Revista GGN

Assine

Como dar um basta definitivo no jornalismo-lixo da Globo, por J. Carlos de Assis

De como dar um basta definitivo no jornalismo-lixo da Tevê Globo

J. Carlos de Assis*

Não me proponho contribuir para a quebra da Globo. Seria um desperdício de tecnologia em audiovisual acumulada durante décadas, a qual se tornou um patrimônio nacional de valor incalculável. Quando o senador Crivella agendou uma conversa com João Roberto Marinho na última campanha eleitoral, sugeri a ele que deveria dizer que, se eleito, se comprometeria a lutar pela consolidação do Rio como capital audiovisual da América Latina e um dos principais centros de produção de arte audiovisual do mundo. O líder seria a Globo, naturalmente, não a Record, cuja base audiovisual é São Paulo.

Acontece que os programas de boa qualidade formal da Globo, como as novelas, casos especiais, Globo Repórter, Fátima Bernardes, The Voice (não sei por que não “A Voz”) e SuperStar funcionam como uma espécie de rede física de esgoto pelo qual flui o material de má qualidade, a saber, o Jornal Nacional e, principalmente, o Jornal da Globo. Vai também junto desse lixo esse monumento à imbecilidade globalizada, o BBB Brasil, que disputa com Faustão o campeonato da idiotice, salvo apenas, no caso de Faustão, pela Dança dos Famosos, para os que tem estômago para tolerar as piadas de mau gosto do apresentador.

O lamentável é que os outros canais, como Record, Bandeirantes e SBT, não se aproveitam das falhas estruturais da Globo para lhe ocuparem o espaço jornalístico. Na Band o jornalismo é tão pobre que as notícias dos principais Estados são veiculadas por rádio, sem acompanhamento de imagem. A Record tem a sorte de ter em seus quadros um dos maiores jornalistas do Brasil, Paulo Henrique Amorim, mas também nela falta infraestrutura para o noticiário em geral. Com isso, a Globo nada de braçadas, fixando o padrão de mediocridade que move a maior parte do jornalismo de televisão.

Como colunista do Globo, privei durante quase um ano da intimidade de Roberto Marinho, o que me possibilitou conhecer bem algumas de suas facetas. Era um homem simples, sem ideologia, voltado quase exclusivamente para o jornal, não a tevê. É que, de jornal, ele acreditava entender bem – entrou na tipografia e acabou dono -, enquanto a televisão não lhe era familiar, e deixava entregue a José Bonifácio, o Boni, e Walter Clark. Boni e Clark puderam dar uma direção profissional à televisão, sem interferência do dono, enquanto o jornal era estritamente vigiado por ele.

Talvez viesse daí a mediocridade do Globo quando comparado com o Jornal do Brasil, por exemplo. Entretanto, mesmo que não fosse um luminar do jornalismo, Roberto Marinho tinha o espírito da notícia. Lamentou várias vezes não ter podido dar o furo do Plano Cruzado porque Sarney lhe pedira reserva. (O curioso nesse episódio é que Sarney não se deu conta de que estava passando informação privilegiada para o maior grupo de comunicação do país num momento crucial da vida econômica brasileira. Na verdade, Sarney temia tanto o grupo Globo que não pensou duas vezes antes de lhe entregar uma ficha valiosa que não foi usada.)

O espírito jornalístico de Roberto Marinho não foi transmitido à prole. No caso da televisão, foi totalmente desvirtuado. Como jornal perdeu espaço no mundo da comunicação, a penetração da tevê tornou-se uma arma mortal de difusão ideológica. No Jornal Nacional ela vinha sendo usada com alguma moderação porque os editores, William Bonner à frente, calculavam que os telespectadores são sobretudo de classe média baixa. A partir da última eleição, contudo, com o sistema Globo assumindo papel de militante pró-Aécio, a manipulação ideológica também do noticiário televisivo no horário nobre tornou-se aberta.

Como já escrevi anteriormente, o sistema de três feudos e várias satrapias jornalísticas do Globo não tem hoje nenhum controle político. É o campo da liberdade sem limites dos âncoras e apresentadores, no qual atua a lei da selva. Um ensaio iluminado de Norberto Bobbio ensina que os luminares do alvorecer da Idade Moderna não esclareceram bem o que entendiam por liberdade. Alguns, como Locke e Montesquieu, viam a liberdade como o não limite; outros, como Rousseau e Hobbes, como prerrogativa de estabelecer os próprios limites. Os primeiros inspiraram o liberalismo econômico. Os segundos, a democracia.

A tevê Globo é hoje o império da liberdade sem limites, do liberalismo econômico que gerou nas quatro últimas décadas o neoliberalismo. Antes, por contraditório que possa parecer, Roberto Marinho lhe dava um caráter democrático. Um dia, na minha época no Globo, entrei na sala dele e lhe expus o que sabia dos rumores de corrupção do Governo Collor. “O que acha que eu devo fazer?”, perguntou ele a mim, que tinha pouco mais de metade de sua idade. “Ponha na televisão”, sugeri. Ele ficou em silêncio alguns segundos para comentar, encerrando a conversa: “É muita responsabilidade...”

É essa responsabilidade que a Globo perdeu sob a influência nefasta do grupo Veja. Destruidora do Governo Collor, sem provas – a entrevista que publicou com o irmão de Collor foi um monumento à irresponsabilidade jornalística -, Veja começou a articular suas “revelações” de escândalos, oriundas de espionagem paga, com o noticiário do Jornal Nacional e o Jornal da Globo. Duplamente irresponsáveis, esses dois sistemas de empulhação jornalística estão destruindo o Brasil com intrigas, e contribuindo para a degradação de todas as instituições brasileiras, Executivo, Legislativo e Judiciário. Chegou o momento do basta.

