Revista GGN

Assine

MEC manda investigar boatos sobre cancelamento do ENEM

Esclarecimento: Enem 2012 não foi cancelado

RIO - Por motivo alheio à vontade do GLOBO, uma reportagem publicada no site em 2009, que noticiava o cancelamento das provas do Enem naquele ano, voltou a circular na rede via Facebook, aparecendo em listas de mais lidas da rede social, reproduzidas de forma automática em nossa homepage.

O GLOBO esclarece que o Enem 2012 não foi cancelado e que está tomando providências junto aos administradores da rede social para que a reportagem de 2009 saia das citadas listas do Facebook em nosso site.

 

Ps.: O ministro da Educação determinou ainda que a Polícia Federal seja acionada para investigar a divulgação, na página de um usuário do Facebook, de informação falsa sobre o cancelamento do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), marcado para os próximos dias 3 e 4 de novembro. O objetivo é identificar quem postou a informação, acompanhada de notícia antiga do site do GLOBO, veiculada em 2009, quando o exame foi, de fato, cancelado. O MEC já teria concluído que a informação falsa foi postada num computador de Recife. Em sua página no Facebook, o ministério divulgou nota confirmando a realização do exame em 3 e 4 de novembro: "O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012 está confirmado para os dias 3 e 4 de novembro. Estudantes já começaram a receber os cartões de confirmação e também podem conferir os locais de aplicação das provas na página do exame", diz o texto na página do MEC no Facebook.



Sem votos

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
+55 comentários

MEC rastreia boateiro nº 1 contra Enem. É tucano:

Éden Wiedmann, dono de agência de publicidade voltada para redes sociais, teria sido o primeiro a disparar na rede o boato de que o Enem seria cancelado – e quem mais potencializou a falsa notícia; ele se diz responsável pela campanha online do PSDB; ministro Aloizio Mercadante envia relatório de busca para a Polícia Federal tomar providências; assessores do MEC chegaram ao nome de Wiedmann após profunda investigação em razão de aumento anormal de acessos no portal do Ministério

26 de Outubro de 2012 às 14:09

 

247 – Uma equipe de assessores do Ministério da Educação chegou ao internauta que é visto, neste momento, como o primeiro que jogou nas redes sociais o boato – sem nenhuma veracidade – de que o Enem 2012 estaria suspenso. Atende pelo nome de Éden Wiedmann e é dono de uma agência de publicidade que se diz especializada em mídias online. Ao jornal O Estado de S. Paulo, o personagem se disse responsável pela campanha online do PSDB em São Paulo. O rastreamento foi feito em razão de ter sido detectado um aumento anormal de consultas ao sítio do Ministério da Educação na internet, provocado pela preocupação de estudantes com o anunciado cancelamento da prova. O ministro Aloizio Mercadante encaminhou, no início da noite de ontem (25), o relatório de rastreamento para a Polícia Federal, que prossegue com investigações.

Wiedmann vai sendo visto como "quem potencializou, de forma criminosa e com o objetivo claro de gerar insegurança nos estudantes" o boato de cancelamento do Enem, de acordo com fonte do Ministério. Wiedmann postou notícias de 2009 dos portais Terra e O Globo sobre a suspensão, naquele ano, das provas, e aproveitou para atacar, em texto, o candidato a prefeito de São Paulo Fernando Haddad, do PT.

A decisão de encaminhar o relatório de acompanhamento das redes sociais e solicitar uma investigação da Polícia Federal partiu do ministro Mercadante com o objetivo preservar a segurança do exame. Wiedmann, que se denomina responsável pela mídia social do PSDB, por volta de 21 horas de ontem, em entrevista ao O Estado de S. Paulo, assumiu a autoria do boato e ainda ironizou a informação de que o MEC teria acionado a PF para providências.

Em seu blog na revista Veja, o jornalista Reinaldo Azevedo, notório opositor de Haddad, sugeriu que a própria campanha do PT teria plantado a informação falsa, com o objetivo de se beneficiar do desmentido. Os fatos o estão desmentindo.

 

 

Tem gente que trabalha com isso, difamação. São empregados mesmo.

Tem uma que diz que o Lula está na lsita da Forbes.

E onde está a PF que não investiga nada?

O negócio é bloquear o FB, bloquear o Google. Isso é coisa de quem não sabe trabalhar. Vamo trabalhar PF!

 

Estando a Globo envolvida não acredito em "alheia a sua vontade".

Nada em que ela estiver envolvida é alheia.

Desconfio até do apagão de ontem aqui no Nordeste.

 

A noticia do Apagão (mais um) de ontem deve ter sido inventada também, não é?

Afinal a Soberana (mais de uma  vez) falou que Apagão é coisa do passado.

