Revista GGN

Assine

A ingenuidade petista e o fator Márcio Thomaz Bastos

Por Motta Araujo

Nenhum governo pode se escusar por ingenuidade no Poder. O PT cometeu erros em sequencia, a fatura desses erros chegou agora no martirio desse processo de Kafka, uma catarse para os reus e uma tragicomedia felliniana pela

absurdidade do conjunto da obra, exaltada pela transmissão ao vivo, algo inédito no mundo juridico do planeta.

1.Nomear um ""amigo"" sem ideal politico para o Ministerio da Justiça, uma pessoa "nefasta", vocacionada apenas pelo ego, pela vaidade e pelo ambição  de ter ligações para inflar seu papel de advogado criminalista mais caro do Pais.

Quando chegou a Ministro disse que "estava adorando ser Ministro", frase vulgar e frivola, ninguem é Ministro para "adorar" o usufruto do cargo e sim para prestar serviços ao Pais. Depois disse que estava aposentado e não iria mais advogar, disse publicamente. Mal deixou o cargo voltou a advogar até para o Carlinhos Cachoeira e para quem mais lhe pagasse. Depois do estrago que legou para o PT continua desfilando por festas, coqueteis, etc. como se nada houvesse acontecido e como se o mensalão não fosse come ele, que já faturou direta ou indiretamente seus honorarios que são estratosfericos.

2.Por ter um Ministro da Justiça sem visão e muito menos estrategia politica, esse personagem essenciamente negativo para o projeto do PT deixou passar frangos inacreditaveis para cargos chaves da governabilidade, dois Procuradores Gerais e tres Ministros do STF que só agiram contra o PT, nunca a favor, nem para disfarçar.

Um dos Ministro sem vida pregressa conhecida, cheio de cursos no exterior mas sem experiencia de juiz, de perfil incognito e sem que alguem conhecesse mesmo superfilciamente sua personalidade nebulosa.

Roosevel nomeou 7  juizes da Suprema Corte de sua absoluta confiança, frequentadores de sua casa de campo em Hyde Park, como Felix Frankfurter. Foi inacreditavel Lula nomear Ministros do STF sem que ele nunca tivesse conversado com eles, quer dizer sem ao menos ve-los face a face, o que uma patroa faz até antss de contratar uma

cozinheira.

Pior ainda foram os Procuradores Gerais, os maiores carrascos do PT, a manobra de juntar 37 sem foro privilegiado a 3 com foro foi uma rasteira que o PT (a partir do Ministro da Justiça) deixou passar batido. È esse o DNA da condenação. Naquele momento o ""Deus"" (só se for de confraria de vinhos) tinha força politica para impedir essa loucura e não o fez. Mais ainda, depois do Procurador Geral montar a arapuca inda foi reconduzido ao cargo.

Na bisecular democracia americana o Procurador Geral é de ABSOLUTA confiança do Presidente, que pode demiti-lo a qualquer instante, não só ele como qualquer um dos 75 Procuradores Fderais. Bush demitu 8 em um só dia e quando lhe perguntaram porque respondeu ""Porque eu quis. Posso nomea-los e demiti-los"" E ninguem contesta que os EUA são uma democracia, de tal forma solida que elegeu um fulano filho de muçulmano do Kenia e não branco.

3.O PT chegou ao poder em 2003 sem conexões ou relações do meio juridico. Se tivesse não teria feito essas nomeações sem logica, fiou-se exclusivamente nesse MTB que levou os melhores lideres do PT para um alçapão.

O PT tinha que noemar Procuradores Gerais e Ministros do STF alinhados com o PT, como fazem todos os Presidentes dos Estados Unidos e da França. É prerrogativa de governos preencherem esses cargos com nomes de sua confiança MAS o inefavel homem das meias de seda suiças, sua marca registrada (e que recomendou a Lula) inventou uma bobageira de que ele se orgulhava ""o republicanismo" para nomear titulares de cargos-chaves como Diretor da PF, Procuradores e Ministros de Tribunais Superiores, " ah, eu sou republicano" se gabava enquanto preparava a corda para o PT com o tal republicanismo fajuto de surfadores da "Democracia da Constituição de 88", aquela que impede o Brasil de ter governabilidade e que saiu dos corredores da OAB( que ele presidiu)  em combinação com o MDB.

NÃO EXISTE REPUBLICANISMO, isso é uma falacia. Governo existe para governar,  não para escolher gente sem compromisso algum com quem o nomeou,  em homenagem de um teórico REPUBLICANISMO, de que se orgulhava esse Zé Colmeia sem noção e que inventou os personagens que crucificaram o PT com prisão de seus maiores lideres.

4.A conta dos erros chegou, com um julgamento-show de péssimo gosto onde poucos se salvam, alguns por papeis

de carrascos, outros por omissão e falta de coragem para enfrentar aberrações juridicas.. E o show vai continuar mesmo na execução das penas, a Globo passando horas a fio sobre o embarque dos presos em um avião, uma coisa de virar o estomago pela estupidez e mau gosto, convocando ""professores de direito"" sempre os mesmos dois para falar obviedades, a linha-merval é de sempre domonizar o PT e nunca contestar o absurdo das penas e da destruição de pessoas laterais como Simone Vasdconcelos e Katia Rabelo, esta uma fragil bailarina condenada a pena muito pior do que o assassino Pimenta Neves, mas será que ninguem vê o absurdo disso? Qual o imenso perigo que Simone Vasconcellos e Katia Rabelo representam para a sociedade? Katia passou a dirigir o banco pela morte trágica da irmã Junia, que foi estraçalhada pelas pás de um helicoptero, precedida pela morte do pai, Sabino Rabelo, um respeitado empresario. Qual imenso erro ela praticou?Dirigentes dos bancos que provocaram a crise de 2008 não tiveram esse tipo de pena.

Simone é uma funcionaria da agência, nem sócia menor é, condenada a uma pena que nem Stalin daria a um personagem secundario, como passou batido por 11 sumidades do Direito? Traficantes, estrupadores, contrabandistas, receptadores de carga, assaltantes a mão armada, não tem penas tão longas, como isso não ressalta aos olhos? Ou será que o meda de enfrentar o bullying forense foi maior? Quando TODOS foram chamados de chicaneiros, porque não individuado o xingamento, porque ficaram todos quietos? Essa questão é muito maior e muito mais grave do que o proprio julgamento do mensalão, em que mãos o PT nos colocou?

E o processo-simbolo vai servir como exemplo para ACABAR COM A CORRUPÇÃO? Aonde? Na India? Francamente.

Média: 4.3 (93 votos)
116 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

A ingenuidade petista e o fator Márcio Thomaz Bastos

Bem, então podemos concluir que os brasileiros tiveram sorte de ter um Ministro da Justiça que indicou pessoas dissociadas da ideologia do partido que estava no governo, para o exercício de cargos na Procuradoria e no STF, pois, não fosse por isso, os patifes mensaleiros não teriam sido condenados.

Mas, esses tiros nos próprios pés que o PT deu, continuam ocorrendo até mesmo nas suas campanhas eleitorais, como as bobagens que Dilma diz em seus slogans.

