newsletter

Pular para o conteúdo principal

O incrível polvo vidente

Nassif e demais,

Acho muito engraçado nestas épocas de copa de mundo, como todo mundo - e não só o Brasil - fica apegado a mandingas e superstições diversas. A melhor dos últimos tempos é do Povo Paul. Não é que o danado acertou o prognóstico de todos os jogos da selecnao alemã, incluindo a semi final, mesmo correndo o risco de virar paella?

E ainda segundo esta reportagem da Spiegel, tem um outro "urubu" além do Mick Jaegger: uma repórter da TV Mexicana (Ines Sainz) esteve em todas as entrevistas pré jogo dos times que perderam: México, Inlglaterra, Brasil, Argentina e agora da Alemanha. É engraçado, vai!!

Bjs a todos!

Do Der Sipegel

 
  Photo Gallery: 6 Photos   REUTERS

WWorWorld Cup 2010

Related articles, background features and opinions about this topic. 

Paul the octopus has gained an international cult following after correctly predicting each of Germany's five World Cup matches. On Tuesday, the cephalopod signaled the end of the Mannschaft's run to the championship, picking Spain after 10 stressful minutes.

After weeks of following every tentacle twitch, Germans' shuddered on Tuesday morning when Paul, a psychic octopus at the Sea Life public aquarium in the western German city of Oberhausen, tipped Spain to beat Germany in Wednesday's semifinal in Durban, South Africa.

At 10 minutes past 11 a.m., the octopus that has correctly predicted every Germany World Cup match so far, sat atop a clear plastic box marked with the Spanish flag and plucked the mussel from inside.

For Paul, it was just a simple reach with one of his eight arms, but he instantly turned his besotted German fans from believers into doubters.

It's not the first time that Paul, who was born in England two years ago, has gone against the Mannschaft. The octopus correctly predicted Serbia's 1-0 upset of Germany in the group phase of the tournament, a courageous choice considering that Germany hadn't lost a match in group play since 1986.

Paul's uncanny prognostications have turned the squishy cephalopod into an international star. German news broadcaster n-tv aired his selection live as "Breaking News"; the channel also reported that 20 camera teams from around the world trekked to the aquarium to cover his show. News stories about Paul's prediction instantly appeared on Spanish news websites.

From Talisman to Tako

Should Paul manage to run his record to 6-0, however, his personal success would mean heartbreak for his adopted homeland.

Once the two transparent boxes, each adorned with a national flag and a mussel inside, were lowered into the tank, Paul darted directly to the German side, perhaps swayed by their 4-0 drubbing of pre-tournament favorite Argentina.

Then Paul, reminded that Spain has the tournament's leading scorer in the clutch striker David Villa, stretched two tentacles towards the Spanish box and wavered between the two sides. He backed away, took a long look and floated upwards for a moment before descending on the German box.

The excitement was short lived for the Germans as Paul moved over to the Spanish box, lifted its lid, and ate the mussel.

"The mood (in the aquarium) after Paul's decision was a little disappointed," Sea Life spokeswoman Tanja Munzig told SPIEGEL ONLINE. "Instead of cheers like before, there was silence."

More than Just Water Pressure

In making his choice, Paul seemed aware of the hopes riding on his mantle, seeming to sense that his prophecy would not be a popular one. It is a stress load that has some concerned. Over the weekend, Paul's publicity led the animal rights activists PETA to demand that Paul be freed from his tank in Oberhausen and released in a sea life preserve off the southern coast of France.

"It's a nice idea from PETA, but Paul is already too old to be set free in his natural habitat," Munzig said. Octopi typically live for only a few years.

Tuesday's nod to Spain led many to recall Paul's only blemish on his soothsaying record. In 2008, he wrongly predicted a Germany victory over Spain in the 2008 European Championship final. Last week, Paul tipped Germany over Argentina in a nail-biter, which was hardly the case.

Still, the Germans may be undone by another curse: On Tuesday, the mass-circulation Bild newspaper reported that Mexican TV reporter and sometimes model Ines Sainz attended the team's press conference, a sign that has proven deadly to England, Brazil and Argentina's World Cup hopes.

