newsletter

Como combater a corrupção

Coluna Econômica

Em sua carta de demissão do Ministério da Agricultura, Wagner Rossi denuncia a onda de escândalos que se abateu sobre ele. É um documento para se ler e refletir.

Durante semanas foi exposto a denúncias diárias. Seu rosto tornou-se capa da Veja, com retoques para que parecesse um desses vilões de filmes de Batman.

Segundo a carta, auxiliares dele foram procurados por repórteres com propostas típicas do estilo Murdoch: seriam poupados de denúncias se topassem denunciar o chefe. Em nenhum momento foi-lhe dado direito de resposta.

Ficaram expostos família, filhos, amigos. Seus netos passaram a ser discriminados na escola. Enquanto não pedisse demissão, não cessaria esse suplício.

Ele atribui a campanha a José Serra, segundo ele único político capaz de utilizar a revista "Veja" e a "Folha" para esses ataques. A intenção seria política: destruir a aliança com o PMDB que garante a tranquilidade política do governo Dilma Rousseff.

***

NessNesses festivais de denúncias, jamais há a intenção de resolver problemas estruturais, eliminar vazamentos, corrigir desvios. Alguns veículos dependem fundamentalmente de denúncias para obter sobrevida editorial, intimidar adversários. Interessa passar a ideia de que a corrupção é endêmica, existe por toda a parte e que os veículos são os guardiões da moralidade.

***
O caminho para se corrigir desvios existe e é frequentemente deixado de lado porque não rende matérias e foge ao objetivo de usar as denúncias politicamente.

O primeiro passo é identificar os setores vulneráveis, aqueles em que é mais pulverizada a distribuição de recursos. Fazem parte dessas áreas críticas a Funasa, o DNIT, a Conab, os convênios públicos. Recentemente, o jornal "O Globo" publicou boa matéria sobre essas áreas críticas.

O segundo passo é mudar os processos internos desses órgãos, parametrizando - isto é, definindo parâmetros para cada processo, seja a assinatura de um contrato, um convênio ou a compra de um produto.
A partir daí, informatizam-se os processos e passa-se a ter controle sobre a situação, identificando responsáveis por liberações, comparando preços, mapeando o fluxo de liberação dentro de cada ministério.

***
Assim que assumiu o governo, Dilma encomendou ao empresário Jorge Gerdau um trabalho visando a parametrização dos processos na Funasa. A constituição da Câmara de Gestão tem por objetivo a identificação dessas áreas críticas.

***
Ontem palestrei em um Seminário da Secretaria de Finanças de Fortaleza. O Secretário Alexandre Cialdini é presidente da Associação dos Secretários de Finanças de Capitais. Recentemente, recebeu relatório do Banco Mundial considerando que o Brasil como um todo - governos federal, estaduais e municipais - tem um dos modelos mais transparentes de informações do setor público.

Agora, tem que se avançar na implantação de procedimentos nas áreas críticas das administrações públicas em geral. E, principalmente, tem que se montar na sociedade civil observatórios capazes de trabalhar esses dados e produzir alertas.

Com isso se acabará com a indústria da corrupção - uma praga que beneficia apenas corrompidos, corruptores e denunciadores. 

Sem votos
70 comentário(s)

Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
+70 comentários
 

muito bom, nassif.

e tem que mexer em todos os Poderes. inclusive na tal "grande imprensa" que mama em todas as frentes.

romério

 

Bela citação, na mosca......

‎'Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho; quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto-sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada'

Ayn Rand

 

Esse Serra é muito poderoso! Fez lobotomia no irmão do Jucá prá acusar o governo, forçou o Rossi a andar de jatinho e o Passsos a criar aditivos milionários....sei não, talvez ele pudesse soltar um feitiço prá acabar com a crise mundial!

 

De nada adiantará a "informatização" e "parametrização" dos processos se os gestores são ladrões contumazes.

O PT foi eleito com o discurso de combater este problema mas o aumentou a níveis nnca antes vistos. Em nome desta suposta "governabilidade", Lula entregou o comando destas estatais a apadrinhados de sua base (PR e PMDB) que tem longa ficha corrida, os quais conhecemos apenas os tubarões   (Sarney, Renan, Jucá, Collor, Temer...). Mas seus tentáculos estão por toda a máquina federal (e tem gente que ainda não percebeu que quanto maior o Estado, maior a corrupção...).

Lula permitiu que se criassem estes feudos desde que ele gozasse de pleno apoio no congresso. Deu no que deu. Agora a BOMBA fica pra Dilma,  que embora eivada de boas intenções (até a Veja menifestou seu apoio à tal "faxina") não tem um décimo da amoralidade de Lula para lidar com estes bandidos. 

Rossi, Palocci e Nascimento caíram porque o que foi divulgado pela imprensa (e não apenas por Veja - o caso do jatinho de Rossi deu no Correio Braziliense) era FATO, e não ilações. Nenhum dos três processou seus acusadores porque sabiam que se permanecessem na ribalta seriam ainda mais descobertos.

