Revista GGN

Assine

Luis Nassif Online

O PL 79, se aprovado, seria o maior negócio da história de um Congresso que nunca primou pela humildade nos negócios
2
Segundo Moscardi, inquéritos instaurados a partir de Delcídio, Cerveró e Machado não têm "embasamento jurídico"
4
Entrou na Corte em meio ao mensalão e saiu em plena Operação Lava Jato. De perfil técnico, julgou polêmicas
6

Próximas crises poderão derrubar governo Temer, diz Forbes

Jornal GGN -Artigo publicado no site da revista Forbes na última quarta-feira(17) afirma que o governo de Michel Temer pode não resistir às próximas crises na política brasileira. Assinado por Arthur Pinheiro Machado, CEO do Americas Trading Group, o artigo cita a ajuda aos governos estaduais e o processo no Tribunal Superior Eleitoral como sinais claros de crise interna e diminuição de apoio ao governo. 

O artigo destaca a rejeição de 64% ao governo Temer, causada pelas propostas de medidas impopulares. As perspectivas para 2017 são preocupantes, aponta Machado, e os acordos de delação com executivos da Odebrecht poderão colocar o país em uma recessão ainda mais profunda.

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

As 40 ameaças aos direitos humanos patrocinadas pelo Congresso e governo Temer

Jornal GGN - Uma lista com 40 tipos de demandas legislativas que já foram aprovadas ou ainda tramitam no Congresso foi elaborada pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara para chamar atenção da sociedade sobre tudo o que está em jogo durante o governo Michel Temer (PMDB), alçado ao poder após o impeachment questionável de Dilma Rousseff (PT).

Entre os retrocessos patrocinado por parlamentares ou pela gestão Temer estão o fim dos direitos trabalhistas, proibição do casamento homoafetivo, restrição ao atendimento de vítimas de estupro, revogação do estatuto do desarmamento, reforma da previdência, entrega do pré-sal a multinacionais e muito, muito mais.

O levantamento foi feito pela Comissão de Direitos Humanos da Câmara em parceria com o Laboratório de Estudos de Mídia e Esfera Pública da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e com apoio de pesquisas realizadas pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra, da Conectas Direitos Humanos e do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar. O documento integrará um adendo ao Relatório Periódico Universal do Brasil à ONU, enviado pelos parlamentares.

Leia mais »

Média: 5 (3 votos)

Em Davos, Goldfajn diz que há espaço para reduzir os juros

 
Jornal GGN - Em Davos, na Suíça, o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, afirmou que há espaço para a redução dos juros devido à queda da inflação. 
 
"Uma vez tendo expectativas de inflação ancoradas, temos espaço para reduzir as taxas de juros e contribuir para o crescimento econômico”, afirmou.
 
Para o presidente do BC, investimentos em infraestrutura e o avanço das reformas também têm papel importante na retomada do crescimento econômico. 

Leia mais »

Média: 1 (3 votos)

Em carta, deputados americanos defendem Lula e criticam Sergio Moro

Jornal GGN - Em carta pública, doze deputados do Partido Democrata dos Estados Unidos defendem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e acusam o juiz federal Sérgio Moro de perseguição através de decisões arbitrárias.

"Lula tem sido alvo de um juiz, Sergio Moro, cujas ações parciais e arbitrárias tem ameaçado seu direito de defesa. Por exemplo, o juiz ordenou a prisão arbitrária [a condução coercitiva, em março de 2016] do ex-presidente só para servir de intimação, embora não houvesse nenhuma indicação de que o ex-presidente não quisesse depor na Justiça".

Leia mais »

Média: 4.5 (17 votos)

Catarina e Jarirí - uma paixão sobre-humana, por Cafezá

por Cafezá

Indaí, Cascatim i Donzela saíru córrenu, maisi adispois di uma meia-hóra, Donzela ficô cansada i dimínuiu u rítimu da currida. Donzela tava boa, maisi nem tanto, Cascatim curria muitu. Entoncis, eile dimínuiu u rítimo i ficô pareado cum Donzela. Cuandu eiles chegaru na casa di sô Jair i Vardí, a porta tava abérta i eiles intraru cum tudo, fazendu algazarra i cheranu inté as paredi. Sô Jair, entoncis, falô pá Vardí:

- Bem du jeito qui ucê previu, Vardí. Ucê disse qui Cascatim tava cheganu i abriu a pórta prele num arranhá éila. É uilsso qui ieu chamo de boa intuição. Ólha ele aí, veio acumpanhadu déssa veiz. Trouxe uma cachorra mui bunita, qui déve di sê chegada deile. Agóra eiles dois pararu in frenti du fógão, sentiru u cheiru du frango cuzido. Ieu vo dá um poco preles.