Se analisar nanalisar, concluirá que eles atiram mesmo nos próprios pés.

Dilma, por exemplo, agora está dizendo, em sintonia com seu slogan de campanha "um novo governo com novas ideias" que, por exemplo, implantará um sistema de saúde "para que as pessoas não precisem mais madrugar nas filas para marcar uma consulta". 

São coisas assim que só mesmo aqueles ladrõesinhos que não conseguem carregar o próprio roubo fazem. Ladrões que ficam entalados no buraco por onde tentam entrar, etc. Ladrões incompetentes mesmo.

Mas, há mesmo uma ideia muito distorcida de valores nesse país.

Então, foi da ingenuidade do PT que decorreu o Processo do Mensalão e não dos próprios atos criminosos dos seus articuladores. Ok!

Em outras palavras, membros do STF e da Procuradoria tem mesmo que ser cúmplices do governo e azar da constitucionalidade. Outros julgamentos são diariamente transmitidos pela TV Justiça, mas julgamentos como o do Mensalão tem que ser a portas fechadas. Muito boa análise!

Nem o próprio Márcio Thomaz Bastos havia pensado numa tese de defessa dessas.

Parabéns!

Seu voto: Nenhum

Sem palavras a adicionar a

Sem palavras a adicionar a este texto primoroso. Eu diz, um pouco, isto mesmo sem o brilhantismo e contundência do Motta Araújo. Parabéns. 

Seu voto: Nenhum
imagem de Luiz Fernando Mendes de Santana
Luiz Fernando Mendes de Santana

Um Juiz deve ter uma única missão: julgar conforme as Leis.

Discordo do articulista em relação ao critéro de eleição de membros da Justiça  (Juízes do STF, Procuradores, Membros da Advocacia Geral...).

A escolha deve ser por conhecimento técnico respeito às Leis e imparcialidade ao julgar

Lula errou ao nomear representantes para o STF baseado em critérios de cor, sexo e no final amizade partidária.

Mas erram mais os Juízes. 

O Julgamento da ação 470 foi um atentado ao direito processual e aos direitos universais de defesa.

Não quero Juiz amigo, quero Juiz justo.

Não quero Juiz que esconda informações que possam beneficiar um réu.

Não quero Juiz utilizando uma doutrina que não se enquadra em um julgamento (domínio do fato).

Não quero Juiz votando e pedindo aos seus pares que atendam ao "clamor das ruas" (a civilização criou os tribunais para eliminar linchamentos de turba).

Não quero Juiz escrevendo coluna em Jornal antes de voto decisivo de um par 

Não quero Juiz expedindo mandatos de prisão seletivos em feriado nacional.

O que o articulista pede é que tenhamos tribunais repletos de Juízes como Roland Freisler.

Quero apenas juízes que durmam sob pedras e sintam-se dormindo sob plumas.

 

 

 

 

 

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Marios
Marios

Republicanismo? Onde? No

Republicanismo? Onde? No Iraque? Aqui no Brasil, o Lula/Dilma/MTB só esqueceram de uma coisa: de combinar com o adversário, como dizia Garrincha.

Seu voto: Nenhum

Rebublicanismo kamikaze, e

Rebublicanismo kamikaze, e isso começou com Lula e vem se aprofundando com Dilma Roussef, infelizmente para os que acreditam tanto no PT.

Dilma e Lula: o tempo da conciliação e dos jantares com essa elite de merda já era!

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Nao é facil de ter que

Nao é facil de ter que acreditar, mas realmente, o Thomas Bastos é o serpente criado em casa.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Calvin
Calvin

"Simone é uma funcionaria da

"Simone é uma funcionaria da agência, nem sócia menor é, condenada a uma pena que nem Stalin daria a um personagem secundario, como passou batido por 11 sumidades do Direito? "

Do escancaramento do post de querer que autoridades escondessem crimes embaixo do tapete, este é o mais ridículo. Simone Vasconcelos tá tem processo correndo na justiça com escutas legais na qual é ré em processo do Ministério Público onde o PCC tenta se aproximar de ministros do STF (LevandoNoOvski, principalmente).

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Dodge
Dodge

Prove o que esta falando com

Prove o que esta falando com algo concreto e não com ilações midiáticas, meu caro

Seu voto: Nenhum
imagem de fabio floripa
fabio floripa

esqueceu-se de citar que um

esqueceu-se de citar que um dos ministros era o Aires Britto (memória seletiva). aliás a conversa gravada é clara no sentido de que haveria uma tentaiva de introduzir um membro no gabinete do Min. lewandovisk (o que nunca ocorreu) e quanto ao Min. Britto a advogada simplesmente fica contando vantagem para o seu cliente, tentou demonstrar intimidade ao afirmar que teria como um pedido chegar ao ministro e ser avaliado por este com carinho (sem ter qualquer contato ou intimidade com este), situação que muitos advogados desonestos propiciam todos os dias.

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Jonatan
Jonatan

Não tem vergonha de publicar

Não tem vergonha de publicar isso?

"2.Por ter um Ministro da Justiça sem visão e muito menos estrategia politica, esse personagem essenciamente negativo para o projeto do PT deixou passar frangos inacreditaveis para cargos chaves da governabilidade, dois Procuradores Gerais e tres Ministros do STF que só agiram contra o PT, nunca a favor, nem para disfarçar."

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de FÁBIO GIORI
FÁBIO GIORI

Esse texto visceral só falou

Esse texto visceral só falou verdades...

Seu voto: Nenhum (8 votos)

Belo artigo, Araújo.

Belo artigo, Araújo. Parabéns.

"O PT tinha que noemar Procuradores Gerais e Ministros do STF alinhados com o PT, como fazem todos os Presidentes dos Estados Unidos e da França. "

Só para completar: como fazem os presidentes dos Estados Unidos e da França e como fizeram todos os governos do Brasil antes do infantil PT.

 

A verdade nua e crua é essa: a conta da infantilidade política chegou.

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de Mario Alexandre T.
Mario Alexandre T.

"E ninguem contesta que os

"E ninguem contesta que os EUA são uma democracia, "

????????????????????????????

????????????????????????????

Eu li isso ? 

Arbex e uma porrada de outros jornalistas são uma imaginação da minha mente então.

Pq na cabeça de certas pessoas só existe os EUA como base de comparação ?

Noruega, Dinamarca são frutos da minha imaginação tb, pois não existem na cabeça desses senhores Araújo  "nada a ver"

Democracia é poder controlar o MP ? 

Óbvio que o Brasil não está preparado para este republicanismo ao queal este cidadão se refere, mas daí dizer que se deve controlar o MP e ao mesmo tempo dizer que é democracia é de uma contradição atroz. 

Seguindo a lógica do autor :  

Ninguém contesta que os EUA são uma democracia. 

É correto, e democrático noemar e demitir ao bel prazer promotores.

...então Bush é democrático. BINGO.

Este senhor deve ter que pedir par alguém resolver a questão CAPTCHA em seu lugar, pq a lógica dele é insana.

