO PAULO-SP, p. 2 - 2, 01 mar. 1993.15.GONÇALVES, J. S. . ISENÇÃO NÃO, ICM JUSTO SIM. Jornal São Paulo Hoje, SÃO PAULO-SP, p. 12 - 13, 01 jul. 1985.16.GONÇALVES, J. S. . FEIJÃO:Cultivares mais Resistentes. A GRANJA, PORTO ALEGRE-RS, v. 434, p. 48 - 49, 01 fev. 1984.17.GONÇALVES, J. S. . AGRICULTURA VERSUS INDÚSTRIA: basta de anacronismos setorialistas. REVISTA RUMOS DO DESENVOLVIMENTO, RIO DE JANEIRO-RJ, v. 125, p. 16 - 16. Trabalhos completos publicados em anais de congressos1.ANEFALOS, L.C. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . Sistema IEA: nova plataforma para análise sistematizada da balança comercial do agronegócio. In: VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROINFORMÁTICA SBIAGRO 2011, 2011, Bento Gonçalves (RS). ANAIS DO VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROINFORMÁTICA SBIAGRO 2011. Bento Gonçalves (RS) : Associação Brasileira de Agroinformática, 2011.2.GONÇALVES, J. S. . Agricultura brasileira como mosaico de realidades regionais com dinâmicas diferenciadas: o sentido das transformações estruturais. In: II CONFERÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO (II CODE), 2011, Brasília (DF). ANAIS DA II CONFERÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO (II CODE). Brasília (DF) : Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), 2011.3.GONÇALVES, J. S. . Circuito pecuário do boi que come floresta e a reprodução da lógica de acumulação primitiva nos cercamentos da fronteira amazônica: uma discussão sobre a especulação financeira e a riqueza patrimonial. In: II CONFERÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO (II CODE), 2011, Brasília (DF). ANAIS DA II CONFERÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO (II CODE). Brasília (DF) : Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), 2011.4.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . Rebelião na cadeia: as práticas de corrosão da coordenação (PCCs) e a crise contêmporânea na produção de laranja paulista.. In: XLVIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2010, Campo Grande (MS). ANAIS DO XLVIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2010.5.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . Evolução das exportações do agronegócio nos anos 2000: uma análise de quantidades e preços.. In: XLVIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2010, Campo Grande (MS). ANAIS DO XLVIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2010.6.GONÇALVES, J. S. . Nova política para a agricultura brasileira.. In: XLVIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2010, Campo Grande (MS). ANAIS DO XLVIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASIL. Brasilia (DF) : SOBER, 2010.7.GONÇALVES, J. S. . Crônica da derrota anunciada do capital agrário nos conflitos entre capitais no desenvolvimento da agricultura.. In: XLVIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2010, Campo Grande (MS). ANAIS DO XLVIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2010.8.GONÇALVES, J. S. . Agricultura brasileira em estado de crise: crise financeira, crise cambial ou desdobramentos da perene crise agrária. In: XXXI SEMAGEO- SEMANA DE GEOGRAFIA, 2010, Florianópolis (SC). Brasil e Crise Mundial. Florianópolis (SC) : pelo Centro de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Santa Catarina (CFH-UFSC), 2010.9.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Crise econômica e a nova política para a agricultura brasileira. In: ZOOTEC 2009, 19º Congresso Brasileiro de Zootecnia e 11º Congresso Internacional de Zootecnia, 2009, Águas de Lindóia (SP). ANAIS DE PALESTRAS MAGNAS DO ZOOTEC 2009. Brasilia (DF) : Associação Brasileira de Zootecnistas (ABZ), 2009.10.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Recomposição compulsória da reserva legal: foco inapropriado para aumento da vegetação nativa na agricultura paulista. In: XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2009, Porto Alegre (RS). ANAIS DO XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2009.11.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Do mar de café ao mar de cana ou ainda um mar de braquiária: os movimentos econômicos da agropecuária paulista.. In: XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2009, Porto Alegre (RS). ANAIS DO XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2009.12.GASQUES, J.G ; BASTOS, E.T ; GONÇALVES, J. S. ; VALDES, C. . Preços de venda e de arrendamento de terras no Brasil. In: IV ENCONTRO SOBER REGIONAL NORDESTE, 2009, Campina Grande (PB). ANAIS DO IV ENCONTRO SOBER REGIONAL NORDESTE. Brasilia (DF) : SOBER, 2009.13.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . Diferenças estruturais e especialização regional das exportações da agricultura paulista em relação às demais unidades da federação brasileira no período 1997-2007. In: XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2008, Rio Branco (AC). ANAIS DO DO XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2008.14.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . Agregação de valor e diferenças estruturais das exportações da agricultura paulista em relação às demais unidades da federação brasileira no período 1997-2007. In: XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2008, Rio Branco (AC). ANAIS DO DO XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2008.15.GONÇALVES, J. S. ; CASTANHO FILHO, E. P. ; SOUZA, S. A. M. . Impactos da recomposição da reserva legal nas receitas tributárias estaduais e municipais. In: XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2008, Rio Branco (AC). ANAIS DO XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2008.16.GONÇALVES, J. S. ; CASTANHO FILHO, E. P. ; SOUZA, S. A. M. . Impactos da recomposição da reserva legal nas unidades hidrográficas, nas unidades de gerenciamento de recursos hídricos e nos vários perfis de municípios paulistas segundo a atividade agropecuária principal. In: XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2008, Rio Branco (AC). ANAIS DO XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2008.17.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . O cultivo empresarial e o impacto na segurança alimentar das populações. In: IX CONGRESSO NACIONAL DE PESQUISA DE FEIJÃO, 2008, Campinas (SP). ANAIS DO IX CONGRESSO NACIONAL DE PESQUISA DE FEIJÃO. Campinas (SP) : INSTITUTO AGRONÔMICO, 2008.18.GONÇALVES, J. S. . Novo padrão de financiamento das agro-commodities inseridas no mercado financeiro. In: SEMINÁRIO GESTÃO DE RISCOS NA PRODUÇÃO E NA COMERCIALIZAÇÃO DO AGRONEGÓCIO, 2007, Capão Bonito (SP). ANAIS DOSEMINÁRIO GESTÃO DE RISCOS NA PRODUÇÃO E NA COMERCIALIZAÇÃO DO AGRONEGÓCIO. São Paulo (SP) : APTA REGIONAL/INSTITUTO DE ECONOMIA AGRÍCOLA (IEA), 2007.19.LIMA, D. M. A. ; ORTEGA, A. C. ; GONÇALVES, J. S. . Biocombustíveis no Brasil: Planejamento focado na territorialidade. In: 4º CONGRESSO BRASILEIRO DE PLANTAS OLEAGINOSAS, ÓLEOS, GORDURAS E BIODIESEL, 2007, Varginha (MG). ANAIS DO 4º CONGRESSO BRASILEIRO DE PLANTAS OLEAGINOSAS, ÓLEOS, GORDURAS E BIODIESEL. Lavras (MG) : Universidade Federal de Lavras, 2007.20.GONCALVES, S. P. ; GONÇALVES, J. S. . Regulação e progresso técnico no algodão meridional brasileiro 1930-1990. In: XLV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 2007, Londrina (PR). ANAIS DO XLV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2007.21.GONCALVES, Sheila P. ; NEVES, E. M. ; GONÇALVES, J. S. . Inovação tecnológica, produtividade e preços ao consumidor de feijão no Estado de São Paulo, 1970-2005. In: XLV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 2007, Londrina (PR). ANAIS DO XLV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2007.22.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; SOUZA, S. A. M. . Bananicultura no Estado de São Paulo, Brasil.. In: I SIMPÓSIO DE MANEJO ADEQUADO DA SIGATOKA NEGRA NA CULTURA DA BANANA, 2006, Pariquera-Açú ( SP). ANAIS DO I SIMPÓSIO DE MANEJO ADEQUADO DA SIGATOKA NEGRA NA CULTURA DA BANANA. Pariquera-Açú : APTA Regional Vale do Ribeira, 2006.23.GONÇALVES, J. S. ; RAMOS, S. F. . As especificidades regionais da cotonicultura no Brasil segundo o perfil do produtor.. In: 33º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS RURAIS E URBANOS, 2006, São Paulo (SP). ANAIS DO 33º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS RURAIS E URBANOS. São Paulo (SP) : FFCL/USP, 2006.24.OJIMA, A. L. R. O. ; GONÇALVES, J. S. . Evolução, composição e regionalização do valor da produção da agropecuária paulista 1995-2004. In: . III SEMINÁRIO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ADMINISTRAÇÃO RURAL- REGIÃO SUL (ABARSUL), 2006, Curitiba (PR). ANAIS DOIII SEMINÁRIO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ADMINISTRAÇÃO RURAL. Curitiba (PR) : ABARSUL, 2006.25.GONÇALVES, J. S. ; FRONSAGLIA, T. ; JUNQUEIRA, J. R. C. M. . Reformas Institucionais e financiamento da agropecuária.. In: XLIV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 2006, Fortaleza (CE). ANAIS DO XLIV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2006.26.GONÇALVES, J. S. ; OJIMA, A. L. R. O. ; SOUZA, S. A. M. ; ANGELO, J. A. . Composição de culturas e ocupação do espaço na agropecuária paulista de 1969-1971 a 2002-2004. In: XLIV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 2006, Fortaleza (CE). ANAIS DO XLIV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2006.27.FRONSAGLIA, T. ; VEGRO, C. L. R. ; GONÇALVES, J. S. . Financial versus production contracts coordination in brazilian farm cooperatives. In: IV ENCUENTRO DE INVESTIGADORES LATINOAMERICANOS, 2006, Cuidad de Rosario (Argentina). ANAIS DO IV ENCUENTRO DE INVESTIGADORES LATINOAMERICANOS. Cuidad de Rosario (Argentina) : Red Latinoamericana de Investigadores en Cooperativismo/Comité Regional Latinoamericano de Investiga, 2006.28.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. . Transformação agroindustrial das exportações dos agronegócios segundo os grupos de cadeias de produção, Brasil 1997-2004.. In: XLIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 2005, Ribeirão Preto (SP). ANAIS DO XLIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural (SOBER), 2005.29.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Crise das finanças públicas : redução das aplicações orçamentárias na função agricultura afetam as três instâncias federativas. In: V INTERNATIONAL PENSA CONFERENCE ON AGRI-FOODS CHAIN/ NETWORKS ECONOMICS AND MANAGEMENT, 2005, Ribeirão Preto (SP). ANAIS DA V INTERNATIONAL PENSA CONFERENCE ON AGRI-FOODS CHAIN/ NETWORKS ECONOMICS AND MANAGEMENT, 2005.30.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; ANGELO, J. A. . Recursos orçamentários dos municípios paulistas alocados na função agricultura: representatividade nas despesas totais e perfil distributivo para o ano de 2003.. In: V INTERNATIONAL PENSA CONFERENCE ON AGRI-FOODS CHAIN/ NETWORKS ECONOMICS AND MANAGEMENT, 2005, Ribeirão Preto (SP). ANAIS DA V INTERNATIONAL PENSA CONFERENCE ON AGRI-FOODS CHAIN/ NETWORKS ECONOMICS AND MANAGEMENT. São Paulo (SP) : Programa de Estudos do Sistema Agroindustrial (PENSA) da Universidade de São Paulo (USP), 2005.31.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; RESENDE, J. V. ; VEGRO, C. L. R. . Padrão do financiamento das agro-commodities com base nos novos títulos financeiros. In: V INTERNATIONAL PENSA CONFERENCE ON AGRI-FOODS CHAIN/ NETWORKS ECONOMICS AND MANAGEMENT, 2005, Ribeirão Preto (SP). ANAIS DA V INTERNATIONAL PENSA CONFERENCE ON AGRI-FOODS CHAIN/ NETWORKS ECONOMICS AND MANAGEMENT. São Paulo (SP) : Programa de Estudos do Sistema Agroindustrial (PENSA) da Universidade de São Paulo (USP), 2005.32.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; SOUZA, S. A. M. . Perspectiva econômica da banana não é negra: siga a modernidade e toca inovação. In: XIII REUNIÃO ITINERANTE DE FITOSSANIDADE DO INSTITUTO BIOLÓGICO (XIII REFIB), 2005, Registro(SP). ANAIS DA XIII REUNIÃO ITINERANTE DE FITOSSANIDADE DO INSTITUTO BIOLÓGICO (XIII REFIB). São Paulo (SP) : Instituto Biológico, 2005.33.VICENTE, J. R. ; ALMEIDA, L. D. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Feijão Carioca: Produzido pela Inteligência Paulista. In: XVI DIA DE CAMPO DE FEIJÃO, 2000, CAPÃO BONITO-SP. ANAIS DO XVI DIA DE CAMPO DE FEIJÃO, 2000. p. 64-79.34.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . Café de Família:lavoura competitiva de alta produtividade e qualidade superior. In: SIMPÓSIO DE CAFÉ IAC-BRASIL 500 ANOS, 2000. ANAIS DO SIMPÓSIO DE CAFÉ IAC-BRASIL 500 ANOS. p. 43-58.35.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Instituição APTA: Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios. In: CONGRESSO ABIPTI 2000, 2000, FORTALEZA-CE. ANAIS DO CONGRESSO DA ABIPTI 2000, 2000. p. 73-82.36.GONÇALVES, J. S. . Agência de Comércio Exterior do Agronegócio de São Paulo (AGROEXPORT). In: II SEMINÁRIO SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO E O MERCADO EXTERNO: o Pós-Seatle, 2000, SÃO PAULO-SP. ANAIS DO II SEMINÁRIO SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO E O MERCADO EXTERNO: O Pós-Seatle, 2000. p. 5-12.37.GONÇALVES, J. S. . Impacto da Desvalorização Cambial na Produção de Feijoeiro. In: XV DIA DE CAMPO DE FEIJÃO, 1999, CAPÃO BONITO-SP. ANAIS DO XV DIA DE CAMPO DE FEIJÃO, 1999. p. 33-41.38.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Alternativas Econômicas para as Áreas à Colheita Mecanizada da Cana-de-Açúcar, na Região de Piracicaba-SP. In: III SEMANA DA CANA-DE AÇÚCAR DE PIRACICABA (SECAPI 98), 1998, PIRACICABA-SP. ANAIS DA III SEMANA DA CANA-DE-AÇUCAR DE PIRACICABA, 1998. p. 4-8.39.GONÇALVES, J. S. . Mercado de Algodão em Pluma numa Economia Aberta, Brasil, 1990-96. In: VIII SEMINÁRIO DE MERCADOS FUTUROS AGROPECUÁRIOS: ALGODÃO E BOI, 1997, SÃO PAULO-SP. APOSTILA DO VIII SEMINÁRIO DE MERCADOS FUTUROS AGROPECUÁRIOS: ALGODÃO E BOI, 1997. p. 1.13-1.18.40.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Abertura do Mercado e Crise do Algodão Brasileiro nos anos 90. In: XXXV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 1997, NATAL-RN. ANAIS DO XXXV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 1997. p. 32-49.41.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Retomada da Produção Brasileira de Algodão: As Condicionantes da Expansão da Nova Cotonicultura em Bases Competitivas. In: XXXV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 1997, NATAL-RN. ANAIS DO XXXV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 1997. p. 56-77.42.ESCOBAR, M. R. ; GONÇALVES, J. S. ; CARDOSO, J. L. . Maçã Brasileira: Setor em dificuldades. In: XXXV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 1997, NATAL-RN. ANAIS DO XXXV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 1997. p. 52-67.43.GONÇALVES, J. S. . Brasil Frente às Restrições ao Livre Comércio Mundial de Frutas: Distância entre a Promessa e a Realidade. In: XIV Congresso Brasileiro de Fruticultura, 1996, Curitiba - PR. Anais do XIV Congresso Brasileiro de Fruticultura, 1996. p. 43-56.44.FONSECA, M. G. D. ; GONÇALVES, J. S. . Mudanças no Padrão de Financiamento Agroindustrial e Rural: Duas Experiências Recentes. In: XXXIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 1995, Curitiba (PR). ANAIS DO XXXIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural (SOBER), 1995.45.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; SOUZA, S. A. M. . Mercado Interno e Externo Banana. In: Ciclo de Palestras sobre a Cultura da Banana, 1994, Campinas - SP. Anais do Ciclo de Palestras sobre a Cultura da Banana, 1994. p. 28-34.46.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; SOUZA, S. A. M. . Mercado Internacional e Produção de Bananas: A Estrutura Produtiva e Comercial do Complexo Bananeiro Mundial. In: II Seminário Sul-brasileiro de Bananicultura, 1994. Anais do II Seminário Sul-brasileiro de Bananicultura. p. 9-45.47.GONÇALVES, J. S. . O Mercado Mundial e a Produção de Bananas: A Estrutura produtiva e Comercial dos Países Latino-americanos. In: IV Simpósio Nacional de Bananicultura, 1993, Janaúba - MG. Anais do IV Simpósio Nacional de Bananicultura, 1993. p. 7-41.48.GONÇALVES, J. S. ; SILVA, L. R. M. . A Questão Atual da Relação Agropecuária/Extensão Rural em São Paulo. In: XII Simpósio Nacional de Pesquisa de Administração em Ciência e Tecnologia, 1987, São Paulo - SP. Anais do XII Simpósio Nacional de Pesquisa de Administração em Ciência e Tecnologia, 1987. p. 656-672.49.SILVA, L. R. M. ; GONÇALVES, J. S. . Modelo de Estrutura Organizacional Aplicado à Pesquisa Zootecnica: O caso do Instituto de Zootecnia da CPA/SAA/SP. In: XII Simpósio Nacional de Pesquisa de Administração em Ciência e Tecnologia, 1987, São Paulo - SP. Anais do XII Simpósio Nacional de Pesquisa de Administração em Ciência e Tecnologia, 1987. p. 437-450. Resumos expandidos publicados em anais de congressos1.GARCIA, V.A ; RODRIGUES, D.S. ; GONÇALVES, J. S. ; HOJEIJE, K.Y. ; NOMURA, E.S. . Características econômicas do consumo de palmito na Grande São Paulo no ano de 2006. In: 47º CONGRESSO BRASILEIRO DE OLERICULTURA, 2007, Porto Seguro (BA). ANAIS DO 47º CONGRESSO BRASILEIRO DE OLERICULTURA. Brasilia (DF) : Sociedade Brasileira de Olericultura, 2007.2.GARCIA, V.A ; RODRIGUES, D.S. ; GONÇALVES, J. S. ; HOJEIJE, K.Y. ; NOMURA, E.S. . Consciência ambiental e consumo de palmito na Grande São Paulo no ano de. In: 47º CONGRESSO BRASILEIRO DE OLERICULTURA, 2007, Porto Seguro (BA). ANAIS DO 47º CONGRESSO BRASILEIRO DE OLERICULTURA. Brasilia (DF) : Sociedade Brasileira de Olericultura, 2007.3.GONÇALVES, J. S. ; RAMOS, S. F. . Transformações econômicas e exclusão produtiva: as inovações tecnológicas e padrão de financiamento nos mega-algodoais dos cerrados brasileiros. In: VI CONGRESSO BRASILEIRO DE ALGODÃO, 2007, Uberlância (MG). ANAIS DO VI CONGRESSO BRASILEIRO DE ALGODÃO. Belo Horizonte (MG) : AMIPA/ABRAPA, 2007.4.GONÇALVES, J. S. . Produção Brasileira de Banana: Transformações produtivas e a decadência da 'fruticultura extrativista'. In: XV CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 1998, Poços de Caldas (MG. ANAIS DO XV CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA. Brasilia (DF) : Sociedade Brasileira de Fruticultura (SBF), 1998.5.GONÇALVES, J. S. ; FREITAS, B. B. . O Mercosul e a Fruticultura Brasileira. In: XV CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 1998, Poços de Caldas (MG). ANAIS DO XV CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA. Brasilia (DF) : Sociedade Brasileira de Fruticultura (SBF), 1998.6.GONÇALVES, J. S. ; CAMARGO, P.P de . Propostas do Setor Algodoeiro. In: I ENCONTRO DA CULTURA DO ALGODÃO DO CONE SUL, 1998, FMC/ABRALG. ANAIS DO I ENCONTRO DA CULTURA DO ALGODÃO DO CONE SUL. Brasilia (DF) : ABRALG, 1998.7.ESCOBAR, M. R. ; GONÇALVES, J. S. ; CARDOSO, J. L. . Macã Brasileira: setor em dificuldades. In: 2º CONGRESSO BRASILEIRO DE ADMNISTRAÇÃO RURAL, 1997, Uberaba (MG). ANAIS DO 2º CONGRESSO BRASILEIRO DE ADMINISTRAÇÃO RURAL. Brasilia (DF) : pela Associação Brasileira de Administração Rural (ABAR), 1997. Resumos publicados em anais de congressos1.GONÇALVES, J. S. . Progresso Técnico e Produção de Alimentos: A Disparidade Tecnologia na Cultura de Feijão em Itaberá - SP. In: IV Reunião Nacional de Pesquisa de Feijão, 1993, Londrina - SP. Anais da IV Reunião Nacional de Pesquisa de Feijão, 1993. p. 113-114.2.GONÇALVES, J. S. . Pesquisa Agropecuária e Difusão de Tecnologia para Produtos Alimentos: O Desempenho Técnico da produção de Feijão em Itaberá - SP. In: IV Reunião Nacional de Pesquisa de Feijão, 1993, Londrina - PR. Anais da IV Reunião Nacional de Pesquisa de Feijão, 1993. p. 132-133.3.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; RESENDE, J. V. . Pesquisa e Produção de Alimentos: O Caso do Arroz em São Paulo. In: IV Reunião Nacional de Pesquisa de Arroz, 1990, Goiânia - GO. Anais do IV Reunião Nacional de Pesquisa de Arroz, 1990. p. 99-99.4.GONÇALVES, J. S. ; GEBARA, J. J. . Aspectos Ideológicos da Pregação Antinatalista. In: II Congresso Brasileiro de Iniciação Científica em Ciências Agrárias, 1982, Piracicaba. Anais do II Congresso Brasileiro de Iniciação Científica em Ciências Agrárias, 1982. p. 118-121.5.GONÇALVES, J. S. ; GEBARA, J. J. . A Produtividade da Agricultura Paulista. In: II Congresso Brasileiro de Iniciação Científica em Ciências Agrárias, 1982, Piracicaba - SP. ANAIS DO II CONGRESSO BRASILEIRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS, 1982. p. 200-202.6.GONÇALVES, J. S. ; GRAZIANO NETO, F. . Análise Crítica da Iniciação Científica em Ciências Agrárias. In: II Congresso Brasileiro de Inicíação Científica em Ciências Agrárias, 1982, Piracicaba - SP. Anais do II Congresso Brasileiro de Iniciação Científica em Ciências Agrárias, 1982. p. 202-204. Apresentações de Trabalho1.GONÇALVES, J. S. . Execução orçamentária das despesas correntes: resultados acumulados até setembro de 2011. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).2.GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & desenvolvimento e história dos agronegócios brasileiros: contribuições, mudanças estruturais e perspectivas. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).3.GONÇALVES, J. S. . Agricultura brasileira: transformações históricas e diferenciações estruturais.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).4.GONÇALVES, J. S. . Diferenciações estruturais entre a agricultura paulista e a agricultura das demais unidades da federação brasileira.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).5.GONÇALVES, J. S. . O Codigo Florestal Brasileiro e as agropecuárias das zonas de colonização antiga: os impactos em São Paulo. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).6.GONÇALVES, J. S. . Agricultura brasileira: estrutura e políticas públicas. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).7.GONÇALVES, J. S. . Agricultura brasileira na primeira década do século XXI: transformações e diferenciações estruturais. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).8.GONÇALVES, J. S. . Formulação e Execução da Política da Agricutura do Estado de São Paulo. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).9.GONÇALVES, J. S. . Agricultura e geração de riqueza no processo de desenvolvimento: o equívoco da lei de tendência secular à insignificância.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).10.GONÇALVES, J. S. . Agricultura no processo de desenvolvimento econômico: papel desempenhado e sentido das mudanças. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).11.GONÇALVES, J. S. . Anos 1970 não voltam mais: crédito rural e esgotamento do velho padrão de financiamento. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).12.GONÇALVES, J. S. . Sustentabilidade do atual padrão agrário brasileiro. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).13.GONÇALVES, J. S. . Agropecuária e especialização produtiva e os impactos territoriais diferenciados das transformações da agricultura. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).14.GONÇALVES, J. S. . Agropecuária e mercado de trabalho rural: aumento da escala e o emprego no campo. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).15.GONÇALVES, J. S. . Trabalho na agropecuária: PEA agropecuária é muito maior que o emprego agropecuário. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).16.GONÇALVES, J. S. . A agenda que não está na pauta: elementos estruturais da agricultura revelados no comércio exterior. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).17.GONÇALVES, J. S. . Especialização produtiva na agricultura brasileira: a lógica da abordagem territorial. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).18.GONÇALVES, J. S. . Agricultura e desenvolvimento: quais as tendências futuras?. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).19.GONÇALVES, J. S. . Agricultura paulista e políticas públicas estaduais. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).20.GONÇALVES, J. S. . Política de seguro da agricutura do Estado de São Paulo 2000-2010. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).21.GONÇALVES, J. S. . O Codigo Florestal Brasileiro e as agropecuárias das zonas de colonização antiga: os impactos em São Paulo. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).22.GONÇALVES, J. S. . Agricultura e políticas públicas paulistas. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).23.GONÇALVES, J. S. . Agricultura paulista como motor da irradiação do desenvolvimento: transformações estruturais e produção de riqueza. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).24.GONÇALVES, J. S. . Estrutura organizacional e instrumentos de formulação e avaliação de políticas públicas setoriais. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).25.GONÇALVES, J. S. . Programa de geração de emprego e renda. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).26.GONÇALVES, J. S. . Programa de geração e transferência do conhecimento. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).27.GONÇALVES, J. S. . Secretaria de Agricultura e Abastecimento: proposta orçamentária setorial para 2010 (POS 2010). 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).28.GONÇALVES, J. S. . Crise mundial, agronegócio e o papel do Governo. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).29.GONÇALVES, J. S. . Crise mundial, a agricultura e o desenho da nova política setorial. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).30.GONÇALVES, J. S. . Crise e os preços das commodities agropecuárias. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).31.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Agricultura Paulista como Motor da Irradiação do Desenvolvimento: Transformações Estruturais e Produção de Riqueza. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).32.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Impactos na Produção de Alimentos da Evolução do Setor Sucroalcooleiro Paulista. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).33.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Aumento dos preços mundiais dos alimentos e conseqüências para a agropecuária brasileira. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).34.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Agropecuária paulista e industrialização da agricultura: especialização regional e mudanças na composição de culturas de 1969-1971 a 2004-2006. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).35.GONÇALVES, J. S. . Estrutura de mercado, formação de preços e negociações internacionais: as transações com açúcar e álcool. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).36.GONÇALVES, J. S. . Agroenergia: Impactos e Perspectivas para a economia do biodiesel. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).37.GONÇALVES, J. S. . Agroenergia: Impactos e Perspectivas para a economia do etanol. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).38.GONÇALVES, J. S. . Gestão de Riscos e Produção Agropecuária: Seguro Rural e Títulos Financeiros. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).39.GONÇALVES, J. S. . Estrutura de mercado e formação de preços na agricultura dos agronegócios. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).40.GONÇALVES, J. S. . Mercado e oportunidades de negócios na safra de maracujá 2007-2008. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).41.GONÇALVES, J. S. . Agricultura dos agronegócios e a construção do futuro: inovação, mudanças estruturais e desafios. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).42.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Novo Padrão de Financiamento e a tomada de decisão na agricultura de commodities. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).43.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Aspectos Econômicos da produção de biocombustíveis. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).44.GONÇALVES, J. S. . Segmentação da produção agropecuária. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).45.GONÇALVES, J. S. . Agricultura dos agronegócio e a construção do futuro: inovação, mudanças estruturais e desafios. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).46.GONÇALVES, J. S. . Padrão agrário, inovação e produtividade na agricultura dos agronegócios e desenvolvimento brasileiro. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).47.GONÇALVES, J. S. . Estrutura de mercado e formação de preços na agricultura dos agronegócios e desenvolvimento brasileiro. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).48.GONÇALVES, J. S. . Agricultura dos agronegócios e desenvolvimento brasileiro. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).49.GONÇALVES, J. S. . Padrão do financiamento das agro-commodities com base nos novos títulos financeiros. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).50.GONÇALVES, J. S. ; BARBOSA, M.Z. ; RAMOS, S. F. . Abertura de mercado, crise algodoeira e exclusão social no Brasil Meridional. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).51.GONÇALVES, J. S. . Síntese dos principais aspectos relativos à visão de futuro na produção brasileira de proteína animal. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).52.GONÇALVES, J. S. . Fruta da paixão: panorama econômico do maracujá no Brasil. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).53.GONÇALVES, J. S. . Agricultura Brasileira: deslocamento territorial, tecnologia e desemprego. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).54.GONÇALVES, J. S. . Agricultura dos agronegócios e desenvolvimento brasileiro. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).55.GONÇALVES, J. S. . Agricultura como agronegócios: transformações setoriais no desenvolvimento capitalista. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).56.GONÇALVES, J. S. . Agricultura dos agronegócios: transformações setoriais no desenvolvimento capitalista. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).57.GONÇALVES, J. S. . Agricultura dos agronegócios: transformações setoriais no desenvolvimento capitalista. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).58.GONÇALVES, J. S. . Política cambial e a dinâmica dos agromercados de grãos e fibras: algodão, milho e soja. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).59.GONÇALVES, J. S. . Possibilidades de Ocupações Urbanas de Pessoas com Vivência e Experiência Rural. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).60.GONÇALVES, J. S. . Profissões Agrícolas em Economias Urbanas: Diversidade de Ocupações e Oportunidade de Trabalho. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).61.GONÇALVES, J. S. . Profissões Agrícolas em Economias Urbanas: Diversidade de Ocupações e Oportunidade de Trabalho. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).62.GONÇALVES, J. S. . Mercado de Banana Após a Ocorrência da Sigatoka Negra. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).63.GONÇALVES, J. S. . O Agronegócio e o Desenvolvimento Regional do Vale do Ribeira. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).64.GONÇALVES, J. S. . Políticas Públicas e Novos Mercados Para a Produção Animal. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).65.GONÇALVES, J. S. . Retrato da Coersão Extra-Econômica no Latifúndio Brasileiro Pré-Modernização da Agricultura. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).66.GONÇALVES, J. S. . Histórico sobre a Questão Agrária no Desenvolvimento da Agricultura Brasileira. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).67.GONÇALVES, J. S. . Desenvolvimento dos Agronegócios e da Estrutura Patrimonial: Violência Rural para Mais Além dos Sem Terra. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).68.GONÇALVES, J. S. . A parceria entre a iniciativa privada e a pesquisa oficial: considerações legais sobre a propriedade intelectual, os royalties e a co-titularidade. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).69.GONÇALVES, J. S. . Transgênicos: Fugindo de um novo processo contra Galileu. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).70.GONÇALVES, J. S. . Políticas Públicas para o Desenvolvimento Rural: Pesquisa Agropecuária. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).71.GONÇALVES, J. S. . Análise e plano de desenvolvimento ao agronegócio paulista. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).72.GONÇALVES, J. S. . O Sistema de Unidades Laboratoriais de Análise. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).73.GONÇALVES, J. S. . A Situação Macroeconômica Atual e o Agronegócio. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).74.GONÇALVES, J. S. . Perfil do Profissional para Atender aos Desafios da Agricultura Paulista. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).75.GONÇALVES, J. S. . Sustentabilidade das ações ambientais no serviço público. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).76.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Médio Paranapanema.. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).77.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Leste Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).78.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Sudoeste Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).79.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Centro Norte Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).80.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Vale do Ribeira. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).81.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Vale do Paraíba. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).82.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Centro Oeste Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).83.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Centro Sul Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).84.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região da Alta Mogiana. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).85.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região da Alta Sorocabana. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).86.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região Centro Leste Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).87.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região Nordeste Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).88.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região Extremo Oeste Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).89.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região da Alta Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).90.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região da Noroeste Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).91.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio como Desenvolvimento regional. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).92.GONÇALVES, J. S. . Agricultura Sustentável. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).93.GONÇALVES, J. S. . A formação do Profissional Esalqueano e a sua Inserção no Mercado de Trabalho. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).94.GONÇALVES, J. S. . Reorganização da APTA. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).95.GONÇALVES, J. S. . Programas e prioridades de pesuisa de interesse comum na agropecuária paulista. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).96.GONÇALVES, J. S. . Megatendências Mundiais na Agricultura. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).97.GONÇALVES, J. S. . Conhecimento aplicado aos gargalos da cadeia de produção citrícola: ações da APTA. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).98.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Café de Família: lavoura competitiva de alta produtividade e qualidade superior. 2000. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).99.GONÇALVES, J. S. . A Experiência da SAA na Criação do Conselho Superior de Pesquisa Agropecuária e o Decreto Estadual n 44.226 de 03/09/99 que reorganiza o mesmo e cria a Coordenadoria da Pesquisa dos Agronegócios. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).100.GONÇALVES, J. S. . A Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).101.GONÇALVES, J. S. . Globalização do mercado de frutas: Perspectivas de comercialização e potencialidades. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).102.GONÇALVES, J. S. . A Agricultura no Mundo, Mercados e as Cadeias de Produção. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).103.GONÇALVES, J. S. . Bananicultura e Desenvolvimento Local em Itanhaém. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).104.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio do abacaxi. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).105.GONÇALVES, J. S. . Desvalorização do Câmbio e Agricultura. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).106.GONÇALVES, J. S. . Comercialização de Frutas. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).107.GONÇALVES, J. S. . Comercialização de Mangas. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).108.GONÇALVES, J. S. . Panorama Econômico Recente da Agropecuária Paulista. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).109.GONÇALVES, J. S. . Frutas Cítricas para o Mercado Interno: perspectivas de mudanças estruturais. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).110.GONÇALVES, J. S. . Mecanismos de Integração na Cadeia de Produção de Carne Bovina: Uma Breve Discussão da Importância e dos Obstáculos ao seu Desenvolvimento no Caso do Brasil. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).111.GONÇALVES, J. S. . Comercialização de Frutas no Mercado Interno. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).112.GONÇALVES, J. S. . Dilemas da Agricultura Modernizada de Forma Conservadora: Obstáculos Estruturais para um Novo Ciclo de Expansão. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).113.GONÇALVES, J. S. . As perspectivas do Abacaxi no Mercado Interno e no MERCOSUL. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).114.GONÇALVES, J. S. . Perspectivas Atuais do Mercado Interno e Externo de Citros. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).115.GONÇALVES, J. S. . Progresso Técnico numa Sociedade de Iniquidades: Avanço da Modernização e da Exclusão Social na Produção Canavieira Paulista nos anos 90. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).116.GONÇALVES, J. S. . Globalização da Agricultura: ameaças e oportunidades. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).117.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Simulações dos efeitos da proibição da queima da cana na área cultivada e na demanda pela força de trabalho. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).118.GONÇALVES, J. S. . Possibilidades da Uva Niagara num Mercado Globalizado. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).119.GONÇALVES, J. S. . Cadeia de Produção do Feijão. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).120.MACHADO, R. S. ; GONÇALVES, J. S. . Financiamento Rural. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).121.GONÇALVES, J. S. . Financiamento Agroindustrial. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).122.GONÇALVES, J. S. . Financiamento do Investimento. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).123.GONÇALVES, J. S. . Mecanismos e estratégias de comercialização e formação de preço. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).124.GONÇALVES, J. S. . Estratégias de Comercialização. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).125.GONÇALVES, J. S. . A crise dos seguros agrícolas. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).126.GONÇALVES, J. S. . Subsídios no setor agroindustrial. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).127.GONÇALVES, J. S. . Impactos Sobre da Proibição da Queima de Cana sobre a Produção e o Emprego no Estado de São Paulo. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).128.GONÇALVES, J. S. . Potencial Agronômico e sócio-econômico de atividades agropecuárias em Piracicaba. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).129.GONÇALVES, J. S. . Impactos Sobre da Proibição da Queima de Cana sobre a Produção e o Emprego no Estado de São Paulo. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).130.GONÇALVES, J. S. . Competitividade de Algumas Cadeias Produtivas da Agricultura Paulista. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).131.GONÇALVES, J. S. . Perspectivas Agrícolas das Principais Culturas Regionais. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).132.GONÇALVES, J. S. . Conjuntura Nacional para a Safra 1997/98. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).133.GONÇALVES, J. S. . Competitividade da cotonicultura brasileira face à nova ordem econômica. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).134.GONÇALVES, J. S. . Aspectos Jurídicos e Sociais da Reforma Agrária. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).135.GONÇALVES, J. S. . Esgotamento das Políticas Massivas de Credito Rural Subsidiado. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).136.GONÇALVES, J. S. . Retomar a Produção Brasileira de Algodão em Bases Competitivas Não é Somente Aumentar o Plantio. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).137.GONÇALVES, J. S. . Financiamento do Investimento na Agricultura. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).138.GONÇALVES, J. S. . Crise e Perspectivas da Agricultura Brasileira. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).139.GONÇALVES, J. S. . MERCOSUL e Transformações do Agribusiness Brasileiro. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).140.GONÇALVES, J. S. . Paradoxos da Agricultura Brasileira e Integração no MERCOSUL. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).141.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . Agricultura no Processo de Desenvolvimento: Uma Crítica à Formulação Tradicional. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).142.GONÇALVES, J. S. . Regionalização, Substituição de Culturas e Competitividade da Agricultura Paulista. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).143.GONÇALVES, J. S. . Perspectivas da Fruticultura Tropical Brasileira: os descaminhos da bananicultura. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).144.BULISANI, E.A ; GONÇALVES, J. S. ; TSUNECHIRO, A. . Prognóstico econômico e tecnologia de produção de algodão, arroz, feijão, milho e soja. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).145.BULISANI, E.A ; GONÇALVES, J. S. ; TSUNECHIRO, A. . Prognóstico econômico e tecnologia de produção de algodão, arroz, feijão, milho e soja. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).146.BULISANI, E.A ; GONÇALVES, J. S. ; TSUNECHIRO, A. . Prognóstico econômico e tecnologia de produção de algodão, arroz, feijão, milho e soja. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).147.GONÇALVES, J. S. . Agricultura brasileira no Mercosul e no cenário internacional. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).148.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Mercado Internacional para Frutas Cítricas "in natura". 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).149.GONÇALVES, J. S. . Da Posse ao Fundo do Poço: Migração Sazonal de Lavradores da Chapada Diamantina do Estado da Bahia para Trabalhar na Construção Civil Paulistana. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).150.GONÇALVES, J. S. . Salarios, Emprego e Sazonalidade na Agricultura: A dura face da Exclusão. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).151.GONÇALVES, J. S. . Qualidade do Produto na Agricultura: Condicionantes Gerais da Adoção na Realidade Brasileira. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).152.GONÇALVES, J. S. . Alternativas para o Desenvolvimento da Agricultura do Sudoeste Paulista. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).153.GONÇALVES, J. S. . Competitividade do Algodão: Mercado Mundial, Nacional e Possibilidades do Vale do Paranapanema. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).154.GONÇALVES, J. S. . Algodão: Situação e Perspectivas para a Safra 1995/96. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).155.FONSECA, M. G. D. ; GONÇALVES, J. S. . Financiamento da Agroindustria e da Agropecuária: Analise de dois planos governamentais recentes. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).156.GONÇALVES, J. S. . Reforma Agrária, Movimento dos Sem Terra e Realidade Brasileira. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).157.GONÇALVES, J. S. . Análises da Estrutura de Mercado e Formação de Preços da Agricultura: Mercado Brasileiro e Comércio Internacional. 1994. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).158.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Produção e Comercialização de Laranja de Mesa no Estado de São Paulo. 1994. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).159.GONÇALVES, J. S. ; FONSECA, M. G. D. . Mudanças Recentes no Padrão de Financiamento Agroindustrial e Rural: Impactos Sobre o Investimento. 1994. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).160.GONÇALVES, J. S. . Instituto de Economia Agrícola (IEA): Avaliação e Perspectivas. 1994. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).161.GONÇALVES, J. S. ; VEGRO, C. L. R. . Crise Econômica e Cooperativismo Agrícola: Uma Discussão Sobre os Condicionantes das Dificuldades Financeiras da Cooperativa Agrícola de Cotia (CAC). 1994. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).162.GONÇALVES, J. S. . Estatísticas da Bananicultura. 1993. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).163.GONÇALVES, J. S. . Economia de Mercado: Preço Interno e Preço Externo de Algodão em Pluma. 1993. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).164.GONÇALVES, J. S. . Mobilidade do Trabalho e Política Agrícola e Agrária. 1993. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).165.GONÇALVES, J. S. . A Questão Agrária e as Crises Brasileiras Recentes. 1993. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).166.GONÇALVES, J. S. . Desenvolvimento Econômico para o Social. 1993. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).167.GONÇALVES, J. S. . Crise da Cotonicultura Nacional e as Perspectivas para a Safra 1993/94. 1993. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).168.GONÇALVES, J. S. . Divida Externa Brasileira: Constrangimentos Internos e Externos. 1993. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).169.GONÇALVES, J. S. . Expectativas Safra e de Mercados Agrícolas do Ano 1992/93. 1992. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).170.GONÇALVES, J. S. . Arrendamento e Desenvolvimento Agrícola. 1990. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).171.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária de Presidente Prudente. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).172.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária de Sorocaba. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).173.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária do Vale do Paraíba. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).174.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuria de Ribeirão Preto. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).175.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária de São José do Rio Preto. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).176.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária do Vale do Ribeira. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).177.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária da Região de Campinas. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).178.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária da Região de Araçatuba. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).179.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária da Região de Marilia. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).180.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária da Região de Bauru. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra). Demais tipos de produção bibliográfica1.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-1 Preços Agropecuários: aumento de 0,19% no fechamento de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA, 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).2.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-2 Efeito cana produz alta de 14,57% nos preços agropecuários paulistas na variacão anual acumulada de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).3.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-3 Preços Agropecuários: aumento de 0,03% na primeira quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).4.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-4 Preços Agropecuários: aumento de 0,26% na segunda quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).5.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-5 Preços Agropecuários: Alta de 0,45% na terceira quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).6.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-1 Preços Agropecuários: alta de 0,54% no encerramento do mês de janeiro de 2012. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).7.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-2 Preços Agropecuários: Queda de 0,47% na primeira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).8.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-3 Preços Agropecuários: Queda de 1,48% na segunda quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).9.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC01-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro no Ano de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise do comércio exterior).10.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC02-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro de 2012. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise do comércio exterior).11.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-4 Preços Agropecuários: Queda de 1,82% na terceira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).12.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-1 Preços Agropecuários: baixa de 1,65% no encerramento do mês de fevereiro de 2012. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).13.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-1 Preços Agropecuários encerram o mês de dezembro em alta de 0,73% fechando ano de 2010 em patamares muito superiores. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).14.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-2 Preços Agropecuários iniciam 2011 em alta de 1,71%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).15.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-3 Preços Agropecuários sobem 2,44% na segunda quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).16.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC01-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro no ano de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).17.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-4 Preços Agropecuários sobem 1,44% na terceira quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).18.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-1 Preços Agropecuários encerram o mês de janeiro em alta de 1,55%.. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).19.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-2 Preços Agropecuários sobem 1,05% na primeira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).20.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-3 Preços Agropecuários sobem 1,18% na segunda quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).21.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-4 Preços Agropecuários sobem 1,76% na terceira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).22.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-1 Preços Agropecuários encerram o mês de fevereiro em alta de 1,55%.. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).23.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-2 Preços Agropecuários sobem 2,53% na primeira quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).24.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-3 Preços Agropecuários sobem 2,79% na segunda quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).25.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-4 Preços Agropecuários sobem 3,17% na terceira quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).26.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-1 Preços Agropecuários encerram o mês de março em alta de 3,32%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).27.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-2 Preços Agropecuários sobem 2,71% na primeira quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).28.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-3 Preços Agropecuários sobem 1,59% na segunda quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).29.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-4 Preços Agropecuários sobem 0,36% na terceira quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).30.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-1 Preços Agropecuários têm queda de 0,61% ao encerrar o mês de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).31.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-2 Preços Agropecuários sobem 3,64% na primeira quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).32.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-3 Preços Agropecuários sobem 8,28% na segunda quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).33.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-4 Preços Agropecuários sobem 11,45% na terceira quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).34.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-1 Efeito cana eleva preços agropecuários em 15,43% no encerramento do mês de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).35.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-2 Efeito cana eleva preços Agropecuários em 7,92% na primeira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).36.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-3 Efeito cana ancora alta de 1,51% nos preços agropecuários na segunda quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).37.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-4 Preços Agropecuários: queda de 1,78% na terceira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).38.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-1 Preços Agropecuários encerram o mês de Junho com queda de 5,23%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).39.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-2 Preços Agropecuários: queda de 4,79% na primeira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).40.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-3 Preços Agropecuários: queda de 4,72% na segunda quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).41.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-4 Preços Agropecuários: queda de 4,55% na terceira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).42.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-1 Preços Agropecuários com queda de 3,80 % no encerramento de julho. São Paulo (SP: Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).43.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-4 Preços Agropecuários: queda de 0,58% na segunda quadrissemana de agosto. São Paulo (SP: Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).44.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-3 Preços Agropecuários: queda de 0,89% na terceira quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).45.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-2 Preços Agropecuários queda de 2,34 % na primeira quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).46.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-1 Preços Agropecuários com alta de 1,77% no encerramento de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).47.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-2 Preços Agropecuários: alta de 0,75% na primeira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).48.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-3 Preços Agropecuários: queda de 0,32% na segunda quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).49.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-4 Preços Agropecuários: queda de 1,29% na terceira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).50.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-1 Preços Agropecuários em baixa de 1,82% no encerramento de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).51.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-2 Preços Agropecuários: queda de 1,49% na primeira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).52.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-3 Preços Agropecuários: queda de 1,19% na segunda quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).53.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-4 Preços Agropecuários: queda de 0,19% na terceira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).54.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-1 Preços Agropecuários com alta de 0,51% no encerramento do mês de Outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).55.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-2 Preços Agropecuários: aumento de 0,96% na primeira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).56.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-3 Preços Agropecuários: aumento de 1,42% na segunda quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).57.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-4 Preços Agropecuários: aumento de 1,44% na terceira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).58.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ12-1 Preços Agropecuários encerram o mês de novembro em alta de 3,24%.. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).59.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ12-2 Preços Agropecuários: alta de 2,34% na primeira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).60.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ12-3 Preços Agropecuários: alta de 1,44% na segunda quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).61.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ12-4 Preços Agropecuários: alta de 1,16% na terceira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).62.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC02-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro de Janeiro de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).63.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC03-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros do Primeiro Bimestre de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).64.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC04-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro no Primeiro Trimestre de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).65.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC05-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros do Primeiro Quadrimestre. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).66.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC06-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a Maio de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).67.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC07-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro no Primeiro Semestre de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).68.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC08-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a Julho de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).69.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC09-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a Agosto de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).70.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC10-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro de Janeiro a Setembro de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).71.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC11-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a Outubro de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).72.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC12-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a Novembro de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).73.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ07-2 Preços Agropecuários: queda de 2,59% na segunda quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).74.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ07-3 Preços Agropecuários: queda de 2,28% na primeira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).75.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ07-4 Preços Agropecuários: queda de 3,28% na terceira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).76.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ08-1 Preços Agropecuários: encerram o mês de Julho em queda de 2,95%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).77.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ07-1 Preços Agropecuários: queda de 1,54% encerra o mês de Junho de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).78.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC07-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro no Primeiro Semestre de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).79.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC08-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro de janeiro a julho de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).80.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ08-2 Preços Agropecuários: queda de 2,35% na primeira quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).81.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ08-3 Preços Agropecuários: queda de 1,66% na segunda quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).82.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ03-4 Preços Agropecuários: alta de 6,88% na terceira quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).83.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ08-4 Preços Agropecuários: alta de 0,66% na terceira quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).84.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ06-4 Preços Agropecuários: alta de 1,95% na terceira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).85.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ04-1 Preços agropecuários encerram mês de Março com alta de 4,45%.. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).86.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ04-2 Preços Agropecuários: alta de 2,17% na primeira quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).87.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ04-3 Preços Agropecuários: queda de 0,07% na segunda quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).88.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ04-4 Preços Agropecuários: queda de 0,49% na terceira quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).89.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ05-1 Preços Agropecuários: queda de 1,20% na quarta quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).90.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ05-2 Preços Agropecuários: alta de 0,48% na primeira quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).91.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ05-3 Preços Agropecuários: alta de 2,57% na segunda quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).92.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ05-4 Preços Agropecuários: alta de 5,30% na terceira quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).93.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ06-1 Preços Agropecuários: encerram o mês de maio com alta de 8,66%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).94.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ06-2 Preços Agropecuários: alta de 7,14% na primeira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).95.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ06-3 Preços Agropecuários: alta de 4,36% na segunda quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).96.PEREZ, L. H. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . MA02-1 Preços agropecuários: índices acumulados do ano de 2009 e variação dos preços médios mensais em 2008 e 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).97.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ03-3 Preços Agropecuários: alta de 8,00% na segunda quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).98.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ03-2 Preços Agropecuários: alta de 9,87% na primeira quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).99.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ03-1 Preços agropecuários encerram mês de fevereiro com alta de 10,26%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).100.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. . PQ02-4 Preços Agropecuários: alta de 7,14% na terceira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).101.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. . PQ02-3 Preços Agropecuários: alta de 5,43% na segunda quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).102.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. . PQ02-2 Preços Agropecuários: alta de 3,04% na primeira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).103.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. . PQ02-1 Preços agropecuários encerram mês de Janeiro com alta de 1,15%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).104.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ01-5 Preços Agropecuários: alta de 0,92% na terceira quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).105.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ01-4 Preços Agropecuários: alta de 0,08% na segunda quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).106.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ01-3 Preços Agropecuários: queda de 0,07% na primeira quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).107.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ01-2 Preços agropecuários encerram mês de dezembro com alta de 0,37%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).108.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ01-1 Preços Agropecuários: alta de 1,21% na terceira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).109.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ09-1 Preços Agropecuários encerram o mês de Agosto em alta de 1,61%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).110.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC09-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a Agosto de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).111.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ09-2 Preços Agropecuários: alta de 2,28% na primeira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).112.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ09-3 Preços Agropecuários: alta de 3,21% na segunda quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).113.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC01-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro ano de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).114.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC02-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro de Janeiro de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).115.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC03-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro de Primeiro Bimestre de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).116.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC04-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro de Primeiro Trimestre de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).117.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC05-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro de Primeiro Quadrimestre de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).118.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC06-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro de janeiro a maio de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).119.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; PINATTI, E. ; BINI, D.L. de C. . PQ09-4 Preços Agropecuários: alta de 4,52% na terceira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).120.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ10-1 Preços Agropecuários encerram o mês de Setembro em alta de 5,43%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).121.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC10-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro de Janeiro a Setembro de 2010. Sao Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).122.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ10-2 Preços Agropecuários: alta de 5,98% na primeira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).123.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ10-3 Preços Agropecuários: alta de 5,22% na segunda quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).124.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ10-4 Preços Agropecuários: alta de 3,65% na terceira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).125.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ11-1 Preços Agropecuários encerram o mês de Outubro em alta de 2,37%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).126.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC11-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro de Janeiro a Outubro de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).127.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ11-2 Preços Agropecuários: alta de 1,87% na primeira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).128.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ11-3 Preços Agropecuários: alta de 2,34% na segunda quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).129.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ11-4 Preços Agropecuários: alta de 3,03% na terceira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).130.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ12-1 Preços Agropecuários encerram o mês de Novembro em alta de 3,24%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).131.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC12-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro de Janeiro a Novembro de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).132.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ12-2 Preços Agropecuários: alta de 2,34% na primeira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).133.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ12-3 Preços Agropecuários: alta de 1,44% na segunda quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).134.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ12-4 Preços Agropecuários: alta de 1,16% na terceira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA, 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).135.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ12-3 Preços Agropecuários: alta de 2,13% na segunda quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).136.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ12-2 Preços Agropecuários: alta de 1,72% na primeira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).137.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ12-1 Preços agropecuários encerram mês de Novembro com alta de 1,48%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).138.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-1 Preços agropecuários encerram mês de janeiro em alta de 1,27%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).139.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ02-2 Preços Agropecuários: alta de 2,29% na primeira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).140.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ02-3 Preços Agropecuários: alta de 2,38% na segunda quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).141.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ02-4 Preços Agropecuários: alta de 1,78% na terceira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).142.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ11-4 Preços Agropecuários: alta de 1,04% na terceira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).143.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ11-3 Preços Agropecuários: alta de 1,09% na segunda quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).144.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ11-2 Preços Agropecuários: alta de 1,66% na primeira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).145.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ11-1 Preços agropecuários encerram mês de Outubro com alta de 2,58%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).146.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-4 Preços Agropecuários: alta de 0,27% na terceira quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).147.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; SACHS, R. C. C. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-3 Preços Agropecuários: queda de 1,41% na segunda quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agricola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).148.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; SACHS, R. C. C. . PQ01-2 Preços agropecuários: acumulado no ano de 2008 fechou em alta de 4,12%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).149.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; SACHS, R. C. C. . PQ01-1 Preços agropecuários encerram mês de dezembro com queda de 1,65%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).150.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . BC01-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro no ano de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).151.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC02-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros em Janeiro de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).152.ANGELO, J. A. ; BINI, D.L. de C. ; GONÇALVES, J. S. . MA03-1 As destinações das exportações dos agronegócios brasileiros em 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).153.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC03-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros no primeiro bimestre de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).154.BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . MA03-2 Os Cinco Principais Destinos das Exportações Agropecuárias Brasileiras no Ano de 2008 e as Expectativas para o Comércio Exterior em 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).155.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . BC04-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro no Primeiro Trimestre de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).156.VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . BC05-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros no primeiro quadrimestre de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).157.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC06-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a Maio de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).158.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . BC07-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro no Primeiro Semestre de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).159.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC08-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a Julho de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).160.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC09-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a agosto de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).161.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC10-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a setembro de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).162.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC11-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a outubro de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).163.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC12-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a novembro de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).164.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ03-1 Preços agropecuários encerram mês de fevereiro em alta de 1,70%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).165.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ03-2 Preços Agropecuários: alta de 1,02% na primeira quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).166.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ03-3 Preços Agropecuários: variação nula na segunda quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).167.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ03-4 Preços Agropecuários: queda de -0,16% na terceira quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).168.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ04-1 Preços agropecuários encerram mês de março em alta de 0,03%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).169.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ04-2 Preços Agropecuários: queda de 0,91% na primeira quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).170.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ04-3 Preços agropecuários: alta de 0,80% na segunda quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).171.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ04-4 Preços Agropecuários: alta de 1,25% na terceira quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).172.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ10-4 Preços Agropecuários: alta de 2,43% na terceira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).173.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ05-1 Preços agropecuários encerram mês de abril com alta de 1,49%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).174.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ05-2 Preços Agropecuários: alta de 2,22% na primeira quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).175.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ05-3 Preços Agropecuários: alta de 2,41% na segunda quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).176.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ05-4 Preços Agropecuários: alta de 2,69% na terceira quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).177.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ06-1 Preços agropecuários encerram mês de Maio com alta de 3,38%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).178.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ06-2 Preços Agropecuários: alta de 2,91% na primeira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).179.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ06-3 Preços Agropecuários: alta de 2,65% na segunda quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).180.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ06-4 Preços Agropecuários: alta de 1,82% na terceira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).181.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ07-1 Preços agropecuários encerram mês de Junho com alta de 0,56%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).182.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ07-2 Preços Agropecuários: queda de 0,94% na primeira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).183.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ07-3 Preços Agropecuários: queda de 1,98% na segunda quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).184.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ07-4 Preços Agropecuários: queda de 3,34% na terceira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).185.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ08-1 Preços agropecuários encerram mês de Julho com queda de 4,12%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).186.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ08-2 Preços Agropecuários: queda de 1,88% na primeira quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).187.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ08-3 Preços Agropecuários: queda de 0,24% na segunda quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).188.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ08-4 Preços Agropecuários: alta de 1,74% na terceira quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).189.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ09-1 Preços agropecuários encerram mês de Agosto com alta de 2,67%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).190.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ10-3 Preços Agropecuários: alta de 1,49% na segunda quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).191.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ09-2 Preços Agropecuários: alta de 1,98% na primeira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).192.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ09-3 Preços Agropecuários: alta de 1,17% na segunda quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).193.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ09-4 Preços Agropecuários: alta de 0,49% na terceira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).194.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ10-1 Preços agropecuários encerram mês de Setembro com alta de 0,22%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).195.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ10-2 Preços Agropecuários: alta de 0,82% na primeira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).196.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; SACHS, R. C. C. . PQ12-4 Preços Agropecuários: queda de 0,56% na terceira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).197.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; SACHS, R. C. C. . PQ12-3 Preços Agropecuários: alta de 0,67% na segunda quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).198.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; SACHS, R. C. C. . PQ12-2 Preços Agropecuários: alta de 0,55% na primeira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).199.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. . PQ12-1 Preços agropecuários encerram mês de novembro com queda de 0,40%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).200.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-1 Preços agropecuários encerram mês de dezembro com alta de 5,95%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (análise da conjuntura de preços).201.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-2 Preços da agropecuária paulista acumulam alta de 9,15% em 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).202.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-3 Preços agropecuários: alta de 0,66% na terceira quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise de conjuntura de preços).203.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-1 Preços agropecuários encerram mês de janeiro em queda de 0,36%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).204.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-2 Preços agropecuários: queda de 5,37% na primeira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).205.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-3 Preços Agropecuários: queda de 7,08 % na segunda quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).206.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-4 Preços Agropecuários: queda de 1,34% na terceira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).207.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . BC01-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro no ano de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).208.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. . BC02-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro - janeiro de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).209.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PINATTI, E. . MA02-1 Distribuição e representatividade das exportações regionais dos agronegócios no Estado de São Paulo em 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).210.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC03-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro primeiro bimestre de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).211.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . MA03-2 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro no período 1997-2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).212.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . MA03-1 Comportamento da balança comercial paulista e brasileira no período 1997-2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).213.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . BC04-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro de 2008 janeiro a março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).214.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC05-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro primeiro quadrimestre de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).215.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . MA06-1 Transações comerciais paulistas e brasileiras com a Espanha: 2005-2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).216.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . MA06-2 Embargo e queda da participação paulista nas exportações brasileiras de carne bovina não processada. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).217.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC06-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro janeiro a maio de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).218.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. . BC07-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro no primeiro semestre de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).219.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC08-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro janeiro a julho de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).220.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC09-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro janeiro a agosto de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).221.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. . BC10-1 a comercial dos agronegócios paulista e brasileiro de janeiro a setembro de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).222.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC11-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro de janeiro a outubro de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).223.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC12-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro de janeiro a novembro de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).224.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-1 Preços agropecuários encerram mês de fevereiro em queda de 0,45%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).225.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-2 Preços agropecuários: alta de 0,68% na primeira quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).226.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-3 Preços agropecuários: alta de 1,87% na segunda quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).227.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-4 Preços agropecuários: alta de 1,87% na terceira quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).228.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-1 Preços agropecuários encerram mês de março em alta de 3,75%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).229.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-2 Preços agropecuários: alta de 2,95% na primeira quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).230.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-3 Preços agropecuários: alta de 0,74% na segunda quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).231.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-4 Preços agropecuários: queda de 0,50% na terceira quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).232.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-1 Preços agropecuários encerram mês de abril em queda de 0,65%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).233.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-2 Preços agropecuários: alta de 0,89% na primeira quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).234.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-3 Preços agropecuários: alta de 2,29% na segunda quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).235.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-4 Preços agropecuários: alta de 3,91% na terceira quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).236.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-1 Preços agropecuários encerram mês de maio com alta de 5,49%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).237.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-2 Preços agropecuários: alta de 4,59% na primeira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).238.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-3 Preços agropecuários: alta de 3,53% na segunda quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).239.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-4 Preços agropecuários: alta de 2,60% na terceira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).240.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-1 Preços agropecuários encerram mês de junho com alta de 2,42%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).241.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-2 Preços agropecuários: alta de 3,37% na primeira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).242.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-3 Preços Agropecuários: alta de 3,81% na segunda quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).243.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-4 Preços Agropecuários: alta de 3,55% na terceira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).244.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-1 Preços agropecuários encerram mês de julho com alta de 2,87%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).245.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-2 Preços Agropecuários: alta de 0,88% na primeira quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).246.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-3 Preços agropecuários: após 3 meses quadrissemana apresenta queda. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).247.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-4 Preços Agropecuários: queda de 2,04% na 3ª quadrissemana de Agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).248.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-1 Preços agropecuários encerram mês de agosto com queda de 3,40%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).249.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-2 Preços Agropecuários: queda de 4,40% na primeira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).250.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-3 Preços Agropecuários: queda de 4,51% na segunda quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).251.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-4 Preços Agropecuários: queda de 3,87% na terceira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).252.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-1 Preços agropecuários encerram mês de setembro com queda de 2,41%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).253.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-2 Preços Agropecuários: queda de 1,71% na primeira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).254.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-3 Preços Agropecuários: queda de 1,33% na segunda quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).255.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-4 Preços Agropecuários: queda de 0,96% na terceira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).256.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-1 Preços agropecuários encerram mês de outubro com queda de 0,78%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).257.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-2 Preços Agropecuários: queda de 1,11% na primeira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).258.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-3 Preços Agropecuários: queda de 1,44% na segunda quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).259.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-4 Preços Agropecuários: queda de 0,98% na terceira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).260.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-1 Preços agropecuários sobem 2,74% em janeiro de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).261.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-2 Preços agropecuários sobem 4,52% na primeira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).262.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-3 Preços agropecuários sobem 5,70% na segunda quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).263.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-4 Preços agropecuários sobem 5,02% na terceira quadrissemana de fevereiro de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).264.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; SACHS, R. C. C. . PQ12-1 Preços agropecuários encerram mês de novembro com alta de 4,53%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).265.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; SACHS, R. C. C. . PQ12-2 Preços Agropecuários: alta de 6,62% na primeira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).266.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; SACHS, R. C. C. . PQ12-3 Preços agropecuários: alta de 7,89% na segunda quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).267.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ12-4 Preços agropecuários: alta de 7,86% na terceira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).268.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-1 Preços agropecuários sobem 4,74% em fevereiro de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de analise da conjuntura de preços).269.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-2 Preços agropecuários sobem 3,59% na primeira quadrissemana de março de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).270.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-3 Preços agropecuários sobem 2,51% na segunda quadrissemana de março de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).271.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-3 Preços agropecuários sobem 2,51% na segunda quadrissemana de março de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).272.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-4 Preços agropecuários sobem 0,83% na terceira quadrissemana de março de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).273.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-1 Preços agropecuários caem 1,48% no mês de março de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agricola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).274.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-2 Preços agropecuários caem 3,17% na primeira quadrissemana de abril de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).275.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-3 Preços agropecuários caem 4,97% na segunda quadrissemana de abril de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).276.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-4 Preços agropecuários caem 5,53% na terceira quadrissemana de abril de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).277.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-1 Preços agropecuários caem 4,79% no mês de abril de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).278.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-2 Preços agropecuários caem 4,12% na primeira quadrissemana de maio de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).279.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-3 Preços agropecuários: queda de 3,48% na segunda quadrissemana de maio de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).280.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-4 Preços agropecuários: queda de 3,40% na terceira quadrissemana de maio de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conmjuntura de preços).281.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-1 Preços agropecuários encerram maio com queda de 3,21%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).282.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-2 Preços agropecuários: queda de 2,41% na primeira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Institutp de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).283.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-3 Preços agropecuários: queda de 1,90% na segunda quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).284.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-4 Preços agropecuários: queda de 2,59% na terceira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).285.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-1 Preços agropecuários encerram junho com queda de 3,80%. São Paulo (SP): Instiuto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).286.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-2 Preços agropecuários: recuo de 4,67% na primeira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).287.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-3 Preços agropecuários: recuo de 4,84% na segunda quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).288.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-4 Preços agropecuários: queda de 2,88% na terceira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).289.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-1 Preços agropecuários encerram julho com queda de 0,80%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).290.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-2 Preços agropecuários: alta de 2,45% na primeira quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).291.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-3 Preços agropecuários: alta de 4,92% na segunda quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Institutio de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).292.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-4 Preços Agropecuários: alta de 4,72% na terceira quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).293.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-1 Preços agropecuários encerram mês de agosto com alta de 3,84%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).294.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-2 Preços Agropecuários: alta de 1,49% na primeira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).295.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-3 Preços Agropecuários: queda de 0,57% na segunda quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).296.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-4 Preços agropecuários: queda de 1,23% na terceira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).297.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-1 Preços agropecuários encerram mês de setembro com queda de 0,82%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).298.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-2 Preços agropecuários: alta de 0,58% na primeira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).299.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-3 Preços agropecuários: alta de 2,74% na segunda quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).300.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-4 Preços agropecuários: alta de 3,19% na terceira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).301.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-1 Preços agropecuários encerram mês de outubro com alta de 2,62%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IE-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).302.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-2 Preços Agropecuários: alta de 0,58% na primeira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).303.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-3 Preços agropecuários: alta de 1,44% na segunda quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).304.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-4 Preços agropecuários: alta de 2,11% na terceira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).305.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. ; MARTIN, N. B. . BC01-1 Balança comercial do agronegócio paulista e brasileiro no ano de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).306.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC02-1 Resultado da balança comercial do agronegócio paulista de janeiro de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).307.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . BC03-1 Resultado da balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro no primeiro bimestre de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).308.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . BC04-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro de 2007 - Primeiro trimestre. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).309.VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . BC05-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro de 2007 - Primeiro quadrimestre. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).310.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC06-1 Balança comercial dos agronegócios paulistas e brasileiros, janeiro a maio de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).311.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PINATTI, E. . MA06-1 Distribuição e representatividade das exportações regionais do agronegócio no Estado de São Paulo em 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).312.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . BC07-1 Balança comercial dos agronegócios paulistas e brasileiros no primeiro semestre de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).313.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC08-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro, janeiro a julho de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).314.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC09-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro, janeiro a agosto de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).315.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . BC10-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro, janeiro a setembro de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).316.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC11-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro, janeiro a outubro de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).317.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC12-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro janeiro a novembro de 2007. IEA- APTA, São Paulo, dezembro de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).318.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PINATTI, E. . MA12-1 Destinos das exportações dos agronegócios brasileiros de janeiro a setembro de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).319.VICENTE, J. R. ; MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC01-1 Balança comercial do agronegócio paulista no ano de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).320.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; MARTIN, N. B. . BC02-1 Resultado da balança comercial do agronegócio paulista em Janeiro de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).321.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. . BC03-1 Resultado da balança comercial do agronegócio paulista no primeiro bimestre de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).322.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; MARTIN, N. B. . BC04-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro no primeiro trimestre de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).323.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; MARTIN, N. B. . BC05-1 Resultado da balança comercial do agronegócio paulista no primeiro quadrimestre de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).324.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; MARTIN, N. B. . BC06-1 Resultado da balança comercial do agronegócio paulista de janeiro a maio de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).325.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. ; MARTIN, N. B. . BC07-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro no primeiro semestre de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).326.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; MARTIN, N. B. . BC08-1 Resultado da balança comercial do agronegócio paulista de janeiro a julho de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).327.SOUZA, S. A. M. ; MARTIN, N. B. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC09-1 Resultado da balança comercial do agronegócio paulista de janeiro a agosto de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).328.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. ; MARTIN, N. B. . BC10-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro de janeiro a setembro de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).329.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . BC11-1 Balança comercial do agronegócio paulista, janeiro a outubro de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).330.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . BC12-1 Balança comercial do agronegócio paulista, janeiro a novembro de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).331.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC01-1 Balança comercial do agronegócio paulista no ano de 2004. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).332.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC02-1 Resumo da balança comercial do agronegócio paulista, janeiro de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).333.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC03-1 Resumo da balança comercial do agronegócio paulista, Janeiro a fevereiro de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).334.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC04-1 Balança comercial do agronegócio paulista no primeiro trimestre de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).335.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC05-1 Resumo da balança comercial do agronegócio paulista, janeiro a abril de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA, 2005 (artigo de análise do comércio exterior).336.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC06-1 Resumo da balança comercial do agronegócio paulista, janeiro a maio de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).337.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC07-1 Balança comercial do agronegócio paulista no primeiro semestre de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).338.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC08-1 Resumo da balança comercial do agronegócio paulista, janeiro a julho de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).339.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC09-1 Resumo da balança comercial do agronegócio paulista, Janeiro a Agosto de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).340.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC10-1 Balança comercial do agronegócio paulista de janeiro a setembro de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).341.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC11-1 Resumo da balança comercial do agronegócio paulista, Janeiro a Outubro de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).342.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC12-1 Resumo da balança comercial do agronegócio paulista, Janeiro a Novembro de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).343.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC01-1 Balança comercial do agronegócio paulista em 2003. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2004 (artigo de análise do comércio exterior).344.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC04-1 Balança comercial do agronegócio paulista, Janeiro a Março de 2004. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2004 (artigo de análise do comércio exterior).345.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC07-1 Balança Comercial do Agronegócio Paulista Janeiro a Junho de 2004. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2004 (artigo de análise do comércio exterior).346.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC10-1 Balança Comercial do Agronegócio Paulista Janeiro a Setembro de 2004. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-SP), 2004 (artigo de análise do comércio exterior).347.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC01-1 Balança comercial do agronegócio paulista em 2002. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2003 (artigo de análise do comércio exterior).348.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC04-1 Balança Comercial do Agronegócio Paulista no Primeiro Trimestre de 2003. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2003 (artigo de análise do comércio exterior).349.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC07-1 Balança Comercial do Agronegócio Paulista no Primeiro Semestre de 2003. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2003 (artigo de análise do comércio exterior).350.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC10-1 Balança Comercial do Agronegócio Paulista de Janeiro a Setembro de 2003. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2003 (artigo de análise do comércio exterior).351.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC01-1 Balança comercial do agronegócio paulista janeiro a dezembro de 2001. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2002 (artigo de análise do comércio exterior).352.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC04-1 Balança comercial dos agronegócios, Janeiro a março de 2002. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2002 (artigo de análise do comércio exterior).353.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC07-1 Balança comercial dos agronegócios, Janeiro a junho de 2002. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2002 (artigo de análise do comércio exterior).354.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC10-1 Balança comercial dos agronegócios, Janeiro a Setembro de 2002. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2002 (artigo de análise do comércio exterior).355.VICENTE, J. R. ; MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC04-1 Balança Comercial dos Agronegócios do Brasil e São Paulo no Primeiro Trimestre de 2001. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2001 (artigo de análise do comércio exterior).356.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC07-1 Balança Comercial dos Agronegócios do Brasil e São Paulo no Primeiro Semestre de 2001. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2001 (artigo de análise do comércio exterior).357.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC10-1 Balança Comercial dos Agronegócios do Brasil e São Paulo janeiro a setembro de 2001. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2001 (artigo de análise do comércio exterior). Produção técnica Trabalhos técnicos1.GONÇALVES, J. S. . TT02-1 Redução da alíquota do ICMS do vinho de 25% para 18% e isonomia tributária com demais bebidas congêneres como a cachaça. 2012.2.GONÇALVES, J. S. . TT02-2 Viabilidade orçamentária do Projeto FEAP crédito para pescadores artesanais profissionais. 2012.3.GONÇALVES, J. S. . TT02-3 Viabilidade orçamentária do Projeto FEAP café paulista. 2012.4.GONÇALVES, J. S. . TT02-4 Viabilidade orçamentária do Projeto FEAP gestão de qualidade nas propriedades rurais. 2012.5.GONÇALVES, J. S. . TT02-5 Viabilidade orçamentária do Projeto FEAP agricultura em ambiente protegido. 2012.6.GONÇALVES, J. S. . TT01-1 Secretaria de Agricultura e Abastecimento no PPA 2008-2011: relatório dos resultados acumulados. 2012.7.GONÇALVES, J. S. . TT01-2 Secretaria de Agricultura e Abastecimento: principais ações e resultados de 2011. 2012.8.GONÇALVES, J. S. . TT01-3 Sistema de acompanhamento da gestão orçamentária e financeira da SAA - situação dezembro 2011. 2012.9.GONÇALVES, J. S. . TT02-6 Sistema de acompanhamento da gestão orçamentária e financeira da SAA - situação janeiro 2012. 2012.10.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT01-1 Secretaria de Agricultura e Abastecimento: Resultados do Ano de 2010. 2011.11.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT02-1 Secretaria de Agricultura e Abastecimento: Principais Resultados Orçamentários e Programáticos do Ano de 2010. 2011.12.GONÇALVES, J. S. . TT03-1 Proposta de reclassificação de vencimentos dos integrantes da carreira de pesquisador cientifico. 2011.13.GONÇALVES, J. S. . TT03-2 Proposta de reclassificação de vencimentos dos integrantes das classes de assistente técnico de pesquisa cientifica e tecnológica. 2011.14.GONÇALVES, J. S. . TT03-3 Proposta de reclassificação de vencimentos dos integrantes das séries de classes da carreira de engenheiro, arquiteto, engenheiro. 2011.15.GONÇALVES, J. S. . TT04-1 Revisão do Projeto Financiamento do Custeio Agropecuário Atrelado a Contrato de Opção. 2011.16.GONÇALVES, J. S. . TT04-2 Análise da Proposta de Celebração de Convênio com Banco Do Brasil S/A para Gestão dos Recursos Destinados à Subvenção do Prêmio do Seguro no Agronegócio Paulista por Intermédio do FEAP/BANAGRO. 2011.17.GONÇALVES, J. S. . TT04-3 Análise da Proposta de Autorização para Ampliação e Convocação dos Aprovados no Concurso Público. 2011.18.GONÇALVES, J. S. . TT07-1 Análise Orçamentária do Projeto subvenção econômica do financiamento de implementos. 2011.19.GONÇALVES, J. S. . TT07-2 Análise Orçamentária do Projeto financiamento do custeio agropecuário atrelado a contrato de opção. 2011.20.GONÇALVES, J. S. . TT07-3 Análise Programática e Orçamentária do Projeto Estadual de Subvenção do Prêmio de Seguro de Sanidade do Pomar Citrícola- Fase II. 2011.21.GONÇALVES, J. S. . TT07-4 Retirada das receitas do petróleo das receitas vinculadas ao FEAP. 2011.22.GONÇALVES, J. S. . TT08-1 Agricultura Paulista no Contexto Internacional. 2011.23.GONÇALVES, J. S. . TT09-1 Agricultura no PPA 2012-2015: comparação de valores entre o proposto e o contemplado no projeto de lei nº 771-2011. 2011.24.GONÇALVES, J. S. . TT09-2 Contribuições ao Documento São Paulo no mundo- plano de relações internacionais. 2011.25.GONÇALVES, J. S. . TT09-3 Secretaria de Agricultura e Abastecimento: relatório do período janeiro a agosto de 2011. 2011.26.GONÇALVES, J. S. . TT10-1 Projeto de lei 315-2009 prejudica São Paulo retirando recursos do FEAP e da politica de recursos hídricos. 2011.27.GONÇALVES, J. S. . TT10-2 Sistema de acompanhamento da gestão orçamentária e financeira da SAA - situação setembro 2011. 2011.28.GONÇALVES, J. S. . TT10-3 Orçamento da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo: análise com base nos projetos de lei para 2009-2012. 2011.29.GONÇALVES, J. S. . TT11-1 Sistema de acompanhamento da gestão orçamentária e financeira da SAA - situação outubro 2011. 2011.30.GONÇALVES, J. S. . TT12-1 Sistema de acompanhamento da gestão orçamentária e financeira da SAA - situação novembro 2011. 2011.31.GONÇALVES, J. S. . TT11-2 Perspectivas dos agronegócios em 2012. 2011.32.GONÇALVES, J. S. . TT11-3 Custos operacionais junto ao agente financeiro do FEAP para execução do PRÓ-IMPLEMENTO. 2011.33.GONÇALVES, J. S. . TT11-4 Custos operacionais junto ao agente financeiro do FEAP para execução do projeto financiamento do custeio agropecuário atrelado a contrato de opção. 2011.34.GONÇALVES, J. S. . TT12-2 Isenção de ICMS para agricultores familiares para atender programas sociais e escolares. 2011.35.GONÇALVES, J. S. . TT12-3 Impacto de taxas e tarifas para os custos de transação de mercadorias agropecuárias. 2011.36.GONÇALVES, J. S. . TT12-4 Secretaria de Agricultura e Abastecimento: relatório gerencial 2011 e metas 2012 e 2014. 2011.37.GONÇALVES, J. S. . TT12-5 Secretaria de Agricultura e Abastecimento no PPA 2008-2011: relatório do ano de 2011. 2011.38.GONÇALVES, J. S. . TT04-1 Análise da Proposta de Regulamentação da Política Estadual de Mudanças Climáticas. 2010.39.GONÇALVES, J. S. . TT04-2 Estratégias e recursos para ações do Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP) em 2010. 2010.40.GONÇALVES, J. S. ; FERREIRA, L.G.S . TT03-3 Projeto subvenção econômica do financiamento de implementos agropecuários (PRÓ IMPLEMENTO). 2010.41.GONÇALVES, J. S. . TT03-2 Pesquisa & desenvolvimento, assistência técnica & extensão rural e risco sanitário zero no PPA 2008-2011: recursos alocados e resultados do biênio 2008-2009 e previsão 2010. 2010.42.GONÇALVES, J. S. . TT07-1 Analise do Projeto de Lei nº 575, de 2010 que fixa critérios para a Reserva Legal em propriedades rurais. 2010.43.GONÇALVES, J. S. . TT07-3 Memorandum of Understanding between the Republic of Italy and São Paulo State of the Federal Republic of Brazil (SSP) commit themselves to implement a joint program on Sustainable Development applied to Agricultural Practices. 2010.44.GONÇALVES, J. S. . TT07-2 Avaliação técnica da pauta de reivindicações do 2.º Encontro de Agricultores da Região de Limeira. 2010.45.GONÇALVES, J. S. . TT06-2 Seguro Agropecuário para Garantia da Renda. 2010.46.GONÇALVES, J. S. . TT06-1 Estratégia e resultados das ações do Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP) como instrumento de política de resgate das regiões de agricultura deprimida e de redução da exclusão produtiva no período 1995-2009. 2010.47.GONÇALVES, J. S. . TT05-2 Nova fiscalidade para alavancar a competitividade e a agregação de valor pela agroindustria e agroserviços paulistas. 2010.48.GONÇALVES, J. S. . TT05-1 Agenda da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo para a competitividade da citricultura. 2010.49.GONÇALVES, J. S. . TT03-1 Agricultura paulista 2020: condicionantes estruturais e políticas estaduais. 2010.50.GONÇALVES, J. S. . TT08-1 Analise do Despacho CJ/SAA nº 581/2010 da Consultoria Jurídica da Pasta sobre a Regulamentação da Lei Estadual 13.198/2009 que trata da Política Estadual de Mudanças Climáticas. 2010.51.GONÇALVES, J. S. . TT08-2 Analise do Relatório de Avaliação nº 359/2009 da Secretaria da Fazenda sobre o Programa Risco Sanitário Zero. 2010.52.GONÇALVES, J. S. . TT02-1 Programa Risco Sanitário Zero do PPA 2008-2011: redefinição da estratégia e realizações no período 2007-2009 e previsão de ações em 2010. 2010.53.GONÇALVES, J. S. . TT02-2 Pesquisa e desenvolvimento no PPA 2008-2011: realizações para o período 2007-2010. 2010.54.GONÇALVES, J. S. . TT02-3 Projeto Microbacias Hidrográficas e a programação orçamentária do PPA 2008-2011 do Governo do Estado de São Paulo. 2010.55.GONÇALVES, J. S. . TT02-4 Financiamento e subvenções econômicas na agricultura no PPA 2008-2011: realizações para o período 2007-2010. 2010.56.GONÇALVES, J. S. . TT01-1 Secretaria de Agricultura e Abastecimento no ano de 2009: principais indicadores das ações inseridas no plano plurianual (PPA 2008 -2011) do Governo do Estado de São Paulo. 2010.57.GONÇALVES, J. S. . TT01-2 Secretaria de Agricultura e Abastecimento no ano de 2009: Principais indicadores e resultados das ações inseridas no plano plurianual (PPA 2008 -2011) do Governo do Estado de São Paulo. 2010.58.GONÇALVES, J. S. . TT08-3 Regional Leaders Summit: General Information. 2010.59.GONÇALVES, J. S. . TT08-4 Agricultura e a Pesquisa & Desenvolvimento no Plano de Ciência, Tecnologia e Inovação para o Estado de São Paulo. 2010.60.GONÇALVES, J. S. . TT09-1 Pesquisa de orçamentos familiares IBGE 2008-2009: um terço ainda passa fome. 2010.61.GONÇALVES, J. S. ; PEREIRA, E.A.M . TT09-2 Sanidade agropecuária e o agronegócio paulista: Programa risco sanitário zero. 2010.62.GONÇALVES, J. S. ; PEREIRA, E.A.M . TT09-3 Programa Risco Sanitario Zero - Priorização na Proposta de Orçamento Setorial 2011 (POS/2011). 2010.63.GONÇALVES, J. S. ; FERREIRA, L.G.S . TT10-1 Inadimplência do crédito rural: suspensão de execuções de devedores do Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP). 2010.64.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT10-2 Avaliação Ambiental Estratégica da Agricultura Paulista: Projeto institucional da Secretaria de Agricultura e Abastecimento para cumprimento da Política Estadual de Mudanças Climáticas. 2010.65.GONÇALVES, J. S. ; PEREIRA, E.A.M ; GHIBERTI, A. . TT10-3 Análise do Projeto Desenvolvimento de um sistema de boas práticas sanitárias com controle de riscos à saúde bovina em unidades rurais no Estado de São Paulo. 2010.66.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT11-1 Análise da proposta de criação dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) nas Instituições Científicas e Tecnológicas do Estado de São Paulo (ICTESPS) das Secretarias de Agricultura e Abastecimento, Economia e Planejamento, Meio ambiente e Saúde. 2010.67.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT11-2 Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo: uma nova perspectiva setorial. 2010.68.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT11-3 Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo: programas e ações em andamento. 2010.69.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT11-4 Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo: informações sobre as unidades. 2010.70.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT11-5 Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo: estrutura de recursos humanos e de cargos em comissão. 2010.71.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT11-6 Desafios da transformação da agricultura paulista: readequação estrutural da SAA para fazer frente aos novos horizontes setoriais. 2010.72.GONÇALVES, J. S. . TT12-1 Proposta Orçamentária 2011 (PL 711-2010) Retira Receitas do FEAP e Reduz Autonomia do Secretário da Agricultura. 2010.73.GONÇALVES, J. S. . TT12-2 Casas da Agricultura como Unidades de Irradiação da Cidadania nos Municípios Agropecuários: Modelo Inclusivo de Poupatempo da Agricultura. 2010.74.GONÇALVES, J. S. . TT12-3 Projeto de criação do índice de qualidade do uso do solo agrícola do Estado de São Paulo. 2010.75.GONÇALVES, J. S. . TT12-4 Contrato entre CATI e APTA para transferência de tecnologia, produção e comercialização de sementes, mudas e propágulos de cultivares. 2010.76.GONÇALVES, J. S. . TT12-5 Observações sobre a nota técnica da Secretaria da Fazenda sobre o Decreto-FEAP Sementes e Mudas. 2010.77.GONÇALVES, J. S. . TT12-6 Observações sobre a nota técnica da Secretaria da Fazenda sobre o Decreto- FEAP financiamento do custeio atrelado a contrato de opção. 2010.78.GONÇALVES, J. S. . TT12-7 Nota técnica sobre o projeto subvenção econômica do financiamento de implementos agropecuários. 2010.79.GONÇALVES, J. S. . TT12-8 Sistema Paulista de Defesa da Agricultura (SPDA) e a interação convergente entre estruturas públicas e privadas. 2010.80.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT12-9 Licenciamento ambiental para atividades agropecuárias. 2010.81.GONÇALVES, J. S. ; FERREIRA, L.G.S . TT12-10 Subvenção do prêmio do seguro no agronegócio paulista. 2010.82.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT12-11 Contratação de empresa para realização de seminários sobre segurança na zona rural. 2010.83.GONÇALVES, J. S. . TT12-1 Crise da citricultura e nova proposta de ação da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo. 2009.84.GONÇALVES, J. S. . TT12-2 Secretaria de Agricultura e Abastecimento: relatório do ano 2009. 2009.85.GONÇALVES, J. S. . TT12-3 Agricultura paulista e o debate sobre as mudanças climáticas. 2009.86.GONÇALVES, J. S. . TT11-1 Apreciação suscinta dos resultados preliminares do censo agropecuário 2006. 2009.87.GONÇALVES, J. S. . TT11-2 Sustentabilidade da Pecuária na Agricultura Paulista. 2009.88.GONÇALVES, J. S. . TT11-3 Estrutura organizacional e instrumentos de formulação e avaliação de políticas públicas setoriais. 2009.89.GONÇALVES, J. S. . TT11-4 Subvenção econômica da produção de serviços ambientais: uma nova fronteira da atuação das políticas públicas. 2009.90.GONÇALVES, J. S. . TT10-1 Análise das propostas para agricultura e abastecimento inseridas no relatório preliminar das audiências públicas da LOA 2010. 2009.91.GONÇALVES, J. S. . TT10-2 Circuito da pecuária moderna e a nova sistemática de cobrança da tributação do valor adicionado com base no princípio da origem. 2009.92.GONÇALVES, J. S. ; FERREIRA, L.G.S . TT09-1 Seguro da sanidade do pomar de citros como inovação nas políticas públicas. 2009.93.GONÇALVES, J. S. . TT09-2 Subvenção econômica microbacias e contrato de opção: proposta de aprimoramento da legislação do fundo de expansão do agronegócio paulista (FEAP). 2009.94.GONÇALVES, J. S. . TT08-1 Risco da agricultura e redenho da política setorial brasileira. 2009.95.GONÇALVES, J. S. . TT08-2 Renda agropecuária despenca com safra menor e preços menores. 2009.96.GONÇALVES, J. S. . TT08-3 Proposta orçamentaria setorial agricultura 2010 destaques e apontamentos. 2009.97.GONÇALVES, J. S. . TT07-1 Redefinição das ações do Programa Risco Sanitário Zero na LOA 2010 face às novas estratégias da política setorial. 2009.98.GONÇALVES, J. S. . TT06-1 Consolidação da legislação do Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP) tendo como base a Lei Nº 7.964 , de 16 de julho de 1992 e alterações posteriores e as disposições isoladas inseridas pela Lei nº 11.244 de 21 de outubro de 2002. 2009.99.GONÇALVES, J. S. . TT06-2 Consolidação da legislação paulista de uso do solo: Lei Nº 6.171, de 4 de julho de 1988 alterações posteriores. 2009.100.GONÇALVES, J. S. . TT06-3 Exposição de Motivos e Proposta de Projeto de Lei de subvenção econômica aos produtores rurais para dispêndios nas microbacias hidrográficas e na formalização de contratos de opções, alterando a legislação do FEAP. 2009.101.GONÇALVES, J. S. . TT06-4 Valorização cambial provoca queda da renda agropecuária. 2009.102.GONÇALVES, J. S. . TT06-5 Crise econômica e as diretrizes da nova política para a agricultura brasileira. 2009.103.GONÇALVES, J. S. . TT05-1 Nota Técnica sobre a situação orçamentária do Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP) no Exercício 2009. 2009.104.GONÇALVES, J. S. . TT05-2 Proposta de enquadramento jurídico propugnado para o Projeto Financiamento do Custeio Agropecuário Atrelado a Contrato de Opção. 2009.105.GONÇALVES, J. S. . TT05-3 Analise do Parecer da Coordenadoria de Planejamento Orçamentário da Secretaria de Economia e Planejamento sobre o Anteprojeto de Lei que dispõe sobre subvenções econômicas no âmbito do projeto microbacias hidrográficas. 2009.106.GONÇALVES, J. S. . TT04-1 Reprogramação de Recursos Orçamentários Face às Novas Estratégias do Programa Risco Sanitário Zero. 2009.107.GONÇALVES, J. S. . TT04-2 Proposta de Enquadramento Orçamentário para o Projeto Financiamento do Custeio Agropecuário Atrelado a Contrato de Opção. 2009.108.GONÇALVES, J. S. . TT04-3 Proposta de Realocação dos Recursos Disponíveis do Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP) para atendimento de prioridades programáticas. 2009.109.GONÇALVES, J. S. . TT03-1Análise da Agropecuária Brasileira, Propostas para o Plano de Safra 2009/2010 e a Nova Política Setorial. 2009.110.GONÇALVES, J. S. . TT02-1 Análise das ponderações da Consultoria Jurídica da Pasta sobre o projeto financiamento do custeio agropecuário atrelado a contrato de opção (parecer CJ/SAA nº. 043/2009). 2009.111.GONÇALVES, J. S. . TT01-1 Análise da Lei Orçamentária Anual 2009 - Lei nº 13.289 de 22 de dezembro de 2009: Impactos na programação da Secretaria de Agricultura e Abastecimento. 2009.112.GONÇALVES, J. S. . TT02-2 Exportações de carnes e exportações totais São Paulo e Brasil para os Emirados Árabes 2007e 2008. 2009.113.GONÇALVES, J. S. . TT02-1 Prevalência da legislação ambiental federal e exigência de EIA-RIMA: quando a preservação do meio ambiente coloca em risco a possibilidade da sobrevivência humana. 2008.114.GONÇALVES, J. S. . TT01-1 Secretaria de Agricultura e Abastecimento 2006: Relatório Anual das ações Governo de São Paulo para o desenvolvimento do agronegócio paulista. 2007.115.GONÇALVES, J. S. . TT01-1 Secretaria de Agricultura e Abastecimento 2005: Relatório Anual das ações Governo de São Paulo para o desenvolvimento do agronegócio paulista. 2006.116.GONÇALVES, J. S. . TT02-1 Subvenção econômica do prêmio do seguro rural: uma proposta para a agropecuária paulista. 2000.117.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. ; AMARO, Antonio. A. . TT02-1 Plano de ação para o Instituto de Economia Agrícola. 1989.118.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; CARVALHO, F.C . TT10-1 Política Editorial do Instituto de Economia Agrícola. 1989.119.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. ; AMARO, Antonio. A. ; VEIGA FILHO, Alceu A. . TT10-1 Programa de Pesquisa Agropecuária do Instituto de Economia Agrícola. 1989.120.AMARO, Antonio. A. ; TSUNECHIRO, A. ; MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . TT08-1 Prognóstico Agrícola 1989/ 90: Algodão, Amendoim, Arroz, Batata, Cebola, Feijão, Mandioca, Milho e Soja. 1989.121.AMARO, Antonio. A. ; TSUNECHIRO, A. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; VEIGA FILHO, Alceu A. . TT11-1 Prognóstico Agrícola 1989/ 90: Café, Cana-de-açúcar, Banana, Laranja, Pecuária de Corte, Pecuária de Leite, Suinocultura e Avicultura. 1989.122.NOGUEIRA JR, S. ; AMARO, Antonio. A. ; MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. ; VEIGA FILHO, Alceu A. . TT12-1 Programa de Pesquisa Agropecuária do Instituto de Economia Agrícola 1989. 1989.123.MARTIN, N. B. ; VEIGA FILHO, Alceu A. ; GONÇALVES, J. S. ; RESENDE, J. V. . TT01-1 Programa da Pesquisa Agropecuária 1988. 1989.124.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT01-1 Pesquisa Agropecuária: Atividades e resultados em 1987. 1988.125.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT02-1 Pesquisa Agropecuária: tecnologias e apoio à modernização rural. 1988.126.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT04-1 Destaques da Pesquisa Agropecuária em 1988. 1988.127.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT06-1 Pesquisa Agropecuária: Atividades e Resultados em 1986. 1987.128.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT03-2 Programa da Geração de Tecnologia. 1987.129.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT03-1 Programa de Difusão de Tecnologia. 1987.130.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT02-1 Contribuição da Pesquisa Agropecuária: CPA 1985. 1986.131.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT02-1 Contribuição da Pesquisa Agropecuária CPA-1984. 1985.132.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT03-1 Contribuição da Pesquisa Agropecuária: Atuação da CPA em 1983. 1984.133.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT01-1 Programa de Difusão de Tecnologia da Coordenadoria da Pesquisa Agropecuária. 1984.134.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . TT03-1 Programa Trienal de Pesquisa Agropecuária 1984/87. 1983.135.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT06-1 Programa Cooperativo de Testes Regionais CPA/ CATI. 1983. Demais tipos de produção técnica1.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no ano de 2011. 2012. (estatísticas de comércio exterior).2.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no ano de 2010. 2011. (estatísticas de comércio exterior).3.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no primeiro trimestre de 2011. 2011. (estatísticas de comércio exterior).4.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no primeiro semestre de 2011. 2011. (estatísticas de comércio exterior).5.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de janeiro a setembro de 2011. 2011. (estatísticas de comércio exterior).6.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no primeiro semestre de 2010. 2010. (estatísticas de comércio exterior).7.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no ano de 2009. 2010. (estatísticas de comércio exterior).8.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira do Primeiro Trimestre de 2010. 2010. (estatísticas de comércio exterior).9.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de janeiro a setembro de 2010. 2010. (estatísticas de comércio exterior).10.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no ano de 2008. 2009. (estatísticas de comércio exterior).11.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no Primeiro Trimestre de 2009. 2009. (estatísticas de comércio exterior).12.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no Primeiro Semestre de 2009. 2009. (estatísticas de comércio exterior).13.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de Janeiro a setembro de 2009. 2009. (estatísticas de comércio exterior).14.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no ano de 2007. 2008. (estatísticas de comércio exterior).15.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de 2008 janeiro a março. 2008. (estatísticas de comércio exterior).16.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no primeiro semestre de 2008. 2008. (estatísticas de comércio exterior).17.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de Janeiro a setembro de 2008. 2008. (estatísticas de comércio exterior).18.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no ano de 2006. 2007. (estatísticas de comércio exterior).19.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de 2007 - Primeiro trimestre. 2007. (estatísticas de comércio exterior).20.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no primeiro semestre de 2007. 2007. (estatísticas de comércio exterior).21.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira, janeiro a setembro de 2007. 2007. (estatísticas de comércio exterior).22.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no ano de 2005. 2006. (estatísticas de comércio exterior).23.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no primeiro trimestre de 2006. 2006. (estatísticas de comércio exterior).24.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no primeiro semestre de 2006. 2006. (estatísticas de comércio exterior).25.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de janeiro a setembro de 2006. 2006. (estatísticas de comércio exterior).26.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no ano de 2004. 2005. (estatísticas de comércio exterior).27.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no primeiro trimestre de 2005. 2005. (estatísticas de comércio exterior).28.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no primeiro semestre de 2005. 2005. (estatísticas de comércio exterior).29.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de janeiro a setembro de 2005. 2005. (estatísticas de comércio exterior).30.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira em 2003. 2004. (estatísticas de comércio exterior).31.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira, Janeiro a Março de 2004. 2004. (estatísticas de comércio exterior).32.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de Janeiro a Junho de 2004. 2004. (estatísticas de comércio exterior).33.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de Janeiro a Setembro de 2004. 2004. (estatísticas de comércio exterior).34.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira em 2002. 2003. (estatísticas de comércio exterior).35.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no Primeiro Trimestre de 2003. 2003. (estatísticas de comércio exterior).36.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no Primeiro Semestre de 2003. 2003. (estatísticas de comércio exterior).37.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de Janeiro a Setembro de 2003. 2003. (estatísticas de comércio exterior).38.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de janeiro a dezembro de 2001. 2002. (estatísticas de comércio exterior).39.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira , Janeiro a março de 2002. 2002. (estatísticas de comércio exterior).40.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira, Janeiro a junho de 2002. 2002. (estatísticas de comércio exterior).41.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira, Janeiro a Setembro de 2002. 2002. (estatísticas de comércio exterior).42.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no Primeiro Trimestre de 2001. 2001. (estatísticas de comércio exterior).43.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no Primeiro Semestre de 2001. 2001. (estatísticas de comércio exterior).44.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de janeiro a setembro de 2001. 2001. (estatísticas de comércio exterior).

