Revista GGN

Assine

É hora de prender os black blocs da rua e segurar os da PM

Jornal GGN - No final de outubro, os black blocs agrediram a pauladas um coronel da PM. Já não fosse grave, o fato gerou uma reação da corporação de ir até as últimas consequências. Breve artigo de Luis Nassif sobre os dois lados da questão geraram 337 comentários, o que lhe garantiu o quinto lugar entre os mais comentados do ano passado.

É hora de prender os black blocs da rua e segurar os da PM - Luis Nassif

Após o espancamento do seu oficial, o que a Polícia Militar deve fazer, daqui por diante: Identificar os cabeças que comandam o vandalismo nas cidades, prendê-los e leva-los a julgamento por formação de quadrilha. E que recebam penas severas. A agressão a um oficial da PM – ainda mais nas circunstâncias relatadas -  é uma quebra de ordem gravíssima, sim. Se não houver punição exemplar, essa maluquice irá se espalhar como um rastilho de pólvora.

Não há o que justifique o quebra-quebra e o vandalismo. A “revolta” dos black blocs contra o status quo é a mesma que estimula as torcidas organizadas a lincharem os rivais em eventos esportivos, o espancamento de gays, os movimentos de manada: é a celebração irresponsável da violência pela violência. Não se deve embarcar nessa tentativa de legitimação política contra as mazelas sociais. Houvesse um fato pontual que justificasse um momento de indignação coletiva, vá lá; mas é um movimento sistemático de violência contra tudo ou contra nada.

Mas essa história da PM anunciar que vai até às últimas consequências - e repaldada por uma condenação generalizada contra os vândalos -  provoca calafrios maiores do que assistir a um quebra-quebra de black blocs.

Na última vez que a PM se comportou assim, em maio de 2006, foram assassinadas mais de 500 pessoas. E nem o Ministério Público, a Justiça, a imprensa, as ONGs e a sociedade civil paulista moveram uma palha contra esses crimes. No Rio, tentou-se utilizar o cansaço coletivo contra as manifestações incluindo os professores na categoria de vândalos.

É necessário muita, mas muita cautela para separar o joio do trigo e manter sob controle os templários da PM.

O Secretário de Segurança de São Paulo – que é pessoa séria – terá seu maior desafio: segurar os black blocs da PM, ser rigoroso na apuração dos crimes (e ser rigoroso significa não sair caçando qualquer suspeito para mostrar serviço).

Seria importante que a OAB, as ONGs pela paz e contra a violência, o próprio Ministério Público Estadual montassem forças tarefas para prevenir abusos, assim como garantir a punição dos verdadeiramente culpados..

Média: 4 (107 votos)
330 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

explicado

Bem, que eu tava achando estranho um pessoal com ideias bizarras aqui, aí eu confirmei o que eu já suspeitava, esse artigo tá na página inicial do IG (http://www.ig.com.br/) .

Basta dizer que lá elegeram o FHC como o melhor presidente da história do país.

Seu voto: Nenhum (11 votos)
imagem de Cunha
Cunha

  " Na última vez que a PM se

 


" Na última vez que a PM se comportou assim, em maio de 2006, foram assassinadas mais de 500 pessoas. E nem o Ministério Público, a Justiça, a imprensa, as ONGs e a sociedade civil paulista moveram uma palha contra esses crimes"


ACORDA, DILMA, PELO AMOR DE DEUS. 


A COPA É UM PRATO CHEÍSSIMO PARA ESSA GENTE E PARA  OS INIMIGOS DA DEMOCRACIA.


O BRASIL VAI RETROCEDER À IDADE DA PEDRA E TODAS AS CONQUISTAS CONSEGUIDAS COM TANTA DIFICULDADE SERÃO PERDIDAS.


Será possível que o governo federal não esteja ciente dos riscos que correremos no ano que vem?


 


 


 


 


.

Seu voto: Nenhum (13 votos)
imagem de Marilza de Melo Foucher
Marilza de Melo Foucher

Black block

A diferença com a maioria dos jovens brasileiros é que eles reconhecem que vivem numa democracia e que o Brasil mostra sua cara. Eles nao precisam esconder sua ideologia, se tem que protestar por melhorias de serviço publico eles podem fazer, se tem que protestar contra a violência da policia eles podem fazer. Os jovens para isso mostram suas caras, nao sao covardes, nao tem nada pra esconder, nem do que temer. Agora vamos reconhecer que os policiais no Brasil principalmente de Sao Paulo e Rio deveriam receber uma formaçao sobre o tema segurança com cidadania, pois a maioria nao sabem ou nao querem saber que vivemos hoje num Estado de direito, eles estao la pra defender a ordem mas nao precisam usar da violência, eles estao la pra proteger os cidadaos, os que estao mascaradois para provocar vandalismo e provocar a violência gratuita devem ser presos! 

Seu voto: Nenhum (12 votos)

Vidraça...

Há há!

Os Black blocs devem ter quebrado a vidraça da casa do LN. Até bem pouco tempo eles eram uma gangue bem defendida aqui no blog, suscintamentementemente, mas defendida.

