newsletter

Pular para o conteúdo principal

O alagamento em São Paulo

Manifestantes protestam por alagamento e colocam fogo em veículos


Manifestantes protestam por
alagamento e colocam fogo em veículos

Um ônibus e um caminhão tanque foram incendidados. A polícia foi acionada
Do R7, com informações da Agência Record

Policiais militares foram acionados para atender a ocorrência na zona leste

Publicidade

Manifestantes colocaram fogo em veículos na altura do número 25.000 da Avenida Sapopemba, na zona leste de São Paulo, na tarde desta sexta-feira (7).

Segundo informações preliminares, o protesto se deve ao alagamento da via. Um ônibus e um caminhão tanque já foram incendiados. Policiais militares foram acionados para atender a ocorrência por volta das 17h30.

A forte chuva que atingiu a capital paulista na tarde desta sexta provocou o transbordamento do córrego Aricanduva, na zona leste da cidade. Por isso, o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências) decretou estado de atenção para a região.

Populares ajudavam motoristas que ficaram ilhados por causa do alagamento a saírem de seus carros.

Toda a capital paulista foi colocada em atenção - quando há risco de transbordamento de rios - às 17h50 desta sexta-feira. Até as 18h30, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) contabilizava 27 pontos de alagamento.

Clique aqui para ir à notícia

Para acompanhar pelo Twitter: http://twitter.com/luisnassif

Sem votos
46 comentário(s)

Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
+46 comentários

já viram como é o lixo do retirante que vem atrapalhar em SP?será dificil diferencia-lo do resto da casa.e como vai comida pra esse lixo.o povo que moram nestes locais acham que catar sucata é para``pobre´´.más não fazem a menor cerimônia em formar montanhas inúteis que apenas servem para impedir o escoamento das aguas provocando enchentes,formar colônias de ratos e outras pragas.aqui em Itapevi é um exemplo disso,esqueceram de colocar uma placa importante com os dizeres:neste cidade é proibido ter educação,como também ocorre em osasco,Barueri,Carapicuiba,Jandira entre tantas outras

 

Há um ano eu disse: "Paulistas, na próxima eleição continuem votando no PSDB/PFL, pois assim vocês irão garantir mais quatro anos de piscinas (cheias de merda) em frente às suas casas." Hoje, a PREFEITURA DE SÃO PAULO disse que as chuvas são as culpadas pelas enchentes. Mas bah, tchê!!! Será mesmo???  Parabéns paulistanos, pelas enchentes, pela "nova tarifa" de transporte de ônibus, pelo aumento da taxa de "vistoria" e outros futuros e bem vindos aumentos.PARABÉNS... CONTINUEM ASSIM... depois culpem a Dilma e o PT...   Gente, que piscinão!!! Bah, que inveja!!! 

 

"Há um ano eu disse: "Paulistas, na próxima eleição continuem votando no PSDB/PFL, pois assim vocês irão garantir mais quatro anos de piscinas (cheias de merda) em frente às suas casas." Hoje, a PREFEITURA DE SÃO PAULO disse que as chuvas são as culpadas pelas enchentes. Mas bah, tchê!!! Será mesmo???  Parabéns paulistanos, pelas enchentes, pela "nova tarifa" de transporte de ônibus, pelo aumento da taxa de "vistoria" e outros futuros e bem vindos aumentos.PARABÉNS... CONTINUEM ASSIM... depois culpem a Dilma e o PT..."

 

Ô cara, em primeiro lugar diga qual é a tua cidade, pois parece que moras no paraíso...

Em segundo lugar não foram todos os paulistanos que votaram nesse prefeito! Alias, a diferença de votos dele pra Marta foi pequena.

 Eu também não sei o que leva certos patetas de outras cidades  a ficar criticando SP. Quem tem que criticar SP são os paulistanos e não que tá nos outros Estados! Mas se achares que estou errado, então não seja covarde e informe qual é a tua cidade!

Assim eu também vou poder olhar se o teu rabinho ta tão limpinho assim como fazes parecer.

 

Sabe o que que é, Carlos?  É que quase não se vê posts com notícias de Porto Alegre, Bajé, esses cantos aí...

Parece que as coisas acontecem só por aqui... e nós sabemos que não é bem assim, né verdade?