Bancas Participação em bancas examinadoras Dissertações1.CANO, W.; MACIEL, C.S.; PAIVA, C.C de; GONÇALVES, J. S.. Participação em banca de FELIPE CABOCLO COLANTONIO. Região Metropolitana da Baixada Santista: Transformações Recentes. 2009. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Econômico) - Universidade Estadual de Campinas.2.BOTELHO Fº, F.B.; MEDEIROS, J.X de; CONTINI, E.; GONÇALVES, J. S.. Participação em banca de DORA ISABEL MURILLO HERNANDEZ. Efeitos da produção de biocombustíveis na produção agropecuária do Brasil. 2008. Dissertação (Mestrado em Faculdade de agronomia e medicina veterinária) - Universidade de Brasília.3.EID, F.; GONÇALVES, J. S.. Participação em banca de GILMAR LAFORGA. Processo de trabalho agrícola: a degradação do trabalho no campo pós 1965 na região de São José do Rio Preto (SP). 1999. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de São Carlos.4.CARDOSO, J. L.; FIGUEIREDO, J. O.; GONÇALVES, J. S.. Participação em banca de MARCOS ROBERTO ESCOBAR. Diferenças e Similaridades no Complexo Citrícola: Suco Concentrado, Suco Natural e Citros de Mesa. 1998. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Estadual de Campinas.5.EID, F.; GONÇALVES, J. S.. Participação em banca de GILMAR LAFORGA. Processo de trabalho agrícola: a degradação do trabalho no campo pós 1965 na região de São José do Rio Preto (SP). 1998. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de São Carlos.6.CARDOSO, J. L.; FIGUEIREDO, J. O.; GONÇALVES, J. S.. Participação em banca de Marcos Roberto Escobar. Diferenças e similaridades no complexo citrícola paulista suco concentrado, pasteurizado, natural e laranja de mesa. 1997. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Estadual de Campinas. Teses de doutorado1.MAMIGONIAN, A.; SCARLATO, F.C.; BENITES, M.G.; GONÇALVES, J. S.; MARTIN, A.R.. Participação em banca de Domingos Sávio Corrêa. Fusões e aquisições nos segmentos carne bovina, óleo de soja e sucroalcooleiro. 2012. Tese (Doutorado em Geografia (Geografia Humana)) - Universidade de São Paulo.2.ESPÍNDOLA, C.J.; BASTOS, J.M; MAMIGONIAN, A.; SAMPAIO, F. dos S.; GONÇALVES, J. S.. Participação em banca de MARGARIDA DE CASSIA CAMPOS. A Embrapa-Soja em Londrina-PR e a pesquisa agrícola de um país moderno. 2010. Tese (Doutorado em Curso de Doutorado em Geografia) - Universidade Federal de Santa Catarina.3.MAMIGONIAN, A.; ESPÍNDOLA, C.J.; GONÇALVES, J. S.; MARTIN, A.R.; OLIVEIRA, O.U. de. Participação em banca de MARLON CLOVIS MEDEIROS. Geografia econômica do setor agroalimentar : recursos ociosos, investimentos e dinâmica cíclica (1990-2005). 2009. Tese (Doutorado em Geografia (Geografia Humana)) - Universidade de São Paulo. Qualificações de doutorado1.MAMIGONIAN, A.; BARBOSA, W.do N.; GONÇALVES, J. S.; OLIVEIRA, A.U. e; ESPÍNDOLA, C.J.. Participação em banca de MARLON CLOVIS MEDEIROS. Geografia econômica do setor agroalimentar : recursos ociosos, investimentos e dinâmica cíclica (1990-2005). 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Geografia (Geografia Humana)) - Universidade de São Paulo.2.TERESO, M.J.A.; GONÇALVES, J. S.. Participação em banca de ESTELA LUTERO ALVES TAVARES. C Market: Classificação, Remuneração e Qualidade do café. 2001. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Estadual de Campinas.3.CARDOSO, J. L.; GONÇALVES, J. S.. Participação em banca de CELSO DA COSTA CARRER. A pecuária de Corte e o Complexo de Carnes no Brasil: Reestruturação Produtiva e a Emergência de Mercados Alternativos. 1998. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Estadual de Campinas. Participação em bancas de comissões julgadoras Concurso público1.BOTELHO Fº, F.B.; GROSSI, M.E. Del; GONÇALVES, J. S.. Membro da Banca Examinadora do Concurso Público para Provimento de Vaga no Cargo de Professor Adjunto da Universidade de Brasília (UnB)- Campus de Planaltina (DF). 2009. Universidade de Brasília.2.GONÇALVES, J. S.. Membro da Banca Examinadora do Concurso Público para a Classe de Técnico de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica na Área de Editoração Científica. 1993.3.GONÇALVES, J. S.. Membro da Banca Examinadora do Concurso Público para a Classe de Assistente Técnico de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica na Área de Divulgação em Ciência e Tecnologia. 1993. Instituto de Economia Agrícola.4.GONÇALVES, J. S.. Membro da Banca Examinadora do Concurso Público para a Classe de Assistente Técnico de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica na Área de Economia Rural, Sub-área Analise Econômica. 1993. Instituto de Economia Agrícola. Outras participações1.GONÇALVES, J. S.. Membro da Comissão Técnica e Científica do Prêmio Peter Murányi 2004- Alimentação. 2004. Fundação Peter Murányi.2.GONÇALVES, J. S.. Membro do Grande Juri do Prêmio Santista 2000. 2000. Fundação Santista.


Eventos

 Participação em eventos

 

1.II CONFERÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO (II CODE).Agricultura brasileira como mosaico de realidades regionais com dinâmicas diferenciadas: o sentido das transformações estruturais. 2011. (Congresso).

 

2.DEBATES FUNDAP.Questão ambiental como questão agrária: na busca da essência para mais além da aparência da crítica da agricultura brasileira. 2011. (Seminário).

 

3.1ºSIMPÓSIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA da UNESP- REGISTRO.Pesquisa & desenvolvimento e história dos agronegócios brasileiros: contribuições, mudanças estruturais e perspectivas. 2011. (Simpósio).

 

4.ENCONTRO TÉCNICO COM MISSÃO DA SIMON FRASER UNIVERSITY DE BURNABY-CANADÁ.Diferenciações estruturais entre a agricultura paulista e a agricultura das demais unidades da federação brasileira. 2011. (Encontro).

 

5.ENCONTRO DIRIGENTES DA SAA.Execução orçamentária das despesas correntes: resultados acumulados até setembro de 2011. 2011. (Encontro).

 

6.XLVIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL.Rebelião na cadeia: as práticas de corrosão da coordenação (PCCs) e a crise contêmporânea na produção de laranja paulista. 2010. (Congresso).

 

7.XXXI SEMAGEO- SEMANA DE GEOGRAFIA.Agricultura brasileira em estado de crise: crise financeira, crise cambial ou desdobramentos da perene crise agrária. 2010. (Congresso).

 

8.SEMINÁRIO RISCO E GESTÃO DO SEGURO RURAL.Formulação e Execução da Política da Agricutura do Estado de São Paulo. 2010. (Seminário).

 

9.CICLO DE PALESTRAS SOBRE ECONOMIA PARANAENSE.Agricultura brasileira na primeira década do século XXI: transformações e diferenciações estruturais. 2010. (Seminário).

 

10.EVENTO TÉCNICO PARA ALUNOS DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DA UNESP-ILHA SOLTEIRA.Agricultura brasileira: estrutura e políticas públicas. 2010. (Oficina).

 

11.REUNIÃO DA CAMARA SETORIAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS.Política de seguro da agricutura do Estado de São Paulo 2000-2010. 2010. (Encontro).

 

12.CURSO AGRICULTURA PAULISTA NA BRASILEIRA: TRANSFORMAÇÃO, ESTRUTURA E POLÍTICAS PÚBLICAS.Agricultura paulista na brasileira: transformação, estrutura e políticas públicas. 2010. (Outra).

 

13.REUNIÃO DO CONSELHO TÉCNICO-CIENTÍFICO DA APTA REGIONAL.Agricultura paulista 2011-2014: condicionantes estruturais e políticas estaduais. 2010. (Outra).

 

14.Disciplina Planejamento e Desenvolvimento Econômico do CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS.O Codigo Florestal Brasileiro e as agropecuárias das zonas de colonização antiga: os impactos em São Paulo. 2010. (Outra).

 

15.ZOOTEC 2009, 19º CONGRESSO BRASILEIRO DE ZOOTECNIA E 11º CONGRESSO INTERNACIONAL DE ZOOTECNIA.Crise econômica e a nova política para a agricultura brasileira. 2009. (Congresso).

 

16.XXXIV SEMANA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA AGROPECUÁRIA (SECITAP).Crise e os preços das commodities agropecuárias. 2009. (Seminário).

 

17.ENCONTROS GRUPO DE ESTUDOS LUIZ DE QUEIRÓZ (GELQ).Crise mundial, agronegócio e o papel do Governo. 2009. (Oficina).

 

18.CURSO DE FORMAÇÃO DE ESPECIALISTA EM POLÍTICAS PÚBLICAS.Agricultura e políticas públicas paulistas. 2009. (Outra).

 

19.XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL.Impactos da recomposição da reserva legal nas unidades hidrográficas, nas unidades de gerenciamento de recursos hídricos e nos vários perfis de municípios paulistas segundo a atividade agropecuária principal. 2008. (Congresso).

 

20.IX CONGRESSO NACIONAL DE PESQUISA DE FEIJÃO.O cultivo empresarial e o impacto na segurança alimentar das populações. 2008. (Congresso).

 

21.SEMINÁRIO AGRICULTURA E SOBERANIA ALIMENTAR.Agricultura Paulista como Motor da Irradiação do Desenvolvimento: Transformações Estruturais e Produção de Riqueza. 2008. (Seminário).

 

22.CICLO DE PALESTRA SOBRE AGRONEGÓCIOS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.Gestão de Riscos e Produção Agropecuária: Seguro Rural e Títulos Financeiros. 2008. (Seminário).

 

23.WORKSHOP SOBRE IMPACTOS DA EVOLUÇÃO DO SETOR SUCROALCOOLEIRO.Impactos na Produção de Alimentos da Evolução do Setor Sucroalcooleiro Paulista. 2008. (Simpósio).

 

24.CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE DA CANA.Estrutura de mercado, formação de preços e negociações internacionais: as transações com açúcar e álcool. 2008. (Oficina).

 

25.XXXIII SEMANA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA AGROPECUÁRIA (SECITAP).Aumento dos preços mundiais dos alimentos e conseqüências para a agropecuária brasileira. 2008. (Encontro).

 

26.CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DOS AGRONEGÓCIOS.Agropecuária paulista e industrialização da agricultura: especialização regional e mudanças na composição de culturas de 1969-1971 a 2004-2006. 2008. (Outra).

 

27.XLV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL.Regulação e progresso técnico no algodão meridional brasileiro 1930-1990. 2007. (Congresso).

 

28.SEMINÁRIO GESTÃO DE RISCOS NA PRODUÇÃO E NA COMERCIALIZAÇÃO DO AGRONEGÓCIO.Novo padrão de financiamento das agro-commodities inseridas no mercado financeiro. 2007. (Congresso).

 

29.CICLO DE PALESTRA SOBRE AGRONEGÓCIOS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.Estrutura de mercado e formação de preços na agricultura dos agronegócios. 2007. (Seminário).

 

30.1º SEMINÁRIO GATEC DE GESTÃO ECONÔMICA NA AGROINDÚSTRIA.Agricultura dos agronegócio e a construção do futuro: inovação, mudanças estruturais e desafios. 2007. (Seminário).

 

31.ENCONTRO DA FAMÍLIA PRODUTORA DE MARACUJÁ DO VALE DO RIBEIRA.Mercado e oportunidades de negócios na safra de maracujá 2007-2008. 2007. (Encontro).

 

32.II SEMANA DE ENGENHARIA AGRONÔMICA.Novo Padrão de Financiamento e a tomada de decisão na agricultura de commodities. 2007. (Encontro).

 

33.III SEMANA AGRONÔMICA.Aspectos Econômicos da produção de biocombustíveis. 2007. (Encontro).

 

34.XXXII SECITAP- SEMANA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA AGROPECUÁRIA.Jaboticabal (SP). 2007. (Encontro).

 

35.CURSO SOBRE AGRICULTURA DOS AGRONEGÓCIOS E SISTEMAS DE COMERCIALIZAÇÃO.Padrão agrário, inovação e produtividade na agricultura dos agronegócios e desenvolvimento brasileiro. 2007. (Outra).

 

36.XLIV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL.Reformas Institucionais e financiamento da agropecuária. 2006. (Congresso).

 

37.I SIMPÓSIO DE MANEJO ADEQUADO DA SIGATOKA NEGRA NA CULTURA DA BANANA.Bananicultura no Estado de São Paulo, Brasil. 2006. (Congresso).

 

38.XIX EXPOVALE.Fruta da paixão: panorama econômico do maracujá no Brasil. 2006. (Seminário).

 

39.I SEMANA INTERNACIONAL DE ECONOMIA DA ESALQ-USP.Agricultura dos agronegócios e desenvolvimento brasileiro. 2006. (Seminário).

 

40.CICLO DE PALESTRAS DO IEA.Abertura de mercado, crise algodoeira e exclusão social no Brasil Meridional. 2006. (Oficina).

 

41.PALESTRA PARA MORADORES DA RUA PAULISTANA.Agricultura Brasileira: deslocamento territorial, tecnologia e desemprego. 2006. (Oficina).

 

42.WORKSHOP SOBRE ESTUDOS PROSPECTIVOS DA AGRICULTURA NA DIMENSÃO TERRITORIAL.Síntese dos principais aspectos relativos à visão de futuro na produção brasileira de proteína animal. 2006. (Encontro).

 

43.CICLO DE PALESTRAS DE NEGÓCIOS VETERINÁRIOS.Agricultura como agronegócios: transformações setoriais no desenvolvimento capitalista. 2006. (Encontro).

 

44.V INTERNATIONAL PENSA CONFERENCE ON AGRI-FOODS CHAIN/ NETWORKS ECONOMICS AND MANAGEMENT.Padrão do financiamento das agro-commodities com base nos novos títulos financeiros. 2005. (Congresso).

 

45.XLIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL.Transformação agroindustrial das exportações dos agronegócios segundo os grupos de cadeias de produção, Brasil 1997-2004. 2005. (Congresso).

 

46.CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO.Agricultura dos agronegócios: transformações setoriais no desenvolvimento capitalista. 2005. (Seminário).

 

47.PALESTRA PARA AGENTES DAS CADEIAS DE PRODUÇÃO DOS AGRONEGÓCIOS.Política cambial e a dinâmica dos agromercados de grãos e fibras: algodão, milho e soja. 2005. (Seminário).

 

48.XIII REUNIÃO ITINERANTE DE FITOSSANIDADE DO INSTITUTO BIOLÓGICO (XIII REFIB).Perspectiva econômica da banana não é negra: siga a modernidade e toca inovação. 2005. (Encontro).

 

49.CICLO DE PALESTRAS DO IEA.Agricultura dos agronegócios: transformações setoriais no desenvolvimento capitalista. 2005. (Encontro).

 

50.PALESTRA PARA MORADORES DA RUA PAULISTANA.Possibilidades de Ocupações Urbanas de Pessoas com Vivência e Experiência Rural. 2005. (Encontro).

 

51.FÓRUM DO AGRONEGÓCIO E DESENVOLVIMENTO DO VALE DO RIBEIRA.O Agronegócio e o Desenvolvimento Regional do Vale do Ribeira. 2004. (Seminário).

 

52.XIX SEMANA DE ZOOTECNIA.Políticas Públicas e Novos Mercados Para a Produção Animal. 2004. (Seminário).

 

53.1 FÓRUM SEGURANÇA NO CAMPO.Desenvolvimento dos Agronegócios e da Estrutura Patrimonial: Violência Rural para Mais Além dos Sem Terra. 2004. (Seminário).

 

54.PALESTRA PARA MORADORES DA RUA PAULISTANA III.Profissões Agrícolas em Economias Urbanas: Diversidade de Ocupações e Oportunidade de Trabalho. 2004. (Outra).

 

55.ENCONTRO TÉCNICO NA CULTURA DA BANANA: SIGATOKA NEGRA.Mercado de Banana Após a Ocorrência da Sigatoka Negra. 2004. (Outra).

