Revista GGN

Assine

Estilo Dilma: afagos aos adversários

Por A.Alvaro Guedes

Do iG

Sem petistas, Dilma troca afagos com adversários

Apenas três colegas de partido estiveram presentes na cerimônia em que presidenta foi homenageada pelo prefeito Gilberto Kassab

Ricardo Galhardo, iG São Paulo 25/01/2012 15:33

Próxima notíciaSem petistas, Dilma troca afagos com adversários

Em meio a uma crise de relacionamento com o PT por conta de mudanças no primeiro escalão do governo, a presidenta Dilma Rousseff voltou a trocar afagos com adversários do partido nesta quarta-feira ao receber a Medalha 25 de Janeiro.

Leia também: 
Dilma afaga FHC e diz que faxina é 'contra a miséria'

Dilma recebe Fernando Henrique em jantar no Palácio da Alvorada

Ao contrário de edições anteriores, quando petistas foram em peso prestigiar a entrega da medalha a correligionários, apenas três integrantes do partido participaram da homenagem. Deputados federais, estaduais e dirigentes do partido foram convidados mas não compareceram. O pré-candidato petista à prefeitura paulistana, Fernando Haddad, que adota um discurso de oposição a Kassab, desistiu de participar na última hora.

 

Fernando Henrique Cardoso e Dilma conversam durante a cerimônia de entrega da Medalha 25 de Janeiro



Dilma subiu ao palco acompanhada pelo governador tucano de São Paulo, Geraldo Alckmin (que também recebeu a medalha) com quem conversou ao pé do ouvido durante todo o tempo. Antes de iniciar o discurso fez uma saudação especial ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (outro homenageado) e não poupou elogios ao prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD). 

“Quero fazer um cumprimento especial e um agradecimento a essa figura capaz de agregar e criar vínculos fraternos, republicanos, com as pessoas mais diversas, o prefeito Gilberto Kassab, a quem sou grata”, disse Dilma.

Eleições 2012: Kassab está no fim da fila para alianças com o PT, diz Kassab

O PT lidera a oposição ao governo de Kassab na Câmara Municipal de São Paulo e tem resistido às pressões do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para uma aliança com o PSD nas eleições deste ano. O elogio de Dilma foi interpretado por petistas como um sinal de que a presidenta e Lula estão juntos nas articulações pela aproximação entre PT e Kassab.

No discurso, Dilma citou o movimento modernista de 1922, o escritor Roberto Pompeu de Toledo (ex-colunista da revista Veja) e trechos da música “Sampa” de Caetano Veloso. 

A ausência de petistas foi assunto nas rodas de conversa. Os únicos integrantes do partido que participaram da cerimônia foram os vereadores José Américo e Antonio Donato, presidente do diretório municipal, e o senador Eduardo Suplicy (PT-SP).

“É uma presença pequena mas qualificada”, brincou José Américo. Dilma tem sido alvo de reclamações de petistas por não consultar o partido na escolha de nomes importantes do governo como a nova presidenta da Petrobras, Maria das Graças Foster.

Sem votos
53 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
+53 comentários

Haddad tem plena condição de disputar e ganhar esta eleição sem se misturar com fascistas. Sem se COMPROMETER com reacionários.  Apenas com os apoios de Lula e Dilma.


Havendo acordo é óbvio que haverá participação dessa gente no governo! Afinal, qual é a moeda de troca nesses acordos? Não são cargos e parte do poder??


SE o PT se aliar ao PSD eu VOTO NULO!!!


Chega de acordos espúrios do PT com facínoras, a exemplo do Caso Banestado, em que PT e PSDB transformaram uma CPI que simplesmente faria desmoronar e sepultar politicamente a cambada de vendilhões do patrimônio publico, do governo FHC, numa gigantesca e vergonhosa pizza.

 

Este é um blog notadamente antipaulista! Paulistas, não se submetam docilmente a humilhações e manifestações de preconceito!! A internet é enorme.

Não é necessário ser um Ulysses Guimarães reencarnado, para entender a estratégia escolhida para neutralizar a estratégia da ordem, adotada em terras bandeirantes.