Sem votos
44 comentário(s)

Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
+44 comentários

E ele acertou de novo! Espanha campeã! o.O

 

Esse polvo provou que entende de futebol mais que todos os comentaristas esportivos brasileiros e outros curiosos como eu.

 

  O polvo sabe... Está causando sensação o polvo Paul do Aquário Sea Life, em Oberhausen, na Alemanha. Ele teria "predito" os resultados dos jogos da Alemanha na Copa 2010 e acertado todos (seis jogos) até aqui. Além de ter acertado quatro em seis nas partidas da Euro Copa 2008.

Seria uma interessante taxa de acerto de 83,33%. Compare-se com a taxa de 60% de acerto dos resultados da Copa 2010 entre jornalistas esportivos e de 40% de acerto por algoritmos estatísticos (aqui).

Cefalópodos são mesmo animais muito interesantes (veja outros aqui). São também bastante inteligentes. Certamente, não têm, no entanto, capacidade de predição - não por outra coisa, alheio que são à questão do futebol.

As chances de se acertar por acaso são de ou 33,33% (se considerarmos empate) ou de 50% (se considerar a classificação em jogo de mata-mata). Paul "previu" mais ou menos metade dos jogos em fase de grupos e metade em fase eliminatória - uma chance ao acaso composta de 41,67% mais ou menos. Em 12 jogos, seria de se esperar que, ao acaso, acertasse 5 e não 10. Uma chance de 0,3% desse desvio ser explicado pelo acaso (p ~ 0,0034). (Basta usar um teste bem simples chamado qui-quadrado para se obter esses valores de probabilidade.)

Vidência? Claro que não.

Paul "prevê" somente jogos da Alemanha (a exceção ficará - por conta do sucesso - para o jogo final da Copa 2010, entre Espanha e Países Baixos). O processo é simples: colocam-se mariscos dentro de duas caixas - cada caixa tem a bandeira de um dos dois países cujas seleções se enfrentarão - a caixa que Paul abrir é considerada a da predição para o vitorioso. Quase sempre Paul escolhe a caixa da seleção alemã - exceção foi exceções foram para o jogo da Copa 2010 entre Alemanha e Espanha, e entre Alemanha e Sérvia em que escolheu a caixa da Espanha e da Sérvia* e "acertou".

Há vários truques possíveis. O fato de escolher quase sempre a Alemanha pode ser um indicativo de que Paul foi treinado ou aprendeu a dar preferência para a caixa com a bandeira germânica: polvos têm ótima visão.

Considere o desempenho da seleção alemã em Copas do Mundo: 55 vitórias em 92 jogos; na Euro Copa: 19 em 38. Um desempenho composto de 56,9% de vitórias. Com essa probabilidade, o esperado seria de 6,8 vitórias em 12 partidas. Então, o esperado seria que Paul acertasse cerca de 7 vezes em 12. A probabilidade de, por acaso, acertar 10 em 12 é de 6,5% - se aplicarmos o corte tradicional de 5% como limite para aceitar a hipótese do acaso, então não rejeitamos a hipótese de que Paul acertou por pura sorte**. E jornalistas esportivos não precisam ficar tão preocupados em perder emprego para alguém mais simpático. (E nem precisam esperar para que os torcedores alemães desapontados com a eliminação da Alemanha - como "predito" pelo cefalópodo - diante da Espanha consigam o intento de transformá-lo em uma iguaria. Sério, polvos são animais inteligentes, não deveriam ser devorados - por mais deliciosos que sejam.)

Bom notar que estou aqui especulando que Paul foi treinado ou aprendeu a escolher quase sempre a caixa com a bandeira da Alemanha.

