Revista GGN

Assine

Aécio, nosso "Carlos Lacerda redivivo", e o impedimento de Dilma

Sugerido por Osvaldo Ferreira

Oposição derrotada parte para o vale tudo contra Dilma

Do Balaio do Kotcho

É como se Aécio Neves dissesse para Dilma Rousseff, ao final desta opera bufa em que encarna Carlos Lacerda à beira de um ataque de nervos: "Tudo bem, eu perdi a eleição, não vou ser mais presidente, mas você também não vai governar. Nós não deixaremos".

Vai ficando mais claro a cada dia que o objetivo real da oposição é um só: criar o clima e as condições necessárias para que a presidente reeleita Dilma Rousseff não assuma o segundo mandato e, se isso acontecer, impedi-la de governar o país pelos próximos quatro anos.

A guerra deflagrada contra a votação do projeto de lei para autorizar mudanças na meta fiscal de 2014, que terminou nesta madrugada de quinta-feira, com mais uma vitória do governo, foi apenas o pretexto imediato utilizado pelas oposições mobilizadas no Congresso Nacional, no Judiciário e na mídia para uma ofensiva golpista sem precedentes.

* No Congresso Nacional _ O vale tudo começou na noite de terça-feira, quando uma tropa de choque oposicionista invadiu as galerias e tentou impedir a votação no grito e na marra. Eram apenas uns 30 bate-paus ensandecidos, gritando as mesmas palavras de ordem utilizadas nas recentes manifestações da avenida Paulista, em São Paulo, enquanto parlamentares do PSDB e do DEM, entre outros menos votados, ocupavam a tribuna com ataques irados contra Dilma e o PT, mas foi o suficiente para que, diante da baderna promovida pelos arruaceiros, o presidente do Senado, Renan Calheiros, suspendesse a sessão.

"Esta é a casa do povo e o PT tem que aprender a conviver com o povo novamente nas galerias", defendeu Aécio, que há muito tempo não usava a palavra povo duas vezes na mesma frase. Eles voltaram mais enfurecidos na manhã de ontem, dispostos a impedir a entrada de deputados e senadores, agora acoitados por tipos como Ronaldo Caiado, revivendo seus tempos de líder da famigerada UDR, e Paulinho da Força, sempre o mesmo, entre outros baluartes da democracia, que dão sustentação à "nova oposição" liderada por Aécio Neves. Nem o ex-presidente da República José Sarney escapou do cerco, que o deixou bastante assustado, quando os manifestantes chutaram e tentaram virar o seu carro.

À tarde, os representantes do povo pró-Aécio, convocados pela rede social por entidades como "Movimento Brasil Livre e Democracia", "Revoltados Online" e "O Brasil despertou", que passaram o dia gritando "Fora PT", "PT roubou" e "Vá para Cuba", receberiam o reforço do indescritível cantor Lobão, que apareceu em Brasília para liderar um "movimento popular" contra a votação, e chegou a ir ao STF para pedir a liberação do acesso às galerias.

Em conversas reservadas com sua tropa, segundo a Folha de S. Paulo, o ex-governador mineiro já deu as instruções, para não deixar dúvidas: a ordem é "cumprir o objetivo de deixar o governo Dilma no chão". Caso o projeto de lei sobre flexibilização da meta fiscal não fosse aprovado, a estratégia tucana era denunciar Dilma por "crime de responsabilidade", para embasar um pedido de impeachment. Derrotados novamente, agora os aliados de Aécio jogam todas suas fichas nas denúncias dos delatores na Operação Lava-Jato, uma ação casada com vazamentos seletivos, para levar o "mar de lama" até o gabinete presidencial.

"Se comprovadas essas denúncias, estamos diante de um governo ilegítimo", disparou Aécio Neves, nosso Carlos Lacerda redivivo, agora em nova versão radical chique, em que chegou a perder o fôlego ao final de mais um discurso incendiário para impedir a votação da lei, depois de ter afirmado em entrevista que perdeu a eleição para uma "organização criminosa".

É em meio a este clima beligerante que a Câmara Federal se prepara para eleger o ínclito Eduardo Cunha (PMDB-RJ) como seu novo presidente, em fevereiro. E é com a boa vontade dele que a oposição conta caso consiga formalizar o sonhado pedido de impeachment, para abreviar sua volta ao poder. É o presidente da Câmara, afinal, quem decide se o pedido será ou não acolhido para seguir adiante nas comissões e no plenário. Assim se fecharia o cerco programado.

* No Judiciário _ Enquanto juízes e delegados da Operação Lava-Jato, em Curitiba, vão soltando a cada dia novas denúncias de pagamentos de propinas por executivos de empreiteiras a emissários do PT e partidos aliados, em Brasília arma-se o ataque final para colocar na mira diretamente a presidente Dilma Rousseff e, se possível, também seu antecessor Lula, virtual candidato a voltar em 2018. Segundo o jornal O Globo, o ministro Gilmar Mendes, sempre ele, do STF, já está preparando uma "devassa" nas contas da campanha da reeleição.