 

A Presidente da República tem o dever funcional de ir esta noite em cadeia nacional de rádio e televisão avisar que são boatos falsos, espalhados por irresponsáveis criminosos, que serão investigados pela Polícia Federal com todo o rigor. Nossos adolescentes não podem ser prejudicador por quadrilhas perigosas, que ameaçam a Paz Social. É DEVER da Presidente fazer esse pronunciamento, SEM QUALQUER CONOTAÇÃO ELEITORAL, para evitar a manipulação midiática por setores determinados. Como Cidadão Brasileiro, exijo que o Executivo esclareça a manutenção do ENEM, para evitar que jovens deixem de estudar ou de fazer as provas. E também a a investigação desse crime, da sua origem, seus autores e sobretudo de quem detenha o DOMÍNIO FINAL DO FATO DELITUOSO.

 

Quero encontrar algum desses correligionários por aí, boto para correr e os faço passar vergonha no meio da rua.

Bando de safados.

 

SERRA... SERRA .....SERRA...SERRA....

 

É tá SERRA ABAIXO mesmo!!!!!

 

“O que me amedronta, não é o grito dos maus, mas o silêncio dos justos” Martin Luther King

A coisa é séria e envolve interesse de milhares de estudantes e até de suas famílias. É assunto de interesse público, portanto o MEC deve imediamente solicitar tempo nas rádios e TVs para desmentir a mentira porque ela prejudica milhares de pessoas, não apenas devido ao interesse eleitoreiro de mais esta baixaria praticada pelos mesmos picaretas de sempre.

 

Eles são sujos, sujos, sujos.....

 

A turma do Serra não brinca em serviço, os caras são barra pesada, farão de tudo para impedir a vitória de Haddad neste domingo, os eleitores de SP estão sob forte pressão, pois um batalhão de visitadores do tucano, gente paga com a grana desviada da privataria, está indo de casa em casa para caluniar contra o candidato petista. Sobre a roubalheira tucana que não chegou à Justiça, com a palavra o Bob Fernandes

 

 

...spin

 

 

HAHAHA grande Bob Fernandes.

Essa é pra mandar os hipócritas correndo pro banheiro com dor de barriga.

Fica vermelha cara sem vergonha.

 

Visitem o Blog Ponto & Contraponto. Twitter: @len_brasil Robozinho do blog: @pontoXponto

Nassif, este vídeo poderia virar um post e ficar vários dias iniciando a página do blog. Bob Fernandes mais uma vez arrasou. Perfeito.

 

Não são adversários, são INIMIGOS, e como INIMIGOS devem ser combatidos.


Chega de bons modos e civilizada convivência, esperando que os condôminos da casa grande, mudem. Não mudarão jamais, pois é da natureza e, sem o poder, sabem-se ameaçados de extinção, a partir da redução, até a eliminação, da desigualdade, que construíram para hereditáriamente, sem riscos, viverem nababescamente.  


É exatamente o governo, democraticamente eleito pelo povo, quem representa essa ameaça, ao desalojá-los do poder. Não interessa como, querem-no de volta, o mais rapidamente, senão desaparecem, pois sem o entulho construído para proteção, são comprovadamente incompetentes, como bem afirmava Darci Ribeiro.


Portanto, cabe ao governo dar uma sacudida no Zé Eduardo, para que acorde da hibernação em que se meteu junto com Bernardo, tire a bunda da cadeira e mande amanhã, pela manhã, a PF para cima desse terrorista boateiro da camarilha do atraso, que concorrendo com a Globo e seu horário político, o JN Eleitoral, atenta contra a legitimidade do processo eleitoral, a democracia e o Brasil.


Isso, se não bastasse a nudez constrangedora exibida pelo supremo, que convocou até sessão extra para fechar com “algemas de ouro” a campanha eleitoral, apresentando Dirceu, Genoíno e Delúbio, condenados, e escancara despreparo sobre fixação de penas. Para sermos caridosos, digamos que estavam um tanto, quanto, despreparados à matéria, já que se esmeraram com mais afinco ao domínio do fato, deduções, ilações, indícios e otras cositas esotéricas mas.


Sequestram a normalidade e atentam eleição sim e a outra também, porque não reagimos.


 


Não é saudável esse eterno fio da navalha, o de correr risco de voltar à segunda divisão, é hora de ganharmos o campeonato e rebaixarmos o desqualificado time da casa grande, à divisão subterrânea da história, a dos porões, do atraso, de onde nunca mais sairá, para assombrar os brasileiros.


Reforma do judiciário, Reforma Política e Regulação dos Meios de Informação, já! 

 

Mais uma mutretagem Globo X Serra.

Interessante que o site da Globo não se engana e dá, sem querer, uma noticia sobre o livro Privataria Tucana.

 

Globo tenta tirar o dela da reta...