Seu voto: Nenhum
imagem de Bira
Bira

A ingenuidade petista

Um artigo para ser guardado, em pergaminho e incensado com os melhores incensos que houver. Gritou alto a angústia que me atormenta e que deve atormentar a todos os que são verdadeiramente petistas.

Valeu Nassif.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Ah essa entonação de voz de Gilmar Mendes: Bizarro

Seu voto: Nenhum (5 votos)

 

...spin

 

 

imagem de Pablo Oliveira
Pablo Oliveira

Que tal propostas para que

Que tal propostas para que esquemas como o do mensalão nunca mais voltem a acontecer? Ou propostas para endurecer ainda mais o combate à corrupção? O PSDB deixou de representar os anseios dos brasileiros assim como o PT.

Seu voto: Nenhum (13 votos)

No poder, o PT combateu a corrupção

Para que novos mensalões não voltem a acontecer bastaria que a reforma eleitoral, o PT defende o fim do financiamento privado, causa do caixa  2, Na verdade houve crime sim em história de mensalões, mas foram praticados por partidos que fizeram uso de recursos públicos, como foi o caso do mensalão tucano, do mensalão do DEM, do trensalão tucano de SP mas gente fina é outra coisa né. O PT NÃO INVENTOU A CORRUPÇÃO NO BRASIL, pelo contrário, pôs a PF e demais instituições da República na caça aos corruptos, nvc quer que eu desenhe. Então veja, abaixo, o ranking da corrupção COMPROVADA em cada partido eclique aqui para acessar o dossiê na íntegra. 

 

 

Seu voto: Nenhum (15 votos)

 

...spin

 

 

imagem de André Sousa
André Sousa

O povo brasileiro respeita e prefere o PT

Nada a ver esse seu comentário tosco, o PT é preferência nacional,o Brasil está de luto por causa desse crime praticando pela elite nacional contra dirigentes do partidoterça-feira, 16 de julho de 2013PT continua o partido mais preferido dos brasileiros   Um dado que deve ser comemorado na pesquisa do CNT/MDA é em relação à preferência partidária dos entrevistados.Segundo a pesquisa,22,1% dos entrevistados querem o PT governando o Brasil, enquanto 5,6% querem os tucanos corruptos e 1,1% querem o minúsculo PSB.Isso prova que o PT, mesmo sendo atacado todos os dias pelo PiG e seus leitores idiotas, ainda é o partido mais preferido dos brasileiros.De destacar que em janeiro do corrente ano o percentual conferido ao PT era 24% de preferência.Não mudou nada.
    

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Marcos Carvalho Campos
Marcos Carvalho Campos

Engano seu. Tem muito

Engano seu. Tem muito brasileiro que espera o PSDB de volta ao Governo. Muitos deles querem cargos e benesses de obras e consultorias. Tem muito brasileiro que espero que o PT continue no Governo, por vários motivos, inclusive este da turma do PSDB. Existem brasileiros que querem que o PT continue para dar sequencia as transformações iniciadas em 2003, e aprofundá-las.

Seu voto: Nenhum (8 votos)

Das falsas acusações contra Pizzolato

O texto é do nosso colega João Jorge, postado no Fora de Pauta:

Um dos destaques desse episódio da prisão dos condenados pela AP 470 é a enorme "barriga" da mídia empresarial quanto à fuga de Henrique Pizzolato para a Itália.

Preocupada só com os lucros e entorpecida pelo pânico que uma Lei de Meios pode causar em seus oligopólios, a mídia tradicional, aquela que representa os interesses dos donos do poder econômico e dos seus próprios, esqueceu-se de sua missão de fazer jornalismo, de informar com a presteza necessária os seus clientes e consumidores de informação.

Um pequeno jornal, o Correio do Brasil, seguido pelo blog do Nassif, já ambos informavam, na noite do dia 15/11 e na madrugada de ontem, que Pizzolato havia se refugiado na Itália.

Enquanto isto, a mídia empresarial buscava imagens de Dirceu, Genoíno e Delúbio algemados, entrando em camburões e outras cenas de constrangimento para os réus, sempre com aquela ideia de que mais vale uma imagem do que uma ideia, imagem  essa a ser aproveitada depois pelas oposições em suas campanhas eleitorais.

A atividade jornalística da cobertura em si das prisões foi de uma pobreza sem precedentes. Neste aspecto, destacaram-se a Globonews e a TV Globo.. Sempre defendendo as posições tomadas por Joaquim Barbosa durante todo o julgamento e, agora, na fase de execução das penas, entrevistaram, como sempre, juristas chapas-branca do Poder Judiciário, para tentar explicar as decisões monocráticas do Presidente do STF.

Já quando pinçavam algum ponto das notas dirigidas ao público, escritas pelos réus, o faziam apenas naqueles pontos em que levantavam a bola para servir de críticas do sr. Merval Pereira, um notório partidário da oposição.

A informação sobre a fuga de Pizzolato só veio a ser publicada na manhã seguinte, confirmando o furo jornalístico do Correio do Brasil e a incompetência da grande mídia.

Mesmo assim, qualquer explicação foi trazida ao públicoo  sobre os motivos reais que levaram Pizzolato a fugir para a Itália, numa tentativa de obter um novo julgamento pela Justiça Italiana.. 

Até hoje, a imensa maioria dos leitores não sabe as razões de Pizzolato e de seus advogados. Uma nuvem de desinformação foi lançada pela mídia empresarial, especialmente as Organizações Globo, pois elas sabem que, como contratadas da DNA Propaganda, para veicular publicidade acordada com o Banco do Brasil, no sentido de promover os cartões da bandeira Visa,  não é possível afirmar, como foi feito no julgamento da AP 470, que todos os recursos do contrato foram desviados por Henrique Pizzolato (diretor de marketing do BB) para o PT, com a finalidade de comprar deputados.

A Globo sabe que as notas fiscais relativas à sua prestação dos serviços de veiculação existem, que foram pagas e que os Bônus de Volume foram repassados à DNA.

Também se sabe que as demais notas ficais, das outras empresas de mídia que prestaram serviços de veiculação e das empresas que produziram peças de propaganda, também estão reunidas nos autos da AP 470, como bem demonstrou a revista Retratos do Brasil, totalizando integralmente os R$ 73,8 milhões, supostamente desviados por Pizzolato.

O jornalista Raimundo Pereira, editor da Retratos do Brasil, chegou a desafiar Joaquim Barbosa para que o mesmo o processasse, caso ele duvidasse de suas investigações e reportagens..