Mas também não é necessário arreganhar-se toda, quando do outro lado estão inimigos, não adversários, conforme a prática e a história recente atestam de forma incontestável.  

O PSDB, de porteira fechada (isso mesmo, com tudo e com todos que estão dentro), é a arma que restou a essa elite hereditária, para retomar o poder e perenizar a desigualdade, esse pescoço profundo de miséria, que sugam de canudinho. 

Aí dá um frio na barriga e a certeza que o Brasil só estará livre dessa elite predadora, quando ousar enfrentá-la como inimiga que é, o resto é conversa mole prá petista com cargo no governo ou no partido, receber seus contra-cheques em paz.

Suplico para estar errado.

 

Já leram o livro da Dilma: A vida quer é coragem, de Ricardo Batista Amaral ?

Muito bom. No livro, fica claro que a ligação de Lula e Dilma é umbilical e indissociável. Só mesmo muita ignorãncia para achar que ela brigaria ou romperia com Lula.

Podem reparar que sempre que ela tem a chance ela enaltece o governo Lula - que aliás é o dela também - e desqualica o de FHC - que foram mesmo péssimos. O mérito que ele tem foi do real, que foi no governo Itamar.

 

A Dilma age certo.

Ela respeita as pessoas e os ex presidentes e governadores, todos, de todos os partidos.

É uma maneira republicana de agir.

Mas podem reparar, que sempre que tem a chance, ela desqualifica os governos passados principalmente o de FHC e isso, ela o faz corretamente sempre em contraponto ao governo Lula.

Aliás, não sei se repararam, mas Dilma está se tornando (também) uma grande oradora. Ecim que se cuide nos debates em 2014.

 

Senti Vergonha de Dilma, tudo esta na mais perfeita ordem, nada aconteceu no Estado de São Paulo, Vergonha e o único sentimento possível perante a essas imagens, fizeram bem os companheiros do PT não terem prestigiado a farta distribuição de medalhas, penso que só faltou condecorar o comandante de Gloriosa Polícia Militar de São Paulo.

 

Vamos ver se eu entendi...

A Presidenta da Rebública não deveria comparecer  porque o partido que lá governa é de oposição?

Pensei que tinha votado em Dilma para que ela fosse a PRESIDENTA DE TODOS OS BRASILEIROS!

Não sei mas acho que tem a ver com o conceito de República Federativa, sei lá.

 

Ela não deveria comparecer porque os governantes do Estado e do Município de São Paulo tratam o povo de São Paulo na porrada. Ser "presidente de todos os brasileiros" (uma idiotice rematada, porque ninguém jamais foi eleito com os "votos de todos os brasileiros") não confere passe-livre para confraternizar com gente que odeia e despreza o povo e tudo o que este representa. A verdade é que D. Dilma, já há muito tempo, tem mostrado que prefere confraternizar com essa gente do que com o povo. Que, aliás, foi quem a elegeu. Aqueles ali votaram e trabalharam, todos sem exceção, contra ela, incluindo os "populares" que estavam no salão. A não ser que sejamos idiotas o suficiente para pensar que Alckmin, Kassab e outros conseguem conviver com alguma aglomeração que não seja uma claque.

 

 

É... Seria mais correto invadir São Paulo e transformá-la em um grande gueto de acordo com a "tese" do tal Luis Lima. É o mesmo conceito da políticas neonazistas e udenistas(PSDB). Não penso assim! As elites de controlam São Paulo e a grande mídia são uma coisa, a população de São Paulo que, por acaso ainda pertence ao Brasil, é outra. Não embarco nesta canoa furrada! Dilma se elegeu também com muitos votos de paulistas e paulistanos. E só para lembrar:  Nem Alckmin, nem kassab se tornaram petistas por receber A Presidenta do Brasil, assim como, Dilma não virou tucana por participar de uma cerimônio em que Alkmin e FHC também estavam presentes.  Kassab, naquele momento, representava a Prefeitura de São Paulo e ponto final.

