Revista GGN

Assine

Por que a TAM saiu ilesa do acidente que vitimou mais de cem, por Luis Nassif

Acidente com avião da TAM no aeroporto de Congonhas completa 10 anos
Acidente com avião da TAM no aeroporto de Congonhas completa 10 anos - Foto:Milton Mansilha/Agência Lusa

A não-identificação de nenhum culpado no acidente da TAM de dez anos atrás, que vitimou mais de uma centena de pessoas, é mancha na reputação do Ministério Público Federal, particularmente do procurador Rodrigo de Grandis.

O Procurador buscou culpados individuais, operador de vôo, pilotos (que morreram no acidente), ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil). Levou algum tempo para entender que um acidente de tal porte não depende de um fator específico, mas de uma soma de fatores.

Aqui no Blog um leitor trouxe o fio da meada para entender o acidente, logo após sua ocorrência. Mas há uma incapacidade crônica de alguns procuradores de trabalhar fora dos autos. Ora, um acidente de tal relevância exigiria uma investigação que transcenderia a mera elaboração de laudos técnicos, seja do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da ANAC ou de quem quer que seja. Mesmo porque, esses órgãos se limitam a identificar aspectos parciais da questão, como o fato do piloto ter se enrolado no manejo dos instrumentos. Além disso, a imprensa estava empenhada em atribuir a Lula todos os males do país, e concentrou-se especificamente na questão do recapeamento da pista.

Havia um conjunto de fatores negativos:

1.       Tempestade.

2.       Pista recapeada.

3.       Pilotos cansados.

4.       Um reverso (que serve para frear) desativado

Mas o ponto central foi outro.

De um lado, um enorme descuido da manutenção da TAM, após a morte do comandante Rolim, com a empresa entrando em um programa irresponsável de corte de custos sem pesar as consequências.

Na época, por questão de ICMS, o combustível era mais barato quando adquirido em Porto Alegre. O avião saiu de Porto Alegre com o tanque cheio.

O que nosso leitor fez:

1.       Foi até o site da Airbus e levantou todas as especificações do modelo de avião, o peso, a capacidade interna, o tamanho do tanque de combustíveis.

2.       O avião encheu o tanque em Porto Alegre e veio para São Paulo. Gastou um percentual do combustível, devidamente calculado.

3.       Veio lotado, mas tão lotado que tripulantes da TAM fora de serviço precisaram ser transportados na cabine dos pilotos.

O que o leitor fez foi somar tudo, estimando um peso médio por passageiros e por carga, somando o peso do combustível. A soma final era muito superior ao que a Airbus definia como peso máximo para o vôo.

É evidente que, enveredando por aí, daria muito mais trabalho e obrigaria o emérito procurador a invadir searas mais influentes. Teria que entrar nos sistemas de decisão interna da empresa, analisar a linha de comando, escarafunchar quem tinha conhecimento das condições extremamente adversas daquele vôo, levantar históricos de outras decisões temerárias.

Nada foi feito.

 

Média: 4.8 (26 votos)
48 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Newton Virando Basile
Newton Virando Basile

Por que a Airbus saiu ilesa

Por que a Airbus saiu ilesa do acidente que matou mais de cem já que quem jogou o avião contra o prédio da Tam foi o COMPUTADOR DE BORDO. Alias,  a Airbus é useira e veseira de apregoar os procedimentos computadorizados de navegação aérea, sem assumir os riscos decorrentes desta opção. Quem jogou aquele outro avião da Airbus no meio do oceano Atlântico também foi o COMPUTADO DE BORDO. Que tal botar o presidente da Airbus na cadeia?

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Gui Spec
Gui Spec

Nassif na minha área, tenho

Nassif na minha área, tenho bastante experiência em lidar com o MPF e os MPEs de cada estado. O que se percebe é que em uma situação destas, sabedor de que acidentes são resultado de uma conjunção de fatores, fica muito difícil, um Promotor estabelecer o nível de culpa ou (ausência de) de cada um. E mais ainda com a imprensa no cangote pressionando para sair com a pauta inédita do dia. Ou do minuto, nestes tempos arduos de noticiário virtual. São competentes aos meus olhos , aqueles que conseguem passar por cima disto tudo é produzir decisões consistentes. Tanto juízes quanto promotores, tem sido inabeis nesta Seara. Para o delírio da cachorrada..

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Ilesa ?

  Depende o que se considera por "ilesa".

  Com relação a neurose brasileira de encontrar um "culpado" e condena-lo juridicamente, o expondo a sanha publica, pode até ser , o que aliás corresponde ao que ocorreu, um acidente com varias causas, impossiveis de individualização criminal.

   Cada fator contribuinte para o acidente, teve um "responsavel", mas desta combinação de fatores culpar alguem ou mesmo uma instituição ou empresa, seria incorrer no mesmo raso raciocinio dos delegados e do procurador que procuraram por caminhos sem sentido algum, culpar o Lula, seria tão idiota quanto.

