Revista GGN

Assine

Luis Nassif Online

Com a escolha de Moraes para o STF, de Bonifácio como sucessor de Janot, completa-se o quadro para o novo tempo
69
Com instrumentos de investigação inéditos, MPF não conseguiu desenvolver uma investigação eficiente contra a corrupção
73
Rogério Medeiros, diretor do Século Diário, denuncia campanha de intimidação e censura
5

a mão de caravaggio, 14, por romério rômulo

a mão de caravaggio, 14

por romério rômulo

 

caravaggio lavrou todo o vermelho

no lábio vertebral daquele inferno

de boca retalhada pelo mundo.

 

fez uns dedos tão sãos e bem cerzidos

a beleza tão dura e bem tratada

que meus olhos ficaram decaídos.

Leia mais »
Sem votos

Xadrez do PSDB no 2o tempo do golpe

Peça 1 – o fator Alexandre de Moraes

Analise-se, primeiro, a ficha de Alexandre de Moraes:

1.     Suspeitas de captar clientes entre grupos beneficiados por ele enquanto Secretário de Administração da gestão Gilberto Kassab na prefeitura de São Paulo.

2.     Estimulador da violência inaudita da PM paulista contra estudantes secundaristas, inclusive permitindo o trabalho de grupos de P2 contra adolescentes.

3.     Autor de um plano de segurança condenado unanimemente por todos os especialistas no tema.

4.     Acusação de plágio em suas obras e uma resposta ridícula, na sabatina do Senado: a de que manifestações em sentenças de Tribunais superiores (no caso, da Espanha) não contempla direito autoral. Ora, ele copiou as manifestações sem aspas – isto é, apropriou-se do texto copiado.

5.     Nenhuma dúvida sobre a parcialidade com que irá se conduzir no Supremo Tribunal Federal (STF).

Leia mais »

Média: 4.6 (38 votos)

Fora de Pauta

O espaço para os temas livres e variados.

Média: 5 (1 voto)

Multimídia do dia

As imagens e os vídeos selecionados.

Média: 5 (1 voto)

Clipping do dia

As matérias para serem lidas e comentadas.

Média: 5 (1 voto)

Sala de visitas discute arte de rua e desumanização de Dona Marisa pela grande imprensa

Nesta edição, Nassif entrevista, Tata Amaral e João Feres Jr e, ainda, Caito Marcondes e os irmãos grafiteiros Tim e Mauro Neri, responsáveis pelo anagrama VEraCidade 

 
Jornal GGN - Uma moça de olhos vivos e corpo alongado, geralmente carregando uma casinha amarela nas costas, como uma mochila, e um convite para Ver a Cidade, ou VEraCidade. 
 
Essas são as marcas registradas do grafiteiro Mauro Neri que, ao lado do irmão Wellington Neri (Tim), criou em 2006 o projeto Imargem, junção da palavra imagem e margem, na região da represa Billings, no distrito do Grajaú, local com o menor índice de desenvolvimento da cidade de São Paulo. Os dois são os entrevistados do primeiro bloco desta edição do Sala de visitas com Luis Nassif. 
 
Mauro é um dos autores dos desenhos produzidos na Av. 23 de Maio, o maior mural a céu aberto da América Latina, apagado pelo prefeito João Dória (PSDB). O grafiteiro voltou ao local para tentar tirar a tinta cinza e salvar seu desenho, mas foi preso pela PM, fichado por crime contra o Meio Ambiente, e depois solto. 
 
A proposta higienista de Dória ganhou repercussão bastante negativa, contrária à esperada pelo novo prefeito. Para o apresentador Luis Nassif, Mauro destacou que Dória conseguiu, no final das contas, recolocar o debate do uso do espaço público no centro das discussões apresentando tanto um lado positivo, quanto negativo, da sociedade paulistana.
Leia mais »

Imagens

Média: 4.2 (5 votos)

Governo Trump amplia número de imigrantes ilegais que podem ser deportados

 
Jornal GGN - Nesta terça-feira (21), o governo de Donald Trump anunciou novas medidas que ampliam o número de imigrantes que podem ser deportados dos Estados Unidos. Foram revogadas diretrizes da gestão de Barack Obama, que priorizam a deportação daqueles que haviam cometido crimes graves ou que foram apreendidos ao entrar ilegalmente nos EUA.
 
As novas regras poupam os imigrantes ilegais que chegaram ao país quando eram crianças e também os pais de cidadãos americanos ou de residentes legais. Também foi determinada a contratação de outros 10 mil agentes de imigração. 
 
Uma das decisões mais polêmicas está na autorização de deportação “expressa” para quem não conseguir provar que mora nos Estados Unidos de maneira contínua por ao menos dois anos. 

Leia mais »

Sem votos

Roberto Freire é ministro que se confundiu a si mesmo, diz jornalista portuguesa

 
Jornal GGN - Em artigo publicado no portal português Público, a jornalista e escritora Alexandra Lucas Coelho comenta a entrega do Prêmio Camões, concedido em parceria entre Brasil e Portugal, para o escritor Raduan Nassar, na semana passada. 
 
Raduan fez um discurso crítico ao governo de Michel Temer, e o ministro da Cultura, Roberto Freire, respondeu irritado à fala do premiado. Para Alexandra, o caso mostra como Freire não consegue distinguir Estado e governo, “confundindo-se a si mesmo”.
 