PF vai investigar possível uso eleitoral do Enem
Texto antigo que anunciava cancelamento de exame de 2009 foi distribuído nas redes sociais


BRASÍLIA — Uma mensagem falsa espalhou ontem uma onda de boatos nas redes sociais sobre o cancelamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que está marcado — e confirmado — para os próximos dias 3 e 4 de novembro. O Ministério da Educação (MEC) informou que seu portal na internet chegou a sair do ar por alguns minutos, devido ao elevado número de acessos por parte de internautas que buscavam esclarecimentos. O assunto, que era de educação, acabou virando tema eleitoral.

De acordo com o MEC, a mensagem que deu origem à confusão partiu de Eden Wiedemann, identificado pelo MEC como um publicitário de Pernambuco. Em sites especializados em redes sociais, Eden é identificado como coordenador de mídias como Facebook e Twitter da campanha do candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, José Serra. Procurada, a campanha de Serra disse que iria averiguar o caso e não confirmou se Eden trabalha ou não para o candidato. Ficou de responder, mas não retornou até o fechamento desta edição.

O ministro Aloizio Mercadante acionou a Polícia Federal para investigar o caso. Em sua página no Twitter, Wiedemann postou a seguinte mensagem na quarta-feira à noite: “VAI HADDAD!!! MEC confirma cancelamento das provas do Enem”. O texto escrito pelo publicitário era acompanhado de um link para matéria veiculada pelo portal Terra, em 2009, quando o Enem foi, de fato, cancelado. O título da referida matéria é: “MEC confirma cancelamento das provas do Enem”. No início da noite de ontem, ele voltou a postar a mensagem. Com ironia, comentou que os petistas estavam irados com a piada que fizera e diz que alguém começou a divulgar o cancelamento na terça-feira.

Segundo o MEC, uma busca no Twitter indicou que o primeiro usuário a enviar a mensagem teria sido Wiedemann. Os posts deram origem à hashtag “#EnemCancelado”, expressão criada para designar um assunto em debate. Logo espalhou-se pela rede uma onda de boatos. Diversos posts eram acompanhados de link para antigas matérias de sites noticiosos sobre a suspensão do Enem de 2009 ­— que ocorreu após um caderno de questões ter sido furtado na gráfica. Link antigo do site do GLOBO também foi utilizado indevidamente no Facebook, o que levou o jornal a postar em seu site alerta de que o Enem não fora cancelado.

O MEC usou as redes sociais para confirmar que o próximo Enem será aplicado em 3 e 4 de novembro. “O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012 está confirmado para os dias 3 e 4 de novembro. Estudantes já começaram a receber os cartões de confirmação e também podem conferir os locais de aplicação das provas na página do exame”, dizia o texto do ministério.

Pela manhã, Mercadante declarou que está “tudo pronto” para a aplicação do exame.

— O primeiro Enem a gente nunca esquece.

Mercadante disse que houve reforço para a segurança na aplicação do exame. As provas, segundo ele, estão protegidas em 72 batalhões do Exército, PF, Polícia Rodoviária e Polícia Militar.

— Até agora esse trabalho já foi feito e não tivemos nenhuma dificuldade — afirmou. (Demétrio Weber)




 

"Não existe testemunha tão terrível, nem acusador tão implacável quanto a consciência que mora no coração de cada homem." Políbio

Supostos funcionários municipais de saúde estão percorrendo a periferia de São Paulo, de casa em casa, e dizendo que se Haddad ganhar vai fechar hospitais e postos de saúde.

Até domingo, Serra vai tentar TODAS as baixarias que puder.

 

_____________________________

Roberto Locatelli

Profissional de computação gráfica, modelador digital

Temos aí um caso típido de alopração pré-eleitoral. Quero ver se a mídia vai explorar esse caso, como fez quando o suposto caso de alopração era ligado ao PT... Mas já que a grande imprensa não vai dizer um pio dessa sabotagem grotesca, desse gesto baixo. Então que façamos barulhos nós. Quem gosta e curte mexer com o Twitter poderia lançar uma hashtag: #TucanoAloprado tenta sabotar os estudantes pobres do Enem achando que está prejudicando o Fernando Haddad!

 

Então vc está comparando um desocupado que posta uma piada no Facebook a politicos ligados ao maior partido do Brasil pegos com milhões de reais e documentos falsos atacando um rival??

Legal, muito bom o tipo de democracia no Brasil. O PT trata como heróis quem deviou dinheiro publico para comprar apóio no congresso e coloca a PF para caçar um coitado que compartilhou algo no Facebook.

Né?

 

Alguem sabe como enviar um screenshot diretamente ao Nassif, ou alguém que faça chegar a ele? Tirei um screenshot de uma conversa pelo twitter que é do interesse dele.

 

Não sei, mas mande para o Eduardo Guimaraes, ele pode fazer com certeza alguma coisa!

