newsletter

Pular para o conteúdo principal

Considerações sobre as gravações

Por Jotavê

Comentário ao post "Intimidades entre Veja e o bicheiro"

Precisamos ENTENDER o tema dessas conversas todas.

A primeira aconteceu em maio de 2009. Demóstenes alerta Cachoeira para o fato de que Policarpo está fulo da vida, pois "Aredes" (provavelmente Aredes Correia Pires, corregedor-geral da Secretaria da Segurança Pública de Goiás, preso na Operação Monte Carlo) se recusou a recebê-lo. Precisamos saber que reportagem estava sendo feita. Claramente, Demóstenes tem interesse numa declaração de Aredes ("nem que seja em off") e está com medo que Policarpo Júnior volte-se contra o grupo de infiltrados de Cachoeira no Governo de Goiás caso Aredes se recuse a recebê-lo. Cachoeira se oferece para fazer o meio-de-campo. 

O motivo da desconfiança de Aredes é, ao que tudo indica, uma reportagem anterior publicada na revista (quem tiver acesso a números anteriores, basta folhear as revistas da época para saber de que se trata). Um certo "Norton" (provavelmente Norton Luiz Ferreira, chefe de comunicação da Polícia Civil goiana, que há poucos dias dava declarações à imprensa, prometendo uma "investigação rigorosa" dos fatos) teria dito a Aredes que tudo que saiu nessa reportagem seria "mentira", que "não nada disso aí". Foi aí que Aredes resolveu "explodir" Policarpo Jr., telefonando para Demóstenes Torres e dizendo que o repórter "é um vagabundo". Demóstenes pede, então, que o próprio Cachoeira intervenha, dando garantias ao corregedor-geral da Secretaria de Segurança do Estado que Policarpo Jr. é "de confiança" e que "nunca furou com a gente". Cachoeira se prontifica a ajudar o amigo, dizendo que já tem um jantar marcado com ele para aquela noite.

Que matéria é essa que deixou o corregedor-geral tão nervoso? Qual a razão do nervosismo? Que tipo de declaração o senador Demóstenes Torres esperava que o corregedor-geral do Governo Marconi Perillo fizesse, "nem que fosse em off"? Qual a razão do interesse?

Sem votos
13 comentário(s)

Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
+13 comentários

E os 200 telefonemas Policarpo-Cachoeira?

 

Busca insana pelas degravações.

Para quem já leu os volumes -  Não há descrição de quem se trata ?

Achei outro de mesmo nome = Norton Luiz Ferreira que é reporter em Goias, segundo consta na matéria abaixo :

http://www.cronospeed.com.br/rally-e-off-road/premio-imprensa-automotiva-anuncio-dos-vencedores-sera-nesta-terca-feira.html

 

Um detalhe a considerar.

Em 2009 Goias tinha o Alcides Rodrigues no Governo.

O Perillo só voltou em 2011.

 

o mais importante é gostar do post. como é que não vamos gostar do "aredes, provávelmente aredes correia pires"? ou então um certo "nórton, provávelmente nórton luis ferreira"... daí vem: demóstenes, provávelmente tôrres! fernandinho, provávelmente henrique cardoso! xixí, provávelmente josé! pipí provávelmente pirillo! papá, provávelmente bento! lulú, provávelmente luizinho de Guarulhos! popô, provávelmente ôpus dei! tetê, provávelmente tfp! káká, provávelmente kátia abreu! gigi, provávelmente gilmar mendes! rorô, talvez um cérto civita!... plim-plim, gloglô, frifrias, mesquiquiquí, bláblá, reirei, nunúnes, flôflô do jardim, momô rôlo de esparadrapo, mamá provávelmente çon, mala provávelmete faia...

 

Fofofo, mas vocece tata gaga...

 

ECHELON saiu da internet. ECHELON agora esta no seu proprio computador.

Pode ter certeza que a Policia Federal sabe de quem se trata.


Não venha de dar uma de joão sem braço, argumento fraquinho para um tribunal sério.

 

Não sei se vou ser claro mas estamos vendo, nessas conversas telefônicas, uma relação promiscua entre autoridades, bandidos e imprensa.  As conversas são de uma baixaria de dar inveja. E pelo que que vimos essa situação quase derrubou o governo LULA, na verdade seria um golpe, colocado e aclamado no Planalto por milhões de brasileiros. Gostaria de perguntar e que alguem me respondesse a seguinte questão: na possibilidade de que houvesse um golpe, por conta dessa baixaria toda, qual seria o papel do grupo, bandidos, autoridade envolvidas com máfia e da imprensa colaboradora, num governo   golpista que viesse assumir o Planalto? 

 

"na possibilidade de que houvesse um golpe, por conta dessa baixaria toda, qual seria o papel do grupo, bandidos, autoridade envolvidas com máfia e da imprensa colaboradora, num governo   golpista que viesse assumir o Planalto?":

O de um "novo" PSDB:  SOMENTE acesso ao dinheiro publico importa, nada mais.

 

ECHELON saiu da internet. ECHELON agora esta no seu proprio computador.

"Que matéria é essa que deixou o corregedor-geral tão nervoso? Qual a razão do nervosismo? Que tipo de declaração o senador Demóstenes Torres esperava que o corregedor-geral do Governo Marconi Perillo fizesse, "nem que fosse em off"? Qual a razão do interesse?":

O envolvido eh um CORREGEDOR.  Estamos falando de grupos de policia.  Ha poucas outras coisas que qualificariam aqui -quem eh doido de ouvir um corregedor pra qualquer outro assunto sem terminar com uma loura burra ambulante?

A reportagem era sobre policias.

 

ECHELON saiu da internet. ECHELON agora esta no seu proprio computador.

Seria legal dar uma vasculhada, Ivan. Se eu tivesse acesso às revistas, faria isso. Folhear os números de abril, maio e junho de 2009 - isso pode levar a resultados surpreendentes. É mais ou menos isso que tem que ser feito em relação aos outros telefonemas: entender o que está sendo dito, e correr atrás.

Quanto ao Norton, se for mesmo o porta-voz da Polícia Civil, é um escândalo que o governador Marconi Perillo o conserve no governo. Bem... É um escândalo que ele esteja na CHEFIA desse governo.

 

Jotavê, 

É possível acessar todo o conteúdo da inominável no acervo digital da própria.

Inclusive o número 2114, de 27/05/2009 é aquela capa do emagrecimento, já clássica nas aulas de Photoshop, de como não fazer...

 

 

Marcos Hoshino

Pronto! A abril vai tirar a veja digital da rede. Que se dane se com isso vai morder a isca, o que ele precisa e quer é salvar a pele.

 

A sequencia original do link "Intimidades entre Veja e o bicheiro" tem uma JUIZA na quarta chamada.  So pode ser assunto de policia.  Cabem pouquissimas outras coisa aqui, inclusive briga de mafias, uma policial e outra mediatica.  Veja estava fazendo o jogo de sempre, claro -sabotagem empresarial.  Mas nao entendi como a policia estaria envolvida nela ainda.

 

 

 

 

(Em outras interessantes noticias, um pedido de desculpas.  Militares NAO mataram aqueles 5 meninos da Bahia, me disseram isso ontem aa noite, parece que foi acidente de carro -nao tenho link, me corrijam se for o caso.  Ok, me desculpo.)

 

ECHELON saiu da internet. ECHELON agora esta no seu proprio computador.