Ela ressalta que quem escolhe o premiado é um júri independente. “Os premiados do Camões não são escolhas de nenhum governo”, afirma, derrubando um dos argumentos de Freire, que “sumirá da história”. 
Leia mais »
Média: 4.2 (10 votos)

Tô me guardando pra quando o Carnaval chegar, por Leo Villanova

Leia mais »

Média: 4.8 (9 votos)

Alexandre de Moraes e as respostas polêmicas: "a imprensa inventa"

Sabatina deve terminar por volta das 20h30 desta terça, seguida de votação. Presidente do Senado, Eunício Oliveira, também pretende concluir votação do plenário imediatamente depois
CCJ - Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania
 
Jornal GGN - Em sabatina, o indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF) por Michel Temer, Alexandre de Moraes, negou ter trabalhado para a facção criminosa PCC, sobre as acusações de ter recebido R$ 4 milhões de empresa alvo da Operação Acrônimo disse ser "invenção da imprensa" e disse não existir "desmonte" da Lava Jato pelo governo.
 
Até o momento, foram quase seis horas de sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. Sobre a Operação Lava Jato, tema recorrente e de interesse dos senadores, sobretudo os aliados e a cúpula peemedebista, Moraes minimizou as críticas contra o governo e sua atuação frente ao Ministério da Justiça.
 
Questionado sobre as mudanças que ocorreram na Polícia Federal desde a sua entrada, disse: "Não há desmonte [da Lava Jato]. Todos os delegados que saíram foram motivados por pedidos. Temos que lembrar que eles têm uma carreira", disse.
Média: 3 (4 votos)

Lula terá de lutar por sua candidatura, por Paulo Moreira Leite

Foto Ricardo Stuckert/Instituto LulaFoto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

Sugestão de Fernando J.

no Brasil 247

Lula terá de lutar por sua candidatura

por Paulo Moreira Leite

A espetacular aprovação de Lula nas pesquisas eleitorais expressa o reconhecimento da população pelo seu desempenho como presidente -- mas não só.

Também mostra que, para uma grande parcela de brasileiros, Lula é o personagem decisivo para o país retornar ao Estado Democrático de Direito, o que pode ocorrer pelo respeito ao calendário eleitoral, que prevê eleições livres e diretas para presidente em 2018.

Este é o básico e, como é frequente em tempos turbulentos, também é o incerto.

Leia mais »

Média: 4.3 (11 votos)

Casos de violência contra jornalistas aumentaram 65% no Brasil

 
Jornal GGN - De acordo com relatório da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), houve um aumento de 65,61% nos casos registrados de violência contra os profissionais da imprensa em 2016, na comparação com o ano anterior.
 
A associação aponta para um redução do número de assassinatos, de oito para dois casos, mas afirma que os casos de violações à liberdade de expressão saíram de 116 para 192 casos, atingindo 261 profissionais e veículos. 
 
As ocorrências mais registradas são as agressões, seguidas de ofensas e ameaças. Segundo o relatório, a maior parte das violências registradas foram cometidas por agentes públicos, principalmente por policiais, guardas municipais e outros agentes de segurança.

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

Enquanto a chuva cai, por Manuel Bandeira

Sugestão de Gilberto Cruvinel

A chuva cai. O ar fica mole . . .

Indistinto . . . ambarino . . . gris . . .

 

E no monótono matiz

Da névoa enovelada bole

A folhagem como o bailar.

Torvelinhai, torrentes do ar!

Cantai, ó bátega chorosa,

As velhas árias funerais.

Minh'alma sofre e sonha e goza

À cantilena dos beirais.

Meu coração está sedento

De tão ardido pelo pranto.

Leia mais »

Média: 5 (6 votos)

Doria para 2018, por Rogério Faria

Doria para 2018

por Rogério Faria

Alckmin, Aécio e... (vá lá): Serra que se cuidem, Doria está em plena campanha para 2018. Diante das forças progressistas e do povo novamente se aglutinando em torno de Lula, o atual prefeito de São Paulo viu a oportunidade de se personificar o candidato antilula, queimando etapas da carreira política e deixando figurões tucanos comendo poeira.

Leia mais »

Média: 3.4 (13 votos)

Expulsas pelo Parque Olímpico, famílias lutam por reparação na Justiça

Jornal GGN - No Rio de Janeiro, as famílias que tiveram que sair de suas casas em razão da construção das arenas do Parque Olímpico estão recorrendo à Justiça para receber reparações.

No local onde antes existia a Vila Autódromo, com cerca de 500 famílias próximas ao finado autódromo de Jacarepaguá, agora estão localizadas as arenas utilizadas nos Jogos Olímpicos e que estão abandonadas, pouco mais de seis meses após o fim do evento. Para muitas famílias, a única opção foi um apartamento no condomínio Parque Carioca, do programa Minha Casa Minha Vida. 
 
“Quando a proposta foi apresentada, o ex-prefeito Eduardo Paes garantiu que o apartamento seria entregue quitado, e eles acreditaram nisso. E essa promessa não foi cumprida. Agora a gente quer que eles tenham direito de ter uma negociação administrativa ou judicial desapropriatória”, afirma o advogado Fábio Correa, que representa 110 famílias na Justiça Federal contra a  Prefeitura do Rio de Janeiro, o consórcio RioMais, responsável pela construção do condomínio, e a Caixa Econômica Federal.

Leia mais »

Média: 3.3 (3 votos)