 

“O que me amedronta, não é o grito dos maus, mas o silêncio dos justos” Martin Luther King

"O GLOBO esclarece que o Enem 2012 não foi cancelado e que está tomando providências junto aos administradores da rede social para que a reportagem de 2009 saia das citadas listas do Facebook em nosso site."

 

 

que mentira!

 

Alessandro D(Usa GNU/Linux)

 

Sabotage em SP.

 

O sujeito, coordenador de midias sociais da campanha do Serra, foi devidamente denunciado ao safernet e à Polícia Federal  por várias pessoas da TL do Twitter. 

A nota "explicativa" do globo não cola, uma vez que o link original de 2009 utilizado pelo troll master (literalmente no caso) era um link do Terra. 

 

A propósito de sabotagem.

 

Só tem um nome pra isso, além de desespero.

 

Essa Globo é verdadeiramente antinacionalista, contra os pobres. Quando definitivamente o povão descobrirá que alimenta um monstro todo dia dentro das suas casas, através da sua telinha... Plin, plin...

 

São os mauricinhos tucanos tentando causar.

É mais um golpe baixo daquela Coisa que nos assombra eleição após eleição, vai na truculência, na mentira, no boato, no jogo sujo, bateu o desespero?!

 

Eu acho que essa turminha deu um tiro no pé. Aloprados tucanos.

 

o tempo passa, os diretores passam, os apresentadores passam, os analistas passam, os jornalistas passam, os que erram passam, os generais passam,  os procuradores passam,  os juízes passam e só não passa a fixação paternal que a Globo tem pelo Serra...

por que será? deve ser coisa que passa a fronteira

 

 


     Bussines, Bussines.


          A visão  da Globo é de resultado.


          Nós, como eleitores deveriamos ter a mesma visão,pois somos maioria.No entanto esta mesma maioria se deixa manipular pelos interesses de terceiros,no caso específico a "GLOBO". 

 

Olha o amor qual é. Dinheiro que compra o silêncio dos canalhas.

Denúncia - Imprensa ganhou uma Mega-Sena por mês para tentar eleger José Serra 
Confirmado, tucanos pagam a imprensa mercenária para elege-los e blinda-los contra as denúncias que atinjam seus candidatos. O auge da generosidade tucana foi no ciclo eleitoral de 2009/2010: 246 milhões de reais. A Globo foi a mais aquinhoada na gestão Serra: 210 milhões, 50% do total destinado a TVs, embora sua fatia na audiência seja declinante no período: caiu de 41% para 38% do totalNa campanha presidencial de 2010, Serra deu 17,6 milhões de reais por mês ao dispositivo midiático que lhe apoia para veicular publicidade do governo de São Paulo. É como se o tucano transferisse 980 salários mínimos por dia (40 salários por hora), uma Mega-Sena por mês (a deste sábado é de 17 milhões de reais) aos veículos que o apoiam.

Durante a gestão Serra em SP (2007/2011), o governo do Estado transferiu 608,9 milhões de reais à mídia “isenta” para comprar espaço publicitário.

Significa que Serra, sozinho, repassou aos veículos que formam o dispositivo midiático conservador um valor equivalente a 30% dos gastos totais com publicidade do governo federal no mesmo período.

O auge da generosidade tucana com dinheiro público foi no ciclo eleitoral de 2009/2010: 246 milhões de reais. A Globo foi a mais aquinhoada na gestão Serra: 210 milhões de reais, 50% do total destinado a TVs, embora sua fatia na audiência seja declinante no período: caiu de 41% para 38% do total. Serra destinou às TVs religiosas mais recursos do que à TV Cultura, cuja audiência é superior.

A empresa de publicidade que intermediou a maioria dos contratos, ficando com 20% de comissão –como acontecia com o Valerioduto – foi a “Lua”, cujo proprietário é Rodrigo Gonzales. Rodrigo vem a ser filho do publicitário Luiz Gonzales, o marqueteiro de Serra e Alckmin, que fez a campanha presidencial do tucano em 2010 e comanda a atual, à prefeitura de SP. Além de tentar eleger os tucanos com dinheiro público a  agencia Lua também tem a conta publicitária da Dersa e do programa Nota Fiscal Paulista.
http://analisedanoticia.blogspot.com.br/2012/10/denuncia-imprensa-ganhou-uma-mega-sena.html

 

zanuja

Quantas balas de prata serão disparadas até o dia 28 ?

 

Na verdade o processo foi o seguinte:

O coordenador do PSDB postou a bobagem abaixo. Feito isso os tucanos começaram a curtir e a retuítar a mensagem com o link antigo. O que é estranho é que a página de O Globo no facebook colocou esse link como o mais comentado, em primeiro lugar, sendo que ele não era o mais comentado.

Estanho né?

 

PS do Viomundo: Este é um truque manjadíssimo de campanha em mídias sociais. Gerar uma notícia falsa, que dá resultado inclusive quando gera desmentidos como o de O Globo: coloca em pauta o tema que se busca colocar em pauta. No caso, o Enem. Não duvido que José Serra trate do falso cancelamento do Enem em suas próximas entrevistas, aparições públicas e no debate da Globo.