A dita DEMOCRACIA pressupoe convivência com os opostos! Isto até a minha filha de apenas 5 anos já sabe! Mas vendo a foto(fico pensando se a foto é realmente dele) indica que ele é bem mais velho que a minha filha, talvez mais velho do que eu até, e me pergunto: o que a vida ensinou a este cidadão?

Pessoas que não suportam a convivência com os opostos nunca entedenram a democracia. Na política conheci muitas pessoas parecidas como esta. Dentro da Veja, por exemplo, existe um blogueiro que se gaba de ter sido militante de esquerda e que até foi membro do PT. Hojé não passa de um "jornalista" capacho do PSDB. Penso que a "solidez" das suas "conficções" são as mesmas do tal Luis Lima. Pessoas como esta "viram a casaca" muito facilmente!

Aposto que agora ele deve estar pensando que sou um militante tucano disfarçado. Fazer o que?

 

 

Nunca pensei que um dia estaria falando de mim em terceira pessoa, mas é o seguinte: o "tal" Luiz Lima é um sujeito real - meu avatar é uma pequeníssima homenagem a um dos maiores lutadores pela emancipação humana de todos os tempos, Ho Chi Minh - e não é um apoiador do gov  Dilma. Estou dizendo isso porque você pode ser novo por aqui, e eventualmente está lendo estas linhas que cometo pela primeira vez. Não conte com minha paciência em outras ocasiões.

"Conviver" é algo muito diferente de "confraternizar". D. Dilma não tem que rilhar os dentes, subir num palanque e dizer - como eu digo - que Geraldo Alckmin, Gilberto Kassab, Eduardo Cury e os monstros togados do TJSP são um bando de fascistas. Até aí chegamos. Pode até mesmo, em eventos que requeiram a sua presença ao lado desta gente, cumprimentá-los, dirigir-lhes a palavra, tratar com cordialidade dos assuntos que digam respeito à relação do Governo Federal com os governos estadual e municipal, tudo no interesse do povo do estado e da cidade de São Paulo - que não pode, não deve, ser usado como refém na relação entre adversários políticos. 

Agora vamos ao que ela não pode fazer. Não pode, dois dias depois de uma invasão policial determinada pela justiça fascista de São Paulo e executada pelo governo fascista de São Paulo, que arrasou uma comunidade inteira, espancando, ferindo e humilhando seis mil seres humanos que lá viviam, comparecer a um evento promovido por um prefeito fascista da cidade de São Paulo, que havia acabado de infligir "dor e sofrimento" a centenas de seres humanos já consumidos pela dor e sofrimento da drogadição - para, na verdade, "higienizar" a região da cidade onde os infelizes se amontoavam - repito, comparecer a um evento promovido por um fascista, tratar a ele e aos demais fascistas presentes com elogios públicos e sorrisos, se deixar fotografar abundantemente de mãos dadas e trocando olhares com o chefe político de um desses fascistas - e repito ad nauseam o termo "fascista" porque não há outra definição para essa gente - enfim, portar-se como se os sujeitos que estavam naquele local fossem todos democratas da melhor cepa, servidores dedicados ao estado, à cidade, ao seu povo. Não são!

Não se confraterniza com fascistas, meu caro. Jamais.

 

Não sei se vc é tucano disfarçado, mas vc diz muita bobagem! Não se trata de não poder participar de eventos em que a oposição também participa, nem de não poder tecer elogios aos adversários... Lula cansou de fazer isso enquanto presidente.


Trata-se do iminente ACORDO com o PSD do Kassab! Isso sim é virar a casaca, meu amigo!!!! Isso sim é vergonhoso e coloca todo o discurso de campanha da presidente e sua trajetória política na lama!!!


Esse acordo é um pé no saco dos paulistanos, que como vc bem disse,  votaram em Dilma.


Havendo esse acordo é óbvio que haverá participação desses crápulas no governo! O acordo é um compromisso de divisão de cargos e poderes com aquela cambada de direitistas reacionários.


Esse acordo é IMORAL, VERGONHOSO e soa  como traição aos eleitores que depositaram confiança na presidente.


Sem falar que Haddad está muito bem cotado e não precisa se misturar com bandidos para ganhar a eleição... E mesmo que não estivesse bem cotado, ainda assim acho que deveria manter sua moral íntegra, ilibada! Quem dorme com porcos acorda cagado!

