Revista GGN

Assine

O violão extraordinário de Alessandro Penezzi

Um dos meus orgulhos musicais foi o de ter sido o primeiro jornalista a reparar no talento de Alessandro Penezzi. Um amigo me convidou a ir ao Ó do Borogodó ouvir um violonista “do nível do Yamandu”.

Fui achando, de antemão, que era exagero. Se não era do nível, estava muito perto.

Multiinstrumentista, com formação em choro, em música da noite e na Unicamp, Penezzi é uma esponja, absorvendo o melhor das melhores escolas musicais e derramando composições em vários estilos.

Bebeu no paraguaio Agustin Barrios para “Couple Circle”; em Garoto para “Manga” e “É chorando que se aprende”; em Villa Lobos para “Infindo” e “Solfegito”, no venezuelano Antonio Lauro para “Flor do coração”;  em João Pernambuco para “Tem a tristeza”.

Um craque. E um grande amigo.

Média: 5 (4 votos)
3 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Sensacional

http://www.orizamartins.com/seresta-video-alessandro.htm

Alessandro Penezzi faz um depoimento

sobre sua vida, sua carreira como músico,

obras, lançamentos, etc.

E também nos brinda com trechos de músicas maravilhosas.

Imperdível!

Seu voto: Nenhum

Follow the money, follow the power.

Josué Costa e Alessandro Penezzi

Seu voto: Nenhum

Este é fera no seu instrumento!

Nassif, maravilha!

Alessandro Penezzi arrasando em Teresina (2012).

Seu voto: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.