 

Thelma Oliveira

A pessoa que retuitou o texto com matéria falsa de 2009 sobre o cancelamento do ENEM, é o Coordenador de Social Media da campanha de Serra:

"25 DE SETEMBRO | 3a FEIRA

15h00 às 16h00 | ELEIÇÕES 2012: VOTOS, APRENDIZADOS E SOCIAL

A corrida eleitoral 2012 já vai estar quase no fim quando esse debate acontecer.

(...)

Eden Wiedemann (Coordenador de Social Media na campanha de José Serra), 

(...)"

http://raquelcamargo.com/blog/2012/09/debate-sobre-eleicoes-no-social-me...

E me chamou de mentiroso quando eu disse que ele era o coordenador de social media da campanha de Serra. Veja:

RT @stanleyburburin: RT @RealEden: Que coisa feia, olha o stanley mentindo./Eu mentindo? Acho que não. Veja o meu próximo tweet:

1 - RT @stanleyburburin: RT @RealEden: Que coisa feia, olha o stanley mentindo./Eu mentindo? Acho que 

não. Veja o meu próximo tweet: - https://twitter.com/stanleyburburin/statuses/261609397237739520

2 - RT @stanleyburburin: @RealEden Olha vc aqui: "ELEIÇÕES 2012: Debate com Eden Wiedemann (Coordenador de Social Media na campanha de Serra)- http://is.gd/zkI0AF

http://twitter.com/stanleyburburin/statuses/261609561486659584

E ele mora em São Paulo, mas é do Recife - PE: 

"Visão geral de Eden Wiedemann

(...)

Universidade Federal de Pernambuco"

http://br.linkedin.com/pub/eden-wiedemann/20/95b/6b8

 

A cara de pau desse sujeito é de dá medo! Diz que os militantes petistas sao pagos para espalhar mentiras sobre ele. Mas se foi ele que, sendo comprovadamente pago para trabalhar para o SERRA, espalhou essa mentira pela net... sem vergonha, isso sim!

 

“O que me amedronta, não é o grito dos maus, mas o silêncio dos justos” Martin Luther King

O que esses delinquentes vão fazer  segunda feira, dia 29 ???

 

Estranho é você achar isso estranho.

 

Aqui o post do crime. O cara postou uma noticia de 2009 como se fosse nova. Espero que o PT acione o TSE e a PF. É o mínimo que precisa ser feito.

 

 

 

Ele também já prestou serviços para a Globo Nordeste. Veja abaixo: 

 

https://twitter.com/NetoSampaio/status/261645282314432513/photo/1/large

 

O Globo diz no texto acima que a matéria foi postada em um computador de Recife. O Eden Wiedemann é de Recife, mas mora em São Paulo. Veja o que diz o perfil dele no LinkedIn:

"Visão geral de Eden Wiedemann

(...)

Universidade Federal de Pernambuco

http://br.linkedin.com/pub/eden-wiedemann/20/95b/6b8

 

Que coisa não?? As falhas SEMPRE são contra o PT. Primeiro a gráfica da FOLHA com o primeiro ENEM, agora a "notícia errada" do GLOBO repercutida imediatamente pelo cara que é COORDENADOR da campanha do mais rejeitado na internet. 

São tantos erros.

 

Como Lula disse, Serra e esses caras e essas caras, da Globo inclusive, devem achar que o povo é tonto. PF pra cima deles sem pensar duas vezes. 

Parece que a campanha terrorista televisiva teve uma pausa com o "adiamento" da continuação da patranha no STF.

Meios mais sofisticados como as redes sociais internéticas vão ser utilizados até as 17 horas do 28/10.

Olho nessa cambada de malfeitores da democracia brasileira, principalmente na Vênus Platinada.

 

O ministro Marco Aurélio Mello está tendo comportamento muito suspeito. Faz lembrar pedido de vista de Gilmar Mendes a 3 dias da eleição de 2010, para analisar se o eleitor tinha que apresentar um ou dois documentos para votar. Apesar de já se ter maioria de 7 a 0 pela apresentação de um único documento.

Ontem, 24/10/2012, Marco Aurélio retirou-se do plenário, deixando incompleta a pena de Marcos Valério, que dependia apenas do seu voto para ser fechada.

Nesta quinta-feira, o ministro Marco Aurélio Mello estranhamente preferiu guardar seu voto sobre duas penas de Marcos Valério para um outro momento. Penas estas já definidas pela maioria da corte, mas que ficam suspensas pelo menos até o dia 5 de novembro, pelo 'pedido de vista' de Marco Aurélio.