A pergunta que se impõe é: por que Joaquim Barbosa ignorou essas provas e acusou Pizzolato de desvio de dinheiro público (outro absurdo) de uma empresa privada, contra todas as evidências que comprovam a inexistência do delito  ¿

A única resposta possível  é que era preciso esconder a verdadeira origem do dinheiro que alimentaria os cofres de Marcos Valério e que foram distribuídos para cobrir despesas de campanha de diversos partidos políticos. Esta versão atenderia aqueles que não acreditam que os empréstimos feitos pelo PT, junto aos Bancos Rural e BMG são verdadeiros e que, portanto, são a verdadeira fonte do dinheiro de caixa 2, mas, também, atenderia aqueles que não acreditam no desvio de recursos do Banco do Brasil

Para esconder a verdadeira origem do dinheiro, era necessário achar um bode expiatório perfeito. Um petista (Pizzolato), diretor de marketing do Banco do Brasil, que supostamente gerenciava um contrato de publicidade com uma das empresas de Marcos Valério e que, portanto, apesar das provas em contrário, poderia ser acusado de desvio de dinheiro público (peculato) para o PT, propiciando aos líderes do Partido serem acusados de corrupção ativa pela compra de deputados, ao entregarem esses recursos aos líderes dos Partidos da base aliada e, ainda, caracterizando o crime de formação de quadrilha.

De acordo com a acusação, Pizzolato, além disso, teria recebido dinheiro de Marcos Valério para repassar ao PT do Rio de Janeiro, o que possibilitou condená-lo por recebimento de propina por desviar dinheiro público ( corrupção passiva)..

Pizzolato era o bode expiatório certo, na hora certa, no lugar certo para justificar a fonte do dinheiro e esconder a sua verdadeira origem..

A historinha inventada por Antônio Fernando de Souza, encampada por Roberto Gurgel, Joaquim Barbosa e a mídia oligopolista, também  tinha como objetivo:

1)     Atingir fortemente o PT, desconstruindo a sua imagem como Partido comprometido com a ética na Política;

2)     Liquidar com o projeto político de José Dirceu de lançar-se, no período pós-Lula, à Presidência da República;

3)     Firmar um volumoso contrato advocatício do escritório de Antônio Fernando de Souza, montado após sua aposentadoria, com a empresa que verdadeiramente alimentou os cofres de Marcos Valério;

4)     Catapultar a carreira política do Presidente do STF.

5)     Beneficiar a oposição, afastando do governo central o Partido que comanda o governo trabalhista.  

Nada disto, nestes termos, é tratado pela grande mídia, o que comprova que a sua atividade jornalística nada mais é do que uma cortina de fumaça para tratar de seus próprios interesses, relegando o interesse dos seus clientes ao segundo plano e tornando-os apenas objetos de sua manipulação.

Seu voto: Nenhum

 

...spin

 

 

imagem de André Sousa
André Sousa

Visanet não é dinheiro público

Sim, o Visanet não é dinheiro público, até a Globo recebeu

http://www.viomundo.com.br/denuncias/memoria-globo-ficou-com-r-55-milhoes-da-visanet.html

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Certamente, em se tratando de

Certamente, em se tratando de juízes, imagina-se que o básico possa ser suficiente para quem não pretende desafiar as leis e valer-se de mecanismo de proteção dessa ordem. Mas, estes que vimos são bem aquém do que se imagina um juiz básico. Realmente, a falta de proporção entre as penas e as culpas, e as penas que aplicaram e o que se pratica na sociedade em geral foi assintosa. Somente Lewandowski se dedicou a localizar o porquê se deu isso, achou qualquer coisa periférica. Mas, nem precisa ser juiz para se sensibilizar com isso que estava óbvio. Qualquer um sente compaixão, piedade por esses que julgaram. Mas eles são exceção, não sentem nada, nem compaixão, nem CULPA. E parece que nem sabiam de quem se tratavam. Não conhecem Dirceu, nem Genoíno, muito menos os outros, são uns estranhos, sem cara, sem biografia, sem identidade, sem sentimentos.

A ministra Rosa Weber chegou a enunciar seu método em caso de dúvida: neste caso age assim, depois, lá para diante, se estiver errada, age diferente com outros. Falou isso na maior tranquilidade e paz de espírito, ao invés do mais sensato para qualquer um de nós, que era só pedir calma, reflexão, mais análise, para evitar erros tão danosos a tantas vidas. São as dos próprios réus, que não são poucos e nem deveriam estar ali tão expostos, são os cônjuges, pais, filhos, amigos, tantos e tantos a sofrer tão intensamente só porque eles estavam com pressa, e porque queriam só obedecer o chefe insensato, divisão de trabalho, ele que era o relator, não eles. São burocratas da lei. Lula nem devia saber que existia isso, tanta insensibilidade, nem eu. Foi além da nossa imaginação. Nem pareciam humanos, pareciam, uns clones, replicantes, avatares, dublês ...

Select ratingRuimBomMuito bomÓtimo Excelentehttp://jornalggn.com.br/sites/default/files/fivestar/basic/star.png); background-position: 0px 0px; background-repeat: no-repeat no-repeat;">http://jornalggn.com.br/sites/default/files/fivestar/basic/star.png); display: block; width: 17px; height: 15px; cursor: pointer; background-position: 0px 0px; background-repeat: no-repeat no-repeat;" title="Ruim">Ruim

 

Seu voto: Nenhum
imagem de claudio amaral
claudio amaral

melhor em Cuba

Dirceu é um consagrado egóico, que foi condenado pela ditadura e pela democracia, por um só motivo: só idiota não percebe que para ele só existe um projeto de poder em que ele manda. O modelo cubano foi e é seu Eldorado e é exatamente aí que ele deve se considerar profundamente aquinhoado pela sorte.

Tivesse seu plano dado certo , e bem provavelmente ele estaria fuzilado pelo crime de corrupção, como o próprio Fidel assim decidiu como tratamento aos traidores do regime.

Alienados sempre se acharam acima do bem e do mal, por isso nunca se importaram de negociar suas indicações no Judiciário, como aplicavam o fisiologismo no executivo.

 

 

Seu voto: Nenhum (17 votos)
imagem de Marios
Marios

Falta ousadia ao PT para

Falta ousadia ao PT para governar, coragem para enfrentar a midia corporativa e problemas históricos. Os erros apontados no artigo acima sao reais e demonstram uma visao amadora em relaçao ao exercicio do poder e da elite brasileira. O mensalão  é uma dura liçao as liderenças do PT, que ficaram soberbos, enebriados com o poder e afastaram o partido do povo e desprezaram as vozes da rua. As pessoas bem intencionadas acreditavam na capacidade de convencer, formar opinioes e ocupar as ruas em favor do PT nas eleiçoes. Hoje a participaçao popular é cada vez menor e sem entusiasmo. São muitos os fatores que explicam essa descrença. Talvez  nós esperávamos um pouco mais do PT, mais ousadia e coragem para mudar o Brasil.   As prisões de pessoas como Dirceu e Genoino me deixam triste, mas também esperançoso na recuperação das bandeiras populares do PT. Assim espero.

 

Seu voto: Nenhum
imagem de evandro condé de lima
evandro condé de lima

Pombas, alguém para comentar

Pombas, alguém para comentar a grande sacanagem (injustiça é pouco) que fizeram com a Kátia. Eu fico pensando como esses juízes devem se sentir machos (há outra explicação?).