Esta turma não tem espírito público, como Lula não tinha. Dilma é um alento, talvez mais ainda porque provavelmente pensa mais na sua biografia do que no seu projeto de poder. Mas tenho angústia em saber que ela está amarrada a este sistema deixado por Lula.

 

 

 

 

 

Nassif, insisto, como o fiz em comentário postado em 18/08: a má gestão pública é a principal fornecedora de indícios de corrupção para a imprensa. A administração do MAPA é um descalabro. Culpar "Veja" e "Folha" por isso é passar por cima de um caminho trilhado há décadas. Serve apenas para cutucar Serra, um político sem nenhuma expressão mais no País. 

"Veja" e "Folha" não são melhores do que Rossi. Nem piores. Difícil entrar no mérito das denúncias de corrupção nesse emaranhado de assassinatos de reputação que se tornaram as editorias das organizações da velha mídia. O que é de se lamentar, e quem precisa que o ministério da Agricultura funcione sabe disso, é a sua ineficiência. Os fatos que Rossi enumera e exalta como feitos seus vêm de longa data, de antigas administrações. E assim ainda irão por muito tempo. É um órgão doente, que precisa de remédios e recursos de gestão. E mais: colocar-se como vítima e chamar o carinho familiar para acudir, isto sim, é um genérico muito usado em todos os níveis da administração pública, mais defeito do que salvação.  

 

Vivias ao Paulo Maluf !! Melhor ex-governador de SP . Rouba mas faz, era o mote ( Quinhentos milhões de dolares em paraisos fiscais) ! Que ironia.

Corrupção em todos os níveis da sociedade e dos governos. Uma praga que não tem fim.

 

Folha 19/8/11

SITE INDIANO ESTIMULA CIDADÃOS A CONFESSAR TER PAGO PROPINA

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

Uma organização sem fins lucrativos da Índia decidiu apelar à internet -e à sinceridade dos cidadãos- para combater a corrupção endêmica no país.

O site "I paid a bribe" (www.ipaidabribe.com), ou "eu paguei propina", foi criado em 2010 e oferece um espaço para os indianos relatarem os momentos em que foram extorquidos para conseguir algum serviço público.

A ONG participa da campanha anticorrupção que tem como maior expoente o ativista Anna Hazare, cuja prisão na terça-feira levou a uma onda de protestos.

Acessando janelas, o site permite que o usuário diga a cidade em que pagou a propina, o departamento beneficiado e o valor. O resultado é uma espécie de mapa da corrupção no país.

"Vamos usar os dados para tentar melhorar os sistemas de governança e procedimentos, reforçar a aplicação da lei e reduzir o espaço para corrupção na obtenção de serviços do governo", diz o site, criado pelo Centro pela Cidadania e Democracia Janaagraha, ONG sediada em Bangalore.

O relato da propina pode ser de qualquer época e não é necessário colocar nome. Até ontem, haviam sido publicadas 12.329 histórias em 430 cidades.

O site faz ainda as contas da corrupção, que causou aos bolsos indianos um prejuízo de 312.271.021 rupias indianas (R$ 10,9 milhões).

"Uma pessoa que vivencia corrupção em pequena escala tem seu espírito corrompido", disse um dos fundadores do site T. R. Raghunandan, ao jornal "Washington Post".

 

"Quando seu espírito está corrompido, você tende a aceitar outras formas de má governança também."

 

 

 

  Nassif, PELAMORDEDEUS, eleva esse comentário a post!!

 

Alberto,

" Se você tem inimigos  mantenha-os bem próximos, a distância de suas mãos para que possa esganá-los no momento certo. "

 

É uma boa estratégia, mas a questão está em saber se realmente a pessoa identifica com clareza "os inimigos" e se não se acostuma a conviver com eles absorvendo seus hábitos e costumes...

 

Nassif, a informatização do processo já existe por meio do SICONV e apesar de útil, não foi a solução. E ninguém precisa do Gerdau ou de um superconsultor para identificar as causas desses problemas, que sempre se repetem e nunca são resolvidas. Algumas delas são:

 

1) Os agentes posicionados na cadeia de comando dos órgãos são escolhidos por critérios políticos obscuros, sem qualquer avaliação crítica. Em todos os escândalos, ficou evidenciado que não estavam lá para cumprir a missão institucional do órgão. Por isso, parâmetros e dispositivos legais eram descumpridos em nome dos interesses particulares que conduziram esses agentes aos cargos;

 

2) A exceção das estatais, a grande maioria dos órgãos possui quantitativo de pessoal deficitário frente ao volume de trabalho, informação que pode ser constatada nos respectivos Relatórios de Gestão. Como conseqüência da sobrecarga de trabalho, as prestações de contas dos convênios terminam sendo analisadas de maneira inadequada, sem apoio de fiscalizações in loco, com base apenas “na papelada”, muitas vezes fajuta, mas que aparentam regularidade para quem avalia apenas superficialmente;

 

3) Além do quantitativo insuficiente, há problemas qualitativos na estrutura de pessoal. A maioria dos órgãos envolvidos em escândalos conta com um quadro improvisado com um grande número de servidores “aproveitados”, ocupantes de cargos extintos (motoristas, datilógrafos, vigilantes, etc), realizando funções administrativas para as quais não foram selecionados nem treinados;

 

4) Some-se a isso, os remendos realizados pelas terceirizações, onde profissionais contratados de maneira precária são alocados em atividades que deveriam ser realizadas por servidores estáveis. Para piorar, há caso mais graves de funcionários de empreiteiras infiltrados no quadro de terceirizados, como já foi relatado no caso do DNIT e da INFRAERO.