    P.S.: Quanto ao calculo e as considerações feitas por seu leitor , é bom considerar que TODAS as Cias. Aereas realizam este mesmo procedimento quanto a complementar tanques com relação ao ICMS, isto ocorre todo dia, e quanto ao "peso", tambem é bom conhecer, que os sistemas das aeronaves A-320 ( -318/319/321 ), no check-list de decolagem a aeronave calcula seu "peso" e o compara consumo X destino/pista, inclusive com os inputs das condições metereológicas X rota, inseridos previamente ( ainda no chão ), até mesmo um input relativo a um reverso pinado ( direito difere do esquerdo ), pode ser comandado, que o ssitema aceita.

    TAM e AirBus :  Este foi o 3o acidente com um -320 "pinado" á época, portanto o fabricante teve que reforçar as Cias. as recomendações anteriores quanto ao "reverso" e sistema de freios ( antiskid ), aqui no País tambem foi reforçado um recall training com todos os operadores de -320, tanto relativos a Congonhas como a Santos=Dumont.

Seu voto: Nenhum

"Visão de tunel "

  Neste acidente a idéia/objetivo, tanto de delegados como de procuradores - COM FORTE APOIO DA MIDIA - foi a de culpar o governo federal, primeiramente suas instituições e em foco ultimo a presidência da republica, principalmente através das ilações entre Zé Dirceu - ANAC ( Denise ), pouco ou nada importando qualquer relatório oficial, qualquer fator contribuinte ao acidente foi analisado por eles ou pela MIDIA, tanto que o judiciario inocentou a todos os indiciados e/ou réus.

    Aliás sem hipocrisias, pode ser o CENIPA, NTSB, EUROCONTROL, BEA......, o dia que algumas destas instituições, em relatório oficial, apresentarem a justiça de seus paises, uma acusação direta contra alguma empresa aerea de porte, relativa a um acidente com vitimas, alem de apenas "recomendações", começarei a crer em papai noel. 

Seu voto: Nenhum
imagem de Priscila M.
Priscila M.

Infelizmente nossos amados

Infelizmente nossos amados foram vitimados pela ganância, os pilotos, inclusive.

A época do acidente o lema da TAM era: O LUCRO ACIMA DE TUDO.

E de fato era segundo a risca pela empresa, vez que deixou a aeronave voar com o reverso pinado.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de +almeida
+almeida

Esse é o retrato repleto de

Esse é o retrato repleto de horríveis manchas, que, cada vez mais e mais, nos enoja e nos faz desacreditar totalmente na justiça brasileira, em todos os seus escalões. 

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Mello
Mello

Política

Os "achadores" da república... Estão perdendo a moralidade. O ministério público está se tornando

o contrário do que deveria ser. Dentro em pouco, será questionada a sua validade como órgão

e quem sabe, proposta a sua extinção.

 

Quando investiga, investiga errado. Era para não se envolver em política e se envolve errado...

 

Se só faz o errado, para quê existe??

 

Caminho da extinção.

 

Se for para fazer as coisas erradas, é bem melhor que não paguemos.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Alvaro Tadeu
Alvaro Tadeu

Bastava o De Pequenis assistir ao NatGeo.

O National Geographic Channel tem um programa semanal sobre acidentes aéreos. Ali aprendi que a média de solução desses acidentes é de 18 meses. Para botar a culpa no Presidente Lula, a GloboNews arrumou um coronel da FAB totalmente imbecil, que comenta um trecho da filmagem do pouso e afirma, com a arrogância dos boçais que o piloto tentou frear e não conseguiu por causa da lâmina d'água. Na hora eu pensei: mas como tentou frear, se assim fosse, ele cairia na Avenida Washington Luís, não passaria por cima dela para se chocar contra o edifício da própria TAM. A avenida tem uns quarenta metros de largura, então, um avião tentando frear, ultrapassaria toda a pista e ainda voaria mais de 40m?

Foi aí que ouvi falar no tal de "grooving", pequenas ranhuras na pista produzidas para evitar o acúmulo de água. Algumas semanas antes do acidente, eu estivera em Congonhas, enquanto aguardava meu voo, fiquei lendo os comunicados da Infraero a respeito da obra. A pista tinha sido recapeada, as obras haviam sido interrompidas em julho, devido ao aumento do movimento durante as férias escolares e retornariam em agosto, quando fariam os tais "grooving". Aquilo me pareceu lógico, fazer obras num aeroporto em julho no Brasil seria muito inapropriado.

Após os ataques iniciais da rede golpista, procurei me informar. Mas este ano, um dos programas da NatGeo sobre acidentes aéreos abordou o voo 3054 da TAM. Um membro do CENIPA mostra um trecho da pista filmado antes e durante o acidente. Outros AirBus que pousaram, levaram nove segundos para percorrer o trecho mostrado. O avião acidentado, apenas 3 segundos, 3x mais rápido. Então, não estava freando. O reverso da aeronave estava pinado, isto é, travado. A AirBus recomendava um máximo de cinco dias antes da manutenção para problemas dessa natureza. Acontece que em caso de reverso pinado, AMBOS os manetes devem ser puxados, para o computador de bordo entender que é para frear.

