Revista GGN

Assine

Ativistas dos Direitos Humanos denunciam a "PODA ASSASSINA RECIFE"

 

Por Leonardo Cisneiros Direitos Urbanos I Recife

Filósofo e professor da UFRPE

 

Galera, todo mundo que tiver foto comprovando a PODA ASSASSINA de árvores realizada pela Prefeitura e pela CELPE, favor postar como comentário ou mandar para o email [email protected] com o assunto "PODA ASSASSINA RECIFE", identificando local e data. Quem tiver tempo aí para ajudar, vamos juntar tudo e fazer uma DENUNCIA FORMAL AO MPPE exigindo providências e ficando na cola para ver se vão ser tomadas. A aberração da falta de qualquer cuidado técnico dessas podas é óbvia. São elas que, como já alertaram varios membros do grupo, enfraquecem as árvores, as desestabilizam e as fazem cair.. O Ministério Público DEVE atuar em defesa de uma cidade que tem ficado cada vez mais quente, insuportável, poluída e não precisava de uma denuncia formal para agir, mas já que é assim...

Confira! O repúdio à Prefeitura do Recife em nome da Natureza

 

 

 

Por Arthur Barbosa via Facebook I Direitos Urbanos I Recife

 

Pessoal, estou aqui através desse texto expressando meu total desprezo pelos órgãos que deveriam ser responsáveis pelo cuidado da cidade e pelo bem-estar da população recifense.

Não só me refiro de uma maneira genérica, mas desta vez em relação à um caso específico ocorrido nesta manhã do dia 27 de novembro de 2013, bem pertinho do mês de dezembro, um mês que costuma ser de muitas comemorações, alegria, época boa para se rever amigos distantes, ficar mais próximo da família, enfim. Hoje de manhã saía da casa da minha avó em direção a minha casa pela rua dos navegantes, um trecho bem curto, que vai mais ou menos do hotel Internacional Palace até o hotel Golden Tulip, porém pela primeira vez na minha vida vi boa parte desse trecho, quase 90% interditado para a passagem de veículos. Já que estava a pé continuei andando, quando levantei a vista vi que no local onde ficava uma das árvores mais bonitas da cidade havia um caminhão com um guindaste onde duas pessoas, uma com uma serra na mão, terminavam de fazer o serviço.

Arthur Barbosa O motivo ridículo que alegavam era que a árvore atrapalhava a passagem dos fios elétricos!! Sim meus amigos, essa árvore está há mais de 50 anos neste local e o único serviço que faziam regularmente nela durante todos esses anos era a retirada de alguns galhos para a passagem dos fios, digo isto porque desde que nasci passava por essa árvore quase todos os dias da minha vida.

Meu Deus, quantas vezes presenciei essa árvore servir de abrigo para pessoas que não tinham onde morar, quantas vezes presenciei ela servindo uma sombrinha no horário do almoço para os pedreiros e engenheiros que trabalhavam em construções próximas, quantas vezes presenciei nos dias de sábado, domingos e feriados as pessoas aproveitando sua sombra que cobria toda a largura da rua para estacionarem seus carros e depois irem à praia, quantas vezes vi pessoas se abrigarem da chuva embaixo dela...

Repúdio à essa prefeitura de fachada, repúdio à CELPE, e caso a requisição de sua retirada tenha sido feita por alguns moradores do prédio ao lado, algo que eu duvido muito, desejo que tudo de ruim que vocês tenham feito à essa àrvore volte multiplicado por 10000000000 vezes para vocês.Hoje perdi uma velha amiga...

Triste ver que em um país cujo nome valoriza nossa maior riqueza que é a NATUREZA as pessoas agem de maneira tão brutal contra ela.

Antes:

via Lucas Alves I Direitos Urbanos

 

 

 

1 comentário

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Regina Cavalcanti
Regina Cavalcanti

Eu já tento circular pelo

Eu já tento circular pelo Recife sem olhar para os lados na tentativa de nao ver o que a PCR e a Celpe estao fazendo com as árvores da cidade.Hoje nao pude deixar de ver mais uma açao criminosa contra o verde da nossa cidade.

Havia na Avenida Norte um magestoso ficus que devia ter mais de cinquenta anos.Era uma coisa linda,com sua copa bem alta sombreando as faixas de rolamento da via.Ao passar hoje pelo local fiquei chocada ao ver a árvore completamente desfigurada, quase sem copa e exibindo enormes cicatrizes deixadas pela moto-serra..Uma triste visao.

O Recife está cada dia mais feio e mais quente graças â ignorância e â cegueira das nossas autoridades.