 

56.PALESTRA PARA MORADORES DA RUA PAULISTANA II.Retrato da Coersão Extra-Econômica no Latifúndio Brasileiro Pré-Modernização da Agricultura. 2004. (Outra).

 

57.PALESTRA PARA MORADORES DA RUA PAULISTANA I.Histórico sobre a Questão Agrária no Desenvolvimento da Agricultura Brasileira. 2004. (Outra).

 

58.SEMINÁRIO REGIONAL SOBRE CULTIVARES DE PLANTAS FORRAGEIRAS.A parceria entre a iniciativa privada e a pesquisa oficial: considerações legais sobre a propriedade intelectual, os royalties e a co-titularidade. 2003. (Seminário).

 

59.I WORKSHOP SOBRE EMPREENDEDORISMO E AGRONEGÓCIOS.Análise e plano de desenvolvimento ao agronegócio paulista. 2003. (Seminário).

 

60.1 SEMINÁRIO SOBRE REDE ANÁLISE APTA:DISCUTINDO A REDE E A QUESTÃO DA QUALIDADE.O Sistema de Unidades Laboratoriais de Análise. 2003. (Seminário).

 

61.XVI SEMANA DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DA UNIVERSIDADE DE SOROCABA.A Situação Macroeconômica Atual e o Agronegócio. 2003. (Seminário).

 

62.IX REUNIÀO PRÓ-APRENDIZAGEM ATIVA: O BRASIL NO NOVO CENÁRIO AGRÍCOLA MUNDIAL.Perfil do Profissional para Atender aos Desafios da Agricultura Paulista. 2003. (Encontro).

 

63.10ª REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BOTÂNICA.Sustentabilidade das ações ambientais no serviço público. 2003. (Encontro).

 

64.10ª REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BOTÂNICA.Sustentabilidade das ações ambientais no serviço público. 2003. (Encontro).

 

65.CICLO DE PALESTRAS INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL.Transgênicos: Fugindo de um novo processo contra Galileu. 2003. (Outra).

 

66.FÓRUM DE SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DE AGRICULTURA.Políticas Públicas para o Desenvolvimento Rural: Pesquisa Agropecuária. 2003. (Outra).

 

67.VII CONGRESSO BRASILEIRO DE MARKETING RURAL. 2002. (Congresso).

 

68.24ª SEMANA DA CITRICULTURA.Reorganização da APTA. 2002. (Congresso).

 

69.SEMINÁRIO SOBRE O AGRONEGÓCIO E O MERCADO EXTERNO: DOHA E O PÓS-DOHA DA NEGOCIAÇÃO COMERCIAL INTERNACIONAL. 2002. (Seminário).

 

70.REUNIÃO PARA DISCUSSÃO DO TEMA : O CRESCIMENTO DA AGRICULTURA PAULISTA E AS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS NUMA PERSPECTIVA DE LONGO PRAZO. 2002. (Seminário).

 

71.II SEMANA DE ADMINISTRAÇÃO DE ITAPEVA.Agronegócio como Desenvolvimento regional. 2002. (Seminário).

 

72.CICLO DE SEMINÁRIOS PROPOSTAS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO MUNICÍPIO.Agricultura Sustentável. 2002. (Seminário).

 

73.VIII REUNIÀO PRÓ-APRENDIZAGEM.A formação do Profissional Esalqueano e a sua Inserção no Mercado de Trabalho. 2002. (Seminário).

 

74.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO EXTREMO OESTE.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região Extremo Oeste Paulista. 2002. (Oficina).

 

75.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO MÉDIO PARANAPANEMA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Médio Paranapanema. 2002. (Encontro).

 

76.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO LESTE PAULISTA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Leste Paulista. 2002. (Encontro).

 

77.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO SUDOESTE PAULISTA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Sudoeste Paulista. 2002. (Encontro).

 

78.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO CENTRO NORTE.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Centro Norte Paulista. 2002. (Encontro).

 

79.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO VALE DO RIBEIRA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Vale do Ribeira. 2002. (Encontro).

 

80.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO VALE DO PARAÍBA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Vale do Paraíba. 2002. (Encontro).

 

81.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO CENTRO OESTE.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Centro Oeste Paulista. 2002. (Encontro).

 

82.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO CENTRO SUL.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Centro Sul Paulista. 2002. (Encontro).

 

83.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DA ALTA MOGIANA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região da Alta Mogiana. 2002. (Encontro).

 

84.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DA ALTA SOROCABANA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região da Alta Sorocabana. 2002. (Encontro).

 

85.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO CENTRO LESTE.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região Centro Leste Paulista. 2002. (Encontro).

 

86.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO NORDESTE PAULISTA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região Nordeste Paulista. 2002. (Encontro).

 

87.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DA ALTA PAULISTA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região da Alta Paulista. 2002. (Encontro).

 

88.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO NOROESTE PAULISTA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região da Noroeste Paulista. 2002. (Encontro).

 

89.SEMINÁRIO MECANISMOS DE AGREGAÇÃO DE VALOR ÀS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS. 2001. (Seminário).

 

90.23ª SEMANA DA CITRICULTURA.Conhecimento aplicado aos gargalos da cadeia de produção citrícola: ações da APTA. 2001. (Seminário).

 

91.I SIMPÓSIO RUMOS DA AGRICULTURA CAPIXABA.Megatendências Mundiais na Agricultura. 2001. (Simpósio).

 

92.I FÓRUM DO SEGURO AGRÍCOLA. 2001. (Oficina).

 

93.XIIª RIMSA - REUNIÃO INTERAMERICANA A NÍVEL MINISTERIAL SOBRE SAÚDE E AGRICULTURA. 2001. (Encontro).

 

94.REUNIÃO TÉCNICA APTA EMBRAPA.Programas e prioridades de pesuisa de interesse comum na agropecuária paulista. 2001. (Encontro).

 

95.CONGRESSO ABIPTI 2000.Instituição APTA: Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios. 2000. (Congresso).

 

96.I WORKSHOP MÉTODOS DE AVALIAÇÃO DE IMPACTOS DA PESQUISA.Alternativas metodológicas para avaliação de C&T. 2000. (Seminário).

 

97.II SEMINÁRIO MERCOSUL PARA A INDÚSTRIA ALIMENTÍCIA DUPONT/ITAL. 2000. (Seminário).

 

98.II SEMINÁRIO SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO E O MERCADO EXTERNO: O pós-Seatle.Agência de Comércio Exterior do Agronegócio de São Paulo (AGROEXPORT). 2000. (Seminário).

 

99.SIMPÓSIO DE CAFÉ IAC- BRASIL 500 ANOS.Café de Família: lavoura competitiva de alta produtividade e qualidade superior. 2000. (Simpósio).

 

100.XVI DIA DE CAMPO DE FEIJÃO.Feijão Carioca: Produzido pela Inteligência Paulista. 2000. (Oficina).

 

101.SEMINÁRIO INSTITUTOS DE PESQUISA DO ESTADO DE SÃO PAULO.A Experiência da SAA na Criação do Conselho Superior de Pesquisa Agropecuária e o Decreto Estadual n 44.226 de 03/09/99 que reorganiza o mesmo e cria a Coordenadoria da Pesquisa dos Agronegócios. 1999. (Seminário).

 

102.SEMINÁRIO SOBRE FRUTICULTURA.Globalização do mercado de frutas: Perspectivas de comercialização e potencialidades. 1999. (Seminário).

 

103.SEMINÁRIO OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS EM ITANHAÉM: SETOR AGROPECUÁRIA.Bananicultura e Desenvolvimento Local em Itanhaém. 1999. (Seminário).

 

104.2ª FESTA DO ABACAXI.Agronegócio do abacaxi. 1999. (Seminário).

 

105.VI FESTA DO DIA DO AGRICULTOR.Desvalorização do Câmbio e Agricultura. 1999. (Seminário).

 

106.XV DIA DE CAMPO DE FEIJÃO.Impacto da Desvalorização Cambial na Produção de Feijoeiro. 1999. (Oficina).

 

107.REUNIÃO CIENTÍFICA DO INSTITUTO BIOLÓGICO.A Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios. 1999. (Oficina).

 

108.CURSO O AGRONEGÓCIO É O NEGÓCIO DO ESTADO DE SÃO PAULO.A Agricultura no Mundo, Mercados e as Cadeias de Produção. 1999. (Oficina).

 

109.1º ENCONTRO DE FRUTICULTURA DE PINDAMONHANGABA.Comercialização de Frutas. 1999. (Encontro).

 

110.ENCONTRO REGIONAL SOBRE COMERCIALIZAÇÃO DE MANGAS.Comercialização de Mangas. 1999. (Encontro).

 

111.XV CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA.Produção Brasileira de Banana: Transformações produtivas e a decadência da 'fruticultura extrativista'. 1998. (Congresso).

 

112.WORKSHOP PARA VALIDAÇÃO DO PDU DA EMBRAPA ALGODÃO.Avaliação do Plano Estratégico da EMBRAPA ALGODÃO. 1998. (Seminário).

 

113.II SEMINÁRIO NACIONAL DE MELHORAMENTO ANIMAL.Mecanismos de Integração na Cadeia de Produção de Carne Bovina: Uma Breve Discussão da Importância e dos Obstáculos ao seu Desenvolvimento no Caso do Brasil. 1998. (Seminário).

 

114.SEMINÁRIOS DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO.Dilemas da Agricultura Modernizada de Forma Conservadora: Obstáculos Estruturais para um Novo Ciclo de Expansão. 1998. (Seminário).

 

115.1º SEMINÁRIO SOBRE A CULTURA DO ABACAXI.As perspectivas do Abacaxi no Mercado Interno e no MERCOSUL. 1998. (Seminário).

 

116.WORKSHOP AGROINDÚSTRIA CANAVIEIRA E O NOVO AMBIENTE INSTITUCIONAL: OPORTUNIDADES E DESAFIOS.Progresso Técnico numa Sociedade de Iniquidades: Avanço da Modernização e da Exclusão Social na Produção Canavieira Paulista nos anos 90. 1998. (Simpósio).

 

117.III SEMANA DA CANA-DE AÇÚCAR DE PIRACICABA (SECAPI 98).Alternativas Econômicas Para as Áreas à Colheita Mecanizada da Cana-de-Açúcar, na Região de Piracicaba (SP). 1998. (Encontro).

 

118.I ENCONTRO DA CULTURA DO ALGODÃO DO CONE SUL.Propostas do Setor Algodoeiro. 1998. (Encontro).

 

119.IV ENCONTRO DE CITRICULTURA.Perspectivas Atuais do Mercado Interno e Externo de Citros. 1998. (Encontro).

 

120.XV REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BIOLÓGICO (RAIB).Panorama Econômico Recente da Agropecuária Paulista. 1998. (Outra).

 

121.CICLO DE PALESTRAS EM CITRICULTURA.Frutas Cítricas para o Mercado Interno: perspectivas de mudanças estruturais. 1998. (Outra).

 

122.CURSO COMERCIALIZAÇÃO DE FRUTAS E O PAPEL DO COOPERATIVISMO NO SISTEMA DE PRODUÇÃO DE FRUTAS.Comercialização de Frutas no Mercado Interno. 1998. (Outra).

 

123.DIA RURAL SOBRE NOVAS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO.Globalização da Agricultura: ameaças e oportunidades. 1998. (Outra).

 

124.REUNIÃO DO GRUPO FITOTÉCNICO DE CANA-DE-AÇÚCAR.Simulações dos efeitos da proibição da queima da cana na área cultivada e na demanda pela força de trabalho. 1998. (Outra).

 

125.XXXV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL.Abertura do Mercado e Crise do Algodão Brasileiro nos anos 90. 1997. (Congresso).

 

126.2º CONGRESSO BRASILEIRO DE ADMNISTRAÇÃO RURAL.Macã Brasileira: setor em dificuldades. 1997. (Congresso).

 

127.5º CONGRESSO BRASILEIRO DE DIREITO DO TRABALHO RURAL.Aspectos Jurídicos e Sociais da Reforma Agrária. 1997. (Congresso).

 

128.WORKSHOP SOBRE ECONOMIA DO AGRIBUSINESS.Políticas públicas para agricultura. 1997. (Seminário).

 

129.SEMINÁRIO SOBRE A PROIBIÇÃO DA QUEIMA DE CANA PARA INDUSTRIA.Impactos Sobre da Proibição da Queima de Cana sobre a Produção e o Emprego no Estado de São Paulo. 1997. (Seminário).

 

130.SEMINÁRIO SOBRE ATIVIDADES AGROPECUÁRIAS COMPLEMENTARES AO CULTIVO DA CANA DE AÇUCAR PARA OS PRODUTORES RURAIS DE PIRACICABA.Piracicaba (SP). 1997. (Seminário).

 

131.SEMINÁRIO ALTERNATIVAS DE FINACIAMENTO PARA O PEQUENO E MÉDIO PRODUTOR.Esgotamento das Políticas Massivas de Credito Rural Subsidiado. 1997. (Seminário).

 

132.VIII SEMINÁRIO DE MERCADOS FUTUROS AGROPECUÁRIOS: ALGODÃO E BOI.Mercado de algodão em pluma numa economia aberta, Brasil 1990-96. 1997. (Simpósio).

 

133.WORKSHOP SOBRE POLÍTICAS PÚBLICAS.Financiamento do Investimento na Agricultura. 1997. (Simpósio).

 

134.REUNIÃO TÉCNICA DO GRUPO REGIONAL DE TECNOLOGIA DA PRODUÇÃO DE UVA.Possibilidades da Uva Niagara num Mercado Globalizado. 1997. (Encontro).

 

135.XIII DIA DE CAMPO DE FEIJÃO.Cadeia de Produção do Feijão. 1997. (Encontro).

 

136.REUNIÃO TÉCNICA DA ORGANIZAÇÃO DOS PLANTADORES DE CANA DO ESTADO DE SÃO PAULO (ORPLANA.Impactos Sobre da Proibição da Queima de Cana sobre a Produção e o Emprego no Estado de São Paulo. 1997. (Encontro).

 

137.REUNIÃO TÉCNICA SOBRE COMPETITIVIDADE DAS CADEIAS DE PRODUÇÃO DA AGRICULTURA,.Competitividade de Algumas Cadeias Produtivas da Agricultura Paulista. 1997. (Encontro).

 

138.I CICLO DE PALESTRAS PARA ATUALIZAÇÃO DE TÉCNICOS E PRODUTORES DE ALGODÃO, FEIJÃO, MILHO E SOJA.Competitividade da cotonicultura brasileira face à nova ordem econômica. 1997. (Encontro).

 

139.Iº SEMINÁRIO DE PRODUÇÃO RURAL: ALTERNATIVAS PARA O SUDOESTE PAULISTA.Retomar a Produção Brasileira de Algodão em Bases Competitivas Não é Somente Aumentar o Plantio. 1997. (Encontro).

 

140.IV FESTA DO DIA DO AGRICULTOR.Perspectivas Agrícolas das Principais Culturas Regionais. 1997. (Outra).

 

141.PAINEL REGIONAL SAFRA 1997/98.Conjuntura Nacional para a Safra 1997/98. 1997. (Outra).

 

142.XIV CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA.Brasil frente às restrições ao livre comércio mundial de frutas: distância entre a promessa e a realidade. 1996. (Congresso).

 

143.XXI SEMANA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA AGROPECUÁRIA (XXI SECITAP).MERCOSUL e Transformações do Agribusiness Brasileiro. 1996. (Seminário).

 

144.SEMINÁRIO SOBRE MODERNIZAÇÃO NA AGROINDÚSTRIA: ALTERAÇÕES NO MUNDO DO TRABALHO E IMPLICAÇÕES NA MIGRAÇÃO.Paradoxos da Agricultura Brasileira e Integração no MERCOSUL. 1996. (Seminário).

 

145.EVENTOS REGIONAIS DE DEBATE DO PLANO DE SAFRA 1996/97- CICLO DE ARAÇATUBA.Prognóstico econômico e tecnologia de produção de algodão, arroz, feijão, milho e soja. 1996. (Seminário).

 

146.EVENTOS REGIONAIS DE DEBATE DO PLANO DE SAFRA 1996/97- CICLO DE ITUVERAVA.Prognóstico econômico e tecnologia de produção de algodão, arroz, feijão, milho e soja. 1996. (Seminário).

 

147.EVENTOS REGIONAIS DE DEBATE DO PLANO DE SAFRA 1996/97- CICLO DE CAMPINAS.Prognóstico econômico e tecnologia de produção de algodão, arroz, feijão, milho e soja. 1996. (Seminário).

 

148.CICLO INTERNACIONAL DE PALESTRAS DE CURITIBA.Agricultura brasileira no Mercosul e no cenário internacional. 1996. (Simpósio).

 

149.PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS-GRADUADOS EM ECONOMIA POLÍTICA.Agricultura no Processo de Desenvolvimento: Uma Crítica à Formulação Tradicional. 1996. (Oficina).

 

150.DEBATE SOBRE A AGRICULTURA PAULISTA.Regionalização, Substituição de Culturas e Competitividade da Agricultura Paulista. 1996. (Oficina).

 

151.XXII EXPOSIÇÃO AGROPECUÁRIA DE MONTES CLAROS (MG).Perspectivas da Fruticultura Tropical Brasileira: os descaminhos da bananicultura. 1996. (Oficina).

 

152.I ENCONTRO DOS PEQUENOS AGRICULTORES DE ITABERÁ (SP).Crise e Perspectivas da Agricultura Brasileira. 1996. (Encontro).

 

153.XXXIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL.Mudanças no Padrão de Financiamento Agroindustrial e Rural: Duas Experiências Recentes. 1995. (Congresso).

 

154.17ª SEMANA DE CITRICULTURA.Mercado Internacional para Frutas Cítricas "in natura". 1995. (Seminário).

 

155.SEMINARIO MODERNIZAÇÃO E EXCLUSÃO SOCIAL NO SETOR CANAVIEIRO.Salarios, Emprego e Sazonalidade na Agricultura: A dura face da Exclusão. 1995. (Seminário).

 

156.XIX CONGRESSO PAULISTA DE AGRONOMIA.Qualidade do Produto na Agricultura: Condicionantes Gerais da Adoção na Realidade Brasileira. 1995. (Seminário).

 

157.WORKSHOP SOBRE POLÍTICAS PÚBLICAS.Financiamento da Agroindustria e da Agropecuária: Analise de dois planos governamentais recentes. 1995. (Seminário).

 

158.22º ENCONTRO DO CENTRO DE ESTUDOS RURAIS E URBANOS (CERU).Da Posse ao Fundo do Poço: Migração Sazonal de Lavradores da Chapada Diamantina do Estado da Bahia para Trabalhar na Construção Civil Paulistana. 1995. (Encontro).

 

159.ENCONTRO DOS ENGENHEIROS AGRONOMOS DO SUDOESTE PAULISTA.Alternativas para o Desenvolvimento da Agricultura do Sudoeste Paulista. 1995. (Encontro).

 

160.ENCONTRO REGIONAL DO ALGODÃO DO MÉDIO VALE DO PARANAPANEMA.Competitividade do Algodão: Mercado Mundial, Nacional e Possibilidades do Vale do Paranapanema. 1995. (Encontro).

 

161.ENCONTRO CENÁRIOS PARA A SAFRA 1995/96.Algodão: Situação e Perspectivas para a Safra 1995/96. 1995. (Encontro).

 

162.ENCONTRO DE DEBATES DO CENTRO DEMOCRÁTICO DOS ENGENHEIROS.Reforma Agrária, Movimento dos Sem Terra e Realidade Brasileira. 1995. (Encontro).

 

163.II SEMINÁRIO SUL-BRASILEIRO DE BANANICULTURA.Mercado Internacional e Produção de Bananas: A Estrutura Produtiva e Comercial do Complexo Bananeiro Mundial. 1994. (Seminário).

 

164.XVI SEMANA DA CIENCIA E TECNOLOGIA AGROPECUÁRIA (SECITAP).Análises da Estrutura de Mercado e Formação de Preços da Agricultura: Mercado Brasileiro e Comércio Internacional. 1994. (Seminário).

 

165.16ª SEMANA DE CITRICULTURA.Produção e Comercialização de Laranja de Mesa no Estado de São Paulo. 1994. (Seminário).

 

166.III SEMINÁRIO FRANCO-BRASILEIRO:.Mudanças Recentes no Padrão de Financiamento Agroindustrial e Rural: Impactos Sobre o Investimento. 1994. (Seminário).

 

167.7ª REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BIOLÓGICO (7ª RAIB).Instituto de Economia Agrícola (IEA): Avaliação e Perspectivas. 1994. (Seminário).

 

168.SEMINÁRIO DE PESQUISA DO CURSO DE POS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA POLÍTICA.Crise Econômica e Cooperativismo Agrícola: Uma Discussão Sobre os Condicionantes das Dificuldades Financeiras da Cooperativa Agrícola de Cotia (CAC). 1994. (Seminário).

 

169.CICLO DE PALESTRAS SOBRE A CULTURA DA BANANA.Mercado Interno e Externo Banana. 1994. (Oficina).

 

170.XV CONGRESSO PAULISTA DE AGRONOMIA. 1993. (Congresso).

 

171.1ª SEMANA SOCIAL.Desenvolvimento Econômico para o Social. 1993. (Seminário).

 

172.REUNIÃO DA CÂMARA SETORIAL DE ALGODÃO.Crise da Cotonicultura Nacional e as Perspectivas para a Safra 1993/94. 1993. (Seminário).

 

173.ENCONTRO DA CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS DOMINICANAS.Divida Externa Brasileira: Constrangimentos Internos e Externos. 1993. (Seminário).

 

174.I FÓRUM DE DEBATES DA ÁREA DE ANÁLISE ECONÔMICA. 1993. (Simpósio).

 

175.IV SIMPÓSIO NACIONAL DE BANANICULTURA.O Mercado Mundial e a Produção de Bananas: A Estrutura Produtiva e Comercial dos Paises Latino-americanos. 1993. (Simpósio).

 

176.OFICINA PREPARATÓRIA DA 1ª SEMANA SOCIAL.A Questão Agrária e as Crises Brasileiras Recentes. 1993. (Oficina).

 

177.DIA DE CAMPO DE FEIJÃO. 1993. (Encontro).

 

178.IV REUNIÃO NACIONAL DE PESQUISA DE FEIJÃO.Pesquisa Agropecuária e Difusão de Tecnologia para Produtos Alimentares: O Desempenho Técnico da Produção de Feijão em Itaberá (SP). 1993. (Encontro).

 

179.III ENCONTRO DE BANANICULTORES DO VALE DO RIBEIRA.Estatísticas da Bananicultura. 1993. (Encontro).

 

180.I ENCONTRO REGIONAL DE TÉCNICOS E PRODUTORES DE ALGODÃO SAFRA 93/94.conomia de Mercado: Preço Interno e Preço Externo de Algodão em Pluma. 1993. (Encontro).

 

181.IIº ENCONTRO NACIONAL SOBRE TRABALHO SAZONAL.Mobilidade do Trabalho e Política Agrícola e Agrária. 1993. (Encontro).

 

182.II CICLO DE PALESTRAS AGROPECUÁRIAS.Expectativas Safra e de Mercados Agrícolas do Ano 1992/93. 1992. (Encontro).

 

183.PRIMEIRO ENCONTRO SOBRE ARRENDAMENTO AGRÍCOLA NO ESTADO DE SÃO PAULO.Arrendamento e Desenvolvimento Agrícola. 1990. (Encontro).

 

184.SEMINÁRIO SOBRE DIMENSÃO SÓCIO-ECONÔMICA DA AGRICULTURA. 1988. (Seminário).

 

185.XII SIMPÓSIO NACIONAL DE PESQUISA DE ADMINISTRAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA.A Questão Atual da Relação Agropecuária/Extensão Rural em São Paulo. 1987. (Simpósio).

 

186.CICLO DE ESTUDO SOBRE MECANIZAÇÃO AGRÍCOLA. 1986. (Seminário).

 

187.VIII SEMANA DE CITRICULTURA. 1986. (Simpósio).

 

188.REVISÃO TÉCNICA SOBRE ZONEAMENTO DE PASTAGENS E AS CLASSES DE USO DOS SOLOS DO ESTADO DE SÃO PAULO. 1986. (Oficina).

 

189.II ENCONTRO SOBRE CAPRINOCULTURA DE LEITE. 1986. (Encontro).

 

190.I ENCONTRO DE SUINOCULTORES DE SÃO PAULO. 1986. (Encontro).

 

191.ENCONTRO SOBRE PECUÁRIA DE CORTE. 1986. (Encontro).

 

192.VII SEMANA DE CITRICULTURA. 1985. (Simpósio).

 

193.REUNIÃO TÉCNICA SOBRE A APTIDÃO AGRÍCOLA DAS TERRAS DESAPROPRIADAS PARA REFORMA AGRÁRIA NO MUNICÍPIO DE TEODORO SAMPAIO. 1985. (Encontro).

 

194.ENCONTRO ITAL/CPA-DIRA DE CAMPINAS. 1985. (Encontro).

 

195.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DE SOROCABA.Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária de Sorocaba. 1984. (Encontro).

 

196.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DE PRESIDENTE PRUDENTE.Pesquisa & Deseenvolvimento para a Agropecuária de Presidente Prudente. 1984. (Encontro).

 

197.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DO VALE DO PARAÍBA.Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária do Vale do Paraíba. 1984. (Encontro).

 

198.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DE RIBEIRÃO PRETO.Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária de Ribeirão Preto. 1984. (Encontro).

 

199.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO.Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária de São José do Rio Preto. 1984. (Encontro).

 

200.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DO VALE DO RIBEIRA.Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária do Vale do Ribeira. 1984. (Encontro).

 

201.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DE CAMPINAS.Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária da Região de Campinas. 1984. (Encontro).

 

202.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DE ARAÇATUBA.Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária da Região de Araçatuba. 1984. (Encontro).

 

203.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DE MARILIA.Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária da Região de Marilia. 1984. (Encontro).

 

204.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DE BAURU.Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária da Região de Bauru. 1984. (Encontro).

 

205.ENCONTRO DE DIRIGENTES DO SISTEMA COOPERATIVO DA PESQUISA AGROPECUÁRIA. 1984. (Encontro).

 

206.II CONGRESSO BRASILEIRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS.A Produtividade da Agricultura Paulista. 1982. (Congresso).

 

207.SEMINÁRIO DE ESTUDOS INTEGRADOS SOBRE DIFUSÃO DE TECNOLOGIA AGROPECUÁRIA. 1982. (Seminário).

 

208.I SEMINÁRIO SOBRE TECNOLOGIA NA AGRICULTURA. 1981. (Seminário).

 

209.VI REUNIÃO NACIONAL SOBRE MÃO-DE-OBRA VOLANTE NA AGRICULTURA. 1980. (Encontro).

 

210.XI CONGRESSO BRASILEIRO DE AGRONOMIA. 1979. (Congresso).

 Organização de eventos

 

1.GONÇALVES, J. S. . XLIX CONGRESSO BRASILEIRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. 2011. (Congresso).

 

2.GONÇALVES, J. S. . XLVIII CONGRESSO BRASILEIRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. 2010. (Congresso).

 

3.GONÇALVES, J. S. . XLVII CONGRESSO BRASILEIRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. 2009. (Congresso).

 

4.GONÇALVES, J. S. . XLVI CONGRESSO BRASILEIRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. 2008. (Congresso).

 

5.GONÇALVES, J. S. . VI International PENSA Conference. 2007. (Congresso).

 

6.GONÇALVES, J. S. . XLV CONGRESSO BRASILEIRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. 2007. (Congresso).

 

7.GONÇALVES, J. S. . XLIV CONGRESSO BRASILEIRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. 2006. (Congresso).

 

8.GONÇALVES, J. S. . V INTERNATIONAL PENSA CONFERENCE ON AGRI-FOOD CHAIN/ NETWORKS ECONOMICS AND MANAGEMENT. 2005. (Congresso).

 

9.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE FLORES E PLANTAS ORNAMENTAIS. 1997. (Congresso).

 

10.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE FEIJÃO. 1997. (Congresso).

 

11.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE ARROZ. 1997. (Congresso).

 

12.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE FÉCULA DE MANDIOCA. 1997. (Congresso).

 

13.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE CARNE AVÍCOLA. 1997. (Congresso).

 

14.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE CEBOLA E ALHO. 1997. (Congresso).

 

15.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE OVOS. 1997. (Congresso).

 

16.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE BORRACHA NATURAL. 1997. (Congresso).

 

17.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS. 1997. (Congresso).

 

18.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL. 1997. (Congresso).

 

19.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE ÓLEOS VEGETAIS. 1997. (Congresso).

 

20.GONÇALVES, J. S. . XXXV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. 1997. (Congresso).

 

21.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE TEXTEIS DE ALGODÃO. 1996. (Congresso).

 

22.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE CAFÉ. 1996. (Congresso).

 

23.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE AÇÚCAR E ALCOOL. 1996. (Congresso).

 

24.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE PRODUTOS APÍCOLAS. 1996. (Congresso).

 

25.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE TEXTEIS DE SEDA. 1996. (Congresso).

 

26.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE LEITE E LATICÍNIOS. 1996. (Congresso).

 

27.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE PESCADO. 1996. (Congresso).

 

28.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE CARNE SUÍNA. 1996. (Congresso).

 

29.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE FARINHA DE MANDIOCA. 1996. (Congresso).

 

30.GONÇALVES, J. S. . XXXIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. 1995. (Congresso).

 

31.GONÇALVES, J. S. . XXXII CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. 1994. (Congresso).

 

32.GONÇALVES, J. S. . VII Semana da Ciência e Tecnologia Agropecuária de Jaboticabal. 1982. (Congresso).

 

33.GONÇALVES, J. S. . II Congresso Brasileiro de Iniciação Científica em Ciências Agrárias. 1982. (Congresso).

 

 Perda para a Ciência Brasileira

Em: http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,engenheiro-e-morto-em-assalto...

Engenheiro é morto em assalto na porta de casa na zona sul da capital paulista

 

Não se sabe ainda se a vítima reagiu; dupla fugiu com o carro do agrônomo José Sidnei Gonçalves

 

22 de maio de 2012 | 6h 24

 

 

 

 

Ricardo Valota, do estadão.com.br

 

SÃO PAULO - Um técnico do Ministério da Agricultura foi morto a tiros, na noite de segunda-feira, 21, no Jardim da Saúde, zona sul da capital paulista, por dois assaltantes na porta de casa, localizada na Rua Vitor Costa.

 

O engenheiro agrônomo José Sidnei Gonçalves, de 55 anos, foi atacado quando chegava à residência, momento em que foi surpreendido pela dupla, que exibiu as armas, exigindo que ele entregasse as chaves do carro, um Chevrolet Astra.

 

Não se sabe se houve reação por parte do técnico, que foi baleado no tórax e morreu quando era atendido no pronto-socorro do Hospital São Paulo. Os criminosos fugiram, levando o carro da vítima, e ainda não foram identificados.

 

O latrocínio foi registrado no plantão do 16º Distrito Policial, da Vila Clementino, e deve ser investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

 

O Lattes de Jose Sidnei Gonçalves 

José Sidnei Gonçalves

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal (FCAJ) da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho-UNESP (1983) e Doutorado em Ciências Econômicas pelo Instituto de Economia (IE) da Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP (1992). Defendeu a Tese de Dotoramento " Mudar para Manter: Pseudomorfose da Agricultura Brasileira" (1997). Atualmente é Pesquisador Científico VI em regime de tempo integral do INSTITUTO DE ECONOMIA AGRÍCOLA (IEA) da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. Foca a pesquisa & desenvolvimento na área de Economia Aplicada à Agricultura, com ênfase na Análise do Desempenho Setorial e Políticas Públicas à luz da Teoria Econômica e da História Econômica, abarcando, principalmente, os temas: desenvolvimento economico, orçamento público, instrumentos de políticas governamentais, competitividade setorial, progresso técnico e estrutura de mercado e formação de preços.
(Texto informado pelo autor)

Última atualização do currículo em 04/03/2012
Endereço para acessar este CV:
http://lattes.cnpq.br/5113712085484221

Dados pessoaisNomeJosé Sidnei GonçalvesNome em citações bibliográficasGONÇALVES, J. S.SexoMasculinoEndereço profissionalInstituto de Economia Agrícola.
Av. Miguel Stéfano, 3900
Água Funda
04301-903 - Sao Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 50670470 Fax: (11) 50734062
URL da Homepage: www.iea.sp.gov.br

Formação acadêmica/Titulação1989 - 1992Doutorado em Ciência Econômica (Conceito CAPES 5) .
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: MUDAR PARA MANTER: Análise do processo de pseudomorfose da agricultura brasileira, Ano de Obtenção: 1997.
Orientador: Waldir José de Quadros.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico .
Palavras-chave: Desenvolvimento Economico; Questão Agrária; Economia Política; Estrutura de Mercado; História Econômica; Progresso Técnico.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Produção Florestal, Pesca e Aqüicultura; Indústrias de Transformação; Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados.
1978 - 1983Graduação em Engenharia Agronômica .
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

Atuação profissional INSTITUTO DE ECONOMIA AGRÍCOLA.Vínculo institucional 1976 - AtualVínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: PESQUISADOR CIENTÍFICO VI, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.Outras informaçõesAuxiliar de Engenheiro Agrônomo de 8/12/1976 a 17/06/1983 Assistente Técnico de Direção de 18/06/1983 a 13/02/1989 Diretor Técnico de Divisão de 14/02/1989 a 18/02/1991 Engenheiro Agrônomo de 19/02/1991 a 13/07/1992 Pesquisador Científico em regime de tempo integral de 14/07/1992 em diante.Atividades 11/2010 - AtualDireção e administração, GRUPO SETORIAL DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS PÚBLICAS DA SAA, .  Cargo ou função
COORDENADOR DO GRUPO SETORIAL DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS PÚBLICAS DA SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO CRIADO PELO DECRETO Nº 56.149, DE 31 DE AGOSTO DE 2010, DESIGNADO PELA RESOLUÇÃO SAA N 54 DE 1-11-2010.12/1976 - AtualPesquisa e desenvolvimento , INSTITUTO DE ECONOMIA AGRÍCOLA-IEA-APTA, .  Linhas de pesquisa
ECONOMIA REGIONAL, DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL E AGRICULTURA
ECONOMIA POLÍTICA E TEORIA ECONÔMICA
GESTÃO GOVERNAMENTAL, ORÇAMENTO PÚBLICO E ORGANIZAÇÕES ESTATAIS
ESTRUTURA DE MERCADO E FORMAÇÃO DE PREÇOS
PROGRESSO TÉCNICO E COMPETITIVIDADE SETORIAL
ECONOMIA E COMÉRCIO INTERNACIONAL
POLÍTICAS PUBLICAS PARA A AGRICULTURA
AGRICULTURA, DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E MEIO AMBIENTE
10/2008 - 10/2010Conselhos, Comissões e Consultoria, GABINETE DA SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO, .  Cargo ou função
PRESIDENTE DA COMISSÃO ESTUDOS ESTRATÉGICOS DA AGRICULTURA DA ASSESSORIA TÉCNICA DO GABINETE DO SECRETÁRIO DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO, NA FORMA DA RESOLUÇÃO SAA - 53, DE 16-10-2008. 05/2000 - 05/2004Direção e administração, AGÊNCIA PAULISTA DE TECNOLOGIA DOS AGRONEGÓCIOS-APTA, .  Cargo ou função
COORDENADOR TÉCNICO.09/1999 - 04/2000Direção e administração, COORDENADORIA DE PESQUISA DOS AGRONEGÓCIOS, .  Cargo ou função
COORDENADOR TÉCNICO.07/1999 - 08/1999Direção e administração, SECRETARIA EXECUTIVA DO CONSELHO SUPERIOR DE PESQUISA AGROPECUÁRIA, .  Cargo ou função
COORDENADOR TÉCNICO.06/1999 - 07/1999Direção e administração, SECRETARIA EXECUTIVA DO CONSELHO SUPERIOR DE PESQUISA AGROPECUÁRIA, .  Cargo ou função
ASSISTENTE TÉCNICO DE DIREÇÃO.04/1999 - 05/1999Direção e administração, SECRETARIA EXECUTIVA DO CONSELHO SUPERIOR DE PESQUISA AGROPECUÁRIA, .  Cargo ou função
COORDENADOR TÉCNICO.06/1998 - 03/1999Direção e administração, SECRETARIA EXECUTIVA DO CONSELHO SUPERIOR DE PESQUISA AGROPECUÁRIA, .  Cargo ou função
ASSISTENTE TÉCNICO DE DIREÇÃO.11/1996 - 10/1997Direção e administração, GABINETE DA SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO, .  Cargo ou função
ASSISTENTE TÉCNICO DE GABINETE.02/1989 - 02/1991Direção e administração, INSTITUTO DE ECONOMIA AGRÍCOLA-IEA-APTA, .  Cargo ou função
DIRETOR TÉCNICO DE DIVISÃO.12/1988 - 01/1989Direção e administração, COORDENADORIA DA PESQUISA AGROPECUÁRIA, .  Cargo ou função
COORDENADOR TÉCNICO.06/1983 - 12/1988Direção e administração, COORDENADORIA DA PESQUISA AGROPECUÁRIA, .  Cargo ou função
ASSISTENTE TÉCNICO DE DIREÇÃO.

Linhas de Pesquisa1.ECONOMIA REGIONAL, DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL E AGRICULTURA Objetivos: estudar os movimentos espaciais do desenvolvimento da agricultura enquanto setor econômico intrinsecamente associado ao espaço geográfico, tendo portanto rebatimentos territoriais relevantes, exigindo para sua compreensão não apenas uma sólida base de economia regional como também abordagens territoriais diferenciadas da ótica das políticas públicas.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Regional e Urbana.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal; Indústrias de Transformação; Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados.
Palavras-chave: Economia Regional; Financiamento do Desenvolvimento; Economia Política; Agricultura Paulista; Questão Agrária; Políticas Públicas. 2.ECONOMIA POLÍTICA E TEORIA ECONÔMICA Objetivos: refletir sobre o processo de transformação da economia e da sociedade bem como sobre as inovações conceituais produzidas no campo da teoria econômica com o intuito de ampliar a compreensão das mudanças estruturais.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal; Indústrias de Transformação; Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados.
Palavras-chave: Desenvolvimento Economico; Economia Política; Financiamento do Desenvolvimento; História Econômica; Questão Agrária; Questão Social. 3.GESTÃO GOVERNAMENTAL, ORÇAMENTO PÚBLICO E ORGANIZAÇÕES ESTATAIS Objetivos: buscar compreender os elementos determinantes da gestão governamental, as lógicas micro e macro orçamentárias, o comportamento temporal dos dispêndios públicos, os indicadores de desempenho e de esforço das instituições públicas bem como as formas de organização estatal, além de analisar a metamorfose dos papeis governamentais e as mudanças institucionais face o processo de desenvolvimento econômico..
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo.
Setores de atividade: Administração Pública, Defesa e Seguridade Social; Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal; Indústrias de Transformação.
Palavras-chave: orçamento público; Políticas Públicas; Financiamento do Desenvolvimento; Cooperativismo Agrícola; Desenvolvimento Economico; Economia Política. 4.ESTRUTURA DE MERCADO E FORMAÇÃO DE PREÇOS Objetivos: analisar as transformações dos mercados de produtos da agricultura no plano interno e do mercado internacional, verificando os mecanismos de coordenação vertical, as alterações institucionais, os comportamentos dos fluxos físicos e monetários, os padrões de qualidade e de agregação de valor e os movimentos de preços e quantidades no curto, médio e longo prazos.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Regional e Urbana.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal; Indústrias de Transformação.
Palavras-chave: Comércio Exterior; Competitividade Setorial; Cooperativismo Agrícola; Economia Internacional; Estrutura de Mercado; Formação de Preços. 5.PROGRESSO TÉCNICO E COMPETITIVIDADE SETORIAL Objetivos: analisar a produção, transferência e adoção de conhecimento na agricultura, os impactos dos processos de inovações, a qualidade e intensidade das contribuições das instituições de pesquisa científica e tecnológica para forjar a competitividade setorial da agricultura no plano interno e no contexto internacional..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal; Indústrias de Transformação.
Palavras-chave: Progresso Técnico; Políticas Públicas; Produtividade Agrícola; orçamento público; Competitividade Setorial; Agricultura Paulista. 6.ECONOMIA E COMÉRCIO INTERNACIONAL Objetivos: estudar a inserção das agriculturas paulista e brasileira no mercado internacional tendo em conta os corolários dessa vinculação na estrutura produtiva e na estrutura de mercado e formação de preços.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Internacional.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal; Indústrias de Transformação; Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados.
Palavras-chave: Competitividade Setorial; Comércio Exterior; Economia Internacional; Estrutura de Mercado; Formação de Preços; Financiamento do Desenvolvimento. 7.POLÍTICAS PUBLICAS PARA A AGRICULTURA Objetivos: analisar a estrutura e as mudanças das políticas públicas para a agricultura no processo de desenvolvimento econômico na verificação caomparada de experiências internacionais, nacionais e, dentro do Brasil, entre as várias unidades da federação.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal; Indústrias de Transformação; Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados.
Palavras-chave: Políticas Públicas; Progresso Técnico; Questão Agrária; Desenvolvimento Economico; Economia Política; Financiamento do Desenvolvimento. 8.AGRICULTURA, DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E MEIO AMBIENTE Objetivos: analisar o processo de transformação da agricultura frente as tranformações derivadas do desenvolvimento econômico tendo em conta os reflexos na apropriação da natureza.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Regional e Urbana.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal; Indústrias de Transformação; Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados.
Palavras-chave: Desenvolvimento Economico; Economia Política; História Econômica; legislação ambiental; Progresso Técnico; Questão Agrária.

Membro de corpo editorial1983 - 1989Periódico: Revista Comunicação da Pesquisa Agropecuária1989 - 1991Periódico: Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 R1989 - 1991Periódico: Informações Econômicas (Impresso)1990 - 1990Periódico: Série Informações Estatísticas da Agricultura - Série IEA1993 - 1996Periódico: Coleção de Estudos Agrícolas ISSN 0104-60551995 - 1997Periódico: Revista de Economia e Sociologia Rural (Impresso)1996 - 1998Periódico: Coleção Cadeias de Produção2000 - 2004Periódico: Série Ação APTA2000 - 2004Periódico: Série Discussão APTA

Revisor de periódico1991 - AtualPeriódico: Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 R1991 - AtualPeriódico: Informações Econômicas (Impresso)1988 - 1988Periódico: Revista Ciência e Cultura1993 - AtualPeriódico: Revista de Economia e Sociologia Rural (Impresso)2006 - 2009Periódico: São Paulo em Perspectiva (Impresso)2007 - AtualPeriódico: Revista de Organizações Rurais e Agroindsutriais2003 - 2005Periódico: Revista Ciência em Extensão2008 - 2009Periódico: Revista Economia Ensaios2008 - AtualPeriódico: Análises e Indicadores do Agronegócio2009 - 2010Periódico: Revista Pesquisa Agropecuária Tropical

Áreas de atuação1.Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas. 2.Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais. 3.Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Regional e Urbana. 4.Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Internacional. 5.Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico. 6.Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Teoria Econômica.

IdiomasEspanholFala Razoavelmente, Lê Bem.InglêsLê Bem.FrancêsLê Razoavelmente.

Prêmios e títulos1983Prêmio COOPERCANA, FCAVJ/UNESP.

