newsletter

O tablet de 7 polegadas

Por foo

De PCWorld

Tablets de 7 polegadas devem dar novo fôlego ao mercado

No meio deste mar de tablets, vi poucos lançamentos de modelos com 7 polegadas desde que a Samsung inaugurou a categoria com o primeiro Galaxy Tab. Agora, com o anúncio de mais um modelo 7 polegadas, que deve chegar em breve - dessa vez de uma fabricante grande, a Acer - esse time de pequenos tablets tornaram-se um fluxo genuíno.

A HP chegou a exibir um tablet nessas condições, mas pulou do barco e deixou o segmento de tablets e smartphones da empresa para trás. O A100 da Acer, que deve começar a ser vendido este ano, irá se juntar ao HTC Flyer, ao modelo original do Samsung Galaxy Tab Wi-Fi e ao PlayBook da RIM. 

O potencial desses pequenos aparelhos de grandes fabricantes deu um novo fôlego ao mercado embrionário de tablets de 7 polegadas. Esses dispositivos compactos - já populares entre os fabricantes de aparelhos de baixo custo - estão se preparando para a próxima batalha pelos consumidores.

galaxytab_ipad-360px.jpg

Quem está fabricando?

A maioria dos tablets de 7 polegadas que vimos até agora, fora aqueles que foram mencionados acima, são de fabricantes de segunda ou terceira linhas, os quais  estavam ansiosos para entrar nessa demanda de mercado.

A notícia de que fabricantes maiores estão navegando neste oceano dá mais crédito a essa categoria que está nascendo. Espero ver mais modelos desse tipo aparecerem com a chegada do novo sistema operacional Android 3.2 (conhecido como Honeycomb), que dá suporte para outros tamanhos de tela, incluindo 7 polegadas. 

Por que eles vão pegar?

A grande questão é se há espaço para essa categoria para que ela possa coexistir com a classe tão conhecida de tablets com 10 polegadas - principalmente por causa do iPad da Apple. A resposta: certamente, mas não por motivos óbvios. 

Preço, o fator que mais influencia nas vendas é, certamente, indispensável. Um aparelho de 7 polegadas pode tranquilamente ser vendido por um valor menor em relação a outro com 10, tornando esse primeiro tablet mais acessível para uma vasta gama de usuários. No entanto, não é uma questão apenas de quanto ele irá custar. 

Funcionalidade é outra grande questão. O design de 7 polegadas é muito mais portátil do que seu irmão maior, em minha experiência, acho os modelos menores mais fáceis de segurar e mais discretos para utilizar em um ambiente público. Uma comparação possível aqui é que um tablet de 7 polegadas seria um livro, enquanto que o de 10 seria praticamente uma revista - cada um será utilizado de acordo com as necessidades e preferências de cada um. 

A grande barreira: compatibilidade de software

Para que esses modelos emplaquem, é preciso que eles sejam capazes de superar o obstáculo da compatibilidade de software. A inovação dos dispositivos supera o desenvolvimentos de aplicações móveis que, por sua vez, levou à exibição de apps em telas com tamanhos diferentes com qualidade abaixo do esperado.

A apresentação dos apps em questão  tem a ver com o layout e a resolução. A Apple está à frente por enquanto em relação a isso porque seu sistema operaciona móvel, o IOS, possui suporte para  dois tamanhos de tela, correspondentes ao iPhone/iPod touch e para o iPad). Isso também é verdade para o PlayBook, da BlackBerry. 

Mas os tablets com sistema operacional Android estão inseridos num ambiente de caos: há o Android 2.1, 2.2 ou 2.3 em muitos tablets de 7 polegadas, além do Honeycomb 3.2, que será disponibilizado em breve. Espera-se que essa confusão seja resolvida com a chegada da próxima geração do sistema operacional do Google, o Ice Cream Sandwich, que deve aparecer até o fim deste ano. 

Sem votos
9 comentários

Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
+9 comentários

Smartphones nunca me "pegaram". Eu adoro o meu tablet de 7 polegadas. E o escolhi justo por isso, por ter 7 polegadas. Uso para ler, navego muito bem (os navegadores bons formatam a página para o tablet), vejo filmes em aeroportos, uso o Skype, escuto música, recebo e envio emails, Facebook etc. Uso como GPS no meu carro (num suporte para GPS. Alguém imagina isso com um tablet de 10 polegadas?) e se quisesse, poderia usá-lo como telefone ( na versão 3G com um cartão SIM). Ele seria um telefone enorme, é verdade, mas vem com com fone/microfone com controles e o tablet pode muito bem ficar no bolso, bolsa, mochila...