Para destruir Veja, o que se justifica como profilaxia da imprensa brasileira, é muito fácil: basta parar de comprá-la e cancelar as assinaturas. Caso sinta necessidade de revista, compre a Carta Capital como alternativa, com uma linha mais imparcial.

No caso da tevê também é fácil. Como queremos preservar as novelas e punir o jornalismo-lixo, vamos fazer o seguinte: no horário do Jornal Nacional e do Jornal da Globo - depois da novela, num caso, e do BBB, do outro -, vamos desligar a televisão ou mudar de canal. Todos os anunciantes da Globo saberão pelas pesquisas que, naquele horário, os aparelhos ou estarão desligados ou ligados em outro canal. (Sugiro que alguém mais competente que eu em matéria de internet arranje um jeito de tornar essa convocação nacional através das redes sociais, começando numa data marcada com antecedência e combinando novas datas até que se torne conhecida alguma providência do sistema Globo em reestruturar profissionalmente seus jornais!)

 

*Jornalista, economista e professor, doutor pela Coppe/UFRJ, autor de mais de vinte livros sobre Economia Política, sendo o último “A Razão de Deus”, pela Civilização Brasileira.

Média: 4.2 (31 votos)
103 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Jaeder Teixeira Gomes
Jaeder Teixeira Gomes

Como dar um basta definitivo ao jornalismo-lixo da Globo...

Faço um pouco mais do que o sugerido. A única coisa que ainda vejo é o esporte, coisa que ela detém e impõe do jeito que quer. Mas sempre tomo o cuidado de boicotar os anunciantes.

Seu voto: Nenhum
imagem de Fabio !
Fabio !

Respondendo à pergunta do

Respondendo à pergunta do título : simplesmente quebrando o oligopólio das concessões de TV.

Não li o texto , o qual achei um pouco raso e pedante .

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Calvin
Calvin

Credo!

PHA melhor jornalista? O blogueiro racista?

Que bom saber que gosto de tudo o que o autor do post detesta, e vice-versa....

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de G.Nascimento
G.Nascimento

Desligar-se do Jornal Nacional e Globo News

Na minha casa já desligamos os jornais da Globo há bastante tempo!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Pecou 2 vezes...

Na primeira em dizer que Roberto Marinho não tinha ideologia... talvez aquele editorial festejando a instauração da Ditadura Militar em 31/03/1964 e o "triunfo da democracia" tenha sido escrito por marcianos, e quem autorizou a sua veiculação foram habitantes de Vênus; aquela manipulação escrota do debate Lula-Collor, quem será que autorizou, um hominídeo de Saturno?  Aliás voltaram a carga agora, O Globo estampou em uma de suas capas semana passada ema frase que dizia algo como "o 15 de Março de 2015 fez de novo despertar a democracia no Brasil".

Na segunda em dizer que as novelas da Globo são um primor na qualidade... pra mim são lixo puro, nem ao menos reciclável, deseducam e ensinam às pessoas que: infidelidade é quase uma obrigação para ser "antenado(a)"; rico quando rouba não é ladrão e sim cleptomaníaco; pretos e pretas tem seu lugar na sociedade, que é, quando muito, a cozinha das dondocas e dondocos; deslealdade é uma coisa normal nos dias de hoje; madames têm direito de gritar com seus e suas serviçais; sexo com libertinagem é tão normal que deveria ser ensinado nas escolas...

E uma informação ao autor: já tá rolando na rede uma campanha para dar um start na fritura em bafo de enxofre da Vênus Platinada no dia 1º de Abril, dia da mentira e aniversário do editorial onde os Marinhos festejavam o golpe militar.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Paulo P Ribeiro
Paulo P Ribeiro

A degradação que a Rede Golbo

A degradação que a Rede Golbo ipõe ao povo brasileiro não se limita à manipulação das notícias e à obsessão em atacar o PT e a presidenta Dilma. Ela chega principalmente por meio das novelas, que fazem permantemene apologia de práticas criminosas e degradações morais, como estímulo à traição e cenas escandalosas que incluem até o lesbianismo!!!!! Assm como o povo brasileiro apoia e reconhece o valor da presidenta Dilma, condena veementemente a exibicação de tais cenas em horário em que as crianças estã acordadas. Cumpre a todas as pessoas de bem deste país condenar a Rede Globo por meio de um amplo boicote para que os direitos dos cidadãos seja respeitado!

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de João Leite
João Leite

Nunca perceberam que na

Nunca perceberam que na novela, sempre que falamde pobre é "esculachando" sem dó nem piedade, fazendo piadas, denegringo sua imagem. Pois é, tem muito idiota que é contra a Globo mas não perde uma novela. É chic ser assim, ou seria ser chic ser otário?

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Quatro coisas.

1) O aprendizado de não assistir, ler, ouvir a Velha Mídia é que nos tornamos uma pessoa mais positiva, longe de processos depressivos com a cabeça tranquila e longe desse mundo de ódio e violência que se propaga diariamente nela.

Rede Globo e apaniguados esquecidos é o melhor remédio para se tornar uma pessoa melhor. Desde 2009 não mais sintonizo TV averta e não chego perto de canais da velha mídia, claro que em situações esporádicas nos abastecemos dela, como por exemplo, na Leitura de Jânio de Freitas ou numa partida de Futebol, onde só há Rede Globo ou Sportv.

Sem contar que uma medida saudável que me policio é de não compartilhar nenhum link da velha mídia, só em casos extremos, como foi o caso de um vídeo da Globonews, muito difundido nos blogs “sujos”, que um consultor deu uma aula sobre a Petrobrás que a entrevistadora ficou sem saber o que falar; vídeo que depois soubemos ter sido apagado do conteúdo do G1.