Em artigo com o título "Dora aposta em delação de Valério contra Lula" (Brasil247) é transcrita matéria da colunista Dora Kramer (Estadão de hoje), onde ela escreveu o seguinte:

"Antes tarde

O rigor do tratamento dado a Marcos Valério, seja pelo papel de protagonista na dita “organização criminosa”, seja pelo volume das penas, ultrapassa em muito o esperado pelo publicitário quando colaborou de maneira comedida com a Justiça na fase de instrução do processo.

Como ainda enfrenta várias ações em primeira instância, há quem veja interesse em colaborar mais ativamente de forma a se beneficiar do instituto da delação premiada. Recurso que, para ser concedido, precisa se mostrar comprovadamente eficaz.

Enquanto o cenário era de dúvida, Valério jogou com ameaças veladas. Agora a certeza do duro destino extingue as razões da dubiedade. "

Como o STF e a grande imprensa nunca estiveram tão afinados quanto nos dias que correm,  cabe então perguntar: será que os movimentos do ministro e da jornalista tem algo em comum

Afinado com a maioria dos colegas neste julgamento, safo como é, defensor do 'mal necessário', ou seja, da ditadura, inimigo declarado do PT, por que será que Marco Aurélio Mello deixou em suspenso a penalização de Valério ?

Relembrando: em 15/09/2012 a VEJA publicou entrevista-fantasma com Marcos Valério em que ele, através de amigos e parentes, acusava Lula de ser o chefe do 'mensalão'. O advogado de Valério, Marcelo Leonardo, primeiro disse que seu cliente nem confirmava e nem desmentia o conteúdo da reportagem, depois avançou e disse que o cliente não confirmava, e no final afirmou que Valério desmentia.

Coincidentemente, no mesmo dia da entrevista-fantasma na VEJA, o site do STF vazou sentença pesada de Joaquim Barbosa para Valério apenas para o crime de lavagem de dinheiro, com mais de 12 anos de prisão, em regime fechado, e mais de dois milhões de reais de multa.

Nos dias seguintes o jornalista Ricardo Noblat, do GLOBO, fez intensa campanha no seu blog sobre a veracidade da matéria da VEJA, ampliando-a para discorrer sobre vídeos que Valério teria feito para denunciar Lula, achando até que poderia ser assassinado a mando do PT.

Naquele período VEJA e o GLOBO, e os setores por eles representados, exerceram intensa pressão sobre Valério para que assumisse acusar Lula, a partir da entrevista-fantasma e da ameaça explicitada no vazamento da pena de Barbosa no site do STF. 

Na ocasião, aparentemente, Valério e seu advogado resistiram.

E agora, condenado e já sentenciado temporariamente a mais de 40 anos de cadeia e a grande desfalque no seu patrimonio ?

Alguma chance de que, desta vez, de fato a caminho do inferno, resistiria a almas bondosas que se ofereçam para, por exemplo, pagar-lhe a multa, dar-lhe um extra e, digamos assim, levar compaixão ao coração de tão duros juízes ?

E em troca de tão pouco: apenas confirmar uma entrevista-fantasma ou até dar uma nova, acusando Lula como chefe do 'mensalão', mostrando ou inventando qualquer coisa, uma folha de papel, um fio de cabelo, qualquer coisa que o vincule a Lula.

Algo que possa ser repercutido por 18 MINUTOS NUM JORNAL NACIONAL, na véspera ou ante-véspera da eleição, após um debate 'Haddad x Serra' na TV GLOBO.  

Veremos.

 

Francisco de Assis

De cafajestes não se pode esperar outra coisa... o consolo é que a taxa de rejeição do infame continua acima de 50% o que, per si, o impede de vencer qualquer eleição. 

 

Quem terá mais respeito da população: o Genoíno e o Dirceu,que entram nas celas, ou o Serra que sai das urnas?

 

Fundação ligada à secretaria de Educação de São Paulo é investigada em nove casos

Responsável por construir e reformar as escolas paulistas, a Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE) está na mira do Ministério Público; fundação é a mesma envolvida no escândalo das mochilas; base de Alckmin enterrou apuração sobre governo Serra

Por: Cida de Oliveira, Rede Brasil Atual

 

Publicado em 25/10/2012, 18:32

Última atualização às 18:54

 

São Paulo – O Ministério Público (MP) de São Paulo está apurando nove denúncias de irregularidades em licitações e contratos celebrados pela Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), órgão subordinado à Secretaria Estadual de Educação, com empreiteiras no período entre 2009 e 2012. Conforme a Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da Capital, do MP, os promotores acataram representações encaminhadas pelo Tribunal de Contas do Estado, de promotorias de Justiça e de parlamentares. A maioria das investigações (confira quadro) se refere a contratos para ampliação, reforma e instalação e manutenção de elevadores em prédios escolares. Havia ainda outros oito processos, que acabaram arquivados. 

