newsletter

Pular para o conteúdo principal

Luis Nassif Online

O grupo defende Política de Participação Social - que setores mais trogloditas taxaram de bolivariana; por Luis Nassif
11 comentários
Expressões de contrariedade, dedos em riste e interrupções grosseiras falaram mais ao telescpectador do que o conteúdo
120 comentários
Perguntas óbvias e respostas óbvias e o entrevistador supondo-se mais importante que os entrevistados, por Luís Nassif
214 comentários

Uma homenagem aos avós e a José Saramago

A homenagem de André Raposo aos avós, à literatura e à vida

Enviado por MiriamL

Da Fundação José Saramago

A homenagem de André Raposo aos avós, à literatura e à vida

Colocado no Youtube há duas semanas, o vídeo Carta aos meus avós – a partir de José Saramago, realizado por André Raposo e João Descalço, já foi visto mais de 100 000 vezes. A ideia da produção de uma peça baseada no texto Carta a Josefa, minha avó, de José Saramago, foi do publicitário André Raposo, de 22 anos. «Um amigo passou-me essa crónica, eu já havia lido o Memorial do Convento e o Ensaio Sobre a Cegueira, além de algumas crónicas do Saramago, mas essa eu não conhecia. Gostei muito. Faz dois anos, quando o meu avô materno faleceu, voltei a ela. Fiquei muito próximo desse texto, li-o várias vezes, e comecei a pensar em trabalhá-lo de alguma maneira.»

A sua experiência teatral levou Raposo a pensar, de início, em adaptar a crónica de Saramago como um monólogo e apresentá-la no Teatro Rápido (espaço para obras de 10/15 minutos), mas logo a ideia de realizar um vídeo se sobrepôs. «Achei que teria mais projeção, e como não havia realizado nada, chamei um amigo, o João, para fazê-lo comigo.»

Leia mais »

Média: 5 (3 votos)

Barroso anula decisão de Barbosa sobre leilão de bens de Valério

Enviado por Assis Ribeiro

Da Agência Brasil

 
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso anulou decisão do ex-ministro Joaquim Barbosa que determinou o leilão dos bens do empresário Marcos Valério, condenado a 37 anos de prisão na Ação Penal 470, o processo do mensalão.  Barroso entendeu que a decisão deveria ser tomada pelo juiz responsável pela Vara de Execuções Penais, não pelo STF.
 
A decisão de Barbosa foi assinada no dia 10 de junho. No dia 17 do mesmo mês, ele renunciou à relatoria das execuções das penas do processo do mensalão. Na ocasião, o ex-presidente do Supremo determinou o leilão de imóveis e carros de luxo para ressarcir os cofres públicos, além de entender que Valério não poderia pagar a multa de R$ 4,4 milhões, cobrada em função da condenação, com os bens bloqueados. A decisão também atingiu a ex-mulher de Valério, Renilda Santiago, e os ex-sócios dele, Cristiano Paz e Ramon Hollerbach.

Leia mais »

Média: 5 (5 votos)

Brasil 2015: os novos passos da política industrial

A partir de 2004 o país passou a reaprender a fazer política industrial. Uma falsa ideia de liberalismo havia deixado para segundo plano um elemento central de desenvolvimento, ao qual recorrem todos os países, dos Estados Unidos à China.

A primeira experiência foi a PITCE (Política Industrial, Tecnológica e de Comércio Exterior), de 2004.

Desinterditou o debate, ensaiou as primeiras ações concatenadas dentro do governo, levantou as novas áreas da fronteira tecnológica, as chamadas áreas portadoras de futuro, como biotecnologia, nanotecnologia, energia renovável. Ajudou a dar consistência à ação da Finep (Financiadora de Estudos e Pesquisas), até então mergulhada em um conjunto de editais soltos.  

Leia mais »

Imagens

Média: 5 (2 votos)

Fora de Pauta

O espaço para os temas livres e variados.

