Revista GGN

Assine

Transporte Aéreo

Concessões de aeroportos escancaram crise da Infraero

Média: 5 (3 votos)

Três grupos desistem de leilão de aeroportos

aeroporto_de_florianopolis.jpeg
 
Jornal GGN - Três grupos desistiram de participar do leilão de concessão dos aeroportos, marcado para a próxima quinta-feira (16). Serão concedidos os terminais de Fortaleza (CE), Salvador (BA), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS), e a expectativa do governo é de arrecadar ao menos R$ 3 bilhões com as outorgas. Os vencedores deverão investir mais de R$ 6 bilhões. 
 
De acordo com a Folha de S. Paulo, a OHL, da Espanha, a Pátria Investimentos (que cogitava parceria com a AviAlliance, da Alemanha) e a CCR (que opera no aeroporto mineiro de Confins com a Zurich, da Suíça, e a Infraero), desistiram de participar do certame.

Leia mais »

Média: 5 (5 votos)

Grupos estrangeiros demonstram interesse por concessões de aeroportos

Jornal GGN - Pelo menos seis grupos estrangeiros se mostraram interessados no leilão de concessão dos aeroportos de Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Salvador (BA), e Porto Alegre (RS), que está marcado para março.

Além dos consórcios brasileiros CCR, Invepar e EcoRodovias, há o interesse de Fraport (Alemanha), Zurich Airport (Suíça), Vince (França), Aena (Espanha), Inframérica (Argentina) e AB Concessões (Itália), com promessa de investimentos de R$ 6 bilhões nos próximos 30 anos.

Leia mais »

Média: 1 (2 votos)

Embraer assina contrato para até 15 aviões com empresa da Noruega

 
Jornal GGN - Nesta segunda (16), a Embraer informou a assinatura de contrato com a companhia aérea norueguesa Widerøe para o fornecimento de até 15 jatos da família E2.
 
O contrato com a maior empresa aérea regional da Escandinávia  têm três pedidos firmes para o E190-E2, além dos direitos de compra para outras 12 aeronaves. 

Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

Governo pode fazer concessões dos aeroportos de Congonhas e Santos Dumont

 
Jornal GGN - Nesta quarta-feira (11), o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirmou que o governo estuda a possibilidade de conceder os aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e Santos Dumont, no Rio de Janeiro, para a iniciativa privada. 
 
A fala do ministro foi feita a jornalistas após reunião do presidente Michel Temer com ministros das áreas de infraestrutura. Os dois aeroportos são administrados pela Infraero e estão entre os mais movimentados do país. 
 
De acordo com a agência Reuters, o governo federal quer lançar uma nova rodade de concessões de infraestrutura em março. O ministro disse que, além dos aeroportos, também estão em estudo obras de saneamento e rodovias. 

Leia mais »

Média: 3 (4 votos)

Concessionária do Galeão ganha mais 4 meses para pagar dívida

 
Jornal GGN - Nesta terça (27), o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil disse que deu mais quatro meses para que a concessionário do aeroporto do Galeão (RJ) pague a parcela de R$ 1 bilhão da outorga vencida em maio, atendendo a pedido da empresa.
 
De acordo com o jornal Valor Econômico, a concessionária se comprometeu a pagar R$ 120 milhões para o governo até sexta-feira (30), e outros R$ 37 milhões até abril de 2017. O ministério disse que haverá uma multa de 2% e juros corrigidos pela taxa Selic sobre os valores não pagos. 

Leia mais »

Média: 3 (2 votos)

Tarifas de aeroportos não foram alteradas, esclarece Anac

 
Jornal GGN - Por meio de nota à imprensa, a Agência Nacional de Aviação Civil afirma que as tarifas pagas pelos passageiros nos aeroportos não sofreram alterações, ao contrário do que foi noticiado ontem (26). 
 
Segundo a agência, as decisões n° 192, 193, 194, 195, 196 e 197, publicadas no Diário Oficial, dizem respeito a mudanças nos contratos de concessão dos terminais de Brasília, Confins (em Belo Horizonte), Viracopos (em Campinas), Guarulhos, Galeão (Rio de Janeiro) e São Gonçalo do Amarante (RN) em relação ao fim do Adicional de Tarifa Aeroportuário (Ataero).
 
Criado em 1989, o Ataero determina a incidência de 35,9% sobre as tarifas para o Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC). Com a extinção do adicional, o percentual destinado ao fundo agora integra as tarifas aeroportuárias. 

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Anac reajusta tarifa de embarque de seis aeroportos

 
Correção: ao contrário do que foi noticiado, a Anac informou que não haverá alterações nas tarifas para os passageiros. Leia aqui o esclarecimento da agência
 
Jornal GGN - Nesta segunda-feira (26), a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) publicou decisão de alteração unilateral no contrato de concessão de seis aeroportos do país. Entre as mudanças, estão o reajuste de diversas tarifas, incluindo as taxa de embarque de voos domésticos e internacionais.
 
O reajuste será aplicado nos aeroportos do Galeão, no Rio de Janeiro, Cumbica, em Guarulhos (SP), Juscelino Kubitschek, em Brasília, Confins, em Belo Horizonte, Viracopos, em Campinas (SP), e São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte. 

Leia mais »

Média: 1 (1 voto)

Governo vai ajudar aeroportos privatizados a quitar dívidas

 
Jornal GGN - O governo decidiu que a Infraero fará um aporte parcial de R$ 120 milhões para ajudar a concessão do aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, a pagar uma fatia da outorga de quase R$ 1 bilhão, vencida em maio.
 
