Revista GGN

Assine

Alternativa única: eleições diretas, já!, por Marcio Valley

do blog do Marcio Valley

Aécio Neves. Jovem, playboy, bonito, milionário e senador da República. Altíssimas chances de ser eleito presidente da República em alguns anos. Um capital político impressionante. O que faz? Frustrado por perder a eleição, irrita-se como qualquer criança mimada e lidera o início do golpe contra a democracia a partir de bases absolutamente frágeis. Fortalece-se pelo apoio de instituições privadas e públicas hipócritas e desonestas. O voto dos eleitores é desprezado, jogado no lixo.

A democracia não foi criada à toa. Não gosta de ser desprezada e costuma, no seu tempo, revidar contra golpistas.

O que a "birra" de Aécio provocou? Uma cisão política no seio da população. O silêncio que os golpistas esperavam jamais chegou. A inquietação pública, a indignação popular, impede que a operação criada contra o inimigo, a Lava Jato, se aquiete. O principal juiz da operação tenta, de todos os modos, impedir a extensão da operação para os seus correligionários políticos. Em vão. A operação se espraia para outras regiões. A Lava Jato de Brasília, que não está sob a influência direta do juiz de Curitiba, procede como a República de Curitiba nunca antes procedeu. Age de forma inteligente, utilizando os delatores, sem alarde, sem vazamentos criminosos, e consegue obter provas em operações sigilosas. Grampeiam suspeitos, registram o número de série das notas de dinheiro entregues aos corruptos, colocam rastreadores nas malas de dinheiro. Tudo que não foi feito em Curitiba. Produzem-se provas incontestáveis.

Aécio Neves. Jovem, bonito, playboy, milionário, ex-senador da República e, brevemente, futuro presidiário. No bojo, ainda leva a irmã para o mesmo buraco no qual se enfiou deliberadamente. Possivelmente irá perder grande parte da fortuna amealhada em tantos anos de "bons serviços públicos prestados". Tudo porque não possui espírito democrático. Tudo porque pensou que o mundo estava a seu serviço. Tudo porque não sabia que os criadores de monstros sempre são engolidos pelos monstros a que dão a luz. Tudo porque tinha o apoio irrestrito de certas empresas de mídia poderosas e de certas autoridades públicas sem caráter, sem moral e sem sentido de ética. Tudo porque ninguém, com poderes para tal, teve a coragem de impedir que fosse iniciada a destruição da economia e dos direitos sociais desse país.

As opções doravante? Eleição indireta, eleição direta ou golpe militar.

Eleição indireta significa colocar na presidência mais um representante da podridão, possivelmente apoiado pela Globo e pelas mesmas "excelências" que apoiaram o golpe. Os "comentaristas econômicos" da Globo, cuja receita atual provém mais da área financeira (aplicações) do que de sua atividade-fim, já pedem a manutenção da equipe econômica que está arrasando o Brasil e o povo, mas dando lucro a quem os emprega.

Golpe militar implica desrespeitar a democracia e colocar no poder pessoa de caráter e honestidade absolutamente desconhecidos por todos. Quem disse que militares são todos santos? Quem disse que militares são todos honestos? Quem disse que militares são todos competentes ou capazes? Não há garantia alguma quanto à pessoa do general que vier a comandar o país. O passado os condena. Colocá-los no poder significa o fim da liberdade de opinião e de reunião, como já fizeram. Não é possível prever o que ocorreria a partir da assunção dos militares e não seria possível reclamar do que vier. Aceite ou morra. Aceite ou vá embora. Foi assim antes, será certamente de novo. E mais: quem, depois da tomada do poder, colocaria os militares de volta nas casernas?

Eleição direta, portanto, é o único caminho a ser trilhado, preferencialmente para mudar o Executivo e o Legislativo federal. A representatividade dos atuais políticos acabou. O povo não confia mais na presidência da República e não confia mais no Congresso Nacional. Nesse sentido, entendido como procuração para agir em nome do povo, o mandato de todos já foi revogado tacitamente pela população. Basta formalizar isso com um emenda constitucional que determine o fim dos mandatos de todos e novas eleições gerais para o poder federal.