Produção em C,T & A Produção bibliográfica Artigos completos publicados em periódicos1.GONÇALVES, J. S. ; GONCALVES, Sheila P. . AC02-1 Remuneração econômica da manutenção de vegetação nativa em propriedades rurais: uma nova fronteira da atuação das políticas públicas de estímulo à preservação ambiental. Informações Econômicas (Impresso), v. 41, p. 37-51, 2011.2.GARCIA, V.A ; GONÇALVES, J. S. ; RODRIGUES, D.S. ; NOMURA, E.S. ; DAMATTO JR, E.R. ; FUZITANI, E. J. . AC08-1 Comportamento e percepções dos consumidores de palmito em supermercados da Grande São Paulo. Informações Econômicas (Impresso), v. 41, p. 5-12, 2011.3.GONÇALVES, J. S. . AC11-1 Regionalidade e matricialidade do orçamento público compatibilizam maior transparência para sociedade com melhor eficiência alocativa. Informações Econômicas (Impresso), v. 48, p. 21-34, 2011.4.GONÇALVES, J. S. . AC12-1 Políticas públicas para agricultura paulista: consistência institucional derivada da garantia da alocação de recursos orçamentários. Informações Econômicas (Impresso), v. 48, p. 31-38, 2011.5.GONÇALVES, J. S. . AC04-1 Circuito da pecuária moderna e a nova sistemática de cobrança da tributação do valor adicionado com base no princípio da origem. Informações Econômicas (Impresso), v. 40, p. 21-31, 2010.6.GONÇALVES, J. S. ; FERREIRA, L.G.S . AC08-1 Dívida do credito rural e fracasso dos resultados das sucessivas renegociações: análise da inadimplência do fundo de expansão do agronegócio paulista (FEAP). Informações Econômicas (Impresso), v. 40, p. 40-61, 2010.7.GONÇALVES, J. S. . AC10-1 Formulação e execução da política de seguro da agricultura do Estado de São Paulo: do seguro obrigatório do algodão à subvenção do prêmio. Informações Econômicas (Impresso), v. 40, p. 33-49, 2010.8.GONÇALVES, J. S. ; ANGELO, J. A. ; SOUZA, S. A. M. . AC02-1 Economias regionais paulistas no período 2005-2007: desconcentração na agropecuária com concentração na agricultura revelando diferenças estruturais.. Informações Econômicas (Impresso), v. 39, p. 45-54, 2009.9.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . AC05-1 Evolução do comércio exterior da agricultura paulista e brasileira no período 1997-2008. Informações Econômicas (Impresso), v. 39, p. 5-15, 2009.10.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . AC06-1 Composição do comércio exterior da agricultura paulista e brasileira no período 1997-2008. Informações Econômicas (Impresso), v. 39, p. 5-17, 2009.11.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC08-1 Agricultura paulista: esgotamento da fronteira de expansão e papel das exportações nas mudanças estruturais.. Informações Econômicas (Impresso), v. 39, p. 27-41, 2009.12.GONCALVES, Sheila P. ; NEVES, E. M. ; GONÇALVES, J. S. . AC09-1 Exportações paulistas e brasileiras da cadeia de produção de cana para índústria no período 1997-2008.. Informações Econômicas (Impresso), v. 39, p. 84-97, 2009.13.GONÇALVES, J. S. ; FERREIRA, L.G.S . AC12-1 Seguro da sanidade: Expansão em uma realidade de doenças.. Agroanalysis (FGV), v. 29, p. 44-45, 2009.14.GONÇALVES, J. S. . AC12-2 Transformações da agricultura e aumento da complexidade setorial: necessidade de aprimoramento dos indicadores econômicos. São Paulo em Perspectiva (Impresso), v. 23, p. 78-92, 2009.15.GONÇALVES, J. S. ; RAMOS, S. F. . AC01-2 Algodão brasileiro 1985-2005: surto de importação desencadeia mudanças estruturais na produção.. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 54-64, 2008.16.GONÇALVES, J. S. ; RAMOS, S. F. . AC02-1 Da origem à hegemonia e crise do algodão meridional brasileiro no século XX. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 25-41, 2008.17.GONÇALVES, J. S. ; FEITOSA, F. P. ; FERREIRA, C. R. R. P. T. ; MORAES, W. S. . AC07-1 Evolução dos padrões sazonais dos preços recebidos pelos bananicultores paulistas 1973-2007.. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 17-23, 2008.18.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . AC09-3 Índice quadrissemanal de preços recebidos pela agropecuária paulista - IqPR e seu comportamento em 2007. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 22-34, 2008.19.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC07-2 Efeito reverso: impactos da política norte-americana de biocombustíveis sobre os preços de alimentos no Brasil.. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 52-67, 2008.20.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC08-1 Algodão dos cerrados e a necessidade de configurar mecanismos de sustentabilidade de longo prazo.. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 7-22, 2008.21.GONÇALVES, J. S. ; FERREIRA, C. R. R. P. T. ; SOUZA, S. A. M. . AC08-2 Produção nacional de fertilizantes, o processo de desconcentração regional e a maior dependência externa. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 79-91, 2008.22.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC09-1 Comércio exterior no período 1997-2007: o que importa para a agricultura. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 7-13, 2008.23.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; FERREIRA, C. R. R. P. T. . AC09-2 Financiamento da produção agropecuária e uso de fertilizantes no Brasil no período 1950-2006. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 14-21, 2008.24.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC11-1 Importância do câmbio e da guerra fiscal na construção da cotonicultura dos cerrados. Informações Econômicas (Impresso), v. 38, p. 7-15, 2008.25.GONÇALVES, J. S. ; GONCALVES, S. P. . AC01-1 Transformações da produção do algodão brasileiro e os impactos nas paridades de preços no mercado interno. Revista Economia Ensaios, v. 23, p. 1-26, 2008.26.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC02-2 Agricultura continental brasileira: contribuição para refletir sobre sua diversidade numa totalidade complexa.. Revista Tecnologia e Inovação Agropecuária, v. 1, p. 9-15, 2008.27.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC05-1 Contaminação de alimentos. Agroanalysis (FGV), v. 28, p. 41-42, 2008.28.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . AC04-1 Comércio externo do pescado industrializado, Brasil, 1996-2006. Informações Econômicas (Impresso), v. 37, p. 19-27, 2007.29.GONÇALVES, J. S. . AC08-1 Crescimento do produto e conteúdo da produtividade na agropecuária brasileira do período 1975-2003.. Informações Econômicas (Impresso), v. 37, p. 30-40, 2007.30.GONÇALVES, J. S. ; MACHADO, R. S. . AC09-2 Consumo e hierarquia dos relativos de preços de proteína animal no Brasil, 1997-2006.. Informações Econômicas (Impresso), v. 37, p. 33-40, 2007.31.GONÇALVES, J. S. . AC09-1 Impactos do fracasso das políticas estaduais de revitalização da pequena e média cotonicultura. Informações Econômicas (Impresso), v. 37, p. 53-70, 2007.32.GONÇALVES, J. S. ; RAMOS, S. F. . AC10-1 Inovações tecnológicas e padrão de financiamento nos mega-algodoais dos cerrados brasileiros: mudança de paradigma e exclusão produtiva. Informações Econômicas (Impresso), v. 37, p. 27-36, 2007.33.GONÇALVES, J. S. ; FERREIRA, C. R. R. P. T. . AC11-1 Evolução e sazonalidade do consumo de fertilizantes no Brasil e nas unidades da federação no período 1987-2005.. Informações Econômicas (Impresso), v. 37, p. 7-14, 2007.34.GONÇALVES, J. S. . AC01-1 Feijão: produtividade e consumo. Agroanalysis (FGV), v. 27, p. 3-14, 2007.35.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . AC01-1 Balança comercial dos agronegócios brasileiros no período 1997-2004: diferenças entre os resultados em dólar e em real.. Informações Econômicas (Impresso), v. 36, p. 7-25, 2006.36.GONÇALVES, J. S. . AC02-1 Inserção da dimensão da regionalidade nas estrutura orçamentária do Governo do Estado de São Paulo. Informações Econômicas (Impresso), v. 36, p. 72-86, 2006.37.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. . AC08-1 Exportações dos agronegócios mostram elevado conteúdo tecnológico e reduzida agregação de valor pela transformação agroindustrial, Brasil 1997-2004. Revista Brasileira de Comércio Exterior, v. 20, p. 43-51, 2006.38.GONÇALVES, J. S. . AC04-1 Renda agropecuária paulista 1995-2004: negação da tendência secular à insignificância e discrepâncias de indicadores.. Informações Econômicas (Impresso), v. 36, p. 38-57, 2006.39.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . AC07-2 Exportações brasileiras da cadeia de produção de aves no período 2000-2005: origem, destino e agregação de valor. Informações Econômicas (Impresso), v. 36, p. 32-47, 2006.40.OJIMA, A. L. R. O. ; GONÇALVES, J. S. . AC07-1 Avaliação do desempenho do valor da produção da agropecuária paulista, período 1995-2004. Informações Econômicas (Impresso), v. 36, p. 62-75, 2006.41.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . AC09-1 Dinamismo no crescimento das exportações brasileiras de carne bovina e a ameaça da aftosa.. Informações Econômicas (Impresso), v. 36, p. 31-41, 2006.42.GONÇALVES, J. S. ; CASTANHO FILHO, E. P. . AC09-2 Obrigatoriedade da reserva legal e impactos na agropecuária paulista. Informações Econômicas (Impresso), v. 36, p. 72-84, 2006.43.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC12-1 Fruta da paixão: panorama econômico do maracujá no Brasil. Informações Econômicas (Impresso), v. 36, p. 29-36, 2006.44.GONÇALVES, J. S. ; CASTANHO FILHO, E. P. . AC07-3 Reserva Legal: impactos à agropecuária paulista.. Agroanalysis (FGV), v. 26, p. 44-46, 2006.45.GONÇALVES, J. S. . AC08-2 Os preços da crise. Agroanalysis (FGV), v. 26, p. 14-16, 2006.46.  GONÇALVES, J. S. . AC04-1 Agricultura sob a égide do capital financeiro: passo rumo ao aprofundamento do desenvolvimento dos agronegócios. Informações Econômicas (Impresso), v. 35, p. 7-36, 2005.47.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; RESENDE, J. V. ; VEGRO, C. L. R. . AC07-1 Novos títulos financeiros do agronegócio e o novo padrão do financiamento. Informações Econômicas (Impresso), v. 35, p. 63-90, 2005.48.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC09-1 Desempenho da Balança Comercial dos Agronegócios sob a Ótica dos Grupos de Cadeias de Produção, Brasil, 1997-2004.. Informações Econômicas (Impresso), v. 35, p. 7-16, 2005.49.GONÇALVES, J. S. . AC12-1 Dinâmica da agropecuária paulista no contexto das transformações da sua agricultura.. Informações Econômicas (Impresso), v. 35, p. 65-98, 2005.50.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . AC03-1 Agronegócios brasileiros no mercado internacional em 2004: recordes dos indicadores de transações comerciais. Informações Econômicas (Impresso), São Paulo, v. 35, n. 3, p. 44-50, 2005.51.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . AC06-1 Balança Comercial dos Agronegócios Brasileiros: comportamento positivo no primeiro trimestre de 2005. Informações Econômicas (Impresso), São Paulo, v. 35, n. 6, p. 45-52, 2005.52.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . AC06-2 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas:continuidade dos saldos crescentes no primeiro trimestre de 2005. Informações Econômicas (Impresso), São Paulo, v. 52, n. 6, p. 53-61, 2005.53.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . AC01-2 Comércio Exterior dos Agronegócios Brasileiros 1997-2003:crescimento dos saldos comerciais e a agregação de valor. Informações Econômicas (Impresso), São Paulo, v. 35, n. 1, p. 45-49, 2005.54.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . AC03-2 Desempenho do Comércio Exterior Paulista em 2004: agronegócios garantem superávit da balança comercial. Informações Econômicas (Impresso), IEA, v. 35, n. 3, p. 56-62, 2005.55.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. . AC10-2 Menor Participação dos Agronegócios e do Estado de São Paulo nas Exportações Brasileiras até Julho de 2005. Informações Econômicas (Impresso), IEA/São Paulo, v. 35, n. 10, p. 72-79, 2005.56.GONÇALVES, J. S. ; COELHO, P.J. ; SOUZA, S. A. M. . AC01-1Dinamismo Setorial e Crescimento da Receita Agropecuária Paulista no Qüinqüênio 1999-2003. Informações Econômicas (Impresso), v. 35, p. 7-22, 2005.57.GONÇALVES, J. S. . AC02-1 Agricultura e modo de vida num bairro rural no polígono das secas: realidade social e degradação ambiental em agrupamentos rurais da Chapada Diamantina Baiana em 2004.. Informações Econômicas (Impresso), v. 35, p. 45-48, 2005.58.GONÇALVES, J. S. . AC10-1 Qualidade certificada e rastreada como determinante da competitividade da agricultura: análise setorial como insumo do processo produtivo. Informações Econômicas (Impresso), v. 35, p. 63-71, 2005.59.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC11-1 Preços estimuladores formam expectativas de maior área plantada na safra de feijão das águas 2005/06. Informações Econômicas (Impresso), v. 35, p. 49-56, 2005.60.GONÇALVES, J. S. ; JUNQUEIRA, J. R. C. M. ; BARROS FILHO, Silvio de . AC07-1 Conhecimento para o desenvolvimento: uma análise da evolução dos investimentos na pesquisa pública paulista para os agronegócios 1957-2003. Informações Econômicas (Impresso), v. 34, p. 58-90, 2004.61.GONÇALVES, J. S. ; JUNQUEIRA, J. R. C. M. . AC08-1 Propriedade intelectual como fonte de financiamento de P&D: compatibilização de dispositivos da constituição paulista com a irradiação da inovação tecnológica ao sistema produtivo dos agronegócios estaduais. Informações Econômicas (Impresso), v. 34, p. 51-80, 2004.62.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC12-1 Gestão de Ações Governamentais de Combate à Desnutrição Infantil: Poder de Compra e Formação de Preços em uma Década de Distribuição de Leite pelo Governo Paulista.. Informações Econômicas (Impresso), v. 34, p. 57-77, 2004.63.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. . AC12-2 Comércio Exterior dos Agronegócios Brasileiros: desempenho dos principais grupos de cadeias de produção, 1997-2003. Informações Econômicas (Impresso), São Paulo, v. 34, n. 12, p. 47-57, 2004.64.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . AC08-1 Comércio Exterior dos Agronegócios Paulistas com Saldos Comerciais Crescentes no Período 1999-2003. Informações Econômicas (Impresso), São Paulo, v. 34, n. 8, p. 41-48, 2004.65.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . AC10-1 Desconcentração Regional da Renda Agropecuária Paulista no Período 1999-2003. Informações Econômicas (Impresso), São Paulo, v. 34, n. 10, p. 57-71, 2004.66.GONÇALVES, J. S. ; JUNQUEIRA, J. R. C. M. . AC05-1 Ciência e tecnologia no Governo do Estado de São Paulo: análise da estrutura legal e do perfil dos investimentos da lei orçamentária anual em 2004.. Informações Econômicas (Impresso), v. 34, p. 81-103, 2004.67.GONÇALVES, J. S. . AC07-2 Carmas da questão agrária: movimentos sobre falsos dualismos gerando falsos paradigmas. Informações Econômicas (Impresso), v. 34, p. 41-44, 2004.68.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; SILVEIRA, Sonia M. da ; BARROS FILHO, Silvio de . AC01-1 Distribuição da Malha Viária Rural e da Produção Agropecuária Municipal no Estado De São Paulo. Informações Econômicas (Impresso), v. 33, p. 41-91, 2003.69.GONÇALVES, J. S. . AC07-1 Competitividade da agricultura no mercado mundial globalizado: as idéias de Porter e a realidade de iniqüidades. Informações Econômicas (Impresso), v. 33, p. 16-36, 2003.70.GONÇALVES, J. S. . AC11-1 Crise agrária no desenvolvimento capitalista: fugindo da aparência em busca da essência. Informações Econômicas (Impresso), v. 33, p. 61-87, 2003.71.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC08-1 Manutenção da Infra-Estrutura Viária e o Orçamento Municipal de 2001: uma análise do comprometimento das receitas nos municípios paulistas. Informações Econômicas (Impresso), v. 33, p. 31-94, 2003.72.GONÇALVES, J. S. . AC01-1 Organizações Estaduais de Pesquisa Como Projeto Nacional: Pesquisa Local para Competitividade Global do Agronegócio Brasileiro. Informações Econômicas (Impresso), v. 32, p. 79-99, 2002.73.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC04-1 Desenvolvimento e Mudança Estrutural: Uma Leitura Não Estática do Processo de Transformação. Informações Econômicas (Impresso), v. 32, p. 7-19, 2002.74.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC01-1 Agronegócio no Vale do Ribeira: caracterização da realidade e proposta de intervenção numa região carente. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 31, n. 1, p. 39-50, 2001.75.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC02-1 Receita gerada pelo agronegócio: o imposto de circulação de mercadorias e serviços no Estado de São Paulo. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 31, n. 2, p. 33-35, 2001.76.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . AC02-1 Financiamento do agronegócio: um crédito ao futuro. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 31, n. 2, p. 47-56, 2001.77.GONÇALVES, J. S. . AC02-1 Agronegócio como negócio do município: diretrizes para o progresso local no interior paulista. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 31, n. 2, p. 55-58, 2001.78.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . AC07-1 Café de família: lavoura competitiva de alta produtividade e qualidade superior. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 31, n. 7, p. 7-17, 2001.79.MEIRELLES, J. C. S. ; GONÇALVES, J. S. . AC10-1 Política de aproveitamento de resíduos ou de recursos produtivos ainda não utilizados: reciclando o velho modelo agrário de produção. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 30, n. 10, p. 17-24, 2000.80.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC11-1 Heterogeneidade e competitividade: o significado dos conceitos frente ao mosaico de disparidades da agricultura brasileira. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 30, n. 11, p. 35-50, 2000.81.GONÇALVES, J. S. . AC01-1 A problemática da cotonicultura no Brasil. Revista Textília Têxteis Interamericanos, SÃO PAULO-SP, v. -, n. 36, p. 36-45, 2000.82.VICENTE, J. R. ; ALMEIDA, L. D. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC01-2 Impactos da geração de tecnologia pela pesquisa paulista: o caso do feijão Carioca. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 46, n. 1, p. 41-52, 2000.83.GONÇALVES, J. S. . AC01-1 Agricultura Brasileira: Globalização e Integração no Mercosul. Revista Travessia, SÃO PAULO-SP, v. 33, n. 1, p. 38-41, 1999.84.GONÇALVES, J. S. . AC01-3 Câmbio na Agricultura: Reflexos da Desvalorização. Revista Indicadores Econômicos FEE, PORTO ALEGRE-RS, v. 27, n. 1, p. 108-118, 1999.85.BESEN, G. M. V. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; URBAN, M. L. P. . AC01-4 Competitividade e Produtividade das Algodoeiras e das Fiações do Sul-Sudeste do Brasil. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 45, n. 1, p. 1-46, 1999.86.ESCOBAR, M. R. ; GONÇALVES, J. S. ; CARDOSO, J. L. . AC01-5 Diferenças e Similaridades entre Segmentos do Complexo Citrícola Paulista. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 45, n. 1, p. 59-88, 1999.87.GONÇALVES, J. S. . AC01-2 Avanço da mecanização da colheita e da exclusão social na produção canavieira paulista nos anos 90. Cadernos de Ciência & Tecnologia, BRASÍLIA-DF, v. 16, n. 1, p. 67-86, 1999.88.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC03-1 Proibição da Queima de Cana no Estado de São Paulo: simulação dos efeitos na área cultivada e no emprego. Informações Econômicas (Impresso), v. 28, n. 3, p. 21-40, 1998.89.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC03-1 Retomada do Cultivo do Algodão no Extremo Oeste Paulista. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 3, p. 66-73, 1998.90.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC04-1 Modernização da Produção Agropecuária Brasileira e o Velho Dilema da Superação da Agricultura Itinerante. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 4, p. 7-18, 1998.91.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC04-2 Situação e Perspectivas da Cotonicultura do Cone Sul. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 4, p. 49-54, 1998.92.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC05-1 Estrutura Atropelando a Conjuntura: os problemas da comercialização do algodão brasileiro na safra 1997/98. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 5, p. 49-53, 1998.93.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC05-2 Porque o Chile Exporta mais Frutas Frescas que o Brasil?. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 5, p. 54-57, 1998.94.PEREZ, L. H. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC06-1 :Substituição da Maçã Importada pela Nacional alterações na sazonalidade de preços e quantidades. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 6, p. 7-24, 1998.95.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC06-1 Gangorra de Preços: a produção e o abastecimento de feijão na safra 1997/98. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 6, p. 60-64, 1998.96.GONÇALVES, J. S. . AC07-1 Mecanismos de Integração Vertical na Cadeia de Produção de Carne Bovina: uma breve discussão da importância e dos obstáculos ao seu desenvolvimento no Brasil. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 7, p. 27-32, 1998.97.GONÇALVES, J. S. . AC08-1 Formas de Superação dos limites à expansão da agricultura brasileira.. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 8, p. 25-28, 1998.98.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC08-2 Reestruturação Produtiva e redução do nível de emprego: o caso da agroindútria textil no Brasil no período1990-96. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 28, n. 8, p. 49-58, 1998.99.GONÇALVES, J. S. . AC04-1 Crise do algodão brasileiro pós abertura dos anos 90 e as condicionantes da retomada da expansão em bases competitivas. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO- SP, v. 27, n. 4, p. 7-25, 1997.100.ESCOBAR, M. R. ; GONÇALVES, J. S. ; CARDOSO, J. L. . AC10-1 Macã Brasileira: as dificuldades do ajustamento. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 27, n. 10, p. 13-24, 1997.101.  GONÇALVES, J. S. ; VEIGA FILHO, Alceu A. . AC03-1 Ruy Miller Paiva, O Pioneiro: Suas idéias, seu tempo e seu lugar. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), São Paulo, v. 43, n. 3, p. 9-34, 1996.102.GONÇALVES, J. S. . AC01-1 Salário, Emprego, Modernização e Sazonalidade na Agricultura: as contradições do processo excludente do desenvolvimento brasileiro. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 26, n. 1, p. 23-38, 1996.103.MAIA, Maria L. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; AMARO, Antonio. A. . AC02-1 Produção e Comercialização de Pera e Pessego no Brasil. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 26, n. 2, p. 33-48, 1996.104.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . AC04-1 Gastos do Consumidor Paulistano com Alimentação e com Frutas numa Década de Planos Econômicos (1985-1995). Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 26, n. 4, p. 69-76, 1996.105.GONÇALVES, J. S. . AC01-5 Analise da agricultura brasileira no Mercosul e no mercado internacional. Revista Paranaense de Desenvolvimento, CURITIBA-PR, v. -, n. 88, p. 69-106, 1996.106.MAIA, Maria L. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; AMARO, Antonio. A. . AC01-4 Produção e Comercialização de Frutas Cítricas no Brasil. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 43, n. 1, p. 67-93, 1996.107.GONÇALVES, J. S. ; MAIA, Maria L. ; SOUZA, S. A. M. ; AMARO, Antonio. A. . AC01-3 Competitividade do Complexo Produtivo da Uva de Mesa Brasileira. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 43, n. 1, p. 1-42, 1996.108.GONÇALVES, J. S. ; MAIA, Maria L. ; SOUZA, S. A. M. ; AMARO, Antonio. A. . AC01-2 Produção, Mercado e Inserção Internacional da Maçã Brasileira. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 43, n. 1, p. 43-94, 1996.109.GONÇALVES, J. S. . AC06-1 Políticas Públicas para a Agricultura: Necessidade de um Novo "Recorte". Informações Econômicas (Impresso), v. 26, p. 1-3, 1996.110.  GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . AC01-1 Agricultura no processo de desenvolvimento: Uma crítica à formulação tradicional. Agricultura em São Paulo, São Paulo, v. 41, n. 2, p. 29-56, 1995.111.  GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; AMARO, Antonio. A. ; MAIA, Maria L. . AC03-1 Competitividade dos Complexos Produtivos de Frutas e Hortaliças: Discussão sob a ótica da inserção brasileira. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), São Paulo, v. 42, n. 3, p. 117-162, 1995.112.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . AC03-4 Estudo das Mudanças na Distribuição Regional e na Composição da Area Agrícola Brasileira no Período 1970-93. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 25, n. 3, p. 19-48, 1995.113.GONÇALVES, J. S. . AC02-3 Da Posse ao Fundo do Poço: migração sazonal de lavradores da Chapada Diamantina do Estado da Bahia para trabalhar na construção civil paulistana. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 25, n. 2, p. 75-90, 1995.114.GONÇALVES, J. S. . AC04-1 Tributação e Desenvolvimento Econômico: aspectos gerais da metamorfose dos sistemas tributários. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 25, n. 4, p. 43-54, 1995.115.FONSECA, M. G. D. ; GONÇALVES, J. S. . AC06-1 Financiamento do Investimento da Agroindústria e Agropecuaria: análise de dois planos governamentais recentes. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 25, n. 6, p. 31-`47, 1995.116.GONÇALVES, J. S. . AC10-2 Debate Sobre a Crise da Agricultura: crise do significado e entendimento do significado setorialista. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 25, n. 10, p. 93-102, 1995.117.URBAN, M. L. P. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; BESEN, G. M. V. . AC10-1 Abrindo o Fardo de Algodão: caracterização dos efeitos da crise da cotonicultura no Centrosul Brasileiro. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 25, n. 10, p. 33-60, 1995.118.URBAN, M. L. P. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; BESEN, G. M. V. . AC11-1 Estado e Produção Textil: uma discussão de políticas públicas. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 25, n. 11, p. 37-67, 1995.119.URBAN, M. L. P. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; BESEN, G. M. V. . AC12-1 Desenvolvimento da Produção de Texteis de Algodão no Brasil. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO, v. 25, n. 12, p. 11-28, 1995.120.GONÇALVES, J. S. . AC11-2 Crise da Pesquisa Agropecuária e Recursos Humanos. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 25, n. 11, p. 99-104, 1995.121.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . AC11-3 Tamanho do Mercado Internacional de Frutas Frescas, 1989-93. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 25, n. 11, p. 89-93, 1995.122.GONÇALVES, J. S. . AC12-2 Desenvolvimento e Crises da Pesquisa Agropecuária Paulista: é preciso mudar para poder continuar fazendo. Informações Econômicas (Impresso), SÀO PAULO-SP, v. 25, n. 12, p. 55-60, 1995.123.GONÇALVES, J. S. . AC02-2 Agricultura e Estrutura Tributária: O conservadorismo, proteção do patrimônio e penalização da produção. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 42, n. 2, p. 149-165, 1995.124.GONÇALVES, J. S. ; GONÇALVES, C. D. . AC02-1 Da Aldeia Rural à Aldeia Global : uma reflexão sobre a relação entre o avanço e o desenvolvimento capitalista. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 42, n. 2, p. 17-25, 1995.125.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC01-2 Mercado Internacional de Frutas Cítricas "in natura". Laranja, COORDEIRÓPOLIS-SP, v. 16, n. 1, p. 1-20, 1995.126.GONÇALVES, J. S. ; FONSECA, M. G. D. . AC03-3 Crédito Estatal e o Investimento na Produção Agropecuária: Análise do Programa Nacional de Desenvolvimento Rural (PNDR). Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 42, n. 3, p. 1-52, 1995.127.FONSECA, M. G. D. ; GONÇALVES, J. S. . AC03-2 Política de Desenvolvimento Agroindustrial e o Crédito Estatal: Análise do Programa Nacional de Desenvolvimento Agroindustrial (PNDA). Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 42, n. 3, p. 53-116, 1995.128.GONÇALVES, J. S. . AC08-1 Questão Agrária e a Crise da Agricultura no Brasil. Informações Econômicas (Impresso), v. 25, p. 6-8, 1995.129.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . AC02-1 Agricultura e neoliberalismo: O fracasso dos acordos multilaterais de produtos primários no mercado mundial. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), São Paulo, v. 41, n. 2, p. 29-56, 1994.130.GONÇALVES, J. S. . AC04-1 Propostas de Diretrizes Básicas da Intervenção Governamental Para o Desenvolvimento do Complexo Textil Brasileiro. Informações Econômicas (Impresso), SÀO PAULO--SP, v. 24, n. 4, p. 9-27, 1994.131.MORICOCHI, L. ; GONÇALVES, J. S. . AC08-1 Teoria do Desenvolvimento Econômico de Schumpeter: Uma Revisão Crítica. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 24, n. 8, p. 27-36, 1994.132.GONÇALVES, J. S. . AC11-1 Transformações Econômicas Recentes e A Necessidade de Reorganização da Economia Aplicada à Agricultura: Texto Para Discussão. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 24, n. 11, p. 35-40, 1994.133.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC06-1 Efeitos do Plano de Estabilização Econômica Sobre a Concorrência Entre a Uva de Mesa Nordestina e a do Noroeste Paulista, no Mercado Paulistano. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 24, n. 6, p. 63-65, 1994.134.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . AC10-1 Gastos do Consumidor e Preços das Frutas no Varejo Paulistano no Período de Janeiro de 1993 a Agosto de 1994. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 24, n. 10, p. 85-92, 1994.135.GONÇALVES, J. S. ; RESENDE, J. V. . AC02-3 Transformações Econômico-sociais e a Evolução da Pesquisa Agropecuária Paulista. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 41, n. 2, p. 1-26, 1994.136.GONÇALVES, J. S. . AC02-4 Transformações da Agricultura e Aprofundamento da Heterogeneidade Estrutural: As Crises Brasileiras Recentes com Base nas Idéias de Questão Agrária em Ignacio Rangel. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 41, n. 2, p. 135-156, 1994.137.GONÇALVES, J. S. . AC01-1 Agricultura e protecionismo: semelhanças dos resultados das políticas agrícolas dos Estados Unidos, Comunidade Européia e Brasil. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 41, n. 1, p. 149-168, 1994.138.GONÇALVES, J. S. ; VEGRO, C. L. R. . AC02-2 Crise Econômica e Cooperativismo Agrícola: uma discussão sobre os condicionantes das dificuldades financeiras da CAC. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 41, n. 2, p. 57-87, 1994.139.GONÇALVES, J. S. . AC03-1 Estado e Democracia: as formas de organização do aparelho de estado e o orçamento público. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 41, n. 3, p. 1-16, 1994.140.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; SOUZA, S. A. M. . AC03-2 Mercado Internacional e Produção de Banana: A Estrutura Produtiva e Comercial do Complexo Bananeiro Mundial. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 41, n. 3, p. 161-188, 1994.141.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC02-2 Produção e Comercialização de Laranja de Mesa no Estado de São Paulo. Laranja, CORDEIRÓPOLIS-SP, v. 15, n. 2, p. 35-84, 1994.142.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . AC01-5 Novo Sistema de Assistência Técnica para a Agricultura: Questão em Debate. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 23, n. 1, p. 9-17, 1993.143.GONÇALVES, J. S. . AC02-1 A Crise Estrutural e A Conjuntura no Complexo Têxtil Brasileiro. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 23, n. 2, p. 23-26, 1993.144.GONÇALVES, J. S. . AC05-1 A Taxa de Imobilização e o Preço da Terra: Especulação Financeira e Defesa Patrimonial. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 23, n. 5, p. 9-18, 1993.145.GONÇALVES, J. S. . AC06-1 A Questão Agrária como Questão Política: O "Feudal" em Ignácio Rangel e o Predomínio das Forças Conservadoras. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 23, n. 6, p. 13-18, 1993.146.GONÇALVES, J. S. . AC07-1 Comportamento dos Mercados de Algodão no Pico da Safra 92/93. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 23, n. 7, p. 23-38, 1993.147.GONÇALVES, J. S. . AC08-1 A Questão Agrária nos Clássicos Revisitada: As Idéias, Seu Tempo, Seu Lugar. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 23, n. 8, p. 23-34, 1993.148.CARRIERI, A. P. ; TSUNECHIRO, A. ; GONÇALVES, J. S. ; SILVA, J. R. . AC10-1 Prognóstico Agrícola 1993/94: algodão, amendoim, arroz, feijão, mandioca, milho e soja. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 23, n. 10, p. 9-98, 1993.149.GONÇALVES, J. S. . AC11-1 Crise da Cotonicultura Nacional e as Perspectivas para a Safra 1993/94. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 23, n. 11, p. 29-43, 1993.150.GONÇALVES, J. S. ; LIMA, R. O. . AC12-1 Questão Agrária e Marginalidade Social: Desemprego, Pobreza e Explosão da Violência. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 23, n. 12, p. 15-26, 1993.151.GONÇALVES, J. S. . AC03-1 Agricultura paulista: a ação estatal na construção da modernidade. São Paulo em Perspectiva (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 7, n. 3, p. 100-106, 1993.152.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC01-4 Contribuição à Analise Regional: Transformações da Agricultura do Sudoeste do Estado de São Paulo, 1960-85. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 40, n. 1, p. 45-64, 1993.153.GONÇALVES, J. S. . AC01-1 Progresso Técnico e Produção de Alimentos: A Disparidade Técnologica na Cultura de Feijão em Itaberá (SP). Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 40, n. 1, p. 101-118, 1993.154.GONÇALVES, J. S. . AC01-3 Pesquisa Agropecuária e Difusão de Tecnologia para Produtos Alimentares: O Desempenho Técnico da Produção de Feijão em Itaberá (SP). Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 40, n. 1, p. 119-138, 1993.155.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC01-2 Produção de Alimentos e Concentração Fundiária: O Caso do Feijão em Itaberá (SP) no Período 1968-88. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 40, n. 1, p. 139-156, 1993.156.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC01-1 A Performance da Agricultura do Estado de São Paulo e das suas Regiões Agrícolas no Pós-70. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 39, n. 1, p. 97-132, 1992.157.GONÇALVES, J. S. ; RESENDE, J. V. ; SOUZA, S. A. M. . AC01-2 Análise do processo gerencial e da sistemática de definição de prioridades na pesquisa agropecuária paulista, no período 1983-88. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 38, n. 1, p. 81-114, 1991.158.GONÇALVES, J. S. ; RESENDE, J. V. ; SOUZA, S. A. M. . AC01-1 A pesquisa na administração direta paulista: resultados do planejamento técnico na pesquisa agropecuária, 1983-88. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 38, n. 1, p. 115-153, 1991.159.GONÇALVES, J. S. ; RESENDE, J. V. ; SOUZA, S. A. M. . AC02-1 Gestão de ciência e tecnologia: análise das limitações ao desenvolvimento da pesquisa agropecuária paulista. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 38, n. 2, p. 1-36, 1991.160.GONÇALVES, J. S. ; RESENDE, J. V. ; SOUZA, S. A. M. . AC02-2 Análise das Alternativas para a Modernização Institucional da Pesquisa Agropecuária Paulista. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 38, n. 2, p. 37-68, 1991.161.GONÇALVES, J. S. . AC02-3 A Eficiência Setorial de Longo Prazo e a Concentração da Terra e da Renda no Complexo Sucroalcooleiro Paulista. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 38, n. 2, p. 69-104, 1991.162.GONÇALVES, J. S. ; FREITAS, B. B. . AC03-1 Desenvolvimento Institucional e os Desafios da Pesquisa Agropecuária Paulista. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 38, n. 3, p. 61-83, 1991.163.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . AC04-1 Política para o desenvolvimento da agricultura: alguns tópicos para o debate. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 20, n. 4, p. 43-57, 1990.164.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . AC11-1 A agricultura paulista deve ser uma prioridade política. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 20, n. 11, p. 75-82, 1990.165.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . AC12-1 Mudanças na composição da área cultivada no Estado de São Paulo e suas regiões agrícolas, 1970/72 a 1987/89. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 20, n. 12, p. 69-92, 1990.166.TSUNECHIRO, A. ; GONÇALVES, J. S. ; VEIGA FILHO, Alceu A. ; MORICOCHI, L. . AC08-1 Prognóstico agrícola 1990/91: algodão, amendoim, arroz, batata, cebola, feijão, mandioca, milho, sorgo, soja, carne bovina e leite. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 20, n. 8, p. 11-117, 1990.167.GONÇALVES, J. S. . AC02-1 Estado e Progresso Tecnológico: os resultados da pesquisa agropecuária paulista e a acumulação de capital. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 37, n. 2, p. 1-73, 1990.168.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . AC06-1 Reforma administrativa: a autarquia especial como avanço na eficiência da pesquisa agropecuária. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 19, n. 6, p. 31-44, 1989.169.RESENDE, J. V. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . AC10-1 Contribuições da Pesquisa Agropecuária à Produção de alimentos: o caso do arroz em São Paulo:o caso do arroz em São Paulo. Informações Econômicas (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 19, n. 6, p. 23-29, 1989.170.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; RESENDE, J. V. . AC02-1 Pesquisa e produção de alimentos: o caso do arroz em São Paulo. Agricultura em São Paulo (Impresso) (Cessou em 2006. Cont. ISSN 1981-4771 Revista de Economia Agrícola (Impresso), SÃO PAULO-SP, v. 36, n. 2, p. 171-199, 1989.171.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . AC04-1 O desenvolvimento da agricultura paulista no período 1970-87. Comunicação da Pesquisa Agropecuária, SÃO PAULO, v. 5, n. 3, p. 5-26, 1987.172.GONÇALVES, J. S. ; OLIVEIRA, T. C. ; MARTIN, N. B. . AC01-1 O cooperativismo agrícola e o desenvolvimento do complexo sucroalcoleiro: o caso da COPLANA. Revista Perspectiva Econômica, SÃO LEOPOLDO-RS, v. 22, n. 59, p. 49-76, 1987.173.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . AC01-1 Regionaização dos resultados de pesquisa: A contribuição da Estação Experimental de Pindorama para o desenvolvimento agrícola da Araraquarense. Comunicação da Pesquisa Agropecuária, SÃO PAULO-SP, v. 3, n. 1, p. 1-6, 1985.174.GONÇALVES, J. S. . AC02-1 Estado, tecnologia e desenvolvimento na agricultura. Comunicação da Pesquisa Agropecuária, SÃO PAULO-SP, v. 3, n. 6, p. 1-13, 1985.175.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . AC01-1 Benefícios sócio-econômicos da pesquisa agropecuária à economia agrícola paulista, 1983. Comunicação da Pesquisa Agropecuária, SÃO PAULO-SP, v. 2, n. 4, p. 1-4, 1984. Livros publicados/organizados ou edições1.GONÇALVES, J. S. . AGRICULTURA BRASILEIRA:Desafios ao fortalecimento de um setor fundamental. São Paulo: APTA, 2000. v. 3000. 120 p.2.  GONÇALVES, J. S. . MUDAR PARA MANTER: Pseudomorfose da agricultura brasileira. São Paulo: Secretaria de Agricultura e Abastecimento-Estado de São Paulo, 1999. v. 5000. 374p. p.3.GONÇALVES, J. S. . POLÍTICA AGRÍCOLA, MERCADO DE TRABALHO E EXCLUSÃO SOCIAL NO BRASIL. São Paulo: SPM-CNBB, 1994. v. 8000. 64 p. Textos em jornais de notícias/revistas1.GONÇALVES, J. S. . São Paulo agrondustrial-exportador num Brasil primário-exportador. Revista Painel 12, Ribeirão Preto (SP), p. 14 - 15, 01 abr. 2010.2.GONÇALVES, J. S. . Crise agrícola: mula sem cabeça e os fantasmas que assolam o campo. Jornal da Cidade, Bauru (SP), 05 maio 2006.3.GONÇALVES, J. S. . Dívida do Agricultor Familiar. O Estado de São Paulo- Suplemento Agrícola, São Paulo (SP), 07 jul. 2004.4.GONÇALVES, J. S. . Agrishow e a Herança Bendita. Jornal da Cidade, Bauru (SP), 27 maio 2004.5.GONÇALVES, J. S. . NOVOS RUMOS PARA A PESQUISA DOS AGRONEGÓCIOS EM SÃO PAULO. GAZETA MERCANTIL, SÃO PAULO-SP, 30 out. 2000.6.GONÇALVES, J. S. . As Faces do Morro: Beleza na Natureza e Nobreza da Pobreza. Jornal da Cidade, Bauru (SP), 20 maio 1998.7.GONÇALVES, J. S. . O Real e o Feijão Nosso de Cada Dia. Jornal da Cidade, Bauru (SP), 12 jan. 1998.8.GONÇALVES, J. S. . RETORNAR A PRODUÇÃO BRASILEIRA DE ALGODÃO EM BASES COMPETITIVAS NÃO É SOMENTE AUMENTAR O PLANTIO. BOLETIM DA BM&F, SÃO PAULO-SP, p. 1 - 7, 04 ago. 1997.9.GONÇALVES, J. S. . RESPIRANDO AR LIMPO COM A BARRIGA VAZIA: sem queimar cana e queimando emprego. VAI E VEM, SÃO PAULO-SP, p. 4 - 5, 04 maio 1997.10.GONÇALVES, J. S. . AGRICULTURA: MODERNIDADE E O SOCIAL NA DEMOCRACIA. REVISTA DA SOCIAL DEMOCRACIA, SÃO PAULO, v. 1, p. 4, 01 abr. 1997.11.GONÇALVES, J. S. . ALGODÃO: Governo Joga Produtor na Rua da Amargura. O ESTADO DE SÃO PAULO-SUPLEMENTO AGRÍCOLA, SÃO PAULO-SP, p. 4 - 4, 18 mar. 1996.12.GONÇALVES, J. S. . REFORMA TRIBUTÁRIA E AGRICULTURA. O ESTADO DE SÃO PAULO, SÃO PAULO-SP, p. B2, 28 ago. 1995.13.GONÇALVES, J. S. . EM DEFESA DO ALGODÃO NACIONAL. FOLHA DE SÃO PAULO, SÃO PAULO-SP, p. 6 - 3, 06 abr. 1993.14.GONÇALVES, J. S. . A CRISE ALGODOEIRA E COMO SAIR DELA. SP AGRICULTURA, SÃO PAULO-SP, p. 2 - 2, 01 mar. 1993.15.GONÇALVES, J. S. . ISENÇÃO NÃO, ICM JUSTO SIM. Jornal São Paulo Hoje, SÃO PAULO-SP, p. 12 - 13, 01 jul. 1985.16.GONÇALVES, J. S. . FEIJÃO:Cultivares mais Resistentes. A GRANJA, PORTO ALEGRE-RS, v. 434, p. 48 - 49, 01 fev. 1984.17.GONÇALVES, J. S. . AGRICULTURA VERSUS INDÚSTRIA: basta de anacronismos setorialistas. REVISTA RUMOS DO DESENVOLVIMENTO, RIO DE JANEIRO-RJ, v. 125, p. 16 - 16. Trabalhos completos publicados em anais de congressos1.ANEFALOS, L.C. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . Sistema IEA: nova plataforma para análise sistematizada da balança comercial do agronegócio. In: VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROINFORMÁTICA SBIAGRO 2011, 2011, Bento Gonçalves (RS). ANAIS DO VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROINFORMÁTICA SBIAGRO 2011. Bento Gonçalves (RS) : Associação Brasileira de Agroinformática, 2011.2.GONÇALVES, J. S. . Agricultura brasileira como mosaico de realidades regionais com dinâmicas diferenciadas: o sentido das transformações estruturais. In: II CONFERÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO (II CODE), 2011, Brasília (DF). ANAIS DA II CONFERÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO (II CODE). Brasília (DF) : Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), 2011.3.GONÇALVES, J. S. . Circuito pecuário do boi que come floresta e a reprodução da lógica de acumulação primitiva nos cercamentos da fronteira amazônica: uma discussão sobre a especulação financeira e a riqueza patrimonial. In: II CONFERÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO (II CODE), 2011, Brasília (DF). ANAIS DA II CONFERÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO (II CODE). Brasília (DF) : Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), 2011.4.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . Rebelião na cadeia: as práticas de corrosão da coordenação (PCCs) e a crise contêmporânea na produção de laranja paulista.. In: XLVIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2010, Campo Grande (MS). ANAIS DO XLVIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2010.5.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . Evolução das exportações do agronegócio nos anos 2000: uma análise de quantidades e preços.. In: XLVIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2010, Campo Grande (MS). ANAIS DO XLVIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2010.6.GONÇALVES, J. S. . Nova política para a agricultura brasileira.. In: XLVIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2010, Campo Grande (MS). ANAIS DO XLVIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASIL. Brasilia (DF) : SOBER, 2010.7.GONÇALVES, J. S. . Crônica da derrota anunciada do capital agrário nos conflitos entre capitais no desenvolvimento da agricultura.. In: XLVIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2010, Campo Grande (MS). ANAIS DO XLVIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2010.8.GONÇALVES, J. S. . Agricultura brasileira em estado de crise: crise financeira, crise cambial ou desdobramentos da perene crise agrária. In: XXXI SEMAGEO- SEMANA DE GEOGRAFIA, 2010, Florianópolis (SC). Brasil e Crise Mundial. Florianópolis (SC) : pelo Centro de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Santa Catarina (CFH-UFSC), 2010.9.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Crise econômica e a nova política para a agricultura brasileira. In: ZOOTEC 2009, 19º Congresso Brasileiro de Zootecnia e 11º Congresso Internacional de Zootecnia, 2009, Águas de Lindóia (SP). ANAIS DE PALESTRAS MAGNAS DO ZOOTEC 2009. Brasilia (DF) : Associação Brasileira de Zootecnistas (ABZ), 2009.10.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Recomposição compulsória da reserva legal: foco inapropriado para aumento da vegetação nativa na agricultura paulista. In: XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2009, Porto Alegre (RS). ANAIS DO XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2009.11.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Do mar de café ao mar de cana ou ainda um mar de braquiária: os movimentos econômicos da agropecuária paulista.. In: XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2009, Porto Alegre (RS). ANAIS DO XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2009.12.GASQUES, J.G ; BASTOS, E.T ; GONÇALVES, J. S. ; VALDES, C. . Preços de venda e de arrendamento de terras no Brasil. In: IV ENCONTRO SOBER REGIONAL NORDESTE, 2009, Campina Grande (PB). ANAIS DO IV ENCONTRO SOBER REGIONAL NORDESTE. Brasilia (DF) : SOBER, 2009.13.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . Diferenças estruturais e especialização regional das exportações da agricultura paulista em relação às demais unidades da federação brasileira no período 1997-2007. In: XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2008, Rio Branco (AC). ANAIS DO DO XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2008.14.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . Agregação de valor e diferenças estruturais das exportações da agricultura paulista em relação às demais unidades da federação brasileira no período 1997-2007. In: XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2008, Rio Branco (AC). ANAIS DO DO XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2008.15.GONÇALVES, J. S. ; CASTANHO FILHO, E. P. ; SOUZA, S. A. M. . Impactos da recomposição da reserva legal nas receitas tributárias estaduais e municipais. In: XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2008, Rio Branco (AC). ANAIS DO XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2008.16.GONÇALVES, J. S. ; CASTANHO FILHO, E. P. ; SOUZA, S. A. M. . Impactos da recomposição da reserva legal nas unidades hidrográficas, nas unidades de gerenciamento de recursos hídricos e nos vários perfis de municípios paulistas segundo a atividade agropecuária principal. In: XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2008, Rio Branco (AC). ANAIS DO XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2008.17.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . O cultivo empresarial e o impacto na segurança alimentar das populações. In: IX CONGRESSO NACIONAL DE PESQUISA DE FEIJÃO, 2008, Campinas (SP). ANAIS DO IX CONGRESSO NACIONAL DE PESQUISA DE FEIJÃO. Campinas (SP) : INSTITUTO AGRONÔMICO, 2008.18.GONÇALVES, J. S. . Novo padrão de financiamento das agro-commodities inseridas no mercado financeiro. In: SEMINÁRIO GESTÃO DE RISCOS NA PRODUÇÃO E NA COMERCIALIZAÇÃO DO AGRONEGÓCIO, 2007, Capão Bonito (SP). ANAIS DOSEMINÁRIO GESTÃO DE RISCOS NA PRODUÇÃO E NA COMERCIALIZAÇÃO DO AGRONEGÓCIO. São Paulo (SP) : APTA REGIONAL/INSTITUTO DE ECONOMIA AGRÍCOLA (IEA), 2007.19.LIMA, D. M. A. ; ORTEGA, A. C. ; GONÇALVES, J. S. . Biocombustíveis no Brasil: Planejamento focado na territorialidade. In: 4º CONGRESSO BRASILEIRO DE PLANTAS OLEAGINOSAS, ÓLEOS, GORDURAS E BIODIESEL, 2007, Varginha (MG). ANAIS DO 4º CONGRESSO BRASILEIRO DE PLANTAS OLEAGINOSAS, ÓLEOS, GORDURAS E BIODIESEL. Lavras (MG) : Universidade Federal de Lavras, 2007.20.GONCALVES, S. P. ; GONÇALVES, J. S. . Regulação e progresso técnico no algodão meridional brasileiro 1930-1990. In: XLV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 2007, Londrina (PR). ANAIS DO XLV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2007.21.GONCALVES, Sheila P. ; NEVES, E. M. ; GONÇALVES, J. S. . Inovação tecnológica, produtividade e preços ao consumidor de feijão no Estado de São Paulo, 1970-2005. In: XLV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 2007, Londrina (PR). ANAIS DO XLV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2007.22.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; SOUZA, S. A. M. . Bananicultura no Estado de São Paulo, Brasil.. In: I SIMPÓSIO DE MANEJO ADEQUADO DA SIGATOKA NEGRA NA CULTURA DA BANANA, 2006, Pariquera-Açú ( SP). ANAIS DO I SIMPÓSIO DE MANEJO ADEQUADO DA SIGATOKA NEGRA NA CULTURA DA BANANA. Pariquera-Açú : APTA Regional Vale do Ribeira, 2006.23.GONÇALVES, J. S. ; RAMOS, S. F. . As especificidades regionais da cotonicultura no Brasil segundo o perfil do produtor.. In: 33º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS RURAIS E URBANOS, 2006, São Paulo (SP). ANAIS DO 33º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS RURAIS E URBANOS. São Paulo (SP) : FFCL/USP, 2006.24.OJIMA, A. L. R. O. ; GONÇALVES, J. S. . Evolução, composição e regionalização do valor da produção da agropecuária paulista 1995-2004. In: . III SEMINÁRIO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ADMINISTRAÇÃO RURAL- REGIÃO SUL (ABARSUL), 2006, Curitiba (PR). ANAIS DOIII SEMINÁRIO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ADMINISTRAÇÃO RURAL. Curitiba (PR) : ABARSUL, 2006.25.GONÇALVES, J. S. ; FRONSAGLIA, T. ; JUNQUEIRA, J. R. C. M. . Reformas Institucionais e financiamento da agropecuária.. In: XLIV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 2006, Fortaleza (CE). ANAIS DO XLIV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2006.26.GONÇALVES, J. S. ; OJIMA, A. L. R. O. ; SOUZA, S. A. M. ; ANGELO, J. A. . Composição de culturas e ocupação do espaço na agropecuária paulista de 1969-1971 a 2002-2004. In: XLIV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 2006, Fortaleza (CE). ANAIS DO XLIV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : SOBER, 2006.27.FRONSAGLIA, T. ; VEGRO, C. L. R. ; GONÇALVES, J. S. . Financial versus production contracts coordination in brazilian farm cooperatives. In: IV ENCUENTRO DE INVESTIGADORES LATINOAMERICANOS, 2006, Cuidad de Rosario (Argentina). ANAIS DO IV ENCUENTRO DE INVESTIGADORES LATINOAMERICANOS. Cuidad de Rosario (Argentina) : Red Latinoamericana de Investigadores en Cooperativismo/Comité Regional Latinoamericano de Investiga, 2006.28.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. . Transformação agroindustrial das exportações dos agronegócios segundo os grupos de cadeias de produção, Brasil 1997-2004.. In: XLIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 2005, Ribeirão Preto (SP). ANAIS DO XLIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural (SOBER), 2005.29.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Crise das finanças públicas : redução das aplicações orçamentárias na função agricultura afetam as três instâncias federativas. In: V INTERNATIONAL PENSA CONFERENCE ON AGRI-FOODS CHAIN/ NETWORKS ECONOMICS AND MANAGEMENT, 2005, Ribeirão Preto (SP). ANAIS DA V INTERNATIONAL PENSA CONFERENCE ON AGRI-FOODS CHAIN/ NETWORKS ECONOMICS AND MANAGEMENT, 2005.30.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; ANGELO, J. A. . Recursos orçamentários dos municípios paulistas alocados na função agricultura: representatividade nas despesas totais e perfil distributivo para o ano de 2003.. In: V INTERNATIONAL PENSA CONFERENCE ON AGRI-FOODS CHAIN/ NETWORKS ECONOMICS AND MANAGEMENT, 2005, Ribeirão Preto (SP). ANAIS DA V INTERNATIONAL PENSA CONFERENCE ON AGRI-FOODS CHAIN/ NETWORKS ECONOMICS AND MANAGEMENT. São Paulo (SP) : Programa de Estudos do Sistema Agroindustrial (PENSA) da Universidade de São Paulo (USP), 2005.31.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; RESENDE, J. V. ; VEGRO, C. L. R. . Padrão do financiamento das agro-commodities com base nos novos títulos financeiros. In: V INTERNATIONAL PENSA CONFERENCE ON AGRI-FOODS CHAIN/ NETWORKS ECONOMICS AND MANAGEMENT, 2005, Ribeirão Preto (SP). ANAIS DA V INTERNATIONAL PENSA CONFERENCE ON AGRI-FOODS CHAIN/ NETWORKS ECONOMICS AND MANAGEMENT. São Paulo (SP) : Programa de Estudos do Sistema Agroindustrial (PENSA) da Universidade de São Paulo (USP), 2005.32.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; SOUZA, S. A. M. . Perspectiva econômica da banana não é negra: siga a modernidade e toca inovação. In: XIII REUNIÃO ITINERANTE DE FITOSSANIDADE DO INSTITUTO BIOLÓGICO (XIII REFIB), 2005, Registro(SP). ANAIS DA XIII REUNIÃO ITINERANTE DE FITOSSANIDADE DO INSTITUTO BIOLÓGICO (XIII REFIB). São Paulo (SP) : Instituto Biológico, 2005.33.VICENTE, J. R. ; ALMEIDA, L. D. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Feijão Carioca: Produzido pela Inteligência Paulista. In: XVI DIA DE CAMPO DE FEIJÃO, 2000, CAPÃO BONITO-SP. ANAIS DO XVI DIA DE CAMPO DE FEIJÃO, 2000. p. 64-79.34.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . Café de Família:lavoura competitiva de alta produtividade e qualidade superior. In: SIMPÓSIO DE CAFÉ IAC-BRASIL 500 ANOS, 2000. ANAIS DO SIMPÓSIO DE CAFÉ IAC-BRASIL 500 ANOS. p. 43-58.35.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Instituição APTA: Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios. In: CONGRESSO ABIPTI 2000, 2000, FORTALEZA-CE. ANAIS DO CONGRESSO DA ABIPTI 2000, 2000. p. 73-82.36.GONÇALVES, J. S. . Agência de Comércio Exterior do Agronegócio de São Paulo (AGROEXPORT). In: II SEMINÁRIO SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO E O MERCADO EXTERNO: o Pós-Seatle, 2000, SÃO PAULO-SP. ANAIS DO II SEMINÁRIO SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO E O MERCADO EXTERNO: O Pós-Seatle, 2000. p. 5-12.37.GONÇALVES, J. S. . Impacto da Desvalorização Cambial na Produção de Feijoeiro. In: XV DIA DE CAMPO DE FEIJÃO, 1999, CAPÃO BONITO-SP. ANAIS DO XV DIA DE CAMPO DE FEIJÃO, 1999. p. 33-41.38.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Alternativas Econômicas para as Áreas à Colheita Mecanizada da Cana-de-Açúcar, na Região de Piracicaba-SP. In: III SEMANA DA CANA-DE AÇÚCAR DE PIRACICABA (SECAPI 98), 1998, PIRACICABA-SP. ANAIS DA III SEMANA DA CANA-DE-AÇUCAR DE PIRACICABA, 1998. p. 4-8.39.GONÇALVES, J. S. . Mercado de Algodão em Pluma numa Economia Aberta, Brasil, 1990-96. In: VIII SEMINÁRIO DE MERCADOS FUTUROS AGROPECUÁRIOS: ALGODÃO E BOI, 1997, SÃO PAULO-SP. APOSTILA DO VIII SEMINÁRIO DE MERCADOS FUTUROS AGROPECUÁRIOS: ALGODÃO E BOI, 1997. p. 1.13-1.18.40.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Abertura do Mercado e Crise do Algodão Brasileiro nos anos 90. In: XXXV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 1997, NATAL-RN. ANAIS DO XXXV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 1997. p. 32-49.41.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Retomada da Produção Brasileira de Algodão: As Condicionantes da Expansão da Nova Cotonicultura em Bases Competitivas. In: XXXV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 1997, NATAL-RN. ANAIS DO XXXV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 1997. p. 56-77.42.ESCOBAR, M. R. ; GONÇALVES, J. S. ; CARDOSO, J. L. . Maçã Brasileira: Setor em dificuldades. In: XXXV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 1997, NATAL-RN. ANAIS DO XXXV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 1997. p. 52-67.43.GONÇALVES, J. S. . Brasil Frente às Restrições ao Livre Comércio Mundial de Frutas: Distância entre a Promessa e a Realidade. In: XIV Congresso Brasileiro de Fruticultura, 1996, Curitiba - PR. Anais do XIV Congresso Brasileiro de Fruticultura, 1996. p. 43-56.44.FONSECA, M. G. D. ; GONÇALVES, J. S. . Mudanças no Padrão de Financiamento Agroindustrial e Rural: Duas Experiências Recentes. In: XXXIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 1995, Curitiba (PR). ANAIS DO XXXIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Brasilia (DF) : Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural (SOBER), 1995.45.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; SOUZA, S. A. M. . Mercado Interno e Externo Banana. In: Ciclo de Palestras sobre a Cultura da Banana, 1994, Campinas - SP. Anais do Ciclo de Palestras sobre a Cultura da Banana, 1994. p. 28-34.46.GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; SOUZA, S. A. M. . Mercado Internacional e Produção de Bananas: A Estrutura Produtiva e Comercial do Complexo Bananeiro Mundial. In: II Seminário Sul-brasileiro de Bananicultura, 1994. Anais do II Seminário Sul-brasileiro de Bananicultura. p. 9-45.47.GONÇALVES, J. S. . O Mercado Mundial e a Produção de Bananas: A Estrutura produtiva e Comercial dos Países Latino-americanos. In: IV Simpósio Nacional de Bananicultura, 1993, Janaúba - MG. Anais do IV Simpósio Nacional de Bananicultura, 1993. p. 7-41.48.GONÇALVES, J. S. ; SILVA, L. R. M. . A Questão Atual da Relação Agropecuária/Extensão Rural em São Paulo. In: XII Simpósio Nacional de Pesquisa de Administração em Ciência e Tecnologia, 1987, São Paulo - SP. Anais do XII Simpósio Nacional de Pesquisa de Administração em Ciência e Tecnologia, 1987. p. 656-672.49.SILVA, L. R. M. ; GONÇALVES, J. S. . Modelo de Estrutura Organizacional Aplicado à Pesquisa Zootecnica: O caso do Instituto de Zootecnia da CPA/SAA/SP. In: XII Simpósio Nacional de Pesquisa de Administração em Ciência e Tecnologia, 1987, São Paulo - SP. Anais do XII Simpósio Nacional de Pesquisa de Administração em Ciência e Tecnologia, 1987. p. 437-450. Resumos expandidos publicados em anais de congressos1.GARCIA, V.A ; RODRIGUES, D.S. ; GONÇALVES, J. S. ; HOJEIJE, K.Y. ; NOMURA, E.S. . Características econômicas do consumo de palmito na Grande São Paulo no ano de 2006. In: 47º CONGRESSO BRASILEIRO DE OLERICULTURA, 2007, Porto Seguro (BA). ANAIS DO 47º CONGRESSO BRASILEIRO DE OLERICULTURA. Brasilia (DF) : Sociedade Brasileira de Olericultura, 2007.2.GARCIA, V.A ; RODRIGUES, D.S. ; GONÇALVES, J. S. ; HOJEIJE, K.Y. ; NOMURA, E.S. . Consciência ambiental e consumo de palmito na Grande São Paulo no ano de. In: 47º CONGRESSO BRASILEIRO DE OLERICULTURA, 2007, Porto Seguro (BA). ANAIS DO 47º CONGRESSO BRASILEIRO DE OLERICULTURA. Brasilia (DF) : Sociedade Brasileira de Olericultura, 2007.3.GONÇALVES, J. S. ; RAMOS, S. F. . Transformações econômicas e exclusão produtiva: as inovações tecnológicas e padrão de financiamento nos mega-algodoais dos cerrados brasileiros. In: VI CONGRESSO BRASILEIRO DE ALGODÃO, 2007, Uberlância (MG). ANAIS DO VI CONGRESSO BRASILEIRO DE ALGODÃO. Belo Horizonte (MG) : AMIPA/ABRAPA, 2007.4.GONÇALVES, J. S. . Produção Brasileira de Banana: Transformações produtivas e a decadência da 'fruticultura extrativista'. In: XV CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 1998, Poços de Caldas (MG. ANAIS DO XV CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA. Brasilia (DF) : Sociedade Brasileira de Fruticultura (SBF), 1998.5.GONÇALVES, J. S. ; FREITAS, B. B. . O Mercosul e a Fruticultura Brasileira. In: XV CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 1998, Poços de Caldas (MG). ANAIS DO XV CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA. Brasilia (DF) : Sociedade Brasileira de Fruticultura (SBF), 1998.6.GONÇALVES, J. S. ; CAMARGO, P.P de . Propostas do Setor Algodoeiro. In: I ENCONTRO DA CULTURA DO ALGODÃO DO CONE SUL, 1998, FMC/ABRALG. ANAIS DO I ENCONTRO DA CULTURA DO ALGODÃO DO CONE SUL. Brasilia (DF) : ABRALG, 1998.7.ESCOBAR, M. R. ; GONÇALVES, J. S. ; CARDOSO, J. L. . Macã Brasileira: setor em dificuldades. In: 2º CONGRESSO BRASILEIRO DE ADMNISTRAÇÃO RURAL, 1997, Uberaba (MG). ANAIS DO 2º CONGRESSO BRASILEIRO DE ADMINISTRAÇÃO RURAL. Brasilia (DF) : pela Associação Brasileira de Administração Rural (ABAR), 1997. Resumos publicados em anais de congressos1.GONÇALVES, J. S. . Progresso Técnico e Produção de Alimentos: A Disparidade Tecnologia na Cultura de Feijão em Itaberá - SP. In: IV Reunião Nacional de Pesquisa de Feijão, 1993, Londrina - SP. Anais da IV Reunião Nacional de Pesquisa de Feijão, 1993. p. 113-114.2.GONÇALVES, J. S. . Pesquisa Agropecuária e Difusão de Tecnologia para Produtos Alimentos: O Desempenho Técnico da produção de Feijão em Itaberá - SP. In: IV Reunião Nacional de Pesquisa de Feijão, 1993, Londrina - PR. Anais da IV Reunião Nacional de Pesquisa de Feijão, 1993. p. 132-133.3.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; RESENDE, J. V. . Pesquisa e Produção de Alimentos: O Caso do Arroz em São Paulo. In: IV Reunião Nacional de Pesquisa de Arroz, 1990, Goiânia - GO. Anais do IV Reunião Nacional de Pesquisa de Arroz, 1990. p. 99-99.4.GONÇALVES, J. S. ; GEBARA, J. J. . Aspectos Ideológicos da Pregação Antinatalista. In: II Congresso Brasileiro de Iniciação Científica em Ciências Agrárias, 1982, Piracicaba. Anais do II Congresso Brasileiro de Iniciação Científica em Ciências Agrárias, 1982. p. 118-121.5.GONÇALVES, J. S. ; GEBARA, J. J. . A Produtividade da Agricultura Paulista. In: II Congresso Brasileiro de Iniciação Científica em Ciências Agrárias, 1982, Piracicaba - SP. ANAIS DO II CONGRESSO BRASILEIRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS, 1982. p. 200-202.6.GONÇALVES, J. S. ; GRAZIANO NETO, F. . Análise Crítica da Iniciação Científica em Ciências Agrárias. In: II Congresso Brasileiro de Inicíação Científica em Ciências Agrárias, 1982, Piracicaba - SP. Anais do II Congresso Brasileiro de Iniciação Científica em Ciências Agrárias, 1982. p. 202-204. Apresentações de Trabalho1.GONÇALVES, J. S. . Execução orçamentária das despesas correntes: resultados acumulados até setembro de 2011. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).2.GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & desenvolvimento e história dos agronegócios brasileiros: contribuições, mudanças estruturais e perspectivas. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).3.GONÇALVES, J. S. . Agricultura brasileira: transformações históricas e diferenciações estruturais.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).4.GONÇALVES, J. S. . Diferenciações estruturais entre a agricultura paulista e a agricultura das demais unidades da federação brasileira.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).5.GONÇALVES, J. S. . O Codigo Florestal Brasileiro e as agropecuárias das zonas de colonização antiga: os impactos em São Paulo. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).6.GONÇALVES, J. S. . Agricultura brasileira: estrutura e políticas públicas. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).7.GONÇALVES, J. S. . Agricultura brasileira na primeira década do século XXI: transformações e diferenciações estruturais. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).8.GONÇALVES, J. S. . Formulação e Execução da Política da Agricutura do Estado de São Paulo. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).9.GONÇALVES, J. S. . Agricultura e geração de riqueza no processo de desenvolvimento: o equívoco da lei de tendência secular à insignificância.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).10.GONÇALVES, J. S. . Agricultura no processo de desenvolvimento econômico: papel desempenhado e sentido das mudanças. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).11.GONÇALVES, J. S. . Anos 1970 não voltam mais: crédito rural e esgotamento do velho padrão de financiamento. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).12.GONÇALVES, J. S. . Sustentabilidade do atual padrão agrário brasileiro. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).13.GONÇALVES, J. S. . Agropecuária e especialização produtiva e os impactos territoriais diferenciados das transformações da agricultura. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).14.GONÇALVES, J. S. . Agropecuária e mercado de trabalho rural: aumento da escala e o emprego no campo. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).15.GONÇALVES, J. S. . Trabalho na agropecuária: PEA agropecuária é muito maior que o emprego agropecuário. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).16.GONÇALVES, J. S. . A agenda que não está na pauta: elementos estruturais da agricultura revelados no comércio exterior. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).17.GONÇALVES, J. S. . Especialização produtiva na agricultura brasileira: a lógica da abordagem territorial. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).18.GONÇALVES, J. S. . Agricultura e desenvolvimento: quais as tendências futuras?. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).19.GONÇALVES, J. S. . Agricultura paulista e políticas públicas estaduais. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).20.GONÇALVES, J. S. . Política de seguro da agricutura do Estado de São Paulo 2000-2010. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).21.GONÇALVES, J. S. . O Codigo Florestal Brasileiro e as agropecuárias das zonas de colonização antiga: os impactos em São Paulo. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).22.GONÇALVES, J. S. . Agricultura e políticas públicas paulistas. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).23.GONÇALVES, J. S. . Agricultura paulista como motor da irradiação do desenvolvimento: transformações estruturais e produção de riqueza. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).24.GONÇALVES, J. S. . Estrutura organizacional e instrumentos de formulação e avaliação de políticas públicas setoriais. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).25.GONÇALVES, J. S. . Programa de geração de emprego e renda. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).26.GONÇALVES, J. S. . Programa de geração e transferência do conhecimento. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).27.GONÇALVES, J. S. . Secretaria de Agricultura e Abastecimento: proposta orçamentária setorial para 2010 (POS 2010). 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).28.GONÇALVES, J. S. . Crise mundial, agronegócio e o papel do Governo. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).29.GONÇALVES, J. S. . Crise mundial, a agricultura e o desenho da nova política setorial. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).30.GONÇALVES, J. S. . Crise e os preços das commodities agropecuárias. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).31.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Agricultura Paulista como Motor da Irradiação do Desenvolvimento: Transformações Estruturais e Produção de Riqueza. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).32.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Impactos na Produção de Alimentos da Evolução do Setor Sucroalcooleiro Paulista. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).33.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Aumento dos preços mundiais dos alimentos e conseqüências para a agropecuária brasileira. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).34.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Agropecuária paulista e industrialização da agricultura: especialização regional e mudanças na composição de culturas de 1969-1971 a 2004-2006. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).35.GONÇALVES, J. S. . Estrutura de mercado, formação de preços e negociações internacionais: as transações com açúcar e álcool. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).36.GONÇALVES, J. S. . Agroenergia: Impactos e Perspectivas para a economia do biodiesel. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).37.GONÇALVES, J. S. . Agroenergia: Impactos e Perspectivas para a economia do etanol. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).38.GONÇALVES, J. S. . Gestão de Riscos e Produção Agropecuária: Seguro Rural e Títulos Financeiros. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).39.GONÇALVES, J. S. . Estrutura de mercado e formação de preços na agricultura dos agronegócios. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).40.GONÇALVES, J. S. . Mercado e oportunidades de negócios na safra de maracujá 2007-2008. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).41.GONÇALVES, J. S. . Agricultura dos agronegócios e a construção do futuro: inovação, mudanças estruturais e desafios. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).42.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Novo Padrão de Financiamento e a tomada de decisão na agricultura de commodities. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).43.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Aspectos Econômicos da produção de biocombustíveis. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).44.GONÇALVES, J. S. . Segmentação da produção agropecuária. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).45.GONÇALVES, J. S. . Agricultura dos agronegócio e a construção do futuro: inovação, mudanças estruturais e desafios. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).46.GONÇALVES, J. S. . Padrão agrário, inovação e produtividade na agricultura dos agronegócios e desenvolvimento brasileiro. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).47.GONÇALVES, J. S. . Estrutura de mercado e formação de preços na agricultura dos agronegócios e desenvolvimento brasileiro. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).48.GONÇALVES, J. S. . Agricultura dos agronegócios e desenvolvimento brasileiro. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).49.GONÇALVES, J. S. . Padrão do financiamento das agro-commodities com base nos novos títulos financeiros. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).50.GONÇALVES, J. S. ; BARBOSA, M.Z. ; RAMOS, S. F. . Abertura de mercado, crise algodoeira e exclusão social no Brasil Meridional. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).51.GONÇALVES, J. S. . Síntese dos principais aspectos relativos à visão de futuro na produção brasileira de proteína animal. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).52.GONÇALVES, J. S. . Fruta da paixão: panorama econômico do maracujá no Brasil. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).53.GONÇALVES, J. S. . Agricultura Brasileira: deslocamento territorial, tecnologia e desemprego. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).54.GONÇALVES, J. S. . Agricultura dos agronegócios e desenvolvimento brasileiro. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).55.GONÇALVES, J. S. . Agricultura como agronegócios: transformações setoriais no desenvolvimento capitalista. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).56.GONÇALVES, J. S. . Agricultura dos agronegócios: transformações setoriais no desenvolvimento capitalista. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).57.GONÇALVES, J. S. . Agricultura dos agronegócios: transformações setoriais no desenvolvimento capitalista. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).58.GONÇALVES, J. S. . Política cambial e a dinâmica dos agromercados de grãos e fibras: algodão, milho e soja. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).59.GONÇALVES, J. S. . Possibilidades de Ocupações Urbanas de Pessoas com Vivência e Experiência Rural. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).60.GONÇALVES, J. S. . Profissões Agrícolas em Economias Urbanas: Diversidade de Ocupações e Oportunidade de Trabalho. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).61.GONÇALVES, J. S. . Profissões Agrícolas em Economias Urbanas: Diversidade de Ocupações e Oportunidade de Trabalho. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).62.GONÇALVES, J. S. . Mercado de Banana Após a Ocorrência da Sigatoka Negra. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).63.GONÇALVES, J. S. . O Agronegócio e o Desenvolvimento Regional do Vale do Ribeira. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).64.GONÇALVES, J. S. . Políticas Públicas e Novos Mercados Para a Produção Animal. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).65.GONÇALVES, J. S. . Retrato da Coersão Extra-Econômica no Latifúndio Brasileiro Pré-Modernização da Agricultura. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).66.GONÇALVES, J. S. . Histórico sobre a Questão Agrária no Desenvolvimento da Agricultura Brasileira. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).67.GONÇALVES, J. S. . Desenvolvimento dos Agronegócios e da Estrutura Patrimonial: Violência Rural para Mais Além dos Sem Terra. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).68.GONÇALVES, J. S. . A parceria entre a iniciativa privada e a pesquisa oficial: considerações legais sobre a propriedade intelectual, os royalties e a co-titularidade. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).69.GONÇALVES, J. S. . Transgênicos: Fugindo de um novo processo contra Galileu. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).70.GONÇALVES, J. S. . Políticas Públicas para o Desenvolvimento Rural: Pesquisa Agropecuária. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).71.GONÇALVES, J. S. . Análise e plano de desenvolvimento ao agronegócio paulista. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).72.GONÇALVES, J. S. . O Sistema de Unidades Laboratoriais de Análise. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).73.GONÇALVES, J. S. . A Situação Macroeconômica Atual e o Agronegócio. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).74.GONÇALVES, J. S. . Perfil do Profissional para Atender aos Desafios da Agricultura Paulista. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).75.GONÇALVES, J. S. . Sustentabilidade das ações ambientais no serviço público. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).76.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Médio Paranapanema.. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).77.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Leste Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).78.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Sudoeste Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).79.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Centro Norte Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).80.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Vale do Ribeira. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).81.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Vale do Paraíba. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).82.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Centro Oeste Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).83.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Centro Sul Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).84.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região da Alta Mogiana. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).85.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região da Alta Sorocabana. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).86.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região Centro Leste Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).87.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região Nordeste Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).88.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região Extremo Oeste Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).89.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região da Alta Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).90.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região da Noroeste Paulista. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).91.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio como Desenvolvimento regional. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).92.GONÇALVES, J. S. . Agricultura Sustentável. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).93.GONÇALVES, J. S. . A formação do Profissional Esalqueano e a sua Inserção no Mercado de Trabalho. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).94.GONÇALVES, J. S. . Reorganização da APTA. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).95.GONÇALVES, J. S. . Programas e prioridades de pesuisa de interesse comum na agropecuária paulista. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).96.GONÇALVES, J. S. . Megatendências Mundiais na Agricultura. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).97.GONÇALVES, J. S. . Conhecimento aplicado aos gargalos da cadeia de produção citrícola: ações da APTA. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).98.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Café de Família: lavoura competitiva de alta produtividade e qualidade superior. 2000. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).99.GONÇALVES, J. S. . A Experiência da SAA na Criação do Conselho Superior de Pesquisa Agropecuária e o Decreto Estadual n 44.226 de 03/09/99 que reorganiza o mesmo e cria a Coordenadoria da Pesquisa dos Agronegócios. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).100.GONÇALVES, J. S. . A Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).101.GONÇALVES, J. S. . Globalização do mercado de frutas: Perspectivas de comercialização e potencialidades. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).102.GONÇALVES, J. S. . A Agricultura no Mundo, Mercados e as Cadeias de Produção. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).103.GONÇALVES, J. S. . Bananicultura e Desenvolvimento Local em Itanhaém. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).104.GONÇALVES, J. S. . Agronegócio do abacaxi. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).105.GONÇALVES, J. S. . Desvalorização do Câmbio e Agricultura. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).106.GONÇALVES, J. S. . Comercialização de Frutas. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).107.GONÇALVES, J. S. . Comercialização de Mangas. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).108.GONÇALVES, J. S. . Panorama Econômico Recente da Agropecuária Paulista. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).109.GONÇALVES, J. S. . Frutas Cítricas para o Mercado Interno: perspectivas de mudanças estruturais. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).110.GONÇALVES, J. S. . Mecanismos de Integração na Cadeia de Produção de Carne Bovina: Uma Breve Discussão da Importância e dos Obstáculos ao seu Desenvolvimento no Caso do Brasil. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).111.GONÇALVES, J. S. . Comercialização de Frutas no Mercado Interno. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).112.GONÇALVES, J. S. . Dilemas da Agricultura Modernizada de Forma Conservadora: Obstáculos Estruturais para um Novo Ciclo de Expansão. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).113.GONÇALVES, J. S. . As perspectivas do Abacaxi no Mercado Interno e no MERCOSUL. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).114.GONÇALVES, J. S. . Perspectivas Atuais do Mercado Interno e Externo de Citros. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).115.GONÇALVES, J. S. . Progresso Técnico numa Sociedade de Iniquidades: Avanço da Modernização e da Exclusão Social na Produção Canavieira Paulista nos anos 90. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).116.GONÇALVES, J. S. . Globalização da Agricultura: ameaças e oportunidades. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).117.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Simulações dos efeitos da proibição da queima da cana na área cultivada e na demanda pela força de trabalho. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).118.GONÇALVES, J. S. . Possibilidades da Uva Niagara num Mercado Globalizado. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).119.GONÇALVES, J. S. . Cadeia de Produção do Feijão. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).120.MACHADO, R. S. ; GONÇALVES, J. S. . Financiamento Rural. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).121.GONÇALVES, J. S. . Financiamento Agroindustrial. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).122.GONÇALVES, J. S. . Financiamento do Investimento. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).123.GONÇALVES, J. S. . Mecanismos e estratégias de comercialização e formação de preço. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).124.GONÇALVES, J. S. . Estratégias de Comercialização. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).125.GONÇALVES, J. S. . A crise dos seguros agrícolas. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).126.GONÇALVES, J. S. . Subsídios no setor agroindustrial. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).127.GONÇALVES, J. S. . Impactos Sobre da Proibição da Queima de Cana sobre a Produção e o Emprego no Estado de São Paulo. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).128.GONÇALVES, J. S. . Potencial Agronômico e sócio-econômico de atividades agropecuárias em Piracicaba. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).129.GONÇALVES, J. S. . Impactos Sobre da Proibição da Queima de Cana sobre a Produção e o Emprego no Estado de São Paulo. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).130.GONÇALVES, J. S. . Competitividade de Algumas Cadeias Produtivas da Agricultura Paulista. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).131.GONÇALVES, J. S. . Perspectivas Agrícolas das Principais Culturas Regionais. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).132.GONÇALVES, J. S. . Conjuntura Nacional para a Safra 1997/98. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).133.GONÇALVES, J. S. . Competitividade da cotonicultura brasileira face à nova ordem econômica. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).134.GONÇALVES, J. S. . Aspectos Jurídicos e Sociais da Reforma Agrária. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).135.GONÇALVES, J. S. . Esgotamento das Políticas Massivas de Credito Rural Subsidiado. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).136.GONÇALVES, J. S. . Retomar a Produção Brasileira de Algodão em Bases Competitivas Não é Somente Aumentar o Plantio. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).137.GONÇALVES, J. S. . Financiamento do Investimento na Agricultura. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).138.GONÇALVES, J. S. . Crise e Perspectivas da Agricultura Brasileira. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).139.GONÇALVES, J. S. . MERCOSUL e Transformações do Agribusiness Brasileiro. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).140.GONÇALVES, J. S. . Paradoxos da Agricultura Brasileira e Integração no MERCOSUL. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).141.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . Agricultura no Processo de Desenvolvimento: Uma Crítica à Formulação Tradicional. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).142.GONÇALVES, J. S. . Regionalização, Substituição de Culturas e Competitividade da Agricultura Paulista. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).143.GONÇALVES, J. S. . Perspectivas da Fruticultura Tropical Brasileira: os descaminhos da bananicultura. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).144.BULISANI, E.A ; GONÇALVES, J. S. ; TSUNECHIRO, A. . Prognóstico econômico e tecnologia de produção de algodão, arroz, feijão, milho e soja. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).145.BULISANI, E.A ; GONÇALVES, J. S. ; TSUNECHIRO, A. . Prognóstico econômico e tecnologia de produção de algodão, arroz, feijão, milho e soja. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).146.BULISANI, E.A ; GONÇALVES, J. S. ; TSUNECHIRO, A. . Prognóstico econômico e tecnologia de produção de algodão, arroz, feijão, milho e soja. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).147.GONÇALVES, J. S. . Agricultura brasileira no Mercosul e no cenário internacional. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).148.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Mercado Internacional para Frutas Cítricas "in natura". 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).149.GONÇALVES, J. S. . Da Posse ao Fundo do Poço: Migração Sazonal de Lavradores da Chapada Diamantina do Estado da Bahia para Trabalhar na Construção Civil Paulistana. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).150.GONÇALVES, J. S. . Salarios, Emprego e Sazonalidade na Agricultura: A dura face da Exclusão. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).151.GONÇALVES, J. S. . Qualidade do Produto na Agricultura: Condicionantes Gerais da Adoção na Realidade Brasileira. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).152.GONÇALVES, J. S. . Alternativas para o Desenvolvimento da Agricultura do Sudoeste Paulista. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).153.GONÇALVES, J. S. . Competitividade do Algodão: Mercado Mundial, Nacional e Possibilidades do Vale do Paranapanema. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).154.GONÇALVES, J. S. . Algodão: Situação e Perspectivas para a Safra 1995/96. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).155.FONSECA, M. G. D. ; GONÇALVES, J. S. . Financiamento da Agroindustria e da Agropecuária: Analise de dois planos governamentais recentes. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).156.GONÇALVES, J. S. . Reforma Agrária, Movimento dos Sem Terra e Realidade Brasileira. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).157.GONÇALVES, J. S. . Análises da Estrutura de Mercado e Formação de Preços da Agricultura: Mercado Brasileiro e Comércio Internacional. 1994. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).158.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . Produção e Comercialização de Laranja de Mesa no Estado de São Paulo. 1994. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).159.GONÇALVES, J. S. ; FONSECA, M. G. D. . Mudanças Recentes no Padrão de Financiamento Agroindustrial e Rural: Impactos Sobre o Investimento. 1994. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).160.GONÇALVES, J. S. . Instituto de Economia Agrícola (IEA): Avaliação e Perspectivas. 1994. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).161.GONÇALVES, J. S. ; VEGRO, C. L. R. . Crise Econômica e Cooperativismo Agrícola: Uma Discussão Sobre os Condicionantes das Dificuldades Financeiras da Cooperativa Agrícola de Cotia (CAC). 1994. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).162.GONÇALVES, J. S. . Estatísticas da Bananicultura. 1993. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).163.GONÇALVES, J. S. . Economia de Mercado: Preço Interno e Preço Externo de Algodão em Pluma. 1993. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).164.GONÇALVES, J. S. . Mobilidade do Trabalho e Política Agrícola e Agrária. 1993. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).165.GONÇALVES, J. S. . A Questão Agrária e as Crises Brasileiras Recentes. 1993. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).166.GONÇALVES, J. S. . Desenvolvimento Econômico para o Social. 1993. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).167.GONÇALVES, J. S. . Crise da Cotonicultura Nacional e as Perspectivas para a Safra 1993/94. 1993. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).168.GONÇALVES, J. S. . Divida Externa Brasileira: Constrangimentos Internos e Externos. 1993. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).169.GONÇALVES, J. S. . Expectativas Safra e de Mercados Agrícolas do Ano 1992/93. 1992. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).170.GONÇALVES, J. S. . Arrendamento e Desenvolvimento Agrícola. 1990. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).171.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária de Presidente Prudente. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).172.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária de Sorocaba. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).173.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária do Vale do Paraíba. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).174.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuria de Ribeirão Preto. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).175.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária de São José do Rio Preto. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).176.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária do Vale do Ribeira. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).177.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária da Região de Campinas. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).178.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária da Região de Araçatuba. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).179.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária da Região de Marilia. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).180.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária da Região de Bauru. 1984. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra). Demais tipos de produção bibliográfica1.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-1 Preços Agropecuários: aumento de 0,19% no fechamento de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA, 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).2.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-2 Efeito cana produz alta de 14,57% nos preços agropecuários paulistas na variacão anual acumulada de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).3.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-3 Preços Agropecuários: aumento de 0,03% na primeira quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).4.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-4 Preços Agropecuários: aumento de 0,26% na segunda quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).5.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-5 Preços Agropecuários: Alta de 0,45% na terceira quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).6.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-1 Preços Agropecuários: alta de 0,54% no encerramento do mês de janeiro de 2012. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).7.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-2 Preços Agropecuários: Queda de 0,47% na primeira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).8.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-3 Preços Agropecuários: Queda de 1,48% na segunda quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).9.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC01-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro no Ano de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise do comércio exterior).10.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC02-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro de 2012. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise do comércio exterior).11.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-4 Preços Agropecuários: Queda de 1,82% na terceira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).12.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-1 Preços Agropecuários: baixa de 1,65% no encerramento do mês de fevereiro de 2012. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2012 (artigo de análise da conjuntura de preços).13.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-1 Preços Agropecuários encerram o mês de dezembro em alta de 0,73% fechando ano de 2010 em patamares muito superiores. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).14.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-2 Preços Agropecuários iniciam 2011 em alta de 1,71%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).15.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-3 Preços Agropecuários sobem 2,44% na segunda quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).16.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC01-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro no ano de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).17.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-4 Preços Agropecuários sobem 1,44% na terceira quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).18.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-1 Preços Agropecuários encerram o mês de janeiro em alta de 1,55%.. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).19.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-2 Preços Agropecuários sobem 1,05% na primeira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).20.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-3 Preços Agropecuários sobem 1,18% na segunda quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).21.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-4 Preços Agropecuários sobem 1,76% na terceira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).22.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-1 Preços Agropecuários encerram o mês de fevereiro em alta de 1,55%.. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).23.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-2 Preços Agropecuários sobem 2,53% na primeira quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).24.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-3 Preços Agropecuários sobem 2,79% na segunda quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).25.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-4 Preços Agropecuários sobem 3,17% na terceira quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).26.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-1 Preços Agropecuários encerram o mês de março em alta de 3,32%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).27.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-2 Preços Agropecuários sobem 2,71% na primeira quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).28.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-3 Preços Agropecuários sobem 1,59% na segunda quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).29.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-4 Preços Agropecuários sobem 0,36% na terceira quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).30.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-1 Preços Agropecuários têm queda de 0,61% ao encerrar o mês de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).31.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-2 Preços Agropecuários sobem 3,64% na primeira quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).32.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-3 Preços Agropecuários sobem 8,28% na segunda quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).33.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-4 Preços Agropecuários sobem 11,45% na terceira quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).34.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-1 Efeito cana eleva preços agropecuários em 15,43% no encerramento do mês de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).35.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-2 Efeito cana eleva preços Agropecuários em 7,92% na primeira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).36.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-3 Efeito cana ancora alta de 1,51% nos preços agropecuários na segunda quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).37.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-4 Preços Agropecuários: queda de 1,78% na terceira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).38.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-1 Preços Agropecuários encerram o mês de Junho com queda de 5,23%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).39.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-2 Preços Agropecuários: queda de 4,79% na primeira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).40.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-3 Preços Agropecuários: queda de 4,72% na segunda quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).41.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-4 Preços Agropecuários: queda de 4,55% na terceira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).42.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-1 Preços Agropecuários com queda de 3,80 % no encerramento de julho. São Paulo (SP: Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).43.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-4 Preços Agropecuários: queda de 0,58% na segunda quadrissemana de agosto. São Paulo (SP: Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).44.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-3 Preços Agropecuários: queda de 0,89% na terceira quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).45.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-2 Preços Agropecuários queda de 2,34 % na primeira quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).46.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-1 Preços Agropecuários com alta de 1,77% no encerramento de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).47.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-2 Preços Agropecuários: alta de 0,75% na primeira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).48.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-3 Preços Agropecuários: queda de 0,32% na segunda quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).49.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-4 Preços Agropecuários: queda de 1,29% na terceira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).50.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-1 Preços Agropecuários em baixa de 1,82% no encerramento de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).51.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-2 Preços Agropecuários: queda de 1,49% na primeira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).52.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-3 Preços Agropecuários: queda de 1,19% na segunda quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).53.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-4 Preços Agropecuários: queda de 0,19% na terceira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).54.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-1 Preços Agropecuários com alta de 0,51% no encerramento do mês de Outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).55.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-2 Preços Agropecuários: aumento de 0,96% na primeira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).56.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-3 Preços Agropecuários: aumento de 1,42% na segunda quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).57.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-4 Preços Agropecuários: aumento de 1,44% na terceira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).58.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ12-1 Preços Agropecuários encerram o mês de novembro em alta de 3,24%.. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).59.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ12-2 Preços Agropecuários: alta de 2,34% na primeira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).60.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ12-3 Preços Agropecuários: alta de 1,44% na segunda quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).61.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ12-4 Preços Agropecuários: alta de 1,16% na terceira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise da conjuntura de preços).62.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC02-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro de Janeiro de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).63.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC03-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros do Primeiro Bimestre de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).64.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC04-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro no Primeiro Trimestre de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).65.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC05-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros do Primeiro Quadrimestre. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).66.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC06-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a Maio de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).67.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC07-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro no Primeiro Semestre de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).68.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC08-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a Julho de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).69.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC09-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a Agosto de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).70.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC10-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro de Janeiro a Setembro de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).71.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC11-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a Outubro de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).72.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC12-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a Novembro de 2011. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2011 (artigo de análise do comércio exterior).73.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ07-2 Preços Agropecuários: queda de 2,59% na segunda quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).74.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ07-3 Preços Agropecuários: queda de 2,28% na primeira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).75.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ07-4 Preços Agropecuários: queda de 3,28% na terceira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).76.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ08-1 Preços Agropecuários: encerram o mês de Julho em queda de 2,95%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).77.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ07-1 Preços Agropecuários: queda de 1,54% encerra o mês de Junho de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).78.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC07-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro no Primeiro Semestre de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).79.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC08-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro de janeiro a julho de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).80.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ08-2 Preços Agropecuários: queda de 2,35% na primeira quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).81.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ08-3 Preços Agropecuários: queda de 1,66% na segunda quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).82.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ03-4 Preços Agropecuários: alta de 6,88% na terceira quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).83.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ08-4 Preços Agropecuários: alta de 0,66% na terceira quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).84.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ06-4 Preços Agropecuários: alta de 1,95% na terceira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).85.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ04-1 Preços agropecuários encerram mês de Março com alta de 4,45%.. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).86.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ04-2 Preços Agropecuários: alta de 2,17% na primeira quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).87.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ04-3 Preços Agropecuários: queda de 0,07% na segunda quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).88.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ04-4 Preços Agropecuários: queda de 0,49% na terceira quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).89.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ05-1 Preços Agropecuários: queda de 1,20% na quarta quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).90.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ05-2 Preços Agropecuários: alta de 0,48% na primeira quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).91.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ05-3 Preços Agropecuários: alta de 2,57% na segunda quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).92.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ05-4 Preços Agropecuários: alta de 5,30% na terceira quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).93.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ06-1 Preços Agropecuários: encerram o mês de maio com alta de 8,66%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).94.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ06-2 Preços Agropecuários: alta de 7,14% na primeira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).95.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ06-3 Preços Agropecuários: alta de 4,36% na segunda quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).96.PEREZ, L. H. ; ANGELO, J. A. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . MA02-1 Preços agropecuários: índices acumulados do ano de 2009 e variação dos preços médios mensais em 2008 e 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).97.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ03-3 Preços Agropecuários: alta de 8,00% na segunda quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).98.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ03-2 Preços Agropecuários: alta de 9,87% na primeira quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).99.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ03-1 Preços agropecuários encerram mês de fevereiro com alta de 10,26%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).100.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. . PQ02-4 Preços Agropecuários: alta de 7,14% na terceira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).101.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. . PQ02-3 Preços Agropecuários: alta de 5,43% na segunda quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).102.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. . PQ02-2 Preços Agropecuários: alta de 3,04% na primeira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).103.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. . PQ02-1 Preços agropecuários encerram mês de Janeiro com alta de 1,15%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).104.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ01-5 Preços Agropecuários: alta de 0,92% na terceira quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).105.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ01-4 Preços Agropecuários: alta de 0,08% na segunda quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).106.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ01-3 Preços Agropecuários: queda de 0,07% na primeira quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).107.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ01-2 Preços agropecuários encerram mês de dezembro com alta de 0,37%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).108.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ01-1 Preços Agropecuários: alta de 1,21% na terceira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).109.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ09-1 Preços Agropecuários encerram o mês de Agosto em alta de 1,61%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).110.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC09-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a Agosto de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).111.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ09-2 Preços Agropecuários: alta de 2,28% na primeira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).112.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ09-3 Preços Agropecuários: alta de 3,21% na segunda quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).113.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC01-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro ano de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).114.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC02-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro de Janeiro de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).115.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC03-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro de Primeiro Bimestre de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).116.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC04-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro de Primeiro Trimestre de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).117.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC05-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro de Primeiro Quadrimestre de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).118.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC06-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro de janeiro a maio de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).119.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; PINATTI, E. ; BINI, D.L. de C. . PQ09-4 Preços Agropecuários: alta de 4,52% na terceira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).120.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ10-1 Preços Agropecuários encerram o mês de Setembro em alta de 5,43%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).121.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC10-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro de Janeiro a Setembro de 2010. Sao Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).122.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ10-2 Preços Agropecuários: alta de 5,98% na primeira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).123.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ10-3 Preços Agropecuários: alta de 5,22% na segunda quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).124.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ10-4 Preços Agropecuários: alta de 3,65% na terceira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).125.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ11-1 Preços Agropecuários encerram o mês de Outubro em alta de 2,37%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).126.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC11-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro de Janeiro a Outubro de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).127.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ11-2 Preços Agropecuários: alta de 1,87% na primeira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).128.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ11-3 Preços Agropecuários: alta de 2,34% na segunda quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).129.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. . PQ11-4 Preços Agropecuários: alta de 3,03% na terceira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).130.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ12-1 Preços Agropecuários encerram o mês de Novembro em alta de 3,24%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).131.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC12-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro de Janeiro a Novembro de 2010. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise do comércio exterior).132.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ12-2 Preços Agropecuários: alta de 2,34% na primeira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).133.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ12-3 Preços Agropecuários: alta de 1,44% na segunda quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).134.PEREZ, L. H. ; BINI, D.L. de C. ; PINATTI, E. ; GONÇALVES, J. S. . PQ12-4 Preços Agropecuários: alta de 1,16% na terceira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA, 2010 (artigo de análise da conjuntura de preços).135.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ12-3 Preços Agropecuários: alta de 2,13% na segunda quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).136.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ12-2 Preços Agropecuários: alta de 1,72% na primeira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).137.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ12-1 Preços agropecuários encerram mês de Novembro com alta de 1,48%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).138.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-1 Preços agropecuários encerram mês de janeiro em alta de 1,27%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).139.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ02-2 Preços Agropecuários: alta de 2,29% na primeira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).140.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ02-3 Preços Agropecuários: alta de 2,38% na segunda quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).141.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ02-4 Preços Agropecuários: alta de 1,78% na terceira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).142.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ11-4 Preços Agropecuários: alta de 1,04% na terceira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).143.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ11-3 Preços Agropecuários: alta de 1,09% na segunda quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).144.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ11-2 Preços Agropecuários: alta de 1,66% na primeira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).145.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ11-1 Preços agropecuários encerram mês de Outubro com alta de 2,58%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).146.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-4 Preços Agropecuários: alta de 0,27% na terceira quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).147.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; SACHS, R. C. C. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-3 Preços Agropecuários: queda de 1,41% na segunda quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agricola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).148.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; SACHS, R. C. C. . PQ01-2 Preços agropecuários: acumulado no ano de 2008 fechou em alta de 4,12%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).149.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; SACHS, R. C. C. . PQ01-1 Preços agropecuários encerram mês de dezembro com queda de 1,65%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise da conjuntura de preços).150.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . BC01-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro no ano de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).151.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC02-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros em Janeiro de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).152.ANGELO, J. A. ; BINI, D.L. de C. ; GONÇALVES, J. S. . MA03-1 As destinações das exportações dos agronegócios brasileiros em 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).153.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC03-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros no primeiro bimestre de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).154.BINI, D.L. de C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . MA03-2 Os Cinco Principais Destinos das Exportações Agropecuárias Brasileiras no Ano de 2008 e as Expectativas para o Comércio Exterior em 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).155.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . BC04-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro no Primeiro Trimestre de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).156.VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . BC05-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros no primeiro quadrimestre de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).157.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC06-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a Maio de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).158.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . BC07-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulista e Brasileiro no Primeiro Semestre de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).159.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC08-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a Julho de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).160.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC09-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a agosto de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).161.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC10-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a setembro de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).162.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC11-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a outubro de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).163.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC12-1 Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros de Janeiro a novembro de 2009. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2009 (artigo de análise do comércio exterior).164.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ03-1 Preços agropecuários encerram mês de fevereiro em alta de 1,70%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).165.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ03-2 Preços Agropecuários: alta de 1,02% na primeira quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).166.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ03-3 Preços Agropecuários: variação nula na segunda quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).167.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ03-4 Preços Agropecuários: queda de -0,16% na terceira quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).168.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ04-1 Preços agropecuários encerram mês de março em alta de 0,03%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).169.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ04-2 Preços Agropecuários: queda de 0,91% na primeira quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).170.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ04-3 Preços agropecuários: alta de 0,80% na segunda quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).171.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ04-4 Preços Agropecuários: alta de 1,25% na terceira quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).172.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ10-4 Preços Agropecuários: alta de 2,43% na terceira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).173.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ05-1 Preços agropecuários encerram mês de abril com alta de 1,49%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).174.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ05-2 Preços Agropecuários: alta de 2,22% na primeira quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).175.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ05-3 Preços Agropecuários: alta de 2,41% na segunda quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).176.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ05-4 Preços Agropecuários: alta de 2,69% na terceira quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).177.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ06-1 Preços agropecuários encerram mês de Maio com alta de 3,38%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).178.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ06-2 Preços Agropecuários: alta de 2,91% na primeira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).179.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ06-3 Preços Agropecuários: alta de 2,65% na segunda quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).180.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ06-4 Preços Agropecuários: alta de 1,82% na terceira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).181.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ07-1 Preços agropecuários encerram mês de Junho com alta de 0,56%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).182.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ07-2 Preços Agropecuários: queda de 0,94% na primeira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).183.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ07-3 Preços Agropecuários: queda de 1,98% na segunda quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).184.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ07-4 Preços Agropecuários: queda de 3,34% na terceira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).185.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ08-1 Preços agropecuários encerram mês de Julho com queda de 4,12%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).186.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ08-2 Preços Agropecuários: queda de 1,88% na primeira quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).187.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ08-3 Preços Agropecuários: queda de 0,24% na segunda quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).188.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ08-4 Preços Agropecuários: alta de 1,74% na terceira quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).189.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ09-1 Preços agropecuários encerram mês de Agosto com alta de 2,67%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).190.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ10-3 Preços Agropecuários: alta de 1,49% na segunda quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).191.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ09-2 Preços Agropecuários: alta de 1,98% na primeira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).192.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ09-3 Preços Agropecuários: alta de 1,17% na segunda quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).193.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ09-4 Preços Agropecuários: alta de 0,49% na terceira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).194.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ10-1 Preços agropecuários encerram mês de Setembro com alta de 0,22%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).195.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PEREZ, L. H. . PQ10-2 Preços Agropecuários: alta de 0,82% na primeira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2009 (artigo de analise da conjuntura de preços).196.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; SACHS, R. C. C. . PQ12-4 Preços Agropecuários: queda de 0,56% na terceira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).197.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; SACHS, R. C. C. . PQ12-3 Preços Agropecuários: alta de 0,67% na segunda quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).198.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; SACHS, R. C. C. . PQ12-2 Preços Agropecuários: alta de 0,55% na primeira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).199.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. . PQ12-1 Preços agropecuários encerram mês de novembro com queda de 0,40%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).200.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-1 Preços agropecuários encerram mês de dezembro com alta de 5,95%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (análise da conjuntura de preços).201.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-2 Preços da agropecuária paulista acumulam alta de 9,15% em 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).202.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ01-3 Preços agropecuários: alta de 0,66% na terceira quadrissemana de janeiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise de conjuntura de preços).203.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-1 Preços agropecuários encerram mês de janeiro em queda de 0,36%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).204.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-2 Preços agropecuários: queda de 5,37% na primeira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).205.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-3 Preços Agropecuários: queda de 7,08 % na segunda quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).206.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-4 Preços Agropecuários: queda de 1,34% na terceira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).207.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . BC01-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro no ano de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).208.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. . BC02-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro - janeiro de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).209.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PINATTI, E. . MA02-1 Distribuição e representatividade das exportações regionais dos agronegócios no Estado de São Paulo em 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).210.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC03-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro primeiro bimestre de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).211.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . MA03-2 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro no período 1997-2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).212.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . MA03-1 Comportamento da balança comercial paulista e brasileira no período 1997-2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).213.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . BC04-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro de 2008 janeiro a março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).214.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC05-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro primeiro quadrimestre de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).215.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . MA06-1 Transações comerciais paulistas e brasileiras com a Espanha: 2005-2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).216.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . MA06-2 Embargo e queda da participação paulista nas exportações brasileiras de carne bovina não processada. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).217.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC06-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro janeiro a maio de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).218.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. . BC07-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro no primeiro semestre de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).219.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC08-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro janeiro a julho de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).220.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC09-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro janeiro a agosto de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).221.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. . BC10-1 a comercial dos agronegócios paulista e brasileiro de janeiro a setembro de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).222.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC11-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro de janeiro a outubro de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).223.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC12-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro de janeiro a novembro de 2008. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise do comércio exterior).224.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-1 Preços agropecuários encerram mês de fevereiro em queda de 0,45%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).225.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-2 Preços agropecuários: alta de 0,68% na primeira quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).226.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-3 Preços agropecuários: alta de 1,87% na segunda quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).227.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-4 Preços agropecuários: alta de 1,87% na terceira quadrissemana de março. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).228.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-1 Preços agropecuários encerram mês de março em alta de 3,75%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).229.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-2 Preços agropecuários: alta de 2,95% na primeira quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).230.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-3 Preços agropecuários: alta de 0,74% na segunda quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).231.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-4 Preços agropecuários: queda de 0,50% na terceira quadrissemana de abril. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).232.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-1 Preços agropecuários encerram mês de abril em queda de 0,65%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).233.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-2 Preços agropecuários: alta de 0,89% na primeira quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).234.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-3 Preços agropecuários: alta de 2,29% na segunda quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).235.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-4 Preços agropecuários: alta de 3,91% na terceira quadrissemana de maio. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).236.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-1 Preços agropecuários encerram mês de maio com alta de 5,49%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).237.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-2 Preços agropecuários: alta de 4,59% na primeira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de análise da conjuntura de preços).238.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-3 Preços agropecuários: alta de 3,53% na segunda quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).239.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-4 Preços agropecuários: alta de 2,60% na terceira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).240.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-1 Preços agropecuários encerram mês de junho com alta de 2,42%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).241.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-2 Preços agropecuários: alta de 3,37% na primeira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).242.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-3 Preços Agropecuários: alta de 3,81% na segunda quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).243.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-4 Preços Agropecuários: alta de 3,55% na terceira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).244.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-1 Preços agropecuários encerram mês de julho com alta de 2,87%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).245.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-2 Preços Agropecuários: alta de 0,88% na primeira quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).246.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-3 Preços agropecuários: após 3 meses quadrissemana apresenta queda. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).247.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-4 Preços Agropecuários: queda de 2,04% na 3ª quadrissemana de Agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).248.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-1 Preços agropecuários encerram mês de agosto com queda de 3,40%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).249.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-2 Preços Agropecuários: queda de 4,40% na primeira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).250.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-3 Preços Agropecuários: queda de 4,51% na segunda quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).251.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-4 Preços Agropecuários: queda de 3,87% na terceira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).252.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-1 Preços agropecuários encerram mês de setembro com queda de 2,41%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).253.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-2 Preços Agropecuários: queda de 1,71% na primeira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).254.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-3 Preços Agropecuários: queda de 1,33% na segunda quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).255.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-4 Preços Agropecuários: queda de 0,96% na terceira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).256.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-1 Preços agropecuários encerram mês de outubro com queda de 0,78%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).257.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-2 Preços Agropecuários: queda de 1,11% na primeira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).258.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-3 Preços Agropecuários: queda de 1,44% na segunda quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).259.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-4 Preços Agropecuários: queda de 0,98% na terceira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA APTA), 2008 (artigo de analise da conjuntura de preços).260.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-1 Preços agropecuários sobem 2,74% em janeiro de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).261.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-2 Preços agropecuários sobem 4,52% na primeira quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).262.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-3 Preços agropecuários sobem 5,70% na segunda quadrissemana de fevereiro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).263.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ02-4 Preços agropecuários sobem 5,02% na terceira quadrissemana de fevereiro de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).264.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; SACHS, R. C. C. . PQ12-1 Preços agropecuários encerram mês de novembro com alta de 4,53%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).265.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; SACHS, R. C. C. . PQ12-2 Preços Agropecuários: alta de 6,62% na primeira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).266.PINATTI, E. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; SACHS, R. C. C. . PQ12-3 Preços agropecuários: alta de 7,89% na segunda quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).267.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ12-4 Preços agropecuários: alta de 7,86% na terceira quadrissemana de dezembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).268.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-1 Preços agropecuários sobem 4,74% em fevereiro de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de analise da conjuntura de preços).269.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-2 Preços agropecuários sobem 3,59% na primeira quadrissemana de março de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).270.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-3 Preços agropecuários sobem 2,51% na segunda quadrissemana de março de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).271.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-3 Preços agropecuários sobem 2,51% na segunda quadrissemana de março de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).272.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ03-4 Preços agropecuários sobem 0,83% na terceira quadrissemana de março de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).273.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-1 Preços agropecuários caem 1,48% no mês de março de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agricola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).274.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-2 Preços agropecuários caem 3,17% na primeira quadrissemana de abril de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).275.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-3 Preços agropecuários caem 4,97% na segunda quadrissemana de abril de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).276.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ04-4 Preços agropecuários caem 5,53% na terceira quadrissemana de abril de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).277.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-1 Preços agropecuários caem 4,79% no mês de abril de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).278.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-2 Preços agropecuários caem 4,12% na primeira quadrissemana de maio de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).279.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-3 Preços agropecuários: queda de 3,48% na segunda quadrissemana de maio de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).280.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ05-4 Preços agropecuários: queda de 3,40% na terceira quadrissemana de maio de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conmjuntura de preços).281.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-1 Preços agropecuários encerram maio com queda de 3,21%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).282.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-2 Preços agropecuários: queda de 2,41% na primeira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Institutp de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).283.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-3 Preços agropecuários: queda de 1,90% na segunda quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).284.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ06-4 Preços agropecuários: queda de 2,59% na terceira quadrissemana de junho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).285.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-1 Preços agropecuários encerram junho com queda de 3,80%. São Paulo (SP): Instiuto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).286.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-2 Preços agropecuários: recuo de 4,67% na primeira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).287.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-3 Preços agropecuários: recuo de 4,84% na segunda quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).288.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ07-4 Preços agropecuários: queda de 2,88% na terceira quadrissemana de julho. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).289.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-1 Preços agropecuários encerram julho com queda de 0,80%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).290.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-2 Preços agropecuários: alta de 2,45% na primeira quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).291.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-3 Preços agropecuários: alta de 4,92% na segunda quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Institutio de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).292.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ08-4 Preços Agropecuários: alta de 4,72% na terceira quadrissemana de agosto. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).293.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-1 Preços agropecuários encerram mês de agosto com alta de 3,84%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).294.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-2 Preços Agropecuários: alta de 1,49% na primeira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).295.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-3 Preços Agropecuários: queda de 0,57% na segunda quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).296.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ09-4 Preços agropecuários: queda de 1,23% na terceira quadrissemana de setembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).297.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-1 Preços agropecuários encerram mês de setembro com queda de 0,82%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).298.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-2 Preços agropecuários: alta de 0,58% na primeira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).299.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-3 Preços agropecuários: alta de 2,74% na segunda quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).300.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ10-4 Preços agropecuários: alta de 3,19% na terceira quadrissemana de outubro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).301.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-1 Preços agropecuários encerram mês de outubro com alta de 2,62%. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IE-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).302.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-2 Preços Agropecuários: alta de 0,58% na primeira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).303.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-3 Preços agropecuários: alta de 1,44% na segunda quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).304.PINATTI, E. ; SACHS, R. C. C. ; ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. . PQ11-4 Preços agropecuários: alta de 2,11% na terceira quadrissemana de novembro. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise da conjuntura de preços).305.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. ; MARTIN, N. B. . BC01-1 Balança comercial do agronegócio paulista e brasileiro no ano de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).306.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC02-1 Resultado da balança comercial do agronegócio paulista de janeiro de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).307.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . BC03-1 Resultado da balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro no primeiro bimestre de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).308.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . BC04-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro de 2007 - Primeiro trimestre. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).309.VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. . BC05-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro de 2007 - Primeiro quadrimestre. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).310.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC06-1 Balança comercial dos agronegócios paulistas e brasileiros, janeiro a maio de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).311.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PINATTI, E. . MA06-1 Distribuição e representatividade das exportações regionais do agronegócio no Estado de São Paulo em 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).312.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . BC07-1 Balança comercial dos agronegócios paulistas e brasileiros no primeiro semestre de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).313.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC08-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro, janeiro a julho de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).314.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC09-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro, janeiro a agosto de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).315.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. . BC10-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro, janeiro a setembro de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).316.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC11-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro, janeiro a outubro de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).317.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC12-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro janeiro a novembro de 2007. IEA- APTA, São Paulo, dezembro de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).318.ANGELO, J. A. ; GONÇALVES, J. S. ; PINATTI, E. . MA12-1 Destinos das exportações dos agronegócios brasileiros de janeiro a setembro de 2007. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2007 (artigo de análise do comércio exterior).319.VICENTE, J. R. ; MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC01-1 Balança comercial do agronegócio paulista no ano de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).320.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; MARTIN, N. B. . BC02-1 Resultado da balança comercial do agronegócio paulista em Janeiro de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).321.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. . BC03-1 Resultado da balança comercial do agronegócio paulista no primeiro bimestre de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).322.GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; MARTIN, N. B. . BC04-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro no primeiro trimestre de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).323.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; MARTIN, N. B. . BC05-1 Resultado da balança comercial do agronegócio paulista no primeiro quadrimestre de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).324.SOUZA, S. A. M. ; GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; MARTIN, N. B. . BC06-1 Resultado da balança comercial do agronegócio paulista de janeiro a maio de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).325.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. ; MARTIN, N. B. . BC07-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro no primeiro semestre de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).326.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. ; MARTIN, N. B. . BC08-1 Resultado da balança comercial do agronegócio paulista de janeiro a julho de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).327.SOUZA, S. A. M. ; MARTIN, N. B. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC09-1 Resultado da balança comercial do agronegócio paulista de janeiro a agosto de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).328.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. ; SOUZA, S. A. M. ; MARTIN, N. B. . BC10-1 Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro de janeiro a setembro de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).329.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . BC11-1 Balança comercial do agronegócio paulista, janeiro a outubro de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).330.SOUZA, S. A. M. ; VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . BC12-1 Balança comercial do agronegócio paulista, janeiro a novembro de 2006. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2006 (artigo de análise do comércio exterior).331.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC01-1 Balança comercial do agronegócio paulista no ano de 2004. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).332.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC02-1 Resumo da balança comercial do agronegócio paulista, janeiro de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).333.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC03-1 Resumo da balança comercial do agronegócio paulista, Janeiro a fevereiro de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).334.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC04-1 Balança comercial do agronegócio paulista no primeiro trimestre de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).335.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC05-1 Resumo da balança comercial do agronegócio paulista, janeiro a abril de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA, 2005 (artigo de análise do comércio exterior).336.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC06-1 Resumo da balança comercial do agronegócio paulista, janeiro a maio de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).337.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC07-1 Balança comercial do agronegócio paulista no primeiro semestre de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).338.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC08-1 Resumo da balança comercial do agronegócio paulista, janeiro a julho de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).339.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC09-1 Resumo da balança comercial do agronegócio paulista, Janeiro a Agosto de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).340.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC10-1 Balança comercial do agronegócio paulista de janeiro a setembro de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).341.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC11-1 Resumo da balança comercial do agronegócio paulista, Janeiro a Outubro de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).342.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC12-1 Resumo da balança comercial do agronegócio paulista, Janeiro a Novembro de 2005. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2005 (artigo de análise do comércio exterior).343.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC01-1 Balança comercial do agronegócio paulista em 2003. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2004 (artigo de análise do comércio exterior).344.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC04-1 Balança comercial do agronegócio paulista, Janeiro a Março de 2004. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2004 (artigo de análise do comércio exterior).345.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC07-1 Balança Comercial do Agronegócio Paulista Janeiro a Junho de 2004. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2004 (artigo de análise do comércio exterior).346.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC10-1 Balança Comercial do Agronegócio Paulista Janeiro a Setembro de 2004. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-SP), 2004 (artigo de análise do comércio exterior).347.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC01-1 Balança comercial do agronegócio paulista em 2002. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2003 (artigo de análise do comércio exterior).348.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC04-1 Balança Comercial do Agronegócio Paulista no Primeiro Trimestre de 2003. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2003 (artigo de análise do comércio exterior).349.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC07-1 Balança Comercial do Agronegócio Paulista no Primeiro Semestre de 2003. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2003 (artigo de análise do comércio exterior).350.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC10-1 Balança Comercial do Agronegócio Paulista de Janeiro a Setembro de 2003. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2003 (artigo de análise do comércio exterior).351.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC01-1 Balança comercial do agronegócio paulista janeiro a dezembro de 2001. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2002 (artigo de análise do comércio exterior).352.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC04-1 Balança comercial dos agronegócios, Janeiro a março de 2002. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2002 (artigo de análise do comércio exterior).353.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC07-1 Balança comercial dos agronegócios, Janeiro a junho de 2002. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2002 (artigo de análise do comércio exterior).354.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC10-1 Balança comercial dos agronegócios, Janeiro a Setembro de 2002. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2002 (artigo de análise do comércio exterior).355.VICENTE, J. R. ; MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. ; SOUZA, S. A. M. . BC04-1 Balança Comercial dos Agronegócios do Brasil e São Paulo no Primeiro Trimestre de 2001. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2001 (artigo de análise do comércio exterior).356.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC07-1 Balança Comercial dos Agronegócios do Brasil e São Paulo no Primeiro Semestre de 2001. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2001 (artigo de análise do comércio exterior).357.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; SOUZA, S. A. M. . BC10-1 Balança Comercial dos Agronegócios do Brasil e São Paulo janeiro a setembro de 2001. São Paulo (SP): Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), 2001 (artigo de análise do comércio exterior). Produção técnica Trabalhos técnicos1.GONÇALVES, J. S. . TT02-1 Redução da alíquota do ICMS do vinho de 25% para 18% e isonomia tributária com demais bebidas congêneres como a cachaça. 2012.2.GONÇALVES, J. S. . TT02-2 Viabilidade orçamentária do Projeto FEAP crédito para pescadores artesanais profissionais. 2012.3.GONÇALVES, J. S. . TT02-3 Viabilidade orçamentária do Projeto FEAP café paulista. 2012.4.GONÇALVES, J. S. . TT02-4 Viabilidade orçamentária do Projeto FEAP gestão de qualidade nas propriedades rurais. 2012.5.GONÇALVES, J. S. . TT02-5 Viabilidade orçamentária do Projeto FEAP agricultura em ambiente protegido. 2012.6.GONÇALVES, J. S. . TT01-1 Secretaria de Agricultura e Abastecimento no PPA 2008-2011: relatório dos resultados acumulados. 2012.7.GONÇALVES, J. S. . TT01-2 Secretaria de Agricultura e Abastecimento: principais ações e resultados de 2011. 2012.8.GONÇALVES, J. S. . TT01-3 Sistema de acompanhamento da gestão orçamentária e financeira da SAA - situação dezembro 2011. 2012.9.GONÇALVES, J. S. . TT02-6 Sistema de acompanhamento da gestão orçamentária e financeira da SAA - situação janeiro 2012. 2012.10.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT01-1 Secretaria de Agricultura e Abastecimento: Resultados do Ano de 2010. 2011.11.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT02-1 Secretaria de Agricultura e Abastecimento: Principais Resultados Orçamentários e Programáticos do Ano de 2010. 2011.12.GONÇALVES, J. S. . TT03-1 Proposta de reclassificação de vencimentos dos integrantes da carreira de pesquisador cientifico. 2011.13.GONÇALVES, J. S. . TT03-2 Proposta de reclassificação de vencimentos dos integrantes das classes de assistente técnico de pesquisa cientifica e tecnológica. 2011.14.GONÇALVES, J. S. . TT03-3 Proposta de reclassificação de vencimentos dos integrantes das séries de classes da carreira de engenheiro, arquiteto, engenheiro. 2011.15.GONÇALVES, J. S. . TT04-1 Revisão do Projeto Financiamento do Custeio Agropecuário Atrelado a Contrato de Opção. 2011.16.GONÇALVES, J. S. . TT04-2 Análise da Proposta de Celebração de Convênio com Banco Do Brasil S/A para Gestão dos Recursos Destinados à Subvenção do Prêmio do Seguro no Agronegócio Paulista por Intermédio do FEAP/BANAGRO. 2011.17.GONÇALVES, J. S. . TT04-3 Análise da Proposta de Autorização para Ampliação e Convocação dos Aprovados no Concurso Público. 2011.18.GONÇALVES, J. S. . TT07-1 Análise Orçamentária do Projeto subvenção econômica do financiamento de implementos. 2011.19.GONÇALVES, J. S. . TT07-2 Análise Orçamentária do Projeto financiamento do custeio agropecuário atrelado a contrato de opção. 2011.20.GONÇALVES, J. S. . TT07-3 Análise Programática e Orçamentária do Projeto Estadual de Subvenção do Prêmio de Seguro de Sanidade do Pomar Citrícola- Fase II. 2011.21.GONÇALVES, J. S. . TT07-4 Retirada das receitas do petróleo das receitas vinculadas ao FEAP. 2011.22.GONÇALVES, J. S. . TT08-1 Agricultura Paulista no Contexto Internacional. 2011.23.GONÇALVES, J. S. . TT09-1 Agricultura no PPA 2012-2015: comparação de valores entre o proposto e o contemplado no projeto de lei nº 771-2011. 2011.24.GONÇALVES, J. S. . TT09-2 Contribuições ao Documento São Paulo no mundo- plano de relações internacionais. 2011.25.GONÇALVES, J. S. . TT09-3 Secretaria de Agricultura e Abastecimento: relatório do período janeiro a agosto de 2011. 2011.26.GONÇALVES, J. S. . TT10-1 Projeto de lei 315-2009 prejudica São Paulo retirando recursos do FEAP e da politica de recursos hídricos. 2011.27.GONÇALVES, J. S. . TT10-2 Sistema de acompanhamento da gestão orçamentária e financeira da SAA - situação setembro 2011. 2011.28.GONÇALVES, J. S. . TT10-3 Orçamento da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo: análise com base nos projetos de lei para 2009-2012. 2011.29.GONÇALVES, J. S. . TT11-1 Sistema de acompanhamento da gestão orçamentária e financeira da SAA - situação outubro 2011. 2011.30.GONÇALVES, J. S. . TT12-1 Sistema de acompanhamento da gestão orçamentária e financeira da SAA - situação novembro 2011. 2011.31.GONÇALVES, J. S. . TT11-2 Perspectivas dos agronegócios em 2012. 2011.32.GONÇALVES, J. S. . TT11-3 Custos operacionais junto ao agente financeiro do FEAP para execução do PRÓ-IMPLEMENTO. 2011.33.GONÇALVES, J. S. . TT11-4 Custos operacionais junto ao agente financeiro do FEAP para execução do projeto financiamento do custeio agropecuário atrelado a contrato de opção. 2011.34.GONÇALVES, J. S. . TT12-2 Isenção de ICMS para agricultores familiares para atender programas sociais e escolares. 2011.35.GONÇALVES, J. S. . TT12-3 Impacto de taxas e tarifas para os custos de transação de mercadorias agropecuárias. 2011.36.GONÇALVES, J. S. . TT12-4 Secretaria de Agricultura e Abastecimento: relatório gerencial 2011 e metas 2012 e 2014. 2011.37.GONÇALVES, J. S. . TT12-5 Secretaria de Agricultura e Abastecimento no PPA 2008-2011: relatório do ano de 2011. 2011.38.GONÇALVES, J. S. . TT04-1 Análise da Proposta de Regulamentação da Política Estadual de Mudanças Climáticas. 2010.39.GONÇALVES, J. S. . TT04-2 Estratégias e recursos para ações do Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP) em 2010. 2010.40.GONÇALVES, J. S. ; FERREIRA, L.G.S . TT03-3 Projeto subvenção econômica do financiamento de implementos agropecuários (PRÓ IMPLEMENTO). 2010.41.GONÇALVES, J. S. . TT03-2 Pesquisa & desenvolvimento, assistência técnica & extensão rural e risco sanitário zero no PPA 2008-2011: recursos alocados e resultados do biênio 2008-2009 e previsão 2010. 2010.42.GONÇALVES, J. S. . TT07-1 Analise do Projeto de Lei nº 575, de 2010 que fixa critérios para a Reserva Legal em propriedades rurais. 2010.43.GONÇALVES, J. S. . TT07-3 Memorandum of Understanding between the Republic of Italy and São Paulo State of the Federal Republic of Brazil (SSP) commit themselves to implement a joint program on Sustainable Development applied to Agricultural Practices. 2010.44.GONÇALVES, J. S. . TT07-2 Avaliação técnica da pauta de reivindicações do 2.º Encontro de Agricultores da Região de Limeira. 2010.45.GONÇALVES, J. S. . TT06-2 Seguro Agropecuário para Garantia da Renda. 2010.46.GONÇALVES, J. S. . TT06-1 Estratégia e resultados das ações do Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP) como instrumento de política de resgate das regiões de agricultura deprimida e de redução da exclusão produtiva no período 1995-2009. 2010.47.GONÇALVES, J. S. . TT05-2 Nova fiscalidade para alavancar a competitividade e a agregação de valor pela agroindustria e agroserviços paulistas. 2010.48.GONÇALVES, J. S. . TT05-1 Agenda da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo para a competitividade da citricultura. 2010.49.GONÇALVES, J. S. . TT03-1 Agricultura paulista 2020: condicionantes estruturais e políticas estaduais. 2010.50.GONÇALVES, J. S. . TT08-1 Analise do Despacho CJ/SAA nº 581/2010 da Consultoria Jurídica da Pasta sobre a Regulamentação da Lei Estadual 13.198/2009 que trata da Política Estadual de Mudanças Climáticas. 2010.51.GONÇALVES, J. S. . TT08-2 Analise do Relatório de Avaliação nº 359/2009 da Secretaria da Fazenda sobre o Programa Risco Sanitário Zero. 2010.52.GONÇALVES, J. S. . TT02-1 Programa Risco Sanitário Zero do PPA 2008-2011: redefinição da estratégia e realizações no período 2007-2009 e previsão de ações em 2010. 2010.53.GONÇALVES, J. S. . TT02-2 Pesquisa e desenvolvimento no PPA 2008-2011: realizações para o período 2007-2010. 2010.54.GONÇALVES, J. S. . TT02-3 Projeto Microbacias Hidrográficas e a programação orçamentária do PPA 2008-2011 do Governo do Estado de São Paulo. 2010.55.GONÇALVES, J. S. . TT02-4 Financiamento e subvenções econômicas na agricultura no PPA 2008-2011: realizações para o período 2007-2010. 2010.56.GONÇALVES, J. S. . TT01-1 Secretaria de Agricultura e Abastecimento no ano de 2009: principais indicadores das ações inseridas no plano plurianual (PPA 2008 -2011) do Governo do Estado de São Paulo. 2010.57.GONÇALVES, J. S. . TT01-2 Secretaria de Agricultura e Abastecimento no ano de 2009: Principais indicadores e resultados das ações inseridas no plano plurianual (PPA 2008 -2011) do Governo do Estado de São Paulo. 2010.58.GONÇALVES, J. S. . TT08-3 Regional Leaders Summit: General Information. 2010.59.GONÇALVES, J. S. . TT08-4 Agricultura e a Pesquisa & Desenvolvimento no Plano de Ciência, Tecnologia e Inovação para o Estado de São Paulo. 2010.60.GONÇALVES, J. S. . TT09-1 Pesquisa de orçamentos familiares IBGE 2008-2009: um terço ainda passa fome. 2010.61.GONÇALVES, J. S. ; PEREIRA, E.A.M . TT09-2 Sanidade agropecuária e o agronegócio paulista: Programa risco sanitário zero. 2010.62.GONÇALVES, J. S. ; PEREIRA, E.A.M . TT09-3 Programa Risco Sanitario Zero - Priorização na Proposta de Orçamento Setorial 2011 (POS/2011). 2010.63.GONÇALVES, J. S. ; FERREIRA, L.G.S . TT10-1 Inadimplência do crédito rural: suspensão de execuções de devedores do Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP). 2010.64.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT10-2 Avaliação Ambiental Estratégica da Agricultura Paulista: Projeto institucional da Secretaria de Agricultura e Abastecimento para cumprimento da Política Estadual de Mudanças Climáticas. 2010.65.GONÇALVES, J. S. ; PEREIRA, E.A.M ; GHIBERTI, A. . TT10-3 Análise do Projeto Desenvolvimento de um sistema de boas práticas sanitárias com controle de riscos à saúde bovina em unidades rurais no Estado de São Paulo. 2010.66.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT11-1 Análise da proposta de criação dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) nas Instituições Científicas e Tecnológicas do Estado de São Paulo (ICTESPS) das Secretarias de Agricultura e Abastecimento, Economia e Planejamento, Meio ambiente e Saúde. 2010.67.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT11-2 Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo: uma nova perspectiva setorial. 2010.68.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT11-3 Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo: programas e ações em andamento. 2010.69.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT11-4 Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo: informações sobre as unidades. 2010.70.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT11-5 Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo: estrutura de recursos humanos e de cargos em comissão. 2010.71.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT11-6 Desafios da transformação da agricultura paulista: readequação estrutural da SAA para fazer frente aos novos horizontes setoriais. 2010.72.GONÇALVES, J. S. . TT12-1 Proposta Orçamentária 2011 (PL 711-2010) Retira Receitas do FEAP e Reduz Autonomia do Secretário da Agricultura. 2010.73.GONÇALVES, J. S. . TT12-2 Casas da Agricultura como Unidades de Irradiação da Cidadania nos Municípios Agropecuários: Modelo Inclusivo de Poupatempo da Agricultura. 2010.74.GONÇALVES, J. S. . TT12-3 Projeto de criação do índice de qualidade do uso do solo agrícola do Estado de São Paulo. 2010.75.GONÇALVES, J. S. . TT12-4 Contrato entre CATI e APTA para transferência de tecnologia, produção e comercialização de sementes, mudas e propágulos de cultivares. 2010.76.GONÇALVES, J. S. . TT12-5 Observações sobre a nota técnica da Secretaria da Fazenda sobre o Decreto-FEAP Sementes e Mudas. 2010.77.GONÇALVES, J. S. . TT12-6 Observações sobre a nota técnica da Secretaria da Fazenda sobre o Decreto- FEAP financiamento do custeio atrelado a contrato de opção. 2010.78.GONÇALVES, J. S. . TT12-7 Nota técnica sobre o projeto subvenção econômica do financiamento de implementos agropecuários. 2010.79.GONÇALVES, J. S. . TT12-8 Sistema Paulista de Defesa da Agricultura (SPDA) e a interação convergente entre estruturas públicas e privadas. 2010.80.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT12-9 Licenciamento ambiental para atividades agropecuárias. 2010.81.GONÇALVES, J. S. ; FERREIRA, L.G.S . TT12-10 Subvenção do prêmio do seguro no agronegócio paulista. 2010.82.GONÇALVES, J. S. ; GHIBERTI, A. . TT12-11 Contratação de empresa para realização de seminários sobre segurança na zona rural. 2010.83.GONÇALVES, J. S. . TT12-1 Crise da citricultura e nova proposta de ação da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo. 2009.84.GONÇALVES, J. S. . TT12-2 Secretaria de Agricultura e Abastecimento: relatório do ano 2009. 2009.85.GONÇALVES, J. S. . TT12-3 Agricultura paulista e o debate sobre as mudanças climáticas. 2009.86.GONÇALVES, J. S. . TT11-1 Apreciação suscinta dos resultados preliminares do censo agropecuário 2006. 2009.87.GONÇALVES, J. S. . TT11-2 Sustentabilidade da Pecuária na Agricultura Paulista. 2009.88.GONÇALVES, J. S. . TT11-3 Estrutura organizacional e instrumentos de formulação e avaliação de políticas públicas setoriais. 2009.89.GONÇALVES, J. S. . TT11-4 Subvenção econômica da produção de serviços ambientais: uma nova fronteira da atuação das políticas públicas. 2009.90.GONÇALVES, J. S. . TT10-1 Análise das propostas para agricultura e abastecimento inseridas no relatório preliminar das audiências públicas da LOA 2010. 2009.91.GONÇALVES, J. S. . TT10-2 Circuito da pecuária moderna e a nova sistemática de cobrança da tributação do valor adicionado com base no princípio da origem. 2009.92.GONÇALVES, J. S. ; FERREIRA, L.G.S . TT09-1 Seguro da sanidade do pomar de citros como inovação nas políticas públicas. 2009.93.GONÇALVES, J. S. . TT09-2 Subvenção econômica microbacias e contrato de opção: proposta de aprimoramento da legislação do fundo de expansão do agronegócio paulista (FEAP). 2009.94.GONÇALVES, J. S. . TT08-1 Risco da agricultura e redenho da política setorial brasileira. 2009.95.GONÇALVES, J. S. . TT08-2 Renda agropecuária despenca com safra menor e preços menores. 2009.96.GONÇALVES, J. S. . TT08-3 Proposta orçamentaria setorial agricultura 2010 destaques e apontamentos. 2009.97.GONÇALVES, J. S. . TT07-1 Redefinição das ações do Programa Risco Sanitário Zero na LOA 2010 face às novas estratégias da política setorial. 2009.98.GONÇALVES, J. S. . TT06-1 Consolidação da legislação do Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP) tendo como base a Lei Nº 7.964 , de 16 de julho de 1992 e alterações posteriores e as disposições isoladas inseridas pela Lei nº 11.244 de 21 de outubro de 2002. 2009.99.GONÇALVES, J. S. . TT06-2 Consolidação da legislação paulista de uso do solo: Lei Nº 6.171, de 4 de julho de 1988 alterações posteriores. 2009.100.GONÇALVES, J. S. . TT06-3 Exposição de Motivos e Proposta de Projeto de Lei de subvenção econômica aos produtores rurais para dispêndios nas microbacias hidrográficas e na formalização de contratos de opções, alterando a legislação do FEAP. 2009.101.GONÇALVES, J. S. . TT06-4 Valorização cambial provoca queda da renda agropecuária. 2009.102.GONÇALVES, J. S. . TT06-5 Crise econômica e as diretrizes da nova política para a agricultura brasileira. 2009.103.GONÇALVES, J. S. . TT05-1 Nota Técnica sobre a situação orçamentária do Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP) no Exercício 2009. 2009.104.GONÇALVES, J. S. . TT05-2 Proposta de enquadramento jurídico propugnado para o Projeto Financiamento do Custeio Agropecuário Atrelado a Contrato de Opção. 2009.105.GONÇALVES, J. S. . TT05-3 Analise do Parecer da Coordenadoria de Planejamento Orçamentário da Secretaria de Economia e Planejamento sobre o Anteprojeto de Lei que dispõe sobre subvenções econômicas no âmbito do projeto microbacias hidrográficas. 2009.106.GONÇALVES, J. S. . TT04-1 Reprogramação de Recursos Orçamentários Face às Novas Estratégias do Programa Risco Sanitário Zero. 2009.107.GONÇALVES, J. S. . TT04-2 Proposta de Enquadramento Orçamentário para o Projeto Financiamento do Custeio Agropecuário Atrelado a Contrato de Opção. 2009.108.GONÇALVES, J. S. . TT04-3 Proposta de Realocação dos Recursos Disponíveis do Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP) para atendimento de prioridades programáticas. 2009.109.GONÇALVES, J. S. . TT03-1Análise da Agropecuária Brasileira, Propostas para o Plano de Safra 2009/2010 e a Nova Política Setorial. 2009.110.GONÇALVES, J. S. . TT02-1 Análise das ponderações da Consultoria Jurídica da Pasta sobre o projeto financiamento do custeio agropecuário atrelado a contrato de opção (parecer CJ/SAA nº. 043/2009). 2009.111.GONÇALVES, J. S. . TT01-1 Análise da Lei Orçamentária Anual 2009 - Lei nº 13.289 de 22 de dezembro de 2009: Impactos na programação da Secretaria de Agricultura e Abastecimento. 2009.112.GONÇALVES, J. S. . TT02-2 Exportações de carnes e exportações totais São Paulo e Brasil para os Emirados Árabes 2007e 2008. 2009.113.GONÇALVES, J. S. . TT02-1 Prevalência da legislação ambiental federal e exigência de EIA-RIMA: quando a preservação do meio ambiente coloca em risco a possibilidade da sobrevivência humana. 2008.114.GONÇALVES, J. S. . TT01-1 Secretaria de Agricultura e Abastecimento 2006: Relatório Anual das ações Governo de São Paulo para o desenvolvimento do agronegócio paulista. 2007.115.GONÇALVES, J. S. . TT01-1 Secretaria de Agricultura e Abastecimento 2005: Relatório Anual das ações Governo de São Paulo para o desenvolvimento do agronegócio paulista. 2006.116.GONÇALVES, J. S. . TT02-1 Subvenção econômica do prêmio do seguro rural: uma proposta para a agropecuária paulista. 2000.117.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. ; AMARO, Antonio. A. . TT02-1 Plano de ação para o Instituto de Economia Agrícola. 1989.118.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; CARVALHO, F.C . TT10-1 Política Editorial do Instituto de Economia Agrícola. 1989.119.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. ; AMARO, Antonio. A. ; VEIGA FILHO, Alceu A. . TT10-1 Programa de Pesquisa Agropecuária do Instituto de Economia Agrícola. 1989.120.AMARO, Antonio. A. ; TSUNECHIRO, A. ; MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . TT08-1 Prognóstico Agrícola 1989/ 90: Algodão, Amendoim, Arroz, Batata, Cebola, Feijão, Mandioca, Milho e Soja. 1989.121.AMARO, Antonio. A. ; TSUNECHIRO, A. ; GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. ; VEIGA FILHO, Alceu A. . TT11-1 Prognóstico Agrícola 1989/ 90: Café, Cana-de-açúcar, Banana, Laranja, Pecuária de Corte, Pecuária de Leite, Suinocultura e Avicultura. 1989.122.NOGUEIRA JR, S. ; AMARO, Antonio. A. ; MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. ; VEIGA FILHO, Alceu A. . TT12-1 Programa de Pesquisa Agropecuária do Instituto de Economia Agrícola 1989. 1989.123.MARTIN, N. B. ; VEIGA FILHO, Alceu A. ; GONÇALVES, J. S. ; RESENDE, J. V. . TT01-1 Programa da Pesquisa Agropecuária 1988. 1989.124.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT01-1 Pesquisa Agropecuária: Atividades e resultados em 1987. 1988.125.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT02-1 Pesquisa Agropecuária: tecnologias e apoio à modernização rural. 1988.126.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT04-1 Destaques da Pesquisa Agropecuária em 1988. 1988.127.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT06-1 Pesquisa Agropecuária: Atividades e Resultados em 1986. 1987.128.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT03-2 Programa da Geração de Tecnologia. 1987.129.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT03-1 Programa de Difusão de Tecnologia. 1987.130.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT02-1 Contribuição da Pesquisa Agropecuária: CPA 1985. 1986.131.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT02-1 Contribuição da Pesquisa Agropecuária CPA-1984. 1985.132.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT03-1 Contribuição da Pesquisa Agropecuária: Atuação da CPA em 1983. 1984.133.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT01-1 Programa de Difusão de Tecnologia da Coordenadoria da Pesquisa Agropecuária. 1984.134.MARTIN, N. B. ; GONÇALVES, J. S. . TT03-1 Programa Trienal de Pesquisa Agropecuária 1984/87. 1983.135.GONÇALVES, J. S. ; MARTIN, N. B. . TT06-1 Programa Cooperativo de Testes Regionais CPA/ CATI. 1983. Demais tipos de produção técnica1.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no ano de 2011. 2012. (estatísticas de comércio exterior).2.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no ano de 2010. 2011. (estatísticas de comércio exterior).3.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no primeiro trimestre de 2011. 2011. (estatísticas de comércio exterior).4.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no primeiro semestre de 2011. 2011. (estatísticas de comércio exterior).5.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de janeiro a setembro de 2011. 2011. (estatísticas de comércio exterior).6.GONÇALVES, J. S. ; VICENTE, J. R. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no primeiro semestre de 2010. 2010. (estatísticas de comércio exterior).7.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no ano de 2009. 2010. (estatísticas de comércio exterior).8.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira do Primeiro Trimestre de 2010. 2010. (estatísticas de comércio exterior).9.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de janeiro a setembro de 2010. 2010. (estatísticas de comércio exterior).10.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no ano de 2008. 2009. (estatísticas de comércio exterior).11.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no Primeiro Trimestre de 2009. 2009. (estatísticas de comércio exterior).12.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no Primeiro Semestre de 2009. 2009. (estatísticas de comércio exterior).13.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de Janeiro a setembro de 2009. 2009. (estatísticas de comércio exterior).14.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no ano de 2007. 2008. (estatísticas de comércio exterior).15.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de 2008 janeiro a março. 2008. (estatísticas de comércio exterior).16.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no primeiro semestre de 2008. 2008. (estatísticas de comércio exterior).17.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de Janeiro a setembro de 2008. 2008. (estatísticas de comércio exterior).18.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no ano de 2006. 2007. (estatísticas de comércio exterior).19.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de 2007 - Primeiro trimestre. 2007. (estatísticas de comércio exterior).20.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no primeiro semestre de 2007. 2007. (estatísticas de comércio exterior).21.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira, janeiro a setembro de 2007. 2007. (estatísticas de comércio exterior).22.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no ano de 2005. 2006. (estatísticas de comércio exterior).23.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no primeiro trimestre de 2006. 2006. (estatísticas de comércio exterior).24.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no primeiro semestre de 2006. 2006. (estatísticas de comércio exterior).25.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de janeiro a setembro de 2006. 2006. (estatísticas de comércio exterior).26.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no ano de 2004. 2005. (estatísticas de comércio exterior).27.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no primeiro trimestre de 2005. 2005. (estatísticas de comércio exterior).28.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no primeiro semestre de 2005. 2005. (estatísticas de comércio exterior).29.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de janeiro a setembro de 2005. 2005. (estatísticas de comércio exterior).30.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira em 2003. 2004. (estatísticas de comércio exterior).31.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira, Janeiro a Março de 2004. 2004. (estatísticas de comércio exterior).32.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de Janeiro a Junho de 2004. 2004. (estatísticas de comércio exterior).33.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de Janeiro a Setembro de 2004. 2004. (estatísticas de comércio exterior).34.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira em 2002. 2003. (estatísticas de comércio exterior).35.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no Primeiro Trimestre de 2003. 2003. (estatísticas de comércio exterior).36.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no Primeiro Semestre de 2003. 2003. (estatísticas de comércio exterior).37.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de Janeiro a Setembro de 2003. 2003. (estatísticas de comércio exterior).38.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC01-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de janeiro a dezembro de 2001. 2002. (estatísticas de comércio exterior).39.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira , Janeiro a março de 2002. 2002. (estatísticas de comércio exterior).40.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira, Janeiro a junho de 2002. 2002. (estatísticas de comércio exterior).41.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira, Janeiro a Setembro de 2002. 2002. (estatísticas de comércio exterior).42.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC04-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no Primeiro Trimestre de 2001. 2001. (estatísticas de comércio exterior).43.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC07-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira no Primeiro Semestre de 2001. 2001. (estatísticas de comércio exterior).44.VICENTE, J. R. ; GONÇALVES, J. S. . BC10-1 Tabelas de resultados do comércio exterior das agriculturas paulista e brasileira de janeiro a setembro de 2001. 2001. (estatísticas de comércio exterior).