*Upideite(08/jul/2010): Fernando Kendi me corrige nos comentários, de fato, Paul escolheu a caixa da Sérvia também contra a Alemanha na Copa 2010 - jogo em que o time sérvio saiu vencedor.
**Upideite(08/jul/2010): Mais precisamente, seriam esperados (0,569*10 + 0,431*2) = 6,55 acertos em 12. Nesse caso, a probabilidade cai para 0,046 para que o desvio seja totalmente ao acaso. Como o valor de 5% é um tanto quanto arbitrário e a proporção de vitórias é uma estimativa um tanto grosseira, parece-me ainda um número suficientemente próximo para merecer rejeição. Mas os fãs do Paul (tal qual eu) poderão ter um restinho de esperança. Recalculemos após os jogos finais.[]s,Roberto Takata

 

Esse polvo gosta de cores fortes, por isso escolheu as bandeiras da Holanda e Espanha

Atualização às 23:04

Emílio quando fiz o meu comentário eu ainda não havia visto o seu, o qual não havia ainda sido publicado...ficou parecendo que copiei seu comentário ou tivemos um caso de telepatia ou sincroniciade,,,...deve ser coisa do bicho

Será o polvo?

 

Calendário SPIN

MINHA TEORIA

 

O Polvo Paul é atraído pelas cores quentes da bandeira alemã - o vermelho e o amarelo.

 

Mas na hora do confronto com a Espanha, escolheu esta bandeira pois é mais vermelha e amarela que a alemã.

 

Eu também pensava assim. Nem sei se polvos enxergam cores, mas eles mudam de cor na mimetização.

Só que depois me dei conta que a bandeira da Sérvia tem azul e branco (além do vermelho), duas cores frias.

E quanto tempo vive um polvo?

 

Se você pode sonhar, você pode fazer. Walt Disney

EU EXIJO ROYALTIES PARA O POVO BRASILEIRO!

EXIJO!

QUEM LANCOU MOLUSCO VIDENTE FOI O BRASIL!

O BRASIL, ESTRANGEIRADA!

 

ECHELON saiu da internet. ECHELON agora esta no seu proprio computador.

A UOL já fez a simulação do Polvo Paul (um simulador  espanhol imitando o verdadeiro) e disse que o Serra irá ganhar!!!

 

Para quem quiser testar os poderes do Polvo Paul on line: http://especiales.lainformacion.com/el-pulpo-paul/

Acesse djá! XD

 

Eu me precipitei. Havia feito 3 vezes. Agora fiz mais 4 e o Polvo foi sempre pro lado esquerdo.

O que seria "XD"?

 

Se você pode sonhar, você pode fazer. Walt Disney

XD é um :-) exagerado, tipo mdtr, flw?

Ah, esses livreiros...

 

"Eu quase de nada não sei. Mas desconfio de muita coisa" Guimarães Rosa - Grande Sertão: Veredas

Ah, não vale! rsrs O Polvo Paul vai sempre pra caixa à direita de quem olha!

 

Se você pode sonhar, você pode fazer. Walt Disney

Essa tal de Ines Sainz não estaria escalada para cobrir o primeiro comício de Serra?

 

Inns Sainz: http://www.photopost.com/photopost/data/6278/ines_sainz2.jpg

 

Graaasp!!

 

E o povo acertou Espanha... acertou todas as previsões.

 

A voz do Polvo é a voz de Deus

 
Re: O incrível polvo vidente
 

ops esse não é 'polvo'!!!

Mas eu aposto meu salario em quem o polvo indicar na fina da copal!!!

 

Gostei da charge - ainda mais porque o Serra não tem um polvo pra chamar de seu. XD

 

Como não? O Serra tem o Montenegro, o Oscar Quiroga, a Folha, Veja, Estadão e o maior de todos os octópodes, a Rede Globo. O que ele não tem é um Lula Gigante!

 

O datafolha precisa contratar este polvo. Acerta muito mais do que eles.

 

Longe de mim afirmar qualquer coisa, mas penso que a semifinal em que a Espanha eliminou o bicho papão teutão - com o merecido respeito ao limitado escrete ibérico - dá combustível aos teóricos da conspiração. Obviamente, os resultados de Copa do Mundo nunca foram manipulados, mas se você assistiu à partida, nobre leitor, pode ter se perguntado: Por que será que a Alemanha não entrou em campo? Cadê aquela bola toda que eles mostraram golenado as tradicionalíssimas Inglaterra e Argentina nas etapas anteriores? Por que eles esperaram a Espanha fazer o que quisesse, e, mesmo tendo sofrido um gol, pouco apresentaram que se pudesse chamar de reação? Mais ainda: por que esse comportamento foi mais nítido no segundo tempo? Assim como o Brasil que - palavras do técnico holandês - humilhou o adversário na primeira parte daquele jogo de triste lembrança e voltou do intervalo para um esquete dos três patetas?

