newsletter

O depoimento de Perillo na CPMI

Clique aqui para acompanhar no Portal Luís Nassif o depoimento de Marconi Perillo na CPMI do Cachoeira.

Sem votos
103 comentários

Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
+103 comentários

Fiquei impressionado com demonstração de euforia dos membros do PSDB (e amigos do governador) com o depoimento do Perillo. Repetiu-se em tom de euforia que a venda da casa foi muito bem explicada, como a única ligação em milhares de horas de escuta. Mais importante, segundo a oposição, seria investigar a Delta nacional e sua relação com o PAC, cuja verba é muito maior do que a que está sendo repassada em Goiás.

Não sei se o governador tem algum envolvimento direto. Mas foi claro o seu desprezo pelas denúncias de que agentes do seu governo foram capturados pelo esquema Cachoeira. De outro lado é também nítido o seu apreço pelos acusados, sobre os quais repetiu inúmeras vezes que não faria julgamento precipitado.

O governador mostrou que não fez e não tem intenção de fazer qualquer investida contra a quadrilha e a possível captura de agentes e até secretários do seu governo. Este foi o teor das perguntas da senadora Vanessa Grazziotin: porque as pessoas envolvidas com os envolvidos permanecem no governo?

Ao citar as irregularidades da Delta em obras do PAC, o PSDB cita a CGU. A CGU, órgão do governo federal, passou a fazer um pente fino nos contratos após as denúncias contra a empreiteira. O que fez o governo do Perillo? Nada, segundo o depoimento do governador.A única ação genérica que ele fez - não diretamente ligada ao caso - foi a mudança na forma de licitação. Mudança boa, mas longe de receber tantas loas.

Ele afirmou que dava liberdade para os seus secretários indicar os assessores. Disse que não tinha informações sobre todos os contratos das secretarias (o que seria humanamente impossível). Mas quando perguntado sobre envolvimento de pessoas de seu governo, afirmou repetidas vezes que isto não teria acontecido.  E ponto.

Argumentou que a Delta tinha pequenas participações no governo e comparou os recursos envolvidos em valores brutos em Goiás com o governo Federal. É óbvio que o Governo Federal tem muito mais verba envolvidas (terá proporcionalmente mais?), De qualquer modo, isto não isenta de ter fraudes nos contratos em Goiás.

A corrupção e a máquina de corrupção não vai ser desmontada pelos que apenas se sentem ofendidos, lembram o mal-feito de outros e atacam os adversários quando uma denúncia se aproxima.  Esta é uma postura recorrente nos governos do PSDB: nada é investigado. São Paulo é outro exemplo.

 
 

alexandre toledo

Quando o  Odair Cunha (PT-MG) foi indicado para a relatoria da CPMI acendeu o meu sinal de alerta, que foi compartilhado aqui no blog. A indicação de um deputado do chamado “baixo clero”, não condizia com a importância da investigação que se iniciava - um deputado pouco conhecido, mesmo entre os filiados do PT em Minas Gerais, e que se elege com votos da igreja católica, da qual ele é conhecido militante da Renovação Carismática. O Fernando Ferro que mostrava disposição a levar com seriedade a investigação, não só foi preterido para a relatoria como sequer foi indicado para compor a cota do partido dos Trabalhadores na CPMI: Sequer como suplente.

 

Não dá para entender. Perillo vende sua casa para seu amigo (SEM CONTRATO DE COMPRA E VENDA?), que depois diz estar "pelado" e pede empréstimo para uma empresa (ligada ao Cachoeira) que lhe dá 3 cheques (sem recibo ou nota promissória?) e vem um terceiro que dá R$ 1.400.000,00+ R$ 100.000,00 em espécie, e que diz que é para a empresa Mestra, da qual é administrador, mas, ao mesmo tempo, que vai recomprá-la para sua filha e quem acaba morando lá é o Cachoeira. Parece enredo de novela da Globo. Pura fantasia!