Essa é a trilha, a única alternativa a ser seguida para a pacificação social e política do país. A única possível. Para que não necessitemos mais do paternalismo pueril de um judiciário contaminado pela sede de poder e de fama.

Eleições diretas, já.

 

no blog: Alternativa única: eleições diretas, já!

Média: 3.9 (16 votos)
24 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Primor

Marcio, nada há de mais perigoso que alimentá-los. Mesmo que nossos...

Sem retoques e sem ressalvas.

 

"Tudo porque não sabia que os criadores de monstros sempre são engolidos pelos monstros a que dão a luz."

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Anna Dutra

Obrigado e grande beijo,

Obrigado e grande beijo, Anna.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

As perguntas que o $érgio Moro quis calar

Perguntas formuladas a Michel Temer por Eduardo Cunha porém indeferidas por $érgio Moro:

– No início de 2007, no segundo governo do Sr. Luiz Inácio Lula da Silva, houve um movimento na bancada de deputados federais do PMDB visando a sua pacificação e isso incluiu a junção dos grupos antagônicos. Vossa Excelência tem conhecimento se isso incluiu o apoio ao candidato do PT à presidência da Câmara com o compromisso de apoiá-lo como candidato no segundo biênio em 2009?

 – Vossa Excelência tem conhecimento de acordo para o então líder da bancada, Sr. Wilson Santiago, concorrer à Primeira Secretaria e o Sr. Henrique Alves assumir a liderança?

– Vossa Excelência tem conhecimento da nomeação do Sr. Geddel Vieira de Lima para o Ministério da Integração Nacional, do Sr. Reinhold Stephanes para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e do Sr. José Gomes Temporão para o Ministério da Saúde?

 – Vossa Excelência indicou o nome do Sr. Wellington Moreira Franco para a Vice-Presidência do Fundos de Governo e Loterias da Caixa Econômica Federal?

– Vossa Excelência tem conhecimento se na coordenação do Centro-Oeste, coordenada pelo Sr. Tadeu Filippelli, couberam as indicações do vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal e da vice-presidência de Governo do Banco do Brasil?

– Vossa Excelência foi comunicado pelo Sr. Nestor Cerveró sobre uma suposta proposta financeira feita a ele para sua manutenção no cargo?

– Caso Vossa Excelência tenha sido comunicado pelo Sr. Nestor Cerveró, quem teria feito a proposta e qual foi a vossa reação? Por que não denunciou?

– Quantas vezes Vossa Excelência esteve com o Sr. Jorge Zelada?

– Vossa Excelência recebeu o Sr. Jorge Zelada alguma vez na sua residência em São Paulo/SP, situada à Rua Bennett, 377?

 – Caso Vossa Excelência o tenha recebido, quais foram os assuntos tratados?

 – Vossa Excelência recebeu alguém para tratar de algum assunto referente à área internacional da Petrobrás?

– Vossa Excelência encaminhou alguém para ser recebido pelo Sr. Jorge Zelada na Petrobrás?

– Vossa Excelência encaminhou algum assunto para ser tratado pela Diretoria Internacional da Petrobrás?

– Vossa Excelência tem conhecimento sobre a negociação da Petrobrás para um campo de petróleo em Benin, na costa oeste da África?

– Vossa Excelência conhece o Sr. João Augusto Henriques?

– Caso Vossa Excelência conheça, quantas vezes esteve com ele e sobre quais assuntos trataram?

– Vossa Excelência sabe de alguma contribuição de campanha que tenha vindo de algum fornecedor da área internacional da Petrobrás?