 

Este é um blog notadamente antipaulista! Paulistas, não se submetam docilmente a humilhações e manifestações de preconceito!! A internet é enorme.

É... Seria mais correto invadir São Paulo e transformá-la em um grande gueto de acordo com a "tese" do tal Luis Lima. É o mesmo conceito da políticas neonazistas e udenistas(PSDB). Não penso assim! As elites de controlam São Paulo e a grande mídia são uma coisa, a população de São Paulo que, por acaso ainda pertence ao Brasil, é outra. Não embarco nesta canoa furrada! Dilma se elegeu também com muitos votos de paulistas e paulistanos. E só para lembrar:  Nem Alckmin, nem kassab se tornaram petistas por receber A Presidenta do Brasil, assim como, Dilma não virou tucana por participar de uma cerimônio em que Alkmin e FHC também estavam presentes.  Kassab, naquele momento, representava a Prefeitura de São Paulo e ponto final.

A dita DEMOCRACIA pressupoe convivência com os opostos! Isto até a minha filha de apenas 5 anos já sabe! Mas vendo a foto(fico pensando se a foto é realmente dele) indica que ele é bem mais velho que a minha filha, talvez mais velho do que eu até, e me pergunto: o que a vida ensinou a este cidadão?

Pessoas que não suportam a convivência com os opostos nunca entedenram a democracia. Na política conheci muitas pessoas parecidas como esta. Dentro da Veja, por exemplo, existe um blogueiro que se gaba de ter sido militante de esquerda e que até foi membro do PT. Hojé não passa de um "jornalista" capacho do PSDB. Penso que a "solidez" das suas "conficções" são as mesmas do tal Luis Lima. Pessoas como esta "viram a casaca" muito facilmente!

Aposto que agora ele deve estar pensando que sou um militante tucano disfarçado. Fazer o que?

 

Comparecer a cerimonia tudo bem. Agora elogiar o Kassab e ficar de ti-ti-ti com o Alckmin é republicanismo demais para o meu gosto. Inclusive por respeito aos brasileiros pobres que tiveram os seus direitos desrespeitados pelo prefeito e governador de São Paulo.

 

Vera Lucia Venturini

Gosto do estilo de Dilma. É o oposto, se repararem bem, da belicosidade própria de José Serra. Está tentando costurar um acordo com Kassab. Queriam o quê? Que ela chutasse o balde?

Leiam o post de Reinaldo Azevedo a respeito de Kassab, em que ele justapõe uma fotografia do prefeito e outra de Jânio Quadros. É um recado claríssimo: "se fechar esse acordo, a revista Veja irá bombardeá-lo, e o senhor irá cair, como Jânio". É de uma truculência inacreditável. Mostra bem, em todo caso, o quanto estão desesperados. Se cair o PSDB de São Paulo, não sobra nada em pé. 

Dilma está jogando direitinho. 

 

"Gosto do estilo de Dilma. É o oposto, se repararem bem, da belicosidade própria de José Serra. Está tentando costurar um acordo com Kassab. Queriam o quê?"


Queria que ela não fizesse acordo com fascistas.  Esse acordo com Kassab vai ser um tiro no pé.


"Costurando" acordos com essa gente ela ganha a simpatia de alguns almofadinhas simpatizantes do DEM, do PSD e do PSDB e perde a simpatia da massa de trabalhadores paulistas e da militância petista.


Se para ganhar uma eleição o candidato tiver que se aliar às pessoas que outrora eram chamadas pelo seu próprio partido, de fascistas, nazistas, corruptas, reacionárias... Qual é o mérito dessa candidatura?


Havendo acordo PT/PSD EU VOTO NULO!!!

 

Este é um blog notadamente antipaulista! Paulistas, não se submetam docilmente a humilhações e manifestações de preconceito!! A internet é enorme.

Dilma assiste de camarote, estas tristes figuras se desmanchando na propria hipocrisia...

 

A presidenta Dilma é uma Republicana! Ela veio para Cerimônia em respeito ao povo Paulista e ao povo Paulistano, tão somente, nem mais, nem menos...