 

Quando a Marta era prefeita foi muito criticada por estar em New York num dia em que SP ficou debaixo dágua.

Tem que ter bola de cristal pra não estar viajando nestes dias...

 

Quando a Marta era prefeita foi muito criticada por estar em New York num dia em que SP ficou debaixo dágua.

Ela fez assoreamento no Córrego Aricanduva e resolveu o problema por lá... Ocorre que assoreamento é um serviço que tem de ser periódico e os picaretas que vieram depois nada fizeram por aquela região.

Alias, remanejaram verbas destinadas a resolver problemas de enchentes, para acelerar a conclusão de um viaduto estaiado (estaiado sem a menor necessidade, só pra ficar bonitinho) lá no bairro do Tatuapé, conhecido reduto de ricaços e que não tem enchente. (não que não haja pobres lá também, pobre dá em todo lugar hehehehe)

 

 

Eu ouvi hoje na GloboNews a apresentadora dizendo: São Paulo não está preparado para as chuvas. É a primeira vez que eu escuto isso, o óbvio dos óbvios, num canal do pig.

Será que foi um descuido?

 

Juliano Santos

Ao ler as manchetes hoje concluí que os alagamentos em São Paulo tem um único culpado : a chuva.

Os outros são inocentes.

 

Choveu, danou-se

 

Choveu, danou-se.Todo ano é a mesma novela --"Chuvas de Verão". Chega o calor, começa o aguaceiro e aí é só uma questão de tempo até acontecerem as tragédias.

Em Mauá, na Grande São Paulo, uma mãe de 34 anos e o filho, de 11, morreram soterrados por um deslizamento de uma encosta.Ela estava na cama, descansando depois do trabalho. A criança estava jogando videogame na sala, com um tio. Chovia forte na região desde o Natal, mas funcionários da prefeitura não apareceram por lá. Agora, para piorar ainda mais a situação em São Paulo, até as Rodovias ficam alagadas. A  rodovia Anhanguera ficou interditada totalmente por volta das 9h de ontem, formando um congestionamento com cerca de 8 km.

É claro que ninguém, podendo escolher, decide morar num barraco em área de risco. Quem ocupa esses lugares em geral tem poucos recursos e pouca informação. Por isso, os governos têm de ajudar essas pessoas a encontrar um lugar mais digno e seguro para viver.Entre 2003 e junho do ano passado, o governo federal liberou R$ 5,8 bilhões prevenir as enchentes. Onde Kassab  e Serra colocaram o dinheiro? Está aplicado no mercado, rendendo juros para o Serra passear na França, onde está agora?Além das mortes que poderiam ser evitadas, a falta de preparo para a temporada de chuvas afeta toda a população. É só chover um pouco mais forte que bairros inteiros ficam alagados por dias. E muitas regiões sofrem também com falta de luz, que em geral dura horas sem que se tenham boas explicações.Está mais do que na hora de as autoridades enfrentarem esse problema a sério, com soluções de longo prazo, que não se dissolvam ao sinal da primeira trovoada. E os paulistanos que adoram o PSDB, deveriam cobrar dos politicos

 

Nilson Fernandes

 "Não está acontecendo nada. Essas pessoas que ficam reclamando não passam de petistas frustrados por não ganharem a eleição em São Paulo, é tudo culpa do PT". Aí o paulistano muge baixinho e a vida segue.   

 

Que culpa tem Cabral ? Ou Deus ?

Raul Seixas

http://www.youtube.com/watch?v=Y0-7cbKveuU

 

 

Sinto pelos Paulistanos, tem sofrido muito com a "fúria" de são pedro.....vamos rir um pouco, comercial das havaianas, retocaram, limparam tanto a moça, coitada acabou ficando sem umbigo....

http://novoextra.globo.com/retratos-da-vida/fernanda-vasconcellos-aparece-sem-umbigo-em-comercial-819569.html

Fernanda Vasconcellos aparece sem umbigo em comercial

Fernanda Vasconcellos estrela a campanha de verão da Havaianas, mas os editores do vídeo erraram na mão na hora de tratar o filme. No vídeo postado pela produtora do filme no You Tube, a atriz aparece de biquíni branco com a barriga lisa, sem o umbigo. O comercial, produzido pela AlmapBBDO, começa a ser veiculado em rede nacional no próximo domingo.

