Revista GGN

Assine

Os classificados do Cannes Lions

Do Meio & MEnsagem

Oito finalistas do Brasil concorrem ao PR Lions

País tem bom aproveitamento e DCS, F/Nazca, Lew´Lara, LiveAd, Santa Clara, Sing e Wunderman estão na luta pelos leões

Para enviar essa notícia é preciso efetuar o login, Aqui.
Felipe Turlão
20 de Junho de 2010 às 10:22

O Brasil encaixou oito finalistas em PR Lions, sendo que a campanha "Praia exclusiva à venda" concorre por duas categorias. No ano passado, o país obteve somente dois shorlists, com um deles ("Mil Casmurros", da LiveAd para TV Globo) conquistando o Leão. Com isso, as perspectivas para este ano crescem.

A boa notícia é que aproximadamente uma a cada cinco peças nacionais participantes do evento na categoria estão no shortlist. Foram 42 inscrições brasileiras.

  Sete agências diferentes aparecem entre as finalista: DCS, F/Nazca S&S, Santa Clara, Lew/Lara \TBWA, Wunderman, LiveAd (esta dona do único PR Lions brasileiro do ano passado) e Sing Comunicação de Resultados.

A Suécia teve 15 trabalhos finalistas, dentre as 52 inscritas. O destaque absoluto foi a Prime PR de Estolcomo, com nada menos que 11 peças. Os Estados Unidos tiveram 13 peças finalistas, dentre as 82 inscritas. Os dois países estão entre os três que mais inscreveram em PR Lions ao lado do Reino Unido, que emplacou oito trabalhos. O Brasil foi o quarto na lista de inscrições, com as já citadas 42 peças, e quarto também no shortlist, que teve ao todo 87 peças.

O desempenho da Suécia, aliás, impressiona, já que foram 15 finalistas entre 52 peças inscritas.

Dentre as agências brasileiras, a que mais inscreveu foi a Salem (que não emplacou finalista), com cinco peças, seguida por Lew'Lara\TBWA, Ogilvy, Publicis, Santa Clara e Wunderman, todas com três.

Os finalistas brasileiros são:

"Cying Strangers" - Sesc e Video Brazil (Sopie Calle Exhibition) - Santa Clara
"Bovap" - Souza Barros Stock Brokerage - LiveAd
"Eu sabia" - Olimpikus (Comitê Olímpico Brasileiro) - DCS
"Xixi no Banho" - SOS Mata Atlântica - F/Nazca S&S
"Praia exclusiva à venda" - Akatu - Lew´Lara\TBWA (este nas categorias de Melhor Campanha Integrada liderada por RP e RP de Meio-ambiente
"Campanha de lançamento do Windows 7" - Microsoft - Wunderman
"Movimento dos solteiros" - Par Perfeito - Sing Comunicação de Resultados

Vídeos

Veja o vídeo
Sem votos
3 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
+3 comentários

Faz tempo que a publicidade brasileira dá show de bola.

Mas um dos maiores anunciantes do país - o setor público - não consegue sair da masmorra.

A publicidade de utilidade pública - a única que ele deveria fazer - é um vergonha. Não passa de propaganda do governo disfarçada, o que é proibido por lei.

O primeiro prêmio do país em Cannes foi uma campanha de utilidade pública (se o crédito estiver correto).

Publicitários brasileiros, uni-vos. Mostrem por cliente o que vocês sabem e o que ele precisa fazer.

Agradar o cliente é bom, mas satisfazer o público é melhor ainda.

 

Eu acho as campanhas publicitárias tem sido nos últimos tempos excelssivamente paulistanizadas. De paulistanizada leia-se: elitista-cosmopolita, Na linguagem, na expressão corporal, no gestos. tudo à um ordinarismo que não contempla que a brasilianidade além dessa visão pseudo-cosmopolista de São Paulo. 

Essa nova campanha do Itau-Unibanco ("Imagine"). Todos cantando uma música anglicanizada, como se fôssemos obrigados a relevar o estrangeirismo, em contraponto aos nossos valores, á nossa linguagem, o nosso modo de pensar e de ser.

 

 

Ueba! Bora discutir politica no pais do futebol =)