 

O caminho do mistério aponta para dentro!

Teria respeitado o povo paulistano se tivesse inventado uma virose súbita e não viesse confraternizar com fascistas. Na minha terra, quem anda com porco, farelo come.

 

Luiz Lima,


compartilho com sua indignação!


 


No entanto, quem está lá deve cumprir o ritual (a presidenta representa uma instituição)...,  é do jogo democrático! A final..., esses caras foram eleitos democraticamente!


 


A não ida da presidenta seria uma agressão aos princípios republicanos! Sabemos que se trata de um baile de máscara (tendo-se em vista os participantes)! Mas é da política!  


 


É visível o mal estar da Dilma em seu discurso!


 


Você acha que a mesma não queria dizer "umas verdades" para o Alkimim?


 


Tenho certeza que ela pensou no povo deste Estado ao prestigiar a cerimônia...

 

O caminho do mistério aponta para dentro!

Não sou fanática e tampouco patrulheira, mas este elogio ao filhote de Maluf e Serra extrapolou as relações formais de convivência democrática. Isto só se justificaria se ela desconhecesse seu passado e seu presente de falcatruas e atitudes antidemocráticas. Quem mora aqui, sabe muito bem o que este prefeito significa para a cidade. No mínimo, vendilhão das coisas públicas, ou seja, onde está seu republicanismo? Passamos anos e anos combatendo este pústula, especulador, sem-vergonha, lesa-cidade, e vem a Presidenta do meu partido tecer loas ao seu republicanismo? Quem leva porrada em cada manifestação contra seus abusos e arbitrariedades somos nós, os cidadãos de São Paulo. E depois da operação de guerra na Cracolândia e outros absurdos dessa gestão temerária, temos que ouvir isto, aplaudir e entender que a Presidenta é que sabe das coisas?

Tô nem aí pra quem me rotula.

 

 

PT e PSD nasceram um para o outro KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!

 

Follow the money, follow the power.

 

Depois desta enlameação :

Re: Estilo Dilma: afagos aos adversários
Re: Estilo Dilma: afagos aos adversários
 

" A injustiça que se faz a um, é uma ameaça que se faz a todos." - Barão de Montesquieu

 

 

O Santana dá uma lustrada, e a galera volta a sorrir  :

 

 

Re: Estilo Dilma: afagos aos adversários
Re: Estilo Dilma: afagos aos adversários
 

" A injustiça que se faz a um, é uma ameaça que se faz a todos." - Barão de Montesquieu

 

Essa sim , é a foto dos nacionalistas !



 

 

Com a Guerra de sesseção que, separou São Paulo do restante do país há 17 anos, talvez estes sejam realmente nacionalistas do "novo país". Mas em breve este território será reintegrado ao Brasil e estes canalhas vão chorar em outra freguezia. Tomara em outro planeta!

 

Não há tentativa nenhuma de indispor a Presidenta com o PT. O que existe é, de fato, um conflito entre as demandas políticas do PT e o Governo da Presidenta Dilma.


A Presidenta, pouco a pouco, destitui os quadros do PT no Governo identificados com a atual direção do Partido. Ela não aceita nenhum tipo de ingerência partidária da atual direção, eleita democrática e legitimamente. É um caso típico de indisciplina partidária.


De fato, Dilma nunca foi petista. É uma paraquedista que alçou vôo graças ao prestígio do ex-Presidente Lula que, também, não tem nehum respeito pela organização e disciplina partidária: "o PT sou eu", Lula dizendo para os seus botões em frente ao espelho.


Dilma já não precisa do PT para a sua reeleição. Aliás, acredito que o seu projeto é se transformar em uma unanimidade das fôrças conservadoras para se reeleger em 2014 e, se necessário, isolando o PT.


Daí, os afagos constantes na oposição mais conservadora.


É impressionante como a direita sempre sai vencedora, mesmo administrando temporariamente o Governo Partidos aparentemente de esquerda.


E o povo sempre perdendo.

