Revista GGN

Assine

Julgamento de Protógenes no Conselho de Ética

Por Marco Antonio L.

Do Vermelho

Conselho de Ética julga Protógenes com dois votos diferentes

O Conselho de Ética analisa, na quarta-feira (4), a representação do PSDB contra o deputado Delegado Protógenes (PCdoB-SP). O relatório do deputado Amauri Teixeira (PT-BA) pede o aprofundamento das investigações. O deputado Sibá Machado (PT-AC) vai apresentar um voto em separado pedindo o arquivamento da denúncia. O deputado do PCdoB é acusado pelos tucanos de ter relações com a organização do contraventor Carlinhos Cachoeira.

O deputado delegado Protógenes afirma que a denúncia do PSDB contra ele é uma represália pela proposta dele de instalação da CPI da Privataria Tucana. E destacou ainda como poderia estar envolvido no esquema do contraventor de Goiás se ele foi o autor original da CPI do caso Cachoeira.  O PSDB acusa Protógenes de ter ligações com Idalberto Matias de Araújo, o Dadá, ex-sargento da aeronáutica e suposto integrante da organização da Cachoeira.

O deputado Sibá Machado diz que, apesar do relator ter apresentado voto pela admissibilidade da investigação , ele apresentará voto em separado porque acredita que a representação dos tucanos se baseou somente em matérias jornalísticas e tentam criminalizar “o mero fato de o parlamentar ter mantido conversação com pessoa objeto de investigação policial”. 

Amauri Teixeira, contrariando o próprio líder do seu Partido, deputado Jilmar Tatto (PT-SP), que já se manifestou pelo arquivamento da denúncia, admite que não há clareza nas denúncias, mas que vai pedir aprofundamento das investigações. “Opinei pelo aprofundamento da investigação. Por enquanto, não está claramente caracterizada a quebra do decoro, mas temos que dar sequência à investigação”, afirmou o parlamentar.

Somente se o relatório de Amauri Teixeira for aprovado é que será aberto o processo por quebra de decoro parlamentar contra Protógenes no Conselho de Ética. O julgamento estava previsto para o dia 13 de junho, mas foi adiado por pedido de vista de vários deputados. Os tucanos tem interesse em adiar a votação para que ao assunto seja explorado pela mídia. 

Opiniões da mídia

Em seu voto em separado, Sibá diz ainda que “em nenhum momento as referidas reportagens indicadas na Representação apontam qualquer conduta capaz de caracterizar alguma exorbitância, abuso ou menoscabo do regular exercício da atividade parlamentar do Representado, dentro e fora do Congresso Nacional”. 

E explica ainda que “a Representação, a nosso ver, é inepta pois não está robustecida com provas ou indícios que lhe dê chance de viabilidade jurídica e/ou política para mobilizar na Câmara dos Deputados qualquer investigação, já que os trechos descritos nas conversações telefônicas mencionadas pelas matérias jornalísticas não tem o condão de tornar tais diálogos uma conduta que tenha causado ou contribuído, direta, indireta ou de modo reflexo, para a prática de crimes ou abusos das prerrogativas parlamentares do Deputado Representado”.

Desejo da sociedade

Para Sibá, “a sociedade brasileira tem plena compreensão de que o Congresso Nacional, de forma primordial e os demais Poderes e instituições democráticas tem um compromisso inarredável com a ética, com a moral e com o respeito às leis e à Constituição Federal, mas compreende também perfeitamente que uma das conquistas fundamentais do Estado Democrático é os direitos e garantias fundamentais insculpidos no texto da Carta Cidadã”.

A rejeição da denúncia, segundo ele ainda, “longe de macular os desejos da sociedade brasileira, representa uma garantia e uma sinalização do Parlamento Brasileiro, no sentido de que os tempos de exceção outrora vigentes em nosso País não encontram mais espaço no Estado Democrático de Direito, razão pela qual não se atentará contra direitos e garantias fundamentais de cidadãos, quando ausentes quaisquer indícios ou provas aptas a mobilizar qualquer aparado de investigação”.

De Brasília
Márcia Xavier

Sem votos
18 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
+18 comentários

O que o PIG precisa já está dado!


O fato do deputado ser julgado no conselho de ética é um OBJETO CONCRETO para que EM QUALQUER MENÇÃO AO DEPUTADO EM QUALQUER REPORTAGEM EM QUALQUER TEMPO este caso surja como providencial PORÉM  na honra do deputado na defesa do interesse do PIG.


O PIG é um instrumento de mídia!


E eles sabem como destruir reputação...

 

"O que fazemos na vida, ecoa na ETERNIDADE!" (Máximus - Gladiador)

"Os dois mais importantes dias em sua vida são o dia em que você nasceu e o dia em que você descobrir o porquê... - M

Que o PT/BA, não ofereça mais legenda a esse sujeito; se é para trabalhar para o PSDB/DEM, filie-se e candidate-se por um desses partidos. Espero que o PT vote em peso, no pedido de arquivamento de Sibá Machado. Vamos ver...