A troco de quê, você pergunta? Bem, acho que a FIFA quer a bagaça mais disputada, então interessa que os "virgens" levem o caneco, e de forma alguma que os tetras e pentas somem mais uma estrela. Plausível, não?

Enfim, é bobagem pensar nesses termos. Pelo menos pela navalha de Occam, que diz que a explicação mais simples é provavelmente a correta, e o mais simples é que os comedores de chucrute amarelaram mesmo. Mas... aquelas pedras de gelo? Pois é. Parabéns à Fúria, ainda que eu insista: estão mais para um ligeira contrariedade. Domingo, eu acho que a Holanda merece mais. Venceram todas, e bem, enquanto a Espanha suou para passar de Portugal e Paraguai, adversários limitados. E até porque poderemos dizer que fomos eliminados sim, mas pelos campeões do mundo de 2010.

 

bom... eu concordo que a Espanha não jogou melhor que a Alemanha durante toda a Copa.

E também concordo que é possível, sim, haver manipulação de resultados. Já houve... (1978) E futebol é business etc.

Porém, eu acho que, nesse caso, não houve manipulação. A Alemanha, no primeiro tempo, levou certo perigo à área da Espanha. Mas eu acho que o Joachim Loew optou por jogar no contra-ataque, como fez com Argentina, e del Bosque sacou isso antes do jogo. No 1o tempo a Alemanha até conseguiu alguns bons contra-ataques, mas a Espanha não abriu a guarda, marcou bem, isso acabou deixando a Alemanha meio sem opção e desnorteada no 2o tempo (nisso faz falta um goleador experiente). assim, no 2o tempo, só deu Espanha, e num lance normal de jogo fez o gol. Era o tipo de jogo que seria 1x0. No lance do gol, os jogadores da Espanha que estavam na área estavam bem marcados, o Puyol veio lá de trás, correndo como um louco.

(pensando bem, acho que foi o polvo que determinou o resultado, hehe. os alemães ficaram desnorteados porque "seu próprio polvo" os traiu...)

 

É quase isso, Leosphera, só um pouquinho diferente: como disse o presidente do Corintians, "o futebol é para dar lucro, o resto é papo de torcedor". Só não entendeu quem não quis (ou é torcedor  :D ).

Está provado que o PIB do país vencedor tem um acréscimo significativo, cujo percentual não recordo. Antes do início da última Copa, quando a Itália não era favorita, o caderno Dinheiro da folha deu uma página de análises por financistas de porque a vitória deveria ser italiana. O país estava então com a economia deprimida e puxava para baixo toda a UE.

O mesmo acontece agora com a Espanha, mas num ambiente de crise muito pior.  Assim, a Copa que seria "sulamericana" virou totalmente européia. Afinal a economia do nosso continente, quem diria, é excessão positiva no cenário global. 

Se der Holanda, esqueça o que eu escrevi.  ;)

E trocando de bicho, aí só tem frango quando o atacante entra com a bola e tudo:

 

AP Galos batem uma bola pelas ruas da província chinesa LiaoningGalos batem uma bola pelas ruas da província chinesa Liaoning

 

Gosto do olhar do Paul. É um olhar sereno, mas com uma pitada de sarcasmo.

 

_____________________________

Roberto Locatelli

Profissional de computação gráfica, modelador digital

Na verdade o Polvo sempre "escolhe" a  mesma caixinha, que fica a direita de quem olha o polvo de frente. Quem está "acertando"  mesmo é a pessoa que escolhe a bandeira que vai  ficar na tal caixinha.

 

Contra a Inglaterra, escolheu a caixa da esquerda.