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Motta Araujo
Motta Araujo

Eu nos comentarios sobre a AP

Eu nos comentarios sobre a AP 470 tenho sempre destacado a imensa injustiça cometida contra esse moça, bailarina de profissão, que assumiu o banco por causa da tragica morte da irmã Junia Rabelo em um acidente de helicoptero. Moça fragil, timida, delicada, uma pena de 16 ANOS é uma aberração porque ela presidia o banco, não participou diretamente das operações mas pela teoria do dominio do fato fo enquandrada como criminosa com penas superiores a assaltantes, estrupadores, assassinos, ladrões de carga, traficantes, pena em regime fechado, é um total absurdo dentro da lgica do sistema juridico brasileiro. Penas não pode ser por vingança ou lichamento e sim para a proteção da sociedade, que risco Katia Rabelo oferece para a sociedade brasileira? Não bastou a liquidação de seu banco, obviamente como parte da pena?

Seu voto: Nenhum

A condenação de Kátia Rabello

A condenação de Kátia Rabello foi a simetria necessária para condenar o Dirceu pela teoria do domínio do fato e o mesmo aconteceu com os sócios do Marcos Valério. Ou condenavam todos ou nenhum. Como esses perversos tinham a fixação de pegar o Dirceu, foram sacrificados no altar do PIG.

Seu voto: Nenhum

Injustiça contra Katia Rabello

Antes que venham me xingar, deixo claro que não sou petista. Acreditei no PT e esperava que esse partido valorizasse o funcionário público, mas tal n]ao se deu. Assim, sinto-me muito à vontade para dizer que esse julgamento me pareceu um espetáculo de círco mambembe, que só ganhou projeção graças à mídia.

As penas foram as mais disparatadas possíveis, a utilização da teoria do domínio do fato foi um jogo perverso, uma presunção juríca que desrespeita o Princípio Constitucional da Presunção da Inocência.

Todavia, o que mais me revoltou, feriu meu senso de justiça nesse julgamento foi a pena aplicada à Katia Rabelo. 16 anos!!! O que foi que essa moça fez? Cadê as provas contra ela dos crimes que a acusam? O presidente do banco tem a obrigação de saber o que ocorre com o banco, mas não é onipotente nem onisciente. Pode ter sido mal aconselhada, induzida em erro. Será que ninguém viu isso? Que tipo de julgadores nós temos no Supremo Tribunal Federal hoje em dia? Nós cidadãos brasileiros estamos perdidos. Com uma corte dessas, não teremos os mais elementares de nossos direitos respeitados

Já sei que vou ouvir desaforo até não poder mais por ter manifestado minha opinião, mas creio que ainda existe esse direito, ou será que foi eliminado de todo?

Kátia Rabelo, sinto muito por você. Que se faça justiça e que você não seja obrigada a pagar pelo que não fez.

 

Seu voto: Nenhum

Ingenuidade ou má gerência

Não há como discordar do Araujo sobre as consequencias das péssimas escolhas de ministros fascinados pela mídia, mal preparados, parciais, procuradores gerais igualmente comprometidos politicamente, igualmente parciais, etc. Até aí a análise é correta. Sobre o mal que o PT e seu governo legou ao país com essas escolhas há também um acerto que fica cada vez mais claro, e isso, até a velha mídia cartelizada começa a notar, embora esteja usufruindo de sua única vitória (vitória ?) desde 2002.

Nos últimos onze anos há um terrível incômodo para globo, estadao, folha , veja e aliados: "Já não existe o sistema curral midiático absoluto" ! Divide-se hoje o poder, embora não de forma proporcional, com a diversidade cultural da internet, blogues, ongs, redes sociasi e outras formas de expressar opiniões. Lí recentemente uma análise onde o autor relacionava esta perda parcial do poder "absoluto" da velha imprensa à decadência da mídia escrita (visível e clara), e às TVs por assinatura, que diminuíram o alcance das TVs abertas. Pode ser, mas acho que o cidadão médio, embora longe de estar totalmente esclarecido, sofre hoje um menor bombardeio dos canais únicos de formação de opinião. E isso incomoda aos grandes grupos. Tomara.

O governo Lula-Dilma fizeram uma revolução silenciosa, um avanço jamais presenciado neste império colonial até 2002. Mas cometeu erros e atropleos diversos, em nome do tal pragmatismo. 

Espero dias melhores.

Seu voto: Nenhum

Luiz Machado

Onde está o mérito do PT pela internet...

... a erosão da influência das empresas de tv e dos jornais é mundial.

Seu voto: Nenhum (10 votos)
imagem de Silvana Seabra
Silvana Seabra

Ingenuidade Pts?

Informação errada é desonestidade. Bush nunca demitiu nenhum juiz. Ao todo são nove juizes. E eu nunca vi tanto desconhecimento sobre o sistema judiciário americano. Nomeação não é aparelhamento. Difícil fazer política com a prática da democracia ? Parece que a análise do Araújo só entende democracia como pacto da burguesia, portanto não pode ser respeitada porque tem viés de classe. Conclusão óbvi, mas também perigosa, quando nós ganhamos, é pq estamos certos mesmo, e quando perdemos é porque também estamos certos, mas fomos ingênuos e não fomos EXpertos... difícil hem....

 

Seu voto: Nenhum (21 votos)
imagem de Eduardo B
Eduardo B

Leia com atenção e respire 3

Leia com atenção e respire 3 vezes antes de cada frase. 

Esqueça suas outras opiniões sobre o assunto.

Ele escreveu procuradores. Bush demitiu procuradores.

Seu voto: Nenhum (8 votos)

Ninguém falou em juiz,

Ninguém falou em juiz, Silvana. Falou-se em Procuradores, que são membros do Ministério Público, não do Judiciário.

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de Motta Araujo
Motta Araujo

http://content.time.com/time/

http://content.time.com/time/nation/article/0,8599,1597085,00.html

Eu nunca DISSE que o Presidente Bush demitiu juizes. Leia o que eu escrevi. Eu disse que ele demitiu 8 Procuradores Federais em um só dia.  Quando perguntado porque ele disse ""Porque eu quis". Leia ai EM CIMA  a noticia na revista TIME,

com a reportagem completa sobre o acontecimento.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Lulismo, Petismo, Psdbismo, Fernandismo ... ou Brasilismo?

Embora concorde que sob o ponto de vista POLÍTICO (partidário), um governo deve cuidar de um Judiciário favorável, eu continuo achando que um país maduro precisa ter "instituições que institucionam" de verdade. Neutras, no sentido de diversificadas, equilibradas, plurais, e não monocromáticas, de qual cor seja.

Não é uma simples pelada de casados contra solteiros. Não se trata meramente de torcidas com bandeiras e motes diferentes nas arquibancadas. Falamos da "Federação".

E sim, política é inerente a todos. Desde a disputa no parquinho infantil até o glorioso "poder fazer", que geralmente acaba no irresistivel e infame "poder poder".

Mas o país não é um partido qualquer. Ou outro.

A partir dos resultados de seu governo, tornei-me fã do gigante político Lula, este operário, que estudou muito menos que eu, e cada vez me surpreende (e me ensina) mais. Quanto à Dilma, não há ninguém nem de longe melhor no cenário atual. Sabe fazer política de alto nível, o que é diferente e alguns confundem com politicagem.