2) Apesar de não assistir, ler, ouvir e compartilhar a velha mídia eu sei de quase tudo o que acontece lá. E vocês iriam me perguntar, como? É só ler os blogs "sujos", ver inúmeros perfis de internautas, eles vivem a ler a velha mídia para buscar suas incongruências. Eu fiz isto bastante, e como fiz. É só lembrar-se do texto dos truques da edição de jornalismo da Rede Globo.

Penso que hoje seria mais sábio produzir conteúdo próprio, notícias próprias, quase sempre, desligar o botão da velha mídia para não entrar (se contaminar) no clima de Fla X Flu, ou ao menos não se tornar mais importante a crítica, o desnudamento da velha mídia do que divulgar notícias relevantes do dia a dia, e que poderíamos compartilhá-las nas redes sociais. A novidade, não duvido, atrairá mais leitores, que o contraponto e pode ser um caminho de libertação dos brasileiros.

Perguntas para nossa reflexão:

a) Será que dizer sobre a manipulação midiática não se tornou um vício e os leitores habituais delas não seriam as mesmas pessoas, quase sempre?

b) Como noticiar sem ter por referência a velha mídia?

c) Como fugir do vício de para noticiar algo nos blogs ter que citar, muitas das vezes, a velha mídia?

3) Certamente, é preciso entender que o Jornalismo de hoje em dia não busca mais a notícia nova, ele busca apenas a repetição da mesma notícia, umas 4 ou 5 o tempo todo. Mensalão, e agora Petrolão precisam ser massificados na cabeça das pessoas de algum modo e por um motivo: dominação dos indivíduos para manutenção do status quo (do Sistema).

Com o advento de diferentes formas de entretenimento, para além da TV aberta e Rádio, a internet, o dinheiro no bolso para a balada, os smartphones, o Netflix, Os filmes, séries e desenhos da TV à cabo, etc. as audiências das TVS abertas e do rádio caíram vertiginosamente.

Foi este processo que acarretou que o Jornalismo de hoje, ligado ao Imperialismo e ao Capitalismo Financeiro, realizasse de forma extremada, não que antes não fosse assim, uma estratégia nova: repetir a mesma notícia (4 ou 5 notícias apenas) durante dias, meses, anos.

Por que repetir sem parar a mesma notícia? Para fisgar qualquer pessoa, mesmo aquela que assista o JN ou um noticiário uma vez por mês no máximo.

A perseguição implacável contra José Dirceu precisa estar 24 horas no ar. Se eu deixar de noticiar sobre ele o povo tenderá a esquecer dele, poderá esquecer-se do tema Mensalão e de ligar a corrupção ao PT. Às 24 horas diárias de Petrobrás e corrupção na empresa segue o mesmo diapasão.

Hoje, não se faz mais Jornalismo. Apenas se repetem as mesmas notícias, poucas, para se massificar a ideia necessária para uma dominação das mentes, dominação esta, que cria o senso comum e garante a hegemonia do Capitalismo no mundo todo.

Mensalão e Petrolão = PT corrupto. Venezuela, Cuba, Coreia do Norte = ditadura. Países do Oriente Médio = terrorismo. E se fez o noticiário de dias, meses e anos.

A dominação das mentes se dá por ai. Não é pelo que não é dito, e sim, pela repetição de 4 ou 5 notícias ou se preferirem Slogans Publicitários o tempo todo. Se eu estiver viajando um mês nas minhas férias e não ligar a TV ou ver notícias no rádio, jornal, internet e revista, não terá problema, quando eu voltar o Petrolão estará entrando pelos meus ouvidos e me lembrarei dele e de associá-lo ao PT. A mesma notícia não pode jamais parar de circular, ela pode é se reciclar, para parecer novidade. Mensalão pode virar, naturalmente, Petrolão. E a mesma notícia muda de roupagem sem mudar os personagens.

Este modus operandi é a perfeita máquina de criação do pensamento e ações únicos. A velha mídia articulada nada mais faz do que amplificar em milhões de decibéis este processo e que é globalizado.

Mistura-se o entretenimento fútil, as redes sociais e suas mensagens apócrifas da extrema-direita partidas e o Jornalismo da velha mídia de 4 ou 5 temas direcionados à defesa do Capitalismo Financeiro e do Imperialismo Norte-Americano, ferrando todos os que ousam ir por um caminho, por menor que seja, contrário a esses dois gigantes e se compreende o Brasil de 2015.

4) Precisamos entender o mecanismo de atuação do noticiário da Rede Globo e apaniguados, também, pela criação de uma narrativa ou pela apropriação das narrativas que ameacem o status quo (o Sistema).

Por que a velha mídia se embrenhou de corpo e alma nas manifestações de 15 de março? Apenas porque quer “sangrar” o Governo Federal, quer mostrar um clima de caos social, político e econômico no Brasil com a Presidenta Dilma e o PT no Poder?

Não! A criação de narrativa própria é para tergiversar os anseios de grande parte dos brasileiros. Claro que nós queremos uma Reforma Política séria e o fim do financiamento privado por empresas nas campanhas eleitorais. Dominando a narrativa eu edito o conteúdo dela. Posso esconder que no dia 15 de março tinham defensores de uma Ditadura Militar e pessoas batendo continência para militares torturadores do regime de exceção, que havia nazistas empunhando o símbolo da suástica, mas, também, posso esconder que havia parcela de pessoas bem-intencionadas e que gostariam de novas maneiras de realização da Política no Brasil, e eram pautas/reivindicações muito além do noticiário de mão-única sobre o Brasil, cujo único tema aceito é a corrupção, esta ligada sempre ao PT e, pasmem, hoje tentam até dizer que seu nascimento no Brasil se deu em 2003 com a chegada do PT ao Governo Federal.

