newsletter

O histórico do Boca Juniors contra times brasileiros

De Terra

Tevez já foi carrasco de um brasileiro na Libertadores: ajudou o Boca a vencer o Santos em 2003. Foto: AFP

Tevez já foi carrasco de um brasileiro na Libertadores: ajudou o Boca a vencer o Santos em 2003
Foto: AFP

Se a final da Libertadores não fosse contra o Boca Juniors, certamente os corintianos estariam mais tranquilos nesta quarta-feira. Afinal, não é de hoje que o time argentino costuma ser vilão em decisões, ainda mais contra times brasileiros. Desde 1977, quando venceu o Cruzeiro, até este ano, quando eliminou o Fluminense, o Boca se firmou como algoz dos times nacionais, seja na Libertadores, na Copa Sul-Americana ou na Recopa.

Ao todo, os times do Brasil já enfrentaram o Boca 37 vezes. Foram apenas dez vitórias brasileiras, contra 17 dos argentinos e mais dez empates. Mas os principais traumas aconteceram em jogos de mata-mata ou até em finais - entre os seis títulos da Libertadores que o Boca conquistou, quatro foram com vitórias diante de brasileiros.

O Corinthians tem condições de evitar o sétimo título do Boca. Mas não custa olhar para o passado para saber o que fazer no futuro, que começa no jogo desta quarta, a partir das 21h50 (de Brasília).

Relembre abaixo os principais fiascos brasileiros diante do Boca:

1977 - Boca Juniors x Cruzeiro 
O Boca Juniors nem precisa se esforçar para lembrar do seu primeiro sucesso contra brasileiros. Afinal, a primeira vez nunca é esquecida. E o título da Copa Libertadores de 1997 foi o primeiro conquistado pelo Boca. Ele veio após três jogos de final contra o Cruzeiro, com a última decisão vencida nos pênaltis, em Montevidéu, no Uruguai.

1991 - Boca Juniors x Corinthians 
Há quem não lembre, mas o Corinthians já passou por uma eliminação contra o Boca Juniors na Libertadores. Naquela oportunidade o primeiro jogo também aconteceu em Buenos Aires, com vitória do time argentino por 3 a 1. Depois, em São Paulo, os times empataram por 1 a 1 e o Boca foi para as quartas de final.

1991 - Boca Juniors x Flamengo 
Depois de passar pelo Corinthians, o Boca Juniors ainda enfrentou o Flamengo nas quartas e conseguiu nova classificação. Após vencer por 2 a 1 em casa, o time carioca perdeu por 3 a 0 na Bombonera e foi eliminado. Mas a campanha do Boca acabou na fase seguinte, após duelo contra o Colo Colo, do Chile.

2000 - Boca Juniors x Palmeiras 
Outra final, outra decisão nos pênaltis, outro time brasileiro. E o resultado também foi o mesmo: o Boca comemorou em São Paulo, após empatar duas vezes com o Palmeiras, que tinha sido campeão no ano anterior e defendia o título. Foram confrontos tensos, mas o time argentino contou com Riquelme na linha e Cordoba no gol para ser campeão.

2001 - Boca Juniors x Vasco 
Atual campeão e com um time mais forte, o Boca eliminou o Vasco sem dar chances. Venceu por 1 a 0 no Rio de Janeiro e depois ainda aplicou 3 a 0 na Bombonera. Era só o começo de uma campanha impressionante que culminou no quarto título da Libertadores.

2001 - Boca Juniors x Palmeiras 
A história de 2000 se repetiu, mas dessa vez na semifinal e de forma mais polêmica. Os dois times empataram por 2 a 2 no primeiro jogo e foram para a decisão em São Paulo. Após outro empate, o Boca avançou e depois foi campeão, mais uma vez contando com a boa atuação de Cordoba.

2003 - Boca Juniors x Paysandu 
Uma surpresa incrível se desenhou na Bomboneira: fora de casa, o Paysandu conseguiu vencer por um 1 a 0, com gol de Iarley. Porém, quando o duelo voltou para Belém, o time argentino venceu por 4 a 2 e avançou para as quartas de final, em uma campanha na qual o Boca voltaria a superar um time brasileiro...

2003 - Boca Juniors x Santos 
Quando já contava com Carlos Tevez em seu elenco, o Boca venceu em casa com dois gols de Marcelo Delgado. O jogo de volta aconteceu no Estádio do Morumbi, em São Paulo, mas o Santos teve poucas chances. Tevez marcou dessa vez, logo no começo do jogo, e assim colaborou na vitória por 3 a 1.

2004 - Boca Juniors x São Caetano 
Mais uma vez o Boca ameaçou ser eliminado de forma surpreendente, diante de um time brasileiro de pouca expressão internacional. Porém, após dois empates com o São Caetano de Muricy Ramalho, a equipe argentina voltou a vencer nos pênaltis e se classificou para as quartas de final.

2004 - Boca Juniors x Internacional 
Se não conseguiu a Libertadores de 2004, perdida na final para o Once Caldas, o Boca voltou sua atenção para a Copa Sul-Americana e conseguiu o título daquele ano. E é claro que no caminho tinha um brasileiro: o Internacional perdeu por 4 a 2 na Bombonera e não conseguiu se recuperar em casa - empatou por 0 a 0 e foi eliminado.

