newsletter

Pular para o conteúdo principal

Luis Nassif Online

Dilma Rousseff e Aécio Neves representam forças claras e explícitas e são personalidades racionais; por Luis Nassif
259 comentários
Tucanos e petistas deviam cuidar da credibilidade de suas narrativas, fazer melhor diagnóstico; por Gunter Zibell
164 comentários
Princípios básicos do jornalismo são esquecidos pela mídia, notadamente com relação à crise da água; por Sergio Reis
33 comentários

Indecisos parecem querer Marina

Jornal GGN – Agora candidata, Marina Silva derruba número de indecisos no pleito que se aproxima. Com Dilma, Aécio e Campos, eram 27%. Com Marina são 17%. O sentimento das ruas de junho passado ainda está presente nas pesquisas de opinião. Enrolada na aliança da Rede Sustentabilidade com o PSB, desafio de Marina é não alienar os eleitores que já não vêem diferenças entre PT e PSDB.

Enviado por Assis Ribeiro

Marina Silva e o voto dos desencantados

José Antonio Lima

Da Carta Capital

Charge publicada em 16 de maio de 2010 no blog Trágico e Cômico. Partidos mais fortes do sistema, PT e PSDB são vistos por muitos eleitores como iguais

pesquisa Datafolha divulgada na segunda-feira 18 trouxe uma série de novidades com a inclusão da provável candidatura de Marina Silva (PSB) entre os postulantes ao Palácio do Planalto. Uma das principais é a volta à disputa de uma parte importante do eleitorado, os desencantados que seguiam indecisos ou cogitavam anular o voto. São brasileiros para os quais os políticos parecem ser motivo de receio e os partidos, indistinguíveis em sua precariedade ideológica.

Este não é um grupo pequeno de eleitores. Chegava a 27% com Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) como principais candidatos, mas cai para 17% com a entrada de Marina no páreo. A diferença de dez pontos migra para o colo da ex-senadora com a simples menção a seu nome, mas a campanha começa nesta terça-feira 19. E o eleitor vai se deparar com uma Marina Silva enrolada na aliança de sua Rede Sustentabilidade com o PSB, onde está abrigada, lutando para não alienar esses eleitores.

Leia mais »

Média: 1 (11 votos)

O mercado editorial brasileiro pode estar em risco

Jornal GGN – A Amazon anunciou o início da operação de vendas de livros físicos no Brasil e diversos autores, editores e leitores já comemoram a perspectiva de preços baixos. No entanto, o mercado nacional deveria estar atento às praticas comerciais da gigante americana, que muitas vezes sucateia os preços dos produtos para canibalizar a concorrência.

Enviado por Gilberto Cruvinel

Amazon no Brasil e nosso sorriso de desespero

Rodolfo Viana

Do Brasil Post

Ontem (21), quem entrou no site da Amazon foi recebido com a seguinte mensagem do CEO da empresa, Jeff Bezos:

Sim, a Amazon começou a vender livros físicos no Brasil, mercado que movimentou mais de R$ 5 bilhões em 2013, de acordo com O Estado de S.Paulo.

Seguindo a nota de Jeff Bezos, são mais de 150 mil títulos em português à disposição do leitor — "este número é praticamente o total de livros físicos brasileiros em catálogo", ressalta o PublishNews. Todos com frete grátis para compras acima de R$ 69; muitos com superdescontos, como os próprios autores apresentaram em posts do Facebook.

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

Cantigas de roda e canções infantis

Enviado por Jair Fonseca

Cantigas de roda e canções infantis

Bela e importante antologia de canções infantis brasileiras, com ênfase no Norte de Minas, pelo Madrigal Infantil de Montes Claros, em álbum gravado em 1979 pela Marcus Pereira. Iniciativa do Dr. Hermes de Paula (grande folclorista!), Clarice Maciel  e Grupo de Serestas João Chaves, Tino Gomes e outros. Lindas, simples e emocionantes essas gravações feitas na própria casa do Dr. Hermes de Paula. 