 

Essas informações todas estão registradas nos relatórios das operações policiais, de auditoria da CGU e do TCU e até no noticiário divulgado. E enquanto continuar assim, o Gerdau pode apresentar o projeto que for, que não vai dar certo.

 

Bom comentário, devia virar post.

 

Bom artigo

Porém eu não acredito que uma simples parametrização possa acabar com a corrupção.

Quanto mais procedimentado ou informatizado os processos, mais fáceis ficam de serem burlados.

O problema, parece estar na sobrevalorização de qualquer coisa aqui fabricada ou de serviços pois parâmetros, referências etc, teriam que ser buscados fora do país, por empresas que não estivessem presentes no mercado nacional.

Teria que haver uma linha de corte em qualquer preço permitindo comprar importados se houvesse diferença alta.

Mas aí entra a pressão dos empresários que acham que assim agindo estaríamos desindustrializando o Brasil, que lá fora chineses e outros asiáticos usam mão de obra escrava.

ELES NUNCA BAIXAM PREÇOS, MESMO COM ISENÇÕES FISCAIS. Basta ver declarações das montadoras sobre os incentivos prometidos pela Dilma nossa indústria automobilística.

 

 

Só para clarear as ideias...

1 – Corrupção existe no Brasil desde o Descobrimento. Caminha, em sua célebre carta ao Rei, já pleiteava uma boquinha para um parente!

2 – Corrupção, caixa dois, favorecimento dos “amigos”, extorsão a empresários (ou capitulação dos políticos a uma estratégia de pequenos favores e agrados por parte de empresários) existe em TODOS os partidos.

3 – Quanto custa para alguém se eleger deputado estadual, federal ou senador, prefeito, governador, etc.? Quanto o eleito vai receber de salários ao longo do mandato? A conta não fecha. Pelo que me lembro, o próprio Arruda Panetone falou que ajudou a saldar dívidas de campanha do mais íntegro e incorruptível dos políticos que conhece... o Cristóvão Buarque. Dou um panetone pra quem advinhar daode veio o dinheiro para esse ato de solidariedade supra-partidária.

4 – Acredito que, mesmo assim, alguns partidos TAMBÉM abrigam alguns políticos que ALÉM de roubar (para o partido e para si mesmos) fazem alguma coisa em prol do bem comum.

5 – O governo Lula e agora o governo Dilma, em dose maior que o do Lula, permitiram e permitem apuração e punição das denúncias de corrupção (pelo menos algumas). Os governos anteriores ABAFAVAM TUDO (lembram o engavetador geral da República)?

6 – O governo Lula e agora o governo Dilma fazem o tipo “rouba mas faz”: distribuição de renda, redução da miséria, desenvolvimento, melhora de posição do Brasil no cenário internacional. Isso são números. Consultem o IBGE, o Banco Mundial, o IPEA, a FGV...

7 – O PIG não tem o mínimo interesse em combater os gargalos estruturais que permitem, favorecem, praticamente exigem a corrupção na política brasileira.

8 – O PIG não apóia, por exemplo, o financiamento público de campanha.

9 – Não há nenhuma campanha no PIG em prol da “parametrização” dos processos e sistemas que deixam passar a corrupção na gestão da coisa pública brasileira.

10 – O PIG é CORRUPTOR ATIVO. Convênios obscuros, milionários e sem licitação favorecendo tentáculos do PIG existem em todos os cantos (e são supra-partidários). Ex. - assinaturas de jornais e revistas do grupo Abril em S. Paulo; participação da Globo em eventos recentes no Rio de Janeiro (Sorteio da Copa, etc.).

11 – O PIG com suas campanhas pró-moralidade tem um único objetivo: DERRUBAR UM GOVERNO ONDE SE ROUBA, MAS SE APURA ALGO DA ROUBALHEIRA, E ONDE SE FAZ ALGUMA COISA EM FAVOR DOS MISERÁVEIS E DO DESENVOLVIMENTO NACIONAL, PARA PÔR NO SEU LUGAR UM GOVERNO ONDE SE ROUBA, NÃO SE APURA E NADA SE FAZ.

12 – Pensem no que seria hoje o Brasil governado pelo Serra – um personagem tão ético que foi capaz das mais diversas farsas: levantar a bandeira anti-aborto depois de ter pago o aborto da própria mulher;  transformar uma bolinha de papel num objeto pesado e contundente; etc. (COM O AVAL E A PARTICIPAÇÃO ATIVA DO PIG)!