– Vossa Excelência tem conhecimento se houve alguma reunião sua com fornecedores da área internacional da Petrobrás com vistas à doação de campanha para as eleições de 2010, no seu escritório político na Avenida Antônio Batuira, nº 470, em São Paulo/SP, juntamente com o Sr. João Augusto Henriques?

– Qual a relação de Vossa Excelência com o Sr. José Yunes?

– O Sr. José Yunes recebeu alguma contribuição de campanha para alguma eleição de Vossa Excelência ou do PMDB?

– Caso Vossa Excelência tenha recebido, as contribuições foram realizadas de forma oficial ou não declarada?

Seu voto: Nenhum
imagem de maria rodrigues
maria rodrigues

Ontem, no jornal da Gazeta,

Ontem, no jornal da Gazeta, Gamberini entrevistou um senhor muito idoso, jurista, Modesto Carvalhoso. Tudo pareceia ir bem até que ele, ao se referir à probabilidade de mudanças, disse o seguinte sobre Diretas Já: "Isso aí é coisa desses petistas, que querem novas eleições pra colocarem no poder um dos seus,...". 

Temer, malandramente, quis ser assessorado por um Segurança de SP, um banqueiro do ITAÚ e um general. Quis agradar banqueiros, e ter mais segurança pessoas com essas indicações. Vendo-me meio oprimido, mandou o Segurança para o STF pra levantar no peito as suas demandas futuras. 

Estou d eolho nesse general desde o início, sempre imaginando que ele pode vir a ser a bola da vez, quando as coisas ficarem pior do que estão. 

Kennedy Alencar e um juristas que esqueci o nome, em conversa com uma repórte da CBN, concluiram que a ideia de elevar Carmem Lúcia ou Moro à condição de Presidente não se sustenta porque jiz não pode ter partido.

Ontem, lá em Santa Catarina, vimos uma manifestação tenebrosa em favor de Bolsonaro, com pessoas levantando-o nos nos braços, desejando-lhe sucesso, etc.

Toda essa aparente revolta de alguns parlamentares com os fatos, a maioria se mostrando oportunista, leais a princípios, pode ser apenas fogo d epalha, porque caminham de acordo com seus interesses.

Estou a lembrar-me nesses dias, com mais vigor, do momento em que as delações do cearense Machado envolvia aquela série de parlamentares, quando Juá ou Caju dizia que era necessário parar essa porra, referindo-se à Lava Jato.Em poucos dias tudo virou pó, e quase ninguém mais lebra daquilo. Jucá perdeu a pasta, e voltou a senador, sem um arranhão, assim como nenhuma lesão sofreu nenhum deles, quanto mais o cearense, que tá lá na sua mansão degustanto vinho, e lagosta, servidos pelas mucamas do lugar.

Será que esse estardalhaço, que embora tenha levado irmã e primo de Aécio pra cadeia, deixando quem mais merecia pagar pelos seus erros livre pra contratar um dos maiores expoentes da advocacia, com todas aquelas propriedades que vimos pelas televisões, e ainda o salário gordo que a gente paga pra essa esbórnia, vai atingir o ponto alto? Queremos saber o que sucederá a Temer, um malandro que faz negócio com outro bandido para livrar um prisioneiro, bandido contumaz, num total desrespeito às regras que movem um homem em sua condição.

As reformas continuam sendo o ponto nerálgico para alguns defensores de Temer. Tem Jabor e Azevedo a dizerem que o cara pisou na bola, mas as denúncias não são tão graves assim, e que justo quando o Brasil estava abaixo do centro da meta em inflação; com as reformas imprescindíveis caminhando a todo vapor, tirar esse Homem do poder seria um desvario, sobretudo porque, olha o que diz Jabor: "Quem deu essa transparência aos irmãos delatores foi ninguém menos que Lula e Dilma, nos seus 13 anos de governo". A própria Globo, que morde e assopra, já tem tudo bem concatenado para levar lula e Dilma pra outras investigações mais profundas, desta feita sobre o que aconteceu dentro do BNDES por esses tempos, em favorecimento aos empresários bem-sucedidos.