Média: 5 (4 votos)

Avós da Praça de Maio encontram mais um neto desaparecido

Jornal GGN – Ontem (22), a associação Avós da Praça de Maio anunciou ter encontrado o 115º neto desaparecido durante a ditadura militar na Argentina. Ana Libertad é neta de Alicia Zubasnabar, uma das fundadoras da organização.

Enviado por Mara L. Baraúna

"Avós de Maio" encontram 115° neto desaparecido

Do R7

Trata-se da neta de uma das fundadoras e primeira presidente da organização

A associação Avós da Praça de Maio anunciou nesta sexta-feira (22) que encontrou o 115º neto desaparecido durante a ditadura militar na Argentina.

Trata-se de Ana Libertad, neta de Alicia Zubasnabar, uma das fundadoras e primeira presidente da organização.

Estela de Carlotto, atual líder da ONG e que há duas semanas descobriu o seu próprio neto, disse em uma coletiva de imprensa que a mulher em questão vive na Europa e se submeteu voluntariamente a um exame de DNA para comprovar o parentesco.

Leia mais »

Média: 5 (9 votos)

Eleições: Propaganda rica contrasta com projetos pobres

Jornal GGN – A propaganda eleitoral obrigatória começou e já é possível observar riqueza de campanhas e pobreza de programas. Candidatos nanicos se repetem em inserções de 30 segundos e produções dos grandes pecam por falta de criatividade.

Enviado por Zanchetta

Se depender da TV, esta eleição acaba empatada

Do Balaio do Kotscho

Ricardo Kotscho

Costumava-se falar antigamente que, se macumba ganhasse jogo, o campeonato baiano terminaria empatado. O mesmo se pode dizer agora da primeira semana da propaganda eleitoral obrigatória: se depender só do que vimos na televisão até agora, todos os candidatos têm a mesma chance de ganhar e de perder, e vai acabar tudo tudo em zero a zero.

São 110 minutos de horário político por dia, fora as inserções de 30 segundos distribuídas ao longo da programação _ um verdadeiro massacre de mau gosto, mesmice, teatro mambembe, total ausência de propostas viáveis para o país, com o desfile de candidatos maquiados, uma chatice sem fim. Estamos assistindo a um "circo de horrores", a perfeita definição do meu colega Zé Simão, o mais sério comentarista político do país.

Leia mais »

Média: 1.9 (10 votos)

PRE defende direito de Padilha à cobertura da TV Globo

Jornal GGN – A Procuradoria Regional Eleitoral de São Paulo se manifestou favorável ao pedido de Alexandre Padilha, candidato do PT ao Governo do Estado, de ter exposição diária na TV Globo, como vem sendo feito com Geraldo Alckmin e Paulo Skaf. O procurador regional eleitoral afirmou que a TV Globo não tem a obrigação de conceder espaço idêntico aos candidatos, “entretanto, a não cobertura diária das campanhas de todos os candidatos, permitindo ao eleitor/telespectador a exata dimensão do pleito, claramente representa um privilégio aos candidatos em melhor posição, uma vez que a tendência de manutenção em suas posições, sem a divulgação razoável das demais candidaturas, é evidente”. 

Enviado por Alfeu Esf

PRE/SP opina pelo direito de Padilha ter cobertura diária da TV Globo

Do Ministério Público Federal

Em parecer, procurador Gomes da Silva afirma que candidato tem direito à exposição diária, mesmo que o tempo de cobertura não seja igual ao dos dois primeiros colocados nas pesquisas

A Procuradoria Regional Eleitoral em São Paulo (PRE-SP) manifestou-se parcialmente favorável ao pedido do candidato do PT a governador, Alexandre Padilha, de ter na TV Globo tratamento isonômico na cobertura jornalística. Em parecer, o procurador regional eleitoral auxiliar, Paulo Thadeu Gomes da Silva, opina que, pelo princípio da isonomia, assegurada pela lei eleitoral, Padilha tem direito à mesma periodicidade de cobertura jornalística dos candidatos que aparecem diariamente nos telejornais.  Leia mais »

Média: 5 (8 votos)

ONU calcula mais de 190 mil mortos no conflito da Síria

Jornal GGN – O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos calcula que mais de 190 mil pessoas perderam a vida na Síria desde o início do conflito no país. Este número é resultado da compilação realizada entre várias fontes, incluindo o governo, durante o período que vai de março de 2011 a abril deste ano.