13 – Por fim, como escrevi acima, temos nos últimos dois governos, governo que rouba mas faz. Mas isto faz parte do Custo-Brasil. Não é o que se quer, mas o que se pode ter.

 

 

|_|0|_|
|_|_|0|
|0|0|0|
"Liberdade!, Liberdade! / Abre as asas sobre nós / E que a voz da Igualdade / Seja sempre a nossa voz..."

excelente colocação...

e como foi direto no calcanhar, deveria sim ter mais janelas para discussão

 

como a corrupção a todos ainda interessa, infelizmente, ao PIG cumpre trabalhar com ela, de repente até obedecendo ordens.............................mas

por outro lado, podemos dizer que ao PIG cumpre estar aonde acontece a corrupção e não acabar com ela...............................bem...

esta é a visão que sugere haver neutralidade, mas aquela, com base no que foi colocado, muito mais aponta para a razão da seletividade...nutrir-se dela é estar com ela, a corrupção, sempre

 

Excelente comentário. Resumiu perfeitamente bem a questão. Acho que deveria até virar post !!

 

@DanielQuireza

"O segundo passo é mudar os processos internos desses órgãos, parametrizando - isto é, definindo parâmetros para cada processo, seja a assinatura de um contrato, um convênio ou a compra de um produto.
A partir daí, informatizam-se os processos e passa-se a ter controle sobre a situação, identificando responsáveis por liberações, comparando preços, mapeando o fluxo de liberação dentro de cada ministério."

Este é ponto crucial do combate à corrupção. Discurso pseudo-moralista de combate à corrupção é o cúmulo da hipocrisia, normalmente é de corrupto procurando uma oportunidade para exercitar seus dotes. Não adianta sair por aí com lâmpada acesa durante o dia e procurar pessoas "virtuosas" para combater a corrupção. A única maneira de combatê-la é atraves de processos transparentes. Agora, se a gente tivesse um judiciário que prestasse, e não essa excrescência feudal e corporativista que existe hoje,  também ajudaria bastante...

 

É exatamento esse o ponto que tem que ficar claro. E infelizmente vemos que existe muita gente realmente bem intencionada, mas que não percebe nem se toca para esse fato óbvio.

 

@DanielQuireza

O Nassif, como sempre, idealizando suas utopias, sem base na realidade democrática brasileira.

 

Mas, os seus leitores podem ser diferentes e aprenderem rapidamente que as saídas apontadas pecam por um pequeno detalhe: a realidade jurídica.

Como disse o "Nunca Dantes", o Congresso Nacional é composto de "300 picaretas com anel de doutor".

Estes "300 picaretas" fizeram nossa Constituição. Constituição esta a mais anti-democrática possível.

Vejamos:

Se um deputado matar alguem, ele será julgado por determinada pessoa. Se um juiz matar uma pessoa, ele será julgado por uma segunda pessoa. Se um promotor de justiça matar alguém, ele será julgado por uma terceira pessoa. Se um militar matar alguém dentro do quartel, ele será julgado por uma quarta pessoa. Se um desembargador matar alguém, ele será julgado por uma quinta pessoa...

Neste país, A LEI NÃO É IGUAL PARA TODOS.

Deste modo, posso dizer sem medo de errar que a Constituição é a origem de nossos males. 

Só uma Constituinte em que qualquer cidadão possa concorrer, inclusive o político, mudará esta realidade fará uma Constituiçao digna do nome.

O resto é o delírio pequeno burguês tão ao gosto  dos que vêm do interior...

Grato pela atenção e uma ótima sexta a todos

 

Concordo com as conclusões do Banco Mundial. Aqui na Alemanha (estarei de volta no domingo), os contratos administrativos são SECRETOS! No Japão, creio, também. Há uma luta em andamento de tornar os contratos acessíveis ao público, na forma em que já acontece no Brasil desde 1988.  

 

