Revista GGN

Assine

Campanha tenta combater preconceito nas buscas do Google

As previsões do preenchimento automático do Google são geradas por um algoritmo, e acabam sugerindo termos pejorativos, xingamentos odiosos, quando alguém tenta pesquisar nacionalidades na internet. Esss sugestões do Google são "um reflexo daquilo que outras pessoas estão pesquisando". E foram a partir de pesquisas simples assim que dois publicitários brasileiros, Tiago Abreu e Linus Oura, perceberam um fato recorrente: o ódio em comum a todas as nacionalidades, e criaram o projeto fotográfico "People Are Equal" *(http://www.peopleareequal.com), com o objetivo de confrontar as opiniões "odiosas" que aparecem no Google mundial (por isso as buscas em inglês) sobre cada nacionalidade com um retrato de pessoas que fazem parte daquele povo.
(Sobre a publicação de Renata Mendonça - @renata_mendonca /Da BBC Brasil em São Paulo - http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/08/150813_projeto_preconceito_google_rm)