O ovo chocou e a serpente é bem maior do que achavam que poderia ser. Vamos ver o que a falida PM vai fazer de truculente contra estes jovens manifestantes.

O que eles são? Manifestantes, sim. Mas dos que vão pro pau contra a polícia.

Manifestação pacífica? Quem inventou esta idiotice. 

Seu voto: Nenhum (18 votos)
imagem de JorgeLuis
JorgeLuis

Quem inventou eu não sei, mas

Quem inventou eu não sei, mas conheço alguns "idiotas" que curtiam a ideia: DALAI LAMA, MARTIN LUTHER KING JR, JOHN LENNON, CHICO MENDES, MAHATMA GANDHI... Não. Nenhum deles está em GTA V.

Seu voto: Nenhum (11 votos)

Boa!

Então eles esqueceram de combinar com a polícia na época das manifestações, a polícia sempre bateu, independente se a manifestação era pacífica ou não.

E pra mim, manifestação pacífica é quando não existe agreção entre os manifestantes e a polícia.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

  Então é só isso? É só

  Então é só isso? É só revanche contra a polícia? Será que os BB precisam EMPASTELAR manifestações legítimas para isso?

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Leo V
Leo V

Desculpa Nassif, mas nunca li

Desculpa Nassif, mas nunca li um texto seu tão ruim.

Sem contexto de como ocorreu a agressão ao Coronel. Sem contexto do histórico da PM.

Resposta conservadora a um fato editado, destacado.

E sobre os agredidos e mortos pela PM, nenhum brado pelo fim da polícia?

 

Seu voto: Nenhum (25 votos)

O Blog cobra periodicamente a

O Blog cobra periodicamente a apuração das chacinas de maio de 2006 e a desmilitarização da Polícia Militar, além de denunciar sistematicamente abusos da PM.

Seu voto: Nenhum (18 votos)
imagem de Aloprado
Aloprado

Isso vai virar uma Guerra

Isso vai virar uma Guerra civil logo... logo..

Seu voto: Nenhum (10 votos)
imagem de Bruna Garcia
Bruna Garcia

um menino morre na Zona

um menino morre na Zona Norte, vítima de assassinato a sangue frio pela pm que foi chamada por causa de som alto e todo mundo só fala babaquice sobre esse coronel. Coronel que tá longe de ter apanhado degraça...
"Houvesse um fato pontual que justificasse um momento de indignação coletiva, vá lá; mas é um movimento sistemático de violência contra tudo ou contra nada." São Paulo não é motivo de indignação coletiva?? em que cidade você vive? É mais fácil contar o que não é indignante em SP do que o que é!
E a única violência que houve contra o tal do PM tá longe de ser contra tudo ou contra nada... eu diria ainda que tá mais pra defesa e reação do que para violência (ainda que se possa discordar da ação em si)
Quanto a quebra de coisas materiais, que não é violência, pq propriedade privada não pode ser vítima... ela é bem selecionada sim! Ou ninguém tá lendo que os pequenos comércios tão intactos enquanto algumas vitrines de bancos foram quebradas?
Galera tá mais preocupada com a integridade física desse policial do que dos manifestantes que ficaram respirando gás, humilhados, apanharam e passaram a noite de graça presos... 

Seu voto: Nenhum (16 votos)

  Não precisa enfeitar o

  Não precisa enfeitar o pavão, é só dizer o seguinte: EM QUÊ e COMO o vandalismo dos BB vai melhorar a cidade, o estado, o país?

  A "galera" não tem é paciência pra filhinho de papai que se acha o Zorro.

Seu voto: Nenhum (12 votos)

Estúpida tática

ESTÚPIDA TÁTICA - Violência da PM e Black Blocs. Uma perfeita e complementar sintonia. A truculência da polícia ainda está na coleira e a 'tática' dos parasitas fantasiados dos movimentos sociais (Black Blocs) acirra o ódio dos policiais. 

O enfrentamento é inevitável, o acirramento vai aumentar. E as fantasias dos parasitas ajudam gigantescamente o trabalho de infiltração. 

Infiltração esta que sempre existiu, mas que no caso dos Blacs, em função das alegorias carnavalescas pseudo revolucionárias, facilitam sobremaneira o trabalho da polícia. 

E, antes que eu me esqueça, o que é mesmo que os milicianos oferecem para as comunidades e favelas onde atuam, em diferentes lugares do Brasil? 

Isso mesmo, eles oferecem "proteção"! E o Black Bloc? 

Diz que oferece "proteção" aos movimentos populares, contra a truculência da polícia! Então está bem... 

E ainda tem alguns setores de esquerda, cegos para os fatos, e desconhecedores da história, que seguem romantizando a 'tática' dos fantasiados. Lamentável. 

 

E que tal essa nova pérola que surgiu agora? A nova moda é dizer que os Black Blocs são presos políticos! Só pode ser piada... 


Primeiro, o que esses jovens sem causa fizeram para serem considerados 'presos políticos'? Assaltaram algum quartel, encamparam alguma fábrica, tentaram derrubar algum governo? 

Não, o que se tem visto é o incessante quebrar de vidraças, de lixeiras, de paradas de ônibus e de placas de trânsito! 