A Comissária, Navi Pillay, indicou que, provavelmente, o número estimado é inferior à realidade e condenou o fracasso da comunidade internacional em dar fim ao conflito.

“Pillay lamenta profundamente que, dada a aparição de tantos outros conflitos armados neste período de desestabilização global, os combates na Síria e seu iimpacto terrível sobre milhões de civis vá ficando fora do radar internacional”, declarou seu porta-voz Rupert Colville, em Genebra.

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Para Mantega, Brasil volta a crescer no segundo semestre

Jornal GGN – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, deu entrevista para o Valor Econômico e demonstrou confiança na retomada do crescimento da economia no segundo semestre, a despeito de um possível anúncio do IBGE de retração no segundo trimestre, que configuraria recessão na primeira metade do ano. Ele deu sua opinião sobre os rumos da política fiscal e monetária no caso de reeleição da presidente Dilma.

Mantega descarta crise e vê sinais de retomada no segundo semestre

Por Claudia Safatle, Edna Simão, Fernando Exman e Leandra Peres

Do Valor Econômico

Otimista até por dever de ofício, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, rechaçou ontem a tese de que há uma crise na economia e avaliou que fará pouca diferença se, na semana que vem, o IBGE anunciar retração da atividade econômica no segundo trimestre, o que pode configurar uma recessão no primeiro semestre do ano. O importante, argumentou o ministro, é que o segundo semestre já dá sinais de retomada do crescimento e, se a economia internacional se recuperar um pouco mais, 2015 trará também o aquecimento da indústria. Ele recomendou para o próximo ano uma política fiscal mais apertada e uma monetária mais flexível, caso a presidente Dilma Rousseff seja reeleita.

Em entrevista exclusiva ao Valor PRO, serviço de informações em tempo real do Valor, o ministro disse que não pretende aumentar a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), que deve continuar em 5% ao ano para apoiar o investimento, mesmo com a Selic a 11% ao ano. Presidente do Conselho de Administração da Petrobras, Mantega defendeu Graça Foster à frente a estatal. Com um calhamaço de papéis à mão sobre o desempenho da economia, o primeiro tema que o ministro abordou na conversa foi o aumento da produção da Petrobras.

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

PF suspeita de compra irregular do jato de Eduardo Campos

Jornal GGN – A Polícia Federal quer saber se Aldo Guedes Álvaro, sócio do candidato Eduardo Campos, é o verdadeiro dono do jato que caiu em 13 de agosto, em Santos. Ele intermediou a compra da aeronave em nome de empresários e contratou os pilotos. A PF quer apurar se os empresários são apenas laranjas e se houve crime de ocultação de patrimônio e sonegação fiscal.

Polícia investiga se sócio de Campos é dono de jatinho

Por Ricardo Brandt

Do O Estado de S. Paulo

Compra foi intermediada por Aldo Guedes; negociação levanta suspeita de ocultação de patrimônio e sonegação de impostos

SÃO PAULO - A Polícia Federal investiga se o sócio do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, Aldo Guedes Álvaro, é o verdadeiro dono do jato Cessna Citation 560 XLS, prefixo PR-AFA, que caiu no dia 13, em Santos (SP), matando o candidato à Presidência do PSB e mais seis pessoas.

Homem de confiança de Campos, Guedes era seu sócio na Fazenda Esperança, área de 210 hectares, e na Agropecuária Nossa Senhora de Nazaré, em Brejão (PE). Ele também é casado com uma prima da família.

Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

GFK Verein divulga estudo global sobre os desafios das nações

Jornal GGN - De acordo com um estudo global sobre os desafios das nações, realizado pela GFK Verein, o desemprego lidera a lista de preocupações com 30%, seguido por serviços de saúde e política educacional. No ranking dos dez maiores desafios estão corrupção, pobreza e enfrentamento ao tráfico. GFK Verein é uma organização sem fins lucrativos voltada para a promoção da pesquisa de mercado.