Joaquim Aragão

Mais uma vez a "imprensa" atua como agente policial, promotor e juiz. Aí só uma Lei de Controle da atuação da "imprensa". Mas isso não é jaboticaba, o Strauss-Kahn (não entrando no mérito do caso) viveu a atuação da "imprensa" americana na pele, enquanto na França haveria a preservação da imagem no caso, em razão da diferença de tratamento conferida pela cultura francesa. A BBC é estatal, controlada pela sociedade inglesa, e é modelo de órgão de imprensa. Na origem das denúncias da imprensa brasileira estão apurações de ógãos/insituições como o TCU, a CGU, a PF e o MP, que devem ser agentes de Estado e não de Governo. O Poder Judiciário e a ponta final do processo. Essas instituições estão trabalhando sem alarde. Vale lembrar que no TCU, no MP e no Poder Judiciário, os escalões superiores são nomeados pelo Poder Executivo, com o crivo do Judiciário, apesar de a base operacional ser composta de servidores concursados em carreiras próprias (isso é muito importante frisar). O que é endemico no Brasil é o patrimonialismo, o fisiologismo e o individualismo, e esse viés comportamental brasileiro é o terreno fértil para a corrupção e a sonegação, que nada mais são que um assalto silencioso aos cofres públicos. Se for para o bem e a felicidade própria nossa, e que fique entre nós, os corruptores e sonegadores aceitam. Outro dia um âncora (Boechat) de um programa de Rádio da BandNews deu bandeira ao dizer que os motoristas de São Paulo agora deveriam ficar de olho nos marronzinhos (fiscais da CET) em razão da nova orientação de multar os condutores que não observassem a faixa de trânsito. Enfim, importante é tomar cuidado como fiscal. Cumprir a lei de trânsito é secundário. Desde a porta de casa até a porta dos palácios. Até pela cervejinha. Isso está nas nefastas relações entre os parlamentares e os governos municipais, e por paralalismo, estaduais e federal. Dizem por aí que para cada real arrecadado há 0,25 (ou 0,30) sonegado. O sonegador e o curruptor ativo também são visíveis na sociedade. Os partidos são balcões de negócios. Enfim, o processo é longo e a educação é a solução para o problema a médio prazo. A curto prazo a punição. Mas parece que a cúpula do Judiciário (e os outros Poderes) ainda não estão muito dispostos a atuar firmemente em prol da sociedade, apesar de estarmos num regime democrático, e dar prevalência aos direitos individuais dos abonados.

 

Esta observação é excelente :

Nesses festivais de denúncias, jamais há a intenção de resolver problemas estruturais, eliminar vazamentos, corrigir desvios.

O desinteresse para se consertar a coisa toda parte dos dois lados : o lado que acusa e o lado que é acusado.

A oposição com esse discurso de moralidade , devem estar pensando que passam uma imagem heróica os eleitores. Na verdade não há nada mais ridículo do que ouvir o senador Álvaro Dias ou o deputado ACM NETO dando declarações sobre o assunto. Eles quase ficam corados , de tanta hipocrisia na frente das câmeras de TV. Se quisessem acabar com a corrupção no país já estariam preparando projetos de lei para acabar com a barganha de cargos , modificando os ritos processuais de punição aos corruptos e corruptores. Poderiam mesmo começar a faxina pelo Senado , no qual há anos se denuncia a farra de distribuição de cargos e funcionários fantasmas , sob a proteção de seu presidente José Sarney .

Da parte do governo , que adota o discurso da FAXINA , a coisa não é diferente. Nenhuma iniciativa concreta para se modificar as relações promíscuas com empreiteras , contração de fornecedores cujas empresas pertencem ao irmão do deputado X , à esposa do minsitro Y , e assim por diante.  Não adianta ficar encomendando estudos. O senado também encomendou um estudo à FGV para eliminar cargos , há anos , e não mudou nada. Em São Paulo , o SERRA também contratou essa ONG do Gerdau , com o consultor Vicente Falconi , e pouco se modificou por falta de implementação efetiva.

Na época em que o PT era  oposição , nada era diferente.

Se os governantes estão mais preocupados em preservar sua estabilidade política , e não têm disposição para enfrentar os interesses da classe política , dos  funcionários públicos , empreiteras , e toda fauna de interesses que orbita nas contratações do setor público , nada vai ser resolvido.

Também não adianta dizer que o Brasil tem uma das melhores transparências das informações públicas , se essaa turma se acostumou a roubar na cara dura. O sistema punitivo não funciona. Por exemplo , que fim levou até hoje aquele caso de grande repercussão da Construtora GAUTAMA ? Alguém ainda se lembra ? E o caso do ARRUDA  , como vai ? Bem, obrigado.

Pois é , não tem jeito.

 

Já cansamos de ler que o Coisa Ruim fez isso, pauta aquilo, faz dossiê do fulano, mandou demitir beltrano, não duvido, mas pela covardia de todos os que só falam, de jornalistas a politicos, estou chegando a conclusão que ele é o mais preparado para governar esse mar de lama que se transformou a administração federal. 

Vemos jornalista de reputação ilibada só falando, nenhum deles tem coragem de fazer uma investigação para por um fim a carreira deste politico, de duas uma ou o Coisa Ruim é honestíssimo e malvado ou os jornalistas e politicos perseguidos por ele são covardes e incompetentes, ou as duas coisas.

A maioria dos blogs progressistas são de jornalista, ex jornalistas ou de alguma forma ligados as midias e só falam denunciam, mas ninguém faz nada. Já encheu meu saco ficar lendo que o Coisa Ruim fez, faz e acontece, e ficar metendo a boca no PIG e só ficar fazendo compilação do google, eles (PIG) pelo menos quando querem, vão lá e faz, e nós aqui neste bate papo furado.

 

"estou chegando a conclusão que ele é o mais preparado para governar esse mar de lama que se transformou a administração federal"

  Para os saudosistas do golpismo hipócrita envio um recado: o canal Viva reprisará a série "Agosto". Emocionem-se com o tiro no pé (???) de Lacerda, a comovente patriotada da República do Galeão, etc.