Também foi acertado que os sócios privados do consórcio que administra o aeroporto colocarão o mesmo valor, somando R$ 240 miilhões. De acordo com o jornal O Globo, serão realizados aportes mensais de R$ 10 milhões.
 
O prazo para o pagamento total da outorga termina no último dia de dezembro, e inclui multas e juros. Entretanto, órgãos do governo pretendem aumentar o prazo para a concessionário, aceitando desembolsos parciais ao longo de 2017. 

Leia mais »

Média: 1.5 (8 votos)

Senado aprova veto a cobrança de bagagem em voos

Jornal GGN - Na noite desta quarta (14), o Senado Federal aprovou um decreto com vetos à norma da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) que permite a cobrança de bagagens despachadas nos voos.

Agora, o decreto vai para a Câmara, e, até ser avaliado pelos deputados, as regras da Anac continuam valendo, entrando em vigor em 90 dias. A norma da agência foi aprovada na última terça junto com outras medidas que quer alinhar as regras brasileiras com as práticas internacionais, de acordo com a Anac.

A agência disse que as regras irão beneficiar o consumidor e reduzir o preço das passagens aéreas. Os senadores consideraram que a cobrança do despacho de bagagens como um “recuo grave para o direito do consumidor”.

Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

Novas regras da Anac vão acabar com transporte gratuito de bagagem

 
Jornal GGN - As novas normas para o setor aéreo deverão ser aprovados pela Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) na próxima semana, e uma das mudanças será o fim do transporte gratuito de bagagem para todos os passageiros.
 
De acordo com as novas regras, as companhias aéreas poderão cobrar pelo despacho de bagagem em todos os voos nacionais e internacionais. Hoje, quem viaja pode levar uma mala de até 23 quilos nos voos nacionais e até duas de 32 quilos nas viagens internacionais sem cobrança. 
 
Caso a reforma entre em prática, os passageiros só terão o direito de levar, gratuitamente, a bagagem de mão, com limite para 10 quilos. 

Leia mais »

Média: 2.3 (6 votos)

Juca Kfouri: O futebol não é uma questão de vida ou de morte

Célebre frase de Bill Shankly ajuda a refletir sobre transformação da tragédia do Chapecoense em comoção mundial 

Foto: Agência Brasil / Daniel Isaia
 
Jornal GGN - Juca Kfouri dá sentido a célebre frase do jogador e treinador escocês Bill Shankly, para quem "o futebol não é uma questão de vida ou de morte; é muito mais importante que isso" ao expor as questões humanas que surgem após a tragédia do Chapecoense, fazendo uma reflexão de que é preciso manter os sonhos, caminhar ainda que com cicatrizes pois nunca seremos capazes de compreender por que vivenciamos a dor de perda tão abrupta.
 
"Tivesse acontecido o gol do time do Papa, o San Lorenzo que entra no drama como Pôncio Pilatos, e estaríamos tratando da última rodada do Campeonato Brasileiro, em meio à festa verde do Palmeiras e não vivendo o luto verde do jogo que não aconteceu".
Leia mais »
Média: 3.8 (5 votos)

Autoridade colombiana diz que pane seca causou queda de avião da Chapecoense

Jornal GGN - O avião que levava a equipe da Chapecoense para a final da Copa Sul-Americana em Medellín, na Colômbia, caiu sem “uma gota de combustível”, afirmaram autoridades da Aeronáutica Civil da Colômbia. 71 pessoas morreram no acidente e seis ficaram feridas entre jogadores, integrantes da comissão técnica, jornalistas e tripulantes.

Fredy Bonilla, secretário de Segurança Aérea da Aeronáutica Civil explica que a pane seca teria apagado os motores.  “Motores são a fonte elétrica. Você pode ter uma turbina adicional, mas se não tinha combustível, vai ter uma pane elétrica", afirmou.

A tese da pane seca se fortaleceu com a divulgação de áudios que mostram a comunicação entre a Torre de Controle do aeroporto de Medellín e Miguel Quiroga, o piloto da aeronave.

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Leilão de quatro aeroportos acontecerá em março de 2017

Jornal GGN - Nesta quarta-feira (30), o governo federal anunciou que o leilão dos aeroportos de Florianópolis, Porto Alegre, Salvador e Fortaleza será realizado em 16 de março de 2017.  Planejada desde 2015, a concessão destes terminais foi incluída no pacote de privatizações de Michel Temer.

O governo prevê um investimento mínimo de R$ 6,61 bilhões para os quatro aeroportos juntos, durante o período de concessão, de 30 anos.

O leilão estipula que os vencedores da disputa terão de pagar 25% do valor da outorga à vista, e o restante será dividido em pagamentos anuais. O governo estipula que o valor da outorga dos quatro aeroportos é R$ 3,014 bilhões.

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Governo reduz valor mínimo de lance em leilões de aeroportos

Jornal GGN - Com o intuito de atrair investidores, o governo reduziu os valores mínimos dos lances para os leilões dos aeroportos, que deverão ser realizados no que vem. 
 
Somadas, as outurgas mínimas para as concessões dos aeroportos de Florianópolis, Fortaleza, Porto Alegre e Salvador caíram de R$ 4,108 bilhões para R$ 2,908 bilhões. Entretanto, outros custos foram incluídos, como o pagamento do plano de demissão voluntária (PDV) da Infraero. 

Leia mais »

Média: 1 (5 votos)