No primeiro estudo em escala global, o desemprego aparece como a principal preocupação de um terço das pessoas interrogadas. Em 11 de 17 países pesquisados, está no topo do ranking. A preocupação é maior na Espanha, citado por 74% dos entrevistados, seguido de perto pela França, com 67%. Na Itália, Polônia e Nigéria, pelo menos metade da população vê a necessidade de melhorar a situação do mercado de trabalho.

A preocupação com o serviço de saúde está em segundo lugar, com 17%. Esta preocupação está em primeiro lugar no Brasil, com cerca de 55% das pessoas preocupadas, o que torna o tema um desafio. Polônia segue o exemplo, com 24%, seguida pela Nigéria (17%) e Holanda (16%). Por outro lado, na Turquia e África do Sul (cada um com 3%), outros problemas, atualmente, são mais urgentes.

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Iraque: ONU condena ataque mortal a uma mesquita

Jornal GGN - O Secretário-Geral da ONU condenou, em termos mais enérgicos, o atentado contra uma mesquita ocorrido nesta sexta-feira na província iraquiana de Diyala. Os meios de comunicação informaram que o ataque à mesquita, na região leste do país, foi executado por homens armados e um terrorista suicida, conforme dados preliminares divulgados. O ataque teria provocado a morte de dezenas de pessoas.

Em um comunicado distribuído por seu porta-voz, Ban Ki-moon ressalta que ataques a lugares de culto são totalmente inaceitáveis e estão proibidos de acordo com o Direito internacional.

Ban Ki-moon pediu às autoridades iraquianas a garantia de que este ataque será investigado de forma adequada e que seus autores prestem contas do ato. Também enviou condolências às famílias das vítimas.

O titular da ONU expressou profunda preocupação pelo efeito que o ato de violência sectária, como esse, terá sobre a situação de segurança já grave no país e no processo de estabelecer um governo unificado capaz de enfrentar a ameaça que representa o grupo Estado Islâmico.

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Postalis tenta transferir para Mellon Bank responsabilidade por seus golpes

Jornal GGN – A pedido da entidade dos funcionários dos Correios, Postalis, a Justiça do Rio decretou ontem (22) o bloqueio de quase R$ 200 milhões das contas do Bank of New York Mellon no Brasil. A Postalis quer receber o dinheiro como indenização por perdas com títulos da dívida argentina.

Para muitos observadores, trata-se de manobra do Postalis e da direção dos Correios para se livrar das responsabilidades pelos rombos sofridos pelo banco em várias operações mal explicadas.

Justiça bloqueia conta do Mellon no Brasil

Por David Friedlander

Da Folha de S. Paulo

Pedido é do fundo de pensão dos Correios, que pede indenização por perda de R$ 197 mi com títulos da Argentina

Banco dos EUA diz que gestor de fundo é o responsável e vai recorrer; Postalis faz também queixa ao BC

A Justiça do Rio decretou nesta sexta-feira (22) o bloqueio de R$ 197,8 milhões das contas do Bank of New York Mellon no Brasil, a pedido do fundo de pensão Postalis (dos funcionários dos Correios), segundo a Folha apurou.

A entidade quer receber esse dinheiro do banco americano como indenização por perdas com títulos da dívida argentina, reduzidos a pó depois do calote do governo daquele país em credores, semanas atrás.

As perdas ocorreram no fundo de investimentos Brasil Sovereign II, do qual o Postalis é o único cotista. O Mellon é o administrador desse fundo, que era gerido por uma outra empresa, chamada Atlântica.

Leia mais »

Média: 5 (3 votos)

Urbanismo inclusivo – O papel social da arquitetura

Jornal GGN – A Folha de S. Paulo de hoje compartilhou a visão do historiador Nicolau Sevcenko – morto aos 61 anos no último dia 13 de agosto – acerca do papel social da arquitetura. O texto foi a orelha do livro do vereador Nabil Bonduki, “Pioneiros da Habitação Social – Volume 1”.