Mas para mim, nada substitui um possante desktop, com uma tela de 24 polegadas numa mesa confortável. O que eu vou aposentar é o laptop, que perto do tablet ficou pesado, desajeitado, grande demais para se carregar por aí.

 

Meu comentário do outro tópico fica mais adequado aqui...

Quem quiser ter a noção do que representa uma tela de 7 polegadas pode considerar o tamanho dos livros formato "pocket" da editora LPM como referência. A tela de 7 polegadas é pouco maior. A tela do Kindle (6 polegadas) é exatamente do tamanho do pocket. Como a medida da tela é feita na diagonal, esta 1 polegada a mais faz pouca diferença.

Eu acho que para ler livros digitais (e-books) este tamanho de tela é até aceitável por muitos, basta ver a venda (em outros países) de Kindles e semelhantes. Mas no caso das revistas e jornais eu acho que as fotos não são um simples enfeite. Uma revista ou jornal numa tela de 7 polegadas precisa de uma diagramação (e provavelmente de uma linguagem) totalmente diferente. E para navegação na internet, 7 polegadas é pouco.

Os leitores digitais (e-readers) começaram com telas de 5 ou 6 polegadas. Depois veio a Amazon e lançou o Kindle DX com tela de 9,7 polegadas (praticamente o tamanho da tela do iPad). A Sony lançou um de 7 polegadas que não durou nem 1 ano. Nunca li uma explicação para ela ter desistido.

Quem se vira bem com um smartphone para atividades além da telefonia certamente não verá problemas, mas será que estas pessoas precisam de algo semelhante um pouco maior?

Quem tem dificuldades com as telas pequenas dos smartphones talvez não considere que uma tela de 7 polegadas melhora tanto.

Será que a "vantagem" de não chamar a atenção em locais públicos é percebida realmente como um valor para a maioria das pessoas? Existem capas de iPads que fazem com que ele se pareça uma agenda. São discretíssimas.

Quem sou eu pra achar que estas empresas com suas poderosas áreas de marketing estão a caminho de dar um tiro no pé. Acho apenas estranha esta aposta.

Se é pra dar palpite, eu tenho um: acho que as empresas estão se dando conta de que dormiram no ponto e agora não dá mais pra concorrer com o iPad, logo estão tentando oferecer produtos que não concorram diretamente com o produto da maçã. Mas neste caso seria bom prestar atenção aos passos da Amazon que vai lançar produto novo muito brevemente.

 

Eu tenho um tablet de 7" e só posso falar bem dele.

Seu tamanho reduzido é mais prático que um de 10", já que é mais leve e fácil de manusear. Sem contar que ler na cama com um aparelho de 7" me parece ser mais fácil do que com um de 10".

 

É possível para ler Harry Potter. Não é bom para livro didático, por exemplo. Ou revista.

Tenho um, mas a bateria é horrível.

 

COBY KYROS é Rei! Porque ninguém fala nele?

 

"7 polegadas pode tranquilamente ser vendido por um valor menor em relação a outro com 10, tornando esse primeiro tablet mais acessível para uma vasta gama de usuários":

Comecaram a racionar polegadas...

So faltava essa mesmo!  7 polegadas simplesmente NAO eh visualmente suficiente.  Ponto final.

 

ECHELON saiu da internet. ECHELON agora esta no seu proprio computador.

Você já usou um Kindle? A tela tem apenas 6 polegadas, e ele é perfeito para leitura.

 

Uma tela de 6 polegadas é perfeita pra leitura de livros SE você consegue ler textos com letras pequenas.

Sei que é possível aumentar o tamanho da letra, mas daí você fica o tempo todo tendo que "manusear" a tela para deslocar a imagem da página e poder ler o que ficou de fora da tela (sem falar que o número de vezes que voce tem que mudar de página é muito maior porque menos texto por página significa mais páginas).

O problema maior, penso, é que os tablets não são só para ler e-books. Para navegar na internet, por exemplo, uma tela de 7 polegadas é pequena.

O tempo dirá o que vai pegar e o que vai micar. Aguardemos.

 

O único problema é a falta de programas de produtividade realmente eficientes. Editores de texto e planilhas até funcionam mas dão bastante mais trabalho.

Apesar disso já tive em mãos um simples Coby Kyros e é extremamente funcional. Boa internet, uma grande variedade de programas do android e tamanho ideal, por valores que variam de 200 a 500.

Atende plenamente a maioria dos usuários de computador , principalmente os  que não precisam trabalhos complexos de texto e planilhas.