Bancas Participação em bancas examinadoras Dissertações1.CANO, W.; MACIEL, C.S.; PAIVA, C.C de; GONÇALVES, J. S.. Participação em banca de FELIPE CABOCLO COLANTONIO. Região Metropolitana da Baixada Santista: Transformações Recentes. 2009. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Econômico) - Universidade Estadual de Campinas.2.BOTELHO Fº, F.B.; MEDEIROS, J.X de; CONTINI, E.; GONÇALVES, J. S.. Participação em banca de DORA ISABEL MURILLO HERNANDEZ. Efeitos da produção de biocombustíveis na produção agropecuária do Brasil. 2008. Dissertação (Mestrado em Faculdade de agronomia e medicina veterinária) - Universidade de Brasília.3.EID, F.; GONÇALVES, J. S.. Participação em banca de GILMAR LAFORGA. Processo de trabalho agrícola: a degradação do trabalho no campo pós 1965 na região de São José do Rio Preto (SP). 1999. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de São Carlos.4.CARDOSO, J. L.; FIGUEIREDO, J. O.; GONÇALVES, J. S.. Participação em banca de MARCOS ROBERTO ESCOBAR. Diferenças e Similaridades no Complexo Citrícola: Suco Concentrado, Suco Natural e Citros de Mesa. 1998. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Estadual de Campinas.5.EID, F.; GONÇALVES, J. S.. Participação em banca de GILMAR LAFORGA. Processo de trabalho agrícola: a degradação do trabalho no campo pós 1965 na região de São José do Rio Preto (SP). 1998. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de São Carlos.6.CARDOSO, J. L.; FIGUEIREDO, J. O.; GONÇALVES, J. S.. Participação em banca de Marcos Roberto Escobar. Diferenças e similaridades no complexo citrícola paulista suco concentrado, pasteurizado, natural e laranja de mesa. 1997. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Estadual de Campinas. Teses de doutorado1.MAMIGONIAN, A.; SCARLATO, F.C.; BENITES, M.G.; GONÇALVES, J. S.; MARTIN, A.R.. Participação em banca de Domingos Sávio Corrêa. Fusões e aquisições nos segmentos carne bovina, óleo de soja e sucroalcooleiro. 2012. Tese (Doutorado em Geografia (Geografia Humana)) - Universidade de São Paulo.2.ESPÍNDOLA, C.J.; BASTOS, J.M; MAMIGONIAN, A.; SAMPAIO, F. dos S.; GONÇALVES, J. S.. Participação em banca de MARGARIDA DE CASSIA CAMPOS. A Embrapa-Soja em Londrina-PR e a pesquisa agrícola de um país moderno. 2010. Tese (Doutorado em Curso de Doutorado em Geografia) - Universidade Federal de Santa Catarina.3.MAMIGONIAN, A.; ESPÍNDOLA, C.J.; GONÇALVES, J. S.; MARTIN, A.R.; OLIVEIRA, O.U. de. Participação em banca de MARLON CLOVIS MEDEIROS. Geografia econômica do setor agroalimentar : recursos ociosos, investimentos e dinâmica cíclica (1990-2005). 2009. Tese (Doutorado em Geografia (Geografia Humana)) - Universidade de São Paulo. Qualificações de doutorado1.MAMIGONIAN, A.; BARBOSA, W.do N.; GONÇALVES, J. S.; OLIVEIRA, A.U. e; ESPÍNDOLA, C.J.. Participação em banca de MARLON CLOVIS MEDEIROS. Geografia econômica do setor agroalimentar : recursos ociosos, investimentos e dinâmica cíclica (1990-2005). 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Geografia (Geografia Humana)) - Universidade de São Paulo.2.TERESO, M.J.A.; GONÇALVES, J. S.. Participação em banca de ESTELA LUTERO ALVES TAVARES. C Market: Classificação, Remuneração e Qualidade do café. 2001. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Estadual de Campinas.3.CARDOSO, J. L.; GONÇALVES, J. S.. Participação em banca de CELSO DA COSTA CARRER. A pecuária de Corte e o Complexo de Carnes no Brasil: Reestruturação Produtiva e a Emergência de Mercados Alternativos. 1998. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Estadual de Campinas. Participação em bancas de comissões julgadoras Concurso público1.BOTELHO Fº, F.B.; GROSSI, M.E. Del; GONÇALVES, J. S.. Membro da Banca Examinadora do Concurso Público para Provimento de Vaga no Cargo de Professor Adjunto da Universidade de Brasília (UnB)- Campus de Planaltina (DF). 2009. Universidade de Brasília.2.GONÇALVES, J. S.. Membro da Banca Examinadora do Concurso Público para a Classe de Técnico de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica na Área de Editoração Científica. 1993.3.GONÇALVES, J. S.. Membro da Banca Examinadora do Concurso Público para a Classe de Assistente Técnico de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica na Área de Divulgação em Ciência e Tecnologia. 1993. Instituto de Economia Agrícola.4.GONÇALVES, J. S.. Membro da Banca Examinadora do Concurso Público para a Classe de Assistente Técnico de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica na Área de Economia Rural, Sub-área Analise Econômica. 1993. Instituto de Economia Agrícola. Outras participações1.GONÇALVES, J. S.. Membro da Comissão Técnica e Científica do Prêmio Peter Murányi 2004- Alimentação. 2004. Fundação Peter Murányi.2.GONÇALVES, J. S.. Membro do Grande Juri do Prêmio Santista 2000. 2000. Fundação Santista.


