newsletter

Assinar

Aécio pagou consulta a dois ex-ministros do STF com dinheiro da campanha

Ayres Britto e Carlos Velloso cobraram R$ 56 mil e R$ 58 mil, respectivamente, por documentos que atestam a legalidade da desapropriação da área onde foi construído o aeroporto de Cláudio. PT pede que despesa seja considerada irregular pelo TSE

Jornal GGN - O senador Aécio Neves (PSDB) usou dinheiro da campanha à Presidência da República para pagar os serviços de dois ex-ministros do Supremo Tribunal Federal no episódio do aeroporto de Cláudio. Durante a corrida eleitoral, o jornal Folha de S. Paulo revelou que Aécio, quando governador de Minas Gerais (2003-2010), construiu um aeroporto de R$ 14 milhões em um terreno que foi desapropriado de seu tio-avô, Múcio Tolentino, ex-prefeito da cidade de Cláudio.

Os pareceres emitidos pelos escritórios de Ayres de Britto e Carlos Velloso atestaram a legalidade de uma obra pública em um terreno desapropriado pelo Estado, ainda que haja um imbróglio - o parente de Aécio não concordou com o valor pago pelo governo pela área e estendeu a causa à Justiça.

À época, a Folha noticiou que o escritório de Britto cobrou R$ 56 mil pelo serviço. Segundo a prestação de contas da campanha de Aécio declarada ao Tribunal Superior Eleitoral, Velloso, por sua vez, recebeu R$ 58 mil para ajudar o ex-presidenciável tucano a justificar a obra no terreno que pertencia ao tio-avô, feita em uma cidade de cerca de 25 mil habitantes.

O periódico ainda cravou que a disputa em torno da indenização faz com que as chaves do aeroporto construído com verba pública permaneçam com familiares do senador. Além disso, a Anac (Agência Nacional de Aviação) não homologou o equipamento por falta de documentos.

 

Leia mais: Ayres Britto cobrou R$ 56 mil pelo parecer sobre aeroporto de Cláudio

 

Impugnação das contas

Nesta segunda-feira (1/12), o jornal O Globo informou que o PT pediu mais tempo ao TSE para analisar as contas de Aécio, pois a digitalização dos documentos foi feita em cima do prazo para que os partidos políticos solicitassem a impugnação das candidaturas com base em erros nos gastos de campanha, se for o caso.

Na impossibilidade de estender o prazo de análise, o partido de Dilma pede que o Tribunal considere a despesa com os serviços dos dois ex-ministros irregular, pois versam sobre uma obra que Aécio entregou em 2010, quando os gastos de campanha do candidato devem se limitar ao período eleitoral.

O PSDB solicitou diretamente a impugnação das contas de Dilma. Os tucanos alegaram, entre outros pontos, que o PT gastou muito mais do que o teto permitido pela Justiça Eleitoral.

Leia mais: Gilmar recebe pedido de impugnação das contas de Dilma

 

Média: 4.5 (8 votos)

Recomendamos para você

17 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Maria Rita
Maria Rita

Quando surgiu a história do

Quando surgiu a história do genro de Ayres Britto ninguém acreditou. Aquele homem tão manso, tão inocente, era inofensivo...Como?! Mais uma fábula da raposa que se vestia de cordeiro. Quem diria, hein?

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de altamiro souza
altamiro souza

daria  muita risada  se o

daria  muita risada  se o aécio fosse pego por causa

de dois "mestres"  do judiciário, ambos ex-stf....

Seu voto: Nenhum
imagem de anarquista sério
anarquista sério

E pagou tbm cirurgião

E pagou tbm cirurgião plástico pra bulbos capillares.

       O que significa isso?

              Um corte de cabelo.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

mesmo que mandasse construir uma estrada...

e mesmo que esta estrada passasse por terras de niguém antes de chegar na fazenda de algum parente

mesmo assim, se por acaso precisasse de qualquer opinião legal

desconfio que seria dito ou confirmado como perfeitamente legal

gastar mais dinheiro na construção dos acostamentos do que com a própria pista

 

pior é que pode virar moda e ser seguido por todos, até para o justificar a morte do sistema Cantareira

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de jcordeiro
jcordeiro

Pingo nos "ii"

Nassif: você sabe do quanto rejeito o grupo do ex candidato Aécio. Para mim, no atual cenário político nacional, esse político  não passa de um boneco de ventríloco. Mas devo admitir, cada qual com seu cada qual. Portanto, sejamos práticos. Primeiramente, haveria na região outros locais mais propícios para a contratação da obra? Depois, o valor pago é diferente do que se pagaria por tal desapropriação? Ainda, há indícios de desvio de verbas no decorrer da construção? Também, o aeroporto está em pleno funcionamento? Finalmente, os valores destas consultas podem ser incluidos em gastos de campanha para a Presidência da República? Penso que pondo pingos nestes "ii" estariamos resolvendo a totalidade da questão. Pensem nisto.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Luís Henrique Donadio
Luís Henrique Donadio

O problema...

O problema é que, enquanto não se decide a questão da indenização, a posse da fazenda continua em mãos da família.