A estratégia ganhou força com o depoimento do empresário Augusto Ribeiro de Mendonça Neto em que ele afirmou ter feito pagamentos de propina em troca de contratos na Petrobras, na forma de "doações oficiais ao Partido dos Trabalhadores", que teriam começado em 2010, quando Lula era o presidente e Dilma candidata à sua sucessão.

O alvo imediato é João Vaccari Neto, tesoureiro do PT nas campanhas de 2010 e 1014, citado nas delações feitas pelo doleiro Alberto Youssef e pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa. Com base nos vazamentos destas delações premiadas, lideres da oposição revezam-se nas tribunas da Câmara e do Senado, quase sem contestação dos aliados do governo, para denunciar que está "sob suspeita" o comando do país.

* Na mídia _ Para amarrar as pontas e fechar a roda, não poderia faltar o decisivo apoio da mídia tucano-familiar, que rasgou a fantasia, e há semanas dedica a maior parte dos seus noticiários à Operação Lava-Jato, como se nada mais estivesse acontecendo no país, colocado à beira do abismo.

Já não se sabe se é a mídia que pauta as oposições no Congresso e no Judiciário ou vice-versa, pois virou tudo uma coisa só, muito bem orquestrada, por sinal. As manchetes e os destaques dos veículos impressos ou eletrônicos parecem ser produzidos pela mesma pessoa, a partir de um comando central que atende pelo pomposo nome de Instituto Millenium.

Após uma brevíssima trégua, com a indicação de Joaquim Levy para comandar a economia no segundo mandato, parece que resolveram abrir todas as comportas para inundar o país com o "mar de lama", uma criação original de Carlos Lacerda contra Getúlio Vargas, agora ressuscitada por Aécio Neves, que parece ter trocado definitivamente o PSD conciliador do seu avô Tancredo Neves pela velha UDN golpista das vivandeiras de porta de quartel.

Neste cenário de vale tudo, de nada adianta a presidente Dilma tentar acalmar as feras fazendo seguidas concessões à direita derrotada nas urnas. Ela e Lula são e serão tratados como inimigos a serem abatidos, sem dó nem piedade. Após 12 anos de PT no poder central, a turbulência brava está só começando. Senhores passageiros, fechem as mesinhas à sua frente, amarrem os cintos e desliguem seus aparelhos eletrônicos.

Vida que segue. E seja o que Deus quiser.

 

Média: 4.6 (9 votos)
14 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de altamiro souza
altamiro souza

esses golpistas estão é se


esses golpistas estão é se demoralizando.

mas é bom ficar alerta.

os movimentos sociais e oas centrais sindicais etc e tal

devem reagir a esse golpe, senão estarão ferrados por

um bom tempo, se acontecer o inominável.

Seu voto: Nenhum

Ouvir dizer que mesmo com a

Ouvir dizer que mesmo com a convocação do aécio neves, Lobobão, Paulo Ricardo, Ney Matogrosso, R.Azevedo, Jabour, alexandre fascista garcia, A.Maria Brega e outros comparsas, não conseguiram levar hoje para as rua de DO BRASIL, nem 6 mil fascistas .

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

" A injustiça que se faz a um, é uma ameaça que se faz a todos." - Barão de Montesquieu

 

imagem de Kolia
Kolia

A esposa do juiz Sergio Moro

A esposa do juiz Sergio Moro trabalha para o vice-governador do Parana, Flavio Arns do PSDB.

O advogado do Yussef já teve cargo na estatal Sanepar logo que o Beto Richa assumiu o governo

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Carlos Lacerda

A única coisa que me lembro do Carlos Lacerda, antes da ditadura, era que mandava matar os mendigos que ficavam enfeiando o centro do Rio, jogando-os no rio chamado Guandú. E que foi traído pelos militares na ditadura, que caçou seu mandato. Foi este o triste fim do homem conhecido tb como "o corvo". Cuidado Aécio, vc pode estar sendo tb traído pelos tucanos paulistas,travestidos de corvos tb e sem perceber e sem saber até onde podem ir c/ a ajuda respeitosa da mídia e do Instituto Millenium. Eles não brincam em serviço, assim como não brincaram os golpistas de 1964. Paulista é Paulista, morre de sede, mas não entrega o ouro. Vivem numa grande cidade construída, em sua grande maioria, pelos nordestinos pobres, e, no interior pelas mãos dos italianos, mas não admitem que um "estrangeiro" lance mão do seu estado e mt menos do Brasil. Abra o olho ! vc não está mais em seu REINO.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

lenita

Está muito boa a coluna do

Muito boa a coluna do Kotscho, que nunca posa de imparcial.  Difícil de acreditar é o susto do Sarney com o cerco ao carro em que ele estava. Pra quem passou pelo teste das pedras e golpes de picareta no vidro do ônibus em que embarcou quando saiu do Paço Imperial, como presidente da república, o que houve essa semana foi fichinha. A não ser que o fator idade esteja pesando mais que a cara de pau.