Eventos

 Participação em eventos

 

1.II CONFERÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO (II CODE).Agricultura brasileira como mosaico de realidades regionais com dinâmicas diferenciadas: o sentido das transformações estruturais. 2011. (Congresso).

 

2.DEBATES FUNDAP.Questão ambiental como questão agrária: na busca da essência para mais além da aparência da crítica da agricultura brasileira. 2011. (Seminário).

 

3.1ºSIMPÓSIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA da UNESP- REGISTRO.Pesquisa & desenvolvimento e história dos agronegócios brasileiros: contribuições, mudanças estruturais e perspectivas. 2011. (Simpósio).

 

4.ENCONTRO TÉCNICO COM MISSÃO DA SIMON FRASER UNIVERSITY DE BURNABY-CANADÁ.Diferenciações estruturais entre a agricultura paulista e a agricultura das demais unidades da federação brasileira. 2011. (Encontro).

 

5.ENCONTRO DIRIGENTES DA SAA.Execução orçamentária das despesas correntes: resultados acumulados até setembro de 2011. 2011. (Encontro).

 

6.XLVIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL.Rebelião na cadeia: as práticas de corrosão da coordenação (PCCs) e a crise contêmporânea na produção de laranja paulista. 2010. (Congresso).

 

7.XXXI SEMAGEO- SEMANA DE GEOGRAFIA.Agricultura brasileira em estado de crise: crise financeira, crise cambial ou desdobramentos da perene crise agrária. 2010. (Congresso).

 

8.SEMINÁRIO RISCO E GESTÃO DO SEGURO RURAL.Formulação e Execução da Política da Agricutura do Estado de São Paulo. 2010. (Seminário).

 

9.CICLO DE PALESTRAS SOBRE ECONOMIA PARANAENSE.Agricultura brasileira na primeira década do século XXI: transformações e diferenciações estruturais. 2010. (Seminário).

 

10.EVENTO TÉCNICO PARA ALUNOS DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DA UNESP-ILHA SOLTEIRA.Agricultura brasileira: estrutura e políticas públicas. 2010. (Oficina).

 

11.REUNIÃO DA CAMARA SETORIAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS.Política de seguro da agricutura do Estado de São Paulo 2000-2010. 2010. (Encontro).

 

12.CURSO AGRICULTURA PAULISTA NA BRASILEIRA: TRANSFORMAÇÃO, ESTRUTURA E POLÍTICAS PÚBLICAS.Agricultura paulista na brasileira: transformação, estrutura e políticas públicas. 2010. (Outra).

 

13.REUNIÃO DO CONSELHO TÉCNICO-CIENTÍFICO DA APTA REGIONAL.Agricultura paulista 2011-2014: condicionantes estruturais e políticas estaduais. 2010. (Outra).

 

14.Disciplina Planejamento e Desenvolvimento Econômico do CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS.O Codigo Florestal Brasileiro e as agropecuárias das zonas de colonização antiga: os impactos em São Paulo. 2010. (Outra).

 

15.ZOOTEC 2009, 19º CONGRESSO BRASILEIRO DE ZOOTECNIA E 11º CONGRESSO INTERNACIONAL DE ZOOTECNIA.Crise econômica e a nova política para a agricultura brasileira. 2009. (Congresso).

 

16.XXXIV SEMANA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA AGROPECUÁRIA (SECITAP).Crise e os preços das commodities agropecuárias. 2009. (Seminário).

 

17.ENCONTROS GRUPO DE ESTUDOS LUIZ DE QUEIRÓZ (GELQ).Crise mundial, agronegócio e o papel do Governo. 2009. (Oficina).

 

18.CURSO DE FORMAÇÃO DE ESPECIALISTA EM POLÍTICAS PÚBLICAS.Agricultura e políticas públicas paulistas. 2009. (Outra).

 

19.XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL.Impactos da recomposição da reserva legal nas unidades hidrográficas, nas unidades de gerenciamento de recursos hídricos e nos vários perfis de municípios paulistas segundo a atividade agropecuária principal. 2008. (Congresso).

 

20.IX CONGRESSO NACIONAL DE PESQUISA DE FEIJÃO.O cultivo empresarial e o impacto na segurança alimentar das populações. 2008. (Congresso).

 

21.SEMINÁRIO AGRICULTURA E SOBERANIA ALIMENTAR.Agricultura Paulista como Motor da Irradiação do Desenvolvimento: Transformações Estruturais e Produção de Riqueza. 2008. (Seminário).

 

22.CICLO DE PALESTRA SOBRE AGRONEGÓCIOS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.Gestão de Riscos e Produção Agropecuária: Seguro Rural e Títulos Financeiros. 2008. (Seminário).

 

23.WORKSHOP SOBRE IMPACTOS DA EVOLUÇÃO DO SETOR SUCROALCOOLEIRO.Impactos na Produção de Alimentos da Evolução do Setor Sucroalcooleiro Paulista. 2008. (Simpósio).

 

24.CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE DA CANA.Estrutura de mercado, formação de preços e negociações internacionais: as transações com açúcar e álcool. 2008. (Oficina).

 

25.XXXIII SEMANA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA AGROPECUÁRIA (SECITAP).Aumento dos preços mundiais dos alimentos e conseqüências para a agropecuária brasileira. 2008. (Encontro).

 

26.CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DOS AGRONEGÓCIOS.Agropecuária paulista e industrialização da agricultura: especialização regional e mudanças na composição de culturas de 1969-1971 a 2004-2006. 2008. (Outra).

 

27.XLV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL.Regulação e progresso técnico no algodão meridional brasileiro 1930-1990. 2007. (Congresso).

 

28.SEMINÁRIO GESTÃO DE RISCOS NA PRODUÇÃO E NA COMERCIALIZAÇÃO DO AGRONEGÓCIO.Novo padrão de financiamento das agro-commodities inseridas no mercado financeiro. 2007. (Congresso).

 

29.CICLO DE PALESTRA SOBRE AGRONEGÓCIOS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.Estrutura de mercado e formação de preços na agricultura dos agronegócios. 2007. (Seminário).

 

30.1º SEMINÁRIO GATEC DE GESTÃO ECONÔMICA NA AGROINDÚSTRIA.Agricultura dos agronegócio e a construção do futuro: inovação, mudanças estruturais e desafios. 2007. (Seminário).

 

31.ENCONTRO DA FAMÍLIA PRODUTORA DE MARACUJÁ DO VALE DO RIBEIRA.Mercado e oportunidades de negócios na safra de maracujá 2007-2008. 2007. (Encontro).

 

32.II SEMANA DE ENGENHARIA AGRONÔMICA.Novo Padrão de Financiamento e a tomada de decisão na agricultura de commodities. 2007. (Encontro).

 

33.III SEMANA AGRONÔMICA.Aspectos Econômicos da produção de biocombustíveis. 2007. (Encontro).

 

34.XXXII SECITAP- SEMANA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA AGROPECUÁRIA.Jaboticabal (SP). 2007. (Encontro).

 

35.CURSO SOBRE AGRICULTURA DOS AGRONEGÓCIOS E SISTEMAS DE COMERCIALIZAÇÃO.Padrão agrário, inovação e produtividade na agricultura dos agronegócios e desenvolvimento brasileiro. 2007. (Outra).

 

36.XLIV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL.Reformas Institucionais e financiamento da agropecuária. 2006. (Congresso).

 

37.I SIMPÓSIO DE MANEJO ADEQUADO DA SIGATOKA NEGRA NA CULTURA DA BANANA.Bananicultura no Estado de São Paulo, Brasil. 2006. (Congresso).

 

38.XIX EXPOVALE.Fruta da paixão: panorama econômico do maracujá no Brasil. 2006. (Seminário).

 

39.I SEMANA INTERNACIONAL DE ECONOMIA DA ESALQ-USP.Agricultura dos agronegócios e desenvolvimento brasileiro. 2006. (Seminário).

 

40.CICLO DE PALESTRAS DO IEA.Abertura de mercado, crise algodoeira e exclusão social no Brasil Meridional. 2006. (Oficina).

 

41.PALESTRA PARA MORADORES DA RUA PAULISTANA.Agricultura Brasileira: deslocamento territorial, tecnologia e desemprego. 2006. (Oficina).

 

42.WORKSHOP SOBRE ESTUDOS PROSPECTIVOS DA AGRICULTURA NA DIMENSÃO TERRITORIAL.Síntese dos principais aspectos relativos à visão de futuro na produção brasileira de proteína animal. 2006. (Encontro).

 

43.CICLO DE PALESTRAS DE NEGÓCIOS VETERINÁRIOS.Agricultura como agronegócios: transformações setoriais no desenvolvimento capitalista. 2006. (Encontro).

 

44.V INTERNATIONAL PENSA CONFERENCE ON AGRI-FOODS CHAIN/ NETWORKS ECONOMICS AND MANAGEMENT.Padrão do financiamento das agro-commodities com base nos novos títulos financeiros. 2005. (Congresso).

 

45.XLIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL.Transformação agroindustrial das exportações dos agronegócios segundo os grupos de cadeias de produção, Brasil 1997-2004. 2005. (Congresso).

 

46.CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO.Agricultura dos agronegócios: transformações setoriais no desenvolvimento capitalista. 2005. (Seminário).

 

47.PALESTRA PARA AGENTES DAS CADEIAS DE PRODUÇÃO DOS AGRONEGÓCIOS.Política cambial e a dinâmica dos agromercados de grãos e fibras: algodão, milho e soja. 2005. (Seminário).

 

48.XIII REUNIÃO ITINERANTE DE FITOSSANIDADE DO INSTITUTO BIOLÓGICO (XIII REFIB).Perspectiva econômica da banana não é negra: siga a modernidade e toca inovação. 2005. (Encontro).

 

49.CICLO DE PALESTRAS DO IEA.Agricultura dos agronegócios: transformações setoriais no desenvolvimento capitalista. 2005. (Encontro).

 

50.PALESTRA PARA MORADORES DA RUA PAULISTANA.Possibilidades de Ocupações Urbanas de Pessoas com Vivência e Experiência Rural. 2005. (Encontro).

 

51.FÓRUM DO AGRONEGÓCIO E DESENVOLVIMENTO DO VALE DO RIBEIRA.O Agronegócio e o Desenvolvimento Regional do Vale do Ribeira. 2004. (Seminário).

 

52.XIX SEMANA DE ZOOTECNIA.Políticas Públicas e Novos Mercados Para a Produção Animal. 2004. (Seminário).

 

53.1 FÓRUM SEGURANÇA NO CAMPO.Desenvolvimento dos Agronegócios e da Estrutura Patrimonial: Violência Rural para Mais Além dos Sem Terra. 2004. (Seminário).

 

54.PALESTRA PARA MORADORES DA RUA PAULISTANA III.Profissões Agrícolas em Economias Urbanas: Diversidade de Ocupações e Oportunidade de Trabalho. 2004. (Outra).

 

55.ENCONTRO TÉCNICO NA CULTURA DA BANANA: SIGATOKA NEGRA.Mercado de Banana Após a Ocorrência da Sigatoka Negra. 2004. (Outra).

 

56.PALESTRA PARA MORADORES DA RUA PAULISTANA II.Retrato da Coersão Extra-Econômica no Latifúndio Brasileiro Pré-Modernização da Agricultura. 2004. (Outra).

 

57.PALESTRA PARA MORADORES DA RUA PAULISTANA I.Histórico sobre a Questão Agrária no Desenvolvimento da Agricultura Brasileira. 2004. (Outra).

 

58.SEMINÁRIO REGIONAL SOBRE CULTIVARES DE PLANTAS FORRAGEIRAS.A parceria entre a iniciativa privada e a pesquisa oficial: considerações legais sobre a propriedade intelectual, os royalties e a co-titularidade. 2003. (Seminário).

 

59.I WORKSHOP SOBRE EMPREENDEDORISMO E AGRONEGÓCIOS.Análise e plano de desenvolvimento ao agronegócio paulista. 2003. (Seminário).

 

60.1 SEMINÁRIO SOBRE REDE ANÁLISE APTA:DISCUTINDO A REDE E A QUESTÃO DA QUALIDADE.O Sistema de Unidades Laboratoriais de Análise. 2003. (Seminário).

 

61.XVI SEMANA DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DA UNIVERSIDADE DE SOROCABA.A Situação Macroeconômica Atual e o Agronegócio. 2003. (Seminário).

 

62.IX REUNIÀO PRÓ-APRENDIZAGEM ATIVA: O BRASIL NO NOVO CENÁRIO AGRÍCOLA MUNDIAL.Perfil do Profissional para Atender aos Desafios da Agricultura Paulista. 2003. (Encontro).

 

63.10ª REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BOTÂNICA.Sustentabilidade das ações ambientais no serviço público. 2003. (Encontro).

 

64.10ª REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BOTÂNICA.Sustentabilidade das ações ambientais no serviço público. 2003. (Encontro).

 

65.CICLO DE PALESTRAS INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL.Transgênicos: Fugindo de um novo processo contra Galileu. 2003. (Outra).

 

66.FÓRUM DE SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DE AGRICULTURA.Políticas Públicas para o Desenvolvimento Rural: Pesquisa Agropecuária. 2003. (Outra).

 

67.VII CONGRESSO BRASILEIRO DE MARKETING RURAL. 2002. (Congresso).

 

68.24ª SEMANA DA CITRICULTURA.Reorganização da APTA. 2002. (Congresso).

 

69.SEMINÁRIO SOBRE O AGRONEGÓCIO E O MERCADO EXTERNO: DOHA E O PÓS-DOHA DA NEGOCIAÇÃO COMERCIAL INTERNACIONAL. 2002. (Seminário).

 

70.REUNIÃO PARA DISCUSSÃO DO TEMA : O CRESCIMENTO DA AGRICULTURA PAULISTA E AS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS NUMA PERSPECTIVA DE LONGO PRAZO. 2002. (Seminário).

 

71.II SEMANA DE ADMINISTRAÇÃO DE ITAPEVA.Agronegócio como Desenvolvimento regional. 2002. (Seminário).

 

72.CICLO DE SEMINÁRIOS PROPOSTAS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO MUNICÍPIO.Agricultura Sustentável. 2002. (Seminário).

 

73.VIII REUNIÀO PRÓ-APRENDIZAGEM.A formação do Profissional Esalqueano e a sua Inserção no Mercado de Trabalho. 2002. (Seminário).

 

74.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO EXTREMO OESTE.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região Extremo Oeste Paulista. 2002. (Oficina).

 

75.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO MÉDIO PARANAPANEMA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Médio Paranapanema. 2002. (Encontro).

 

76.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO LESTE PAULISTA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Leste Paulista. 2002. (Encontro).

 

77.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO SUDOESTE PAULISTA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Sudoeste Paulista. 2002. (Encontro).

 

78.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO CENTRO NORTE.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Centro Norte Paulista. 2002. (Encontro).

 

79.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO VALE DO RIBEIRA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Vale do Ribeira. 2002. (Encontro).

 

80.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO VALE DO PARAÍBA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Vale do Paraíba. 2002. (Encontro).

 

81.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO CENTRO OESTE.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Centro Oeste Paulista. 2002. (Encontro).

 

82.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO CENTRO SUL.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região do Centro Sul Paulista. 2002. (Encontro).

 

83.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DA ALTA MOGIANA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região da Alta Mogiana. 2002. (Encontro).

 

84.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DA ALTA SOROCABANA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região da Alta Sorocabana. 2002. (Encontro).

 

85.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO CENTRO LESTE.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região Centro Leste Paulista. 2002. (Encontro).

 

86.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO NORDESTE PAULISTA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região Nordeste Paulista. 2002. (Encontro).

 

87.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DA ALTA PAULISTA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região da Alta Paulista. 2002. (Encontro).

 

88.WORKSHOP PÓLOS REGIONAIS: INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO NOROESTE PAULISTA.Agronegócio regional e inovação: agenda para o desenvolvimento da região da Noroeste Paulista. 2002. (Encontro).

 

89.SEMINÁRIO MECANISMOS DE AGREGAÇÃO DE VALOR ÀS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS. 2001. (Seminário).

 

90.23ª SEMANA DA CITRICULTURA.Conhecimento aplicado aos gargalos da cadeia de produção citrícola: ações da APTA. 2001. (Seminário).

 

91.I SIMPÓSIO RUMOS DA AGRICULTURA CAPIXABA.Megatendências Mundiais na Agricultura. 2001. (Simpósio).

 

92.I FÓRUM DO SEGURO AGRÍCOLA. 2001. (Oficina).

 

93.XIIª RIMSA - REUNIÃO INTERAMERICANA A NÍVEL MINISTERIAL SOBRE SAÚDE E AGRICULTURA. 2001. (Encontro).

 

94.REUNIÃO TÉCNICA APTA EMBRAPA.Programas e prioridades de pesuisa de interesse comum na agropecuária paulista. 2001. (Encontro).

 

95.CONGRESSO ABIPTI 2000.Instituição APTA: Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios. 2000. (Congresso).

 

96.I WORKSHOP MÉTODOS DE AVALIAÇÃO DE IMPACTOS DA PESQUISA.Alternativas metodológicas para avaliação de C&T. 2000. (Seminário).

 

97.II SEMINÁRIO MERCOSUL PARA A INDÚSTRIA ALIMENTÍCIA DUPONT/ITAL. 2000. (Seminário).

 

98.II SEMINÁRIO SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO E O MERCADO EXTERNO: O pós-Seatle.Agência de Comércio Exterior do Agronegócio de São Paulo (AGROEXPORT). 2000. (Seminário).

 

99.SIMPÓSIO DE CAFÉ IAC- BRASIL 500 ANOS.Café de Família: lavoura competitiva de alta produtividade e qualidade superior. 2000. (Simpósio).

 

100.XVI DIA DE CAMPO DE FEIJÃO.Feijão Carioca: Produzido pela Inteligência Paulista. 2000. (Oficina).

 

101.SEMINÁRIO INSTITUTOS DE PESQUISA DO ESTADO DE SÃO PAULO.A Experiência da SAA na Criação do Conselho Superior de Pesquisa Agropecuária e o Decreto Estadual n 44.226 de 03/09/99 que reorganiza o mesmo e cria a Coordenadoria da Pesquisa dos Agronegócios. 1999. (Seminário).

 

102.SEMINÁRIO SOBRE FRUTICULTURA.Globalização do mercado de frutas: Perspectivas de comercialização e potencialidades. 1999. (Seminário).

 

103.SEMINÁRIO OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS EM ITANHAÉM: SETOR AGROPECUÁRIA.Bananicultura e Desenvolvimento Local em Itanhaém. 1999. (Seminário).

 

104.2ª FESTA DO ABACAXI.Agronegócio do abacaxi. 1999. (Seminário).

 

105.VI FESTA DO DIA DO AGRICULTOR.Desvalorização do Câmbio e Agricultura. 1999. (Seminário).

 

106.XV DIA DE CAMPO DE FEIJÃO.Impacto da Desvalorização Cambial na Produção de Feijoeiro. 1999. (Oficina).

 

107.REUNIÃO CIENTÍFICA DO INSTITUTO BIOLÓGICO.A Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios. 1999. (Oficina).

 

108.CURSO O AGRONEGÓCIO É O NEGÓCIO DO ESTADO DE SÃO PAULO.A Agricultura no Mundo, Mercados e as Cadeias de Produção. 1999. (Oficina).

 

109.1º ENCONTRO DE FRUTICULTURA DE PINDAMONHANGABA.Comercialização de Frutas. 1999. (Encontro).

 

110.ENCONTRO REGIONAL SOBRE COMERCIALIZAÇÃO DE MANGAS.Comercialização de Mangas. 1999. (Encontro).

 

111.XV CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA.Produção Brasileira de Banana: Transformações produtivas e a decadência da 'fruticultura extrativista'. 1998. (Congresso).

 

112.WORKSHOP PARA VALIDAÇÃO DO PDU DA EMBRAPA ALGODÃO.Avaliação do Plano Estratégico da EMBRAPA ALGODÃO. 1998. (Seminário).

 

113.II SEMINÁRIO NACIONAL DE MELHORAMENTO ANIMAL.Mecanismos de Integração na Cadeia de Produção de Carne Bovina: Uma Breve Discussão da Importância e dos Obstáculos ao seu Desenvolvimento no Caso do Brasil. 1998. (Seminário).

 

114.SEMINÁRIOS DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO.Dilemas da Agricultura Modernizada de Forma Conservadora: Obstáculos Estruturais para um Novo Ciclo de Expansão. 1998. (Seminário).

 

115.1º SEMINÁRIO SOBRE A CULTURA DO ABACAXI.As perspectivas do Abacaxi no Mercado Interno e no MERCOSUL. 1998. (Seminário).

 

116.WORKSHOP AGROINDÚSTRIA CANAVIEIRA E O NOVO AMBIENTE INSTITUCIONAL: OPORTUNIDADES E DESAFIOS.Progresso Técnico numa Sociedade de Iniquidades: Avanço da Modernização e da Exclusão Social na Produção Canavieira Paulista nos anos 90. 1998. (Simpósio).

 

117.III SEMANA DA CANA-DE AÇÚCAR DE PIRACICABA (SECAPI 98).Alternativas Econômicas Para as Áreas à Colheita Mecanizada da Cana-de-Açúcar, na Região de Piracicaba (SP). 1998. (Encontro).

 

118.I ENCONTRO DA CULTURA DO ALGODÃO DO CONE SUL.Propostas do Setor Algodoeiro. 1998. (Encontro).

 

119.IV ENCONTRO DE CITRICULTURA.Perspectivas Atuais do Mercado Interno e Externo de Citros. 1998. (Encontro).

 

120.XV REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BIOLÓGICO (RAIB).Panorama Econômico Recente da Agropecuária Paulista. 1998. (Outra).

 

121.CICLO DE PALESTRAS EM CITRICULTURA.Frutas Cítricas para o Mercado Interno: perspectivas de mudanças estruturais. 1998. (Outra).

 

122.CURSO COMERCIALIZAÇÃO DE FRUTAS E O PAPEL DO COOPERATIVISMO NO SISTEMA DE PRODUÇÃO DE FRUTAS.Comercialização de Frutas no Mercado Interno. 1998. (Outra).

 

123.DIA RURAL SOBRE NOVAS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO.Globalização da Agricultura: ameaças e oportunidades. 1998. (Outra).

 

124.REUNIÃO DO GRUPO FITOTÉCNICO DE CANA-DE-AÇÚCAR.Simulações dos efeitos da proibição da queima da cana na área cultivada e na demanda pela força de trabalho. 1998. (Outra).

 

125.XXXV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL.Abertura do Mercado e Crise do Algodão Brasileiro nos anos 90. 1997. (Congresso).

 

126.2º CONGRESSO BRASILEIRO DE ADMNISTRAÇÃO RURAL.Macã Brasileira: setor em dificuldades. 1997. (Congresso).

 

127.5º CONGRESSO BRASILEIRO DE DIREITO DO TRABALHO RURAL.Aspectos Jurídicos e Sociais da Reforma Agrária. 1997. (Congresso).

 

128.WORKSHOP SOBRE ECONOMIA DO AGRIBUSINESS.Políticas públicas para agricultura. 1997. (Seminário).

 

129.SEMINÁRIO SOBRE A PROIBIÇÃO DA QUEIMA DE CANA PARA INDUSTRIA.Impactos Sobre da Proibição da Queima de Cana sobre a Produção e o Emprego no Estado de São Paulo. 1997. (Seminário).

 

130.SEMINÁRIO SOBRE ATIVIDADES AGROPECUÁRIAS COMPLEMENTARES AO CULTIVO DA CANA DE AÇUCAR PARA OS PRODUTORES RURAIS DE PIRACICABA.Piracicaba (SP). 1997. (Seminário).

 

131.SEMINÁRIO ALTERNATIVAS DE FINACIAMENTO PARA O PEQUENO E MÉDIO PRODUTOR.Esgotamento das Políticas Massivas de Credito Rural Subsidiado. 1997. (Seminário).

 

132.VIII SEMINÁRIO DE MERCADOS FUTUROS AGROPECUÁRIOS: ALGODÃO E BOI.Mercado de algodão em pluma numa economia aberta, Brasil 1990-96. 1997. (Simpósio).

 

133.WORKSHOP SOBRE POLÍTICAS PÚBLICAS.Financiamento do Investimento na Agricultura. 1997. (Simpósio).

 

134.REUNIÃO TÉCNICA DO GRUPO REGIONAL DE TECNOLOGIA DA PRODUÇÃO DE UVA.Possibilidades da Uva Niagara num Mercado Globalizado. 1997. (Encontro).

 

135.XIII DIA DE CAMPO DE FEIJÃO.Cadeia de Produção do Feijão. 1997. (Encontro).

 

136.REUNIÃO TÉCNICA DA ORGANIZAÇÃO DOS PLANTADORES DE CANA DO ESTADO DE SÃO PAULO (ORPLANA.Impactos Sobre da Proibição da Queima de Cana sobre a Produção e o Emprego no Estado de São Paulo. 1997. (Encontro).

 

137.REUNIÃO TÉCNICA SOBRE COMPETITIVIDADE DAS CADEIAS DE PRODUÇÃO DA AGRICULTURA,.Competitividade de Algumas Cadeias Produtivas da Agricultura Paulista. 1997. (Encontro).

 

138.I CICLO DE PALESTRAS PARA ATUALIZAÇÃO DE TÉCNICOS E PRODUTORES DE ALGODÃO, FEIJÃO, MILHO E SOJA.Competitividade da cotonicultura brasileira face à nova ordem econômica. 1997. (Encontro).

 

139.Iº SEMINÁRIO DE PRODUÇÃO RURAL: ALTERNATIVAS PARA O SUDOESTE PAULISTA.Retomar a Produção Brasileira de Algodão em Bases Competitivas Não é Somente Aumentar o Plantio. 1997. (Encontro).

 

140.IV FESTA DO DIA DO AGRICULTOR.Perspectivas Agrícolas das Principais Culturas Regionais. 1997. (Outra).

 

141.PAINEL REGIONAL SAFRA 1997/98.Conjuntura Nacional para a Safra 1997/98. 1997. (Outra).

 

142.XIV CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA.Brasil frente às restrições ao livre comércio mundial de frutas: distância entre a promessa e a realidade. 1996. (Congresso).

 

143.XXI SEMANA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA AGROPECUÁRIA (XXI SECITAP).MERCOSUL e Transformações do Agribusiness Brasileiro. 1996. (Seminário).

 

144.SEMINÁRIO SOBRE MODERNIZAÇÃO NA AGROINDÚSTRIA: ALTERAÇÕES NO MUNDO DO TRABALHO E IMPLICAÇÕES NA MIGRAÇÃO.Paradoxos da Agricultura Brasileira e Integração no MERCOSUL. 1996. (Seminário).

 

145.EVENTOS REGIONAIS DE DEBATE DO PLANO DE SAFRA 1996/97- CICLO DE ARAÇATUBA.Prognóstico econômico e tecnologia de produção de algodão, arroz, feijão, milho e soja. 1996. (Seminário).

 

146.EVENTOS REGIONAIS DE DEBATE DO PLANO DE SAFRA 1996/97- CICLO DE ITUVERAVA.Prognóstico econômico e tecnologia de produção de algodão, arroz, feijão, milho e soja. 1996. (Seminário).

 

147.EVENTOS REGIONAIS DE DEBATE DO PLANO DE SAFRA 1996/97- CICLO DE CAMPINAS.Prognóstico econômico e tecnologia de produção de algodão, arroz, feijão, milho e soja. 1996. (Seminário).

 

148.CICLO INTERNACIONAL DE PALESTRAS DE CURITIBA.Agricultura brasileira no Mercosul e no cenário internacional. 1996. (Simpósio).

 

149.PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS-GRADUADOS EM ECONOMIA POLÍTICA.Agricultura no Processo de Desenvolvimento: Uma Crítica à Formulação Tradicional. 1996. (Oficina).

 

150.DEBATE SOBRE A AGRICULTURA PAULISTA.Regionalização, Substituição de Culturas e Competitividade da Agricultura Paulista. 1996. (Oficina).

 

151.XXII EXPOSIÇÃO AGROPECUÁRIA DE MONTES CLAROS (MG).Perspectivas da Fruticultura Tropical Brasileira: os descaminhos da bananicultura. 1996. (Oficina).

 

152.I ENCONTRO DOS PEQUENOS AGRICULTORES DE ITABERÁ (SP).Crise e Perspectivas da Agricultura Brasileira. 1996. (Encontro).

 

153.XXXIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL.Mudanças no Padrão de Financiamento Agroindustrial e Rural: Duas Experiências Recentes. 1995. (Congresso).

 

154.17ª SEMANA DE CITRICULTURA.Mercado Internacional para Frutas Cítricas "in natura". 1995. (Seminário).

 

155.SEMINARIO MODERNIZAÇÃO E EXCLUSÃO SOCIAL NO SETOR CANAVIEIRO.Salarios, Emprego e Sazonalidade na Agricultura: A dura face da Exclusão. 1995. (Seminário).

 

156.XIX CONGRESSO PAULISTA DE AGRONOMIA.Qualidade do Produto na Agricultura: Condicionantes Gerais da Adoção na Realidade Brasileira. 1995. (Seminário).

 

157.WORKSHOP SOBRE POLÍTICAS PÚBLICAS.Financiamento da Agroindustria e da Agropecuária: Analise de dois planos governamentais recentes. 1995. (Seminário).

 

158.22º ENCONTRO DO CENTRO DE ESTUDOS RURAIS E URBANOS (CERU).Da Posse ao Fundo do Poço: Migração Sazonal de Lavradores da Chapada Diamantina do Estado da Bahia para Trabalhar na Construção Civil Paulistana. 1995. (Encontro).

 

159.ENCONTRO DOS ENGENHEIROS AGRONOMOS DO SUDOESTE PAULISTA.Alternativas para o Desenvolvimento da Agricultura do Sudoeste Paulista. 1995. (Encontro).

 

160.ENCONTRO REGIONAL DO ALGODÃO DO MÉDIO VALE DO PARANAPANEMA.Competitividade do Algodão: Mercado Mundial, Nacional e Possibilidades do Vale do Paranapanema. 1995. (Encontro).

 

161.ENCONTRO CENÁRIOS PARA A SAFRA 1995/96.Algodão: Situação e Perspectivas para a Safra 1995/96. 1995. (Encontro).

 

162.ENCONTRO DE DEBATES DO CENTRO DEMOCRÁTICO DOS ENGENHEIROS.Reforma Agrária, Movimento dos Sem Terra e Realidade Brasileira. 1995. (Encontro).

 

163.II SEMINÁRIO SUL-BRASILEIRO DE BANANICULTURA.Mercado Internacional e Produção de Bananas: A Estrutura Produtiva e Comercial do Complexo Bananeiro Mundial. 1994. (Seminário).

 

164.XVI SEMANA DA CIENCIA E TECNOLOGIA AGROPECUÁRIA (SECITAP).Análises da Estrutura de Mercado e Formação de Preços da Agricultura: Mercado Brasileiro e Comércio Internacional. 1994. (Seminário).

 

165.16ª SEMANA DE CITRICULTURA.Produção e Comercialização de Laranja de Mesa no Estado de São Paulo. 1994. (Seminário).

 

166.III SEMINÁRIO FRANCO-BRASILEIRO:.Mudanças Recentes no Padrão de Financiamento Agroindustrial e Rural: Impactos Sobre o Investimento. 1994. (Seminário).

 

167.7ª REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BIOLÓGICO (7ª RAIB).Instituto de Economia Agrícola (IEA): Avaliação e Perspectivas. 1994. (Seminário).

 

168.SEMINÁRIO DE PESQUISA DO CURSO DE POS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA POLÍTICA.Crise Econômica e Cooperativismo Agrícola: Uma Discussão Sobre os Condicionantes das Dificuldades Financeiras da Cooperativa Agrícola de Cotia (CAC). 1994. (Seminário).

 

169.CICLO DE PALESTRAS SOBRE A CULTURA DA BANANA.Mercado Interno e Externo Banana. 1994. (Oficina).

 

170.XV CONGRESSO PAULISTA DE AGRONOMIA. 1993. (Congresso).

 

171.1ª SEMANA SOCIAL.Desenvolvimento Econômico para o Social. 1993. (Seminário).

 

172.REUNIÃO DA CÂMARA SETORIAL DE ALGODÃO.Crise da Cotonicultura Nacional e as Perspectivas para a Safra 1993/94. 1993. (Seminário).

 

173.ENCONTRO DA CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS DOMINICANAS.Divida Externa Brasileira: Constrangimentos Internos e Externos. 1993. (Seminário).

 

174.I FÓRUM DE DEBATES DA ÁREA DE ANÁLISE ECONÔMICA. 1993. (Simpósio).

 

175.IV SIMPÓSIO NACIONAL DE BANANICULTURA.O Mercado Mundial e a Produção de Bananas: A Estrutura Produtiva e Comercial dos Paises Latino-americanos. 1993. (Simpósio).

 

176.OFICINA PREPARATÓRIA DA 1ª SEMANA SOCIAL.A Questão Agrária e as Crises Brasileiras Recentes. 1993. (Oficina).

 

177.DIA DE CAMPO DE FEIJÃO. 1993. (Encontro).

 

178.IV REUNIÃO NACIONAL DE PESQUISA DE FEIJÃO.Pesquisa Agropecuária e Difusão de Tecnologia para Produtos Alimentares: O Desempenho Técnico da Produção de Feijão em Itaberá (SP). 1993. (Encontro).

 

179.III ENCONTRO DE BANANICULTORES DO VALE DO RIBEIRA.Estatísticas da Bananicultura. 1993. (Encontro).

 

180.I ENCONTRO REGIONAL DE TÉCNICOS E PRODUTORES DE ALGODÃO SAFRA 93/94.conomia de Mercado: Preço Interno e Preço Externo de Algodão em Pluma. 1993. (Encontro).

 

181.IIº ENCONTRO NACIONAL SOBRE TRABALHO SAZONAL.Mobilidade do Trabalho e Política Agrícola e Agrária. 1993. (Encontro).

 

182.II CICLO DE PALESTRAS AGROPECUÁRIAS.Expectativas Safra e de Mercados Agrícolas do Ano 1992/93. 1992. (Encontro).

 

183.PRIMEIRO ENCONTRO SOBRE ARRENDAMENTO AGRÍCOLA NO ESTADO DE SÃO PAULO.Arrendamento e Desenvolvimento Agrícola. 1990. (Encontro).

 

184.SEMINÁRIO SOBRE DIMENSÃO SÓCIO-ECONÔMICA DA AGRICULTURA. 1988. (Seminário).

 

185.XII SIMPÓSIO NACIONAL DE PESQUISA DE ADMINISTRAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA.A Questão Atual da Relação Agropecuária/Extensão Rural em São Paulo. 1987. (Simpósio).

 

186.CICLO DE ESTUDO SOBRE MECANIZAÇÃO AGRÍCOLA. 1986. (Seminário).

 

187.VIII SEMANA DE CITRICULTURA. 1986. (Simpósio).

 

188.REVISÃO TÉCNICA SOBRE ZONEAMENTO DE PASTAGENS E AS CLASSES DE USO DOS SOLOS DO ESTADO DE SÃO PAULO. 1986. (Oficina).

 

189.II ENCONTRO SOBRE CAPRINOCULTURA DE LEITE. 1986. (Encontro).

 

190.I ENCONTRO DE SUINOCULTORES DE SÃO PAULO. 1986. (Encontro).

 

191.ENCONTRO SOBRE PECUÁRIA DE CORTE. 1986. (Encontro).

 

192.VII SEMANA DE CITRICULTURA. 1985. (Simpósio).

 

193.REUNIÃO TÉCNICA SOBRE A APTIDÃO AGRÍCOLA DAS TERRAS DESAPROPRIADAS PARA REFORMA AGRÁRIA NO MUNICÍPIO DE TEODORO SAMPAIO. 1985. (Encontro).

 

194.ENCONTRO ITAL/CPA-DIRA DE CAMPINAS. 1985. (Encontro).

 

195.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DE SOROCABA.Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária de Sorocaba. 1984. (Encontro).

 

196.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DE PRESIDENTE PRUDENTE.Pesquisa & Deseenvolvimento para a Agropecuária de Presidente Prudente. 1984. (Encontro).

 

197.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DO VALE DO PARAÍBA.Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária do Vale do Paraíba. 1984. (Encontro).

