Revista GGN

Assine

Plataforma aberta - Infra-estrutura

Atendendo ao chamado do Blog e do Projeto Brasil, especialistas em vários assuntos enviaram suas contribuições para a Plataforma Aberta de Governo. Trata-se de uma iniciativa até então inexistente de reunir em um ambiente comum os trabalhos, estudos e artigos relacionados aos temas mais relevantes da administração pública, em regime colaborativo, a exemplo dos trabalhos em rede de desenvolvedores de sistemas.

Abaixo algumas contribuições sobre infra-estrutura:

O Engenheiro Civil e professor da Poli USP, Marcos Noronha, participa dos estudos para a construção de um túnel sob a cordilheira dos Andes, que, segundo ele, encurtaria distâncias e traria economias importantes para várias rotas comerciais que passam pela América do Sul. A equipe do Projeto Brasil enviou o estudo a outros especialistas da área que analisam a idéia e preparam um outro documento crítico. O professor do curso de Engenharia Industrial Elétrica do CEFET-PR, Alvaro Augusto de Almeida, enviou o trabalho intitulado: Brasil, potência energética do século XXI? O texto critica a política energética do governo Lula e as pretensões do atual presidente em tornar o Brasil uma potência energética mundial com o uso do biodiesel. Sobre o financiamento das obras de infra estrutura, o pesquisador Plínio Assmann aborda a Taxa Externa de Retorno, no trabalho Uma nova macroeconomia para investimentos de infra-estrutura. A idéia é calcular não só o valor das obras em si, mas suas externalidades, os ganhos intangíveis ou nao diretamente ligados à operação. O leitor Cláudio Louzada enviou um artigo sobre o ambicioso projeto de desenvolvimento regional a partir do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. O "Decola Galeão" pretende usar a logística de transporte para integração dos modais e tendo o metrô como principal agente do programa. Veja mais detalhes no site www.projetobr.com.br

Sem votos

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.