O piloto puxou apenas o manete referente ao motor cujo reverso estava funcionando. Então, um motor acelerava, o outro tentava frear, um anulando o efeito do outro. O piloto estava submetido a condições estafantes,mesmo que sua ficha indicasse que tinha tido os descansos regulamentares. A chuva e o tanque cheio fizeram o resto. Um amigo piloto me disse uma vez que toda a aeronave alça voo com 150% do combustível necessário para cada trecho. Se ele estiver com os tanques cheios para um voo de aproximadamente mil quilômetros (distância POA/SP), vai pousar com uma quantidade de combustível não recomendada, muito acima dos níveis  de segurança determinados pelo fabricante da aeronave. Resultado da investigação: os pilotos ficaram tão preocupados com as condições da pista (ruins) que puxaram apenas um manete. Essa era a antiga instrução da Airbus, que havia sido modificada há anos. Mas os investigadores do acidente descobriram que vários pilotos no mundo todo acreditavam que puxando apenas o manete referente ao motor sem problemas, conseguiriam frear mais rápido. Foi a responsabilidade da TAM, não instruindo seus pilotos devidamente, permitindo que eles acreditassem em lendas aéreas..

Seu voto: Nenhum

Podia ter alternado ?

 O documentario, bem realizado e com bases na real investigação, cita que o comandante considerou a possibilidade de alternar Congonhas por Guarulhos - são dialogos extraidos do CVR - portanto ele tinha consciência de seu peso, das condições da pista e até mesmo do reverso inoperante, tanto que o toque em CGH foi bem realizado ( o video mostra ).

  Mas o que significa " alternar " para um Comandante, alem de ferir seu ego, sua ficha de serviço, até uma possivel demissão seria considerada

  CUSTO para a Cia. Aerea ( retirar a aeronave da escala e colocar outra em CGH, transportar os pax e tripulantes, pagar mais combustivel e impostos, reformular toda a tabela de tripulantes, ceder vouchers para quem perdeu conexão + vouchers dos pax que estavam em CGH aguardando esta aeronave que foi para Cumbica.......etc )

   CUSTO para ANAC e INFRAERO, que teriam que reestruturar todos os slots de chegadas e partidas, em dois dos mais congestinonados aeroportos do País ( cobrariam da TAM )

   CUSTO para o Controle de trafego aereo e para outras Cias, pois o espaço aereo teria que ser remanejado.

   Todas estas considerações acima, a empresa aerea "martela" para suas tripulações, portanto só alterne quando um "superior" ( corporativo ou governamental ) autorizar, este "papo" que a descisão é do comandante da aeronave, é furadérrimo há décadas.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

MP em defesa do status quo

Rodrigo de Grandis recebeu R$ 29.000,00 de salário em Junho/2017. O salário mínimo é de R$ 937,00.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Henrique Matteo
Henrique Matteo

O culpado do salário alto não é o MP.

Culpa do Lula, que aumentou demais o salário do funcionalismo público!
Se analisarmos, quem mais ganhou com o governo PTista não foi o povo, mas os servidores públicos, com aumentos de até 150% EM CIMA DO AUMENTO DO SALÁRIO MÍNIMO!

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de André élebê
André élebê

  Já ouviu falar nos tais

  Já ouviu falar nos tais "auxílios"? Isso passa pelo legislativo e olha lá.

  Mas não, você prefere refocilar.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

O problema é que nosso país -

O problema é que nosso país - como quase todos os países em que são permitidas relações de trabalho e produção no modalidade "Capitalismo" - mima muito os empresários. E esse tornam-se eternos chorões, resmungando sobre terem que atender à legislação trabalhista e tributária. Mas se esses deveres inviabilizassem a produção, eles já tinha se retirado do país.

Na verdade mima quem tem dinheiro. Se mima quem se dedica à produção, também mima quem se dedica à especulação e ao atravessamento, agenciamento, àqueles que, como o prefeito de São Paulo, nada produz exceto "contatos", privilégios. Não fossem esses mimos, a carga tributária seria progressiva. Mas sabemos, por fatos concretos, que quanto mais dinheiro uma pessoa tem, menos tributada proporcionalmente falando, ela é. Junte-se a isso o fato de que os maiores sonegadores e descumpridores de obrigações legais são justamente os que mais ganahm e pronto. Tá explicado por que a TAM saiu ilesa?

Seu voto: Nenhum
imagem de claudio marcos
claudio marcos

Omissão, como sempre...

Havia elementos suficientes para verificar que houve falhas, ou do piloto, ou da aeronave. Um vídeo mostra que o avião está com velocidade muito acima do normal numa parte da pista em que devia estar desacelerando. Falha dos equipamentos? Então falhou a empresa que não dava manutenção adequada às aeronaves. Falha do piloto? Duvido, um piloto experiente não cometeria erro tão primário que seria acionar o manete para reversão ao invés de colocar na posição de aceleração máxima. Mas o mais fácil para os leigos seria culpar o governo, como saiu estampada na capa da Veja, "governo assassino" e as hipóteses mais ridículas começaram a ser divulgadas, como a falta de estrias na pista causando aquaplanagem, a pista curta de Congonhas, tudo isso para um avião que foi projetado para pousar em pistas molhadas e até com neve. E junto com a Veja estava a famigerada Rede Globo. Como disse um leitor acima, estava iniciado o golpe que culminou na farsa que enfrentamos nos dias atuais e tudo com a conivência e omissão de um ministério público apodrecido.