 

198.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DE RIBEIRÃO PRETO.Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária de Ribeirão Preto. 1984. (Encontro).

 

199.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO.Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária de São José do Rio Preto. 1984. (Encontro).

 

200.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DO VALE DO RIBEIRA.Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária do Vale do Ribeira. 1984. (Encontro).

 

201.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DE CAMPINAS.Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária da Região de Campinas. 1984. (Encontro).

 

202.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DE ARAÇATUBA.Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária da Região de Araçatuba. 1984. (Encontro).

 

203.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DE MARILIA.Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária da Região de Marilia. 1984. (Encontro).

 

204.ENCONTRO REGIONAL PARA A ARTICULAÇÃO DO PLANO AGRÍCOLA MUNICIPAL PAM DA REGIÃO DE BAURU.Pesquisa & Desenvolvimento para a Agropecuária da Região de Bauru. 1984. (Encontro).

 

205.ENCONTRO DE DIRIGENTES DO SISTEMA COOPERATIVO DA PESQUISA AGROPECUÁRIA. 1984. (Encontro).

 

206.II CONGRESSO BRASILEIRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS.A Produtividade da Agricultura Paulista. 1982. (Congresso).

 

207.SEMINÁRIO DE ESTUDOS INTEGRADOS SOBRE DIFUSÃO DE TECNOLOGIA AGROPECUÁRIA. 1982. (Seminário).

 

208.I SEMINÁRIO SOBRE TECNOLOGIA NA AGRICULTURA. 1981. (Seminário).

 

209.VI REUNIÃO NACIONAL SOBRE MÃO-DE-OBRA VOLANTE NA AGRICULTURA. 1980. (Encontro).

 

210.XI CONGRESSO BRASILEIRO DE AGRONOMIA. 1979. (Congresso).

 Organização de eventos

 

1.GONÇALVES, J. S. . XLIX CONGRESSO BRASILEIRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. 2011. (Congresso).

 

2.GONÇALVES, J. S. . XLVIII CONGRESSO BRASILEIRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. 2010. (Congresso).

 

3.GONÇALVES, J. S. . XLVII CONGRESSO BRASILEIRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. 2009. (Congresso).

 

4.GONÇALVES, J. S. . XLVI CONGRESSO BRASILEIRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. 2008. (Congresso).

 

5.GONÇALVES, J. S. . VI International PENSA Conference. 2007. (Congresso).

 

6.GONÇALVES, J. S. . XLV CONGRESSO BRASILEIRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. 2007. (Congresso).

 

7.GONÇALVES, J. S. . XLIV CONGRESSO BRASILEIRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. 2006. (Congresso).

 

8.GONÇALVES, J. S. . V INTERNATIONAL PENSA CONFERENCE ON AGRI-FOOD CHAIN/ NETWORKS ECONOMICS AND MANAGEMENT. 2005. (Congresso).

 

9.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE FLORES E PLANTAS ORNAMENTAIS. 1997. (Congresso).

 

10.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE FEIJÃO. 1997. (Congresso).

 

11.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE ARROZ. 1997. (Congresso).

 

12.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE FÉCULA DE MANDIOCA. 1997. (Congresso).

 

13.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE CARNE AVÍCOLA. 1997. (Congresso).

 

14.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE CEBOLA E ALHO. 1997. (Congresso).

 

15.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE OVOS. 1997. (Congresso).

 

16.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE BORRACHA NATURAL. 1997. (Congresso).

 

17.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS. 1997. (Congresso).

 

18.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL. 1997. (Congresso).

 

19.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE ÓLEOS VEGETAIS. 1997. (Congresso).

 

20.GONÇALVES, J. S. . XXXV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. 1997. (Congresso).

 

21.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE TEXTEIS DE ALGODÃO. 1996. (Congresso).

 

22.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE CAFÉ. 1996. (Congresso).

 

23.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE AÇÚCAR E ALCOOL. 1996. (Congresso).

 

24.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE PRODUTOS APÍCOLAS. 1996. (Congresso).

 

25.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE TEXTEIS DE SEDA. 1996. (Congresso).

 

26.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE LEITE E LATICÍNIOS. 1996. (Congresso).

 

27.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE PESCADO. 1996. (Congresso).

 

28.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE CARNE SUÍNA. 1996. (Congresso).

 

29.GONÇALVES, J. S. . WORKSHOP SOBRE A CADEIA DE PRODUÇÃO DE FARINHA DE MANDIOCA. 1996. (Congresso).

 

30.GONÇALVES, J. S. . XXXIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. 1995. (Congresso).

 

31.GONÇALVES, J. S. . XXXII CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. 1994. (Congresso).

 

32.GONÇALVES, J. S. . VII Semana da Ciência e Tecnologia Agropecuária de Jaboticabal. 1982. (Congresso).

 

33.GONÇALVES, J. S. . II Congresso Brasileiro de Iniciação Científica em Ciências Agrárias. 1982. (Congresso).

 

Do Portal da SECOM da Presidência da República:


Boletim 1535- 22.05


 
Setenta milhões de brasileiros têm acesso à internet

por Secom em 21/05/2012 19:16hs


 


 


  • Rede pública deve atender, até 2014, 4.283 municípios. Demais localidades, de difícil acesso, serão conectadas por meio de satélites/Sidnei Barros/Prefeitura de Guarulhos (SP)

Há dois anos, no início da implementação do Programa Nacional de Banda Larga, eram 27 milhões


Os cidadãos brasileiros com acesso à internet já somam 70 milhões. Há dois anos, quando se iniciou a implementação do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL), o número de brasileiros com acessos fixos e móveis era de 27 milhões. Além da meta de massificação da internet, o programa desenvolve políticas para incentivar a produção de tecnologia, a modernização da infraestrutura e medidas regulatórias para o setor.


A expansão da rede pública nacional, administrada pela Telebras, é uma das ações prioritárias do PNBL e permite a venda de capacidade de conexão a pequenos provedores. Essa comercialização garante a conexão de municípios localizados em regiões menos atrativas economicamente. Atualmente, a rede pública nacional está em 697 cidades e, até 2014, deve atender a 4.283 municípios.


As demais localidades, situadas em regiões remotas e de difícil acesso, serão conectadas por meio de satélites. Está previsto o lançamento, até 2014, de um satélite geoestacionário para atender demandas de banda larga e defesa nacional, um projeto que será coordenado pela Telebras. O satélite viabilizará o atendimento de 1.282 cidades.


De acordo com o Ministério das Comunicações, desde a entrada da Telebras no mercado, o preço cobrado pelo uso da infraestrutura de telecomunicações no atacado já foi reduzido em 50%. “Esse é um resultado muito promissor, pois a diminuição do valor cobrado aos pequenos provedores permite que eles cresçam, façam investimentos, melhorem a qualidade do serviço prestado e tornem-se mais competitivos”, destaca o ministro, Paulo Bernardo.


A desoneração para construção das redes de alta capacidade, feita por meio do Regime Especial de Tributação do PNBL, com a medida provisória nº 563, também integra as ações do programa. 


Tablets - Para popularizar o acesso aos serviços de banda larga e promover a produção nacional, o governo adotou medidas para baratear os tablets e modems de internet fixa e 3G. Esses equipamentos contam com isenção de impostos federais por meio da chamada Lei do Bem. O próximo passo será estender esse benefício aos smartphones - celulares com acesso à internet.


Outras ações do Programa Nacional de Banda Larga:


Banda Larga Popular - Em junho de 2011, o Ministério das Comunicações firmou termos de acordo com operadoras para a oferta do plano de internet popular a R$ 35 mensais para 1 Mbps de velocidade. Já são 1.328 municípios com ofertas nos moldes do PNBL, atendendo a cerca de 1,2 milhão de pessoas


4G e internet rural - A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) fixou alguns dos regulamentos previstos para operação das empresas de telecomunicações, além de organizar os leilões de faixas de frequência que trarão novos serviços à população


TV por assinatura - A simplificação das regras de prestação dos serviços de TV por assinatura e a abertura do mercado para a atuação das empresas de telefonia e de capital estrangeira são medidas para incrementar a infraestrutura de conexão, a concorrência e tornar o serviço mais acessível ao consumidor. 


As mudanças foram viabilizadas pela Lei do Serviço de Acesso Condicionado,  que permite uma oferta maior e a promoção de serviços convergentes que incluam no mesmo pacote telefonia, TV por assinatura e internet


 


Fonte: Ministério das Comunicações


Comentário: Agora está faltando é banda lardga de verdade 10Mbps no mnínimo a preço razoável.


Direito à Internet para todos, já!

 

JASDeSouza Belo Horizonte - MG

Saiu no Democratic Underground um bom resumo do caso Veja/Cachoeira em ingles.

Antes que reclamem do idioma, lembrem que nos precisamos de repercussao internacional para que o caso deixe de ser abafado pela nossa propria midia.

Por isso... guardem este link e divulguem para seus contatos no exterior.

 

Veja, Brazil's leading news magazine, associated with organized crime


Yesterday I posted a news story published by The Guardian about the latest corruption scandal in Brazil. It involves the chief of the Brazilian gambling mafia, Carlinhos Cachoeira, or "Charlie Waterfall", policymakers, police officers, public employees and business leaders in several states of Brazil. Charlie Waterfall has built an impressive criminal network both in the public and private spheres to run his illegal business without being caught. But one of names connected to Charlie Waterfall deserves particular attention: the editor-in-chief of Brazil's leading newsmagazine Veja in Brasília: Policarpo Jr. 


Veja magazine is a right-wing publication, the favourite of the Brazilian elite (2/3 of its readers belong to social classes A and B). It's well known for its moralist approach and claims to be some kind of paladin of journalism ethics. Veja used to be one of the most influential outlets of the Brazilian press, and was respected among its peers. Nowadays, it's used in journalism courses as an example of what shouldn't be done. There are several reasons why Veja is continually losing its credibility, but all of them started after the left-wing Worker's Party came to power and Lula became president in 2002. After that the magazine became a pamphlet of the opposition parties and a propaganda outlet of conservative ideologies. You think Fox News is bad enough? You haven't read Veja. 

Since 2002, Veja's mission is to find a way of defeating Lula, Dilma and the Worker's Party and bringing the righ-wing back to the Planalto Palace. They tried everything, from accusing Lula of having bank accounts is tax havens (based on falsified documents) to accusing Fidel Castro and FARC of financing the Worker's Party. But the documents accumulated by the federal prosecutors during Charlie Waterfall's affair (40,000 pages of evidence and over 11,000 hours of phone taps) show that Veja did not limit itself to the practice of yellow journalism in their consecutive attempts to overthrow the Worker's Party: they crossed the line of crime, becoming associated to Charlie Waterfall - who's accused of kidnapping, forced confinement, sexual exploitation, illegal gambling, tax evasion, unlawful concealment, influence peddling, money-laundering and corruption. 

The investigation conducted by the federal prosecutors found out that Charlie Waterfall made more than 200 phone calls to the editor-in-chief of Veja magazine, Policarpo Jr. They discovered through the phone taps that Charlie Waterfall was using Veja magazine as his personal publication, ordering what the magazine should publish, where it should publish and what it shouldn't publish. He used the magazine as a channel to launch political persecutions, disseminate intimidation of opponents, blackmail, corruption and recruiting of public employees. In exchange, Veja received from Charlie informations, documents and phone taps, illegally obtained, (Charlie ran a clandestine group of spies and had a very influent network) that could be useful in their holy war against the Worker's Party, viewed by both the criminal and the magazine as an opponent (Lula forbade gambling in Brazil and his government was engaged in an active campaign to arrest illegal gambling chiefs). 

The alliance between the magazine and the organized crime allowed Veja to publish reports that helped Charlie Waterfall, his criminal organization and his friends in politics to make huge profits. At the same time, they became tools for pressuring and intimidating publich authorities. Thus, Veja and Charlie consolidate a millionaire criminal scheme, with ramifications in the private and publich spheres, in the entire country. In 2011, for example, Policarpo Jr. wrote a report published by Veja denouncing a bribery scheme in the Federal Transport Department. After the publication, Dilma fired the minister of transports and several of the departament's officers. Phone taps broadcasted two weeks ago reveal that the evidences of the "bribery scheme" were false (Charlie comments on the tape to one of his employees that he fabricated the evidences published by Veja to get rid of the transport minister). One of the companies involved in the false bribery scheme had its contract for infrastructure projects with the government broken. That cleared the way for Delta, a company owned by a member of Charlie's gang, to get new contracts with the government. The magazine knew of the plan and just agreed to put it in action. 

Charlie also had a great lobbyst in the Parliament: senator Demostenes Torres, of the right-wing party DEM, one of the most relevant opposition parties to Lula's and Dilma's governments. Senator Torres is now suspected of negotiating public works contracts for companies belonging to Charlie and his gangs in exchange for kickbacks. As a senator, Torres also tried, several times, to make laws that would make Charlie's life easier. The phone taps reveal that Veja knew that senator Torres was directly involved with Charlie and his criminal organization. But, instead of denouncing him, the magazine transformed Torres into a symbol of incorruptible politician. He was labeled, by the magazine, of "warrior of ethics": 

 
The text reads: "There are few of them. But in the Congress they are everything that the Brazilian people can count on to avoid private interests of completely dominating politics." 

Several of the phone taps also reveal that Charlie wanted senator Torres to become a judge in the Supreme Court, so that the senator could help him in keeping his illegal activities without risks. Charlie ordered, Veja obeyed: the magazine published several reports lobbying in favor of Torres going to the Supreme Court: 

 

Interview with senator Torres, published by Veja. The text reads: "The Supreme Court is everything we have now" (pointing to a supposed lack of representation of the right wing in congress). 

Veja's affront to democracy came to the level of becoming an ally of organized crime and corrupted politicians in order to plan the destabilization of the democratically elected presidents Lula and Dilma Rousseff. Now, they are trying to defend themselves, counting, of course, with the help of mainstream media. So, if you guys see news about Dilma or the Worker's Party in Brazil trying to destroy democracy, press freedom or any bullshit like that, don't worry. It's just a group of thugs trying to get by unpunished. 

*You can find the official documents produced by the federal prosecutors about the association of Veja and the organized crime in the link below. According to them, another media outlet, the newspaper "Correio Braziliense" is also connected to the gang: 
http://dilmapresidente.wordpress.com/2012/05/02/revista-veja-o-crime-organizado-e-tentativa-de-desestabilizar-o-governo-dilma-rousseff/  http://www.democraticunderground.com/11082947 

 

Da Reuters

Oposição alemã se aproxima do partido de Merkel--pesquisaterça-feira, 22 de maio de 2012 08:13 BRT 

BERLIM, 22 Mai (Reuters) - O apoio ao partido de oposição social-democrata SPD aumentou desde sua vitória em uma eleição regional, mostrou uma pesquisa, destacando o crescimento da pressão interna sobre a chanceler Angela Merkel em meio à sua luta para combater a crise na zona do euro.

A pesquisa Insa, publicada pelo jornal Bild nesta terça-feira, colocou o SPD, de centro-esquerda, com 32 por cento do apoio popular, três percentuais pontos de alta em apenas uma semana. O partido democrata-cristão CDU, de Merkel, ficou logo à frente, com 33 por cento, com queda de um ponto.

Em outro ponto preocupante para Merkel, seu aliado Democrata Livre ficou com 4 por cento, abaixo do mínimo de 5 por cento exigido para se obter cadeiras no Parlamento, enquanto o Partido Verde, principal aliado do SPD, teve apoio de 14 por cento.

O CDU sofreu uma derrota humilhante para o SPD no Estado mais populosa da Alemanha, a Vestfália-Renânia do Norte, onde seu apoio caiu de 35 por cento em 2010 para 26 por cento agora.

O resultado levou Merkel, que espera conquistar um terceiro mandato como chanceler (primeira-ministra) em setembro de 2013, a demitir seu ministro do Meio Ambiente por ter liderado a fracassada campanha do partido.

Os avanços do SPD, junto com a vitória do socialista François Hollande na eleição presidencial deste mês na França, representam um desafio para a busca de Merkel por um esforço fiscal maior na Europa como melhor forma de combater a crise no euro.

Hollande e outros líderes europeus cobram um afrouxamento das medidas de austeridade propostas por Merkel e a busca por políticas que incentivem o crescimento.

(Reportagem de Alexandra Hudson)

 

Clipping do Dia

Cidadão paulistano, Lula diz que São Paulo 'precisa ser pensada corretamente'

Ex-presidente critica "preconceito de parte da elite", mas também chama a cidade de terra de oportunidades, comparando os paraguaios e bolivianos de hoje aos nordestinos de outrora. E elogia o pré-candidato Fernando Haddad e a senadora Marta Suplicy,...

Vídeo mostra empresário chinês como vítima de extorsão

A gravação é de 2007 e gera suspeitas sobre a atuação do delegado da PF responsável pelas investigações à época, o hoje deputado federal Protógenes Queiroz (PCdoB-SP)

China mira infraestrutura para impulsionar economia, diz relatório

A China vai acelerar as aprovações para investimento em infraestrutura para combater uma desaceleração da economia, noticiou um jornal estatal nesta terça-feira, mostrando como o pedido do primeiro-ministro Wen Jiabao para políticas que deem suporte ...

'Texto da Câmara é desequilibrado', diz ministro sobre Código ...

Às vésperas do fim do prazo para a presidente Dilma Rousseff vetar ou sancionar o novo Código Florestal, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, afirmou nesta segunda-feira (21) que o governo não concorda com anistia a desmatadores, ...

Crise do euro ameaça recuperação mundial, diz OCDE

PARIS, 22 Mai (Reuters) - Os Estados Unidos eo Japão estão liderando uma frágil recuperação econômica entre os países desenvolvidos que ainda pode sair do curso se a zona do euro não conseguir conter a crise de crescimento, afirmou nesta terça-feira ...

A CPI do Cachoeira e a CPI da Privataria

  Em meados de dezembro do ano passado, o assunto do momento entre os simpatizantes do governo petista era o lancamento do livro A privataria tucana, do jornalista Amaury Ribeiro Jr. Cerca de seis meses apos o estrondoso lancamento do livro, que log...

Governo zera imposto para carro popular; veja como ficaram os preços

Diante do risco cada vez maior de o país crescer menos de 3% este ano, o governo federal lançou ontem medidas econômicas emergenciais para estimular o crédito para o consumo e investimentos. O setor mais beneficiado foi o automotivo, com ações voltad...

ECONOMIA: Brasil cresce 3,2% em 2012, diz OCDE

Os países emergentes atravessam uma retomada cíclica moderada de suas economias, segundo o relatório semestral da OCDE divulgado na manhã de hoje em Paris. O Brasil vai crescer 3,2% em 2012 e 4,2% no ano que ve...

Arrecadação da previdência privada avança 38% em março - Diário do Grande ABC

A preocupação em formar reserva financeira para o longo prazo fez a arrecadação do mercado de previdência complementar avançar 38,48% em março na comparação com o mesmo mês do ano passado - o montante passou de R$ 4 bilhões para R$ 5,6 bilhões, ...

CPI do Cachoeira é 'trampolim político' para eleições municipais

A comissão investiga as relações do contraventor Carlinhos Cachoeira com agentes públicos e privados em um esquema voltado não só a jogos ilegais, mas também a corrupção e tráfico de influência. "A intenção de todos na CPI é aumentar o capital políti...

Deputado quer convocar ex-mulher do bicheiro

Luiz Pitiman pede a convocação de Adriana Aprígio, ex-mulher, do contraventor Carlinhos Cachoeira como testemunha; ela ficou com o laboratório Vitapan e se negou a pagar os advogados do contraventor; depoimento promete esquentar o clima da CPI

Lula: Não quis terminar como Getúlio ou Jango

Ex-presidente reafirma a tese de que o mensalão foi tentativa de golpe contra seu governo, às vésperas do julgamento no Supremo Tribunal Federal

Mantega anuncia medidas de crédito

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou na noite desta segunda-feira um pacote de medidas para estimular o crédito no país. O governo federal decidiu reduzir as alíquotas do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) incidente sobre crédito par...

Presidente da CPI de Cachoeira tem assessora fantasma, diz jornal

Presidente da CPI que investiga o contraventor Carlinhos Cachoeira, o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) teria empregado como "assessora fantasma" em seu gabinete a estudante Maria Eduarda Lucena dos Santos, que ganhou fama nacional ao se declarar ...

Parlamentares fazem lobby na Anvisa em favor de indústrias

Levantamento da Agência apontou que, além de Demóstenes Torres, mais 139 audiências foram pedidas por deputados e senadores com o diretor-presidente Dirceu Barbano para defender a comercialização de um produto

França: crise pode se espalhar com saída da Grécia - Diário do Grande ABC

A saída da Grécia da zona do euro pode causar uma propagação "imprevisível" da crise da dívida, um cenário que a França vai tentar evitar a todo custo. A declaração, do ministro das Finanças francês Pierre Moscovici, foi dada nesta terça-feira.

Cachoeira vai à CPI, em silêncio. Mas depois...

Não há mais impedimento legal para o bicheiro Carlinhos Cachoeira comparecer diante da CPI que investiga suas ligações com políticos, autoridades e empresários, mas sua defesa, liderada pelo ex-ministro Márcio Thomaz Bastos, avisa: ele vai entrar mud...

Google manterá Android livre e aberto por pelo menos cinco anos - Tecmundo

A Google teve que concordar em manter o Android gratuito e disponível para qualquer um usar pelo menos nos próximos cinco anos, a fim de obter a aprovação da China para comprar a Motorola Mobility – a divisão móvel da Motorola.

Desemprego cai entre os jovens

O número de jovens empregados cresceu no Brasil nos últimos cinco anos, ao contrário do que ocorreu em grande parte do mundo. A taxa de desemprego brasileira considerada "notável" pela Organização Mundial do Trabalho (OIT), caiu de 21,8% para 15,2% ....

Chrome ultrapassa Internet Explorer pela primeira vez em ... - iMasters

De acordo com os mais recentes dados da StatCounter, o Chrome ultrapassou o Internet Explorer em participação de mercado em todo o mundo. A margem foi muito pequena, como é possível ver no gráfico abaixo, mas o suficiente para tirar a liderança do .....

http://www.cloudnews.com.br

 

Acusados de matar líder indígena na Raposa Serra do Sol são absolvidos

 

Agência Brasil

Publicação: 21/05/2012 19:28 Atualização:

Após dois dias de um julgamento que mobilizou índios e produtores rurais e teve seu início adiado por seis vezes, o Tribunal Regional Federal (TRF) de Roraima absolveu, por falta de provas, os três acusados pelo assassinato do líder macuxi Aldo da Silva Mota, 52 anos, morto a tiros em janeiro de 2003. A sentença foi anunciada no início da manhã de sábado (19/5).

Para organizações indigenistas e ambientalistas, o assassinato de Mota é um dos vários crimes cometidos em função da disputa por terras durante o processo de demarcação da Terra Indígena Raposa Serra do Sol. Seu corpo foi encontrado por parentes, dias após ter desaparecido. Estava enterrado em uma fazenda de Uiramutã, cidade criada em 1995. À época, a Fundação Nacional do Índio (Funai) já havia identificado a área como terra tradicional indígena.

Na época do crime, a fazenda onde o corpo de Mota foi encontrado era ocupada pelo ex-vereador Francisco das Chagas Oliveira da Silva, conhecido como Chico Tripa, inicialmente acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de ter contratado Elisel Samuel Martin e Robson Belo Gomes para matar o índio macuxi.

Segundo a assessoria do Ministério Público Federal (MPF) no estado, o procurador Ângelo Goulart Villela tem até esta sexta-feira (25) para analisar a possibilidade de recorrer contra a sentença do juri.

Já o Conselho Indígena de Roraima (CIR) promete recorrer da decisão. Dizendo-se surpreso com a decisão, o coordenador geral do CIR, Mário Nicácio, disse que o conselho e a família de Mota vão tentar evitar que o processo volte a ser julgado no estado.

“Não aceitamos a decisão. A família vai recorrer, com assistência jurídica do CIR, e nós vamos manter nossa mobilização por justiça”, disse Nicácio, por telefone, à Agência Brasil. O coordenador questionou a composição do juri, composto por duas mulheres e cinco homens e presidido pelo juiz federal Helder Girão Barreto, e a postura do próprio MPF.

“Desde o início, notamos, no juri, um pré-julgamento pelo fato de Aldo ser um índio e viver na reserva e uma sede de vingança pela demarcação da Raposa Serra do Sol. E questionamos também a postura do MPF, que, no papel de advogado de acusação, ao invés de defender os interesses indígenas, pediu a absolvição do Chico Tripa por falta de provas”, disse Nicácio.

A assessoria do Ministério Público Federal confirmou que o procurador Ângelo Goulart Villela não viu indícios da participação do fazendeiro Chico Tripa no crime, razão pela qual pediu sua absolvição e confirmou que o procurador pediu a condenação de Elisel Samuel Martin e Robson Belo Gomes. Martin e Gomes também foram absolvidos pelo juri por falta de provas.


A assessoria do MPF não quis comentar as declarações do coordenador geral do CIR.

 

COMENTÁRIO DE BOB FERNANDES NO JORNAL DA GAZETA ONTEM À NOITE

 

A CPI começava e dissemos que uma investigação pode, ou não, acabar em pizza. Outras CPIs não terminaram no forno. Para lembrar: Collor se viu obrigado a renunciar no rastro de uma CPI e, em breve, o chamado Mensalão será julgado. A CPI do Mensalão produziu 38 réus. Se eles são culpados ou inocentes é o Supremo Tribunal Federal que decidirá. Em 2005, a CPI cumpriu sua função.
Essa CPI de agora, a do Cachoeira e do Demóstenes, só escapará de um fim grotesco se surgirem revelações muito explosivas. Essa CPI já tem até um epitáfio. Nestes tempos eletrônicos, o epitáfio foi gravado não num túmulo, mas num celular.
A frase já entrou para a história: "A relação com o PMDB vai azedar na CPI. Mas não se preocupe, você é nosso e nós somos teu". Como sabemos, esse foi um recado do deputado Vacarezza para o governador Sérgio Cabral. Vacarezza, ex-líder do PT e integrante da CPI.
A CPI, que nasceu na busca das articulações criminosas feitas via celular, pode morrer, ou renascer, por conta dessa mensagem via celular do Vacarezza. O que a frase explica é muito simples: está em andamento o ensaio de um acordão. Esse acordo é amplíssimo e pode ser resumido assim: vocês não pegam os nossos e nós não pegamos os seus.
Vamos recordar: o que a CPI deveria fazer? A CPI deveria investigar a empreiteira Delta e suas ramificações. A Delta tem bilhões em obras em 21 estados. Leia-se 21 governos estaduais. A Delta disputou e ganhou licitações de bilhões em obras do PAC. Leia-se do governo federal.
O dono da Delta, Fernando Cavendish, era corpo, champanhe e guardanapos com o governador do Rio, Sérgio Cabral. Cabral é do PMDB. Cabral deve, ou deveria ser investigado pela CPI. O Cachoeira e o Demóstenes são telefone e casa com o governador de Goiás, o Perillo do PSDB. Ele deve, ou deveria ser investigado pela CPI. Da mesma forma que deve, ou deveria ser investigado o governador Agnelo, do PT de Brasília.
Se vazou, e noticiou, que a CPI investigaria também as obras de ampliação da Marginal do Tietê. Obras do tempo do governo José Serra em São Paulo. Percebam que tudo isso já começa a ser esquecido. Já sumiu do noticiário. Sinal de que os acordos avançam.
Os acordos avançam porque nenhum dos grandes partidos sairia dessa sem se queimar. Se o acordão for fechado, daqui a pouco virá a farsa seguinte: a da disputa sobre "Quem Matou a CPI". Restará para os otários, nós todos, esse ridículo debate. E o histórico epitáfio: "Você é nosso, nós somos teu".

 

Mantega anuncia redução de IPI para carros e medidas de estímulo ao crédito
21/05/2012....Ministério da Fazenda
A partir de amanhã, a alíquota do IOF sobre operações de crédito para pessoa física será reduzida de 2,5%  a.a para 1,5% a.a.
Mantega: “objetivo é reduzir o preço dos veículos ao consumidor”
Para carros de até 1.000 cc, alíquota do IPI fica zerada. Renúncia fiscal é de R$ 1,2 bilhão
Apresentação do ministro Guido Mantega  pdf

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou no fim da tarde de hoje, um conjunto de medidas de estímulo à economia brasileira, voltadas ao setor automotivo e à indústria de bens de capital, segmentos diretamente afetados pelo agravamento da crise internacional. 

  • As medidas incluem a redução das alíquotas do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) incidentes sobre o crédito para pessoa física;
  • das alíquotas do Imposto sobre Produto Industrializados (IPI) na venda de veículos
  • e a redução das taxas de juros do Programa de Sustentação de Investimento (PSI).

As medidas contribuirão para melhorar a oferta de crédito na economia brasileira, permitirão que o setor de veículos retome o bom desempenho verificado nos últimos anos e estimularão os investimentos do setor produtivo. 

“O objetivo é reduzir o preço dos veículos ao consumidor. É mais uma medida para garantir a continuação do crescimento econômico num momento de crise internacional”, afirmou o ministro, em entrevista coletiva na sede do Ministério em Brasília. 

As medidas, disse, são um resultado de um compromisso assumido entre o governo, o setor privado e o setor financeiro. “É uma iniciativa inédita que vai beneficiar o consumidor e o investidor”. 

A partir de amanhã, os carros de até 1000 cilindradas terão a alíquota do IPI reduzida de 37% para 30%. O ministro lembrou que, para as empresas habilitadas no regime automotivo, a alíquota passou de 7% para zero, pois o regime permite redução adicional de 30 pontos percentuais. A medida é válida até 31 de agosto deste ano. 

Veja, na tabela abaixo, a redução completa do IPI: 


         A renúncia fiscal estimada para o período é de R$ 1,2 bilhão. O ministro relatou, ainda, o acordo firmado com o setor bancário público e privado, que prometeu aumentar o volume de crédito e o número de parcelas e reduzir o percentual de entrada e a taxa de juros. 
O ministro explicou que, em contrapartida, o setor automotivo se comprometeu a anunciar imediatamente descontos especiais nos preços dos veículos sobre as tabelas em vigor e preservar os empregos dos trabalhadores. 

  • Até 1.000 cilindradas, o desconto será de 2,5%.
  • Para os carros de 1.000 a 2.000 cilindradas, o desconto será de 1,5% e para os utilitários comerciais, 1%.

“No caso de um automóvel até 1.000 cilindradas, você tem quase 10% de redução de preço”, disse. 

O governo federal também irá reduzir o IOF para o crédito ao consumo para pessoa física, de 2,5% ao ano (0,0068% ao dia) para 1,5% ao ano (0,0041% ao dia). Para o ministro, a medida ajuda a baratear o crédito, em um contexto no qual os bancos públicos e privados já estão anunciando cortes de taxas de juros e redução dos spreads bancários. “[O IOF] volta ao que era no início de 2011”, lembrou Mantega. A renúncia fiscal estimada é de R$ 900 milhões para três meses. Essa medida não tem prazo final estabelecido. 

Outra medida foi a redução das taxas de juros cobradas pelo BNDES nas linhas de crédito do Programa de Sustentação do Investimento (PSI) para aquisição de caminhões e ônibus, bens de capital, exportação de bens de capital e para o Proengenharia. A medida também vale até 31 de agosto de 2012. 

Segundo o ministro, a medida vai proporcionar a realização de projetos de investimento, que poderão ser feitos a um custo financeiro significativamente menor.  “Vai beneficiar todo o setor produtivo, que adquire máquinas e equipamentos para expandir sua produção”, avaliou. O custo de equalização para os quatro itens abaixo está estimado em R$ 619 milhões. 
Veja, abaixo, as alterações nas taxas de juros e no prazo:

       O ministro explicou que as medidas tomadas no setor automobilístico fazem parte do conjunto de iniciativas tomadas pelo governo em 2012, como a desoneração da folha de vários setores e ações sobre o câmbio. “O setor automobilístico é muito importante para a economia brasileira. Ele representa mais de 20% do PIB industrial e é um dos setores que faz mais investimentos no país. O Brasil, segundo ele, se tornou o 3º maior mercado automobilístico do mundo, ficando atrás apenas da China e dos EUA. 

Questionado sobre os efeitos das medidas anunciadas sobre a taxa de crescimento da economia brasileira, o ministro relatou que o mundo está diante do agravamento da crise internacional, com problemas concentrados na Europa e crescimento menor dos EUA. “Isso está trazendo conseqüências para os emergentes como um todo”, disse.

O cenário, segundo ele, exige esforços concentrados para manter a taxa de crescimento num patamar razoável. “Se a crise piorar, será difícil alcançar uma taxa de crescimento de 4,5%. Porém ,o Brasil possui as condições favoráveis para reagir e continuar na trajetória de crescimento, maior que a do ano passado, que foi de 2,7%”. 

Energia elétrica – perguntado sobre a redução do custo da energia elétrica, Mantega explicou que o Brasil tem contratos em vigor que não podem ser alterados. “À medida que forem vencendo, eles serão substituídos por outros índices de correção, de preferência desindexando esses contratos e reduzindo o custo para o consumidor”, disse. 
Segundo o ministro, hoje há uma forte incidência de tributos sobre a energia elétrica, principalmente ICMS, PIS, Cofins e outros municipais. “Nós temos que estudar medidas de desoneração tributária e fazer uma combinação com os estados”, disse. 

Construção Civil – questionado sobre medidas de estímulo ao setor da construção civil, o ministro afirmou que o governo já estuda uma linha de financiamento para que os bancos possam liberar mais crédito.
Ele lembrou que a linha já existente com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) tem muitas condicionantes, dificultando o acesso ao crédito. 

 

2014---distribuição de renda

Banco Central promove alterações nas regras do compulsório sobre recursos a prazo
Banco Central do Brasil ....21/05/2012 20:50:00

Brasília - O Banco Central do Brasil aprovou circular que promove alteração em regra do recolhimento compulsório sobre recursos a prazo, permitindo que as instituições financeiras utilizem aproximadamente R$ 18 bilhões a mais na realização de novas operações de crédito para financiamento de automóveis e de veículos comerciais leves, montante que representa cerca de 10% do total de crédito concedido ao segmento.

A mudança permite que as instituições financeiras deduzam da base do recolhimento compulsório sobre depósitos a prazo o valor dos financiamentos concedidos a partir de 22 de maio de 2012.
Essa medida, além de conferir maior dinamismo a um importante segmento da economia, tem como objetivo criar melhores condições para que as instituições financeiras possam adotar políticas de concessão de crédito anticíclicas, sem contudo comprometer os requisitos prudenciais.

 

2014---distribuição de renda

Eu só gostaria de entender por que os pobres coitados das montadoras são eternamente beneficiadas, sem contar a política maravilhosa de colocar mais carros onde não cabem.http://g1.globo.com/economia/noticia/2012/05/governo-reduz-ipi-de-carros-e-tributo-sobre-operacoes-de-credito.htmlGoverno reduz IPI de carros e tributo sobre operações de créditoObjetivo é reduzir preço dos carros em aproximadamente 10%, diz Mantega.
Segundo ele, custo total das desonerações é de R$ 2,1 bilhões em 3 meses.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta segunda-feira (21) um pacote de medidas para estimular o crédito no país. Entre elas, está a redução do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) para compra de carros, além da diminuição do Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF) para todas as operações de crédito de pessoas físicas de 2,5% para 1,5% ao ano. A redução do IPI vale até 31 de agosto. Segundo a Fazenda, as medidas valem a partir desta terça-feira (22).

O objetivo é estimular a atividade econômica. "Estamos diante do agravamento da crise financeira internacional. E isto está trazendo problemas para os emergentes como um todo. Exige esforços redobrados para manter a taxa de crescimento em um patamar razoável (...) O governo tem de tomar medidas de estímulo para combater as consequências dos problemas trazidos pela crise financeira internacional", explicou Mantega a jornalistas. Segundo ele, a renúncia fiscal das desonerações anunciadas hoje (valor que o governo deixará de arrecadar) é de R$ 2,1 bilhões em três meses.

De acordo com o Banco Central, o nível de atividade econômica do país registrou queda pelo terceiro mês seguido, de 0,35%, em março deste ano, na comparação com o mês anterior. Com isso, o Índice de Atividade Econômica do BC, o IBC-Br, que é um indicador criado para tentar antecipar o resultado do PIB pela autoridade monetária, fechou o primeiro trimestre de 2012 com alta de 0,15% ante o trimestre anterior. Isso mostra desaceleração frente ao crescimento de 0,19% do terceiro para o quarto trimestre do ano passado.

 

 

Promotor Arthur Pinto Filho: “A primeira grande vitória no Brasil contra a dupla porta”

publicado em 22 de maio de 2012 às 1:19

por Conceição Lemes

Por 3 votos a zero, a Segunda Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) negou na semana passada o recurso do governo paulista contra a decisão do juiz Marcos de Lima Porta, da 5ª Vara da Fazenda Pública, que derrubou a lei nº 1.131/2010.

A Lei da Dupla Porta ou dos fura-fila no SUS, como é conhecida, permite aos hospitais públicos geridos por Organizações Sociais de Saúde (OSs) vender até 25% dos seus leitos e outros serviços a planos privados de saúde e particulares.

O voto do relator, o desembargador José Luiz Germano, foi publicado na sexta-feira 18. Os desembargadores Cláudio Augusto Pedrassi e Vera Angrisani acompanharam-no.

Entidades que defendem o SUS como direito de cidadania comemoram o placar.

“É a primeira grande vitória no Brasil contra a dupla porta”, saúda o promotor Arthur Pinto Filho, da Promotoria de Justiça dos Direitos Humanos – Área de Saúde Pública do Ministério Público Estadual de São Paulo (MPE-SP).

“Estamos aliviados”, celebra o médico Arthur Chioro, presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo (Cosems-SP) e secretário de Saúde de São Bernardo do Campo. “Os efeitos da aplicação desta lei seriam desastrosos para a saúde pública e deletérios para os usuários do SUS em todo o Estado.”

O vereador Carlos Neder (PT-SP), secretário de Saúde na gestão da prefeita Luiza Erundina, destaca: “A decisão unânime do TJ-SP mostra que há entendimento de que o risco de quebra dos princípios do SUS importa mais do que eventual acréscimo de aporte de recursos que a medida poderia trazer”.

“Uma vitória da sociedade civil”, sublinha Mário Scheffer, presidente do Grupo Pela Vidda. “Afinal, só foi possível devido à posição firme e unânime das entidades e movimentos ligados à saúde, incluindo os conselhos municipal, estadual e nacional.”

“Vitória do direito à saúde e à vida”, observa o deputado estadual Adriano Diogo (PT). “Dupla porta é dupla morte.”

“É uma vitória de todo o conceito que a sociedade quer do sistema de saúde”, salienta o médico Renato Azevedo Júnior, presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp). “Sistema público, universal, gratuito, equitativo e integral, como está consagrado na Constituição Brasileira.”

“Reacendeu a minha esperança na Justiça. No Judiciário, tem gente capaz de ver e agir a favor do cidadão, que, na maioria das vezes, está indefeso aos golpes que lhe são infringidos. Uma canetada do Legislativo, Executivo ou Judiciário pode causar mais mortes e sofrimento que a criminalidade explícita”, analisa Gilson Carvalho,  médico pediatra e de Saúde Pública e incansável batalhador pelo SUS. “Um alento para outras batalhas que temos pela frente.”

HOSPITAIS PÚBLICOS PAULISTAS IMPEDIDOS DE VENDER ATÉ 25% DOS LEITOS A PLANOS

Teoricamente as OSs são entidades filantrópicas. Só que, na prática, funcionam como empresas privadas, pois o contrato é por prestação de serviços.

A lei de OSs, de 1998, estabelecia que apenas os novos hospitais públicos do Estado de São Paulo poderiam passar para a administração das OSs.  Porém, uma lei de 2009 do ex-governador José Serra (PSDB), derrubou essa ressalva. Ela permite transferir às  OSs o gerenciamento de todos os hospitais públicos do Estado.

Em 2010, a lei 1.131 do então governador Alberto Goldman (PSDB), aprovada pela Assembleia Legislativa paulista, autorizou os hospitais gerenciados por OSs a vender  até 25% dos seus leitos dos SUS privados de saúde e particulares.

Em julho de 2011, ela foi regulamentada pelo atual governador Geraldo Alckmin (PSDB) e passou a valer.

Porém, atendendo à representação de mais de 50 entidades da sociedade civil, os promotores Arthur Pinto Filho e Luiz Roberto Cicogna Faggioni, da Promotoria de Justiça de Direitos Humanos e Saúde Pública, entraram com ação civil pública, com pedido de liminar.

O juiz Lima Porta acatou a representação e deu a liminar, paralisando a venda de 25% dos serviços do SUS a planos privados de saúde até o final da ação, quando julgará o mérito. A Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo recorreu, mas o desembargador José Luiz Germano negou o pedido (chama-se agravo de instrumento).

O mérito desse agravo foi julgado na semana passada, quando o TJ-SP decidiu não cassar a liminar do juiz Marcos Lima Porta.

“Juridicamente o governo do Estado não tem mais o que fazer, a não ser aguardar a sentença final do dr. Lima Porta, que nos concedeu a liminar”, traduz Arthur Pinto Filho. “Até lá os hospitais públicos paulistas estão impedidos de vender até 25% de seus leitos para particulares e planos de saúde.”

“LEGALIDADE DUVIDOSA DA NORMA RECOMENDA QUE SE AGUARDE O JULGAMENTO DO MÉRITO”

O desembargador José Luiz Germano, relator do recurso, sentencia: Legalidade duvidosa que recomenda que se aguarde o julgamento do mérito, para impedir prejuízo aos pacientes e aos cofres públicos. Duplo efeito negado e decisão mantida.

Em função do significado do seu voto, destacamos alguns trechos:

“O caso em questão é de grande repercussão, não pela divulgação que a imprensa tem lhe dado, mas pela implicação que ele tem na vida de milhões de pessoa e por envolver recursos de cifras extremamente elevadas, especialmente numa área que tem grande importância na vida das pessoas: a saúde”.

“A saúde é um dever do Estado, que pode ser exercida por particulares. Esse serviço público é universal, o que significa que o Estado não pode distinguir entre pessoas com plano de saúde e pessoas sem plano de saúde. No máximo, o que pode e deve ser feito é a cobrança contra o plano de saúde. Para que isso ocorra já existem leis permissivas e até mesmo princípios gerais de direito”.

“Porém, a institucionalização do atendimento aos clientes dos planos particulares, com reserva máxima de 25% das vagas, nos serviços públicos ou sustentados com os recursos públicos, pode criar uma anomalia que é a incompatibilização e o conflito entre o público e o privado, com as evidentes dificuldades de controle”.

“O Estado pretende que as organizações sociais, em determinados casos, possam agir como se fossem hospitais particulares, mesmo sabendo-se que algumas delas operam em prédios públicos, com servidores públicos e recursos públicos para o seu custeio! Tudo isso para justificar a meritória iniciativa de cobrar dos planos de saúde pelos serviços públicos prestados aos seus clientes. Porém, é difícil entender o que seria público e o que seria privado em tal cenário. E essa confusão, do público e do privado, numa área em que os gastos chegam aos bilhões anuais, é especialmente perigosa, valendo a pena lembrar que as organizações sociais não se submetem à obrigatoriedade das licitações nas suas aquisições”.

“O dinheiro do plano interessa às organizações sociais para a ampliação de seus serviços, mas elas não podem servir ao mesmo tempo a dois senhores (planos de saúde e o Estado) com interesses tão opostos, ainda que atuantes na mesma área (saúde)”.

“O paciente do SUS tem hoje atendimento. Pode não ser o atendimento ideal, mas ele está ao seu dispor, sem qualquer pagamento. O paciente dos planos de saúde tem a sua rede credenciada, que não lhe cobra porque isso já está embutido nas mensalidades. Se ele precisar da rede pública, poderá utilizá-la sem qualquer pagamento, mas sem privilégios em relação a quem não tem plano”.

“A criação de reserva de até 25% vagas, no serviço público, para os pacientes de planos de saúde, aparentemente, só serviria para dar aos clientes dos planos a única coisa que eles não têm nos serviços públicos de saúde: distinção, privilégio, prioridade, facilidade e conforto adicional. Não é preciso dizer que tudo isso é muito bom, mas custa muito dinheiro. Quando o dinheiro é particular, tudo bem. Mas quando se trata de dinheiro público e com risco disso ser feito em prejuízo de quem não tem como pagar por tais serviços, aí o direito se considera lesado em princípios como igualdade, dignidade da pessoa humana, saúde, moralidade pública, legalidade, impessoalidade e vários outros”.

“Por tudo isso, entendo que não há fumaça do bom direito ou mesmo perigo na demora caso não ocorra de imediato a implantação de tamanha e perigosa mudança na saúde pública”.

Não à toa, agora mais esperançoso,  Gilson Carvalho já está com os olhos no futuro: “Lutar sem esmorecer é o desafio. Acabar com a dupla porta no Hospital das Clínicas, no Hospital Regional do Vale do Paraíba e nos hospitais universitários federais serão as nossas próximas batalhas”.

http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/promotor-arthur-pinto-filho-a-pr...

 

do Estadao.com.br

Kassab anula licença até de deficiente e dá 1 mês para camelôs saírem do centroAdriana Ferraz, Artur Rodrigues e Diego Zanchetta

SÃO PAULO - Após retirar das ruas 15 mil camelôs nos últimos seis anos, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) revogou as licenças dos 470 ambulantes que ainda trabalhavam nas ruas do centro, como na região da Rua 25 de Março, o maior reduto do comércio popular de São Paulo, e na Praça da Sé. Todos têm um mês para desocupar as calçadas, segundo portaria publicada no sábado no Diário Oficial da Cidade. A medida atinge 270 deficientes físicos.

A Prefeitura também cassou os Termos de Permissão de Uso (TPUs) de 512 ambulantes que tinham licença para trabalhar em ruas de Pinheiros e Lapa, na zona oeste, e de São Miguel Paulista, na zona leste, totalizando com os do centro quase mil. As licenças remanescentes devem ser revogadas nos próximos dias - o plano da Prefeitura é banir todos os camelôs da cidade.

Segundo a justificativa de Kassab, a decisão visa a abrir espaço para pedestres nas calçadas, aumentando o bem-estar da população e preservando a paisagem urbana. O documento também cita o aquecimento da economia formal e a melhora da qualidade de vida dos paulistanos, que contribui para o crescimento do fluxo de pessoas em ruas e praças da região central.

O prefeito ainda disse que a maioria dos ambulantes atingidos trabalhava com carga roubada e produto pirata. E, segundo a Secretaria Municipal de Coordenação das Subprefeituras, a medida coíbe essas irregularidades.

Para regularizar o serviço, Kassab prometeu criar três shoppings populares, ainda sem prazo para serem construídos. "Já temos duas áreas na cidade. Uma definida em São Miguel Paulista, em parceria com o governo do Estado, que é uma antiga estação da CPTM. E uma outra no centro, atrás do Pátio do Colégio e ao lado do terminal de ônibus", disse o prefeito. A terceira - na zona sul - ainda não está definida.

Nenhum ambulante foi notificado ou consultado sobre a transferência para os futuros shoppings. O sindicato que representa a categoria e a União Nacional dos Deficientes Físicos (Unadef) afirmam que buscarão respaldo da Justiça para impedir o fim dos camelôs e garantir os direitos dos deficientes.

Reação. A primeira ação civil contra a medida já tem resultado. A Defensoria Pública Estadual obteve decisão judicial neste mês que assegura o direito de 200 ambulantes trabalharem em São Miguel Paulista. O caso ainda segue em análise pela Justiça e pode até ser ampliado para toda a cidade. "A Defensoria vai analisar a situação e, havendo as mesmas ilegalidades, pode entrar com ação", disse o defensor Bruno Ricardo Miragaia Souza.

O Ministério Público Estadual também investiga o caso. Um inquérito civil foi instaurado pelas Promotorias de Justiça de Direitos Humanos e de Habitação e Urbanismo para apurar "a revogação indiscriminada e ilegal de TPUs" e a apreensão de material de forma truculenta e arbitrária.

 

Senado consegue superar governismo da Câmara em 2012 

Maior dor de cabeça de Luiz Inácio Lula da Silva durante sua gestão, o Senado está cada vez mais ‘dilmista’. A taxa média de governismo dos senadores cresceu em 2012 na mesma proporção que diminuiu a adesão dos deputados federais ao governo deDilma Rousseff. Hoje, o Senado é mais governista do que a Câmara.

É o que revela nova funcionalidade do Basômetro, ferramenta online de avaliação do Congresso desenvolvida pelo Estadão Dados. Os votos nominais dos senadores na atual legislatura foram incorporados pelo Basômetro.

Em 13 votações abertas ocorridas no Senado em 2012, o governo conseguiu em média 84% dos votos. Na Câmara, no mesmo período, ocorreram 18 votações nominais e o governo obteve um resultado pior em 10 pontos porcentuais: capturou “apenas” 74% dos votos dos deputados, em média. Em 2011 a situação era inversa. A taxa de governismo de 2011 no Senado foi de 78%, enquanto a da Câmara ficou em 80%.

Essa maré mansa para Dilma no Senado resultou em apenas uma derrota do governo entre os senadores. E mesmo assim foi em uma votação secreta (portanto, não incluída no Basômetro, pois não é possível identificar os autores dos votos), aquela que rejeitou a recondução de Bernardo Figueiredo para o comando da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT). Ao mesmo tempo, Dilma perdeu cinco votações na Câmara.

O que mudou

Com exceção do PSB e do PMDB, todos os maiores partidos ficaram mais governistas em 2012, ao menos por enquanto. Até os senadores de oposição votaram mais parecido com o líder do governo neste ano. A proporção dos votos governistas do PSDB teve o maior crescimento proporcional entre todos os grandes partidos, de 33% para 54%. Com os do DEM aconteceu a mesma coisa: o governismo bateu em 59% até agora. Ou seja, na média, os senadores dos dois principais partidos de oposição votaram mais com do que contra o governo neste ano.

Mais cotado presidenciável do PSDB à sucessão de Dilma, Aécio Neves votou duas vezes mais com a presidente do que contra ela em 2012:8 a favor e apenas 4 contra – taxa de governismo de 67%. Foi uma mudança radical de comportamento em relação a 2011, quando o senador mineiro votou apenas 35% das vezes junto com o governo.

Aécio não foi o único que migrou para a metade governista do Senado – mesmo que provisoriamente – em 2012. O líder do PSDB, Álvaro Dias, votou 58% das vezes junto com o líder de Dilma. O presidente do DEM, senador José Agripino, teve a mesma mudança de comportamento de Aécio, com praticamente as mesmas taxas de governismo.

Mas ninguém bate o PSD em 2012. Os dois senadores do partido registraram 100% de votos com o governo este ano. Foram 7 votos a favor de Kátia Abreu e 8 de Petecão, mas nenhum contra. Foi um movimento oposto ao de seus colegas de legenda na Câmara, que votaram mais vezes com a oposição em 2012.

A proporção de senadores no “núcleo duro” do governo chegou a 54% em 2012. Ou seja, a maioria do Senado votou 90% das vezes ou mais com o Planalto este ano.

 

@Edson Joanis:  observe de novo na foto que o Helio postou como aquele jato de cima esta partido em 3 pedacos:

http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/a-estranha-galaxia-centauro-a

Isso somente poderia ter acontecido se houvesse tres trombadas distintas.  Entao vamos a elas pra uma narrativa mais coherente:  pra comecar, a vitima era uma espiral relogio de bracos muito longos e abertos que, no entanto, rodava no sentido contra-relogio.  A primeira trombada foi o braco direito, que bombardeou o lado direito e em particular o lado direito do nucleo -portanto a area de alta atividade de formacao de estrelas aa direita do nucleo.  A segunda trombada foi nucleo/nucleo, que desviou o "rabo"  mais uma vez.  A terceira trombada foi o braco esquerdo, que por ter inercia contraria, parou do lado esquerdo e provocou o engarrafamento visto no lado esquerdo da foto, com direito a confusao de direcionamento futuro ja que as mares gravitacionais sao opostas.

Entao vamos ao ovalado diagonal da luminosidade total:  nao ha outra razao pra ele exceto que a galaxia Centauro esta um pouco dobrada pra traz na diagonal 11:00 a 5:00, como um pedaco de papel -esse eh o centro do oval luminoso tambem.  Foi um bombardeamento do lado direito, um no centro, e o do lado esquerdo que esta provocando o engarrafamento.

Fez mais sentido narrativo agora?

Viu como a foto eh muito mais espetacular do que se imaginava?

(meu comentario das 16:21 estava totalmente errado, ignore o, eu fico com o que disse primeiramente.  Mas ainda preciso saber o que sao as frequencias representadas pela cor azul.  Abracao.)

Re: Clipping do dia
 

ECHELON saiu da internet. ECHELON agora esta no seu proprio computador.

Dilma vetará de 12 a 14 artigos do Código Florestal, diz Minc

Presidente deverá criar uma Medida Provisória para corrigir lacunas jurídicas da retirada de trechos da nova lei, afirma o Secretário Estadual do Ambiente do estado do Rio


 Marcos Alves/25-5-2012

 

 

Manifestantes em São Paulo pedem o veto ao Código FlorestalMARCOS ALVES/25-5-2012

RIO e LAGUNA (SC) - A presidente Dilma Rousseff vetará de 12 a 14 artigos do Código Florestal, disse o secretário estadual do Ambiente Carlos Minc, que participou, nesta segunda-feira, do lançamento, do Rio Climate Challenge (Rio Clima), a ser realizado na cidade entre os dias 13 a 21 de junho. De acordo com Minc, a presidente não permitirá um retrocesso nas vésperas da Rio+20.

- A presidente veta, mas não veta tudo. Ela deve vetar algo como 12 ou 14 artigos. E elaborará uma Medida Provisória para impedir que haja um vácuo legislativo. Se vetasse integramente, valeria o código atual, que também tem muitos problemas – afirmou Minc no Palácio da Cidade, em Botafogo. - Ao vetar vários artigos estruturantes, como anistia, redução de APPs (áreas de preservação permanente), redução (de faixa de floresta) das margens dos rios, pecuárias das encostas, sobre estes pontos (vetados), não haveria (uma legislação). A MP entra imediatamente em vigor (depois de sua publicação).

A estratégia da presidente Dilma, de acordo com Minc, será aproveitar o texto aprovado pelo Senado. Desta forma, explica Minc, a presidente conseguiria apoio para que seus vetos não sejam derrubados.

- Os ruralistas têm maioria mais um na Câmara para derrubar o veto. Mas, ao repor vários pontos do Senado, ainda que acrescente algumas coisas mais interessantes, (a presidente) vai impedir que o veto seja derrubado na urna do Senado. O veto tem que ser bom ambientalmente e politicamente. Caso contrário, seria uma derrota para a Dilma e para os ambientalistas - disse Minc. - A presidente Dilma teve coragem de enfrentar os juros extorsivos, de instalar a Comissão da Verdade, de criar a Lei de Acesso à Informação, e ela terá coragem também de vetar o que uma eventual maioria ruralista aprovou.

O deputado federal Sarney Filho e o ex-ministro de Meio Ambiente e Músico Gilberto Gil, além do próprio prefeito Eduardo Paes, manifestaram posição favorável ao veto durante o lançamento do Rio Clima. O objetivo do evento paralelo à Rio+20 que reunirá especialistas, políticos, representantes de ONGs, entre outros, será propor um acordo para que a concentração dos gases-estufa na atmosfera fique abaixo das 450 partes por milhão.

De acordo com o deputado federal Alfredo Sirkis, quatro recomendações principais deverão sair do Rio Clima: O PIB deve ser modificado para incluir outros valores, como os ambientais; novos mecanismos internacionais de financiamento da economia verde e de questões relacionadas ao meio ambiente, como saneamento e reflorestamento; novo mecanismo tributário que estimule práticas verdes; e a atribuição de valor econômico aos serviços ambientais.

- O clima também tem que ser negociado no G20 e no Conselho de Segurança das Nações Unidas – disse Sirkis. - Vamos ter dois tipos de atividade. A plenária onde especialistas e responsáveis por questões climáticas de diversos países vão apresentar suas propostas, e o trabalho em comissões, basicamente quatro: mitigação, adaptação, financiamento e métrica, este com o objetivo de chegar a métrica unificada para metas de redução de emissões.