 

O Marconi Perilo se saiu melhor que os inquisidores. Alguns deputados levantaram nomes e coisas e lousas e maripousas, mas na hora de formular questões, nada de novo ou de conteúdo. Não sei porque as CPI's continuam com esse formato de convocar investigados e perguntar se ele fez coisa errada. Ou se faz uma investigação decente nos documentos, se extrai conclusões importantes e ao final se chama as pessoas envolvidas, mas já com provas ou, será sempre palanque para deputado e Senador gravar vídeo para a próxima eleição. Resultado nenhum.

 

E o depoimento de Perillo finda de forma triunfante! Com um parvo choramingão fazendo o último discurso elogioso e colocando a testemunha na condição de herói cristão na arena governista...

PQP!!! Como diz o Chico Buarque: Chama o ladrão!!

 

 

Este é um blog notadamente antipaulista! Paulistas, não se submetam docilmente a humilhações e manifestações de preconceito!! A internet é enorme.

Sinceridade Tarkus...

Nunca vi tanto elogio a alguém. Chegou a ser desproporcional a maneira como o deputado ou senador do PSDB se declarou ao Marconi Perillo. Houve momentos em que o baba ovo chegou a arrancar risadas dos outros parlamentares.

 

A semeadura é livre, mas a colheita obrigatória.

Assisti toda a maratona de mais de 8 horas de depoimento.

Perillo: calmo, seguro, franco, sereno, articulado, atento, preciso e infalível como Bruce Lee.

Volta para Goiás como herói!

 

 

pobrte goias ...

 

alexandre toledo

      Desculpem o erro, eh Senador Mario Couto, mas ainda prfiro o Chaves.

 

    Agora 18:50h Senador Mario Coito na CPMI, que tristeza de politico, melhor o Chaves nao SBT.

 

Bicheiro defendendo o outro.Segundo Cachô o senador bicheiro Mário Couto é "dono do detran" do Pará e interessava muito a ele,Cachô, ter uma conversa com Mário.Falou e disse.

 

zanuja

Desisti de asistir a este circo ha muito tempo, é triste ver esse jogo de cartas marcadas, hoje é o Perillo amanha é o Agnelo, no fim dista CPMI, todos eles estaram se abraçando e comendo um bom pedaço de pizza, com ja escrevi antes a minha é de calabresa com cebola.

 

É  triste ver a que ponto nossa oposição chegou, os caras quando apertados só conseguem tentar desconversar usando a velha historia do mensalão... o cachoeira-boy apertado pelo Luiz Sergio a liberar seus sigilos volta a essa ladainha é desanimador... o cara pra mim com certeza tem culpa e por isso não libera... e ainda volta com o papinho mensalão ...

 

alexandre toledo

O governador parece ser uma pessoa correta para o padrão dos políticos brasileiros e há tempos a Democracia brasileira vem evoluindo.

A CPI é a cara do Brasil: a senadora Katia Abreu falou e ... pareceu gente, ao contrário do que pensa a maioria dos esquerdistas e petistas.

Passar a limpo significa muito mais quer condenar, julgar; significa se ver, se enxergar, respeito com os adversários, pensar no povo, no país e avançar para padrões europeus de convivência política.

 

Not Guilty!

Perillo se dispôs prontamente a dar esclarecimentos na Comissão, deu um show e saiu por cima da carne seca. Se Lula e petistas apostaram que iriam pegar o governador, assim como a Veja, deram com os burros n'água. Aliás, Lula ultimamente anda fazendo "shitadas" em série....

Perillo, no frigir do ovos, ganhou um palanque nacional para apresentar o seu governo.

PERILLO PRESIDENTE 2014!

 

 

 

 

Estou com raiva dessa turma do PT.

Pqp, só tem bundão

Tomara que eles se f... no mensalão para tomarem vergonha na cara.

O PT tem que partir com tudo pra cima do PIG/PSDB, senão esses caras vão tomar o poder na marra. 