Seu voto: Nenhum
imagem de joel lima
joel lima

O desastre da TAM, da boate

O desastre da TAM, da boate Kiss, de Mariana, prédios que desabam, motorista embriagado que mata gente num ponto de ônibus e não pega um dia de cana e nem tem a cnh suspensa pra sempre (infelizmente um caso que vitimou um pai de um amigo meu ) precatórios sem previsão de pagamento -  enfim, temos uma estrutura judiciária que custa o mesmo de país rico e que na hora em que se mostra pior de que país em estado de guerra. Mas como ela beneficia os que estão no terraço(rs), então pelas vias normais ela não será mudada. Será preciso uma revolução. 

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de Ricardo,.,.
Ricardo,.,.

A justiça virou um negócio de

A justiça virou um negócio de levantar um escalpo em um caso concreto. Até vir outro caso concreto idêntico para caçar outro escalpo. E depois mais outro escalpo. Eternamente dependendo dos nossos bravos guerreiros de paletó.

Muito mais útil seria o MPF concluir que a guerra fiscal do ICMS causa esse tipo acidente, fundamentar a inconstitucionalidade ou ilegalidade de tais medidas com base na proteção ao consumidor do CDC, ou à vida na CF. E proibir variação de alíquota de um estado para o outro no combustível de aviação.

Seria a lógica útil de uma Justiça em uma sociedade de massas, em que vai faltar tacape para tanto escalpo, mas preferimos viver na Era dos Caciques, em vez de resolver os conflitos, e cada um procurando seu penacho para colocar na cabeça. 

Seu voto: Nenhum
imagem de maria rodrigues
maria rodrigues

Comandantes de voos são seres

Comandantes de voos são seres humanos. Podem sofrer um infarto, por exemplo. Era de se questionar, também, a saúde desses homens que pilotavam a aeronave. 

Enfim, pelo andar da carruagem, parece podermos concluir que o grande mal de Lula foi ter dado tantos poderes à PF e ao MP. O ex-Presidente nem imaginava o que essas corporações fariam contra ele.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Pra mim, o que faltou, e

Pra mim, o que faltou, e provavelmente ainda falta, foi o treino em simuladores. Nos simuladores é possível provocar falhas, como a do reverso e outras, e treinar os pilotos a lidar com situações inesperadas. Mas aí é culpa da empresa.

Quanto ao excesso de peso, aí vou utilizar o SMJ - salvo melhor juizo - que o pessoal da lava jato gosta: um avião desse poderia, em tese (de novo lava jato), decolar e pousar com o tanque cheio em caso de um provlema identificado logo após a decolagem. Claro que é mais seguro despejar combustível no mar e pousar com tanque seco, mas não é obrigatório. Não creio que o excesso de peso tenha sido uma das causas do problema. Se o piloto não se entendeu com o reverso, creio que mesmo com o tanque seco o avião teria saído da pista (salvo melhor juízo). O avião também é projetado pra receber tripulantes dentro da cabine do piloto quando existe superlotação. Tem um jump seat e outra cadeirinha ao lado, com cinto de segurança e máscaras de oxigênio - justamente pra isso.

Seu voto: Nenhum

Carga tributária elevada

Tive um amigo ex industrial, que disse que a maior causa da queda de qualidade no Brasil foi após a promulgação da Constituinte de 88. Explico-me. Após a C-88 o estado ficou cheio de obrigações e não disseram de onde viria o dinheiro para honrar tais obrigações. Piorou mais ainda quando na década de 90 os governantes do  país decidiram passar a " doar " metade de sua arrecadação para pagar juros de banqueiros. A carga tributária então pulou de 25%, valor em si já alto para os assustadores 36%, uma das maiores cargas tributárias do planeta.

Resultado, com gasto excessivo, nossa carga tributária dobrou para compensar os gastos. Industrial que tinha um custo de R$  1,00   para produzir um produto e vendia por R$ 1,20  , passou a ter além do custo de R$ 1,00 mais uma carga tributária de 40%, quer dizer, o custo dele ultrapassava R$ 1,20, só que ele não conseguia revender por mais de R$ 1,20 porque senão ninguém comprava.

Para abaixar os custos, o empresário passou a cortar qualidade. Aviões com sobrecarga de passageiros... Aeronaves com manutenção vencida, para economizar... Voando com sobre carga de combustível só porque este era mais barato em outras partes do país... Medo de ter de pousar em outro aeroporto e ter custos adicionais de translado de passageiros...

Tudo isto, de carga tributária elevada explica muita coisa no Brasil. Explica a baixa qualidade nossos carros produzidos aqui em comparação com os do resto do mundo... Explica porque caem tantos aviões, tantos edifícios, tantos viadutos...