Tentar mostrar que todas as pessoas nas ruas em 15 de março estavam uníssonas em afirmar que toda a insatisfação da população é por causa da corrupção, ligada como sempre ao personagem único da narrativa: o PT é camuflar anseios progressistas e de mudanças reais da sociedade brasileira acima de tudo para nada mudar.

A construção da narrativa é essencial ao domínio dos povos. A massificação da narrativa idêntica, também. A saturação da temática corrupção é o biombo das necessidades prementes do Brasil.

Quando não é possível controlar os narradores contrários ao status quo (o Sistema) como foi nos casos das manifestações de junho de 2013 e o MPL - Movimento do Passe Livre - ou na vinda do Papa Francisco ao Brasil se torna preciso, também, a construção de uma narrativa paralela e de massificá-la em meio à população. Os jovens das ruas em 2013, o Papa precisam ser “redesenhados” perante a população. As reivindicações deles podem mudar (editando a narrativa) ou serem negligenciadas. Edito as imagens, mostro do alto, escolho a dedo quem se pronuncia, mostro os cartazes A, B e não mostro os cartazes C e D, etc.

Um aparte.

Nas manifestações de 15 de março foi assim que aconteceu. A Rede Globo não seria louca de mostrar Fascistas em plena Avenida Paulista nem iria mostrar o contingente de pessoas pedindo o retorno da Ditadura Militar.

Voltando.

O que é subversivo, como a diminuição do lucro dos empresários para o passe livre ser viável ou para diminuição substancial do preço da tarifa de transporte; a fala do Papa atual contrária ao acúmulo excessivo das riquezas do mundo nas mãos de pouquíssimas pessoas, os discursos contra a cultura do “mercado” eu preciso ter em mãos a audiência/controle da narrativa.

E visa construir os canais futuros que impeçam a contaminação de muitos dos brasileiros por uma narrativa nova, diversa da habitual.

O controle da narrativa futura! A velha mídia busca incessantemente ser a “porta-voz” das consequências dos atos de manifestantes e do Papa Francisco. Porta-voz se pode traduzir como o espaço de onde as pessoas se informarão sobre os temas: passeatas/manifestações e Papa Francisco. Ai eu manipulo o leitor, telespectador, ouvinte com a narrativa minha (da Rede Globo e apaniguados), negligencio o que não interessa, invento um pouco, edito um bocado para manter intacto o Poder Central do Capitalismo Financeiro e do Imperialismo.

Tudo o que for pauta progressista e subversiva ao status quo (o Sistema) tem de ser capturado pelas imagens, falas e textos da velha mídia.

A velha mídia sobrevive nesse pêndulo: noticiar sempre as mesmas coisas e construir narrativas, invertendo seus conteúdos, para as pautas progressistas e transformadoras da sociedade como um todo. 

Seu voto: Nenhum
imagem de luzsanti
luzsanti

Excelente comentário Alexandre

Muito bom. Devo dizer que há um bom tempo que não assisto TV aberta, Rede GloBobo há muito tempo. Infelizmente, boa parte dos telespectadores, conheço vários, tem a dita cuja como sinônimo de televisão. Só assistem esse canal. Não se permitem mudar, mesmo reclamando das cenas de sexo, "baixarias" e demais aparições das novelas e dos BBB's continuam assistindo. Lamentável!

Parabéns pela excelente explanação.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de André M Silva
André M Silva

Combine com o movimento LGBT também

Tenho amigos gays e sei que eles adoram assistir à Globo (novelas, BBB, luciano huck). Já conversei com eles em relação a esse tipo de conteúdo, mas eles dizem que a Globo é a emissora que mais dá espaço à causa LGBT no Brasil (talvez a única até).

Bem, não sei como convencer eles, mas acredito que a goebbels está usando os gays para conseguir mais audiência. Se pudéssemos dialogar com o movimento LGBT e orientá-los a não assistir mais a rede bobo, seria interessante. E também sugerir alternativas de conteúdo em outras emissoras destinadas à esse público.

Seu voto: Nenhum
imagem de Pedro Penido dos Anjos
Pedro Penido dos Anjos

não é lamentável que os outo

não é lamentável que os outo canais.....

É ESTRUTURAL E CARTELIZADO COM BRIGUINHAS DE ESPAÇO: " RISQUE A LINHA, QUEM VAI CUSPIR PRIMEIRO".

Em quê que a famiglias Marinho ou Mesquita ou Frias ou Saad de Barros exatamente se diferem das famiglias Macedo ou Ratinho ou Abravanel ou Sarney ou Jeriessati ou ou ou?

Seu voto: Nenhum
imagem de Eliane Campello
Eliane Campello

TV BOBO

Caro Assis

Não assisto a Globo há muitos anos, mas assistia a globonews. Parei também.

Há uma semana não ligo a tv e não leio mais jornal.

Só leio os blogs.

Me sinto ótima. Muito mais produtiva e com mais interesse em músia, leitura etc.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Caetano.
Caetano.

Que post bobinho...

Que post bobinho... Incentivar as pessoas a não assistir à Rede Globo? Ora, ninguém é obrigado a fazer isso, e se o faz é porque gosta...

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Irene
Irene

     Que tal uma série de

     Que tal uma série de documentários sobre as biografias dos principais correntistas brasileiros do HSBC em Genebra? Se veicularem anúncios prometendo mostrar como, onde e de onde eles conseguiram aqueles milhões todos, recordes de audiência até de copa do mundo cairão por terra...