Agora com um aeroporto dentro.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Álvaro Noites
Álvaro Noites

Qual era a necessidade de

Qual era a necessidade de construir tal aeroporto?

Quando haverá o Payback? Nunca.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Capricho de playboy

Acho que o ponto é outro, ou seja, do ponto de vista do interesse público não há qualquer argumento que justufique a construção desse brinquedo de família.

Cláudio não necessita de um aeroporto.

Talvez a grana fosse melhor utilizada na construção de uma unidade de saúde.

Quanto a contratação de gente ligada a Globo para defendê-lo do indefensável, o próprio documento (opinião) denuncia a precariedade da defesa.

O brinquedo saiu do bolso dos mineiros.

A pergunta é: Pode isso Arnaldo?

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Ou coisa pior
Ou coisa pior

Será que é mesmo brinquedo?

Será que é mesmo brinquedo? Acho pouco provavel.  Pode ser coisa muito pior: http://www.jornali9.com/noticias/denuncia/dea-mira-em-aecio-por-suposto-envolvimento-com-trafico-internacional-de-drogas

Seu voto: Nenhum (1 voto)

E por mais de 50 mil cada um,

E por mais de 50 mil cada um, alguém acha que eles iriam dar parecer contrário? Eles dão um nó nas leis mas dão parecer favorável.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

hahahahaha, o parente "não

hahahahaha, o parente "não concordou com o valor", hahahaha! Eu pediria 50 milhhões, hahaha!

Como esses doutores se deixam enganar facinhho, facinho... Também, né, por sessenta mangos, hahaha...

Por essas e outras que botei o nome do cachorrinho aqui de "Doutor"... Inteligente "pra cachorro", hahahaha!

Seu voto: Nenhum (4 votos)

PJ não VOTA!

O Jornalismo acabou e a eleição não tem fim!

Homens miudinhos

Meu Deus...como esses homens são pequeninos ! Como se sujam por tão pouco...
 

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Jane Pita

Meu parecer como

Meu parecer como eleitor-contribuinte é o seguinte:

A questão do aeroporto construído em propriedade privada e para nítido usufruto particular,  mais exatamente na fazenda de parentes do hoje senador Aécio Neves e ex-candidato à presidente nas eleições de 2014, foi um ato sob todos os ângulos IMORAL, podendo, inclusive, ser motivo de apuração por quem de direito, no caso o PGR em função do mandato legislativo para possível indiciamento do ex-governador em destaque. 

Se o ato em si já foi ignominioso, pagar com dinheiro da campanha de 2014 dois consultores ex-ministros do STF por conta de pareceres só para coonestar as alegativas furadas do acusado, aí já é pura esculhambação, deboche, gaiatice. 

A acusação de possível improbidade(ou até mesmo crime) não foi ao candidato à presidência Aécio Neves no pleito de 2014, mas sim, ao cidadão Aécio Neves que o praticou enquanto governador do estado de Minas Gerais, ou seja, os custos com os advogados é de natureza privada. Com a devida vênia tomo a liberdade de perguntar: o que o "aparelho excretor"(royalties para o Levi Fidélix) tem a ver com as calças?" 

Assim, deve o ex-candidato responder por crime de natureza eleitoral. 

Favor depositar R$ 500,00 na conta desse "consultor" pelo parecer. 

PS: sugere-se aos eleitores-contribuintes que comprem boas redes cearenses para esperarem deitadinhos qualquer iniciativa de quem quer que seja no intuito de acatar esse parecer. Tucano no Brasil virou sinônimo de teflon. 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Para mim isso tem cheiro de

Para mim isso tem cheiro de propina. Ayres e o outro receberam um "agrado" dos tucanos para atestar "a lisura, e a extrema importância de tal obra para a valorosa população de Cláudio, jamais movido por interesses privados de qualquer espécie". 

Consta que Ayres redigiu uma parte em versos quânticos, em que citava aviões sobrevoando as montanhas de Minas, mas Aécio achou por bem não complicar a coisa

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Juliano Santos

O psdb pig pode tudo

Qual o problema? Ao psdb/pig tudo é permitido, escondido, falsificado, etc. O pt é que é o culpado por este pagamento indevido, duvidam...?

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Quem não desconfia de si próprio não merece a confiança dos outros ( ditado árabe)

imagem de Ivan de Union
Ivan de Union

Em paises que tem judiciario,

Em paises que tem judiciario, OU EH ILEGAL OU NAO EH.

Ja vamos ver mais um show de agua morna do judiciario em 3 segundos, voces vao ver...

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Caro Nassif e demais Caracas

Caro Nassif e demais

Caracas meu, apesar das provas, dos documentos, isso não exziste, tem que chamar o Gilmar Mendes, para sumir com tudo isso e ainda processar os autores dessa verdade.

Isso é coisa desses petralhas.

Saudações 

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Marco Antonio Silva
Marco Antonio Silva

Esses pareceres são sem pé nem cabeça

Esses pareceres são sem pé nem cabeça. O aeroporto foi construido de forma irregular, foram gastos mais de 11 milhões de reais, não há parecer que dê jeito

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.