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

Autoritarismo e domínio do fato na prisão de Guilherme Boulos, por Fernando Hideo Lacerda

Jornal GGN - O advogado criminal Fernando Hideo Lacerda analisa a prisão de Guilherme Boulos, líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, e afirma que, para compreendê-la, é preciso identificar o aumento da curva autoritária conduzida pela Justiça nos últimos dez anos. 
 
Lacerda ressalta as justificativas do delegado do caso, que utilizou a teoria do domínio da fato e alegou a omissão de um suposto dever de Boulos em impedir a resistência dos moradores à reintegração de posse. 
 
Para o advogado, o julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal foi o “primeiro passo deste atual modelo do processo penal de exceção”.

Leia mais »

Média: 3.8 (5 votos)

Classe média foi enganada pela mídia que fez o "trabalho sujo" do golpe, diz Jessé Souza

Jornal GGN - O sociólogo e pesquisador Jessé Souza rebateu em sua página no Facebook um artigo publicado por Celso Rocha de Barros na Folha de S. Paulo nesta semana, questionando a teoria de que a classe média, na verdade, usou a Lava Jato de pretexto para apoiar o golpe quando, na verdade, o motivo velado que a levou às ruas das principais capitais do País foi o ódio contra classes mais desfavorecidas, alimentado paulatina e discretamente pela grande mídia.

Leia mais »

Média: 4.8 (29 votos)

Com Temer, Brasil retoma vocação de súdito dos EUA

As pedras e os perigos da aproximação com Washington desejada pelo atual governo

Temer

Este mostrou sua preferência (Foto: Andressa Anholete/AFP)


Donald Trump assume a Casa Branca nesta sexta-feira 20, e logo a partir de fevereiro burocratas norte-americanos e brasileiros começam a reunir-se para preparar uma agenda capaz de ajudar mutuamente o crescimento econômico dos dois países, artigo escasso lá e aqui.

Ao menos foi esse o combinado entre o magnata e Michel Temer em um telefonema em dezembro, ligação de iniciativa do Palácio do Planalto. Na conversa, o peemedebista disse contar com investimentos dos Estados Unidos, que os empresários dos dois países se conhecem bem e gostariam de ampliar os negócios.

Leia mais »
Média: 4.5 (8 votos)

Moraes modifica demarcação de terras indígenas garantidas na Constituição

Texto dá poderes a Executivo para alterar demarcações garantidas em 1988, de acordo com interesses de ruralistas, e esvazia autonomia da Funai
 
 
Jornal GGN - O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, altera a demarcação de terras indígenas garantida desde os anos 90. Uma portaria foi publicada nesta quarta-feira (18) no Diário Oficial dá poder ao Executivo de reavaliar o sistema atual, realizar "diligências" e modificá-lo.
 
A medida possibilita a alteração dos processos de demarcação, incluindo todos os interesses do agronegócio e bancada ruralista do Congresso. Entre elas, concedendo a última palavra da demarcação ao Ministério da Justiça e à Presidência da República.
 
Seguirá o ritual de análise antropológica da Fundação Nacional do Índio (Funai), com a discussão do tema, o direito de manifestações das partes, a apresentação de documentos, etc. Mas, em seguida, o caso será levado ao Executivo para aprovar ou desaprovar a demarcação, fragilizando a independência da Funai.
Média: 1 (3 votos)

Lindbergh, Luis Nassif e Carlos Gabas discutem reformas na CNM/CUT

 
Jornal GGN - Na próxima semana, um evento promovido pela Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT) irá debater as reformas trabalhista e da Previdência Social.
 
Entre os participantes, estão o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), o ex-ministro da Previdência, Carlos Gabas, e o jornalista Luis Nassif. Também estarão presentes representantes sindicais de diversas categorias.
 
A atividade ocorre em São Bernardo do Campo (SP), na sede da CNM/CUT, e tem o objetivo de planejar ações da categoria contra as reformas. "O governo golpista tem pressa em aprovar as reformas. Nós temos pressa em barrá-las", afirma Paulo Cayres, presidente da CNM/CUT.