O empresário, expremido entre a carga tributária das maiores do planeta,  e a impossibilidade de repassar para o consumidor, acaba tendo de fazer mil malabarismos para sobreviver. Alguns, ignorante e criminosamente chamam isto de " jeitinho brasileiro ", quando na verdade país sofre um assalto por gangues rentistas, que comprometem a qualidade e o funcionamento de vários serviços...

 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Ze Guimarães

Falácia dos Altos Impostos

Zé Guimarães, o seu raciocínio parte de uma premissa totalmente falsa. Não acredite tanto neste seu amigo ex-industrial. Leia um trecho da uma análise econômica, publicada neste GGN, cujo tema é a carga tributária:

" A carga tributáriaou seja, a relação porcentual entre o somatório de todos os impostos e a riqueza produzida por um país, é no Brasil muito menor que em outras economias de destaque. Em 2012, foi de 36%, mas na Europa tal relação transita hoje tranquilamente acima de 40%, tocando 45% na França e 46% na Alemanha, até chegar a 55% no caso da Suécia..."

O nosso problema está da repartição dos recursos tributários. Veja o orçamento realizado em 2014.

 

Seu voto: Nenhum (9 votos)

comparação inapropriada

Caro Sr. Videira.

Sua comparação com outros países de carga tributária mais elevada do que o Brasil é inapropriada. Vejamos porque :

O retorno desta carga tributária à população no Brasil é baixíssimo. Exemplo da PEC de corte de gastos, que praticamente cortará saúde, educação, e muitos outros setores indispensáveis para a produção como esstradas, etc. Tudo isto que não é oferecido por um estado que cobra cargas tributárias de primeiro mundo e oferece serviços de quarto mundo, acabam tende de sair do bolso das empresas, na maioria das vezes. 

Ninguém nunca parou para pensar porque um automóvel produzido no Brasil, custa o dobro de um automovel com muito mais qualidade produzido nos EUA, ou mesmo no México e na Argentina. tudo isto incide sobre custoos de produção para a empresa, redobrados, pois utilizam automóveis, caminhões e máquinas.

Não só a carga tributária, mas a maneira como ela é aplicada, lá fora quem arca com a carga tributária são os setores improdutivos do país, com por exemplo o imposto sobre herança, da ordem de 50% lá fora, e da ordem de 4% aqui. Lá eles desoneram impostos sobre bens de produção, ferramentas, máquinas, aqui é o oposto. Tudo isto tem efeito ampliativo sobre a carga tributária em si já alta do Brasil, e sobre o custo de produção.

E digo mais, nosso imposto sobre herança baixo, incentiva a especulação imobiliária com os preços de imóveis mais altos do planeta, que logicamente serão impactantes sobre as empresas que precisam pagar aluguéis oou comprar imóveis para produzir. Impacto da falta de segurança em muitas cidades grandes, coisa que realmente não existe na Europa e menos ainda nos países que o Sr citou, isto acaba tendo de ser pago como segurança privada, pélas empresas. Escolta armada de cargas, seguranças privados, muros, cerca eletrica, circuito fechado de TV. Pode ir a um banco europeu, Portugal, etc, não encontrará vigias armados, porta giratória, muitos países põe caixas eletrônicos nas ruas.

Enfim, criamos uma combinação de  sistema perverso e monstruoso na área tributária, e nas outras áreas, que inibem qualquer investidor sério.

----------

E para piorar, a mídia resolveu culpar o trabalhador toda a nossa baixa produção, pois é o elo mais fraco da cadeia; jamais a mídia culparia os verdadeiros responsáveis, o setor financeiro rentista, pois estes são anunciantes da mídia. E o Brasil que já tem o salário mais baixo que a China, e caminha para o mais baixo do planeta, poderia abaixar, abaixar, que não resolveria a crise, pois a causa repousa nos juros dos maiores do planeta, incidentes sobre a carga tributária, pois o dinheiro para pagar tais juros parasitas saem do Tesouro Nacional.

Poderia citar outros riscos, como os riscos jurídicos, de muitas empresas quebradas pelo MP, com ou sem provas, gastos de milhões em advocacia, para nada. É um país contra seu povo, contra seus trabalhadores, e contra seus empresários. . Muitíssimo mais arriscado investir aqui no Brasil do que nos países europeus que o Sr. citou, comparação totalmente inapropriada.

Vale mais a pena investir na Colômbia, país que viveu anos de guerra do que no Brasil.

Tem muitos outros fatores, como a tributação antecipada na empresa, que paga o imposto antes de vender a mercadoria, ou seja, o empresário tem no governo um sócio de 40% que recebe antes de vender, e que não lhe retorna absolutamente nada. Absolutamente uma jabuticaba brasileira.

A estas alturas a nossa carga tributária de 36%, já está tão amplificada que pesa muito mais do que os 50% dos países citados pelo Sr.

------------

De um lado o empresário nada quer escutar sobre os imensos sacrificios que serão impostos so trabalhador com a " reforma trabalhista ", e que lhe tornarão talvez impossível a existência.

