Revista GGN

Assine

Ritmos de Chuva

 

Xô, Chuva Miúda

Chove Chuva

Chuva Miúda

Chuva Miúda na Bahia

A Chuva Cai

Oh, Chuva

Chuva Fina

Chuva

Chovendo na Roseira

O Ritmo da Chuva

Média: 4.5 (8 votos)
29 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Na Alemanha as crianças se alegram, cantando para a chuva

Os descendentes de alemães que moram em Teófilo Otoni, Minas, cantavam muitas músicas infantis de sua terra natal com as crianças, muita alegria! Também no Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina é bonito de ver como cantam entusiasmados. 

Esta é a popular Es regnet, Es regnet (Chove, chove):

https://www.youtube.com/watch?v=PccFkWWez0o

https://youtu.be/PccFkWWez0o

A partitura e a letra, em alemão, na Wikipedia:

https://de.wikipedia.org/wiki/Es_regnet,_es_regnet

 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Gardenal
Gardenal

(Sem título)

Seu voto: Nenhum (1 voto)

I think it's going to rain today

Seu voto: Nenhum (2 votos)

O macho adulto branco sempre no comando
E o resto ao resto, o sexo é o corte, o sexo
Reconhecer o valor necessário do ato hipócrita
Riscar os índios, nada esperar dos pretos ♪♫

Uma chuvinha, redinha...

Aí, piorou! hum!
Nem tô!
Nem vou!

 

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

O macho adulto branco sempre no comando
E o resto ao resto, o sexo é o corte, o sexo
Reconhecer o valor necessário do ato hipócrita
Riscar os índios, nada esperar dos pretos ♪♫

Chuva e Cerveja

Ficou faltando o suor :'(

Seu voto: Nenhum (3 votos)

O macho adulto branco sempre no comando
E o resto ao resto, o sexo é o corte, o sexo
Reconhecer o valor necessário do ato hipócrita
Riscar os índios, nada esperar dos pretos ♪♫

"Rain": uma das mais muitas

"Rain": uma das mais muitas belas canções dos Beatles, e das menos lembradas.

Ouvir em volume alto.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

"rock in rain"

Não sei explicar o porquê. Meu lado rock é bem mais Led Zeppelin do que Beatles.

Fool in the rain

The rain song

Seu voto: Nenhum (1 voto)

O macho adulto branco sempre no comando
E o resto ao resto, o sexo é o corte, o sexo
Reconhecer o valor necessário do ato hipócrita
Riscar os índios, nada esperar dos pretos ♪♫

imagem de Ivan de Union
Ivan de Union

E eles tinham coragem de

E eles tinham coragem de dizer que esse "Fool in the rain" era o samba deles, ce acredita?!!!!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Cê jura?

I don't believe !

Seu voto: Nenhum

O macho adulto branco sempre no comando
E o resto ao resto, o sexo é o corte, o sexo
Reconhecer o valor necessário do ato hipócrita
Riscar os índios, nada esperar dos pretos ♪♫

Sou mais The Jesus & Mary Chain

Sou mais The Jesus & Mary Chain, com "Happy When It Rains", grande banda dos anos 80, que aliás ou-vi ao vivo no Rio, quando chovia.

Nem é preciso dizer pra ouvir alto!

 

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

See the sky about to rain

Agora pode abaixar um pouquinho o volume...

ps.: Assisti um show do Neil Young em algum desses rock in rios. Obviamente não lembro se ele tocou essa música. É provável que não. Que diferença faz? Já que eu nem lembro em que ano foi. Nem com quem fui, nem como fui e muito menos como voltei. Só sei que fui! 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

O macho adulto branco sempre no comando
E o resto ao resto, o sexo é o corte, o sexo
Reconhecer o valor necessário do ato hipócrita
Riscar os índios, nada esperar dos pretos ♪♫

Também ou-vi o Neil Young com

Também ou-vi o Neil Young com o trio Crazy Horse no Rio. Grande show! E ou-vi, na chuvosa Inglaterra, o anglo-irlandês bebum Shane MacGowan, com The Popes, e sua bela canção "A Rainy Night In Soho".

PS: Em SC, além de chuva, frio. Até nevou na serra!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Snow?

Quem mandou morar nazeuropa do brazil?

Ou seria a America do Norte do Sul?

Ou América do Sul do Norte?

Seu voto: Nenhum (1 voto)

O macho adulto branco sempre no comando
E o resto ao resto, o sexo é o corte, o sexo
Reconhecer o valor necessário do ato hipócrita
Riscar os índios, nada esperar dos pretos ♪♫

Chuva no mar

Coisas transformam-se em mim,
É como chuva no mar,
Se desmancha assim em
Ondas a me atravessar,
Um corpo sopro no ar
Com um nome p’ra chamar,
É só alguém batizar,
Nome p’ra chamar de
Nuvem, vidraça, varal,
Asa, desejo, quintal,
O horizonte lá longe,
Tudo o que o olho alcançar
E o que ninguém escutar,
Te invade sem parar,
Te transforma sem ninguém notar,
Frases, vozes, cores,
Ondas, frequências, sinais,
O mundo é grande demais.
Coisas transformam-se em mim,
Por todo o mundo é assim.