E em função disso querem dizer que se deve considerar os fantasiados como 'presos políticos'? É o cúmulo da maluquice. 

Não, não são presos políticos. Cometem delitos comuns, bem chinfrins, diga-se de passagem, nada mais do que isto. 

Ficarão até 2.559 quebrando vidraças e se auto intitulando como "revolucionários", algo que não são, nunca foram e que jamais serão.

Seu voto: Nenhum (26 votos)

Diogo Costa

presos

Diogo,  e vc acha que os que estão presos são os que quebram as vidraças ou os que a PM pega aleatoriamente pra mostrar serviço?

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Aleatoriamente na maioria esmagadora das vezes

Acho que a PM, truculenta até onde a vista alcança, prende o primeiro que surge na frente dela. Justamente por isso que existe há décadas a luta pela desmilitarização e unificação das polícias, bem como pelo fim dos autos de resistência, etc.

 

O meu ponto nessa história toda é dizer que a 'tática' Black Bloc é contraproducente, é o combustível de que a polícia precisa para aumentar ainda mais a sua habitual truculência. Esse é o ponto.

Seu voto: Nenhum (15 votos)

Diogo Costa

sim, concordo.

sim, concordo.

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Sem esperança
Sem esperança

Estado anárquico.

Não há esperança. Estamos em um estado anárquico sem volta! Salvem-se quem puder. Parabéns Lula, Dilma, Genuíno, Zé Dirceu, PT....

Seu voto: Nenhum (14 votos)
imagem de claudio mesquita
claudio mesquita

Pôxa, o sem esperança colocou

Pôxa, o sem esperança colocou sem querer o mote que, parece, se querer atingir até 2014.

Hoje fui tentar assistir novamente o vídeo "O negócio da revolução" e não estava mais disponível. É que depois de ver o tal vídeo fiquei com a pulga atrás da orelha, mesmo sendo bastante cético a respeito de teorias da conspiração.

É que tem comentarista aqui do blog comunista de carteirinta, adorador de Marx e Lenin e defensor ferrenho dos BB, que andou postando vídeos do Otpor, movimento que utilizou os black blocs para derrubar governos de vários países e que parece ser financiado por agências americanas.

Vendo uma das manifestações contra Sergio Cabral no Rio, tem uma cena dos BB subindo a rua das Laranjeiras em que êles fazem exatamente o mesmo gestual, braço a braço gritando huh, huh e batendo os pés no chão, do vídeo do Otpor.

É um gestual poderoso que pode ser usado para emancipação ou subjugação de pessoas, quem tem alguma intimidade com terapias como a bioenergética pode entender. Manipular jovens "insatisfeitos" é muito fácil. Você pega a frustração de uma vida vazia e sem sentido e transforma em revolta contra o sistema, usa o conflito com a autoridade do pai, comum na maioria dos jovens, e transforma em ação contra a autoridade do "estado opressor", o jovem tímido se sente poderoso no meio do grupo, isso vira quase uma religião. O imaginário dos jovens é trabalhado com competência de profissional, ai de quem discordar. Então a coisa sai do racional e vira instinto, o espírito de manada ou horda.

O cúmulo da ironia é que o país maior inimigo dos comunistas parece usar justamente os comunistas para seu trabalho sujo, que é instituir um estado anárquico no Brasil, como usam a Al qaeda (é assim?) para desestabilizar os países do oriente,

Bom, isso é só uma pulga. Imagina na Copa.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Mistura de alhos com bugalhos e baralhos

O que os comunistas têm a ver com os BlackBloquers? Nada, mas nao importa, o Cláudio gosta de delirar e confunde suas projeçoes com a realidade... E olhem que nao sou comunista, mas nao aguento tanta falta de objetividade e tanta acusaçao maluca. 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de claudio mesquita
claudio mesquita

Ué, mas não são os comunistas

Ué, mas não são os comunistas que vivem pregando aqui a derrubada do estado burgues? Não imaginei nada o Paulo Kautsher postou aqui os vídeos da Otpor com uns mascarados de preto muito parecidos com os BB, com as mesmas táticas e gestos, inclusive aquela foto-fetiche de vários homens em marcha pegando pedras no chão. Pelo que êle já postou aqui parece comunista de carteirinha. Quem é que está jogando pedra o tempo todo?

Agora, não tenho saco pra ficar nesse tico e teco: se eu não gosto dos BB, sou a favor da PM.

Fase 1 - desmoralização das forças de segurança do Estado (vide comentários do post)

Cada um com seu delírio

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Ednaldo Baarbosa
Ednaldo Baarbosa

Resposta estado anárquico

Responsabilidade por segurança pública é do estado. O que tem Dilma, Lula, Genuino a ver com as obrigações do Estado de São Paulo? 

Seu voto: Nenhum (9 votos)

Enquanto se fica discutindo a

Enquanto se fica discutindo a ação anônima e classe média dos blackblocs no centro de SP e na Av. Paulista, quebrando vidraças e destruindo caixas eletrônicos p/ postar no facebook, nas periferias os moradores se revoltam contra a Polícia, como sempre.