De outro lado o trabalhador nada quer escutar sobre os imensos encargos que o estado  impõe nas costas do empresário.

E assim, nesta falta de diálogo, o país vai se afundando, até acabar de vez, no fundo do abismo, não sem antes curtir horríveis e pavorosos sofrimentos.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Ze Guimarães

imagem de Ivan de Union
Ivan de Union

TODAS as vezes que se depende

TODAS as vezes que se depende de um dos aspectos tecnicos da sociedade brasileira, do jornalismo aa politica aa investigacao policial ao saneamento basico que seja, TODAS as vezes o Brasil falha miseravelmente.

Um pais de amadores profissionais!

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Eu diria que todo país cujo

Eu diria que todo país cujo estado não vigia a iniciativa privada rigorosamente, mesmo tendo fama de boa capacidade técnica, de jornalismo de qualidade ou polícia eficiente falha miseravelmente. Será que é preciso trazer exemplos de outros países, cujas falhas miseráveis casam dano muito maiores e mais profundos às pessoas, à humanidade?

Não trouxe a questão do saneamento porque não vi relação com o caso da TAM. Mas não creio que seja diferente em países cuja iniciativa privada é desregulada. Não há saneamento básico aos moradores em trailers, tend cities ou outras formas de favela.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Serjão
Serjão

Parabéns ao Nassif e ao leitor

Essa matéria me trouxe à memória aquela tragédia na Boate Kiss.

O comum nas duas:

A quem serve a justiça no Brasil?

(como o tucanato e afins são menores, pequenos, baixos, mesquinhos....)

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Alex Cardoso
Alex Cardoso

Concordo a respeito do

Concordo a respeito do tucanato, mas ambas tragédias aconteceram sob o reinado do PT.

Seu voto: Nenhum
imagem de André élebê
André élebê

  Você é um perfeito exemplo

  Você é um perfeito exemplo da PTfobia, essa insanidade mental instilada pela mídia.

  No primeiro caso, a irresponsabilidade de uma empresa contribuiu MUITO para o acidente - essa é fácil, TÁ ALI EM CIMA no texto que você provavelmente não leu - ou se leu, não entendeu, ou se entendeu, fingiu que é CULPA DO PT.

  No segundo caso, UM EMPRESÁRIO NÃO OFERECIA em sua casa noturna a segurança devida, segurança que devia ser exigida POR FUNCIONÁRIOS MUNICIPAIS do municipio gaúcho. NADA A VER COM O PT.

  O único "reinado do PT" nesses casos é povoar seu desequíbrio mental.

  Não há um único momento em que você para pra pensar que te fazem te trouxa para culpar o PT inclusive por coisas nas quais não teve responsabilidade alguma? ACORDA, PÔ!!!

Seu voto: Nenhum
imagem de Serjão
Serjão

A culpa é do Lula

É do PT.

É da Dilma

Por terem acontecido sob o "reinado" do PT...

Isso quer dizer então que a culpa é do Lula, é do PT, é da Dilma.

Tem um acerta lógica, não entendo muito qual seja, mas deve ter.

Diria o Raul, o Seixas: Assim os discos-voadores nunca vão pousar.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

A quem serve a justiça no Brasil?

Ao Capital. No Brasil e em outros países em que se permite o capitalismo.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Carlos Monteiro
Carlos Monteiro

Correção do texto

Não foi acidente.FOI UM DESASTRE.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Major Zero
Major Zero

Discordo. Pode ate ter td

Discordo. Pode ate ter td isso, mas o limite pra de peso pra pouso eh definido e o piloto sabendo disso deve voar ate gastar o combustivel e atingir o peso ideal. O fato de os passageiros lotarem o aviao e alguns tripulantes irem dentro da cabine do aviao tb nao eh problema, pois isso td entra no calculo, obvio que nao eh igual os palhaços dentro do fusca, ha uma quantidade limite.

o acidente foi simplesmente falta de leitura do manual. O piloto nao leu o manual devidamente, ou nao se atentou a situaçao, ou simplesmente esqueceu do reverso travado.

 

qdo ele posicionou as manetas na posiçao rotineiramente usada qdo nao se tem problema com o reverso, o que ele fez foi "confundir" o aviao. O aviao entendeu que ele estava fazendo algo parecido com uma arremetida e acelerou.

a imprensa saiu logo tentando imputar a culpa ao governo pela falta de atrito na pista, mas com ela terminada ou nao, o acidente ocorreria.

 

alias, poderia estar vazio o aviao, somente o piloto la. Com o posicionamento das manetes da forma que estava, o aviao seguiria o mesmo destino, simplesmente pq ele nao estava posicionado pra freiar.

Seu voto: Nenhum
imagem de Nosde
Nosde

................... POWERPOINT.

Náo tinha PowePoint . . . . .

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de bonobo de oliveira, severino
bonobo de oliveira, severino

Aviões e trens.