Seu voto: Nenhum (1 voto)

O prefeito do envolvido em

O prefeito do envolvido em corrupção em Itaberaba é do PP e não do PT

Quem ouviu o Fantástico entendeu PT....É que o PP foi dito de uma forma que soou PT...dito assim prá dentro e meio inaudivel....e a legenda exibida omitiu o nome do partido ....eta bandidagem disfarçada de jornalismo

http://pt.wikipedia.org/wiki/Itaberaba

Seu voto: Nenhum (3 votos)

 

...spin

 

 

imagem de Neideg
Neideg

Todos telejornais fazem o PT,

Todos telejornais fazem o PT, sempre, pagar o pato por,qualquer, irregularidade ou falcatrua do PP. Agora, quando a acusação é ao PT, não há nenhuma confusão, mais explícito, impossível. Todo "jornalismo" da Midiona faz isso.

A similaridade na pronúncia de José Janene e José Jenuíno é também vergonhosa, nem analfabetos falariam com tamanha falta de clareza.

Ver a cara de Bonner, Boechat, Waack e similares, me faz sentir engulhos, o pacote completa com Jô e os jornalistas que bebem sangue nos programas policialescos, parecem Drácula.

Tomei tanto asco da televisão, que nem sei se ainda passam meus programas favoritos. Não ligo o aparelho, simples assim....

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Teorema de Tostines

Então:

"A Globo é a mais assistida porque todo mundo liga nela ou todo mundo liga nela porque é a mais assistida?"

Ou transportando:

"Nossa indigência intelectual é porque assistimos a Globo ou assistimos a Globo porque somos indigentes intelecuais?"

Com raízes em uma propaganda de biscoitos que eram muito gostosos e vendiam pra caramba, o Paradoxo de Tostines (Teorema de Tostines) ficou conhecido no Brasil inteiro por consolidar, num único teorema, relações paradoxais de causa e efeito, motivo e razão, ação e reação e outras similares.

O teorema ou paradoxo original rezava o seguinte: "Tostines vende mais porque é fresquinho ou é fresquinho porque vende mais?"

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Pedro Penido dos Anjos
Pedro Penido dos Anjos

Perguntas e respostas para o

Perguntas e respostas para o pai do Mainardi. Aliás, quem é o pai e quem foi o filho?

"O TEOREMA MAINARDI"!

Seu voto: Nenhum

Sinto muito.

Nada disso!

Gosto de ler o que escreve o J. Carlos de Assis, mas ele está alguns anos atrasado em suas considerações e propostas no que se refere à Globo.

Pra que boicotar somente os Jornais?

Deixei de ver a Globo - já não via as outras emissoras por conseguirem ser piores - faz 2 anos.

Minha vida só mehorou. Não passo mais pelo stress, pelo aborrecimento de assistir as manipulações das notícias.

Antes via o JN e o JG para sacar a estratégia e o que eles estavam pensando. Hoje não mais. Basta dar uma olhada no G1.

E sobre a qualidade do restante da programação?! Bem gosto é gosto, mas raramente produzem algo que presta.

Com Internet, Netflix, Sites, Blogs, Youtube, Jogos e a possibilidade de baixar todo e qq filme, pra ver a Tv aberta?

Não tenho tempo suficiente nem pra desfrutar da Tv a cabo, com sua extensa programação...

Quando canso da mídia, ainda tenho a companhia dos livros ou a convivência com os amigos e a família, tomando uma cerveja de qualidade ou um bom vinho.

Ganhei em saúde.

 

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

"Penso, logo existo"

imagem de valdir freire
valdir freire

O QUE FUNCIONARIA MESMO SERIA

O QUE FUNCIONARIA MESMO SERIA BOICOTAR OS PATROCINADORES DESTE LIXO. 

 

AÍ GGN. VAMOS FAZER UMA CAMPANHA PARA ENVIAR MENSAGENS PARA OS PATROCINADORES DA GLOBO QUE ESTAMOS DEIXANDO DE COMPRAR SEUS PRODUTOS!!!!

 

 

GARANTO QUE FUNCIONA!

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de João do Povo
João do Povo

Fala sério!

...compre a Carta Capital como alternativa, com uma linha mais imparcial...

Carta Capital Imparcial????

Esse cara escreve essa frase no meio de seu texto....não pode ser levado a sério.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

50 anos alienando a massa

Quem acha a programação da Globo de boa qualidade, nunca deve ter visto nenhuma televisão aberta de outro país. Sentiria a diferença...

Tive a sorte de ter vivido minha infância e adolescência fora do Pais, não fui contaminado. Não "viciei" na Globo, não sou um "walking dead"...

Me criei no exterior e quando aqui cheguei com meus 18 anos, em meados dos 80, conheci a TV Globo. De cara, não entendia como liderava a audiência do grosso da população com um conteúdo de tão baixa qualidade, mediocre mesmo. lnclusive, no que todo mundo exalta, as novelas. Com o tempo, passei a perceber a manipulaçãoo que ela exercia não só predominava no campo político, como de modos e costumes da população. Ela cria "moda" em todos os espectros da sociedade.

Já não vejo a Globo há no mínimo uns 25 anos, mas de modo geral naquela época, a programação a partir do meio-dia, era mais ou menos assim:

- Jornal local (de uma superficialidade de dar sono)
- Jornal (idem)
- VideoShow (falando de... atores, assuntos e programas da... Globo
- Vale a Pena ver de Novo (novela)
- Enlatado americano ou da Globo
- Malhação (novela adolescente)
- Novela 1
- Jornal local (superficial)
- Novela 2
- Jornal (manipulador, tendencioso e pró americano)
- Novela 3
- Mini-serie Nacional (novela curta) ou programete da Globo
- Jornal da noite (manipulador, tendencioso e pró americano)
- Jõ Soares (acabará quando vier a morrer, como o Chacrinha que foi substituido pelo Faustão há mais de 30 anos)
- Enlatado americano ou pornochanchada

Mudou hoje? Se não viveram naquela época, perguntem aos seus pais ou avôs, a quem viveu.
Naquele tempo, assistir o JN e o Fantástico era sinonimo de estar informado (?).