Ah, bons tempos . O evento da picareta, em 1987 por aí, foi tocado pelos companheiros da CUT, do PT e do PDT ( a turma da brizolândia não era fácil, uns coroas arretados ). Uns dois ou três do PDT foram presos. Como participante - observadora, posso testemunhar que alguns poucos tentaram acalmar os ânimos, mas não deu. Outros tempos ...

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Eles imaginam que o golpe dará certo sem a aprovação do POVO?

 

                  Eles estão armando a tentativa de GOLPE, acreditando que o povo aceitará imóvel e passivo sem fazer nada.  Com certeza eles não são bobos, porém, acredito que não calcularam corretamente a possibilidade de um levante popular.

                  Um levante popular se insurgindo contra o GOLPE talvez seja a possibilidade de um remédio eficaz contra estas pessoas e organizações que tentam destruir a nossa soberania e liberdade de escolha. Provavelmente seria a " pá de cal" contra este grupo golpista.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Romualdo

imagem de Marcos Jacob
Marcos Jacob

Está enganado

Está enganado, amigo. Se derem um golpe e a Globo apoiar, o povo aceitará, não haverá qualquer objeção.

Não sei de onde tiram a ideia de que o povo brasileiro reagiria a um golpe. A população seguiria indiferente, a reboque da orientação dada pelos grandes grupos de mídia. Pelo menos é essa a impressão que tenho do nosso povo.

Seu voto: Nenhum

Eles imaginam que o golpe dará certo sem a aprovação do POVO?

 

                  Eles estão armando a tentativa de GOLPE, acreditando que o povo aceitará imóvel e passivo sem fazer nada.  Com certeza eles não são bobos, porém, acredito que não calcularam corretamente a possibilidade de um levante popular.

                  Um levante popular se insurgindo contra o GOLPE talvez seja a possibilidade de um remédio eficaz contra estas pessoas e organizações que tentam destruir a nossa soberania e liberdade de escolha. Provavelmente seria a " pá de cal" contra este grupo golpista.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Romualdo

imagem de Jorge Leite Pinto
Jorge Leite Pinto

Quer saber? Pura pirotecnia

Quer saber? Pura pirotecnia inútil.

Como bem analisou o Vitagliano num ótimo texto semana passada, não tem a menor chance...

A sexta maior economia do planeta globalizado cheio de obras civis (atualmente só perde pra China em andamento), com fábricas ainda se instalando por aqui, e com os USA reconhecendo a derrota, não tem clima.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de De Paula
De Paula

Excelente abordagem sobre as

Excelente abordagem sobre as provocações que Dilma e Lula estão evitando aceitar, com fundamento na observação dos erros políticos de Jango e Brizolla no pré-64.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Gilmar Mendes...

Para quem tem Twitter;  Hoje às 14h twitaço;  #GilmarPerseguePT.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de gaúcho
gaúcho

Duas observações se

Duas observações se impôem:

1) No mundo real as acrobacias golpistas de Aécio e sua turma não chegaram pois o país vive dentro da normalidade com as pessoas tratando de suas vidas, ou seja, as pirotecnias de meia dúzia de vivandeiras de bivaques não são relevantes nem representativas da maioria da população brasileira;

2) Golpe só existe se a gente acreditar, se alguém pensa que vai dar um golpe na democracia sem sair do escritório refrigerado está muito enganado.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Na eleição de 2018 Aécio ja

Na eleição de 2018 Aécio ja defiiniu a chapa, vai ser Aéciobão, Aécio para presidente e Lobão para vice.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Srªs Senadoras e Srs. Senadores, a Transparência Internacional divulgou, nesta terça-feira, a classificação anual dos países mais corruptos do mundo, e a situação do Brasil, sob o império do “lulismo”, só piorou. Demóstenes Torres 08/10/2003

imagem de Ugo
Ugo

lacerda não emplacou e Aécio Napoleão de hospício acha que pode?

Antes de qualquer consideração precisamos conhecer os verdadeiros manipuladores do marionete Aécio, este menino nunca teve vida própria quem dera ideias. Somente e depois de uma noitada nas baladas este líder destinado a conduzir a nau Brasil à salvação, será visto como Napoleão de hospício.

Lacerda tinha esperança de emplacar a presidência da Republica, não combinou com os russos. O bobão Aécio, infinitamente menos inteligente têm certeza de ser o dono do Brasil.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.