newsletter

Pular para o conteúdo principal

Greenpeace Brasil lança campanha para zerar desmatamento

Por Paulo F.

Da Radio Nederland Wereldomroep

Greenpeace lança campanha de desmatamento zero no Brasil

Por Mariângela Guimarães

O Greenpeace levou seu navio Rainbow Warrior de Amsterdã para o Brasil para chamar atenção para o desmatamento da região amazônica. A organização quer coletar 1,4 milhão de assinaturas - o equivalente a 1% dos eleitores brasileiros - para que se crie no Brasil uma lei de desmatamento zero.

A viagem do Rainbow Warrior teve início em Manaus e agora está em Santarém, de onde conversamos por telefone com a coordenadora da campanha Amazônia do Greenpeace Brasil, Tatiana de Carvalho.

Mas quão realista é uma proposta de desmatamento zero? “A gente sempre tem que confiar na legislação”, defende Tatiana. “Inclusive, se a gente pensar em todo o esforço que vem sendo feito para mudar o Código Florestal é porque de alguma forma ele tem funcionado. Senão seria mais fácil ignorá-lo. Então a gente acha que é preciso ter um marco legal.”

Hidrelétricas
A expansão de áreas para agricultura e pecuária, além da extração ilegal de madeira, ainda são as grandes causas do desmatamento na Amazônia, além da ameaça representada por projetos de grandes hidrelétricas.

Na semana que vem, o Rainbow Warrior chega à foz do rio Xingu, rio onde está sendo construída a usina de Belo Monte. “Na região é consensual que as comunidades locais e a população local não querem esta usina. É uma batalha de 20 anos e é uma vergonha que o governo a tenha autorizado e a forma atropelada como foi feito o licenciamento ambiental”, diz Tatiana. “É realmente chocante você ver a obra, as barragens e os diques sendo construídos, a floresta secando, áreas sendo alagadas.”

Embora já não seja possível reverter a construção da usina de Belo Monte, a intenção é mostrar os problemas que já estão surgindo para que no futuro, como nas hidrelétricas planejadas para o rio Tapajós, a questão seja discutida com mais cautela.

Vontade política

A campanha do Greenpeace visa a conscientização e mobilização da população como um todo, mas segundo Tatiana de Carvalho, na Amazônia, a ausência de vontade política ainda é o maior problema.

“A gente vê neste atual governo um retrocesso muito grande nas questões ambientais na região amazônica. Unidades de conservação foram reduzidas, estas grandes obras de infraestrutura, que são batalhas de 20 anos do movimento social, foram autorizadas num processo atropelado. Existe uma agenda desenvolvimentista que coloca em segundo plano a questão ambiental. Então, aqui, na Amazônia, a ausência de governança é o principal vetor do desmatamento.”

A viagem do Rainbow Warrior termina no Rio de Janeiro, no início de junho, pouco antes da conferência Rio+20.

Sem votos
24 comentário(s)

Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
+24 comentários

SOU AMBIENTALISTA , ODEIO O GREEPEACE, ADORO OS RIBEIRINHOS E OS SILVÍCOLAS,

VIRAMM!! NEM UMA LINHA SOBRE A SITUAÇÃO DE VIDA DOS VINTE MILHOES DE HABILTANTES NA REGIÃO AMAZÓNICA E ESSES CARAS DE PAU NÃO ENCHERGAM E NÃO TEM SENTIMENTO POR NENHUMA DESSAS VINTE MILHOES DE ALMAS.

ELES SÓ ENCHERGAM PAU E NAÕ VÊ NINGUÉM DENTRO OU NAS BORDAS DOS RIOS QUE AGORA QUEREM PROIBIR OS RIBEIRINHOS DE PLANTAR NA VAZANTE.

A PAZ VERDE DELES É AUSÊNCIA DO HOMEM AMAZÔNICO"!

SABEM PORQUE ELES NÃO QUEREM SBER DOS PROBLEMAS DOS BIOMAS CAATINGA E CERRADO E MATA ATLANTICA?

R- É PORQUE ESSES BIOMAS ESTAM ENTRE CIDADES  E A FLORESTA AMA\ZÔNICA ESTÁ TODA ELA NAS FRONTEIRAS .