Não tem mesmo jeito Lula há de ser ad eterno a figura principal de todos os males do Brasil na boca dessa gente, que só se move pelo ódio, e o medo também.

Seu voto: Nenhum
imagem de Mogisenio
Mogisenio

Mais do mesmo ou século XXI.

Olá debatedores, bom dia.

Vamos com calma.

Embora eu possa concordar com alguns pontos do texto acima, discordo, veementemente, das opções TAXATIVAS que foram indicadas:  

"As opções doravante? Eleição indireta, eleição direta ou golpe militar."

 

Todos nós sabemos que há um caminho a ser percorrido caso haja a  vacância do cargo da presidência da república, podendo chegar às eleições indiretas. 

Caso, no entanto,  haja um quadro  de "desobediência civil" não penso que deve  haver um "golpe militar". Uma tomada de poder à força.Nada disso.

Ao contrário. Os militares é que devem agir como POVO, como maioria e não se alinharem a uma minoria empresarial. Será uma correção histórica.

Afinal, militar é gente e, na prática, faz parte da população.

Portanto, NADA de generais tomarem as rédeas desse ESTADO para "tocar" a máquina.

O que deve acontencer é a FUNDAÇÃO DE UM OUTRO ESTADO por todos.

NOVO ESTADO e não NOVO GOLPE.

Nesse sentido, "direitos adquiridos" já não serão os mesmos. 

Aí sim, poderíamos  fazer TODAS AS "REFORMAS", ou melhor, poderíamos  CONSTRUIR um ESTADO atuial, do século XXI,  DEMOCRÁTICO DE DIREITO mas com o direito criado por todos e não pelos "representantes de todos". 

Afinal, a democracia REPRESENTATIVA sempre foi uma FARSA!

Portanto, que venha a condição PRESSUPOSTA . Que venha a norma fundamental já prevista por Hans Kelsen!

Caso contrário, indaga-se:

Os caros  debatedores preferem "mais do mesmo"?

 

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

Quem manipularia os Milicos?


Ah, lembrei. A instituição militar em qualquer parte do mundo, unilateralmente, não possui condições de tomar o poder sem o devido apoio financeiro de grupos da classe dominantes nacionais e internacionais, sustentado a logística e a estrutura de mobilidade, atualmente observe o IRAQUE!

Portanto, a época favorável de interesses para esses fins, encerrou-se em 1985, por determinação e participação desse ciclo histórico dos EUA. Agora não adianta chorar, os brasileiros estão apanhando e aprendendo, somos a 1° geração de fato a viver a plena democracia com corrupção e tudo, são heranças culturais que sofrerão transformações ao longo dos anos.
Primeiro aguardemos o satanás levar essa turma de velhacos ainda vivos em alguns segmentos do país, depois as novas gerações continuarão descontaminando, limpando e mudando a cultura negativa desse país. Vamos chegar lá. A minha geração não teve o privilégio de receber um país menos ruim, coube a nós começarmos o processo lento e gradual contra essa cultura infeliz, principalmete vigiar canalhas como você que jamais voltarão a ser financiado pelo dinheiro revolucionário de interesses alheios aos brasileiros.

Salvei esse comentário quando frequentava o saudoso CMI.

A cleptocracia brasileira está altamente desmoralizada, sem a mínima condição de avalizar um golpe militar.

Seu voto: Nenhum

Mogisênio, o texto repudia o

Mogisênio, o texto repudia o golpe militar e defende uma emenda constitucional para eleições diretas gerais. Ou seja, defende a manutenção da ordem constitucional. Não entendi o que você entendeu.

Seu voto: Nenhum
imagem de Mogisenio
Mogisenio

Eu compreendi a sua proposta,

Eu compreendi a sua proposta, caro debatedor Valley. E disse que concordaria em parte com ela. 