 

 

E o noticiário em São Paulo começou o ano igual ao abo anterior. O que podemos esperar então:

Janeiro – Chuva, Enchentes, Lixo, e a supervalorização da cidade no dia do seu aniversário;

Fevereiro – Trânsito na saída do carnaval;

Março/Abril/Maio – Trânsito , Trânsito, Trânsito

Junho/Julho/Agosto – Inversão térmica, poluição, humidade baixa e Trânsito;

Setembro/Outubro – Mais Trânsito;

Novembro/Dezembro – Natal, Compras, e vamos ver pisca pisca na Paulista

Poxa, não acontece mais nada de novo nesta cidade. Que atraso!

 

Folha tucana explica porque São Paulo está debaixo d'água

 

Chuva na Grande SP provoca uma morte; dois rios transbordam

 

A forte chuva que atingiu São Paulo no fim da tarde desta sexta-feira alagou vias na cidade, prejudicou o trânsito e o movimento dos aeroportos e fez dois rios transbordarem, deixando motoristas ilhados em uma das maiores avenidas da cidade. Uma pessoa morreu em um desabamento. Um ônibus e um caminhão foram queimados durante protesto. Também houve transtornos na região metropolitana.


De acordo com o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências), da prefeitura, a chuva em forma de pancada foi provocada por condições típicas do verão: áreas de instabilidade formadas pelo calor e pela alta umidade relativa do ar.

A primeira região atingida foi a zona leste, que entrou em estado de atenção às 16h50. Em seguida, a chuva se estendeu para as regiões sul e central --que entraram em atenção às 17h35-- até tomar toda a cidade, colocada em atenção às 17h45.

Com o transbordamento do rio Aricanduva, na altura do entroncamento das avenidas Aricanduva e Itaquera, toda a região da subprefeitura Aricanduva, na zona leste, entrou em estado de alerta às 17h50. Motoristas ficaram ilhados com a enchente e tiveram que se abrigar no capô dos carros.

  Reprodução/TV Bandeirantes   Reprodução mostra a avenida Aricanduva completamente alagada após o rio de mesmo nome transbordar Reprodução mostra a avenida Aricanduva completamente alagada após o rio de mesmo nome transbordar

A escala usada pelo CGE passa por observação (condições normais), atenção (possibilidade de alagamentos), alerta (transbordamento de rios e córregos) e alerta máximo (estado de calamidade pública).

A chuva também atingiu a cidade de Mauá, na Grande São Paulo. O rio Tamanduateí transbordou, alagando diversas vias da cidade, onde, no início da semana, mãe e filho morreram soterrados em um deslizamento. A estação Mauá da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) também foi alagada.

TRANSTORNOS

De acordo com imagens do radar do CGE, a precipitação foi mais intensa nos bairros de Vila Prudente, São Mateus, Itaquera, Mooca, Aricanduva, Vila Formosa, Ipiranga, Vila Mariana e Pinheiros. Na Grande São Paulo, a chuva atingiu os municípios de Cotia, Embu, Itapevi e Taboão da Serra.

Almeida Rocha/Folhapress Alagamento impede a passagem de veículos na rua Bresser, na Mooca, zona leste de São Paulo Alagamento impede a passagem de veículos na rua Bresser, na Mooca, zona leste de SP; cidade teve 33 alagamentos

Um desabamento ocorrido durante a chuva causou a morte de uma pessoa no Jardim Tietê, na zona leste. No local, a vítima foi atingida por uma laje do imóvel.

De acordo com a Polícia Militar, manifestantes atearam fogo em um ônibus na altura do número 25.700 da avenida Sapopemba, também na zona leste. O protesto é contra o alagamento da via. Além do ônibus, um caminhão também foi queimado no local.

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) registrou 33 pontos de alagamento em vias da cidade --6 deles intransitáveis, ou seja, impediram a passagem de veículos. Por volta das 20h10, 13 dos alagamentos permaneciam sobre as vias --4 deles instransitáveis.

Os alagamentos prejudicaram o trânsito : por volta das 18h40, a CET registrava 97 km de congestionamento, ou 11,1% dos 868 km monitorados. O índice atingiu o pico por volta das 19h30, com 125 km de congestionamento.