É POR ISSO QUE ELES NEM QUEREM HOMEM AMAZÔNICO !

ELES QUEREM O TERRITÓRIO COM RIQUESAS MINERAIS E BOTÂNICAS.

O GLOBO RURAL FOI NA HOLANDA (CRIAÇÃO DE GADO LEITEIRO) O APRESENTADOR DISSE QUE PRA NAÃO DIZER QUE NÃO VIU NENHUMA ÁRVORE ELE APONTOU PARA A BEIRA DA CASA DO PECUARISTA HOLANTES E VIU TREIS MISERÁVEIS ÁRVORE SÓ ISSO, À BEIRA DOS CÓRREGOS SÓ CAMPIM.

PORQUE ESSES CARAS NÃO PROTEGEM AS MARGENS DOS RIACHOS DA HOLANDA E DO RESTO DA EUROPA?MATA CILIAR NELES !RESERVA LEGAL DE VINTE POR CENTO PRA TODA PROPRIEDADE EUROPEIA , SE ELES NÃO FAZEM O DEVER DE CASA O QU|Ê ESTAM FAZENDO AQUÍ,

COISA BOA NÃO É.

 

 

greenpeace = veja = lixo.

 

Tem dedo do PSDB aí.


Assim como vem do PSDB o voto distrital e as marchas anti-corrupção -- curiosamente em banho maria desde que o Amaury lancou o livro Privataria Tucana e haveria o risco de muita gente aparecer nessas marchas com o livro nas mãos --, essa campanha do greenpeace Brasil deve ter dedo de quem não quer que o governo invista em energia para provocar apagões.


O FHC não entrou agora como apoiador dessa campanha, como declarou outro dia naquele evento em Manaus. Deve estar nela desde criancinha.

 

Caro Nassif

Além do reflorestamento 100% da Europa, (muito legal essa), que tal eles discutirem o desmatamento e poluição no Iraque, Afeganistão, Líbia etc etc etc

Saudações

 

Porque que esses caras não começam uma campanha de desmatamento zero no país cujos governos os financiam?

 

E a campanha para reflorestar os bosques franceses?

Perai, essa campanha não existe... hehehe

 

Quem é essa tal de Greenpeace?

ONG internacional que adora holofotes, bancada por fundos vindos dos paises desenvolvidos da Europa que já desmataram mais de 99% dos seus territórios.

Por que não opinam pela recomposição dos ambientes naturais desses países que os financiam, não os acusam de ter desmatado tudo por lá, eliminado totalmente os povos nativos, usarem sapatos de couro dos bois criados nesta devastação?

Vem para cá, tentar nos ensinar a preservar aquilo que eles destruiram nos seus próprios países, lutar pelos interesses dos nossos povos indígenas, etc., quando lá não existe sequer uma reserva indígena demarcada, nenhum povo indígena, nenhum índio.

O pior de tudo, é que alguns brasileiros se vergam para ouví-los e se preocupam com aquilo que dizem de nós. “ Nos precisamos dar uma satisfação ao mundo”, frase que ouvi várias vezes.

O mundo é que precisa nos dar uma satisfação. Por que a legislação ambiental é tão frouxa, por que eles não teem plano de recuperação do meio ambiente? Reflorestamento? Quantas espécies eles extinguiram?

O Brasil é o maior produtor de carne do planeta, boi verde, que não se alimenta de proteina animal, come só capim e grãos.

Isso incomoda àqueles que pagam altos subsidios para a criação de gado nos seus países. Pecuária artificial, boi de casaco comendo ração a base de farinha de carne, que causa a doença da vaca louca, picado em bifes comidos em mesas de carvalho que eles extinguiram por lá, ou mais recentemente em mesas de mogno que quase extinguiram por aqui. Podemos falar também da tecnologia agrotóxica que eles nos empurram goela abaixo e meio ambiente a dentro. A maior parte do lixo tóxico do nosso território vem de lá.

Onde está o Greenpeace que não se manifesta?

A pecuária do Pará é show de tecnologia, boi criado solto a pasto, gordo o ano todo, comendo capim verde. Produz a melhor carne do mundo. Boi verde. Boi. Verde. A melhor carne do mundo. Boi natural. A pecuária de Pará não é criminosa.