Mas não preciso ser lulista, dilmista ou petista. Basta continuar sendo brasilista.

Explico: em visita à Assuã, notei que o guia que falava com orgulho de sua represa, outrora (e pra ele ainda) a maior do mundo, marejou os olhos ao.falar de Nasser (já morto). Não foi a primeira vez que acontecera, mas ali me dei conta que o Egito ficara " órfão" de seu grande líder. E a sociedade egípcia não conseguiu chegar à maturidade...

Aprendi daí que não precisamos (nem devemos eternizar grandes Lulas e Dilmas como tutores da nação ...

Mas sim os seus legados.

Muito menos precisamos, evidentemente, de traidores que desfaçam tudo que se consegue em duras décadas, em um ou dois nefastos mandatos apenas, sugando e negociando a nação. Para estes sim: investigação, processo e condenação.

Alternância no poder não é o mesmo que ir e voltar (isso adolescentes fazem sozinhos trancados).

É caminhar pra frente com, por ex. diferentes pernas.

Nem necessitamos mais de um (grande) Getúlio, que precisou ser ditador para conseguir enfrentar a putocracia (oops, faltou o "L") para começar a desenvolver o país de todos.

Um "pai dos pobres"? Precisamos chegar em "irmão dos prósperos".

Precisamos de bons líderes, não de tutores.

E para isso, temos todos que fazer a nossa parte, que é pelo menos amadurecer. O verdadeiro papel final dos líderes de verdade é esse: criar outros!

Afinal este país é  feito por nós ou vamos sempre ficar na expectativa de bons governos (para cada um de nós)?

É certo que seria muito melhor se o STF se portasse de forma mais alinhada com a política atual, ao invés de servir à política de ontem (e de quase sempre nos últimos 500 anos).

Desprezo tanto o execrável comportamento de nossa Suprema Corte (e Judiciário em geral) quanto qualquer outro.

Assim como a míRdia, que precisa urgentemente ser diversificada (legal ou naturalmente pluralizada)

Mas há muitas e enormes prioridades neste país, principalmente aquelas voltadas à sua gente. Se não dá pra ser perfeito em tudo, que sejamos ótimos ou bons no que for prioritário.

Se desconfiarmos que  podemos perder pelo enfrentamento direto, que usemos de perspicácia política, ainda que dolorosa ou irritante.

E tentar fazer política através do Judiciário, embora lubrifique os objetivos do governo (da vez, sabemos dos bLindeiros engavetadores), não é de forma alguma o que o país precisa. Precisamos, repito, de um Judiciário neutro (plural), jurídico, constitucional.

Até para que aprendamos e amadureçamos as nossas próprias expensas e não sob a tutela de um governo qualquer.

Também se ganha perdendo.

E ficamos mais fortes.

Seu voto: Nenhum
imagem de Marcos Chiapas
Marcos Chiapas

Sei lá...

Não dá para culpar o ex-ministro, mas quem nomeia um criminalista, um renomado advogado de defesa, para ser seu Ministro da Justiça, deve ter seus motivos. Coisa para se pensar.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Os riscos dos acordos e das alianças políticas.

Creio que para governar o PT fez vários acordos e várias concessões, as indicações para o Banco Central e para o STF são penas algumas delas.

Sem estes acordos nenhuma indicação para o STF ou para o Banco Central seria aprovado pelo senado e/ou pelo congresso.

Em 2002 o PT elegeu cerca de 90 deputados e 13 senadores, em função desde quadro FHC fez uma enorme aposta em "Lula, o breve".

Creio que isolado e/ou impondo suas condições,  o PT há muito teria deixado o poder, se não na crise política de 2005/2006, na certa por golpe militar ou golpe na justiça.

Evidentemente que todo acordo ou concessão tem seus riscos, políticos e econômicos, e o que estamos presenciando com os dirigentes do PT é apenas a concretização de um destes riscos envolvidos e assumidos.

Creio que não seja possível comparar a relação democrata e republicanos, que tem muito mais em comum do que diferenças,  e fazem parte de uma mesma casta que já estavam, e que ainda estão a mais de um século encrustado no poder no EUA, com a relação do PT com PMDB, DEM e PSDB, com a justiça e com os militares.

Creio que seria ingenuidade pensar que basta apenas vontade para governar, os acordos e concessões políticas são apenas alguns dos itens necessário para exercitar o poder.

 

Seu voto: Nenhum

2014---distribuição de renda

Não precisava do PT romper

Não precisava do PT romper com a política monetária do Banco Central no 1º dia de governo, mas em Agosto/2004 quando o Banco Central começou a subir os juros mesmo depois do ajuste fiscal podia ter rompido.

Palocci queria uma meta de inflação anual ousada (5,5%), poderia ser 7,5% (como terminou naquele ano). A inflação de 2003 ameaçou terminar o ano em 20% (no fim deu 12%)

O PT teria antecipado a crise de 2008 quando a credibilidade dos mercados financeiros foi abalada, teria conseguido o apoio de alguns empresários e resgatado uma classe cada vez mais minoritária (a Burguesia Nacional).

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Golpe militar é a desculpa

Golpe militar é a desculpa mais esfarrapada que se pode elaborar para justificativa da inépcia.  

As circunstâncias de hoje são absurdamente diferentes daquelas de 60 anos atrás. 

Nada que permitia o golpe ontem está presente hoje. 

Acho que a única coisa que explica essa "idéia" é a ignorância histórica, com todo respeito.

Porque acham que golpe militar é decisão que se toma da noite para o dia com dá na telha. 

Desconhecem que o anterior é construção de décadas a fio, lenta e gradualmente. 

Que havia lá seus apoios, dentro e fora. 

Que a sociedade era bem menos "aberta" que é hoje, inclusive do ponto de vista urbano. 

Então, larguem disso, esqueçam essa possiblidade. 

Nao existe. 

A propósito, uma grande facilidade da esquerda poder assumir hoje é a impossiblidade de um golpe desse tipo. 

Coisa que não havia - como gosta de lembrar Carlos Heitor Cony - quando assumiu o Jucelino. 

Este sim teve que governar em circunstâncias realmente adversas. 

 

Seu voto: Nenhum

UM GOLPE REPENTINO ? NÃO

Sobre isso disse muito bem o ministro Barroso. Disse, falando em tese,  que não há um golpe, há uma sucessão de golpes, é um processo. E é isso mesmo que vemos e acompanhamos. Com certeza, este foi um grande golpe. Não o final, o consumador do objetivo, mas um grande avanço nesse sentido. Mas, deve-se avaliar que as perdas não são nunca de um lado só. Neste, houve um desgaste do Judiciário com o qual não contavam. Certamente, imaginavam uma jornada bem mais gloriosa, inquestionada, uma verdadeira demonstração de sabedoria e grandeza, um happy end bem mais comemorado, festajado nas ruas pelas multidões, com o ato _ prisão dos réus:  o que não aconteceu. Do regozijo da festa popular nasceria o novo, com a consagração do grande protagonista promotor do evento, o justiceiro, como o presidente tão aguardado para endireitar o Brasil. Frustrou, não houve festa alguma. Bem pelo contrário, viu-se manifestações de apoio aos bandidos, e está havendo uma bagunça, levando essas vítimas de um lado para o outro sem saber onde ficarão. E ainda por cima, a surpresa de que um escapou, e corre-se o risco destes autos serem avaliados em outro país, onde o réu pode ser visto neutramente. Que foi um golpe foi, certamente, que atingiu todos seus objetivos, ainda não.