Algum programa de debates? É ou não alienante, emburrecedora? Não se preocupem, foi feita pra isso mesmo... 06 ou 07 novelas e 04 telejornais fajutos e manipuladores (tudo é manipulado, já disse Brizola.).

Ah, nesses anos todos NUNCA, nunca vi uma matéria com viés negativo sobre os EUA...

"#Globo É difícil se livrar da dependência química? Claro, principalmente se você cresceu consumindo #VivaSemGlobo #PIG"

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Criaram o mito de que a

Criaram o mito de que a goebbels tem uma programação de qualidade. Mas o que aconteceu mesmo é o que você disse: não há com o que comparar. Além disso, eu vejo todo mundo descendo o pau no Galvão Bueno e nos comentaristas de futebol de lá, mas na hora do jogo, pode estar passando onde for, todo mundo quer que coloque na tv goebbels.

As 2 últimas copas eu nem vi nada, mas na de 2006, acho, combinei com uns amigos para virem ver no  meu apê e avisei que não veria o jogo na goebbels de forma alguma. Eles vieram, coloquei na ESPN, mas com poucos minutos de jogo encheram tanto o saco que tive que mudar para a goebbels. Juro que não entendi, a transmissão estava ótima, imagem, locução, comentários, mas os caras me fizeram mudar. E depois ficaram reclamando o tempo todo do g bueno e da turma que comentava. Parece vício, masoquismo, loucura, imbecilidade, sei lá.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Marcos Rizzatti
Marcos Rizzatti

Aqui se passa...

Aqui se passa algo parecido em casa (se bem que nos últimos tempos a família nem janta ou almoça no mesmo horário a frente da tv) quando estamos jantando ou almoçando, as vezes, eu tiro da globo (RBS aqui onde moro) e naquele momento o pessoal nem nota, pois estão falando sobre trabalho ou fofoca de alguém da cidade, passado alguns minutos mais tarde alguém como que de um estalo grita - PÕEM NA RBS!! - isso que eles nem tavam ouvindo ou vendo o que se passava no canal que coloquei, ou seja, simplesmente as pessoas pedem a globo no automático, por vicio, parece que simplesmente estão "drogadas", pois quando sentem a falta (abstinência) pedem mais drogas para continuarem "a viagem" e ai o que acontece? voltam a falar sobre o que conversavam antes e no automático, esquecem o que se passa na tv.                                                                                                                                       Creio que muitos que lerão isto confirmarão o que eu relatei acima.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

telespectador

"De como dar um basta definitivo no jornalismo-lixo da Tevê Globo"

Assisto a globo o ano inteiro. Esse ano serão dezoito ou dezenove vezes.

Só a formula um. SEM SOM. Este ano na primeira corrida tinha um monte de gente no estúdio, algumas vezes a tela ficava dividida, corrida estúdio. Eu seguia vendo a corrida no canto direito. acabou a última volta, desligo incontinenti. Pódio com narração de #calabocagalvão? Estou fora. Antigamente eu ouvia a narração do rádio. parei a alguns anos quando me dei conta que os narradores passaram a imitar a globobo.

Parei a mais de vinte anos de ver canal aberto de tv. Hoje eventualmente assisto um documentário nos canais a cabo.

Para mim sábia atitude. Quando aboli o PIG inclusive óia, rolha de sampa etc.minha vida melhorou muito, vivo muito mais alegre e feliz.

Recomendo.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de oneide
oneide

Passou a ver a Telesur?

Passou a ver a Telesur?

Seu voto: Nenhum (12 votos)
imagem de Pedro Penido dos Anjos
Pedro Penido dos Anjos

oneide, vá ver se eu estou

oneide, vá ver se eu estou ali na esquina que na semana que vem lá estarei, viu, bem!

você está quase no ponto!

alô, alô, jabor,

alô,alô, sandenberg,

alô, alô, vila vintém,

alô, alô, magnólias dos campus,

hello, hello sheherazade,

be care all you,

oneide está querendo invadir suas praias!

Oh, tremei e temei!

oneide é ou não é?

Yeah

um espanto oneimatopéico!

viva viva viva

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Pedro Penido dos Anjos
Pedro Penido dos Anjos

Oneide, e o seu sur, cmo vai?

Oneide, e o seu sur, cmo vai?

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Oneide,Queria parabenizar o

Oneide,

Queria parabenizar o sr (a) por não assistir tv goebbels. Como eu sei disso? Ora, quem fica 24 horas por dia trollando num blog não tem tempo pra mais nada.

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de Neideg
Neideg

Talvez, nem seja uma só

Talvez, nem seja uma só pessoa. Os trolls são uma equipe de trabalho. Função; encher o saco, descredibilizar lideranças políticas e atrapalhar qualquer debate sério que envolve seu chefe.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de oneide
oneide

Você comentou 7 vezes hoje,

Você comentou 7 vezes hoje, eu 19 vezes. 

Quantos comentários hoje foram dados defendendo o governo?

Quantos foram atacando o governo?

Amanhã (hoje 23)  vou comentar pouco, tenho que me encontrar com meu supervisor da CIA.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Neideg
Neideg

Seu Supervisor não tem

Seu Supervisor não tem importância suficiente para ser da CIA. Eles não tratam com raia miúda.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

A Globo, a RBS e o Gre-nal

Marfig,

Está enganado. Deve estar navegando com TV ligada no Fantástico e ouvindo com auricular os debates de futebol na Radio Gaucha.