Isso não é nenhuma novidade. Ninguém usa máscara ninja. Ninguém se denomina black bloc. Os "manifestantes" são presos ou morrem. E não há nenhum advogado esperando. Essa guerra não é feita com bala de borracha, spray de pimenta e nem é transmitido pela mídia ninja. 

Aqui é vida real e rotineira. Aqui se mata. Sem motivo.

 

 

"Por que o senhor atirou em mim?", perguntou jovem a PM que o matou, diz mãe

 

 

A mãe do jovem, Rossana de Souza, disse ao telejornal que o filho cursava o 3º ano do ensino médio e era funcionário de uma lanchonete do bairro de Pinheiros, na zona oeste. "Ele acordava todo dia às 4h30 para ir trabalhar. Voltava, tirava uma sonequinha e ia para a escola", lamentou. "Ele ainda perguntou: 'Senhor, por que o senhor atirou em mim?' Nem ele sabe por que tomou um tiro", disse. "Eles [policiais] não sabem a dor que estou sentindo", desabafou.

A PM instaurou inquérito para apurar se o tiro que partiu da arma do PM e atingiu o tórax do jovem –que morreu instantes depois no Pronto Socorro do bairro --foi acidental. De acordo com a polícia, os PMs tinham ido atender uma ocorrência de som alto na rua em que estavam os irmãos.

AmpliarProtestos em São Paulo200 fotos1 / 20028.out.2013 - Ônibus foram queimados e ruas foram bloqueadas durante um protesto de moradores na Vila Medeiros, na zona norte de São Paulo, no domingo (27). O protesto aconteceu depois que Douglas Rodrigues, de 17 anos, foi morto durante uma abordagem policial. Segundo a polícia houve um disparo acidental. O policial militar que efetuou o disparo ao atender uma ocorrência de som alto foi, segundo a PM, "autuado em flagrante delito por homicídio culposo (sem intenção de matar)" Cristiano Novais/CPN/Estadão Conteúdo

O PM que atirou em Douglas havia ido ao bairro com outro policial para atender uma ocorrência de som alto. Ele foi autuado em flagrante por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) e foi encaminhado ao presídio militar Romão Gomes, na zona norte da capital. Há dois anos na PM, ele tem 31 anos de idade.

O jovem é velado em uma igreja da Vila Medeiros, na zona norte. O enterro está marcado para as 15h no cemitério Parque dos Pinheiros, no Jaçanã, na mesma região. 

Morte causou revolta em moradores

A abordagem dos PMs aconteceu ontem às 14 horas. Cerca de duas horas depois, revoltados, moradores da região fizeram um protesto que terminou com três ônibus de transporte coletivo queimados, assim como um veículo que estava estacionado em uma das ruas do bairro. Lojas e agências bancárias também foram depredadas, e lixeiras, queimadas.

Em nota, a assessoria de imprensa da polícia informou que dois PMs "atendiam ocorrência de perturbação do sossego, quando suspeitaram de dois indivíduos e decidiram fiscalizá-los."

"Ao sair da viatura para realizar a abordagem, por motivo a esclarecer, houve disparo acidental, que atingiu um adolescente, de 17 anos, no tórax.  O fato se deu na rua Bacurizinho, esquina com a avenida Mendes da Rocha, por volta das 14 horas. A vítima foi imediatamente socorrida ao hospital Jaçanã, mas faleceu", diz a nota da PM.

Uma testemunha, moradora do bairro, confirmou ao UOL que a abordagem da PM ocorreu por conta de som alto. "Nesta abordagem o policial ao sair do veículo acabou baleando um motorista", relatou, sob a condição de anonimato.

O caso é investigado também pelo 73º DP (Jaçanã), onde os PMs envolvidos na abordagem foram ouvidos ontem à noite.

 

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Tá faltando um...

Quase perfeita a posição do Nassif. Salvo por esta lacuna, nada secundária aliás: o post é paulista, mais ainda, paulistano demais! Não se trata de um problema exclusivo de SP e do Secretário de Segurança paulista. Afinal, como o próprio artigo traz, esse tipo de ação também se dá no Rio -- e, acrescentemos, fora do eixo Rio-SP também. Logo, é igualmente problema da União e, no seu âmbito (do gov. federal), do Ministério da Justiça. Como é que, depois de tanto tempo com esses atos ocorrendo, o ministro não convidou os secretários de segurança nem que fosse para uma simples conversinha sobre o assunto? Por quanto tempo ainda o gov. federal vai continuar tirando o corpo fora dessa questão candente? Fica até parecendo que quer jogar toda a responsabilidade pela necessária reação de Estado no lombo dos estados federados. Até quando nós, cidadãos, vamos ter de aguentar a inoperância e a permanente ausência do min. da Justiça?

Seu voto: Nenhum (10 votos)

"O mundo estaria salvo se os homens de bem tivessem a mesma ousadia dos canalhas" Nelson Rodrigues

imagem de Neco Hayashi
Neco Hayashi

Mascarados

Manifestação tudo bem. Mascarados já é outra coisa. Assemelha-se a terrorismo.

Seu voto: Nenhum (9 votos)

Cadê o Ministro da Justiça?