A programação do Rio Clima prevê a participação de ex-presidentes, como Fernando Henrique Cardoso, especialistas, entre eles Luiz Pinguelli Rosa, Secretário Executivo do Fórum de Mudanças Climáticas, e economistas, como Arminio Fraga, ex-presidente do Banco Central. No último dia do evento, em 21 de junho, será realizado um show de Gilberto Gil, Andy Summers (ex-integrante da banda The Police) e convidados.

Ideli Salvatti também diz que Dilma vai vetar

A ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, afirmou nesta segunda-feira que a presidente Dilma vetará pelo menos trechos do Código Florestal aprovado pelo Congresso Nacional e que aguarda sanção da presidente. Em evento em Santa Catarina, Ideli não quis entrar em detalhes, mas confirmou que haverá vetos. Entre os pontos mais criticados do novo código estão o perdão aos desmatadores e a redução das áreas de conservação às margens de rios.

- Vai vetar e o prazo é dia 25 - disse a ministra, que, perguntada sobre o veto, respondeu: - Qual é (o veto) é ela (Dilma) quem sabe - esquivou-se Ideli, que acompanhou a presidente Dilma Rousseff em viagem a Laguna para anunciar a liberação de R$ 2,3 bilhões para obras na BR-101 e BR-470.



Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/rio20/dilma-vetara-de-12-14-artigos-do-codigo-florestal-diz-minc-4958929#ixzz1vZNpBvfh 
© 1996 - 2012. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 

 

Dilma assumindo os compromissos de campanha.

 

 

Do iG.

Justiça do Rio garante pensão de R$ 43 mil para filha de desembargadorAs 32 mil “filhas solteiras” de servidores são 34% das pensionistas e custam ao Estado R$ 447 milhões por ano. Para não perder benefício, muitas se casam de fato, mas não de direito

Raphael Gomide, iG Rio de Janeiro | 21/05/2012 07:00:59

 

 

Foto: Reprodução do Facebook de Márcia Couto

Ação popular questiona as duas pensões, de R$ 43 mil, que Márcia Couto recebe do Estado

Uma ação popular questiona o direito de uma mulher de 52 anos receber duas pensões, no total de R$ 43 mil mensais, pela morte do pai, desembargador do Rio de Janeiro, mesmo após ter sido casada, por ao menos três anos.

A dentista Marcia Maria Couto casou-se em cerimônia religiosa e festa para 200 pessoas, em 1990, e teve dois filhos com o marido, mas sempre se declarou solteira, para efeitos de pensão. O iG teve acesso ao processo público, que está no Tribunal de Justiça do Rio e será julgada em breve. Por ora, um desembargador manteve os pagamentos.

Filha do desembargador José Erasmo Brandão Couto, morto em 1982, Márcia recebe duas pensões do Estado do Rio – uma do Fundo Especial do Tribunal de Justiça (R$ 19.200) e outra do RioPrevidência (R$ 24.116) –, no total de cerca de R$ 43 mil mensais.

Em um ano, os cofres públicos lhe pagam cerca de R$ 559 mil, ou R$ 2,8 milhões, em cinco anos.

Pagamentos de pensão a “filhas solteiras” somam R$ 3,4 bilhões em cinco anos

A ação popular, movida por Thatiana Travassos de Oliveira Lindo, questiona o direito de Márcia aos pagamentos e espera sentença do Tribunal de Justiça. O Estado do Rio paga benefícios do gênero a cerca de 32 mil “filhas solteiras” de funcionários públicos mortos, no gasto total de R$ 447 milhões por ano, ou R$ 2,37 bilhões, em cinco anos.

As autoridades desconfiam que muitas dessas 32 mil mulheres, como Márcia, formam família mas evitam se casar oficialmente, com o único objetivo de não perder a pensão. Segundo a lei 285/79, o matrimônio “é causa extintiva do recebimento de pensão por filha solteira”. O expediente é visto como uma “fraude à lei” pela ação popular e pela Procuradoria do Estado.

No Estado do Rio, as 32.112 “filhas solteiras” representam mais de um terço (34%) do total de 93.395 pensionistas, ao custo de R$ 34,4 milhões mensais, ou R$ 447 milhões por ano – e R$ 2,235 bilhões em cinco anos -, segundo o Rio Previdência.

No caso de Márcia, o desembargador Pedro Saraiva Andrade Lemos garantiu o pagamento da pensão mensal de R$ 43 mil, mesmo depois de o Rio Previdência tê-lo cortado administrativamente, em 2010.

“Os atos lesivos ao patrimônio que se comprovam com esta ação popular são as situações das filhas maiores de servidores falecidos que se habilitam e passam a receber pensões pagas com recursos dos cofres públicos mesmo estando casadas ou vivendo em união estável, sem dependência econômica, contrariando a legislação regente. Não se pode ter essa prodigalidade com os cofres públicos, quando o particular, maior, capaz e apto para o trabalho, tem o dever e a obrigação legal e moral de se autossustentar. Não se pode conferir o ‘parasitismo social’. São pessoas capazes de prover o próprio sustento, mas transferem os ônus e encargos para toda a coletividade, muitas das vezes, até com fraude à lei”, afirma a autora popular, que não quis dizer ao iG por que move a ação.

Esse benefício, originário do tempo em que as mulheres não estavam no mercado de trabalho, tem o objetivo de garantir a subsistência e a proteção financeira da filha do funcionário morto até que comece a trabalhar ou se case. Márcia tem 52 anos e é dentista, o que faz a pensão perder o sentido, na opinião da autora popular e da PGE – as duas circunstâncias são impeditivas do pagamento.

Após reincluir beneficiária, RioPrevidência corta benefício e pede dinheiro de volta

 

Foto: Reprodução da internet

Após suspensão, o TJ do Rio mandou o RioPrevidência voltar a pagar pensão a Márcia, filha do desembargador José Erasmo Couto

Após a morte do pai, em 1982, Márcia passou a dividir com a mãe as pensões do Fundo Especial do TJ e do Iperj (atual RioPrevidência). De acordo com a lei no ano da morte do desembargador, só era previsto o pagamento de pensão previdenciária para as filhas maiores até a idade-limite de 25 anos e desde que fossem solteiras. Assim, quando Márcia fez 25 anos, em 1985, deixou de fazer jus ao benefício, que ficou apenas para a viúva do magistrado.

A dentista continuou, porém a receber 50% do montante do Fundo Especial do TJ. Casou-se no religioso, em 1990, na Paróquia Nossa Senhora do Brasil, na Urca, em união da qual nasceram dois filhos (um em 91 e outro em 93). “Para ludibriar os sistemas previdenciários do antigo Iperj e do Fundo Especial, o casamente só foi realizado no âmbito religioso, não tendo sido comunicado para as instituições previdenciárias”, afirma a ação popular. O casal ficou unido entre três e nove anos - o período varia de acordo com o interlocutor - e se separou nos anos 90.

Após a morte da viúva, em 2004, Márcia pediu administrativamente e obteve a reversão da pensão de sua mãe no Fundo Especial. “Se a ré nem sequer tinha direito a receber o benefício que vinha recebendo, não poderia jamais ter deferida a reversão da cota-parte recebida por sua genitora”, protesta a autora da ação, Thatiana Travassos.

No ano seguinte, requereu a reinclusão na pensão do RioPrevidência – após ter sido excluída 30 anos antes –, novamente alegando ser solteira. Embora tivesse mais de 25 anos e não seja possível voltar a ter o benefício quem já foi excluído do sistema, ela também voltou a receber integralmente a pensão que vinha sendo paga à mãe.

De acordo com a autora popular, Márcia não preenchia nenhum dos requisitos das concessões do benefício, segundo a lei, em 2004: era maior de 21 anos, independente economicamente, não era estudante universitária de até 24 anos, interditada ou inválida, não tinha dependência econômica – era dentista – e não era mais solteira, porque já tinha se casado.

Ao tomar ciência da ação popular, o RioPrevidência – inicialmente réu – reviu a decisão ao constatar que a concessão estava “viciada”: cortou o benefício e pede o fim dos pagamentos e a devolução do montante pago nos últimos cinco anos. Intimada, Márcia foi ao órgão apresentar defesa, mas optou por não assinar termo de ciência. “Naquela ocasião, afirmou, assumindo inteira responsabilidade pela veracidade das informações prestadas, que o seu estado civil era o de solteira. Perceba-se, desde já, o ardil empregado pela ré, que omitiu o seu casamento celebrado anos antes”, diz o RioPrevidência.

“Vida nababesca”

 

Foto: AE

Márcia Couto recebe pensões do RioPrevidência e do Tribunal de Justiça, do pai desembargador

No entanto decisão do desembargador Pedro Lemos obrigou o órgão a retomar o pagamento. Em recurso ao tribunal, Márcia alegou que “a subsistência e a independência financeira de sua família receberam duro golpe”. Para o órgão previdenciário, a argumentação é “para dizer o mínimo, melodramática, porque ela já recebe de pensão especial do TJ mais cerca de R$ 20 mil. A manutenção da pensão proporciona à filha do desembargador uma vida nababesca, à custa dos contribuintes do Estado do Rio de Janeiro”.

A PGE cita frase de outro desembargador, Horácio dos Santos Ribeiro Neto, segundo quem “lamentavelmente, há no país a crença de que pensão por morte é herança e deve ser deixada para alguém porque, em caso contrário, ‘fica para o governo’”.

A ação lembra que o entendimento da Constituição Federal é de igualdade de tratamento entre união estável e casamento, em relação às pensões e benefícios previdenciários, de modo que Márcia perdeu a condição de solteira em 1990 para continuar a receber os benefícios previdenciários que recebe. A autora Thatiana Travassos afirma que Márcia teve “má-fé”, ao usar “expedientes maliciosos” e “mecanismos espúrios” de só casar no religioso “com o único e específico intuito de não perder a condição de beneficiária como filha solteira” e de “ludibriar para impedir a aplicação de preceito imperativo da lei” – o que se caracterizaria como “fraude à lei”.

A ação popular afirma que levantamento de casos como o de Márcia, no Distrito Federal, identificou pagamento indevido de pensão a 2.879 filhas de servidores públicos mortos do Executivo maiores de 21 anos que só teriam direito ao benefício se continuassem solteiras. A fraude, aponta, custou aos cofres públicos cerca de R$ 30 milhões por ano – R$ 150 milhões, em cinco anos, e R$ 300 milhões, em dez anos.

No Rio, não há previsão de o RioPrevidência fazer uma investigação semelhante em sua base de dados.

Autora da ação não quer falar; TJ e advogado de Márcia não respondem

iG falou por telefone com Thatiana Travassos, autora da ação popular que pede o cancelamento das pensões de Márcia Couto. Ela não quis informar o motivo por que moveu a ação nem quis dar entrevista sobre o assunto.

A reportagem ligou e enviou e-mail à assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, para ouvi-la a respeito do pagamento da pensão a Márcia pelo Fundo Especial do TJ. Também questionou o tribunal se a decisão de um desembargador em favor da filha de um outro desembargador não poderia parecer corporativista tendo em vista os fatos. O TJ não respondeu.

iG deixou mensagem às 13h de sexta-feira (18) no celular do advogado José Roberto de Castro Neves, que representa Márcia. Às 13h10, o repórter deixou recado com a secretária Maíra, no escritório de que é sócio no Rio, mas não teve resposta até esta segunda (21).

 

 

 

 

 

zanuja

Enviei o mesmo post ontem, no Fora de Pauta.

O Fudge vai ficat fulo da vida ao ler isso.

Enquanto isso o andar de baixo....

 

Os direitos da mulher funcionam apenas para um lado.

Direito a voto, salarios iguais, etc, mas, nao querem perder a boquinha anterior.

 

Filhas de militares das FFAA também têm este direito. Mas foi criada uma lei que proibiu esta indecência. Quem ainda recebe ou freceberá é por força do "direito adquirido".

Entendem porque chamo o Brasil de "casa grande e senzala"? O golpe civil - militar de 64 ocorreu porque quiseram tirar privilégios da "casa grande".

 

"Uma ação popular questiona o direito de uma mulher de 52 anos receber duas pensões, no total de R$ 43 mil mensais, pela morte do pai, desembargador do Rio de Janeiro, mesmo após ter sido casada, por ao menos três anos":

Dinheiro publico eh casa da sogra.  Eu NUNCA ouvi falar de "pensao" de 22 mil dolares, francamente.  Elas nao existem em pais nenhum do mundo, e muito menos pra filhos de juizes -quem eles pensam que seus pais eram?

Essas aberracoes e essas desgracas somente existem no Brasil.

Repito:  EM NENHUM LUGAR DO MUNDO ALGUEM TEM PENSAO ESTATAL DE 22 MIL DOLARES.  SO NO BRASIL.

 

ECHELON saiu da internet. ECHELON agora esta no seu proprio computador.

De iG.

CPI do Cachoeira reacende embate entre Ministério Público e PFMotivo do conflito é a PEC 37, proposta que tira poderes do MP e dá exclusividade de investigações às polícias Federal e Civil

AE | 21/05/2012

CPI do Cachoeira reacendeu uma batalha travada há anos nos bastidores entre procuradores e policiais no País. O motivo é a tramitação, em passo acelerado, da PEC 37, proposta de emenda constitucional que tira poderes do Ministério Público e dá exclusividade de investigações às polícias Federal e Civil.

Hoje, o MP pode conduzir investigações e não aceita em nenhuma hipótese perder o controle hierárquico dos inquéritos.


Os dois lados radicalizaram nos ataques e o conflito já ameaça o resultado das investigações. A crise atingiu grau elevado nos últimos dias com declarações dos delegados das operações Vegas e Monte Carlo, que acusaram o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e sua mulher, Cláudia Sampaio, de "segurarem", em 2009, o primeiro inquérito com provas que ligavam o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) à quadrilha do contraventor Carlinhos Cachoeira.

"O MP fica com esse discurso totalitário, imperial, mas o fato é que mal realiza suas tarefas e não tem preparo técnico-científico para comandar investigações nem treinamento para enfrentar bandidos na rua", disse o delegado Marcos Leôncio Ribeiro, presidente da Associação Nacional dos Delegados Federais.

"O monopólio da investigação pela polícia afronta o estado de direito", rebateu o procurador Alexandre Camanho de Assis, presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

 

zanuja

De Congresso em foco.Aparelhos da quadrilha de Cachoeira eram mesmo antigrampo

A PF obrigou a Nextel a entregar os códigos dos rádios-celulares, o que permitiu o rastreamento, informa Leandro Mazzini, na Coluna Esplanada

POR LEANDRO MAZZINI 

Leandro MazziniLEANDRO MAZZINI

Aparelhos eram antigrampo 
A Polícia Federal atuou a tempo de flagrar a quadrilha de Carlinhos Cachoeira, mas perdeu parte das conversas por interceptação telefônica do grupo. Os aparelhos Nextel trazidos pelo contraventor dos Estados Unidos realmente tinham inicialmente sistema antigrampo, com códigos criptografados. Quando descobriu que o bando usava os rádios, a PF obrigou a Nextel a entregar os códigos e, com os mandados judiciais, começou a monitorar a quadrilha, o que resultou nas informações colhidas nas operações Vegas e Monte Carlo.

 


A PF quebrou os códigos criptografados dos aparelhos Nextel de Demóstenes e dos demais integrantes do esquema de Cachoeira

Euuu?!
O senador Demóstenes Torres (GO) estava tão seguro, quando se revelou a Monte Carlo, que fez chegar ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que duvidada dos grampos. Ele provou.

Risco
Rondam os corredores do Congresso notícias de que, com o voto secreto, há sério risco de Demóstenes, apesar de tudo, não ser cassado.


Acredite se quiser
A Assembleia Legislativa do Piauí vai antecipar a eleição de sua mesa diretora para o biênio 2013-14 em um ano. A votação acontecerá no próximo dia 4. O pleito, adiantado à revelia da oposição, é manobra para reeleger o presidente da Casa, deputado Themístocles Filho (PMDB), que pode chegar ao seu sétimo reinado consecutivo.

Toma lá dá cá
Fica evidenciado que a eleição, abençoada pelo governador Wilson Martins (PSB), é o afago ao deputado que desistiu de concorrer à vaga da Assembleia para o TCE, para a qual foi eleita a … mulher do governador, Lílian Martins.

Quer distância
O deputado federal Paulo Quartiero (DEM-RO), ex-líder dos rizicultores contra a criação da Reserva Indígena Raposa Serra do Sol, critica o governo federal. Diz que o problema de fronteira na Amazônia Legal é a pobreza generalizada.

Mudança
Quartiero, de fato, colaborou para isso. Com a indenização milionária da União, mudou suas plantações para a Ilha de Marajó, no Pará, e deixou centenas de desempregados.

Falta nomeação
A Associação dos Aprovados para Defensoria Pública em 2010 reclama: num país com 80 milhões de pobres, existem apenas 480 Defensores Públicos Federais.

Cerco policial
Na Assembleia Legislativa de Rondônia, oito deputados – um terço da Casa – podem ser cassados pelo envolvimento em fraudes em contratos de limpeza e alimentação. Paira dúvida sobre a punição por conta do voto secreto.

Cerco parlamentar
Depois que o SBT flagrou o deputado Vaccarezza (PT-SP) trocando torpedos com o governador Sérgio Cabral (PMDB), do Rio, amigo do dono da Delta, integrantes da oposição na CPI e até do PMDB iniciaram movimento para convocá-lo.

Surpresa
Único representante do PDT na Rio+20, o deputado Giovani Cherini (PDT-RS) frustrou os colegas na Comissão de Meio Ambiente, ao rejeitar emenda ao projeto que propõe trocar para biodiesel as termelétricas a carvão, nos próximos 15 anos.

Raio x
Hoje, as usinas ecológicas trabalham com quase 60% de ociosidade. No Norte do país, todas as termelétricas já são ‘flex’, ou seja, podem operar com carvão e biodiesel. O país será cobrado na Rio+20.

Ritorno
Na surdina, agora liberado pela lei, o ex-banqueiro Salvatore Cacciola prepara seu retorno para a Itália.

No site
Acompanhe no site da coluna as charges de Aliedo com histórias pitorescas de políticos, e as fotos inéditas de Evandro Teixeira.

Ponto Final
Depois do torpedo para Sérgio Cabral, só falta Cândido Vaccarezza entrar para o ‘bando do guardanapo’ na cabeça de Paris.

 

Com Gilmar Correa

 

zanuja

Avião da TAM com 166 passageiros perde capô de motor após decolar

Rio Grande do Norte -  Nesta sábado, o passageiro Victor Ruscinc gravava a decolagem do voo da TAM 3317 que ia de Natal (RN) com destino a São Paulo quando flagrou uma peça se soltar da turbina e bater no avião. O vídeo também registrou o desespero de alguns passageiros, que chegaram a pensar que a asa da aeronave estava avariada.

De acordo com a TAM, o capô de um dos motores da aeronave se desprendeu durante a decolagem, às 7h36. A companhia afirma que o problema não afetou o desempenho dos motores e que o avião retornou ao aeroporto em cumprimento aos procedimentos de segurança. Antes de voltar, o Airbus A320 sobrevoou a capital potiguar por cerca de uma hora para diminuir a quantidade de combustível nos tanques.

O voo JJ3317 pousou no aeroporto Augusto Severo às 8h42. A companhia diz que prestou auxílio aos passageiros, que foram acomodados em um novo voo com destino ao aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (Grande São Paulo), às 12h35.

http://odia.ig.com.br/portal/brasil/pe%C3%A7a-se-desprende-de-turbina-de...

Vídeo :

http://www.band.com.br/jornaldaband/conteudo.asp?ID=100000505122

 

Demarchi

Do iG.

Após ser barrado, artista baiano planeja protesto contra EspanhaMenelaw Sete, conhecido como Picasso baiano, diz que imigração o impediu de fazer conexão para Itália, onde tinha exposição

Agência Estado | 21/05/2012 22:04:19

  •  

Texto:

selo

Impedido pela imigração espanhola, em Madri, de fazer uma conexão para Milão (Itália), onde participaria da abertura de uma exposição de artes, o artista plástico baiano Menelaw Sete afirma que está programando um protesto em frente do Consulado da Espanha em Salvador. Ele diz que a intenção é reunir outros artistas na frente da sede da instituição, ainda esta semana, para manifestar contra a forma como ele e outros barrados em território espanhol têm sido tratados. "É uma humilhação."

Menelaw, 47, conhecido como Picasso baiano, era convidado da organização da exposição e, da Itália, seguiria para Brissago, na Suíça, onde pintaria um painel a convite do Centro Dannemann. Ele embarcou na noite de quinta-feira em voo direto de Salvador para Madri, de onde seguiria para a Itália, mas não pôde desembarcar na manhã de sexta-feira. Ele conta que ficou juntamente com outras cerca de 40 pessoas, sendo quatro brasileiros, retido em uma área restrita do Aeroporto de Barajas até ser deportado na manhã de sábado.

Segundo as autoridades espanholas, faltou a Menelaw o carimbo da polícia italiana na carta-convite apresentada por ele à imigração, assinada por seu empresário na Itália, Ezio Dellapiazza. O artista argumentou que, em 15 anos de viagens à Europa, sempre apresentou os mesmos documentos - e chegou a mostrar a autorização de entrada concedida, no mesmo aeroporto, no ano anterior, sem convencer os agentes de imigração.

Nas horas em que ficou retido, Menelaw retratou em desenhos, feitos com uma caneta esferográfica em um caderno, as pessoas que, como ele, não conseguiram entrar no país. Segundo ele, há sinais de racismo na "seleção" dos impedidos de ingressar na Espanha. "Não havia brancos, apenas mulatos e negros entre os barrados", afirma.

 

zanuja

De Opera Mundi.

Londres enviará submarino nuclear às Malvinas, diz jornal britânico

Segundo o The Sun, embarcação chegará em 14 de junho, aniversário da vitória britânica na guerra contra a Argentina

 

 

O governo britânico poderá enviar ainda nesta semana um submarino nucelar, munido por um arsenal de grande potência, ao litoral das Ilhas Malvinas, no Atlântico Sul. A informação foi publicada na edição deste domingo (20/05) do jornal britânico The Sun. A notícia provocou forte reação por parte de autoridades da Argentina, que afirmam que, caso essa ameaça se concretize, os britânicos estariam violando uma série de acordos internacionais.

O submarino HMS Talent, chamado pelos militares britânicos de “caçador assassino”, é equipado por mísseis Tomahawk e torpedos Spearfish, e  chegaria à América do Sul no dia 14 de junho, data que marca o aniversário de 30 anos da vitória britânica na Guerra das Malvinas sobre a Argentina. Atualmente, a embarcação se encontra no porto de Simon's Town, próximo à Cidade do Cabo, na África do Sul.

Mais notícias do dia:
Dois anos depois, afegã capa da Time tenta se adaptar à vida nos EUA
Congresso dos EUA pressiona Google a combater tráfico humano
Milhares saem às ruas no Uruguai para pedir esclarecimentos sobre os crimes da ditadura

The Sun, pertencente ao conglomerado de mídia News Corporation, do magnata britânico Rupert Murdoch, publicou uma matéria provocativa, com os dizeres “Inglaterra vs. Argentina... nós levamos o submarino”.

Telesur
 
O HMS Talent, chamado de "caçador assassino", pode vir à América do Sul

A publicação cita fontes anônimas do Ministério de Defesa britânico, que asseguram que o submarino está pronto para zarpar em direção ao arquipélago, onde realizaria atividades de patrulha nos próximos meses.

“Realizamos preparativos finais na Àfrica do Sul antes de zarparmos ao Atlântico Sul.O HMS Talent patrulhará as águas das Falklands (termo como os britânicos se referem às ilhas) e fará (atividades de) vigilância. Foi para isso que ele foi construído, para defender os interesses britânicos”, disse a fonte.

A fonte acrescentou: "Há muita gente falando sobre as Falklands, mas só um lado nessa disputa tem submarinos nucleares".

O HMS Talent tem 84,5 metros de comprimento, pesa cerca de cinco mil toneladas, pode alcançar uma velocidade de 60 km/h e submerge até uma profundidade de 305 metros. Seus mísseis tem um alcance de até 60 quilômetros. Segundo o jornal, o mesmo modelo de submarino foi utilizado por tropasbritânicas para ajudar os rebeldes na Líbia durante a guerra civil que derrubou o líder Muamar Kadafi.

Perguntado oficialmente pelo The Sun, o Ministério da Defesa britânico afirmou que "não cometa operações de submarinos".

Outro lado

O presidente da comissão de Relações Exteriores do Senado argentino, Daniel Filmus, afirmou que, caso esse fato se confirme, o Reino Unido violaria todos os acordos da Zona de Paz do Atlântico Sul, entre elas resoluções da Assembleia Nacional das Nações Unidas. “A atitude da Defesa britânica é uma provocação não apenas para a Argentina, como para todos os países da região e do Atlântico Sul”, afirmou.

Segundo Filmus, “o Reino Unido mostra, mais uma vez, sua falta de vontade para cumprir com as obrigações” sobre a questão das Malvinas”, estabelecidas em 1965 pela Assembleia Geral e o Comitê Especial de Descolonização da ONU.

“Apesar das atitudes do Reino Unido, que desconhecem o direito internacional e o apoio de quase toda a comunidade internacional, que considera legítima a reivindicação da Argentina, seguiremos reclamando a soberania das Malvinas. E vamos procurar uma resolução através do diálogo e de vias pacíficas”, afirmou.

 

zanuja

da Agência Senado

Cibercrimes vão fazer parte do Código Penal

Enviar notícia por e-mail Imprimir

  

Gorette Brandão

O simples acesso a qualquer sistema informático realizado de forma indevida e sem autorização pode passar a ser crime, mesmo que o responsável pela invasão não tenha tirado qualquer proveito de informações ou provocado danos à estrutura invadida. É o que sugere a Comissão de Juristas que elabora proposta do novo Código Penal.

O tema foi tratado em reunião nesta segunda-fera (21).

Para punir o chamado crime de intrusão informática, na sua forma mais simples, os juristas sugeriram pena de prisão de seis meses a um ano, ou multa, de forma alternativa, por decisão do juiz no exame do caso. A penalização do mero acesso com prisão envolveu intenso debate, já que parte dos juristas entendia haver a necessidade de dano ou claro proveito por parte do invasor.

Como solução, foi sugerida uma redação situando a multa não mais como uma penalidade adicional, mas como uma alternativa de enquadramento do ato de invasão. Os juristas aprovaram ainda a figura do crime de intrusão qualificada, aplicável aos casos em que ocorra obtenção de conteúdo de comunicações eletrônicas, segredos comerciais e industriais, informações sigilosas ou, ainda, na hipótese de controle remoto não autorizado do sistema invadido.

Na intrusão qualificada, a pena a ser aplicada será de um a dois anos de prisão, além de multa. Poderá ainda haver um aumento, entre um terço e dois terços da pena, quando houver divulgação de dados obtidos.

Ainda sem legislação específica, os crimes cibernéticos estão sendo objeto de proposições em fase de exame no Congresso. Um deles foi recentemente aprovado pela Câmara dos Deputados, logo depois da divulgação pela rede de fotos íntimas da atriz Carolina Dieckman, obtidas por hacker residente em Minas Gerais mediante invasão do computador da atriz.

- Se nossa proposta já estivesse sido convertida em lei, esse seria um crime na modalidade mais grave. A pena chegaria a dois anos, fora aumento de um terço pela divulgação das fotos – comentou o relator da comissão, o procurado da República Luiz Carlos Gonçalves, ao fim da reunião.

De acordo com o procurador, o arsenal de tipos penais hoje existentes é inadequado para o enfrentamento dos crimes cibernéticos. No caso da invasão de sistemas para obtenção de fotos, por exemplo, o tratamento atual seria enquadrar a conduta como roubo.

Como informado pelo relator, a comissão decidiu criar um capítulo específico para os crimes cibernéticos, nele incluindo condutas ainda não tipificadas. Como exemplo, citou as ações doscrackers, que invadem sistemas com o objetivo de destruir ou expor dados. Nos casos mais graves, citou a exploração e comercialização de dados protegidos.

Ao mesmo tempo, conforme disse, a comissão readequou tipos penais já existentes, para incluir situações em que esses crimes são cometidos por meio do uso da internet. Nesse caso, ele citou o crime de falsa identidade, que passa a incluir um aumento de pena quando for cometido no ambiente cibernético.

- Já é crime se passar por terceira pessoa e isso é muito comum na internet – observou.

No crime de falsa identidade, a pena base de seis meses a dois anos de prisão poderá ser ampliada em um terço se o autor tiver utilizado incorporado o nome de outra pessoa para uso em qualquer sistema informático ou redes sociais.

 

De Agência Estado.

BNDES prevê aportes de até R$ 131 bi em transportesPublicado em 21.05.2012, às 21h02 

 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) prevê que o setor de transportes receba investimentos de R$ 116 bilhões a R$ 131 bilhões entre 2012 e 2015, dos quais 33% serão financiados pelo banco de fomento, informou nesta segunda-feira (21) o diretor da instituição Roberto Zurli Machado, em encontro sobre transporte e logística em São Paulo. Ele destacou a expansão da participação do segmento ferroviário, que deverá responder por aproximadamente 40% do total previsto, sem contar outros R$ 15 bilhões previstos para o Trem de Alta Velocidade (TAV).

Tal projeção de investimento em ferrovias tem em vista a meta do governo de ampliar a participação do segmento na matriz logística nacional dos atuais 25% para 35%, até 2025. Em contraposição, o modal rodoviário deve recuar de 58% para 30%, no mesmo período. Por ora, no entanto, as rodovias seguirão recebendo a maior parcela de investimentos, ou R$ 53 bilhões, entre 2012 e 2015. Mas, neste caso, o BNDES prevê dar um menor apoio. "É um segmento atrativo para o mercado de capitais", disse Machado, sinalizando o potencial das debêntures de infraestrutura atenderem de maneira especial este modal. "Já temos dois casos de sucesso em rodovias", disse.

Enquanto para rodovias o BNDES estabeleceu financiar até 80% do valor total dos projetos, no caso das rodovias o montante financiável é de até 60%. Para os demais modais - portos, aeroportos e hidrovias - o financiamento é de até 70%. Além disso, a taxa básica de juros para as rodovias estabelecida pelo BNDES também é mais alta, de 1,3%, enquanto para os outros segmentos, incluindo ferrovias, ficou em 0,9%.

No segmento de ferrovias, o objetivo do BNDES é apoiar a expansão e a modernização da rede, a redução do impacto ambiental, o desgargalamento do acesso portuário e a inserção de novas cargas. "São grandes desafios, mas há grandes oportunidades, em especial no eixo São Paulo, Santos, Campinas", disse. Já no caso das rodovias, os investimentos estão concentrados em novas concessões, além de alguns investimentos em concessões já existentes e em investimento público.

Machado lembrou que em 2012 o BNDES ampliou em 25%, para R$ 23 bilhões, o volume de recursos que deverá ser direcionado a projeto de infraestrutura e indicou que parte desse crescimento virá da expansão dos recursos ao setor de transportes.

Fonte: Agência Estado

 

zanuja

da Agência Fiocruz de Notícias

 


Farmanguinhos doa medicamentos para tratamento da malária à Bolívia

Alexandre Matos

O Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos/Fiocruz), dentro de sua missão institucional, doou à Bolívia aproximadamente 14 mil comprimidos de Artesunato+Mefloquina (ASMQ), medicamento em dose fixa combinada utilizada no tratamento da malária e que tem esquema terapêutico de utilização de três dias. É a segunda doação da Fundação ao país sul-americano. A quantidade equivale a 2.325 tratamentos distribuídos ao Programa Nacional de Malária da Bolívia. A ação faz parte de uma estratégia da unidade em parceria com a DNDi – sigla em inglês para Iniciativa Medicamentos para Doenças Negligenciadas –, para distribuição do produto, fruto do projeto Fact (terapia de combinação baseada em artemisinina).

 Peter Ilicciev) O ASMQ é o primeiro ACT em dose fixa que pode ser armazenado por até três anos em clima tropical
(Foto: Peter Ilicciev)



Segundo o coordenador do projeto em Farmanguinhos, Érico Daemon, o medicamento é indicado pelo Ministério da Saúde como tratamento de primeira linha contra a malária falciparum. “Já entramos com pedido de pré-qualificação do ASMQ junto à OMS e está em andamento o processo de registro em países da América Latina, África e sudeste asiático”, destacou. O medicamento já é registrado no Brasil e, em 2009, a unidade iniciou o processo de transferência de tecnologia da empresa indiana Cipla, que registrou o produto em seu país.
 
Novos estudos estão sendo realizados em gestantes e crianças de cinco países africanos: Burkina Faso, Gana, Quênia, Tanzânia e Zâmbia. Além desses, o ASMQ já foi submetido a estudos clínicos em aproximadamente seis países.

 

Para diretor do Vox Populi, Dilma tem vantagem de não ostentar projeto de poder

Marcos Coimbra acredita que presidenta vai tão longe quanto puder na tentativa de formar um novo modelo de administração política do país

Por: João Peres, Rede Brasil Atual

São Paulo – O diretor do Instituto Vox Populi, Marcos Coimbra, acredita que os partidos de oposição deveriam deixar para trás os "maus ensinamentos" do convívio político e apoiar a tentativa de mudança na lógica que rege a relação entre Executivo e Legislativo. Para ele, o modelo atual determina que os parlamentares votem contra o Palácio do Planalto, mesmo que saibam que o projeto em questão é de interesse do país. 

Coimbra entende que a recente aprovação do Código Florestal na Câmara não se deu unicamente pela força da bancada de representantes do agronegócio, mas pela soma de forças de oposição que gostariam de aplicar uma derrota ao governo de Dilma Rousseff. Sobre a presidenta, aliás, o analista político avalia que ela irá tão longe quanto puder na mudança do paradigma da política nacional. “A Dilma, ao contrário dos políticos tradicionais, não tem um projeto de ficar no poder. A Dilma tem um projeto de administração e ela enxerga dificuldades para executar esse projeto de administração de uma maneira bem diferente de um político mais tradicional”, afirma.

Ele acredita que a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Congresso para apurar as relações entre políticos e o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, pode começar a definir quais partidos estarão na chapa do PT em 2014, de amplo favoritismo. O diretor do Vox Populi avalia que as conexões entre parte da imprensa e a quadrilha ligada à exploração de jogos ilegais também precisa entrar na pauta do colegiado. “Dizer que quando alguém que questiona isso está questionando a imprensa é usar o conceito de liberdade de imprensa para se proteger, para proteger uma prática que é francamente condenável”, adverte.

Confira a seguir a primeira parte da entrevista concedida à Rede Brasil Atual.

Existe uma tentativa de discutir e aprovar a questão do financiamento público de campanha. Isso implicaria mudança na relação política? 

Eu tenho, como observador e como analista, um entendimento de que o financiamento público seria muito positivo para o país e acredito que seria uma maneira em que se poderiam considerar a interferência excessiva do poder econômico, como no processo eleitoral, sendo diminuído e até eliminado. Evidente que se fizéssemos um sistema de financiamento público, a força de interferência de lobbies empresariais, associativos e corporativos seria muito menor.

O modelo que está em discussão na Câmara poderia logo ser posto em prática. Curioso que no Senado todos os partidos aprovaram a ideia. Faltava definir um modelo mais específico, mas houve acordo entre as principais lideranças políticas. Na Câmara, o relator apresentou uma proposta, mas as coisas ficaram um pouco travadas. Não sei qual andamento ela terá, mas de qualquer maneira já se decidiu que não havia por que correr para aprovar ainda a tempo de aplicar para as eleições de 2012.  Mas provavelmente nós teremos tempo ao longo deste ano e do próximo, se houver a chamada vontade política, para votar ainda a tempo de valer para 2014.

De que maneira todos sairiam ganhando com uma mudança na relação entre os partidos políticos e entre o Legislativo e o Executivo?

Uma das razões que explicam a duração dos embates políticos no Brasil é a partidarização excessiva de algumas questões. É totalmente natural que alguns temas sejam tratados a partir da identificação partidária do parlamentar. Mas existem outros em que o que está em jogo é uma coisa mais ampla, que é o interesse nacional, para usar como uma palavra que serve em situações como essa. Não é incomum e diferente em outros lugares do mundo, quando o sistema político está perante questões que não são partidárias, são quase que consenso, em questões como essa eu acredito que o mais correto seria o parlamentar votar contra o consenso. E na votação do Código Florestal, nós vimos isso. 

Quem de fato acabou tendo a vitória defende as teses que não vão ao encontro do interesse nacional de longo prazo, pelo menos a mim me parece. Quem acabou apoiando isso não foi o setor diretamente interessado, mas uma coalizão na qual pessoas que no fundo não acreditam que essa é a melhor solução para o Brasil, e votaram desse jeito apenas para derrotar o posicionamento do governo. Isso que eu acho que era um mau ensinamento da época em que o próprio PT tinha um comportamento muito negativo, mas que foi revisto quando o partido chegou ao governo. O que é estranho é que as atuais oposições que foram governo e cobravam do PT, agora fazem o mesmo jogo.  

Dilma tem conseguido imprimir essa mudança de lógica política ou ainda é cedo? Qual o limite dessa mudança? 

Eu acho que ela está fazendo. Se ela consolidará como uma marca da administração dela, talvez seja coisa para dizer. A Dilma, ao contrário dos políticos tradicionais, não tem um projeto de ficar no poder. A Dilma tem um projeto de administração e ela enxerga dificuldades para executar esse projeto de administração de uma maneira bem diferente de um político mais tradicional, até que o Lula. O Lula tinha uma tolerância que ela não tem. E isso é muito salutar para ficar na política brasileira. É muito positivo. Agora, até que ponto ela irá é difícil dizer. Eu acho que ela vai tão longe quanto ela conseguir e é desejável para todos que ela tenha apoio. 

Você tem alguma expectativa de que a CPMI do Cachoeira resulte em revelações efetivas ou se transformará em mais um palco para essa partidarização excessiva?  

Ele é um exemplo 100% político. Em outros casos não vejo, pelo menos por enquanto, que já esteja na hora de invocar o que seria, digamos, interesse nacional. Eu acho, no entanto, que já está na hora de uma oportunidade para uma revisão do relacionamento do sistema político com os grupos de interesse, nesse caso, envolvendo uma organização com atividades ilegais ou criminosas. É o mais longe que pode ir na privatização da política, fazendo não só parte do sucesso de um grupo econômico e de um grupo de interesses, mas de um grupo econômico e de interesses cujas raízes estão na ilegalidade. Se for colocada essa discussão, o assunto passa a ser suprapartidário. Mas, por enquanto, não, por enquanto nós estamos vendo um tensionamento político característico da vida parlamentar. Puxam para um lado, puxam para o outro, partidariamente. 

Discutir a relação entre veículos de imprensa, criminosos e políticos pode ser benéfico à sociedade?

Para mim não tem dúvida. O que nós tivemos nos últimos anos e as revelações que até agora foram feitas sugerem que houve uma deliberada concordância dos veículos de imprensa em nada fazer para denunciar uma coisa que estava vendo. Denunciar como imprensa e não como autoridade policial, que não é o caso. Em troca de uma estratégia de tomada de posição política dos veículos. O que se fez foi a aplicação do velho princípio de que os fins justificam os meios – para atacar o governo vale qualquer coisa, inclusive fazer um papel muito discutível de colaboração duradoura, digamos assim, com o grupo do Cachoeira. Dizer que quando alguém que questiona isso está questionando a imprensa é usar o conceito de “liberdade de imprensa” para se proteger, para proteger uma prática que é francamente condenável. Não se conhece nos anais da imprensa política internacional um caso desse tipo. Em Watergate os repórteres do Washington Post usaram de alguém que fazia confidências e que estava diante do governo. É completamente diferente. 

É cedo para falar sobre companhia nessa chapa do PT em 2014? O PMDB está hoje mais desgastado do que estava naquele momento, em 2010, e o PSB está mais forte? 

É difícil dizer. Talvez seja uma das coisas que a CPI pode fazer: levar esse processo para um lado ou para o outro. A impressão que eu tenho é que a preferência do Lula é manter a coligação com o PMDB voltando a apresentar um candidato a vice. Fala-se muito que um candidato que o Lula tinha como muito provável seria o Sérgio Cabral. Isso do jeito que é a coisa ficou agora, certamente mudou. Pode ser que o Sérgio Cabral se recupere, mas nesse momento essa possibilidade ficou muito menor. Agora, o PSB é parte importante da equação de 2014, pode ser um caminho para o Eduardo Campos ser candidato a vice junto com a Dilma e, certamente, se Lula for o candidato, com ele.

 

do Opera Mundi

 

Milhares saem às ruas no Uruguai para pedir esclarecimentos sobre os crimes da ditaduraMarcha do silêncio é realizada anualmente para pedir verdade e justiça sobre o destino dos desaparecidos políticos    

 

Um marcha realizada no centro de Montevidéu na noite deste domingo (20/05) reuniu milhares de pessoas para reivindicar "verdade e justiça" diante das violações aos direitos humanos ocorridos durante o período da ditadura militar naquele país (1973-1985).

A 17ª Marcha do Silêncio, promovida pela organização Mães e Familiares de Presos Desaparecidos, percorreu a avenida 18 de julho, a principal da cidade, e seguiu até a Praça Cagancha.

A mobilização, que terminou com a leitura dos nomes da mais de uma centena de desaparecidos, é realizada anualmente em 20 de maio, data em que os ex-parlamentares uruguaios Zelar Michelino e Héctor Gutiérrez e os ex-militantes tupamaros William Whitelaw e Rosario Barredo foram assassinados em Buenos Aires.

 

 

Leia mais

 

 


Os manifestantes ressaltaram os avanços na área de direitos humanos conquistados nos últimos anos no país e reforçaram a busca pela verdade. Em outubro do ano passado, o presidente José Mujica promulgou uma lei que declarou imprescritível os crimes da ditadura e que anulou juridicamente a Lei da Caducidade.

"Esta é a 17ª Marcha do Silêncio pelos presos desaparecidos e ela continuará sendo realizada até que se saiba toda a verdade sobre os corpos (dos desaparecidos)", disse Marys Yic, filha de um sindicalista desaparecido. 

Dados das organizações de direitos humanos, os desaparecidos somem cerca de 140, dos quais 30 no país e o restante na Argentina. Os números também revelam que 200 pessoas foram mortas dentro da prisão durante o regime militar.

 

De JB online. Fishlow rebate críticas e acredita em crescimento sustentável para o BrasilEm artigo publicado pelo Foreign Policy,  Fishlow responde a análise pessimista sobre o BrasilJornal do Brasil+A-AImprimir

PUBLICIDADE

Na última semana a revista Foreign Policy  publicou um artigo assinado pelo economista norte-americano Albert Fishlow, estudioso da economia brasileira há mais de 40 anos, que comenta a expectativa pessimista de alguns especialistas para o futuro financeiro do Brasil. 

publicação rebate o artigo publicado anteriormente naForeign Affairs, em que o economista Ruchir Sharma, afirma que a economia brasileira se sustenta sobre uma "base de barro", pois depende da demanda por produtos primários e que, “com a demanda global começando a cair, se o Brasil não tomar medidas para diversificar seu crescimento, poderá afundar junto."

Brasil, que apresentou crescimento de quase 5% ao ano entre 2004 e 2010, registrou um crescimento de apenas 2,7% no ano passado. A indústria foi a que mais sofreu, devido ao aumento da participação de bens importados, em detrimento dos produtos locais. O artigo considera que o aumento da inflação pode esfriar o entusiasmo dos investidores estrangeiros e questiona, se o tempo do Brasil como centro, cérebro e coração da economia latino-americana, está chegando ao fim. 

O Banco Central, sob liderança de Alexandre Tombini, optou por tornar o crescimento a mais alta prioridade.  A grande questão, então, é se a inflação irá se manter estável. Os investidores  desconfiam da previsão de que os preços irão cair para a meta até dezembro. De fato, críticos argumentam que o "banco teria saltado fora do barco" e, que deixarão de conter a inflação à custa do crescimento. 

Albert Fishlow discorda. Para ele, o excesso de capacidade produtiva global significa que quem exporta para o Brasil terá um mercado aberto para receber qualquer transbordamento na produção. Com a queda na taxa de câmbio de 25%, desde o pico, no ano passado, os produtos brasileiros já aparecem competitivos nos mercados mundiais e uma redução maior seria "injustificada", afirma. 

A alta dos preços da soja e do ferro para exportação em 2011 está provavelmente acabando, e a economia do país não deverá "surfar em mais nenhuma onda" de aumento dos valores das commodities globais. 

O autor destaca a diversificação que compõe a economia brasileira, com forte componente da agricultura, minerais, petróleo, manufaturados e um setor de serviços desenvolvido. No entanto, Fishlow avisa que os investimentos feitos pelo governo precisam ser ampliados para que o crescimento nacional continue firme. De acordo com o jornalista, o nível precisa atingir cerca de 25% do PIB. O problema, segundo ele, é balancear as mudanças com uma nova classe média com ânsia de consumo, em um continente que não está acostumado a poupar.

Aumentar os impostos e contar com investimento estrangeiro são apontados como situações não muito favoráveis para aumentar o nível de investimento do país. A “última esperança” do Brasil seria contar com investimentos poupados pelos setores públicos, afirma. A poupança do governo está finalmente em “boa forma”, graças, inclusive, a um taxa de juros mais baixa. Mas muito mais “deveria e poderia” ser feito para controlar as contas nacionais.

O jornalista cita as altas pensões do setor público brasileiro como um dos problemas a serem combatidos, embora lembre que medidas de modificação já foram feitas. Outra fonte provável de poupança são os altos lucros da Petrobras e os royalties pagos pelas companhias privadas de petróleo. Segundo Fishlow, o Brasil precisa resistir as tentações e realocar o dinheiro em investimentos que gerem produtividade e sugere um fundo independente para controlar o capital. 

O Brasil está mesmo em uma encruzilhada, afirma o jornalista. A força da economia, a potência política da presidente, que possui uma taxa de aprovação inédita e controla bem os diversos setores do país são essenciais para continuar o crescimento. Mas agora começa a parte árdua: convencer os brasileiros “que a gratificação imediata deverá ser adiada em nome de um bem maior”, finaliza Fishlow. 

 

zanuja

Dilma afirma que Brasil está ativo e não ficará parado esperando crise

Presidenta garantiu que país está "300% preparado" para enfrentar crise internacional

Por: Raoni Scandiuzzi, Rede Brasil Atual

São Paulo – A presidenta Dilma Rousseff garantiu hoje (21) que o Brasil não está esperando "parado" pela chegada da crise internacional. Ela afirmou que “o país tem umcompromisso com o crescimento, a geração de emprego e o desenvolvimento”, diferentemente de algumas nações europeias que enfrentam a crise com "desemprego e recessão". Dilma participou da inauguração das obras para construção da ponte sobre a Lagoa do Imaruí, em Santa Catarina.

“Nós não temos os graves problema que tem nos EUA e na Europa porque ao longo da nossa história, nós, brasileiros, desde o processo de abertura democrática, vimos construindo nossa estabilidade”, disse a presidenta, que atribuiu principalmente ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a sólida estabilidade vivida hoje pela economia brasileira, que, segundo ela, está 300% preparada: “No governo Lula, o Brasil criou um conjunto de armas contra a crise”.

No mais recente capítulo do drama europeu, os ministros de finanças da França, Pierre Moscovici, e da Alemanha, Wolfgang Schäuble, juntaram esforços para tentar manter a Grécia na zona do euro, já que o país, afetado por uma recessão, ameaça deixar o grupo. Já o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, recomendou que os países implementem medidas de crescimento econômico para potencializarem o desenvolvimento.

Ponte Anita Garibaldi

Justamente para evitar que o Brasil ingresse na crise que acende o sinal amarelo em diversos países do hemisfério Norte, Dilma afirmou que o governo federal continuará investindo em obras que impulsionem o desenvolvimento nacional, como, por exemplo, a ponte no município de Laguna, no estado catarinense, que custou R$ 540 milhões à União e que servirá para desafogar o trânsito na região.

A ponte, batizada de Anita Garibaldi, é uma demanda do estado ao Ministério dos Transportes. “Temos certeza de que a partir da construção da ponte vamos assegurar que o tráfego, que se dá pela BR 101, se dará sem os congestionamentos que causam tanto desconforto”, disse o ministro Paulo Passos.

O governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD), lembrou a trajetória valente realizada por Anita Garibaldi e acomparou a Dilma. “Uma mulher outra vez escreve a nossa história, com idealismo e ações de coragem”, disse. Ele afirmou ainda que essa é só uma dentre diversas ações voltadas à infraestrutura que a parceria com governo federal irá proporcionar ao estado.

http://www.redebrasilatual.com.br/temas/politica/2012/05/dilma-garante-que-brasil-esta-ativo-e-nao-ficara-parado-esperado-crise

 

da Agência USP de Notícias

 

Reciclagem não impede destruição do meio ambientePor Valéria Dias - valdias@usp.br
 Publicado em 21/maio/2012 |  Editoria : Meio ambiente | Imprimir Imprimir | Sociedade de consumo cria necessidades que nem sempre são, de fato, necessárias

A reciclagem de garrafas PET, vidros, alumínio e papel ajuda a retardar a degradação ambiental, porém, não resolve o principal problema ambiental vivenciado atualmente pelo planeta: o consumo desenfreado de recursos naturais. “A reciclagem não vai salvar o planeta. Ela é apenas um paliativo que retarda a degradação ambiental”, alerta o pesquisador Hélio Francisco Corrêa Lino.

Em seu doutorado pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, o pesquisador fez um mapeamento extenso das cadeias produtivas de latas de alumínio, papel, garrafas de polipolietileno-tereftalato (PET) e vidro, a partir da indústria primária (desde a extração dos recursos naturais necessários para a fabricação, chegando ao produto final) até a indústria secundária (as responsáveis pela reciclagem), passando pelas associações de catadores de material reciclável.

“Quero deixar claro que sou favorável às atividades de reciclagem. Mas sou totalmente contra o senso comum de que apenas a reciclagem, por si só, vai impedir a destruição do meio ambiente. No máximo, vai retardar essa destruição”, ressalta o pesquisador, que atua como professor universitário na área de administração e economia.

Cadeias produtivas
A extensão da análise realizada para o doutorado incluiu todo o processo produtivo, as plantas industriais, os insumos, e os produtores envolvidos na indústria primária, além das relações econômicas entre os setores primário e secundário dos quatro setores estudados. “Existe um grande poder econômico por trás dessas atividades”, comenta.

No casos das garrafas PET, a análise do setor primário incluiu as refinarias de petróleo, postos de extração e petroquímicas. “O petróleo é importante para esta indústria porque as fibras sintéticas utilizadas em sua produção são produzidas a partir da transformação de derivados da nafta petroquímica”, explica. Em relação ao vidro, a pesquisa listou todas as empresas produtoras do material no Brasil. O mesmo foi feito em relação ao papel e às latas de alumínio.

Lino constatou que nas quatro cadeias produtivas, a produção secundária é sempre subordinada à primária. “No caso das latas de alumínio, que tem alto valor agregado, o preço no setor secundário depende daquele praticado no setor primário. A indústria secundária não vai sucatear a primária. E a extração de bauxita para produzir latinhas de alumínio vai continuar”, explica. “Quanto as garrafas PET, as maiores recicladoras são as grandes consumidoras deste tipo de embalagem. Podemos observar um lucro indireto”, diz, lembrando que o controle dessas indústrias é concentrado nos quatro setores, ou seja, é feito por poucas empresas, sendo muitas de capital estrangeiro.

Já a maior parte da indústria de papel utiliza madeira de reflorestamento de pinus e eucalipto. “São árvores tradicionalmente conhecidas como grandes bebedoras de água. Podem drenar o lençol freático e prejudicam a flora e fauna dos locais reflorestados”, diz. Outro ponto desta indústria é que a reciclagem faz o papel perder a qualidade, além do problema da fácil contaminação do produto.

A indústria de vidro utiliza os próprios cacos como insumo de produção, além de os cacos protegerem os fornos durante a queima, o que leva a produção de um vidro de melhor qualidade. “A indústria tem muito interesse em reciclar, mas o grande problema é a coleta, pelo vidro ser pesado e poder machucar”, aponta Corrêa Lino.

O que a humanidade quer?
De acordo com Corrêa Lino, a sociedade não está levando em conta um ponto fundamental desta discussão. “O planeta não suporta 7 bilhões de habitantes. Em uma sociedade de consumo de massa, como a que vivemos, o crescimento populacional gera demanda por consumo. Consequentemente, isso leva a um aumento da extração de recursos naturais usados para a manufatura produtos”, explica. Ele lembra que cerca de 1 bilhão de pessoas vivem atualmente abaixo da miséria absoluta em todo o mundo. E que impacto do crescimento econômico dos países é muito alto para o consumo mundial.

“É muito fácil falar sobre proteção ao meio ambiente. Difícil mesmo é abrir mão do conforto, reduzir o consumo, evitar o desperdício”, critica o pesquisador. Para ele, iniciativas pessoais neste sentido são bem-vindas. “A sociedade de consumo de massa acaba criando necessidades que nem sempre são, de fato, necessárias.”

Para o pesquisador, um caminho possível seria o controle da expansão da população mundial por meio de um planejamento familiar em escala global. “É preciso também que a humanidade se questione sobre o que ela quer”, finaliza.

O trabalho tomou como base material coletado em sites oficiais das industrias, tanto do primário como secundário, além de algumas visitas a determinados setores. As quatro vertentes foram escolhidas por serem as principais no Brasil. A pesquisa A indústria de reciclagem e a questão ambiental, foi apresentada em fevereiro de 2011 sob a orientação da professora Suely Robles Reis de Queiroz.

Imagem: Marcos Santos / USP Imagens

 

do Opera Mundi

 

Brasileiro Dalton Trevisan vence o Prêmio Camões de literaturaEsquivo à exposição midiática, Trevisan é autor de mais de 40 obras    

 

O escritor brasileiro Dalton Trevisan aparece como o grande vencedor da 24ª edição do Prêmio Camões, o mais importante da língua portuguesa, anunciou nesta segunda-feira (21/05) o secretário de Estado de Cultura luso, Francisco José Viegas.

Nascido em Curitiba no ano de 1925, Trevisan é considerado como um dos melhores contistas da literatura brasileira do século XX e alcançou à fama com o livro "O Vampiro de Curitiba", lançado em 1965.

 

Leia mais

 

 

Esquivo à exposição midiática, Trevisan é autor de mais de 40 obras, a maioria formada por tramas psicológicas com toques tradicionais, comuns e presentes no cotidiano.

O júri tomou sua decisão por unanimidade e destacou a obra de Trevisan sem concessões a sua vida social. Com o prêmio de 2012, o escritor brasileiro sucede o português Manuel Antonio Pina, o último ganhador.

Entre os ganhadores do Luis de Camões, destacam-se os portugueses Antonio Lobo Antunes (2007), Miguel Torga (1989) e José Saramago (1995), além dos brasileiros Rubem Fonseca (2003) e João Cabral de Melo Neto (1990).

Criado em 1989 pelos governos de Portugal e do Brasil, o Prêmio Camões possui o objetivo de premiar um escritor cuja obra contribua com a projeção e o reconhecimento da língua portuguesa, falada por mais de 230 milhões de pessoas no mundo.

Trevisan, que trabalhou em uma fábrica de vidros e chegou a exercer vários anos de advocacia, fez parte da chamada Geração de 45, formada por Mario de Andrade, Carlos Drummond de Andrade e Vinícius de Moraes, entre outros.

Entre outros prêmios, Trevisan obteve duas vezes o Jabuti, com "Novelas nada Exemplares" (1959) e "Cemitério de Elefantes" (1964), e compartilhou o Portugal Telecom, ao lado de Bernardo Carvalho, com "Pico na Veia" (2002).

 

Quem trabalha sério e vê na sua obra a principal fonte de auto-realização não tem tempo para gastar com shows de estrelismo. Só atrapalha.

 

Joaquim Aragão

Ontem o Uol, Congresso em Foco, e o Jornal do Brasil descobriram o que já venho anunciando no blog sem muito sucesso: o envolvimento de Sarney com Cachoeira. No entanto, minha postagem ainda contém mais detalhes que os divulgados pelo Uol. Meu post mostra com detalhes não só a negociação de Ferreirinha com Sarney como que as forças armadas estavam espionando políticos do Governo Distrital e do PSol.

http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/em-grampo-sarney-tenta-promov...

http://www.jb.com.br/informe-jb/noticias/2012/05/21/cpi-do-cachoeira-sar...

<