Para Nicolau Sevcenko, debater o urbanismo inclusivo é crucial

Da Folha de São Paulo

Historiador morto neste mês escreveu orelha de livro sobre habitação social

O MOMENTO DECISIVO PARA A MUDANÇA DO PAPEL SOCIAL DA ARQUITETURA FOI CATALISADO PELA PRIMEIRA GUERRA

Um dos últimos trabalhos do historiador Nicolau Sevcenko, morto no último dia 13 aos 61 anos, foi a orelha do livro "Pioneiros da Habitação Social - Volume 1", de Nabil Bonduki. A obra será lançada pela editora Unesp no início de setembro. Leia abaixo o texto de Sevcenko.

-

Há uma história alternativa da arquitetura no século 20, que passa ao largo dos grandes mestres e das correntes dominantes, definidoras das narrativas que estabeleceram os paradigmas de referência para os debates, as práticas projetuais e a educação arquitetônica contemporânea. Mas, muito embora essa história possa ser menos vistosa no âmbito acadêmico ou nas lides da profissão, ela é decisiva para o encaminhamento das mais prementes questões sociais, políticas e éticas do mundo industrializado. Trata-se da questão crucial, diversamente denominada conforme o ângulo de abordagem, de arquitetura social, políticas habitacionais ou urbanismo orgânico e inclusivo.

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Mistérios do samba ou mistérios no samba?

Em 1927, Patrício Teixeira gravou, de Donga e João da Bahiana, o samba DONA CLARA (Não te quero mais), disco Odeon nº 10.084-a.

Em 1928, Benício Barbosa gravou também o samba NÃO TE QUERO MAIS, da autoria de Dário A Ferreira, lançado pela Parlophon com o número 12865-B, o que nos levaria a uma suposição de que seriam dois sambas diferentes, com nomes iguais.

Absolutamente não é isso. O samba interpretado por Benício Barbosa possui a melodia absolutamente igual à melodia de Dona Clara, que fora gravado por Patrício Teixeira um ano antes.

Essa segunda gravação tem predominância instrumental e uma pequena letra absolutamente diferente da letra de Dona Clara, que cita Exu, Xangô, Ogum, Oxalá e fala em macumba e feitiço. Há que se frisar que a gravação atribuída a Dário Teixeira, de 1928 e interpretada por Benício Barbosa tem a participação da Orquestra Típica Pixinguinha-Donga.

Sinceramente não consigo atinar no que ocorreu. Simples plágio não foi, uma vez que essa gravação foi realizada com a Orquestra que levava inclusive o apelido do compositor Ernesto dos Santos, que, por óbvio, dela participava.

Seria o caso de venda do samba? Estranho também porque interpretado somente um ano após a gravação de Dona Clara.

O pesquisador Samuel Machado Filho aventa a possibilidade de Dário A. Ferreira ser um pseudônimo. Não sei.  Consta como autor, além do samba referido, de Candomblé e Não Te Quero Mal. Vamos desvendar esse mistério?

Leia mais »

Imagens

Vídeos

Veja o vídeo
Veja o vídeo
Média: 5 (2 votos)

MPF investiga espaço pago em concessões públicas de rádio e TV

Jornal GGN – O Ministério Público Federal deu início a investigações sobre a locação de horários em rádios e TV por programas religiosos e televendas. O órgão vai apurar casos envolvendo emissoras que alugam quase toda a sua programação, como o canal 21, do Grupo Bandeirantes, que tem mais de vinte horas alugadas, e a CNT, que tem 90% de programação religiosa.

Ministério Público investiga locação de horários na TV

Por Keila Jimenez

Da Folha de S. Paulo

O Ministério Público Federal começou a investigar a locação de horários em rádios e TV para programas religiosos e televendas. O anúncio foi feito nesta semana pelo MP em audiência pública na Câmara dos Deputados, para debater justamente a terceirização da grade de programação de TV.

O Ministério Público pretende apurar casos envolvendo canais que alugam quase toda a sua programação para entidades religiosas. Na mira do órgão estão emissoras como o 21, do Grupo Bandeirantes, que tem mais de 20 horas alugadas, e a rede CNT, que possui mais de 90% de sua grade tomada por atrações religiosas.

Leia mais »

Média: 5 (4 votos)