A CET informou ter reforçado suas equipes nas ruas desde o momento que a cidade entrou em estado de atenção. Um total de 636 agentes, 10 equipes de manutenção de semáforos e 293 veículos (incluindo motos e guinchos) foram deslocadas para monitorar locais com maior possibilidade de alagamentos.

A chuva também prejudicou os voos no aeroporto de Congonhas, na zona sul. A Infraero (estatal que administra os aeroportos) informou que a pista ficou fechada para pousos e decolagens das 17h49 às 18h15. Agora, o aeroporto opera por instrumentos.

De acordo com os meteorologistas do CGE, a tendência é de que as chuvas diminuam nas próximas hora, mas não se descarta a possibilidade de novos temporais entre a noite e a madrugada.

//

 

 

Nilson Fernandes

São Paulo não ALAGA mais, BÓIA.................

 

Esses dias, antes do Lula sair de férias, tinha uma senhora acampada na porta do edifício onde o ex-Presidente mora, em SBC. Principal reinvidicação dela: para que o Lula se candidate a Governador de SP, em 2014. Acho que só assim a cidade e o estado vão ter os dias de glória de outrora. (E os jornalões preocupados com passaportes...tenha graça!!!) Abs.

 

Chuva em SP:

a Soweto dos nordestino alaga

 

 



São Paulo alagou o Nordeste

 

 

Às 18H50 desta sexta-feira, redes de televisão de São Paulo mostravam cenas  impressionantes do alagamento da Zona Leste de São Paulo.

Centenas de carros inundados e levados pela correnteza.

Moradores denunciaram que as casas estavam invadidas pela metade.

É possível que o jornal nacional trate do assunto com a elegância que o Padim Pade Cerra e os tucanos de São Paulo merecem.

Como se fosse um extraordinário episódio, resultado de um fenômeno meteorológico fortuito.

“A culpa é de Deus”, foi o que disse, no passado, o jenio, o Padim Pade Cerra.

Lorota.

É assim todo ano Santo (com caixa alta em homenagem ao Padim).

Mas, para quem não mora em São paulo, é importante situar a “obra de Deus”,

A Zona Leste da cidade de São Paulo é a Soweto.

A maioria dos moradores é de nordestinos.

A maioria não vota em São Paulo.

É onde os serviços públicos são escassos.

É a cidade que os paulistanos não conhecem.

Ela fica isolada, marginal, esquecida.

Ou alagado, como o Jardim Romano, que foi o Katrina do Cerra.

Paulo Henrique Amorim

 

Nilson Fernandes

o jn noticiou como sendo culpa de são pedro.....xiiii,  magoei não culparam o LULA desta vez.

 

Se cansaram do Dilúvio Pós-Kassab de todo santo ano! http://tsavkko.blogspot.com/2010/12/diluvio-pos-kassab-continua.html

 

opa,

 

o texto do prof. Edmilson Lopes Jr clamando por uma "sociologia da era Lula", publicado no Terra magazine, merece, no mínimo, um post neste blog.

Edmilson, como a gente gosta de falar quando dá um bom chute, forte e certeiro, pegou na veia!

Segue o link:

 

http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI4876709-EI17080,00-Por+uma+sociologia+da+Era+Lula.html

 

Não vou nem me dar ao trabalho de pesquisar onde as chuvas provocaram estragos e mortes sem que os dedinhos de sempre apontassem para os governantes locais. Mas claro que em Sampa tem que ser diferente né?

Enquanto isso minha turma se mobiliza para ajudar os alagados. Mas só os alagados porque os delinqüentes estão ocupados demais... delinqüindo.

 

O Jornal Nacional já noticiou o Est. de São Paulo sempre será caso para São Pedro resolver ou não resolver. No ano passado com a chuva no Rio de Janeiro a culpa foi do governador, mas em São Paulo o PSDB-DEM não tem nada com isto.

 

Nilson Fernandes

Há uma piada assim:

Perguntaram para um governador de SP o motivo por ele não cuidar dos rios que atravessam a capital. Ele respondeu que só pescadores gostariam disso. Limpar os rios e fazê-los de fato rios, e não esgoto a céu aberto, não traz votos.

Ele pensa que os paulistanos são sadomasoquistas, que apreciam ver a cidade sob águas imundas.

E tem gente que aprecia ver os carros boiando feito barquinhos de papel. 

 

O governador está certo se pensa que os paulistanos são sadomasoquistas.