Isso nunca vai ter fim.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Pão ☭ Paz ✮ Terra ☀

Troquei o vídeo, fui interrompido um pouco e agora corrijo.

Em compensação achei mais um vídeo, ai vai:

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Pão ☭ Paz ✮ Terra ☀

Essa música é realmente muito bonita. Do Arnaldo Antunes.

Outras.

O Meteorologista 

O metereologista falou
que ia fazer sol no fim de semana
o metereologista errou
e a gente não vai mais sair da cama

é tanto frio
e chuva
preguiça do botar casaco, gorro e luva
é muito frio
que fria, mas tá muito bom
a gente fica de pijama noite e dia

e agora eu só quero férias na Sibéria
não quero Rio de Janeiro
só quero férias no Alaska
pra ficar na cama com você o tempo inteiro

não quero férias nas Bahamas
não quero férias na Bahia
tá muito bom aqui na cama
todo o tempo só na sua companhia

+ outro gênio Tom Zé

Por Baixo

Por baixo do vestido: a timidez
Baixo da timidez: a seda fina
Baixo dela: uma nuvem de calor
Baixo desse calor: um perfume da China
E por baixo do cheiro: a rede elétrica
Baixo da rede elétrica: os pelos
E por baixo dos pelos: as estradas
Que conduzem nos fios os teus arrepios
Manifestos em ois! e uis! e ais!
Lá onde a razão não chega mais
E por baixo de tudo
O mundo fica mudo
E a tua franqueza toda nua
Que se veste de luxo em pele crua

 

 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

O macho adulto branco sempre no comando
E o resto ao resto, o sexo é o corte, o sexo
Reconhecer o valor necessário do ato hipócrita
Riscar os índios, nada esperar dos pretos ♪♫

Ainda Arnaldo

acho maravilhoso isso da ♪♫ chuva batucar no telhado ♪♫

Seu voto: Nenhum (1 voto)

O macho adulto branco sempre no comando
E o resto ao resto, o sexo é o corte, o sexo
Reconhecer o valor necessário do ato hipócrita
Riscar os índios, nada esperar dos pretos ♪♫

Água de chuva no mar

Seu voto: Nenhum (1 voto)

O macho adulto branco sempre no comando
E o resto ao resto, o sexo é o corte, o sexo
Reconhecer o valor necessário do ato hipócrita
Riscar os índios, nada esperar dos pretos ♪♫

Esta tarde vi llover

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Pão ☭ Paz ✮ Terra ☀

La Pluie

Tombe tombe tombe la pluie
en ce jour de dimanche

Seu voto: Nenhum (1 voto)

O macho adulto branco sempre no comando
E o resto ao resto, o sexo é o corte, o sexo
Reconhecer o valor necessário do ato hipócrita
Riscar os índios, nada esperar dos pretos ♪♫

Rhythm Of The Rain





Where were you in '62?


 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Pão ☭ Paz ✮ Terra ☀

Piove

Seu voto: Nenhum (1 voto)

O macho adulto branco sempre no comando
E o resto ao resto, o sexo é o corte, o sexo
Reconhecer o valor necessário do ato hipócrita
Riscar os índios, nada esperar dos pretos ♪♫

Tarde fria, chuva fina

E ela a esperar

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Pão ☭ Paz ✮ Terra ☀

Chove Lá Fora


Seu voto: Nenhum (1 voto)

Pão ☭ Paz ✮ Terra ☀

Chuva de Prata

Seu voto: Nenhum (1 voto)

O macho adulto branco sempre no comando
E o resto ao resto, o sexo é o corte, o sexo
Reconhecer o valor necessário do ato hipócrita
Riscar os índios, nada esperar dos pretos ♪♫

A chuva caiu

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Pão ☭ Paz ✮ Terra ☀

Vai chuva!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

O macho adulto branco sempre no comando
E o resto ao resto, o sexo é o corte, o sexo
Reconhecer o valor necessário do ato hipócrita
Riscar os índios, nada esperar dos pretos ♪♫

Veranizar

Não vou me importar se você não lembrar do meu aniversário outra vez
Nem vou mais chorar se você não ligar por mais de um mês
Veja a chuva que cai lá fora, é uma chuva de verão
Ela cai e vai embora, feito a tristeza no meu coração

No meu coração
Aprendi a veranizar
Aprendi a veranizar...

Então siga o seu caminho, faça o que quiser fazer
Pode sair de mansinho, mas não poderá mais me esquecer
Mas não poderá mais me esquecer...
 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Pão ☭ Paz ✮ Terra ☀

Sol, chuva e você não

Como a luz do sol
Que se esconde atrás da chuva
Você se escondeu

Fiz a tempestade
E ainda cheguei tarde
Você já me esqueceu

Eu nunca devia ter lhe dito adeus...

Eu nunca devia ter lhe dito adeus

Como a escuridão
Que se acende ante o brilho
Você não se acendeu

Sei, agora é tarde
O tempo foi covarde
Agiu assim, como eu

Eu nunca devia ter lhe dito adeus
Eu nunca devia ter lhe dito adeus!
Não! Não! Não! Não!!!

Eu nunca devia ter lhe dito adeus...

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Pão ☭ Paz ✮ Terra ☀

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.