Revista GGN

Assine

Brincando com fogo, por Gustavo Gollo

Brincando com fogo, por Gustavo Gollo

Semana passada, o presidente norte-coreano sustou sua ameaça de ataque à base americana em Guam, preferindo “observar um pouco mais a conduta tola e estúpida dos ianques” que não tardarão em corresponder à sugestão. Amanhã (21) iniciarão umas brincadeiras de guerra na coreia. A resposta americana me obriga a concordar com o coreano: trata-se de provocação idiota no local e momento precisamente errados.

Durante 10 dias, dezenas de milhares de americanos e sul-coreanos permanecerão na fronteira entre as Coreias brincando de guerra, disparando canhões e mísseis absurdamente letais, testando aviões e bombas apocalípticas na vizinhança do inimigo armado e acuado.

Seres acuados, sem saída, costumam se agigantar na própria defesa. Sem nenhuma outra saída, tendem a comportar-se como monstros agressivos. Quem quer que tenha cercado um lagarto, passarinho ou rato, sabe que mesmo seres diminutos, se acuados, costumam demonstrar coragem inaudita. Pessoas e países não se comportam de outro modo, e, quando acuados, também se erguem intrépidos contra o opressor.

Acuar um país possuidor de armamento nuclear parece ser enorme insanidade. Exercícios militares provocativos na fronteira da Coreia, nesse momento, não produzirão nada benéfico, acrescentarão apenas mais lenha à fogueira. O coreano promete responder às provocações à altura.

Tendo visto vídeos absurdos de acontecimentos na Espanha, e estranhas manifestações nazistas nos EUA, ambos ocorridos durante a semana, fico pensando na hipótese de que algum soldado enlouquecido, de qualquer lado da fronteira coreana, resolva disparar na direção errada. Poderia uma insanidade assim disparar uma guerra que nenhuma das partes desejasse, mas, mesmo assim, se alastrasse destruindo toda a humanidade? A hipótese é improvável, mas estarão brincando com fogo em local errado, e tal consequência não teria volta.

Fico pensando que as mães de algumas das pessoas envolvidas nesses joguinhos falharam em ensinar aos filhos que com certas coisas não se brinca.

Creio que deveríamos ser mais cuidadosos: pressupor sanidade nesse mundo alucinado é só mais uma loucura. A cada dia aumentam as provocações, e o mundo parece estar se encaminhando passo a passo para a guerra.

     

                                   ********VÍDEO*********     

#parem a guerra #Coreia do Norte #guerra mundial #guerra nuclear

 

Média: 3.4 (5 votos)
8 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Ulchi Freedom Guardian

   Todo ano é a mesma história, que a midia "compra" e Kim "surfa" na onda, mas a manobra " Ulchi Freedom Guardian" existe, com este nome, desde 2008, e é autorizada pela ONU, cuja comissão de armisticio ( UNCMAC - United Nations Command Military Armistice Comission ) comunica a realização destas manobras ao KPA ( Korean People Army ) com antecedencia.

     Neste ano de 2017, alem de efetivos norte-americanos e sul coreanos, a Ulchi Freedom Guardian será monitorada e tera´tropas de outros paises, como : Canada, Dinamarca, Australia, Nova Zelandia, Colombia, Inglaterra e Holanda, ou seja dos atuais participantes da UNCMAC. ( em 2016 teve França e Italia, e observadores das Filipinas ).

Seu voto: Nenhum
imagem de Itacyr Salles Da Silva
Itacyr Salles Da Silva

Coréia do Norte.

Enquanto não tirarmos do poder o ditador norte-coreano, não haverá sossego no mundo.
Ele e Hitler é como testa e nariz, não queremos ele, de jeito nenhum.
O Donald Trump é o personagem retratado no monumento chamado de ESFINGE.
Fazendo as bobagens que faz, sua saída é atacar, terminar o que não ficou pronto em 1953.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Orlando Soares Varêda
Orlando Soares Varêda

  Ah!... Tenha santa

 

Ah!... Tenha santa paciência meu caro AA. Que diabo os norte americanos estão fazendo lá  nas beiradas da Coreia do Norte?

 Que fazem os militares USA provocando e tentando humilhar o povo coreano com exercícios e ameaças de guerra todos os anos? Ainda bem que o governo coreano não se apequenou. Como é o costume dos capachos americanófilos locais, aqueles que falam fino com os gringos, e aceitam cumprir ordens. Agora, aceitaram abrir as pernas para os terroristas do pentágono iniciarem os preparativos para instalação do terrorismo na América do Sul.

Tem sido assim, através de descaradas  justificativas. Como essa, sob o manto de treinamento militar conjunto, justamente na região da tríplice fronteira com a Venezuela e Colômbia. Ah!  São muito cretinos. Tantos os canalhas de Brasília, como as nossas Forças Armadas sem noção de brasilidade.