 

Já pensou na possibilidade da Dilma se candidatar à reeleição, apoiada pela direita: PSDB, PSB, PP, DEMO, parte do PSB, e parte do PMDB; contra Lula apoiado pelo PT, PCdoB, parte do PMDB e parte do PSB? Pela movimentação da presidenta parece que esse quadro é possível. Ah! Esqueci: o débil mental Senador Suplicy certamente estaria na coligação da direita.

 

  Não tem o menor nexo.  Quem governa pra destruição de advers´rio é o  $erra.  O amigo está a um passo de ser eleitor dele.

 

Não sou seu amigo, e vá tomar no...

 

 negou q é meu amigo mas não negou q vai ser eleitor do serra. 

 

Tudo é política. Em todas as instâncias. Por mais educado que possa parecer o gesto da presidenta, ele enfraquece a posição dos seus correlegionários dentro da disputa política no município de São Paulo.

Os vereadores paulistas, dentro de seu papel político, enfrentam o Kassab e o inominável, enquanto a presidenta (que é política, de um partido político!) se aproxima do Kassab e o inominável, numa tentativa desesperada de salvar a sua história, se aproxima dela.

Das duas uma: ou ela tem um plano maior (e essa aproximação é parte desse plano); ou ela age como uma primeira dama.

 

 

Eles querem mesmo é identificá-la ao  psdb. Eles escondem o choro dela ao ver o Lula na despedida do Haddad do MEC e a mostram sorridente ao lado do FHC. Isso é ideologia na veia! Esse é um ano eleitoral e o Lula está na campanha do Haddad para a prefeitura de SP. Assim, a idéia, talvez seja cooptar votos dos indecisos que aderiram a Presidenta. De qq forma, Dilma dá um exemplo de republicanismo. Agora, não se pode saber o q mais ela foi fazer em SP, apenas receber uma medalha? Duvideodó.

 

Gostaria de saber de quem é a foto da Dilma com FHC. Quem é o autor? Excelente imagem.

 

 

Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

Claro que o protocolo político impõe convívio civilizado entre membros de facções políticas adversárias. Além disto, e principalmente, tratamento isonômico na distribuição dos recursos pela facção eventualmente no governo, independentemente do partido que governa a área à qual os recursos se destinam.

No entanto, não cabe afagar, como mencionado no artigo, adversários.

Por exemplo, na atual circunstância da tragédia do Pinheirinho, não caberia tratamento carinhoso a Alckmin, ao prefeito de SJC e ao presidente do TJ de SP por parte de Dilma. Ou bem ela representa –  e ela é símbolo maior de um segmento político cujos eleitores opõem-se ao que foi feito em SJC, como mostram as opiniões expendidas nos fóruns virtuais de ESQUERDA –, ou ela trai seus eleitores, ainda que simbolicamente apenas (e no máximo simbolicamente, é o que se espera dela). Não teria cabimento Dilma afagar algozes dos trabalhadores que ela representa.

Afagar adversário político (que comporta-se no caso de Pinheirinho como inimigo) é traição simbólica dos eleitores que o líder representa. Não pega bem, para se dizer o mínimo.

(Na Record, moradores desapropriados denunciam que seus bens foram roubados quando seus imóveis estavam sob a guarda da PM e da prefeitura. Portanto, além de roubarem a casa dos moradores, roubaram, também, seus móveis, eletrodomésticos, fiação, chuveiro etc. É, realmente, uma tragédia horrorosa.)

 

Vamos supor que a presidenta recusasse a homenagem.....

 

Sempre acharei essa aproximação de D, DILMA com essa  gentalha completamente escandalosa e debochada e um escárnio perante seus eleitores. LULA, volta depressa! Este sim, honrou seus eleitores.

 

   Quanta bobagem. 

   Essas tentativas de indispor  a presidenta com o partido é digno de um pastelão.

 Só falta a sugestão para que ela troquee de partido.

 

 

De acordo Marcos!!! Ela á Presidenta do Brasil e em tais atos ela está desempenhando essa função. Não se trata de um comício caros patrulheiros....