O MP (ministério público???) já demonstrou que enfrenta severas dificuldades de atuação quando trata de matérias afeitas a determinados setores como o transporte de passageiros, especialmente se estão envolvidos aviões, helicópteros e, principalmente, TRENS! Assim, para resolver a questão, de forma cabal, imparcial e insuspeita, escalaram o Rodrigo de Grandis. Aquele da "pasta errada" que resolveu de forma definitiva o problema da denúncia de 2009 sobre cartel nas licitações de trens no Tucanistão. Afinal, todo mundo sabia na época que foi o Lula, por meio de seus agentes lobistas do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, infiltrados no Palácio dos Bandeirantes, que organizou as empresas para fazer o acerto de preços na licitação e fraudar a concorrência. O Governador, na época, que não tinha experiência com esse tipo de manipulação das empresas privadas, na sua ingenuidade, nem percebeu que o erário público estava sendo lesado naquela operação.

http://jornalggn.com.br/fora-pauta/caso-cptm-o-procurador-e-a-pasta-errada

 

 

 

 

 

Seu voto: Nenhum

Afinal, o que teria passado pela cabeça do piloto?

Como mortos não falam, sobra a especulação. Já faz algum tempo que o Nassif dedica atenção a esse caso, sempre ressaltanto o efeito deletério do "...programa irresponsável de corte de custos sem pesar as consequências" implantado na TAM. Ora, qualquer pessoa que conheça minimamente o mundo corporativo sabe do que são capazes esses profissionais contratados para cortar custos.

Imaginemos a cabeça do piloto, meia-hora antes de chegar em São Paulo, quando as decisões têm de ser tomadas: avião com excesso de peso, lotado de passageiros e combustível, reverso de uma das asas em pane, chuva torrencial caindo desde cedo sobre Congonhas, pista recapeada recentemente, ausência de grooving, pista curta, etc. O correto seria pousar em Guarulhos/Cumbica, o manual básico de segurança recomendaria isso. Porém, nessa hora terrível, o que será que pesou? Não teria pesado a enxurrada de mensagens recebidas pelos pilotos sobre a necessidade imperiosa de "otimizar" recursos, "fazer mais com menos (adoram isso)", prêmios por economia, e por aí vai?. Desviar um pouso para Cumbica implicaria em: 1. remanejar em ônibus os passageiros de Congonhas para Cumbica; 2. remanejar os passageiros de Cumbica para Congonhas,ao menos 3 horas de trânsito com a marginal congestionada, no pior horário possível; 3. repique do atraso nos demais aeroportos; 4. despesas com eventuais diárias de hotel, etc. 

Aí o piloto pensa na interpelaçao por escrito que certamente receberia em menos de 24 horas, cobrando justificativas e explicações pela decisão por Cumbica, que implicou em custos para a empresa, como explicar isso para o "gestor de custos"? Invocar a segurança dos passageiros? É pouco para esse povo. 

Daí o piloto faz o sinal da cruz, cruza os dedos, invoca a proteção divina e pensa: "Vai que dá". Não deu, 199 se foram. 

Se o de Grandis quisesse, bastava chamar os pilotos para uma conversa. Poderia ser um belo caminho. 

Como dito no início, é uma mera especulação. 

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Júnior 5 Estrelas
Júnior 5 Estrelas

Quem lhe garante que os

Quem lhe garante que os mortos não falam companheiro Fernando J?Depois da vitória bilionária que
logrou na CCJ,Don Altobello tá falando mais que a nega do leite.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Joao Pimentel
Joao Pimentel

TAM

Foi pior, Nassif. Nada a ver com pista, com grooving. O atrito estava ótimo. Pneus, verificaram? São recauchutados. Sim, o ICMS no combustível pesou. Mas o cerne, havia um piloto e um co-piloto sem nenhuma experiência. Um acelerou, o outro freou. Simples.
O avião da Gol pousou com suavidade, 30 segundos antes.
A TAM, sair ilesa?
Não foi o Lula???

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de juan slowski
juan slowski

Porque os pilotos, com

Porque os pilotos, com milhares de horas de voo, com centenas de pousos com reversos pínados, com inumeros pousos em pistas extremamente molhadas, etc. etc. fizeram "tudo" de acordo com os procedimentos padrões e naquele fatídico dia, "decidiram acelerar uma turbina e frear a outra, num pouso comum?

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de j.marcelo
j.marcelo

Nassif presta mais um grande

Nassif presta mais um grande serviço à nação sem memória q somos,relembrando a todos a falta de vontade e dignidade dos protagonistas do judiciário brasileiro q simplesmente vivem o seu mundo particular e interpretam leis de acordo com suas vontades e convicções,e o pior,sem haver punição nenhuma a esta casta,viva o Brasil!

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Júnior 5 Estrelas
Júnior 5 Estrelas

Por motivo de saude nao tenho

Por motivo de saude nao tenho comentado por esses dias,nem tenho a certeza se retomo meus comentarios como n'outrora.Mas a memoria continua intacta e a verve Silveriana a todo vapor.O Moreno de Pocos esqueceu- se de mencionar que esse Promotor cretino,conhecido de outros carnavais, sequer ousou buscar os conselhos tecnicos,da aeromodelacao no seu conceito mais puro e indispensaveis de Andre Araujo.O acidente do King Air que vitimou o Ministro Teori Zavaski,ele decifrou em uma so lapiada.