É um momento perigoso, sem dúvida.

Mas acho que está faltando pulso da Presidenta Dilma: cobrar uma atuação mais forte do Ministério da Justiça.

Até parece que não temos ministro.

 

Seu voto: Nenhum (13 votos)
imagem de Eduardo Pereira
Eduardo Pereira

Black-Block e GTA - muito em comum

Vi Rasga Coração nos anos 80 no Rio. Na época tinha 20 e pouquíssimos anos. Levei um soco no estômago e um beijo de vida na alma. A peça é tão fabulosa que o Luca que eu fui naquele tempo, vê-se como o Manguary Pistolão na atualidade, diante deste “aparecimento” dos Black-blocks.

Isto posto vamos ao que interessa: na hora do vamos ver essa rapaziada só levou água para o moinho do que há de pior no ser humano e na sociedade brasileira.

Transformaram a movimentação politica da sociedade num imenso GTA, jogado em tempo real. Imagino até que o rapaz “cadeirante” que pode ter acertado o coronel da PM deve ter ganho muitos pontos na ação. Deve ter perdido um monte deles também por ter ido em cana e talvez deixe de jogar um tempão se for condenado.

Acredito também que o resultado concreto da ação desta galera, no movimento dos professores do Rio de Janeiro foi o mais nefasto possível. Primeiro entre os professores que expostos à violência do estado e dos grupelhos e “escovados” pela mídia, acabaram por ter que sair das ruas, em segundo pela tibieza e leniência da direção ao não se desvincular totalmente destes elementos, excluindo-os de qualquer atividade pratica em relação ao movimento, possibilitando um novo calendário de mobilização de rua e por fim ajudou a ressuscitar o Fux, servindo de Bombril para a limpar a barra dele.

Não sou tão estúpido assim em não entender que a violência também é arma politica. Mas assim como nos filmes de julgamento, estou sempre buscando entender a motivação, o caroço debaixo do angu.  No caso do Brasil o que iniciou como uma reação à brutalidade do estado transformou-se num culto à bestialidade em si mesma. Não consigo ver nenhuma motivação mais profunda que a vontade de jogar um vídeo game ao ar livre, em 3D, valendo a vida ou morte.

Todos nós temos um “black-block” ao lado. Não são criminosos ou delinquentes. São apenas burros.  Não entendem o jogo pesado que é jogado a partir das suas ações, não articulam nada alternativo à violência-pela-violência como forma de se adaptar à nova realidade politica e cada vez mais se isolam em seus facebooks.

Como fazê-los entender isso, que eles mais fazem parte do problema que da solução é um baita desafio.  Não acredito que criminalizando esses idiotas se resolva este problema. Mas esse é problema do estado, à sociedade cabe a função pedagógica de excluir esse segmento (“des”) organizado de qualquer atividade organizada. Se os malucos querem ir pra guerra, que vão. Mas sem o biombo do movimento social. Se querem checar o estado e quem quer que seja beleza, boa sorte, mas me deixa em paz. Não se meta nos meus problemas e deixe que eu me organize e aprenda uma forma melhor pra arrancar o que eu preciso.

Não preciso de, literalmente “batedores”, pit-boys, de membros de torcida organizada, de molecada movida a video-game para fazer com que minhas demandas sejam atendidas. E acho que o Brasil também não. Meu lado Manguary me sopra a questão: Quem precisa disso hoje, da violência, não das mobilizações? O ganho e o gozo por essas atitudes compensam as perdas e o desprazer geral?  E ai chegamos no ponto de essas ações servirem para desentocar a besta que vive em todos nós. Uns pra condenar outros para defender esse método. A discussão acaba no quebra tudo mesmo e prende e mata todos os black-blocks, mata mais os blacks que os blocks pra aproveitar e fazer uma faxina geral.

 Não vivo em um pais em guerra civil. Aqui não é Egito , com todo o respeito ao pais. Aqui tem eleição, todo mundo fala o que quer , inclusive eu com esse monte de besteira , posso me manifestar quando quero e isso é muito importante. Que digam os que não podem fazer essas coisas básicas.

Para encerrar ínsito : cada família tem um black-block potencial no seu seio. Portanto , famílias ,  cumpram seu papel. O estado não e responsável por tudo. É de uma grande parcela , mas não de tudo. À família cabe mais. Ela deve acompanhar e formar seus membros e não deformá-lo com sua visão de mundo. Colocar sempre limites para que haja a percepção de quem nem tudo é possível . E ter a firmeza moral para saber sempre ponderar entre o certo e errado e mais que isso,  avaliar  as consequências dos atos praticados nos que nos cercam.

Seu voto: Nenhum (13 votos)
imagem de JorgeLuis
JorgeLuis

Sabe os caras que queimaram o

Sabe os caras que queimaram o índio em Brasília? Sabe os caras que espancaram um rapaz em uma boate em SC? Sabe os caras que espancaram um rapaz que tentou defender um mendido que estava sendo agredido no RJ? Sabe os caras que agrediram um rapaz com uma lâmpada fluorescente em SP? Sabe os caras... ?

A única diferença é a máscara preta...