A nossa pecuária tem sido, desde sempre, uma atividade pioneira na ocupação das novas fronteiras. Foi assim nos pampas, no sudeste e centroeste, no nordeste a agora no norte, que tem a maioria das suas áreas com incentivos do nosso governo. Apenas atualmente, com a justa preocupaçao de preservação, se passou a criticar esse modelo que nos serviu desde o descobrimento. Certíssimo. O governo não incentiva mais a ocupação com isenções fiscais, está debatendo a legislação, tentando dar legalidade às terras, melhorando a estrutura de fiscalização, estamos trabalhando certinho, todo o povo brasileiro.

Os países desenvolvidos deveriam vir aqui humildemente para aprender como se faz legislação ambiental, como se recupera áreas devastadas, como se tem o maior programa do planeta de substituição de combustíveis fósseis, com se produz na agricultura gastando metade do combustivel que os outros países gastam para produzir, em vez de vir com ações midiáticas para nos fazerem sentirmos menores.

Greenpeace go home!

 

E sobre a Chevron... nada?

 

“A gente vê neste atual governo um retrocesso muito grande nas questões ambientais na região amazônica.



Eles perderam uma oportunidade de ouro de ficar na europa e lutar por desemprego zero.

 

O Greenpeace é aquela organização ambientalista que ficou surda, cega e muda quando do vazamento de petrólio no golfo do México e no pré-sal brasileiro pelas empresas americanas. Foi expulsa da Suécia por questões fiscais e há notícias de grande enriquecimento de sua cúpula na Holanda. É triste ver como a nossa juventude (e nem tão jovens assim) se maravilhavam ingenuamente com esta organização. Faz lembrar aquela declaração do Chico que a oposição fala grosso com os pequenos e fino com os grandes. Esta organização deveria ser expulsa do Brasil.

 

Esse pessoal do Greenpeace eh chato assim ou eles chuparam limao?

 

ECHELON saiu da internet. ECHELON agora esta no seu proprio computador.

Alguém pode me informar as fontes de financiamento do Greenpeace?

 

Perplexidade aflita diante da perspectiva caótica

vide meu comentário acima.

Além do mais, essa lenga-lenga de desmatamento zero não é de agora. De tempos em tempos eles aparecem com esse absurdo. Mas os objetivos, claro, são outros. Isso é só pretexto.

 

"Farms Here, forest there". Pra quem ainda não conhece, aqui o link: <https://docs.google.com/file/d/0B-o3mZFR7nIWMjI2ZDhmZTMtNDJhNS00ZTQ2LWFiMTYtMmYyZjM4NDNlNmFj/edit?hl=en_US&pli=1>.

 

Erick

Sinceramente, quem assina um projeto desse ou é apátrida, traíra ou quinta coluna.

Pior é que ainda tem gente que apoia esses pilantras, normalmente os desavisados ou ongueiros que recebem dinheiro desses organismos fajutas internacionais.

 

http://www.youtube.com/watch?v=zz1hvGnspec

Quero saber se o Greenpeace vai cuidar da Dona Almerita.....

 

A gente podia fazer algo parecedo na Europa e EUA: um movimento pra exigir Reflorestamento 100%.

 

Essa idéia é muito boa, apoiado. Vamos ver se chegam a pelo menos perto dos 60% de florestas do Brasil.

Fora Greenpeace!

 

Adilson, essa foi boa. Reflorestamento 100% na europa e nos isteites. Se eles toparem, aí até pensaria em assinar a tal petição...

 

Boa! Não precisa nem ser 100%, basta eles chegarem a nosso 61% de vegetação nativa. A Holanda do Greenpeace não tem nenhuma floresta original e cerca de 10% do território de floresta plantada.

 

Erick

Bazófia!

Perguntem ao pessoal do Greenpeace por que eles não se metem com as empresas de mineração, setor responsável pelos maiores danos ambientais atualmente.

 

Com o desmatamento zero implantado podemos começar a campanha proibindo os membros do Greenpeace de cortar os cabelos.

 

Somos riquíssimos mas cegos ... trágico !

http://www.youtube.com/watch?v=Lb_CFxgugSY&feature=player_embedded

 

mpaiva