newsletter

Assinar

Trivial de Joan Baez

Vídeos

Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Sem votos

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Livro de Hanri Koliver - Zé Ramalho - Poeta dos Abismos

Gostei muito de achar nesta biografia (Poeta dos Abismos) ,que por sinal é um belíssimo trabalho, a foto do Zé Ramalho com Joan Baez. Em 2014 tive a oportunidade de ver Joan cantando em Santiago do Chile, no Teatro Caupolican e uma semana depois novamente sair de minha cidade Curitiba para prestigiá-la em São Paulo no dia 23 de março no Teatro Bradesco. O mais interessante foi me dirigir a rodoviária de Curitiba passando ao lado do Teatro Guaíra onde tinha acabado de se apresentar Zé Ramalho. Que vontade de estar no meio daquela multidão, pensei naquele momento. Mas como que um destino Zé anunciou seu retorno a capital paranaense, e ainda em 2014 no Teatro Positivo conseguir realizar meu sonho de ver este que é o maior interprete de Dylan na lingua portuguesa, e que consegue ser único ao compor canções em estilo proféticas. Salve Zé Ramalho...e quanto a Joan Baez que cantou ao lado de Geraldo Vandré, cantou com Gil e Milton...só falta voltar ao Brasil e cantar novamente com Zé Ramalho já que os vídeos de 1981 não foram postados no you tube...ou melhor quem sabe um dia estarão lá.

Seu voto: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
+6 comentários

"Estoy proibida!" - Joan Baez foi impedida de cantar no Rio e em São Paulo durante a ditadura militar. O cantor Zé Ramalho conta assim  no blog do jornalista Cristiano Bastos :"Zé Ramalho - Fui pessoalmente ao hotel onde ela (Joan Baez) estava hospedada. Muito simples, ela me recebeu em seu apartamento. Ensaiei eu e essa mulher, sozinho, com um violão, a música do Geraldo Vandré "Vou Caminhando". Em português. Mas a censura não liberou. Veio um documento da Polícia Federal impedindo a apresentação dela nesse show: "Proibida de cantar". Isso eu tenho guardado no meu arquivo. Ela estava aqui pra se encontrar com Lula, sindicalista. O Senador Eduardo Suplici, na época ainda vereador, foi quem a levou. Com Baez tive a sensação de estar muito próximo ao universo de Dylan." ( http://bit.ly/kxPMVQ )

A passagem por São Paulo está descrita no blog  50anosdetextos.com.br, em posts do jornalista Sérgio Vaz

Joan Baez Volume 2: a ditadura põe o Brasil em seletíssima companhia

Três países impediram que a voz de Joan Baez fosse ouvida, durante sua carreira que já tem 23 anos e diversas viagens por vários continentes: a União Soviética, a Argentina e o Brasil. 

(Logo depois, o Chile de Pinochet se incorporaria a essa lista seleta de ditaduras.)

Essa informação, a própria Joan Baez transmitiu ontem (dia 22 de maio de 1981, já nos estertores da ditadura militar), aos policiais que a abordaram no hall do hotel Comodoro, no centro da cidade, onde ela se hospedou em São Paulo. Ela mesma contou isso às dezenas de jornalistas e curiosos que lotavam uma sala próxima ao palco do Tuca, enquanto cerca de 1.800 pessoas na platéia do teatro gritavam, ritmadamente, “Baez, Baez, Baez”.

No video ela canta "Mulher Rendeira"

 

 

é Ramalho e Joan Baez durante apresentação de "Admirável Gado Novo" - 1980, Rio de Janeiro. Na ocasião, Baez (ovacionada pelo pú
 

carlos do maranhão

A música que mais me toca é uma romantica: Diamonts and Rust que ouvi pela primeira vez a 35 anos atrás e até hj sei a letra de cor. Ela fez para o Bob Dylan? E agora o Judas Priest fez uma versão bem interessante.

 

Quem lutou e ainda luta contra todas as injustiças, sempre se toca em ouvir a Joan.

 

Nestes tempos de polêmicos julgamentos de ativistas italianos, lembro de Here's To You do filme Sacco e Vanzetti, aplaudido de pé nas sessões de meia noite no Largo do Machado. Ainda em pleno regime militar, a música foi utilizada num vt da Força Aérea Brasileira

 

carlos do maranhão

Caixa Preta,

Para mim ficou faltando Sir Galahad.

Um link para a letra e música:

http://letras.terra.com.br/baez-joan/122304/

Tinha a música em um disco de Woodstock.

Clever Mendes de Oliveira

BH, 12/06/2011

 
 

“Instrui-vos, porque precisamos de vossa inteligência. Agitai-vos, porque precisamos de vosso entusiasmo. Organizai-vos, porque carecemos de toda vossa força.” Revista Lórdine Nuovo