Seu voto: Nenhum (18 votos)
imagem de DanielQuireza
DanielQuireza

Tem alguma coisa de muita

Tem alguma coisa de muita errada neste tal espancamento do policial.

Uma vez fui parado na rodovia, por policiais rodoviários, o policial chegou perto do meu carro ja com a arma em punho. Imagina se eu tivesse feito menção em agredí-lo de alguma fora ? Tomaria um tiro, fácil, fácil. Claro que atitude do policial neste caso que aconteceu comigo foi exagerada, e eu não havia feito nada, mas também não precisa ser tão bonzinho assim como o policial que foi agredido.

Se os policiais estão sendo agredidos, e ainda por bandos, sem poder reagir, imagine o cidadão comum.

O governador tem que dar um jeito na sua PM, senão a coisa vai para o brejo. E o Governo federal também tem que tomar atitudes. Endurecer com esse pessoal nas ruas, crias e cumprir regras para as manifestações, trabalhar com inteligência para desmantelar e processar duramente esse grupo de criminosos. É o mínimo.

Seu voto: Nenhum (12 votos)
imagem de A Alcantara
A Alcantara

Quebrando tudo

Alguém está vendo alguma manifestação contra o roubo do IPTU em São Paulo ?

Interessante como este assunto esta confinado a poucas associação de moradores, que estão tentando evitar que o povo de São Paulo seja saqueado no IPTU. Os vereadores estão se fazendo de "mortos", o nosso ilustre prefeito finge que ele está fazendo o melhor pela cidade e no fim todos, desde pobres a ricos, vão pagar IPTU abusivo.

Enquanto se discute quebradeiras, quem tem direito de apanhar e bater, caminhamos para mais uma aberração tributária, o IPTU (200% de aumento em 3 anos).

Vivaaaaaa !!!!!!!!!!!!!

 

 

 

 

Seu voto: Nenhum (14 votos)

É a luta de classes...

Ninguém vai se indignar com justiça sendo feita:

Seu voto: Nenhum (11 votos)
imagem de LDP
LDP

Morro de pena dos favelados

Morro de pena dos favelados da Vila Nova Conceição, Alto de Pinheiros, Vila Mariana e adjacências. A penúria pela qual essa sofrida gente passa torna imoral um aumento médio de 19% do IPTU de suas taperas de quatro dormitórios e seis vagas na garagem. Me solidarizo com o Sr. Alcântara nesse momento grave pelo qual ele e seus companheiros dessas comunidades tão desassistidas estão passando. Um fraternal abraço.

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de DanielQuireza
DanielQuireza

E nao está de acordo com a

E nao está de acordo com a valorização imobiliária ?

Seu voto: Nenhum (14 votos)
imagem de ArthurTaguti
ArthurTaguti

Se depender da valorização

Se depender da valorização imobiliária, o paulistano tá lascado.

Há 5 anos atrás, dava para comprar um belo apartamento, 2 quartos, 63 metros quadrados, no coração de Pinheiros, há um quarteirão da futura estação "Oscar Freire", pela "bagatela" (atenção as aspas) de R$ 300.000,00.

Não só lá.

Um "apê" novinho, com a mesma metragem, no centro nervoso do bairro Cerqueira César, do lado do Conjunto Nacional, há um quarteirão da Avenida Paulista e dois do Metrô Consolação, saía por R$ 400.000,00, R$ 420.000,00.

Hoje, 2013, este mesmo apartamento não sai por menos de R$ 700.000,00 (estou falando do de Pinheiros) e SP está caminhando a passos largos para o padrão "lata de sardinha" que vemos em Tokyo, com apartamentos de 19 metros quadrados.

Agora a pergunta que vale um milhão: a renda do paulistano aumentou na mesma proporção? 

Isto para ilustrar que este negócio de basear aumento do IPTU em razão da espec..ops, valorização imobiliária é uma furada. Caso seja assim, teríamos que aumentar, e muito, o IPTU de Itaquera, Campo Limpo, Capão Redondo, Guaianazes, porque a valorização imobiliária foi geral.

Os preços estão inchados, e ou cairão, ou ficarão um bom tempo neste patamar de preço, até a renda do morador de SP crescer na mesma proporção.

Agora, eu concordo com o aumento do IPTU proposto por Haddad, mas por razões outras.

Rico no Brasil paga muito pouco imposto, principalmente porque os que incidem sobre renda e patrimônio (IR, IPTU, IPVA, etcéra) possuem alíquotas ou bases de cálculo muito injustas.

Por isto a toxicidade da política tributária do governo federal, de desonerar impostos sobre o consumo (desfalcando a União de bilhões e mais bilhões em receita que poderia ser investida em áreas sociais) sem o correspondente aumento de alíquotas de IR para os setores com renda mais polpuda.

A faixa de alíquotas do IR, aliás, é um acinte, colocando na mesma faixa assalariados que ganham R$ 5.000,00 com privilegiados que faturam R$ 1 milhão. Por isto, creio eu, acertada a decisão de Haddad de aumentar mais o IPTU das áreas mais ricas. 