Leia mais »

Média: 5 (3 votos)

As difíceis encruzilhadas da vida..., por Gilberto Carvalho

As difíceis encruzilhadas da vida...

por Gilberto Carvalho

Mais uma vez o Partido dos Trabalhadores vê̶se numa encruzilhada, devendo tomar uma decisão polêmica. Neste caso, trata-se de nossa posição na eleição das mesas diretoras e presidências da Câmara e Senado.

Decidi apresentar estas reflexões pelo dever de tentar contribuir com o processo, sabendo que minha posição provocará divergências que reputo saudáveis e necessárias.Nestes dias, devo confessar, minha posição a respeito desta “encruzilhada” sofreu alterações, justamente em função de muitas conversas com companheiras e companheiros, além dos textos que li.Vamos ser claros: a posição mais tranquila neste momento (e que eu sustentava até agora), é a que considera que em função da situação excepcional de golpe, é reclamada uma posição mais dura e clara do nosso Partido, declarando que não votaremos em golpistas e tentando assegurar na Justiça a ocupação dos postos a que temos direito, pelo critério da proporcionalidade do número de parlamentares.

Leia mais »

Média: 3 (9 votos)

Maioria dos trabalhadores não dispõe de sindicatos para lidar com reforma, aponta Ipea

Jornal GGN - De acordo com o pesquisador André Gambier Campos, do  Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), “há milhares de sindicatos no Brasil, mas muitos deles com parcas condições de promover novas formas de regulação do trabalho". 

Estudo do instituto analisa o perfil do movimento sindical e questiona se eles estariam preparados para discutir uma regulação mais baseada em contratos. “80,4% dos sindicatos têm sua base em um município ou em um pequeno número de municípios. Portanto, a maioria dos sindicatos tem uma base local e restrita, o que é uma evidência de seus possíveis limites em representar e defender os trabalhadores", diz o pesquisador. 

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

Negociação entre governo e PCC provoca novo motim com morte em presídio

Jornal GGN - O governo do Rio Grande do Norte decidiu negociar com membros do PCC para tentar conter a crise no sistema carcerário local, e aceitou transferir detentos da penitenciária de Alcaçuz para a PEP (Penitenciária Estdual de Parnamirim). O resultado foi um motim no presídio estadual de Seridó, na madrugada desta quinta (19), registrando uma morte e cinco feridos.

Leia mais »

Sem votos

Campanhas da Presidência da Câmara passam sem fiscalização

 
Jornal GGN - As campanhas para os postulantes à Presidência da Câmara dos Deputados de 2017 mobilizaram viagens por todo o país nas últimas duas semanas. Apesar da disputa mirar os votos dos deputados, desde Brasília os partidos se guiam por movimentações regionais e de lideranças também dos respectivos Estados. Os custos desse pleito, contudo, não são fiscalizados pela Justiça Eleitoral.
 
A candidatura de Rodrigo Maia (DEM-RJ), ainda não oficialmente confirmada, diante da decisão pendente do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a legalidade ou não de se recandidatar em uma mesma legislatura, guarda peso de apoio das mais variadas siglas, estados e lideranças das Federações, como notadamente Geraldo Alckmin (PSDB) em São Paulo.
 
Mas por detrás do amplo apoio, Maia já percorreu o país em sete capitais: as de Santa Catarina, São Paulo, Pernambuco, Alagoas, Bahia, Sergipe e Mato Grosso do Sul. Ainda nesta semana, espera visitar Ceará e Espírito Santo.
Sem votos

Nordeste era crucial para defesa dos Estados Unidos contra invasão soviética, diz relatório da CIA

Soldados americanos em Natal (RN) durante a Segunda Guerra Mundial 

Jornal GGN - Entre os 800 mil arquivos secretos tornados públicos nesta semana pela CIA, está um relatório intitulado “O fortalecimento econômico-militar do Brasil: fator de importância central para a segurança dos EUA e do mundo democrático”, que aponta a região Nordeste como crucial para a defesa dos Estados Unidos em uma hipotético ataque da União Soviética.

O relatório não tem data precisa, mas possivelmente foi elaborado nos anos 1950. Nele, o Nordeste é considerado tão importante quanto o Canadá e o Canal do Panamá.

Além disso, o documento também propõe medidas de aproximação entre Brasil e EUA, como a criação de órgão de contrapropaganda para combater a influência da URSS e a "eliminação ou neutralização" de grupos comunistas presentes em "todo o país e em diferentes esferas do governo".

Leia mais »

Média: 2 (4 votos)