Não tem que aliviar nada.

 

Consagre os seus sonhos e projetos ao Senhor, e eles serão bem sucedidos, creia.

gAS

 

O Vacarezza só faltou pedir perdão a Perillo por perguntar, explicou que não aceita a quebra de sigilo, etc. Ou seja, para o bandido todas as garantias. Enquanto isso, os tucanos deitam e rolam, acusam Lula, mentem, distorcem e o PT, tremendo das calças, cala-se vergonhosamente. É de dar nojo!

 

Nassif, já leu essa?

Tourinho Neto (sempre ele, nenhuma surpresa).

Do Terra:

Desembargador considera grampos da Operação Monte Carlo ilegais
12 de junho de 2012  17h47

 

  1. Notícia


Comentar0 

O desembargador Tourinho Neto, do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF1), do Distrito Federal, considerou ilegais as interceptações telefônicas da Polícia Federal na Operação Monte Carlo, que levou à prisão do bicheiro Carlinhos Cachoeira. Tourinho Neto é relator do julgamento, iniciado nesta terça-feira, do habeas-corpus pedido pela defesa de Cachoeira.

 

CPIs: as investigações que fizeram história 
Cachoeira, o bicheiro que abalou o Brasil
Conheça o império do jogo do bicho no País

O desembargador avaliou que a decisão do juiz da 11ª Vara da Seção Judiciária de Goiás, que solicitou à Polícia Federal a instalação dos grampos telefônicos, não foi suficientemente fundamentada. Tourinho Neto declarou nula a interceptação telefônica e ilícitas as provas dela derivadas, determinando sua imediata retirada dos autos.

Segundo o TRF1, a antecipação do voto não provoca a libertação imediata de Cachoeira porque um dos três membros da Terceira Turma, Cândido Ribeiro, pediu vista do processo. A apreciação será retomada na próxima semana. De acordo com o órgão, se um dos integrantes da Turma acompanhar o voto de Tourinho Neto, os grampos da Operação Monte Carlo estarão anulados e Cachoeira será solto.

Carlinhos Cachoeira 
Acusado de comandar a exploração do jogo ilegal em Goiás, Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, foi preso na Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, em 29 de fevereiro de 2012, oito anos após a divulgação de um vídeo em que Waldomiro Diniz, assessor do então ministro da Casa Civil, José Dirceu, lhe pedia propina. O escândalo culminou na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Bingos e na revelação do suposto esquema de pagamento de parlamentares que ficou conhecido como mensalão.

Escutas telefônicas realizadas durante a investigação da PF apontaram contatos entre Cachoeira e o senador democrata Demóstenes Torres (GO). Ele reagiu dizendo que a violação do seu sigilo telefônico não havia obedecido a critérios legais.

Nos dias seguintes, reportagens dos jornais Folha de S.Paulo e O Globo afirmaram, respectivamente, que o grupo de Cachoeira forneceu telefones antigrampos para políticos, entre eles Demóstenes, e que o senador pediu ao empresário que lhe emprestasse R$ 3 mil em despesas com táxi-aéreo. Na conversa, o democrata ainda vazou informações sobre reuniões reservadas que manteve com representantes dos três Poderes.

Pressionado, Demóstenes pediu afastamento da liderança do DEM no Senado em 27 de março. No dia seguinte, o Psol representou contra o parlamentar no Conselho de Ética e, um dia depois, em 29 de março, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski autorizou a quebra de seu sigilo bancário.

O presidente do DEM, senador José Agripino Maia (RN), anunciou em 2 de abril que o partido havia decidido abrir um processo que poderia resultar na expulsão de Demóstenes, que, no dia seguinte, pediu a desfiliação da legenda, encerrando a investigação interna. Mas as denúncias só aumentaram e começaram a atingir outros políticos, agentes públicos e empresas.