Seu voto: Nenhum (9 votos)

Bingo

Bingo

Seu voto: Nenhum (12 votos)
imagem de Phillip
Phillip

Valorização imobiliária,

Valorização imobiliária, Daniel, é uma ficação que só se torna real em caso de venda do imóvel, sobre a qual já existe pesada tributação.  A sua, inclusive, casa de moradia, pode valorizar o quando seja, que continua sendo seu lar. Pagar mais por isso, simplesmente ao continuar morando no local, é pura má fé...

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Também tem as margens de

Também tem as margens de lucro exorbitantes no Brasil, que chegam a beirar 50% do preço final...

Seu voto: Nenhum (3 votos)

A margem de lucro dos

A margem de lucro dos empreendimentos é de 20%.

Dos acionistas, obviamente, é muito maior por trabalharem alavancados. Lógico, pagam ao banco por isso.

 

Não confunda custo de construção com custo do empreendimento.

Num empreendimento imobiliários os custos serão a grosso modo de

50 a 60% Obra

Projetos, marketing, legalização, aprovação 10 a 15%

Impostos 4 a 7%

Terreno 10% - terreno varia de acordo com o tipo de empreendimento. alto padrão pode ser 50%. 0 a 3 do MCMV até 6%.

A média para classe média é de 10.

 

O somatório na média dá 80% ficando 20% de lucro do empreendimento. O lucro do "investido" será maior porque ele não coloca 100% do dinheiro.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de A Alcantara
A Alcantara

Você paga IPTU ? Como deve

Você paga IPTU ?

Como deve ser teu pai ou teu avó, pergunta p/ eles se acham justo.

Se você gosta de dar dinheiro p/ político desviar, pega teu salário e deposita direto em contas dos partidos.

Ou então faz diferente, monta uma empresa p/ pagar salários dignos e aguentar toda carga tributária do país. Depois, coloca teu depoimento aqui se você sobreviver. Exceto, se todo ano aumentar em 30% teus preços, fora a inflação. Ok?

 

Seu voto: Nenhum (10 votos)

O Nassif foi muito bem até

O Nassif foi muito bem até falar em formação de quadrilha.

Isso já nem deveria existir no código penal. O tempo de Lampião acabou...

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de Ederval Rossi
Ederval Rossi

Justiça

Nassif, seu comentário é pertinente, sou totalmente contra a baderna e quebra do patrimonio alheio, porém sou mais contra ainda uma tropa de policiais descerem o porrete, atirarem balas de borracha em professores, ou qualquer outra categoria que revindica seus direitos. A balança da justiça tem que ser efetivamente "justa" para os dois lados, pois quando é a polícia que bate, vêm os seus Coronéis Comandantes falando que irão apurar os fatos e dizem que "talvez" possa ter havido excesso da tropa e acaba não dando em nada. Quando esses baderneiros deram uma coça no Coronel prenderam mais de 90 no mesmo dia (que eficácia hein), indiciaram outros por tentativa de homicídio, roubo, formação de quadrilha e outros artigos mais. Eu particularmente nunca vi um policial sendo indiciado por tentativa de homicídio quando cegou um manifestante com balas de borracha, ou quebrou não sei lá quantos ossos de determinado manifestante. A JUSTIÇA TEM QUE SER LITERALMENTE CEGA.  se não esses movimentos de Black Blocks, irão, num futuro próximo, acabar se transformando em terroristas profissionais que nada mais será o reflexo de uma sociedade que não é ouvida e sim somente tratada a pão, circo e porrete.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Condeno qualquer excesso da

Condeno qualquer excesso da polícia, mas isso não me impede de perceber o óbvio: esses excessos são DESEJADOS por todos aqueles que saem às ruas predispostos a partir para a porrada. Sem os excessos da polícia, os atos desses imbecis não estariam completos, nem teriam atingido plenamente seus objetivos. É a imbecilidade de uma parte da polícia que os transforma em "heróis" a seus próprios olhos, e de qualquer forma dilui um pouco o imenso ódio que a maioria da população sente por eles. Sem essa violência institucional, eles apareceriam sem nenhum disfarce como aquilo que realmente são: bandidos. Torço para que policiais íntegros e corretos (como é o caso desse coronel) tomem pulso da situação e, usando a VIOLÊNCIA (pois é disso que se trata: balas de borracha, cacetetes, bombas de gás, algemas e camburões) dentro dos limites LEGAIS, levem esses bandidos para a CADEIA.

Seu voto: Nenhum (10 votos)

... porque ontem isso aqui

... porque ontem isso aqui tava parecendo blog da rota, muita gente no afã de condenar os black block e defender o tweet da Dilma assumiu uma defesa intransigente da PM que faria saudosos da ditadura se orgulharem.

O caso é que o estado, nesses casos, se comporta como um transatlântico com defeito, não consegue se mexer de maneira eficaz. Os black blocks, como já disse aqui, são os filhos feios da violência policial.

É o estopim, a consequência do esgotamento de práticas da PM que vem sendo toleradas desde a época da ditadura e que encontraram seu limite desde o começo das manifestações. É o estado opressor que age como um trator em cima de minorias e direitos fundamentais e se diz democrático.