Seu voto: Nenhum

Toda ruptura provoca uma reação.

A atual postura do PT, com os acordos e concessões é que afastam a possibilidade de um golpe militar.

Creio que se o PT tentasse implementar apenas metade de seu programa político tornariam presente todas as condições que permitiram o golpe de 64 e de tantos outros golpes militares do passado.

Um governo do PT que radicalizasse no coomando do Banco Central, e nas indicações ao STF representaria um ruptura nas relações políticas e econômicas de 2003, o que certamente provocaria grandes reações da elite no Brasil, e bater a porta dos quartéis seria apenas uma delas.

Isto sem falar, que um governo isolado do PT teria minoria no congresso, e provocaria uma união do PSDB e do DEM com o PMDB em 2002, o que já impediria uma serie de mudanças via congresso, principalmente do orçamento federal.

 

Seu voto: Nenhum

2014---distribuição de renda

Não se planeja um golpe

Não se planeja um golpe militar da noite para o dia. 

As elites do país hoje estão integradas ao sistema capitalista mundial. 

E o governo do PT - mesmo antes de 2002 - já possuía seus apoios junto a eles.

Isso sem contar que há no país - bem ou mal - uma sociedade civil mais madura e consciente. 

Não tem ambiente, não tem condições, não tem "clima".

Lembrando que no auge do Mensalão quando alguns idiotas gritaram impeachmente a coisa soou ridícula.  

Ou seja, são circunstâncias totalmente diferentes hoje. 

 

O que você fez foi inventar a própria versão da esquerda para as "forças ocultas". 

Não é capaz de nomear um único grupo, uma única pessoa, uma única força...

A idéia não encontra sustentação em nenhum lugar.  

 

Mas o que realmente chama atenção é NUNCA haver a chance do PT e o Lula errarem.

É o que está logo alí embaixo, mais rápido que poderia imaginar já veio o exemplo. 

Fazem contorcionismo incríveis e absurdos mas nao criticam.

Seu voto: Nenhum
imagem de Motta Araujo
Motta Araujo

Mas não foi esse o erro do

Mas não foi esse o erro do PT. O PT não indicou ao Supremo Ministros conservadores por medo da elite. Indicou Ministros de perfil petista. Não eram grandes nomes do mundo juridico, eram personagens do mundo petista. Um deles foi nomeado por indicação de Frei Beto, outro era conhecido como juiz muito ligado ao PT, o terceiro foi candidato a deputado federal pelo PT.

Foram escolhas erradas dentro do campo petista e não fora dele. Havia como há no Brasil uma enorme disponibilidade de grandes nomes do Direito, no Brasil de todos os tempos nunca faltaram bons juristas, dos melhores do mundo. Da para fazer de cabeça uma lista de 50 bons nomes para o Supremo, porque o PT escolheu esses? Porque pareciam alinhados com o PT. Foi erro de escolha dentro de casa, não tem nada a ver com a "elite".

Seu voto: Nenhum

Depende. No caso de Ayres

Depende. No caso de Ayres Bitto você tem toda a razão. Mas o Joaquim Barbosa não era um nome ligado ao PT.  Por uma casualidade, conheceu Frei Betto num aeroporto ou coisa parecida e, a partir daí, fez lobby para ser indicado. O erro foi Lula se basear numa mera indicação de Frei Betto e usar critério de cotas raciais para indicar Barbosa, sem procurar conhecê-lo mlehor, se importar com seus antecedentes, inclusive ignorando alertas sobre o fato de aquele ter agredido sua mulher. Foi soberba de Lula, e uma imprudência que custou caro, ao PT e ao país.

E no caso de Lewandoski, a escolha foi mais do que acertada.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

"Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma".  Joseph Pulitzer

imagem de Carlos Cerqueira
Carlos Cerqueira

Joaquim Barbosa

Então o Lula foi magnânimo e imprudente em elevar, veja só você, um NEGRO para o supremo! Que grandiosidade. Escolheu um negro – que como praticamente todos eles bate em mulher (apesar de que a sindicância mostrou que neste caso foi exatamente o contrário!) para tão alto cargo, e o NEGRO foi ingrato, não incorporou  o complexo de inferioridade e não se rastejou,  não se submeteu  incondicionalmente àquele que pagou a sua "alforria", nos moldes do que inclusive ficou implícito em algumas declarações de um certo nobre deputado com base em Osasco. Pois é, ele escolheu um NEGRO e não um MAGISTRADO, com uma formação acadêmica de primeira linha, no Brasil e no exterior, impecáveis credenciais como discente e docente, procurador da república  evidentemente concursado, em período no qual sequer se falava em cota racial, ou seja por mérito próprio. Ele não entendeu que o LULA estava fazendo algo excepcional, porque afinal, elevar um NEGRO a tal posição, independentemente da sua qualificação, é uma enooorme concessão. Realmente uma grande ingratidão da parte do Ministro Joaquim. Veja você que felizmente há outros ministros que compensam isto demonstrando servilmente a sua gratidão e colocando em último lugar o fato de que foram ELEVADOS a ministro e mantendo a sua fidelidade canina a quem devem submissão, ou seja ao Lula e não à justiça: O douto, provecto e sapiente Ministro Dias Toffoli, ELEVADO pelo indiscutível e notório saber jurídico, devidamente comprovado tanto por seu consistente currículo acadêmico quanto pelo resultado obtido nos dois concursos públicos para juiz de primeira instância em São Paulo, e o Ministro Ricado Lewandowsky, este devidamente qualificado academicamente e ELEVADO pela indiscutível capacidade de articulação política do seu entorno familiar imediato. Pois é, este país está mudando mesmo: hoje em dia, se ELEVA um negro e ele fica pagando de independente, de cumpridor das funções, e até para de abanar o rabo e lamber o seu "dono e benfeitor". Sinal dos tempos. Ao contrário do que apregoavam certos profetas, 2012 não foi o fim do mundo, mas do jeito que as coisas estão avançando, principalmente em relação a estes NEGROS insubordinados e ingratos que estão surgindo por aí, certamente o fim não está muito distante.  Tipos como o Ministro Joaquim são perigosos e imprevisíveis. Já pensou que se de repente ele continua no tribunal e conclui os julgamentos do Collor (retidos há 4 anos pela relatoria de outro membro do tribunal) e do mensalão tucano ?? Ninguém vai entender nada não é mesmo? O sujeito realmente vai ficar parecendo um magistrado....

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Motta Araujo
Motta Araujo

Os indicados para a PGR e

Os indicados para a PGR e Supremo foram escolhas CEM POR CENTO do PT, não foram escolhidos por acordos com o Congresso, que aliás em 50 anos só rejeitou dois embaixadores e um ou outro raro indicado por qualquer governo, passam todos sem maiores perguntas, é mera formalidade, não são sabatinas sérias.