Talvez, no entanto,  eu é que não tenha sido claro , pois deixei muita reflexão só  na minha cabeça sem escrever exatamente o que eu penso. 

Até porque seria um texto longo e, talvez, cansativo.

Em suma, o que eu tentei dizer, com  poucas palavras, ( talvez, sem êxito) ,  foi o seguinte:

1- O rol taxativo que você propos deve ser ampliado.

2- Note bem, eleições diretas com um ESTADO CARCOMIDO como  este, no qual AS PRÓPRIAS INSTITUIÇÕES EXISTENTES nos levaram ao quadro atual,  é MAIS DO MESMO.

3- Nesse sentido, uma eleição DIRETA, com as atuais "regras do jogo" é MAÍS DO MESMO. É claro, para haver uma eleição direta agora antes será preciso EMENDAR A CONSTITUIÇÃO. E que faria esse proposta? Sabendo que a emenda seguiria um processo legislativo "tocado" pelos "representantes" que estão lá. Note bem isso. 

4- Veja. Suponha que o LULA seja eleito diretamente. Caberia a pergunta: quais deputados, quais senadores serão eleitos? Como? Hoje ,Votoamos  em um e puxamos  outros.  Que tipo de integrante do órgão do poder legislaçtivo vai nos representar? Essa gente que lá está não representa os interesses brasileiros. ( com exceções, óbvio)

5- Como resolver isso? Note, não adianta ser presidente da república se há uma REPRESENTAÇÃO POLÍTICA que representa, o o próprio UMBIGO, ou o UMBIGO DO SEU PATRÃO. 

6- As "regras do jogo" já estão CONTAMINADAS. 

7- Há um mundo JURÍDICO, um mundo encantando diga-se de passagem, um mundo do "caso concreto" ( que atende a interesses INSTITUCIONAIS carcomidos!)   e um mundo real, um mundo que uns moram à beira do ESGOTO ( falta saneamento!! que loucura não?)  e outros recebem 500 mil de "mesada" etc etc etc.

8- Enfim, para não me delongar paro por aqui deixando claro que eleições DIRETAS dentro desse ESTADO AUTORITÁRIO travestido de "democrático" é MAIS DO MESMO.  

 

Seu voto: Nenhum

Entendi, Mogisenio. Só penso

Entendi, Mogisenio. Só penso que a fundação de um novo Estado, com um novo contrato social, é uma proposta perfeita para o médio prazo. Não é coisa para agora, logo após a queda de Temer que deve ocorrer em breve ou mesmo para 2018, caso miraculosamente ele se mantenha no poder. Isso exige negociação e maturação. E o que fazer agora? O meu texto fala sobre o imediato, sobre o que fazer sob o tacão das regras atuais, ainda que viciadas. Falo sobre realpolitik, ainda que minha cabeça seja plena de utopias. Mas, valeu pela opinião. Abraços.

Seu voto: Nenhum

A situação em que o país foi

A situação em que o país foi jogado com o golpe das mãos invisíveis não pressupõe nenhuma volta a normalidaded com medidas simples.

Neste contexto,a eleição direta pode estar inserida. Não é possível imaginarmos que com as atuais leis eleitorais sobre financiamento de campanha,muito provavelmente teríamos um congresso e um presidente eleitos exclusivamente pelo poder econômico (ou será que alguém acha que é gratuita o lambe botas que alguns fanfarrões,pretensos candidatos a presidente,andam fazendo com o empresariado?).

Muito que defendem eleições diretas já imaginam que o presidente Lula se elgeria com um pé nas costas. Neste momento,apesar da larga vantagem,isto não é realidade. Acredito mesmo,que um dos líderes da mídia golpista,ao aparentmente fritar seu preposto na presidência da república,estaria apostando nesta iniciativa diante da impossibilidade,cada vez maior,de não condenação do presidente Lula e,enxergar como única alternativa possível de manutenção do status quo adquirido com o golpe,um eleição imediata.