E sinceramente sou bem pessimista, o estado brasileiro não sabe agir pró-ativamente, enquanto não acontecer algo muito grave não serão tomadas medidas necessárias, e mesmo assim as que forem, serão pontuais. É sempre assim. Um Amarildo que morre só ganha repercussão em casos especiais, de resto o poder público só se move se acontecer algo com alguém importante ou rico, ou 200 pobres de uma vez. (E olhe lá, não é raro um líder de chacina ser nomeado comandante-geral da PM)

E que isso não seja interpretado como uma defesa do fim do estado, muito pelo contrário, é o desejo de que houvesse um estado mais eficiente. E também não estou defendendo os black blocks, só acho que uma doença deveria ser tratada pela sua causa (PM), não pelo sintoma (BB).

Seu voto: Nenhum (18 votos)

Epidemia global

Desde Seattle, sabemos, trata-se, os BBs, de uma epidemia global e aqui agravada pela miltarização policial, que os deixam mais em evidência. Você e Arthur, ambos estão com razão. Construiu-se uma ordem global, onde funciona o partido do sim e o do sim senhor, apareceu a terceira via: o amém; funciona um consenso de que tudo pode ser modificado, para que as coisas fiquem como estão; o realismo político empurrou parte da esquerda para o partidarismo da ordem, para a direita, enfim. Queriam o quê? Uma juventude conformada; que num mundo com as ideologias e partidos em crise, parte dela não abraçasse causas nihilistas? A solução para os BBs tem de ser política, ou escorregaremos para o perigoso terreno da criminalização de movimentos sociais.
 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Pão ☭ Paz ✮ Terra ☀

imagem de ArthurTaguti
ArthurTaguti

O Blac Block também existe em

O Blac Block também existe em lugares onde a Polícia é desmilitarizada, como nos países de primeiro mundo. Não podemos, a priori, identificar causas exatas que seriam a razão deles. 

Com certeza há um componente de revolta com a repressão da PM, com a desigualdade social, mas há possibilidade que sejam apenas desajustados, e ainda servindo de inocentes úteis para setores que desejam criminalizar os protestos populares.

Isto não é privilégio de países pobres.

Na Noruega mesmo, país símbolo de justiça social/sociedade harmoniosa, tivemos o Anders Breivik, que assassinou dezenas de pessoas, e nos anos 90 gravassa tanto lá quanto na Suécia um movimento que pregava o satanismo/retorno ao paganismo e, dentre outras ações, queimavam igrejas cristãs. Não é só pobreza e repressão poicial que motiva o vandalismo.

Em relação aos BB's, há o agravante que bandeira nenhuma, carta de princípios nenhum, possuem. Surgiram como "tática" para proteger manifestantes, mas os Blac Block's estão ausentes onde eles mais precisam, qual seja na periferia das grandes cidades e no confronto em áreas rurais.

Caso queiram pregar a destruição do patrimônio de bancos e concessionárias como modus operandi, que marquem seus próprios protestos e não se misturem com pessoas que discordam insistentemente desta 'tática'. 

Seu voto: Nenhum (5 votos)

R

"O Blac Block também existe em lugares onde a Polícia é desmilitarizada, como nos países de primeiro mundo. Não podemos, a priori, identificar causas exatas que seriam a razão deles."

Mas não existiam aqui antes das manifestações e agora existem. Os BB daqui se inspiraram nos de lá, mas as razões provavelmente não são as mesmas, porque são realidades sociais diferentes.

"Na Noruega..."

Nem dá pra comparar, nem servir de exemplo ou citação, Noruega é literalmente outro mundo, realidade social completamente diferente da brasileira.

"Em relação aos BB's, há o agravante que bandeira nenhuma, carta de princípios nenhum, possuem. "

Por isso exatamente a teoria de uma reação à violência policial nos protestos cabe.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

É por aí mesmo, mas é mais

É por aí mesmo, mas é mais fácil falar que é culpa de videogame, que é culpa das torcidas de futebol, é mais fácil falar qualquer coisa do que encarar o fantasma da ditadura, desse até a Dilma tem medo...

 

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Aloprado
Aloprado

Resposta...

Quando um ladrão te assaltar, ou vc bater o carro, ou sei lá o motivo real chama os BB ou o PCC para te ajudar.

A PM de perto incomoda, de longe faz falta.

Seu voto: Nenhum (9 votos)

hehe

eu ia até responder, mas aí vi seu nick, pior que ontem teve gente dizendo isso mesmo.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

O problema é a polícia e não o Blackbloc

O blackbloc não é a anomalia, é uma consequência natural de outra anomalia: a nossa polícia militar.

Parem de fazer voltas e encarem o problema de frente, e o nosso problema não é um pequeno grupo de jovens mascarados que depredam agências bancárias, é a militarização da polícia militar, é a anisita aos torturadores, é a não negação da ditadura!

Seu voto: Nenhum (19 votos)

Bravo

Concordo integralmente.

Seu voto: Nenhum (13 votos)

O macho adulto branco sempre no comando
E o resto ao resto, o sexo é o corte, o sexo
Reconhecer o valor necessário do ato hipócrita
Riscar os índios, nada esperar dos pretos ♪♫

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.