 

O molusco é bão mesmo.

 

Pra mim, com tanta superstição dando certo, só se pode reafirmar o poder africano nos planos superiores...

 

vamos perguntar ao polvo vidente quem ganha as eleiões aqui no Brasil, antes que o tal do porco pergunte.....

 

 

 

Acho que o polvo vai decidir por Dilma, e sem possibilidades de ir pra segundo turno.

 

Pois é, afinal : " O Polvo está com Lula!"

(pichação dos anos 80 em SP)

 

Poderia ser um novo método para o Datafolha, não?

 

e o IBOPE tb uma vez que o Montenegro num acerta nem mais eleição de síndico.

 

Colocar mexilhão só na caixa do candidato preferido já resolve o problema. XD

 

hehehehe..pensei nisso...deixa o Datafolha conhecer o polvo e logo logo teremos novas pesquisas...mas aí todo cuidado é pouco...ou o polvo escolhe aquilo que se quer ver ou virará paella sem dó nem piedade!!!

 

#vaitercopa

http://idgnow.uol.com.br/blog/numeralia/2010/07/07/polvo-vidente-da-alem...

Polvo vidente da Alemanha tinha uma chance em 64 de acertar. Conseguiu 7, julho, 2010 Robinson Santos 
Paul tem origem inglesa, mas vive na cidade de Oberhausen, no oeste da Alemanha, e trabalha num aquário público chamado Sea Life. E, desde o início da Copa do Mundo 2010, tem ganhado as manchetes por palpitar – com acerto – sobre os resultados da seleção alemã. Até aí, nada demais, não fosse Paul um polvo – e com um desempenho que surpreenderia qualquer vidente humano.

Até agora, das seis partidas disputadas pela Alemanha na Copa do Mundo 2010, Paul previu todos os resultados – incluindo as derrotas para a Sérvia, por 1 a 0, na primeira fase, e para a Espanha, também por 1 a 0, na semifinal disputada nesta quarta-feira (7/7).

O processo de escolha não poderia ser mais simples – e, como se poderia esperar, não envolve o número de gols mas apenas a indicação do vitorioso. Dentro do aquário, duas caixas de acrílico – decoradas com as bandeiras dos países das seleções adversárias – são recheadas com mexilhões. A caixa que Paul abraçar será a do prognóstico.

Adivinhar o resultado de seis jogos em sequência não é fácil. Em duas partidas no estilo mata-mata (sem empate), há quatro possibilidades de resultado (2 x 2). Em seis partidas, temos 2 x 2 x 2 x 2 x 2 x 2 = 64 combinações. Como só uma será vencedora, a chance de acerto é de uma em 64, ou de aproximadamente 1,6%.

Um acerto de todos os resultados já seria incrível para qualquer ser humano. Mas, como se trata de um polvo, a situação toma outra proporção. Seria o polvo Paul realmente dotado de paranormalidade ou ele é simplesmente sortudo?

De algum modo que só o deus Netuno poderia explicar, Paul foi parcialmente salvo pela sorte: nenhuma das três partidas da Alemanha no Grupo D da Copa do Mundo terminou em empate (mesmo com oito braços, Paul teria dificuldade em abraçar as duas caixinhas, ou não optar por nenhuma).

Após a derrota (prevista) da Alemanha para a Espanha, o destino de Paul é incerto. É pouco provável que os alemães do aquário Sea Life façam dele uma paella. Se tiver agenda livre, Paul bem que poderia passar uma temporada no Brasil. Em ano de eleições, que instituto de pesquisas não arriscaria um palpite submarino?

O único problema é que, sendo as respostas de Paul binárias, sua ajuda só poderia ser utilizada nas simulações de segundo turno (o aquário Sea Life, ao que consta, ainda não ofereceu a Paul a opção de escolha por mais de duas caixinhas). Paul no Brasil – tai uma campanha com tudo para dar certo. Basta que os brasileiros se manifestem em alguns de seus perfis nas redes sociais, como o Facebook, onde já tem quase 6 mil fãs. Só dependerá do apetite do bicho por mais mexilhões.