Hoje,nossa realidade não é ruim.É péssima. Tivemos um grande avanço dos conservadores (para ser benevolente com os memsos) nas eleições municipais e uma derrota fragorasa do campo mais a esquerda neste país.

Nosa mídia porca,que apesar de vir perdendo espaço para as redes sociais ainda trabalha de forma unida e coesa,continua a ser um ator importante e seu posicionamento,até agora,respeitadas as exceções de regra,continuam appppostando no programa golpista.

Parece-me que,pelo que já demonstrou em todos os lugares pelos quais passou,que o presidente Lula seria a melhor alternativa para atravessarmos essa tempestade e,sobretudo o pós tempestade.Agora,só não sei se o momento seria esse,a menos que houvesse um grande acordão nacional e,mesmo com o previsto constitucional de eleições indeiretas,o escolhido fosse ele.

Ou seja,a alternativa tem nome: Presidente Lula

Seu voto: Nenhum
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

A Lava Jato não ia acabar com a corrupção?

O Moro e o Dallagnol não disseram que iam acabar com a corrupção?

$érgio Moro, mostra a tua cara. Dallagnol, quero ver quem pagá prá gente ficar assim. Janot, qual é o teu negócio?

Fachin, qual o nome do teu sócio?

Gilmar, confia em mim.

Ninguém respeita a Constituição mas todos acreditam no futuro da corrupção.

Que Bananolândia é esta?

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Eduardo Outro
Eduardo Outro

Irretocável ! Só que tem

Irretocável ! Só que tem aquela coisa de que política é exercitar a arte do possível. Será que é possível ? As ruas darão mesmo sustentação ?  Para mim qualquer coisa que venha é melhor do que o que faz esse governo usurpador e ilegítimo. Permito-me uma blasfêmia, até, toc toc toc, ditadura militar. Penso que o melhor que poderia vir, mais fácil, rápido, legal, legítimo, seria a anulaçao do impeachment imotivado. A volta de Dilma seria possível apenas com  decisão do STF, num curto espaço de tempo. Dispensaria campanhas e gastos. Se ela errou  e foi incompetente a culpa foi nossa que a colocamos lá por 2 vezes. Temos que nos responsabilizar pelo erro e só nós podemos corrigi-lo. Diferentemente de uma ditadura onde a incompetência do ditador não é responsabilidade nossa, que não tivemos condições de opinar e não temos força para destituí-lo, na Democracia o (a) incompetente será substituido(a) na eleição programada para isso, no caso em 2018. Não estamos num Estado Democrático mas se almejamos a restauração temos que nos sujeitar à espera. A mim parece que isso seria de tudo o que possa vir o mais simples. E não creio que os golpistas de todos o níveis, que como nós só perderam, exemplo maior do jovem, bonito, milionário, playboy, e o sr. mordomo com toda a quadrilha, venham a dar muito trabalho. 

Seu voto: Nenhum

Eduardo, sem dúvida alguma

Eduardo, sem dúvida alguma seria o mais adequado. Já existem ações que visam a declaração de nulidade do processo de impeachment. Com vontade política, bastaria ao STF pô-las em pauta de urgência e julgar procedente o pedido. Pronto, o vampiro sairia e Dilma retornaria. A chance disso, porém, é próxima do zero. O STF é majoritamente antiesquerdista e, mais do isso, antipetista. Creio que Temer será defenestrado pelo TSE, no julgamento da chapa Dilma-Temer. Novamente, o STF permitirá que um desqualificado, filho e genro de políticos da pior estirpe, chegue ao poder com a sua quadrilha. Instalado na presidência, Maia articulará para ser eleito indiretamente e provavelmente será. Somente o povo nas ruas, exigindo diretas, é capaz de mudar esse destino provável.