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de j.marcelo
j.marcelo

Melhoras Júnior,é q não vinha

Melhoras Júnior,é q não vinha ao caso eles fazerem o seu trabalho de "justissa"!

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de ze sergio
ze sergio

por....

A razão do acidente não foi terem colocado uma pessoa sem qualificação na ANAC, e esta ter liberado uma pista sem condições de segurança? Mas se foi ou não foi, deveria ser um assunto técnico.E não politizado, ainda mais sobre aviação. E pior, por preferências políticas, diminuirem as investigações técnicas a este respeito. Inclusive a Imprensa. O que sei, é que uns dias antes passando pelo aeroporto havia um jato da BRA encima da Av.  Ruben Berta, virado no sentido do prédio da TAM. Achei muito estranho. Chegando em casa, descobri que não conseguiu frear e parou no gramado no fim da pista após um "cavalo de pau", evitando uma tragédia.  A pista de Congonhas foi totalmente reformada, os sulcos no asfalto refeitos de forma mais rigorosa em relação aos padrões internacionais, não são mais autorizadas aterrissagens com chuva, foi construído ampla área de escape e as pistas aumentadas de extensão. Os jatos iguais ao modelo da TAM continuam a descer com segurança com o reverso pinado por todo o Mundo. Tirem a conclusão que quiserem.    

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Nostredamus Tupiniquim
Nostredamus Tupiniquim

Por que a insistência em culpar a pista??

O avião não derrapou, deslizou, aquaplanou, nada disso. Ele simplesmente passou direto por falha dos pilotos no manejo dos manetes. Mesmo que a pista já estivesse com os sulcos teria acontecido da mesma forma.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Jotage
Jotage

Oras bolas leitor!

Caro leitor que se deu ao trabalho de levantar as condições do avião na aterrisagem. Tudo isto seria o primeiro passo de uma investigação séria.

Depois passaram para o de Grandis.

Se era para procurar causas não passariam para ele. No caso era para ocultar, e deu certo.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Serralheiro 70.
Serralheiro 70.

Um passado que nos condena.

O top, top,top do conselheiro de Lula quando recebeu a notícia do reverso travado mostra que o pig e demais golpistas perdiam  naquele instante a possibilidade de incriminar o governo pela queda do avião . A Tam nunca seria incomodada. E não tinham moro a serviço golpe. Mas ele já estava engatilhado. Do memo modo que a queda de Getulio precedeu o golpe de 64.-

Seu voto: Nenhum (6 votos)

MP a serviço de quem ?

Rodrigo de Grandis é aquele procurador que "esqueceu" numa pasta, por mais de 2 anos, o processo de corrupção da Siemens e Alstom com o governo de SP.  Apesar dos insistentes pedidos oficiais do Ministério da Justiça e das autoridades suícas, ele alegou que "esqueceu"...

Rodrigo de Grandis é um exemplar do atual Ministério Público.

 

Seu voto: Nenhum (12 votos)
imagem de Ralfo Penteado
Ralfo Penteado

TAM, CONGONHAS, 100 mortes....

Apenas esclareço : NADA é arquivado POR ACASO. Está lá aposto e bem, ARQUIVE-SE.E o servidor arquivou.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de jossimar
jossimar

Se o procurador tivesse se

Se o procurador tivesse se empenhado mais chegaria a conclusão de que a culpa foi do Lula.

Afinal, é para isto que o MPF serve, culpar o Lula.

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de Tursi
Tursi

Moro decide

Caísse nas mãos do juiz Sérgio Moro, que agora é investigador também, a sentença seria clara: a culpa é do Lula. Conclusão à que também chegou na época a classe média paneleira de São Paulo.

Seu voto: Nenhum (12 votos)
imagem de Sérgio Rodrigues
Sérgio Rodrigues

Ato Falho!...

Para mim, um ato falho do piloto.

A máquina queria arremeter e o homem queria pousar!...O piloto, pelo que informaram na época, era egresso da Gol, portanto, pilotava Boeing, cujo Sistema Operacional é iferente do Airbus, este, não permite o contrôle total do piloto sobre a aeronave, como no Boeing.. O Airbus é conduzido pelo computador. Tudo indica que as condições operacionais para o pouso não estavam obedecidas, e, o computador, rejeitava o procedimento, mas o piloto insistiu!...

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de fernando oliveira
fernando oliveira

"Aqui no Blog um leitor

"Aqui no Blog um leitor trouxe o fio da meada para entender o acidente....." Esse leitor tá querendo demais. Tá querendo até que a "justiça" funcione(seja correta mesmo) n"ESSA PORRA". Num tá vendo aí a pocilga instalada no que seria a administração central d"ESSA PORRA" e ninguém faz nada???? Tão todos os dirigentes d"ESSA PORRA" apostando no quanto pior, melhor??? Política de terra arrasada mesmo. Até parece que esses velhos ladrões senis não deixaram descendentes que, bem ou mal, herdarão a miséria que eles estão plantando.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.