 

 

Esta conta só bate, se não levada em consideração a hipótese de "alguém", provido de um rico  Banco de Dados estatístico,  "sutilmente", ter colocado um "aroma de preferência dos polvos", dentro da caixa que ele apurou que ia vencer. 

Aqui em casa, meu filho acertou todas. E, ontem, eu, antecipadamente, de madrugada,  lá inseri, na "Mídia do Dia": "Que Viva España"

O Brasil já perdeu para Camarões e Nigéria em Olimpíadas, e isto entra em qualquer  Banco de Dados bem elaborado, e tem seu peso.

Daí, a probabilidade de Gana ganhar não ser tão irrelevante. Muitos ganharam dinheiro, com esse "azarão", nas casas de apostas de Londres. Isso é comum acontecer com fortes seleções nas fases iniciais de Copas do Mundo.

Olhe o histórico das Copas e Olimpíadas mais recentes, e verá casos semelhantes.

 

Ou eu encontro um caminho ou eu o faço! Philip Sidney.

As chances são 64 em 1. Mas não podemos esquecer que existem centenas de mandingas diferentes. Logo, a chance de uma das mandingas dar certo é bem grande!!

 

Por Mauricio

Mas.... uma vez que se opta por uma (mandinga), reduz-se o universo de possibilidades.

Nas primeiras partidas sim. Depois que o foco caiu sobre ele... o % de acerto realmente impressiona..

É divertido.

 

Por Mauricio

Mas.... uma vez que se opta por uma (mandinga), reduz-se o universo de possibilidades.

Nas primeiras partidas sim. Depois que o foco caiu sobre ele... o % de acerto realmente impressiona..

É divertido.

 
Re: O incrível polvo vidente
 

"Recria tua vida, sempre, sempre. Remove pedras e plantas roseiras e faz doces. Recomeça. Faz da tua vida mesquinha um poema e viverás no coração dos jovens e na memória das gerações que hão de vir". Cora Coralina

O POLVO, a Estatística e o segmento da "Ciência do Aleatório":

Mesmo estando na Alemanha, ninguém pode duvidar que até aqui, algum aroma de seu agrado tenha sido, sutilmente, por palpite, colocado na água do vencedor. Se fosse aqui, o pessoal do tal PIG (como a maioria aqui designa), certamente estaria colocando esse aroma, em dias estratégicos, no aquário preferido.

Na final, mesmo que isto seja verificado, valerá o instituto da probabilidade.

Como nenhum dos dois times jamais ganharam uma Copa, se ele acertar, estará dentro da margem de erro admitida pela ciência do aleatório: 50% de chances para cada lado, com margem de erro de 2,00%.

 Jamais poderá ser constestado.

 

Ou eu encontro um caminho ou eu o faço! Philip Sidney.

Assim, só transferimos o mérito do polvo para quem colocou o aroma!

 

 

Correto. E, por isso, esse mérito deve ser estendido a pelo menos 200 milhões de pessoas no mundo, que acertaram junto com ele. E, o prêmio, materializado em dinheiro, seria mínimo e ridículo.

Como disse, a probabilidade de acerto/erro é de 50%. Quando jogam seleções fortes e com histórico estatísticos, positivos, semelhantes isto se torna uma constante. Assim, se 100 adolescentes da Austrália ou da Rússia, que gostem de futebol, participarem de uma pesquisa sobre esta final de Copa, dificilmente, a indicação de ganhadora, será diferente de 50% para cada seleção.

O Brasil, na melhor de suas fases, já enfrentou problemas com Honduras e Camarões, e isto é um fator a ser considerado, por apostadores, em jogos de seleções com altos e baixos, contra equipes fortes. Daí .......... Gana.

Mas, em geral, em jogos de times do "1º Escalão", contra seleções da África e da Ásia, a probabilidade de os primeiros ganharem é de 70%. A probabilidade de empate é de 20% e uma vitória dos mais fracos, 10%. Isto é o que espelha as casas de apostas em Londres.

 

Ou eu encontro um caminho ou eu o faço! Philip Sidney.