 

José Antônio

Valha-me Deusa! Esta frase:

“Quero fazer um cumprimento especial e um agradecimento a essa figura capaz de agregar e criar vínculos fraternos, republicanos, com as pessoas mais diversas, o prefeito Gilberto Kassab, a quem sou grata”,


JOGOU O MEU VOTO NO LIXO!

 

Região Serrana Fluminense:Vergonha!Vergonha!Vergonha!

Dilma, por que não te calas?

 

Caro Ricardo MA, vai ver que Dilma tinha que se comportar como presidenta exclusiva do PT e não de todos os brasileiros, é cada uma:

 

dilma aniversário de spRoberto Stuckert Filho/PR

Presidente Dilma cumprimenta o público em homenagem. Ela recebeu medalha comemorativa do aniversário de SP


O clima de cordialidade entre políticos que já estiveram de lados opostos em eleições passadas prevaleceu na homenagem que o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, concedeu nesta quarta-feira (25) à presidente Dilma Rousseff, ao governador paulista, Geraldo Alckmin, e ao ex-presidente FHC (Fernando Henrique Cardoso). Os três receberam, na sede da Prefeitura, a Medalha 25 de Janeiro, em comemoração ao aniversário de São Paulo, que completa 458 anos.

 

Leia mais notícias no R7

Na cerimônia, que durou pouco mais de 50 minutos e foi realizada na Prefeitura da capital paulista, todos substituíram o discurso político por declarações de amor à cidade. Kassab justificou a entrega da medalha dizendo que se tratava de uma homenagem de São Paulo “aos méritos pessoais de dedicação aos pobres, independente da bandeira partidária”.

- Todos têm história de luta em favor do Brasil e aqui recebem o reconhecimento sincero de São Paulo.

O primeiro a falar foi Fernando Henrique, que receberia a medalha no ano passado mas não pôde comparecer à cerimônia porque estava fora do país. Identificando-se como um “carioca-paulista”, o tucano disse que seu primeiro bairro na cidade foi Perdizes. 

- Estou nesta cidade há mais de 70 anos [...] Quando cheguei aqui, fui morar no bairro de Perdizes, que não tinha quase nada. A entrega de pão era feita por uma carroça puxada por um burro.

Ao tomar a palavra, Alckmin cumprimentou FHC, “um dos protagonistas que mudou a história deste país”. Sobre Dilma, lembrou que foi a “primeira mulher eleita presidente do Brasil” e que “exerce seu mandato com espírito público e retidão”.

- São Paulo é onde japonês fala português com sotaque italiano. Talvez uma marca de São Paulo seja esse DNA nacional, porque aqui encontra gente do país inteirinho.

Última a tomar o microfone, Dilma lembrou de Sampa, a música que Caetano Veloso escreveu sobre a cidade. A presidente descreveu o que sentia toda vez que ouvia o trecho “alguma coisa acontece no meu coração quando cruza a Ipiranga com a São João”.

- Uma sensação de esperança: a de que todos aqueles que saíram do Norte e Nordeste para ganhar a sua vida viam que o país poderia ser do tamanho de São Paulo.

 

Confira também



Ao falar da atual “pujança do país”, ela disse que “São Paulo sempre será o farol para nosso país”.

 

- Aqui nasceu a capacidade desse país de ter uma relação generosa com outras regiões, porque São Paulo gera desenvolvimento para todas as regiões do Brasil.

A entrega das medalhas ocorreu no momento em que Kassab negocia tanto com o PT quanto com o PSDB uma possível aliança com seu novo partido, o PSD, para a disputa eleitoral de outubro, quando será escolhido seu substituto.

Protestos

Nenhum dos participantes comentou a manifestação que militantes da esquerda fizeram no centro da cidade. Mais cedo, houve confusão na Praça da Sé, quando Kassab deixava uma missa celebrada por ocasião do aniversário da cidade.

A comitiva de carros da prefeitura foi cercada pelo protesto e a Polícia Militar agiu para dispersar os manifestantes, que seguiram em marcha até a sede da administração municipal, no Viaduto do Chá. Uma pessoa ficou ferida.

O protesto tinha como alvos a operação da PM na região da Cracolândia, em São Paulo, e a desocupação do bairro de Pinheirinho, em São José dos Campos, no interior paulista.