Após a publicação de suspeitas de que a construtora Delta, maior recebedora de recursos do governo federal nos últimos três anos, faça parte do esquema de Cachoeira, a empresa anunciou a demissão de um funcionário e uma auditoria. O vazamento das conversas apontam encontros de Cachoeira também com os governadores Agnelo Queiroz (PT), do Distrito Federal, e Marconi Perillo (PSDB), de Goiás. Em 19 de abril, o Congresso criou a CPI mista do Cachoeira.

 

Terra
http://noticias.terra.com.br/brasil/politica/cpi-cachoeira/noticias/0,,OI5832287-EI20308,00-Desembargador+considera+grampos+da+Operacao+Monte+Carlo+ilegais.html

 

Ele não se saiu bem não, apesar dos comentaristas da tropa de choque deles quererem que o povo acredite neles; quando eu compro algo pago com meu cheque ou meu cartão, não tem enrolação; agora para a compra de uma casa nmm valor estratosferico (para o trabalhador comum, eu incluso) tem cheque e dinheiro demais voando. E o bate boca no final coroou a modorrenta sessão dessa cpi.

 

Nassif, a operação Monte Carlo está pertinho de ir para o saco:

 

Desembargador considera ilegais grampos da operação Monte CarloProvas são consideradas nulas; Cachoeira só não foi libertado ainda porque um dos ministros pediu vista do processo

BRASÍLIA - O desembargador Tourinho Neto, do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF1), do Distrito Federal, reconheceu como ilegais as interceptações telefônicas da operação Monte Carlo, da Polícia Federal, que desmontou o grupo de Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, e consequentemente considera nulas as provas decorrentes desses grampos. O resultado imediato desse voto do relator Tourinho Neto, sobre o habeas corpus movido pela defesa de Cachoeira, seria a imediata libertação do contraventor. Isso só não aconteceu porque um dos ministros pediu do vista do processo. O julgamento será retomado somente na próxima semana.

 

Segundo Tourinho Neto, o delegado encarregado da investigação, Matheus Mella Rodrigues, cometeu um erro ao fundamentar o pedido de interceptações ao basear-se apenas em denúncias anônimas e em uma notícia de jornal. Segundo o desembargador, o juiz federal que autorizou os grampos tomou essa decisão sem a devida fundamentação. "Não se pode haver a banalização das interceptações, que não podem ser o ponto de partida de uma investigação, sob o risco de grave violação ao Estado de Direito", citou.

O julgamento do habeas corpus está a cargo da terceira turma do TRF1, que tem três membros. Ou seja, se apenas mais um juiz acompanhar o relator, os grampos da operação Monte Carlo estarão anulados, quebrando, com isso, toda a espinha dorsal da investigação e facilitando a defesa dos 81 denunciados pelo Ministério Público.

A operação Monte Carlo investiga uma rede de corrupção, trafico de influência, lavagem de dinheiro e exploração de jogos ilegais em Goiás e no Distrito Federal. O esquema seria comando por Carlos Augusto, o Carlinhos Cachoeira, com a participação de policiais, inclusive delegados das polícias federal e civil, além de empresários, autoridades e políticos.

 

 

(http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,desembargador-considera-ilegais-grampos-da-operacao-monte-carlo,885412,0.htm)

 

No Brasil a única proposta política da Oposição é o golpe.

Meldels!!!! A mesma chicana usada para desfazer a Satiagraha... Quer dizer que a suspeita (fofocas e manchetes de jornal) levou à descoberta de crimes e as provas produzidas contra os criminosos deverão ser anuladas porque o juiz de primeira instância se baseou em fofocas e manchetes de jornal para autorizar a investigação? É isso mesmo?

 

Sem comentários, pelo visto o senhor Cachoeira não cometeu nenhum crime e por isso poderá voltar para casa e continuar operando suas atividades livremente...

Do mesmo modo que um certo cidadão de reputação ilibada que recebeu decisão favorável da justiça em processo de reparação por danos morais contra o Paulo Henrique Amorim, aquele Senhor que disse possuir facilidades nas instâncias superiores.