Média: 4 (4 votos)

ICF, FEESP e GGN promovem palestra com Deepak Nayyar

Média: 5 (1 voto)

O morde e assopra da Folha com Marina Silva

Jornal GGN - A edição da Folha de S. Paulo desta segunda-feira (18) dá um beliscão em Marina Silva, para depois afagá-la (ou confortá-la, digamos assim). O periódico manchetou o desempenho superior de Marina em relação ao de Eduardo Campos (PSB), na primeira pesquisa Datafolha feita após a morte do ex-governador de Pernambuco. Mas, no editoral, o jornal crava Marina como incompetente por não ter conseguido criar a Rede Sustentabilidade e virar presidenciável em função de uma tragédia.

Além de destacar esse obstáculo na trajetória de Marina, o jornal projeta o cenário em que a ex-senadora será inserida, classificando Marina como dona do discurso de terceira via cheio de "contradições" e incertezas. Nesse quadro, para a Folha, Aécio Neves (PSDB) e até mesmo Dilma Rousseff (PT) apresentam discursos mais consistentes.

Para a Folha, com base nos resultados da pesquisa de opinião, Marina aparece como potencial herdeira dos votos da parcela dos brasileiros que se mostrou insatisfeita com a política tradicional. O jornal alerta, entretanto, que apesar de Marina ser a candidata de circunstância, "será preciso mais do que a intervenção do imponderável. O adversário imediato da ex-ministra do Meio Ambiente, senador Aécio Neves, conta com melhor estrutura partidária e está enraizado no coração demográfico e econômico do país, o Sudeste."

Desde o acidente áereo que vitimou Campos no litoral paulista, Marina é tida como substituta natural na cabeça de chapa do PSB. A grande mídia, à sua maneira, tem insistido para que isso aconteça. O motivo é que, com Marina, o segundo turno com Dilma Rousseff é certo - algo que, com Campos, as pesquisas de opinião não sentenciavam. Mas com Marina, Aécio Neves pode acabar em terceiro lugar.

Leia mais »

Média: 3.5 (8 votos)

Compartilhar o conhecimento: compromisso do cientista, por Maria Cecília Minayo

Não só no Brasil, mas em todo o mundo, a pesquisa, o ensino superior e as pós-graduações estão sendo repensados. Além de cumprir seu clássico papel de formar pessoas reflexivas e competentes filosófica, social e cientificamente, o mundo acadêmico vem assumindo outras funções e sendo orientado a contribuir para a competitividade da economia e oferecer formação adequada de alto nível para o mercado de trabalho público e privado, com o objetivo de criar quadros competentes para a burocracia estatal e prestar serviços à sociedade.

A orientação da ciência para as necessidades da sociedade se intensificou a partir dos anos 1980 em todo o mundo ocidental e se acentuou neste século. No estágio de desenvolvimento em que o mundo se encontra está cada vez mais patente que ciência, tecnologia e inovação são os grandes motores do desenvolvimento humano, social e econômico: as nações que não investem nesse tripé ficam dependentes do que é produzido em outros países.

Alguns filósofos e sociólogos contemporâneos falam de uma ciência em mutação para uma sociedade em transformação. Referem-se à transição de um modelo de investigação caracterizado por um espaço social relativamente livre de controles externos e calcado na avaliação de qualidade apenas por pares, para outro no qual vigore uma agenda científica de excelência que integre o desenvolvimento sustentável dos países e a participação da sociedade.

Leia mais »

Média: 4.8 (4 votos)

Hackers roubaram dados de 4,5 milhões de pacientes norte-americanos

Jornal GGN – Entre abril e junho, hackers invadiram um grande sistema hospitalar dos Estados Unidos e roubaram informações de 4,5 milhões de pacientes, de acordo com um documento da U.S. Securities and Exchenge Comission (SEC). Os dados representam um conjunto de 206 hospitais em 29 Estados.

Não há registos de cartões de crédito entre os dados roubados, mas há dados pessoais como nomes, endereços, datas de nascimento, números de telefone e números de segurança social. O ataque foi do tipo conhecido como “ameaça avançada persistente” (APT), em que há um alvo deliberado e quando são usados todos os tipos de métodos possíveis, mesmo que o processo de ataque leve meses ou mais.