Todo gaucho é vidrado na Globo e no Gre-nal. A RBS fez um bom trabalho com a cabecinha deles.

E eles ainda tem coragem de criticar o Pravda e o Granma...

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Não se esqueçam do PBDB

Acho que a Globo é sem dúvida uma das pontas-de-lança do golpismo.
Mas acho que temos que incluir aí o PMDB. Eles estão se sentindo desprestigiados no governo, e estão no centro dos movimentos golpistas também.
O PMDB é a velha chaga da recente democracia brasileira. Acostumaram-se a garantir a malfadada governabilidade para todos os partidos que ganharam as eleições na nova república, desde Sarney, e fazem isto sempre a custa de chantagens. E cobram a conta quando se sentem afastados das decisões centrais dos governos que apóiam.
Os tucanos são golpistas, udenistas, e só têm poder de pressão por causa das significativas parcelas de mídia e do judiciário amigos. Mas o verdadeiro câncer da nossa cena política (juntamente com os financiamentos empresariais de campanha, que eles manejam com desenvoltura) é o PMDB.

Seu voto: Nenhum

Moleza

Faz tempo que não assisto a globo, muito tempo, e não faz falta, acreditem ! É moleza, bbb, novelas iguais  , jornal escroto, programas chatérrimos. Gente, para que pagar uma fábula com tv por assinatura ? não é para se livrar de datenas, marcelos, faustões, bonners, e o resto da mediocridade ? Aqui já existe a campanha "globo não". E aproveito para band não, sbt não, record nao, sei lá. Experimentem ler um livro. É ótimo!

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Luiz Machado

imagem de carlos_ribeiro
carlos_ribeiro

q veinho mais gagá. rs

q veinho mais gagá. rs

Seu voto: Nenhum
imagem de Eduardoo
Eduardoo

A vida é muito curta para ler a Veja !! E para ver a globo!!

Muitas empresas vem mostrando dificuldades nos dias atuais por terem vivido anos sem concorrência.

A Globo é uma delas. Como diz PHA vai morrer gorda. Hoje vejo uma aparelho de TV como um gadget. Quero saber se com ele acesso o youtube, a internet. Não vejo mais sentido nos dias atuais em assistir um programa na hora em que a operadora quer. Cancelei minha TV a cabo e não sinto a menor falta.

A Globo sempre se destacou pela tecnologia. Seu problema sempre foi o conteúdo.

Quem compra uma TV 4K para assistir novela? Ou para ver os perebas do brasileirão? 

O Google nada de braçada.

Seu voto: Nenhum
imagem de oneide
oneide

10 COISAS QUE APRENDI COM OS

10 COISAS QUE APRENDI COM OS PETISTAS NA INTERNET

 

1) Quem não é petista, é tucano

 

Não importa quem você é ou o que você defende: se você não é petista, você é tucano. Não há outra opção disponível. Ataque um descaso do Partido dos Trabalhadores e espere: será apenas uma questão de tempo para que um ataque ao PSDB apareça na sua frente como se esse fosse um argumento. E aqui não importa se você reside num estado ou numa cidade governada por tucanos. Quem ataca Lula e Dilma automaticamente defende Geraldo Alckmin, Aécio Neves e Fernando Henrique Cardoso. É uma determinação implícita nos debates, um contrato que você assinou se responsabilizando sem saber.

2) Quem não é petista não gosta de pobre viajando de avião

 

Por alguma razão inexplicável, quem não é petista não gosta de pobre viajando de avião. Não me pergunte por quê, mas alguém que não apoia o atual governo só pode assumir essa posição porque perdeu sua escrava doméstica; não consegue alugar seus apartamentos graças ao sucesso do “Minha Casa, Minha Vida“; não gosta de negros cursando o ensino superior (mesmo que você seja negro); e se irrita porque é obrigado a ficar mais tempo preso no trânsito com seu carro, engarrafado no meio de um monte de veículos populares guiados por domésticas, cabeleireiras, pedreiros e porteiros (o que lembra a velha máxima “congestionamento é progresso”, dita por Paulo Maluf em certa ocasião). Comodisse Rui Costa, o atual governador petista da Bahia, “o antipetismo é a insatisfação da classe média”. Para ele, “o Brasil está vivendo um segundo período de fim da escravidão“, com a derrota de “pessoas [que] veem como um absurdo o porteiro chegar de carro ao trabalho e se incomodam ao ficar atrás de um agricultor ou uma empregada doméstica em uma fila de aeroporto; acham que pobre não pode ter carro, não pode andar de avião, não pode entrar em uma universidade”. Não há outra razão possível – quem ataca o PT é rico e não gosta de pobres. Simples assim.

3) Você protesta contra o governo porque nunca leu um livro de história na vida

 

Você não votou na Dilma porque nunca leu um livro de história na vida (certamente não os do Mario Schmidt). É duro ter que dizer isso, mas você certamente é um iletrado que ignora o fato irrefutável de que por 500 anos o Brasil foi governado pela direita (somos um país tão conservador que já eramos de direita antes mesmo da direita nascer). Na última campanha presidencial, conforme apontado por diversas pesquisas de opinião, a candidata petista liderou com folga entre aqueles com escolaridade até a 4ª série, mas viu um cenário radicalmente oposto entre aqueles com ensino superior, que apoiaram em massa o candidato da oposição. Na dúvida, os mais escolarizados fugiram dos livros de história.