O documento mais recente que aponta irregularidades na FDE data de março de 2012. Entre julho de 2010 e dezembro de 2011, os agentes de fiscalização Leonardo de Moraes Barros e Lilian Cristina Menino Robles, da diretoria de Contas do Governador do Tribunal de Contas do Estado, fiscalizaram a natureza operacional do programa Expansão, Melhoria e Reforma da Rede Física Escolar, sob responsabilidade da FDE. No relatório da fiscalização eles apontam falta de manutenção preventiva; incompatibilidade entre as peças orçamentárias, demora no atendimento das solicitações realizadas pelas escolas, descumprimento dos Planos de Obras de forma integral; falta de planejamento para a implementação das obras de manutenção, para a reforma dos prédios e para a escolha das escolas que mais necessitam de intervenção considerando a urgência da solicitação e o estado geral do estabelecimento escolar. 

Leia também:

Metas descumpridas

Segundo o documento do TCE, em sua folha 310, as leis orçamentárias de 2008 e 2009 previram o atendimento de 5.600 escolas em cada um desses anos, e as leis de 2010 e 2011, o atendimento de 5.400 escolas em cada um deles, números referentes a todas as escolas estaduais já que este é o número aproximado de estabelecimentos escolares mantidos pelo estado. No entanto, a julgar pela “relação de obras finalizadas e em execução encaminhada pela FDE, referente a 2011, não podemos afirmar que a totalidade das escolas passou por obras de reformas e melhorias nesse ano. Desse modo, isso também exemplifica a distorção existente nos números apresentados pelas citadas peças orçamentárias”.

Na mesma página, o relatório indica que, “de acordo com o informado no sítio da internet da FDE, a mesma mantém planos de expansão da rede pública estadual de ensino e de manutenção corretiva e preventiva de seus prédios escolares. Apesar disso, a própria FDE, em resposta a nossa Requisição de Documentos nº 02/11 – DGE 4, relata que não há planos relacionados à manutenção preventiva”.

Prioridade alta

Em sua página 327, os auditores relatam que muitas escolas, apesar de apresentarem problemas com alagamentos, vazamentos de gás e esgoto, com cabines de força, com a estrutura do prédio relacionados a desabamentos – todos considerados de prioridade alta – não constaram sequer do Plano de Obras da Secretaria, o que poderia garantir a sua execução, já que todas as obras relacionadas no Plano são incluídas na proposta orçamentária da SEE. 

“Verificamos também que essas ocorrências também não estão relacionadas entre aquelas obras realizadas e em execução constantes da relação encaminhada pela FDE. Além disso, com a não realização das obras consideradas de alta prioridade, há desrespeito a um dos critérios utilizados pela SEE na escolha das escolas que devem ter prioridade no atendimento, qual seja, os prédios escolares com problemas emergenciais. E, no geral, apesar da alta prioridade indicada, na maioria dos casos a FDE informa que já estão sendo tomadas as providências cabíveis ao caso.”

Eles destacam sete escolas, entre elas a Escola Estadual Profª Fátima Aparecida Costa Falcon, de Presidente Prudente, que necessitava da substituição do para-raios. O argumento da FDE: havia “verificação da possibilidade de inclusão do pedido da reforma que ocorrerá. Caso não seja possível, será aberto novo PI (pedido de intervenção).

Risco de desabamento

Na página seguinte, os agentes apontam que, embora haja prioridade de execução de obras em escolas que já foram vistoriadas e têm orçamento elaborado, muitas dessas escolas estão fora das listas de execução de julho de 2010 a dezembro de 2011. Eles elencam dez unidades, entre elas a Escola Estadual Engenheiro Francisco Prestes Maia, em São Bernardo do Campo. À solicitação de reparos e reforma porque o prédio corre risco de desabamento, a posição era que “a FDE já vistoriou e elaborou orçamento. Nova vistoria e novo orçamento deverão ser realizados pela Coordenadoria de Obras da Região”.  

Prosseguem os auditores, na página 329: “No entanto, cruzando os dados das tabelas referentes aos Planos de Obras de 2010 e 2011 com as obras finalizadas e em execução no período de 1.7.2010 a 31.12.2011, verificamos que algumas das obras constantes nos Planos não foram realizadas e nem sequer iniciadas, o que significa que o Plano de Obras não é executado integralmente.” São listadas dez escolas, entre elas a Prof. José da Costa Boucinhas, de Guarulhos, que precisava de reforma geral, e da Escola Estadual Ana Maria Poppovic, de Diadema, que precisava de muro de arrimo, revisão das instalações hidráulicas e demolição e execução de piso de concreto na circulação do pátio e salas de aula, entre outras intervenções.

Fora dos planos

Em compensação, há obras executadas ou iniciadas que não constam de um dos planos de obra elaborados pela SEE. O relatório lista 21 escolas, como a Escola Estadual Washington Alves Natel, com contrato no valor de R$ 3.810.332,20, com obras de combate a incêndio, de acessibilidade e expansão. O contrato foi assinado em 30 de abril de 2010 e a obra concluída em 31 de julho de 2012. 