É diferente do tipo chamado "drive-by attack", quando um tipo de malware funciona de forma aleatória e que entre em ação quando da visita de um site infectado ou por um e-mail. O APT é um tipo difícil de deter, que exige ação de empresas especializadas para conter a ameaça.

Leia mais »

Média: 3 (2 votos)

As demandas do setor de petróleo e gás reviveram a indústria naval

Jornal GGN - A relação íntima entre o desenvolvimento da indústria naval e a demanda crescente do setor de petróleo e gás foi um dos temas do 48º Fórum Brasilianas.org, realizado na última quinta-feira, 14 de agosto, em São Paulo. Na ocasião, diversos profissionais do setor se reuniram para debater as ações bem sucedidas e apontar as mudanças de rumo necessárias para que a indústria continue a crescer no País.

Nos últimos anos, a revitalização da indústria naval brasileira foi um dos projetos mais bem sucedidos do Governo Federal. Com a descoberta de petróleo no pré-sal e de novos poços na Bacia de Campos, o setor passou a desempenhar um papel de destaque na economia nacional. Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

Desvendando o PNE: inclusão pode ajudar na construção de uma sociedade mais tolerante

Por Juliana Sada, do Centro de Referências em Educação Integral

Quando descobriram que a filha que esperavam possuía síndrome de down, Maria Antônia e seu marido se prepararam para contar a notícia ao filho já adolescente. Com muito cuidado explicaram a situação, mas o garoto não pareceu surpreso com a notícia, ficando indiferente. Os pais insistiram e tornaram a explicar, tentando mostrar a gravidade da situação. A resposta do menino seguiu no mesmo tom de tranquilidade: “tudo bem, eu sei como é; tem uma garota da minha sala de aula que tem síndrome de down”. Os pais ficaram surpresos e questionaram porque ele nunca havia contado aquilo. O garoto seguiu com naturalidade. “É apenas mais uma de minhas colegas”, disse.

Leia mais »

Média: 3.8 (4 votos)

Renata Campos convoca ato político para apoiar candidatos do PSB em PE

Jornal GGN - A economista Renata Campos, viúva do ex-candidato à Presidência Eduardo Campos, convocou um ato junto à militância do PSB nesta segunda (18) para declarar que dará continuidade ao projeto político do marido. Vítima de um acidente aéreo no último dia 13, Campos foi sepultado na tarde de ontem. Na quarta, o partido deve anunciar Marina Silva como substituta na chapa.

O novo presidente nacional do PSB Roberto Amaral declarou, mais uma vez, que Renata é um quadro excepcional do partido e que a discussão sobre a nova chapa passará pelo crivo dela. Até agora, a economista não deu uma resposta clara sobre fazer uma dobradinha com Marina como candidata a vice. A avaliação de parentes e pessebistas próximos é de que Renata dará prioridade ao cuidados com os filhos, mas acompanhando a corrida eleitoral.

No ato em Recife, Renata disse que trabalhará "por dois" nessa eleição. "Fica tranquilo, Dudu, teremos a sua coragem para mudar o Brasil. Não desistiremos do Brasil. É aqui que cuidaremos dos nossos filhos", afirmou.

Leia mais »

Média: 2.2 (10 votos)

Inpa inicia construção de estação de monitoramento maior que torre Eiffel

Lançamento da pedra fundamental da torre ATTO.

Jornal GGN – O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI) deu início à construção de uma estação de monitoramento climático na região amazônica de 325 metros de altura, sendo maior que a famosa torre Eiffel, em Paris. A torre ATTO (sigla para Amazon Tall Tower Observatory) faz parte de cooperação entre o Inpa e Instituto Max Planck, da Alemanha, que mantém laboratórios na sede do instituto federal, em Manaus.