Orlando

 

 

Seu voto: Nenhum

Os americanos estão na Coreia

Os americanos estão na Coreia do Sul porque em 25 de junho de 1950 a Coreia do Norte, com apoio da China Comunista,

INVADIU a Coreia do Sul e tomou a peninsula completamente, inclusive  a capital Seul. Em função dessa INVASÃO da Coreia do Norte as Nações Unidas montaram uma força militar para combater os invasores. O conflito terminou por um ARMISTICIO assinado em 27 de julho de 1953 pelo qual foi estabelecida uma ZONA DESMILITARIZADA a ser guarnecida no lado da Coreia do Sul pelos EUA, que em função desse Acordo tem lá 36.000 soldados de forma legal e consensual.

Então a presença de forças dos EUA na Coreia do Sul faz parte de um Armisticio assinado e reconhecido pela Coreia do Norte.

Sou aqui no blog um duro critico da politica externa dos EUA mas eu analiso REALIDADE GEOPOLITICA, o mundo tal qual é

e não como eu acho que deveria ser. Um regime agressivo e paranoico como o da Coreia do Norte é um perigo para toda a região, a COREIA DO SUL não é um perigo para ninguem, nem o JAPÃO, então alguem precisa segurar o paranoico que

ameaça a todos a cada dia. Veja que a ultima rodada de sanções à Coreia do Norte teve o apoio da China, antiga madrinha da Coreia do Norte e hoje ao que tudo indica está de "saco cheio" desse regime maluco que dedica 65% do PIB à construção de misseis, enquanto o povo passa fome e o pai do atual Kim tinha uma coleção de 200 carros esportivos de altissimo custo

alem da maior coleção de conhaques do planeta. Uma dinastia comunista já é uma excrescencia até pela teoria marxista.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Mas quando o Kim avisa que

Mas quando o Kim avisa que vai disparar misseis em direção a base americana de Guam isso tambem NÃO É BRINCAR COM FOGO? Não é é uma provocação gratuita, ele não está elevando a tensão?

Porque a brincadeira dele deve ser aceita e a dos outros não?

Não faz sentido;

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Mariano S Silva
Mariano S Silva

Depois que ele viu pela TV o

Depois que ele viu pela TV o Sadam ser enforcado, só porque começou a aceitar euros em troca de seu petróleo e o Khadafi, pelos mesmos motivos, ser espancado nú e ter um bastão de madeira enfiado naquele lugar em plena praça pública, como você acha que um líder de um país classificado como "do mal" deveria se comportar?

Seu voto: Nenhum

De fato, não sei se o coreano está certo ou errado.

Sei, no entanto, que está acuado, e cercado por demônios estrangeiros acostumados a assassinar seus inimigos atirando-lhes aviõezinhos de brinquedo na cabeça com absoluta naturalidade.

Tais inimigos, poderosíssimos, que o cercam, e que ele bem conhece, vivem distantes, do outro lado do mundo, e não se arriscam na empreitada, enviando comandos armados com uma tecnologia absurdamente destruidora, enquanto ele se encontra acuado e cercado em sua casa.

Sabemos também que, recentemente, o coreano deixou os americanos indignadíssimos ao exibir o poder de enviar um foguete a seu país, fato que gerou enorme celeuma, tendo sido considerado por muitos, justificativa suficiente para dizimar o país. E que, em contrapartida, dezenas de milhares de americanos encontram-se, hoje, armados com os mais destruidores armamentos já vistos, nas fronteiras da Coreia do Norte, sem que esse fato caso tanto alarde quanto o precedente, provando haver pesos e medidas muito diferentes para uns e outros.

 

Mas tudo isso pouco importa, e talvez o coreano esteja errado ao ameaçar exibir seu poderio militar e tecnológico demonstrando ser capaz de atacar uma base militar inimiga atirando foguetes em torno de suas águas.

Mesmo nesse caso, continuaria sendo absurdo que um exército poderosíssimo se deslocasse até o outro lado do planeta, ameaçando não só os acuados coreanos, como o mundo inteiro, gerando a possibilidade de disparar um conflito generalizado impossível de ser freado.

Penso que a possibilidade de ignição de uma guerra nuclear capaz de se generalizar e destruir todo o planeta é muito clara, e que tal catástrofe tem que ser evitada antes que seja disparada, sendo essa a principal justificativa desse texto.

Por tudo isso, estando o coreano errado, ou não, penso que a única recomendação sensata para ambos os lados, no caso, é: que cada um retorne para sua própria casa imediatamente!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Gustavo Gollo, multicientista, multiartista, filósofo e profeta.

imagem de Roberto Monteiro
Roberto Monteiro

Pois é, André...

eu me coloco no lugar do kim e penso que também faria igual. Imagina que tu estejas de rusgas com teus vizinhos que não gostam de ti por tu seres diferente deles. Tu és o mais fraquinho das redondezas. Daí tu contratas um guarda-costas brutamontes. Vais escondê-lo ou vais molstrá-lo para dissuadir algum engraçadinho de te bater?

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.