 

Os tucanos perderam completamente o senso de ridiuculo.

 

Srªs Senadoras e Srs. Senadores, a Transparência Internacional divulgou, nesta terça-feira, a classificação anual dos países mais corruptos do mundo, e a situação do Brasil, sob o império do “lulismo”, só piorou. Demóstenes Torres 08/10/2003

Como o PSDB não tem mais discurso crível, e faz questão de blindar o supersuspeito Marconi Perillo (PSDB-GO), não resta mais nada a fazer a não ser desqualificar os membros da CPMI. Primeiro foi o Deputado Protógenes (PC do B - SP), com essa denúncia, que teria sido arquivada na última reunião do Conselho de Ética. Para que isso não acontecesse, o Deputado Carlos Sampaio (PSDB - SP) pediu vistas no processo, para continuar coznhando e atrapalhando o trabalho. Agora resolveram ameaçar de processo no Conselho de Ética o relator da CPMI Deputado Odair Cunha (PT - MG). Está na hora do PT e aliados deixarem de ser bonzinhos e representarem também no Conselho de Ética, pois motivo não falta. O Deputado Francischini (PSDB - PR) está envolvido nas escutas do caso Cachoeira, o Senador Alvaro Dias (PSDB - PR) andou fazendo perguntas a testemunha sobre abdução por alienígenas, o Deputado Sergio Guerra (PSDB - PE) , presidente do partido arrancou cartaz com divulgação da privataria tucana da porta do gabinete do Deputado Protógenes. Esse PSDB está o cúmulo da baixaria.

 

Como o PT pode  deixar em seus quadros uma pessoa como Amauri. Até parece que ele é dono do partido, uma vez que todaa a bancada petista é contra seu posicionamento neste caso.

 

 

...spin

 

 

Essa representação me lembra aqueles jogadores de futebol, safados, que quando são expulsos tentam arrumar briga com adversários, para levar alguém junto.

 

O tiro pede sair pela culatra. A mídia, mais uma vez quer derrubar um ferrenho lutador, que tem a coragem de lhe impor o dedo em riste. Os blogs "sujos" tem a obriçáo de amparar o depudado, respondendo a todos ataques infames desta imprensa comprometida coms os poderosos.

 

Pessoal, nao me lembro de ver a atuacao de Protogenes na CPI.. Alguem sabe dizer se ele esta atuando na CPI do cachoeira ou se foi de alguma forma impedido de atuar?? Grato!

 

(que eu saiba a CPI baby dele eh a da Privataria)

 

Eh isso mesmo, tucanada, vai la ensinar Protogenes a ser policial.  Pago pra ver...

 

Baianos,

Ha um PSDbosta infiltrado no PT da Bahia. O nome dele e AMAURI TEIXEIRA.

Nao tolerem este tipo de conduta. Na proxima eleiçao, demitam-no.

 

Amaury Teixeira é auditor fiscal. Recebi uma informação (abaixo) com pedido de sigilo, que não pude confirmar, e que talvez esclareça algo:

"Protógenes, Delegado antes de Deputado, não era visto com bons olhos pelos seus pares, tendo sido perseguido pela Direção Geral da PF sem contar com o apoio da ADPF (Associação de Delegados que atua nos moldes de Sindicato). Pois bem, acontece que os Delegados estão tal qual unha e carne com os Auditores Fiscais, classe da qual deputado Amaury Teixeira é oriundo. Atualmente os Delegados Federais estão em pé de guerra com as demais classes de policiais federais e só lhes restam alinharem-se com carreiras semelhantes, caso dos auditores."

 

Sei não, Assis. Se você pesquisar no google "Protógegenes" e ADPF, obtém-se diversos publicações noticiando apoio da associação ao deputado.

 

Iggy.

Como disse não levei adiante as informações que me passaram sobre este caso, portanto, nada posso afirmar. Ainda neste comunicado que recebi diz: " É fato que Protógenes só veio a ser querido por seus pares na ADPF depois de eleito, mas aquém dos interesses numa aliança com Protógenes na busca da carreira jurídica para os delegados federais, estão coisas miúdas que tem relação com os grupos políticos que se degladiam dentro do DPF."

Nada mais posso adiantar pois envolve uma série de crimes e irregularidades (não divulgados) e a pessoa que me comunicou é conhecida e pediu sigilo.

 

Que tal o próprio partido demiti-lo?

 

E a do Francischini? Não vai rolar? ninguém fala mais nada? Esse sim tá enroladíssimo.

A #mafiadatinta brasileira presta um desserviço à democracia. Ou seria serviço ao crime organizado?

 

Essa representação tucana é ridicula e só de acata-la o coselho de etica se sujou...

 

alexandre toledo

O que não deveria, mas me deixa chocado, é o excesso de zelo de deputado do PT..... (dando razão inexistente à manobra da UDN)