Nos últimos anos votaram em Serra e Kassab para a Prefeitura. Para o governo do Estado, o sadomasoquismo virou vício.

 

Então, naquele tempo, Noé, barbado e cheio de parasitas, estava sentado na cobertura de um prédio na região da Paulista. E lhe foi perguntado:

- Noé, o seu nome pronunciado corretamente não é Noel?

- É sim, foi um sujeitinho que me chamou assim.

- Pois bem, Noel, o tietê transbordou enormemente. Todos os bueiros estão entupidos. O lixo bóia a 40 metros de altura, juntamente com o povo. Aqui em São Paulo começa o dilúvio, Noel!

- No problem. Construirei uma enorme Arca e nela colocarei um casal de cada animal. Os primeiros serão JB e Kassssssss.................

 

Cafezá,  Noé era Petista..................

 

Advinha quais foram os primeiros a entrar na arca do Noé, que era paulistano, conforme pesquisas de palentologia atuais?

 

paleontologia.

 

Noé era paulistano, sabia?

 

Não há como discordar de você. Os paulistanos se tornaram sadomasoquistas mesmo. Triste constatação. Oh, céus!

 

Alagamentos e enchentes em São Paulo nunca será resolvido em quanto o povo votar no padim padi Cerra, picolé de chuchu e congêneres, que pegou o dinheiro para baixar a calha do rio tietê e nunca fez nada. Esqueceram o que o Serra fez quando teve enchente em São Luis do Paraitinga, subiu no helicóptero e ficou sobrevoando para não molhar os pés.

Aqui onde eu moro no dia 16 de janeiro de 2010 uma estrada vicinal asfaltada no tempo do Quércia, deu uma tromba d'água e levou uma parte da pista com toda a tubulação.

Oficiamos a secretaria de obras de Bauru, o prefeito de Bauru e eles responderam que o pedaço de pista pertence ao governo de São Paulo (DNER). Oficiamos o DNER e o responsável aqui em Bauru respondeu que precisa licitar a obra, com as chuvas deste janeiro o buraco da pista alargou-se ainda mais, e até agora nada de licitação.

Dia 16 de janeiro de 2011 vamos acender uma velinha de um ano em volta da cratéra e cantar parabéns para você, nesta data queria, muitas felicidades....

Estamos pegando um desviu cheio de cascalho e muita lama, e viva o deputado Pedro Tobias do PSDB de Bauru que pegou os votos e a esta hora deve estar passeando na França onde formou-se médico, ou deve estar no Libano seu país de origem. O povo de Bauru que votou nele eu quero que se dane com toda a força que eu também desejo ao Alckmim.

 

Nilson Fernandes

Sugiro um out-door: "Em breve aqui (letras menores e caixa baixa) CÂNION DOS TUCANOS (Caixa alta em toda a extensão)." Um amigo alagoano fez algo parecido uma vez em Maceió e deu certo.

 

Manchetes da Folha:

Governo Tucano - Chuvas acima da média provocam transtornos em SP

Governo Petista - Incompetência do Governo causa caos em São Paulo

 

Capa da Veja:

Tucanos - São Pedro castiga São Paulo (foto da cidade com nuvem carregada acima)

Petista - Eles alagaram você (foto dos petistas do governo com cara de terror com o fundo repleto de raios e fotos do alagão)

 

O Globo

Tucanos - Inflação dispara

Petistas - Risco de pandemia de lepstopirose

Se o Mercadante tivesse ganho, já teríamos um culpado, mas como não ganhou, se vira São Pedro que os beatos são teus.

 

Programa “Alaga São Paulo”: desgoverno Serra faz Rio Aricanduva transbordar

As Organizações Serra (Globo, Folha, Estadão e Veja, entre outros) insistem em dizer que as chuvas causam os alagamentos em São Paulo.

Nós insistimos que o papel da chuva é chover. Chuva, diretamente, não causa nada, além de molhar.

E o papel dos governantes é fazer com que as águas da chuva, após darem uma “molhadinha” aqui e acolá, escoem adequadamente para evitar alagamentos e transbordamentos de rios.

Alguém dirá: mas por mais que haja um bom sistema de drenagem e macro-drenagem, uma chuva intensa, decenária, poderá fazer com que rios transbordem e cidades fiquem alagadas.