Seu voto: Nenhum
imagem de Eduardo Outro
Eduardo Outro

Não discordo não, se vier

Não discordo não, se vier eleição direta ela será recebida com fogos espocando nos céus e tapete vermelho estendido na terra. Só creio que a chance próxima de zero para anulação do impeachment pode ser modificada se realmente as ruas falarem. E eleição direta sem as ruas também tem uma chance pequena. Por uma por outra ou pelas duas, vamos às ruas.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de LUIZ VALENTIM
LUIZ VALENTIM

Caro comentarista Henrique: Delcidio era do PT

Essa atituide fazia parte do pacote do golpismo Jurídico-midiático.

Seu voto: Nenhum
imagem de jossimar
jossimar

E digo mais: eleição direta

E digo mais: eleição direta não vai resolver PORRA NENHUMA.

Qualquer que seja o lado derrotado, e na minha opinião será o lado das esquerdas, continuará inconformado e rebelado.

Seu voto: Nenhum
imagem de jossimar
jossimar

"Aécio Neves. Jovem, playboy,

"Aécio Neves. Jovem, playboy, bonito, milionário e senador da República. Altíssimas chances de ser eleito presidente da República em alguns anos. Um capital político impressionante. O que faz? Frustrado por perder a eleição, irrita-se como qualquer criança mimada e lidera o início do golpe contra a democracia a partir de bases absolutamente frágeis. Fortalece-se pelo apoio de instituições privadas e públicas hipócritas e desonestas. O voto dos eleitores é desprezado, jogado no lixo."

Parem com esta inocência!

O aécio não iniciou nada. Foi apenas um boneco utilizado pela globo para atingir seus objetivos. E a história nos mostra claramente que a globo conseguiu tirar o PT do governo.

Agora, o aécio só foi detonado porque estava ficando muito caro continuar sua blindagem.

Ou o brasil acaba com a globo ou a globo acaba com o brasil.

Seu voto: Nenhum

Eleições diretas agora só se

Eleições diretas agora só se for para presidente e congresso! Se não é chover no molhado. 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Tratamentos desiguais

Por que Aécio Neves não foi preso, se as acusações contra ele são mais graves que as contra Delcídio do Amaral? No caso dos dois houve denúncias apoiadas em gravações, sendo que o caso de Aécio foi bem mais grave, já que ele recolheu R$ 2 milhões em dinheiro, fez ameaças de morte, além de claramente ter tentado obstruir a justiça.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Henrique Finco

Se o senador do bico rosa

Se o senador do bico rosa tivesse deixado o PT antes de ter sido preso o tratamento teria sido o mesmo dispensado ao ratinho de Minas. A justiça trata os iguais como iguais,só não trata todos de forma igualitária.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de paulovi
paulovi

Ao lembrar de Teori o Fachin

Ao lembrar de Teori o Fachin se (encolheu / borrou / precaveu / .....).

Seu voto: Nenhum
imagem de bonobo de oliveira, severino
bonobo de oliveira, severino

Nada é aceitável mais.

Nenhuma firula. Nanhuma manobra. Nenhum casuismo ou improvisação deve mais ser sequer aceito como tema de debate.

Quem criou a esculhambação que a embale.

Voltemos à Constituição e as regras do jogo vigente até que chegue o momento de ouvir o eleitor ultrajado novamente. E dai, depois que o país voltar à normalidade, vamos apurar todos esses CRIMES cometidos pelos verdadeiros bandidos que desgraçam esse país há séculos.

Seu voto: Nenhum

*

A única é "Volta Dilma!"

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Não só isso, mas...

Processo e prisão para TODOS OS GOLPISTAS DOS TRÊS PODERES E DA MÍDIA! Eleições gerais para as vagas dos golpistas no Congresso.

Quem trai a Constituição, trai a Pátria.

Lugar de traidor e golpista é na cadeia, no cadafalso ou no cemitério.

Seu voto: Nenhum

DILMA DE VOLTA E ELEIÇÕES GERAIS PARA ESSE CONGRESSO GOLPISTA!

DIRETAS JÁ É CHANCELAR O GOLPE!

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.