O famoso paciente dos dois habeas corpus polêmicos de um Supremo juiz midiático muito famoso e peralta.

 

" Se o discurso controla mentes, e mentes controlam ação, é crucial para aqueles que estão no poder controlar o discurso em primeiro lugar." Teun A. Van Dijk

Tourinho Neto? Sempre ele né mesmo?

 

Nao gosto do Miro e não confio nele, mas pelo menos ele deu um aperto e mostrou claramente que a casa foi comprada pelo Cachoeira. Perillo esta vermelho de raiva e sabe que talvez a vaca tenha ido pro brejo, mas aindaficam fica fazendo campanha política.

Agora o Botox intervém Pra tentar apagar o incendio e novamente focar a CPI na Delta.

 

Em tempo...

a começar por ele, Miro Zagueirão, arma secreta

 

Nassif, falando em Cachoeira: a CGU acabou de declarar a Delta inidônea para contratar com a Administração Pública:

http://www.cgu.gov.br/Imprensa/Noticias/2012/noticia08412.asp

 

No Brasil a única proposta política da Oposição é o golpe.

Miro tem razão...súcia de poltrões

 

A CPMI transcorria tranquila, plácida e calmamente, composta por animadores de velório até que... o relator perguntou ao Perillo se permitia quebrar o seu sigilo telefônico e sms. Pronto. Foi o que bastou para que o ninho tucano se alvorossasse  e voassem todos com penas eriçadas e de bicos em riste na goela do relator. Grita pra cá, grita pra lá, bota a Dilma, bota o Lula no meio até que o presidente da CPI conseguiu com que recolhessem as penas e abaixassem os bicos. O relator voltou a perguntar se o Perillo permitiria que quebrassem o sigilo telefônico e do sms. Vejam então senhores, aquele homem "corajoso" que foi outro dia na CPI sem ser convidado e ficou lá carteando marra, dizendo que queria depor "naquela hora", que queria ser convocado, que estava aberto pra qualquer coisa, agora deu pra trás, não permitiu a quebra de sigilo e enrolou: disse que isso era por conta da CPI, que ela que decidiria se seus sigilos poderiam ser quebrados ou não. Bem... eu não acreditei naquele governo de conto de fadas que o Perillo escreveu e leu para nos enfiar goela abaixo, vocês acreditaram?

 

Para os tucanos, o fato de ele ter levado um extrato bancário, comprovando o depósito dos cheques em sua conta, foi uma quebra expontânea do sigilo do governador. Deram a entender que assim era.


Mas quando se quis saber se ele abria seu sigilo bancário para valer e seu sigilo telefônico foi como mostrar uma cruz para o capeta. Pera lá! Que que isso? Não pode! Nem pensar!


E o Perillo escorregou, disfarçou, afinou e correu da raia.


E os bundões do PT com as fraldas geriátricas carregadas e vasando...

 

Kid Prado

Quero ver o que Agnelo vai dizer amanhã quando fizerem a mesma pergunta!!! Ou alguém acha que a oposição não vai fazer?

 

Voce quer saber o que ele vai dizer ou o que o PIG vai manipular?

 

Se o cachoeira-boy que esta até o pescoço envolvido com indicios  é tratado com inocencia o Agnelo que não tem objetivamente nada contra não devia nem ser convocado mas em sendo, tem tudo pra ser calma, agora o que o PIG vai querer manioular ah isso vai...

 

alexandre toledo

Vc inclui a TV Senado no PIG?!?! É só assistir...

 

Meu caro tucano, sei que deve ser dificil ouvir e entender as criticas aos seus idolos mas vamos lá não falo da transmissões ao vivo ( se bem que a globonews deu uns cortes esquisitos) to falando da repercusão, dos noticiarios editados psteriores entendeu:?

 

alexandre toledo

Malu, analíse  perfeita.