 

Se um sujeito se sujeita à pantomima da bolinha de papel para enganar dezenas de milhões de eleitores, é porque não presta. Quem rouba um tostão, rouba um milhão, já dizia minha avó. Esses fanáticos do PSDB parecem soldados rasos da Wehrmacht assassinando judeus mesmo depois do suicídio de Hitler e a rendição alemã.

 

Agora voce tocou no ponto exato. E o tal do Amaury, cade o tal do livro dele ?

De repente o Nassif pode dar uma esmiuçada já que deve haver farto material das ligações do coisa ruim com DD e etc...

 

@DanielQuireza

Nassif,

O Governo deveria aproveitar a oportunidade para impor uma agenda agressiva de "Dados Governamentais Livres".

Ou seja: entrou ministro novo, ele fica encarregado de colocar todos os dados não-confidenciais do ministério na internet, em formatos abertos como csv, xml e json.

Já existe uma comunidade hacker (não confundir com crackers!) trabalhando para disponibilizar esse tipo de informações online. Veja, por exemplo, o "Pra onde foi o meu dinheiro?":

http://www.paraondefoiomeudinheiro.com.br/

Este é um projeto voluntário, de pessoas que acreditam que com dados abertos é possível alcançar maio transparência e responsabilidade.

Eles até publicaram uma cartilha, explicando como abrir os dados governamentais:

http://sao-paulo.pm.org/principal

***

Como o Governo poderia ajudar?

1) Ouvir a experiência de quem está de fora -- saber quais são as dificuldades, e quais as sugestões

2) Dar força para o Portal do Software Público Brasileiro -- as soluções desenvolvidas por um grupo devem ser comunicada para outros. Isso evitará o surgimento de milhares de sistemas isolados que não conversam entre si.

3) Promover concursos para desenvolvimento de Softwares Livres e mashups. Se o Governo dedicasse 1% do que gasta em softwares proprietários, certamente daria uma contribuição muito grande para a comunidade do software livre -- e receberia todo o investimento de volta, na forma de inovação e tecnologia.

4) Acima de tudo: todos os dados obtidos com dinheiro público devem estar disponíveis para o domínio público. Todos os ministérios, secretarias, agências reguladoras, governos e prefeituras devem disponibilizar todas as informações não-confidenciais online, de maneira simples e legível.

***

A comunidade já está fazendo sua parte -- o governo só precisa ser um facilitador, abrindo as informações para que as ferramentas sejam produzidas.

 

 

Valeu, foo...também acho que o caminho é por aí

 

 

Junte isso tudo com a visão de quem decidiu criar o site Petrobrás como resposta para os ataques da mídia e veja que pode contribuir bastante para que aconteça o mesmo com os ministérios, ou seja, toda e qualquer denúncia seria respondida de imediato ou para o bem ou para o mal da autoridade responsável.

Praticamente é a melhor ferramenta para neutralizar afirmações falsas e a visão de que o governo só age por respostas condicionadas.

Acredito que problema maior do governo é a lentidão...falha na comunicação

O pior que pode acontecer com qualquer governo é a sociedade perceber o descontrole de todo ministro por ter que consultar seus  aliados e não seus subordinados e não os dados que já deveriam estar disponíveis no site do próprio ministério

 

 

 

O ministro deixou o cargo. É evidente que a saída foi negociada. O que mais poderia ser feito? Não foi Dilma quem deu a posição de maior partido ao PMDB.

O que deveríamos discutir são novas formas do governo negociar sua base de apoio, ou seja, investir na reforma política.

Porém, no artigo abaixo, fica bem claro que não é nisto que a FSP aposta:

FERNANDO DE BARROS E SILVA

Dilmuska

SÃO PAULO - Antonio Palocci (PT), Alfredo Nascimento (PR), Nelson Jobim (PMDB), Wagner Rossi (PMDB). Em comum, os ex-ministros de Dilma Rousseff têm o fato de serem, todos, herança de Lula.
Isso os caracteriza muito mais do que a ideia, amplamente difundida, de que seriam vítimas de uma faxina ética. A saída de Jobim é um caso à parte -nada tem a ver com corrupção. Mas também é errada a impressão de que ele vocalizou uma insatisfação estritamente pessoal. O PMDB não fez um único gesto para contornar o mal-estar provocado pelos ataques do ex-ministro ao governo que ainda integrava. Jobim e o partido jogaram juntos.
Fiquemos com os outros três, de vida suspeita. Dilma só atuou, de fato, em relação aos Transportes, o primo pobre na coalizão da pilantragem. Palocci e Rossi caíram de podre, à sua revelia. Pode-se dizer, se tanto, que ela não lhes deu o respaldo público que Lula teria dado.
O que se vê, em menos de oito meses, é o desmanche mais involuntário do que induzido da política que foi sedimentada na era Lula. O equilíbrio de forças obtido principalmente depois do mensalão, à custa do que se conhece, dependia da figura do presidente que patrocinava seus malandros e fazia, ao mesmo tempo, a animação das massas por via direta, atacando a imprensa quando necessário.
Essa figura está ausente. É difícil discernir entre as virtudes pessoais e a insuficiência política de Dilma. Seu governo escancara os aspectos regressivos do legado de Lula, mas aponta para algo diverso disso?
Tudo se passa como se estivéssemos diante daquele brinquedo russo, em que cada boneca oca, ao ser desmontada, revela outra boneca oca, igual a ela, mas menor, até que se chega à última boneca, minúscula. A Mamuska parece ser uma boa metáfora de Dilma -ou Dilmuska.
Há, por isso, quem veja na sucessão de cabeças cortadas e na insatisfação do Congresso sinais suficientes de que há no horizonte uma crise política já contratada.