Seu voto: Nenhum
imagem de Nilke Fell
Nilke Fell

Poda sem critério na Avenida

Poda sem critério na Avenida Mucio Uchoa Cavalcanti

Estou indignada com o que estão fazendo em Recife em relação às podas das árvores. Sem critério e sem que possamos ver autorização para este tipo de atividade, chegam em frente às nossas casas e começam a soar com os suas moto-serras, o início do fim das nossas árvores. E vamos deixar isto acontecer? O que nos revolta é a forma como fazem com o meio ambiente. Hoje de manhã chegou um carro da Emlurb na minha rua e começaram a podar a árvore em frente ao meu prédio. E pasmem, quando fui reclamar da poda que estavam fazendo, o responsável pelo veículo me disse que eu falasse com a engenheira da Emlurb. A questão é que são árvores que possuem ninhos de pássaros e os funcionários da Emlurb não estão nem aí para a natureza. Quando questionei sobre o critério para fazer a poda, alegaram que era por motivo de segurança e porque passam fios no local! O que é mentira, pois a árvore não possui galhos que venham provocar insegurança aos transeuntes e não passa fios da rede elétrica no local onde as mesmas estão! O que pode-se ver é um despreparo da empresa que é pública, mas não está fazendo sua parte que é defender o que é público. Dilacera, mutila as árvores e pronto. Porque não vão procurar resolver os problemas de locais que realmente estão necessitando de soluções. O que querem fazer aqui? Desestabilizar estas árvores que nunca provocaram nenhum incidente ou acidente para que as mesmas venham a cair?

P.S. : por uma coinscidência incrível, nesse mesmo dia tinha acabado de ler uma notícia denúncia no Jornal do Commercio sobre as podas em Recife e compartilho com vocês esta reportagem que pode ser conferida no link:

http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/cidades/cienciamambiente/noticia/2014/04/05/arvores-saem-de-cena-por-todo-o-recife-123945.php

Desequilíbrio

 

Árvores saem de cena por todo o Recife

 

Desde o início de 2013, a Emlurb já 811 árvores foram cortadas e outras 26.271 podadasPublicado em 05/04/2014, às 01h40

 

Luíza Freitas

 / Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Principal alternativa para combater as ilhas de calor das grandes cidades, as árvores também servem como proteção natural para os pedestres que sofrem em dia de sol forte do Recife. Seus galhos, no entanto, têm cada vez menos força na briga contra fiação aérea, muros e calçadas estreitas. Do início de 2013 até março deste ano, 811 árvores foram cortadas e outras 26.271 podadas pela Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb). Apesar de o órgão afirmar que as intervenções são feitas sob supervisão de profissionais capacitados, plantas tortas se multiplicam pela cidade.

Com base em um mapeamento das árvores do Recife realizado há 28 anos, uma pesquisa ainda em desenvolvimento do departamento de engenharia florestal da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) está verificando a situação autal das plantas registradas. Mesmo sem os números finais, o estudo já aponta a diminuição da área verde da cidade e o aumento da quantidade de podas. "O que a gente percebe é a pressão sobre a árvore para adaptá-la ao contexto da cidade, e não um planejamento de uma cidade com mais árvores", critica Isabele Meunier, professora de engenharia ambiental.

A Emlurb, por outro lado, afirma ter plantado 13 mil mudas desde o início ano passado até março e que podas ou cortes só são feitos quando há risco de queda ou para o controle de pragas. Quando há interferência sobre a rede elétrica, cabe à Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) - que terceiriza o serviço e não divulgou o número de cortes - realizar a poda. Em nota, a Celpe disse que irá gastar R$12,5 milhões nesse tipo de ação este ano e irá substituir 367 quilômetros de fiação convencional por uma rede protegida, que requer menos cortes. 

Mas não são só os números de podas que assustam os pesquisadores, mas também a qualidade delas. Isabele Meunier explica que o corte dos galhos deve ser feito com equipamentos adequados, de forma simétrica (deixando o peso distribuído sobre o tronco) e a copa só pode ser reduzida em até 30% do seu total. "Algumas situações são bem comuns: a depilação da árvore, quando os galhos são arrancados e deixam só o topo da copa. O corte assimétrico também é um risco, já que o peso pode causar a quebra do tronco ou o escorregamento da raíz", alerta a engenheira florestal.

Chefe do setor de sementeiras da Emlurb, Fernando Bivar também aponta a falta de planejamento da paisagem da cidade para a manutenção adequada das árvores. "Muitas vezes encontramos vegetação que foi plantada erradamente e sofreu várias podas anteriores inadequadas e a gente só tem como minimizar essa situação", explica. O engenheiro florestal alerta ainda a realização de cortes ou podas em árvores de locais públicos ou particulares sem autorização da Secretaria Municipal de Meio ambiente é considerado infração e pode levar a multa de R$50 a R$5 mil. Denúncias podem ser feitas pelo número 156, da Emlurb.

Seu voto: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.