Revista GGN

Assine

Serra diz que blogs são sujeira e que Lula e Dilma são donos deles.

Serra diz que blogs são sujeira, diz que Lula e Dilma são donos de blogs e que não quis divulgar nada antes para não causar amolação à sua filha. Depois, questionado sobre o naufrágio de sua “estratégia” (rsrsrsr) eleitoral disse que no calor da disputa não poderia fazer uma análise dos seus erros. Perguntinhas básicas que não querem calar:- os blogs que apóiam sua candidatura também são sujos?- os blogs da Folha também são sujos, especialmente aqueles de política?- se disse que na campanha que toca de forma centralizada e imperial “não sabe tudo o que está acontecendo”, como poderia se comportar de forma diferente caso fosse eleito? Imaginem o estrago que poderia fazer um presidente que “não sabe tudo o que está acontecendo” e que se comporta de forma a não delegar para outros que possam saber o que está acontecendo agir...

- e a confissão máxima de seu “preparo”(quando indagado sobre erros em sua campanha): Eu estou muito no calor da campanha para fazer uma análise da coisa.” Ora, quando é que alguém que quer ser presidente de um país como o Brasil, tão complexo e difícil de ser governado e administrado e com tantas demandas, não estará no exercício do poder constantemente no calor dos fatos e circunstâncias? Quer dizer que Serra, o “preparado,  caso fosse eleito presidente, esperaria quanto tempo para tomar decisões cruciais para a vida de milhões de pessoas?

  10/09/2010 - 13h30Serra diz que "indústria de blogs" se dedica a "difamação"Do UOL eleições 2010

 

José Serra (PSDB) participa de sabatina promovida pelo jornal O Globo

O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, acusou nesta sexta-feira (10) o rival PT de possuir uma rede de internautas na web dedicados a atacar a imagem dos tucanos. E, ao comentar o fato de que alguns dados sigilosos a respeito de sua filha já estariam expostos em alguns desses sites desde o início do ano, o ex-governador de São Paulo afirmou que "há uma indústria de blogs, que se dedica a difamação e respostas".

"É um negócio horroroso. Vocês não imaginam a sujeira que é isso", disse Serra, logo no início de sua participação na sabatina do jornal "O Globo", no Rio de Janeiro.

Serra voltou a mencionar uma conversa que diz ter tido com o presidente Lula sobre o que ele chamou de "rede suja de blogs".

"No dia 25 de janeiro, aniversário de São Paulo, o [o prefeito Gilberto] Kassab convidou o Lula e, ao final da cerimônia, nós conversamos. Eu falei para ele que seria candidato, transmiti isso ao Lula. Ele foi discreto a esse respeito, e a conversa foi em torno disso. No final, eu passei a ele cópias do blog dele e da Dilma. E os blogs já tinham coisas sujas a respeito da minha família, da minha filha [Verônica Serra] e perguntei a ele se poderia parar com isso", disse Serra.

No começo do mês, Lula havia comentado sobre essa reclamação de Serra e disse que não pode censurar a internet. "Sempre achei que a internet livre tem coisa extraordinariamente séria e coisa extraordinariamente leviana. Não tem nada demais o que a internet publicou sobre a filha de Serra. Há insinuações como há contra o presidente Lula, contra a família do presidente Lula, contra vocês jornalistas individualmente. Se escrevem alguma coisa que o internauta não gosta, tomam cacete o dia inteiro", disse Lula na ocasição.

Serra afirmou que as acusações na internet são antigas. "Desde 2006 havia dossiês. De novo, vocês não imaginam a sujeira. Eles podem ter usado qualquer 'pé-de-chulé'", afirmou o candidato. "Vejo gente escrevendo que eu quis me fazer de vítima. Sabe qual foi minha primeira reação? De não divulgar nada, ela [filha do Serra] não tem nada a ver com política, uma pessoa que trabalha muito. Eu vi como um desagrado, mas depois me pareceu inevitável. Eu por mim nem teria divulgado para não trazer amolação para ela."

Nesta sexta-feira, a Folha de S.Paulo publicou reportagem na qual indica que o comitê de pré-campanha de Dilma Rousseff teve em mãos um dossiê sobre a filha do adversário com documentos reunidos pelo PT paulista.

Erros na campanha?

José Serra também foi questionado pelos participantes do evento se teria cometido erros em sua campanha que permitiram à rival Dilma Rousseff (PT) uma disparada nas pesquisas de opinião, a ponto de a vitória no primeiro turno estar bem próxima. "Difícil dizer. Em determinado momento você tem X quantidade de informações, você não sabe tudo o que está acontecendo. Eu estou muito no calor da campanha para fazer uma análise da coisa."

Serra disse apostar numa mudança. "Vai haver uma virada. Eu estou com uma energia que eu não nunca tive na minha vida. E ela provém de uma convicção de que eu vou ganhar. O Brasil não vai eleger um envelope fechado. Não sou o senhor da verdade, mas é demais isso", afirmou.

 

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.