Revista GGN

Assine

Caminhada contra a exploração sexual de Crianças e Adolescentes reúne cerca de duas mil pessoas em São Paulo

Da Prefeitura de São Paulo

 
Chamar a atenção da população sobre os direitos das crianças e adolescentes. Foi com esse intuito que as secretarias municipais de Assistência e Desenvolvimento Social e de Direitos Humanos e Cidadania, em parceria com Comissão Municipal de Enfrentamento à Violência, Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (CMESCA), realizaram na última terça-feira (2), na região central da cidade, o Grito de Carnaval contra a exploração sexual de Crianças e Adolescentes.
 
A concentração da caminhada, que contou com a participação do maestro João Carlos Martins, além de cerca de duas mil pessoas entre crianças, adolescentes e adultos assistidos pela rede socioassistencial, funcionários da SMADS e da bateria mirim da escola de samba Vai-Vai, aconteceu na Praça do Patriarca.
Segundo a secretária Luciana Temer, a mobilização no carnaval é muito importante para chamar a atenção para a questão da exploração sexual de crianças e adolescentes que, infelizmente, ainda é uma triste realidade. “Esse grito de carnaval é para mostrar para as pessoas que nós não admitimos esse tipo de situação. Denuncie!”, disse.
 
Na sequência, o bloco desfilou por algumas ruas do centro de São Paulo em direção ao Coreto (praça Antônio Prado), onde a atividade foi finalizada com uma apresentação especial do maestro João Carlos Martins e dos jovens da bateria-mirim da Vai-Vai.
 
“Atividades como essa são importantes não só em São Paulo como em todo Brasil. Momentos como esse, antes do Carnaval, é quando nós podemos mostrar a importância do combate à exploração sexual infantil”, disse o maestro.
 
Fique atento aos direitos das nossas crianças e adolescentes e, em caso de violações, não desvie o olhar, denuncie: procure o Conselho Tutelar ou Disque 100.

Imagens

Média: 5 (4 votos)

Recomendamos para você

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.