Pouco antes da cerimônia de entrega das medalhas, cerca de 300 pessoas bloquearam o Viaduto do Chá, com bandeiras e gritos de ordem contra Alckmin, considerado por eles o responsável pela retirada de aproximadamente 9.000 moradores da ocupação.

http://noticias.r7.com/brasil/noticias/em-clima-cordial-dilma-fhc-e-alckmin-recebem-homenagem-de-kassab-no-aniversario-de-sp-20120125.html

 

 

...spin

 

 

Eu aposto quanto você quiser, que o Kassab ficou vermelho de vergonha! Aposto!

Também pudera, deve ser péssimo ser ironizado pela Dilma. :-)

Dilma é foda!

 

Kassab, com vergonha, de onde você tirou que ele tem isso?

 

"A política, por definição, é sempre ampla e supõe uma visão de conjunto. Ela apenas se realiza quando existe a consideração de todos e de tudo. Quem não tem visão de conjunto não chega a ser político. E não há política apenas para os pobres, como não há apenas para os ricos. A eliminação da pobreza é um problema estrutural. Fora daí o que se pretende é encontrar formas de proteção a certos pobres e a certos ricos, escolhidos segundo os interesses dos doadores. Mas a política tem de cuidar do conjunto de realidades e do conjunto de relações".

Mlton Santos, Por uma Outra Globalização.

 

Região Serrana Fluminense:Vergonha!Vergonha!Vergonha!

AVE DILMA (IX)

Mais uma vez a Estadista, Presidente DILMA ROUSSEFF, dá mostras de que é uma pessoa altamente civilizada e por demais evoluida intelectualmente.

Ao contrário dos fanáticos, que esperavam dela, rompantes de provocação, verborragias e  exaltação em "comícios montados", extinção das Forças Armadas e retaliações de toda espécie, ela mostra  ser muiyo superior a todos e a tudo o mais. É uma DAMA cordial e, ao mesmo tempo, uma ESTADISTA. 

Decepcionou "aos que queriam ver sangue" !

AVE DILMA !!!

 

Alguma peça está fora do lugar: Fungh elogiando Dilma....., falta o AA , Ariosto, Blaya...Serra,Alkimin,Aécio,Roberto Freire,Serra, FHC.....

 

...

Mas a política tem de cuidar do conjunto de realidades e do conjunto de relações". Mlton Santos, Por uma Outra Globalização.

 

...mitos antigos e pensadores contemporâneos dos mais profundos nos ensinam que a essência humana não se encontra tanto na inteligência,  na liberdade ou na criatividade, mas basicamente no cuidado. O cuidado é o suporte real da criatividade, da liberdade e da inteligência. No cuidado se encontra o Ethos fundamental do humano, identificamos os princípios, os valores, atitudes que fazem da vida um bem viver e das ações um reto agir.

Leonardo Boff

 

 

Região Serrana Fluminense:Vergonha!Vergonha!Vergonha!

A Dilma é muito esperta. Agora pela matéria ela devia chegar lá na cerimônia e sair dando tapa e falando grosseria pra tudo que é lado ? Rapaz, é a Presidenta do Brasil é só dá exemplo bom. Baixaria é no Pinheirinho.

 

Isso mesmo a Dilma é educada, ela não é que nem o sapo barbudo que não contato algum com a oposição, pois era uma pessoa muito mal educada. Viva a Dilma, dando um banho no sapo!

 

Alencar, no caso do Lula, era a oposição que não queria falar com ele..... por puro preconceito. A Dilma, além de ser nossa, fala "ingrês", é da classe média e de Belo Horizonte... não veio do nordeste. Puro Preconceito!!!!!!!!!!!!!

 

Alencar... Você é uma besta! Você sabia que a Dilma para ser eleita estava filiada ao PT? Você sabe que para ser candidata na próxima eleição a Dilma tem que passar pelo crivo da convenção do partido? Parece que você, sua besta, não sabe disso, e que não adianta a Dilma se aconchegar nos braços da direita, pois ela precisa do Partido dos Trabalhadores para se candidatar à reeleição. A solução é LULA  2014.