2005 - Boca Juniors x Internacional 
Era a chance de revanche do Inter e a história até mudou no primeiro jogo, disputado em Porto Alegre, já que o Boca foi derrotado por 1 a 0. Porém, o fator Bombonera voltou a decidir a favor dos argentinos, que venceram por 4 a 1 e seguirem firmes na campanha que terminou com outro título da Copa Sul-Americana.

2006 - Boca Juniors x São Paulo 
Campeão da Libertadores de 2005 e após o título mundial, o São Paulo enfrentou o vencedor da Copa Sul-Americana como favorito. Porém, o time argentino ganhou em casa por 2 a 1 e comemorou o título no Morumbi, após empate por 2 a 2.

2007 - Boca Juniors x Grêmio 
Depois de duas vitórias contra o Inter, outro time gaúcho cruzou o caminho do Boca. Dessa vez foi o Grêmio, que, sob o comando de Mano Menezes, conseguiu superar as próprias limitações para alcançar a final da Copa Libertadores. Porém, a superioridade dos argentinos, que contavam com Riquelme em alta, ficou clara nas finais, vencidas por 3 a 0 e 2 a 0.

2008 - Boca Juniors x Cruzeiro 
Com um time que tinha Riquelme e Palermo, o Boca conseguiu vencer os dois jogos que disputou contra o Cruzeiro, pelas quartas de final. Foram dois resultados de 2 a 1 que levaram o time para a semifinal, mas o Fluminense conseguiu vingar a equipe mineira, vencendo na semi.

2012 - Boca Juniors x Fluminense 
Por poucos minutos esse duelo entrou para a história como mais um fiasco brasileiro contra o Boca. Após perder por 1 a 0 na Bombonera, o Fluminense vencia o time argentino em casa pelo mesmo placar. Mas Santiago Silva marcou aos 45min do 2º tempo e conseguiu fazer o Boca avançar para a semifinal. Após eliminar a Universidad de Chile, o time se classificou para a decisão e restará ao Corinthians entrar ou não na lista de fiascos brasileiros.

Sem votos

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
+13 comentários

      O Corinthians foi o campeão da libertadores que todo time brasileiro sonhou ser, campeão invicto em cima do maior carrasco dos brasileiros e maior campeão desse torneio, morram de inveja,  corinthians é hoje o mais importante clube da américa do sul.

 

Fabio Martins da Silva 

A galinhada NUNCA perdeu uma final de Libertadores , mais tambem nunca jogo uma final.

 

vou até me antecipar... já vou deixar gravado a minha frase para quarta feira após o jogo... CALAMOS O BOCA E CALAMOS AS BOCAS... MORRAM DE INVEJA!!! CORINTHIANS SUPERACAMPEÃO DA MELHOR LIBERTADORES DE TODOS OS TEMPOS!!!

 

resumindo tudo DALE DALE BOCAAAAAAAAAAAAAA VAMOS SER CAMPEÃO ,QUEM É CORINTHIAS KKKKKKKKKKKKKK TTI É NOIS PORRA

 

o corinthians nunca tinha perdido uma final de libertadores por que nunca teve capacidade de chegar, agora que chegou vai perder e entrar na linha dos fiascos que onde eles merecem ficar e nunca sair!

 

Leiam umpouco dessa história do Boca.

 

http://futebolporpaixao.blogspot.com.br/2012/06/raca-x-experiencia-x-arb...

 

 

Caro Nassif

Não tenho dúvida que, dessa vez, a história será outra: o Boca vai se defrontar com a sólida base corintiana: a arbitragem ... e a Globo.

 

Confrontos entre Internacional x Boca Juniors:

JOGOS = 6

Vitórias do Inter = 3

Vitórias do Boca Juniors = 2

Empates = 1

Fonte:

http://www.ogol.com.br/confronto_equipas.php?op=ver_confronto&equipa_1=1...

 

Os confrontos em Libertadores são sempre épicos. Em 1993 o Cruzeiro distruiu o Boca no mineirão com um golaço do Ronaldinho (o fenômeno) que fez fila na defesa portenha. Mas na fase seguinte foi desclassificado pelo Velez que acabou sendo o campeão da Libertadores.

 

Era bom que no scaltch estivesse também as eliminações do boca para times brasileiros. Eu lembro de uma recente, acho que em 2008 para o fluminense (se bem que neste anos eles deram o troco nas quartas-de-final). Houve também um jogo histórico em 1994 contra o palmeiras ainda na primeira fase em que o boca (com um time infinitamente mais fraco que o de hoje) levou de 6x0 ! No futebol, tudo é possível, até o corínthians ser campeão da libertadores.

 

É isso aí Bernardo, 2 X 2 na Bombonera e 3 X 1 no Maracanã - de virada - e bye bye Boca.

 

As estatísticas estão a favor do Coringão:

O TIMÃO NUNCA perdeu uma final de Libertadores... O Boca perdeu 3 vezes!

 

 

 

Pra vc ver que pra contar uma mentira, basta criar uma estatística...

Vamos deixar de bullshit e olhar pra frente!

Vai Corinthians!!!!!!!!!!

 

Felipe Guerra