Revista GGN

Assine

Advogado trabalha de graça para Temer, diz colunista

Foto: Agência Brasil
 
 
Jornal GGN - O escritório de Antônio Mariz está trabalhando de graça para Michel Temer, dada a amizade de longa data entre o advogado e o presidente da República. Mais do que isso: Mariz estaria praticamente pagando para trabalhar para Temer. É o que aponta a colunista Clarissa Stycer em O Globo, nesta segunda (17).
 
De acordo com o jornal, Mariz teria dito que "não iria ficar confortável em cobrar" Temer pela defesa contra as denúncias da Procuradoria Geral da República. Uma delas já está na Câmara e deve ser votada em 2 de agosto.
 
A coluna em O Globo ainda diz que o perito Ricardo Molina, encarregado de fazer uma segunda perícia da gravação de Joesley, "foi contratado pelo escritório de Mariz."
 
"Além do serviço prestado, Molina viajou de Campinas (SP) a Brasília para apresentar seu laudo em um Power Point a jornalistas", acrescentou. "A pergunta que fica: por que Mariz está pagando para defender Temer?", indagou o jornal.
 
Mariz mantém relação de amizade com Temer há décadas, e é reconhecido no meio jurídico pelo amplo histórico de defesa dos direitos humanos.
 
Ao rebater a denúncia contra Temer na Câmara, Mariz aproveitou para criticar os abusos cometidos durante a operação Lava Jato, incluindo a seletividade e parcialidade dos procuradores no momento de fazer acordos de delação e juntar o que foi delatado aos autos.
 
Mariz também aproveitou a oportunidade e se colocou à disposição do Congresso para elaborar uma lei que corrija as irregularidades da delação premiada.
Média: 5 (1 voto)
5 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

De novo.....

   Os "comunicadores sociais" agregados a quadrilha do Kamel, procuram denegrir um excelente profissional, uma referencia do Direito brasileiro, que por sua livre vontade, aliás pessoalmente a confirmou, decidiu defender seu amigo de longuissima data, sem nada cobrar.

     Qual o problema disto ? O que interessa, ou a quem interessa ?

    Não é a primeira vez que o escritório Mariz Oliveira defende um caso de "graça", conheço pelo menos um, quando defendeu uma ex-aluna no TJSP, a qual por afinidade é minha prima.

Seu voto: Nenhum
imagem de Schell
Schell

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK. Outra dos mesmos. Isto se não estiver sendo pago por alguma consultoria prestada ao governo federal. Haja.

Seu voto: Nenhum

Perfeitamente possivel, basta

Perfeitamente possivel, basta a agregação de valor no curriculo profissional, advogados de pessoas famosas, de entidades, de crimes celebres muitas vezes atuam de graça pelo valor posterior que isso significa em seu capital profissional. Nada de novo.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de João de Paiva
João de Paiva

Palavra de um respeitado advogado e consultor

Prezadfo André Araújo, prezados leitores.

Cada um de nós tem uma opinião sobre Michel Temer e os que participam do governo dele ou lhe dão apoio - após o golpe de Estado midiático-policial-judicial parlamentar que destituiu a legítima Presidenta Dilma Rousseff, mesmo sem ela ter cometido crime de repsonsabilidade. Moral e èticamente Temer e a camarilha que o auxilia são indefensáveis; as provas de crimes tentados ou efetivamente praticados são assaz robustas.

Mas do ponto de vista jurídico, institucional, do Direito, é claro que Michel Temer - como qualquer cidadão - tem o direito de se defender das acusações que lhe são imputadas. E para isso ele conta com os préstimos de renomados e respeitados advogados criminalistas, como Antônio Cláudio Mariz de oliveira. Se Mariz cobra, ou não, honorários para defender Michel Temer - de quem ele sempre se declarou amigo - pouco importa; é um direito dele prestar serviços de advocacia, para quem quer que seja, cobrando, ou não, por eles.

Considero inapropriada a declaração de Mariz, neste momento em que ele faz a defesa de michel Temer, oferecendo-se para relatar o que seria uma regulamentação para a lei da delação premiada. Nom mérito até concordo, mas ele levanta suspeitas ao dizer isso  no momento em que defende um ocupante da presidência da república que é acusado de vários crimes justamente com base em delações de empresários corruptores e ex-aliados políticos presos ou investigados por práticas criminosas.

O PIG/PPV continua na sua missão de destruir a categoria dos advogados - quem apóia Estado de Exceção e ditadura detesta  advogados, sobretudo os mais corajosos, que desafiam o sistema autoritário, punitivo, persecutor e repressivo - e aponta sua artilharia para Antônio Mariz. Esta não foi a primeira nem será a última matéria maliciosa, visando assassinar a reputação e a credibilidade deste que se coloca como defensor de um "presidente postiço" que o oligopólio midiático (Globo à frente) quer derrubar, já que fez a maior parte do "seviço sujo" que foi atribuída, ao congelar investimentos públicos, desmontar o Estado Social e as empresas brasieliras que eram competivas no exterior, desmantelar e entregar oao controle alienígenas setores estratégicos comos os de energia, defesa e aero-espacial, além de revogar a legislação trabalhista que dava alguma proteção e dignidade à classe trablahdora, sempre explorada e espoliada pelas oligarquias escravocratas, plutocratas, cleptocratas, privatistas e entreguistas de Pindorama.

Enfim: o que foi publicado no PIG/PPV é uma não-notícia, um não-acontecimento. O objetivo claro é o assassinato da reputação do advogado, confundindo a atuação profissional dele - remunerada ou não - com a conduta do cliente dele, que apresenta fortes evidências e provas de ter sido criminosa. Até onde sei fazer a defesa de alguém acusado de ter cometido crimes não constitui crime e sequer deve ser colocada em discussão. 

 

Seu voto: Nenhum

ãhã! O do Aécio também, já que a mala foi confiscada.

É ironia, para quem não percebeu.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de PauloBR
PauloBR

Fica a dica...

... de associação criminosa, formação de quadrilha, etc.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.