 

Gilberto .    @Gil17

pera pera pera  ..e o que adiantou o cara "renunciar"?

pra mim passou RECIBO !!  ..e não me venham culpar o Serra, essa é velha  ..de há tempos que digo que muitos o querem vivo só pra poderem se justificar e terem a quem culpar

e MAIS..

O que faz dona Dilma sobre o controle da mídia?  ..recua  ..tipo LULA  ,,então como reclamar que não há espaço pra respostas?  ..relaxa, relaxa e goza

e o que faz a base dos partidos que não apertam a legislação sobre corruptos?  ..nada, pois eles sabem que lhes apertariam o próprio calo

e o que fazem os jornalistas que ANTECIPADAMENTE não contam pra população quem é quem neste CIRCO político  ..um aonde todos sabem muito bem quem faz e fez, que só mantém em segredo pra tirarem proveito  ..bôbo eu  ..sei sei

então, por favor

 
Re: Como combater a corrupção
 

No Brasil a única proposta política da Oposição é o golpe.

toda vez que vejo alguém acusando outro de ser troll me vem a mente os macartistas que acusam todo mundo que pensasse diferente deles de comunistas, agora são essa erquedalhada que age como os macartistas!  realmente as voltas que esse mundo da!

 

 

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela." MAX FRICH

Dito por quem é de direita, está certo. Adoras o Bush?

 

Não imaginava que ele era tão fotogênico.

 

No habsburgo dos outros é refresco.

Achar que os ministros que saíram eram inocentes, ninguem acha. O problema está na indignação seletiva. Porque a mídia também não fica indignada com a corrupção nos governos tucanos?

Aécio, Serra, Alckmin são todos uns anjos?

Isso é o que fica claro.

É sim perseguição da mídia só com o governo do PT. Não se investiga nem tucanos nem empresários mui amigos.......

A mídia é o partido de oposição no BRASIL, mas somente com o interesse de defender seus próprios bolsos.

 

Nassif, você esqueceu de um ponto crucial, sem o qual a corrupção jamais será debelada: a profissionalização do Serviço Público, com a exclusividade dos cargos e funções administrativas somente para servidores de carreira - em suma, a meritocracia da qual Dilma falou em sua posse.

O ex-presidente da CONAB, irmão do senador Romero Jucá, que fez algumas estripulias no cargo, não era servidor de carreira. Antes de assumir a CONAB era gerente de um restaurante (falido) em Recife. Inacreditável que não houvesse um servidor de carreira com perfil pra gerenciar a CONAB.

No GDF tem até secretária sem vínculo com o serviço público, nomeada por meio de cargo em comissão. Salvo raríssimas exceções, os comissionados sem vínculo com o Serviço Público são colocados nos cargos adrede orientados pra fazer malfeitos, ou então desempregados que ganharam o cargo de presente de algum amigo ou parente.

Tudo, menos gestores públicos profissionais.

 

No Brasil a única proposta política da Oposição é o golpe.

É verdade. O Trabalho da camara de gestão tem que chegar nesse nível, e pelo menos, propor essas mudanças. Os cargos de indicação política devem ser bem reduzidos.

Mais uma vez não sei se essa camara terá essa capacidade, essa abrangência. Não seria necessário contratar algum tipo de consultoria para fazer esses levantamentos e diagnósticos ? A camara de gestão tem essa prerrogativa ?

 

@DanielQuireza

Se você tem inimigos  mantenha-os bem próximos, a distância de suas mãos para que possa esganá-los no momento certo.

 

Bom dia Luis Nassif e comentaristas:

 

A propósito do "modus operandi" da revista Veja encontrei este documento feito por Venceslau Alves de Souza no site da PUC São Paulo em 2005. Leitura interessante para o fim de semana.

- A defesa do neoliberalismo incondicional em Veja (O que poderá representar tal apologia para a modernidade brasileira?)

 

INTRODUÇÃO

  

Neste artigo, verificamos o comportamento ideológico de um veículo de comunicação específico, a revista

 

VEJA, em cinco anos de cobertura (1997-2001) de pautas voltadas ao que chamamos ‘capitalismo desorganizado’. Além de levantar detalhes no seio de seu discurso que possibilitam-nos caracterizar a revista como instrumento de controle político, ou, para usar um termo de Althusser, "aparelho privado de hegemonia

" – neste caso, de hegemonia do capitalismo desorganizado – no período citado, produzimos aqui uma análise crítica dos possíveis motivos que levaram o semanário a agir como tal. (...)