Reparou  que Perillo  pretendeu "sujar" o DENATRAN , órgão vinculado  ao  Ministério da Justiça?

 

Pois é Márcia, mas ele é tucano né? Então esse negócio de sujar os outros pra se limpar está no DNA e corre pelas veias.

 

Vacarezza na Goelbles News:

"O Perillo disse que combateu o jogo do bicho...Isso não é verdade...ele combateu os concorrentes do Cachoeira..."

 

Se continuar assim, no final do depoimento, ainda vão pedir ao Governador para fazer parte da Bancada nas próximas sessões...

 

Veja só: quando eu compro uma lâmpada, eu levo a nota do supermercado para o caso de necessitar troca. Tem supermercado que não tem aquele soquete de teste. Uma pessoa faz um negócio imobiliário de mais de 1 milhão e nem sabe quem foi que pagou pela compra. Sei lá, acho que o problema é ter pouco dinheiro porque a gente se preocupa com migalha, já quem tem muito não se preocupa nem com milhões. Pelo pouco que vi, só Chico Alencar e Collor resolveram chutar o pau da barraca pra valer.

 

Agora vem o pessoal do PT e vamos ver se os colegas que acham que  o partido vai afinar tem razão...

 

alexandre toledo

Alê, estou  gostando muito de Dr. Rosinha, bateu bem e seguro.

 

Só não entendi a pergunta sobre a mudança de pagamentos do Banco Itaú para a Caixa Economica Federal que ele fez.

O que que o Dr. Rosinha quiz dizer com aquilo? Que a CEF deu propina para o Governador para mudar de Banco?

!!!!

 

verdade querida, mas as pessoas parecem achar que o cachoeira-boy ia chegar lá e confessar tudinho... só o fato de negar abrir seus sigilos já demostra que tem algo sim a esconder ...o que deve acontecer é que agora eles quebrem os sigilos e confrontem as declarações dele e ai sim pega-lo ...

 

alexandre toledo

É por aí, mas ele está como testemunha, não sei  se  a Comissão pode fazer a quebra de sigilo   sem  autorização judicial.

 

Só o PSDB e o PMDB fazem perguntas à testemunha? Cadê os parlamentares do PT, estão de folga hoje?

 

Este é um blog notadamente antipaulista! Paulistas, não se submetam docilmente a humilhações e manifestações de preconceito!! A internet é enorme.

De "detonado" ainda vai ser "herói". Até o Collor, quem diria...

É bom o Agnelo ser bom de explanação amanhã, senão...

 

Atenção! Quando o senador Fernando Collor estava falando contra a Veja, eo Policarpo, inclusive chamando a Abril de organização criminosa"" a Globo News tirou do ar dizendo que tinha perdido o sinal.

 

"Fernando Collor estava falando contra a Veja, eo Policarpo, inclusive chamando a Abril de organização criminosa"" a Globo News tirou do ar dizendo que tinha perdido o sinal":

A rede golpe mentiu.

 

ECHELON saiu da internet. ECHELON agora esta no seu proprio computador.

Collor detonando o Procurador Geral da República, Policarpo  e  Jardim, a quem ele  acaba de chamar de borrabão.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, Muito bom!!!

 

Que coisa horrorosa! Socorro Nassif. Socorro. Dei uma passada rápida no depoimento do cara. Brincadeira.

Preferi o futebol.

Mas uma ou outra vez mudava o canal pra la. Numa dessas peguei o álvaro dias falando. Peloamordedeus gente. Parece um sonho de inverso.

Pela falação do alvaro dias nós cidadãos é que temos que ir pra cadeia.

 

Nassif, acho que foi feito um acordo. Vai dar pizza.

 

O Collor é o próximo. Vamos ver como ele se sai. Bobo ele não é.

 

Ou o Brasil acaba com o PIG, ou o PIG acaba com o Brasil

"There can be no daily democracy without daily citizenship" Ralph Nader