Revista GGN

Assine

Valor mínimo para fazer uma TED passa a ser de R$ 1.000

Da Folha

Valor mínimo para fazer uma TED passa a ser de R$ 1.000 a partir de amanhã

Passa a valer a partir de amanhã um novo valor mínimo de R$ 1.000 para a realização de uma TED (Transferência Eletrônica Disponível) entre os bancos com operações no Brasil, informou a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) nesta quinta-feira (21). A cifra anterior era de R$ 2.000.

Quando o cliente transfere um valor através de uma TED, o crédito entra na conta do destinatário no mesmo dia em que a transferência é solicitada. Já em outras formas de movimentação financeira, como o DOC (Documento de Crédito), é preciso aguardar pelo menos um dia para a conclusão da operação.

O valor mínimo determinado para fazer cada operação evita que o atrativo da TED gere uma demanda em excesso e sobrecarregue os sistemas de pagamento e de compensação das transações financeiras.

Esse valor, no entanto, pode ser alterado conforme são realizados investimentos em tecnologia na rede de comunicações entre os bancos, agilizando o processo de transferência de recursos e ampliando a capacidade de operações que podem ser feitas.

Em 2010, o valor mínimo para a realização de uma TED era de R$ 5.000 e passou para R$ 3.000. Em novembro de 2012, a cifra foi novamente cortada, para R$ 2.000.

Os clientes que pretendem fazer transferências interbancárias abaixo de R$ 1.000 ainda podem recorrer aos DOCs, que têm valor limitado a R$ 5.000 por transação.

A comodidade é uma principais vantagens oferecidas pela TED. "Com a TED, o cliente não precisa sacar em espécie para fazer a transferência. Basta acessar o Internet Banking ou outros canais eletrônicos de autoatendimento para efetuar a operação", afirma Walter Faria, diretor adjunto de serviços da Febraban.

As tarifas cobradas para a realização de TED variam de banco para banco, conforme a política comercial de cada um. Confira abaixo as taxas cobradas pelos principais bancos no país:

Instituição Presencial ou pessoal, em R$ Meios eletrônicos, em R$
Bradesco 14,50 7,80
Citibank 14,50 9,00
Banco do Brasil 13,20 7,40
Santander 13,40 7,90
Caixa Econômica Federal 12,85 6,50
HSBC 14,40 7,95
Itaú Unibanco 13,30 7,40

Fonte: Instituições financeiras, Febraban

Para comparar essas e outras tarifas, os consumidores podem acessar o Sistema de Divulgação de Tarifas de Serviços Financeiros da Febraban.

Sem votos

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.