 

 

 

 

Quer acabar com a corrupção? O primeiro passo é modernizar o judiciário e acabar de vez com a impunidade. Enquanto nosso judiciário for o que aí está, esqueça qualquer tentativa no combate a corrupção.

abraços a todos

Alex

 

A postagem trata do lado técnico da governança. E o político? Há quem esteja tendo  calafrios com  estes tapinhas dados por Dilma nas costas de FHC. Também acho estranho, no entanto não creio que seja uma boa saída Dilma radicalizar contra a mídia=tucanos. O Brasil é um país muito grande e industrializado, 8a. econoimia, bem diferente da Argentina, Chile, Venezuela, Bolívia.  Tudo bem, Lula partia para o confronto com o pig, mas ainda prefiro acreditar na estratégia de Dilma, embora  tem que ter um limite para estes tapinhas nas costas de FHC, uma vez que se a presidenta ficar dando guinadas à direita poderá, em 2014, está tão endireitada  a ponto de confundir o eleitor  que, como se sabe, não vota na direita  para presidente, quer dizer, pelo menos depois do fracasso de FHC tem sido assim
Bachelet evitou o confronto: foi derrotada
Cristina optou pelo combate aberto. Pelo menos até agora saiu vitoriosa.A este respeito segue link para post sobre as experiências Cristina x Michelle Bachelet
http://www.rodrigovianna.com.br/vasto-mundo/dilma-cristina-ou-bachelet.html

 

O Lula partiu para cima da mídia qdo Dilma virou candidata oficial. Mas na hora de fazer um marco regulatório, deixou para o próximo o pepino. Ele deveria ter deixado no congresso para a votação e apostado na união inicial do Governo...

 

Quer indimidar a imprensa e só isso.

 

"Sou reacionário. Minha reação é contra tudo que não presta." Nelson Rodrigues.

"O Lula partiu para cima da mídia qdo Dilma virou candidata oficial. Mas na hora de fazer um marco regulatório, deixou para o próximo o pepino. "

Tava querendo escrever isso aqui há um tempão. Mandou bem.

 

O governo Wagner tem um portal de transparência, Nassif.

 

 

http://www.sefaz.ba.gov.br/administracao/transparencia_bahia/

 

desculpa mas essa conversa de "onda de escandalos" não cola!  Palocci, Nascimento e Rossi não sairam porque eram inocentes nem ingenuos.  Nenhum governo aceita calado que 03 ministros sejam abatidos por uma falsa "onda de escandalos"! 

sobre a tatica de pedir para auxiliares denunciarem o chefe, não é tatica do Murdoch coisa nenhuma, e tatica da justiça americana, que prefere se concentrar no peixe graudo e deixar os bagrinhos fora, desde que ajudem na denuncia! alias muito intelegente, no Brasil o padrão e se concentrar no bagrinho e deixar o tubarão livre!

além disso, e pedir demais que nos acreditemos que um ministro honesto e probo pediu demissão porque esta sendo acusado de falsos ilicitos! e risivel achar que um ministro de governo é uma figura tão fragil assim!  acho que o governo federal tem meios juridicos e legais para exigir que a verdade seja mostrada! e se esses meios não foram usados, e porque para que eles funcionem a pessoa deve ser inocente!

 

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela." MAX FRICH

"além disso, e pedir demais que nos acreditemos que um ministro honesto e probo pediu demissão porque esta sendo acusado de falsos ilicitos! e risivel achar que um ministro de governo é uma figura tão fragil".

Quem pediu que nós acreditássemos que um ministro honesto e probo pediu demissão porque está sendo acusado de falsos ilícitos?? 

 

webster franklin

Queria ver se fossem seus filhos , seus netos na escola, sendo acachapados enquanto vc tem direito de resposta zero !

A mídia tem um poder imenso de desmoralização, poder concedido pelo setor público, e que não nem chega nem perto de ser regulado.

É o quarto poder, que não esta sujeito a nenhum outro dos demais 3 poderes cartesianos. Esse é o Brasil.

Precisamos de uma regulação da mídia já, para que os abusos desse poder parem, e as pessoas não sejam condenadas antes de serem julgadas.

 

 

espera ai, seus filhos e seus netos são acachapados na escola porque vc e acusado de ser corrupto, e não tem direito de resposta! ai para acalmar as outras crianças que estavam acachapando seus filhos e netos, vc se demite!   isso basta para que essa violencia desmedida termine?? 

 

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela." MAX FRICH

caro trol, quantas noticias do palocci voce tem ouvido? do ministro do turismo? e até mesmo do atual? ora sera que voce tem alguma noticia do palocci? sabe se ele esta trabalhando? se tem viajado? ou melhor se ele esta respondendo a algum processo? 

 

alexandre toledo