A torre será responsável principalmente por ajudar os cientistas a monitorar os efeitos das mudanças climáticas globais na floresta amazônica, mas também deve servir para outras pesquisas na região. O pesquisador Antonio Manzi, do Inpa, será o responsável pela parte administrativa do Brasil na parceria. Ele explica que a ideia inicial de construir a torre veio do Instituto Max Planck, que já fez um projeto similar na região da Sibéria, na Rússia, com 300 metros.

Logo o projeto siberiano passou a contemplar áreas de pesquisas de ponta em química da atmosfera (para medir trocas gasosas e reações químicas), física de nuvens (formação de chuvas), e em processos de transporte de energia e matéria (entre a floresta e a atmosfera).

Leia mais »

Média: 5 (3 votos)

Os programas do MEC de apoio à inclusão

Por Juliana Sada, do Centro de Referências em Educação Integral.

O Ministério da Educação (MEC), por meio da Diretoria de Políticas de Educação Especial, oferece uma série de opções de financiamento e formação que as escolas e os municípios podem acessar para a construção de um sistema inclusivo. Confira algumas iniciativas:

Programa Dinheiro Direto na Escola – Escola Acessível: a iniciativa é voltada a custear a adequação arquitetônica das instituições. A verba é enviada diretamente do Ministério à escola. Atualmente, a verba anual é de R$ 100 milhões divididos por 10 mil escolas. “Esta ação tem se mostrado de muita eficiência porque é desburocratizada e a verba chega direto na escola”, aponta a diretora da Diretoria de Políticas de Educação Especial do MEC, Martinha Clarete Dutra dos Santos.

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

Grande mídia assume papel da 'oposição fragilizada' na eleição

Jornal GGN - "Muitos se esqueceram, outros nem souberam, mas a realidade é que a 'grande imprensa' formulou com clareza um projeto de intervenção na vida política nacional. Não é teoria conspiratória. Quem disse que os 'meios de comunicação estão fazendo de fato a posição oposicionista deste País, já que a oposição está profundamente fragilizada', foi a Associação Nacional de Jornais, por meio de sua presidenta, uma das principais executivas do Grupo Folha."

A sentença, lembrada por Marcos Coimbra em artigo publicado na CartaCapital, nunca fez tanto sentido. Aliás,na visão do articulista, o faz desde 2012, quando começou a movimentação para impedir que a presidente Dilma Rousseff (PT) seja reeleita. 

Nesse cenário, a grande mídia tem trabalhado mais e melhor do que muitos partidos de oposição. Basta ver os resultados do Machetômetro citados por Coimbra, apontando 93% de noticiário negativo para Dilma no Jornal Nacional, da Rede Globo, onde a presidente estará na noite desta segunda (18).  

Leia mais »

Média: 4.8 (22 votos)

Privatização tucana no campo, por Renato Simões

 

A Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), vinculada à Secretaria de Agricultura e Abastecimento, está divulgando a intenção do Governo do Estado de São Paulo em dispor ou vender áreas rurais atualmente destinadas à pesquisa científica. Segundo a agência, são 42 unidades, com área total de 16 mil hectares, sendo que  1,2 mil hectares poderiam ser disponibilizados imediatamente, representando  uma captação de R$ 900 milhões a R$ 1 bilhão.

A fúria privatista do PSDB em geral, e do governador Alckmin em especial, não é novidade para ninguém. Agora, o alvo é o campo. Há que se lembrar que o artigo 272 da Constituição Paulista diz: "O patrimônio físico, cultural e científico dos museus, institutos e centros de pesquisa da administração direta, indireta e fundacional é inalienável e intransferível, sem audiência da comunidade científica e aprovação prévia do Poder Legislativo."

Ou seja, nada poderia se concretizar sem ouvir-se a opinião da comunidade científica e sem a aprovação do Poder Legislativo.

Mas por que o governo Alckmin toma agora esta decisão? Na verdade, este é o segundo tempo de um jogo terrível, cuja primeira etapa foi o sucateamento de diversas instituições de pesquisa no campo. Aliás, esta é a receita do tucanato: dar uma mãozinha na degradação do patrimônio público para, depois, "justificar" a privatização.

Leia mais »

Média: 4.1 (9 votos)