É verdade. Disse bem, chuvas decenárias, que são aquelas muito intensas que só ocorrem uma vez em dez anos.

Entretanto, não é o que acontece no Estado de São Paulo, especialmente na capital e região metropolitana.

Somente no verão passado, publicamos mais de uma dezena de posts sobre enormes alagamentos em São Paulo.

Tratava-se de mais uma ação de verão do eficiente Programa “Alaga São Paulo” que, a cada semana, apresentou um grande alagamento, afetando inúmeros bairros da capital.

Leia o texto completo em

http://migre.me/3uOXt

 

 

***

 

São Paulo não ALAGA, BÓIA................

 

EStarei sendo novamente repetitivo. Enquanto deixarem ocupar áreas alagadiças e beiradas de córregos as notícias sobre desastres de verão irão se repetir até o final dos tempos. São décadas ou séculos de ocupação indevida. Em uma exposição do Banco Itaú, de acervo dos Setúbal - coincidendemente a exposição chamava-se Brasilianas - havia notícia em jornal, lá pela década de 20, anterior portanto a PT, PSDB,DEM, etc., onde comentava estragos feito por chuvas e enchentes.

Há engenheiros comentando ono Blog. Acho que poderiam explicar um pouquinho, aí pelo menos acaba esta eterna ladainha de culpar este ou aquele governante de plantão.

Aliás, para ajudar, dê uma olhadinha, não custa, ou se quiser faça você a própria pesquisa :

http://tv1.rtp.pt/noticias/?t=Europa-sofreu-novas-inundacoes-apos-tempes...

http://noticias.bol.uol.com.br/internacional/2010/04/09/cidade-francesa-...

 

 

 

É recorrente. Entra ano, sai ano e a mesmice. Daqui a pouco vão aparecer poetas para escrever "Vidas Molhadas". Vai pra baixo, inunda, vai pra cima o morro desaba. Não sei se estou sendo radical mas, palafitas é a solução.

 

Palafitas são a solução até o governo do estado contratar empreiteiras para construir vias de "trânsito rápido" elevadas ao nível das palafitas...

 

"Policiais militares foram acionados para atender a ocorrência na zona leste":

Pra agredir a populacao.

Ou estou enganado?

 

ECHELON saiu da internet. ECHELON agora esta no seu proprio computador.

Acho que estão seguindo as orientações da Mayara Petruso: "vamos afogar os nordestinos"....

 

Xará, era exatamente a resposta que ia dar. O povo da ZONA LESTE sabedor dessa "nobre" missão policial, tomou suas providencias. Agora eu quero ver a cara do "KASSAB" no programa do DATENA. Lá esteve hoje, mas estava "sequinho" e "saltitante".

 

Nordestinos, pobres, professores e estudantes tem mais é que apanhar, dirão alguns, pelo twitter.

 

E ainda: por que a manifestação se a chuva é algo natural?

 

Eu, por opção, não tenho Twitter, mas podem esperar que logo logo sairão os primeiros comentários...

 

"Nordestinos, pobres, professores e estudantes tem mais é que apanhar, dirão alguns, pelo twitter."

Mas quem está dizendo isso é o senhor e não os paulistanos! Ta loko??

 

"E ainda: por que a manifestação se a chuva é algo natural?"

Manifestação é uma coisa, botar fogo em ônibus e caminhão é outra. Chama a atenção sim, mas de forma NEGATIVA e é exatamente aí que a reivindicação perde força.

Quem paga o ônibus queimado é a própra população! O dono do caminhão queimado NADA tem a ver com o problema!

Aquilo não é manifestação, é vandalismo!  Quando queimarem o teu carro aí tu vais entender...

 

 

 

A habitual pergunta: será que os incêndios aparecerão no JN?

ou: Como o JN noticiará?

ou: Quantos segundos?

Pshhhhhh!

 

Nassif,

será que a nefasta aliança Marinhos-Frias foi para o brejo? Na cobertura sobre a enchente a folha está usando imagens da Tv Bandeirantes e não da Globo/Globonews.... sei não hein....

Veja a imagem no canto superior esquerdo...

 

 

 

Re: O alagamento em São Paulo
 

O Uol sempre usou as imagens da Band News. Jamais da Globonews, que é exclusivo do sistema Globo (G1, Globo.com e etc).