As constatações reforçam observações de relatórios do Tribunal de Contas do Estado de 2007, 2008, 2009 e 2010. Entre as principais observações das auditorias estão irregularidades em contratos, como aqueles por lote. As reformas entre 2008 e 2009 custaram mais caro do que os declarados. Auditoria do TCE encontrou irregularidades como pagamento a serviço não realizado e uso de material de menor qualidade, diferente do contratado. Em agosto de 2010 uma reportagem do Jornal da Tarde mostrou que tinham sido questionados os modelos de licitação e concorrência dos serviços com valores superiores a 850 mil. Segundo o jornal, foi emitida ordem de R$ 788,6 mil em 19 de janeiro de 2009 e oura de R$ 861 mil em 29 de maio, ambas para reparação de danos causados por um incêndio.

Lista longa

CPI da FDE

Em fevereiro passado, a bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo protocolou pedido de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para a investigação dessas irregularidades. Os deputados se basearam em auditorias do TCE e em advertências do tribunal às contas de 2007, do então governador José Serra (PSDB), quanto à necessidade de que o correspondente numerário repassado tenha, em contrapartida, “dotações claramente identificadas no orçamento específico da Fundação, de modo que se possa constatar a efetiva movimentação de recursos”. Segundo o TCE, entre 2007 e 2011 a FDE gastou cerca de R$ 8 bilhões sem discriminar em que os recursos foram aplicados. Outra irregularidade apontada é o contrato de empreiteiras por um sistema de Registro de Preços, o qual só pode ser aplicado para pequenos serviços e não para grandes, como é o caso de reformas.

Ainda segundo o TCE, em 2010 havia problemas na liquidação das despesas com acessibilidade, já que "no momento em que ocorrem não são conhecidos a origem, o objeto, a importância exata e a quem se deve pagar”. 

Como o governo Geraldo Alckmin tem a maioria absoluta como base de sustentação de seu governo, de 94 deputados cerca de 60 apoiam o governo. O PT tem 24 deputados, há um do PSol, dois do PC do B e um dissidente do PDT, o major Olímpio. Com este quadro o governo 'tratora' o Legislativo. Para protocolar um pedido de CPi são necessários 23 assinaturas. Por isso a CPI não avançou. 

Mochileiro

Em junho de 2011, o presidente afastado da FDE José Bernardo Ortiz foi convocado por deputados petistas para esclarecer as irregularidades apontadas. Até hoje ele não compareceu. No começo de outubro, ele teve seus bens bloqueados pela Justiça sob acusação de comandar um esquema de corrupção e superfaturamento na compra de mochilas para as escolas do estado. O juiz acatou pedido do Ministério Público.

Reforma

Depois de várias manifestações, os alunos da Escola Estadual Pereira Barreto, localizada na Lapa, zona oeste de São Paulo, voltaram a ter aulas na escola nesta segunda (22). Desde o dia 10 de setembro eles estavam estudando na Escola Estadual Reinaldo Ribeiro da Silva, no mesmo bairro para a aceleração das obras atrasadas. Segundo a estudante E. C., 17 anos, as salas de aula foram pintadas, tiveram o piso trocado e as lousas substituídas. Mas os ventiladores ainda não foram recolocados. Os corredores também estão prontos. O refeitório está sendo pintado e ela acredita que até o final deste ano as demais dependências da escola estejam prontas, bem como a o restauro da fachada. “Deu uma boa melhorada”, diz a aluna, que integra uma comissão para acompanhar o andamento da reforma. 

O grupo foi constituído em reunião com representantes da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), órgão da Secretaria Estadual de Educação do Estado de São Paulo, durante as manifestações estudantis que exigiam a conclusão das obras. Conforme o Diário Oficial do Estado, o contrato entre a empreiteira CAJ Construções e Empreendimentos Ltda, no valor de R$ 1.189.032,26, foi assinado em 18 de novembro de 2011 com prazo de 360 dias para a conclusão. Pelo visto, os alunos da Pereira Barreto não são os únicos prejudicados com reformas que começam e não terminam ou com aquelas que nunca começam. 

Procurada pela reportagem, a FDE não se manifestou até o final da edição desta reportagem.

http://www.redebrasilatual.com.br/temas/educacao/2012/10/mp-investiga-no...

 

Demarchi

Como é possível gente assim, tão bandida, possuir jornal, revista, tv, tvpaga, rádio, etc, etc....?

http://www.osamigosdopresidentelula.blogspot.com.br/2012/10/site-de-o-gl...

 

Nassif, A Polícia Federal pode já investigar um dos autores do Boato, o cordenador de Mídias Socias do PSDB, Eden Wiedmann