Seu voto: Nenhum (8 votos)

Governar é uma negociação constante.

Qualquer  indicação que dependa da aprovação do congresso só é feita depois de muitas negociações, inclusive para evitar o desgaste e vexame de ter uma indicação recusada pelo congresso.

Creio que nenhum acordo político para governar um país, deixaria de lado um fator tão importante e decisivo, quanto a escolha para o STF, seria ingênuo demais.

Certamente quando se abre uma vaga no STF,  sempre ocorre a uma intensa movimentação dos agentes políticos, o mesmo ocorre quando quando abre uma  vaga para o ministério e/ou em vagas do segundo escalão.

Os acordos e concessões políticas envolve vários fatores, e certamente fazem parte as indicações do STF, quer pela sua natureza com pela sua importância, e principalmente considerando a relação do PT com os demais partidos da Aliança política e com os controladores do capital.

Precisamos lembrar que estamos na república, com três poderes, sendo as vagas do STF os mais altos cargos da justiça.

 

 

 

Seu voto: Nenhum

2014---distribuição de renda

imagem de Frederick Cunha
Frederick Cunha

A frase "Foi inacreditavel

A frase "Foi inacreditavel Lula nomear Ministros do STF sem que ele nunca tivesse conversado com eles, quer dizer sem ao menos ve-los face a face, o que uma patroa faz até antss de contratar uma cozinheira" para mim foi de mal gosto, mas tudo bem, é uma questão pessoal e tem coisas que deixamos para lhe desculpar.

Porém apesar de reconhecer os avanços que o partido trouxe ao país, o PT não é o Brasil. Pelo menos ainda não. Pelo seu artigo percebo o prejuízo que tudo isso foi para o PT, ainda não pesquei no que tudo isso foi prejuízo para o país.

Seu voto: Nenhum (9 votos)

Os patetas e os patrocinados

Pelo crime de corrupção ativa apenas o Lewandowski e o Toffoli absolveram o Dirceu, no caso do Genoínio para esse crime nem o Toffoli acreditou na sua inocência.

E o Pizzolato então? Tanto o Lewandowski quanto o Toffoli o condenaram por peculato. Aliás foi unânime.

Não acredito que o ministro revisor deixasse passar a inexistência da prova... no caso da Visanet: os R$ 91.994.889,05 pagos pela Visanet ao grupo do Marcos Valério foram executos por instrução e sob a responsabilidade do Banco do Brasil, atendendo aos limites da quota do fundo disponibilizada anualmente para o BB. ERA DINHEIRO DO BANCO DO BRASIL! Se era do Banco do Brasil... o Pizzolato corrupto meteu a mão em grana pública para ajudar o PT.

(…)

As empresas do Grupo Visanet não tem e nunca tiveram nenhum relacionamento direto com a empresa DNA Propaganda. A Visanet, por solicitação do Banco do Brasil, e em conformidade com as regras do Fundo de Incentivo Visanet, efetuou, entre 2001 e 2005, pagamentos para a DNA Propaganda no valor total de R$91.994.889,05

(…)

nem a Servinet, nem a Visanet jamais contrataram com a empresa DNA Propaganda.

(…)

Todos os pagamentos realizados pela Visanet a DNA Propaganda tiveram por origem recursos legalmente obtidos através da execução das suas atividades comerciais e foram executados por instrução e sob a responsabilidade do Banco do Brasil, em conformidade com as regras do Fundo de Incentivo Visanet, atendendo aos limites da quota do fundo disponibilizada anualmente para aquele emissor.’

 

 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Cada Fonte aumenta um Ponto

O Rebolla traz um monte de textos sem citar a fonte, mas já aproveita para aumentar o valor de 73 para $ 91 (...944889,05!).

Primeiro vamos entender o que é o Fundo de INCENTIVO Visanet (oficialmente denunciado pelo MP e tratado pelo STF até o fim ,nos autos, como de "INVESTIMENTO" Visanet), hoje CIELO, que continua privado como sempre.

1) Este fundo é formado por uma taxa de 0,1% cobrada sobre todos os pagamentos feitos pelos usuários de cartões dos diversos bancos (Bradesco, BB, Santander, etc.). Privadíssimo.

2) Este fundo é 100% criado, fundeado e de propriedade da Visa International, que assim disponibiliza cotas de uso para os participantes fazerem promoção e propaganda de suas bandeiras afiliadas (ex: Bradesco Visa, Ourocard Visa, Santander Visa, etc.).

3) Com isso, eles promovem em conjunto com a Visa, os cartões da bandeira. Cada banco faz a promoção conforme indicado por si, usando sua cota (daí os contratos de propaganda não serem da Visanet).

4) A maior cota disponibilizada de ~39% era para o Bradesco, por ter o maior n. de agências/ postos. Depois, vinha o BB, com ~32% e assim por diante.

5) O valor inicial do fundo foi criado e disponibilizado 100% pela Visa. Nenhum banco afiliado colocou DINHEIRO ALGUM, apenas ganhou o direito de uso de uma cota percentual do fundo em propaganda (com a Visa). Se algum saísse, nada levaria, pois o dinheiro era da Visa International.

Portanto, morre aí a teoria do "dinheiro público". ZERO!

Vamos ao Pizzolato:

1) Por contrato, quem assinava as liberações das cotas do fundo era um gerente de OUTRA diretoria (varejo), indicado por ela e outro diretor, todos do tempo de FHC.

2) Pizzolato entrou depois de tudo combinado, contratado e já parcialmente usado desde o tempo de FHC.

3) Quem assinou todas as liberações foi o gerente dos tempos de FHC. Pzzolato não assinou nenhuma liberação. Foi aí condenado por "dominio de fato" insinuado, já que nem repsonsável legal (contratos) era.

4) Após um gigantesco esforço de levantamento, comprovou-se documentadamente 85% da execução de todas as liberações (ex: desde a liberação até o anúncio na TV Globo, que recebeu alguns milhões em BV por eles).

Portanto, a única culpa de Pizzolato como diretor do BB foi a de ...  ser do PT.

Então:

I) Não houve dinheiro público algum.

II) Houve o uso efetivo (comprovado e auditado) do uso da cota, disponibilizada pela Visa, em propaganda

III) Pizzolato não era o responsável legal por tal uso / fundo (mas sim 2 diretores e um gerente da era FHC).

Fonte: cópias de contratos, documentos e assinaturas da Visa e do Judiciário, em ótima reportagem de Conceição Leme em:

http://www.viomundo.com.br/denuncias/regulamento-do-fundo-visanet-inocentaria-henrique-pizzolato.html

Se isso é público ê verdadeiro e nossa corte suprema ignora tais fatos ou passa por cima (sem sequer juntar todo o mais), esta AP470 é um escândalo gravíssimo, pois de incompetência ou má fé de quem supostamente não pode sequer ser julgado... 

AP470: O maior escândalo Judiciário da História da República, Império, Colnia e Nações Índias, hehe

Seu voto: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.