4) Quem não é petista, nem tucano, defende a Ditadura Militar

 

Se você não é petista, só há um caminho possível além de ser tucano – você é um defesor da Ditadura Militar. Não, não há outra razão. Dilma combateu os militares, se você não gosta dela, logo os defende. O caminho é muito claro: você não gosta do PT porque provavelmente é um fascista. E nem adianta olhar pro lado, tô falando com você mesmo, que esconde pôsteres do Mussolini no quarto. Você que quer a instauração de um regime racial, que toma as ruas com as cores do país para protestar contra o governo. Você é um radical de ultradireita que se cumprimenta dizendo “anauê” para sua trupe.

5) Você não pode reclamar dos bilhões desviados pela corrupção porque fura fila na padaria

 

Você não tem o direito de reclamar dos casos de corrupção cometidos pelo governo. Por duas razões. A primeira porque o PT não criou a corrupção, logo não faz sentido acusar o partido de nada – além disso, o PT é o único partido que manda investigar. A segunda, porque você fura a fila da padaria, já buzinou perto de um hospital e já estacionou em local proibido. E nem adianta dizer que você nunca fez nada disso, porque o jeitinho está na alma do brasileiro. Antes de reclamar dos bilhões de reais desviados pelo PT, pense naquele dia em que você colou fazendo uma prova de geografia na oitava série. Além disso, lembre-se do primeiro argumento dessa lista: o PSDB já esteve envolvido em casos de corrupção. Todos os seus argumentos contra o PT são inválidos, tucanalha!

6) O processo constitucional de impeachment é golpe

 

Se você toma as ruas reclamando de um governo envolvido em esquemas de corrupção – do zagueiro ao ponta-direita – pedindo a investigação da presidente, se ousa pronunciar a palavra impeachment, só o faz porque é automaticamente um golpista. Isso mesmo. O impeachment é um processo regulado no Brasil pela lei 1.079/50, um artifício democrático e constitucional, não presente em regimes ditatoriais (você já viu algum ditador saindo do cargo porque sofreu um processo de impeachment?). Ainda assim, caso você ouse pronunciá-lo, pedindo apuração dos fatos, você é um defensor da ditadura. Ok o governo se aproximar de regimes ditatoriais (como Cuba e Venezuela), oferecendo ajuda econômica e política. Ok os petistas terem pedido a saída de quase todos os presidentes eleitos no país desde a redemocratização. O culpado é você, que exige a independência do Judiciário e do Legislativo, que pede por investigações e o cumprimento da lei.

7) Dilma não pode sair porque seu vice, eleito pelos petistas, não presta

 

Além de golpista, aprendemos com os petistas que você também não tem consciência política - afinal, se sai a Dilma entra o Michel Temer no lugar, e quem em sã consciência gostaria disso? Todo mundo que votou na Dilma votou no Temer também (afinal de contas, não existe um candidato único à presidência, mas uma chapa-presidencial), mas você não tem consciência aqui por querer que seu vice tome o poder. Quem elegeu Michel Temer vice-presidente de um país onde os vices assumiram o poder em 1/3 das ocasiões desde a redemocratização, ignorando o fato de que ele poderia assumir o poder a qualquer momento, podem lhe ensinar agora como ser um eleitor mais consciente.

8) Quem vaia Dilma é machista

 

Se você vaia a presidente, se bate panelas quando ela aparece na televisão, se por algum motivo não gosta dela, só o faz porque é um machista (mesmo que você seja uma mulher). Não adianta ignorar a realidade. O machismo é um sentimento inconsciente que expressamos muitas vezes sem querer, homens e mulheres. Faz parte da nossa cultura. Se você não gosta de uma presidente mulher é porque têm ódio de mulheres - provavelmente não se sente tão à vontade vendo mulheres alcançando posições de destaque na sociedade. Toda oposição à Dilma é uma apologia ao machismo. Esqueça o noticiário, esqueça os casos de corrupção, esqueça a economia, busque um psicólogo.

9) Todos os problemas do país serão resolvidos com uma reforma política

 

Todas as soluções para o país estão na Reforma Política proposta pelos movimentos sociais e sindicais de esquerda – afinal, eles representam a sociedade, não é mesmo? É ela quem irá estabelecer a paz mundial, curar todas as doenças, devolver o poder ao povo brasileiro. Quer combater a corrupção? Os petistas têm a solução: acabem com o financiamento privado de campanha. Depois da proibição, segundo os simpatizantes do partido que mais recebe doações de empresas privadas no país, não mais haverá caixa 2 (um crime que remete a um dinheiro que já não é contabilizado de forma legal, mas tudo bem), não mais obras superfaturadas no país, não mais escândalos em ministérios e nas estatais. Sem dinheiro privado de campanha, como num passe de mágica, os políticos brasileiros não terão mais incentivos para o roubo e as aproximações com empresários corruptos. A verba de dinheiro público aos partidos irá aumentar substancialmente – com o dinheiro dos pagadores de impostos, claro – mas esse é o preço que se paga para combater uma chaga tão dura na sociedade brasileira. Ok, não há qualquer indício que a corrupção diminua no país com a medida, mas pelo menos o partido que manda investigar está mandando investigar.

10) 2 milhões de pessoas tomaram as ruas no dia 15/03 porque a Globo ordenou

 

Por fim, aprendi com os petistas na internet que dois milhões de pessoas tomaram as ruas do país em protesto contra o governo porque a Globo convocou. Sim, caros leitores: se a maior emissora do país registra em sua programação o maior protesto da história do Brasil é porque ela claramente está se opondo ao governo e convocando as pessoas para o ato. E o brasileiro é como um zumbi: ele viu os protestos sendo noticiados na televisão no domingo de manhã, vestiu sua camisa verde e amarela e tomou conta das ruas sedento por carne humana. Grave bem, tudo que acontece de errado nesse país é culpa da Globo. Não há razões para descontentamento. O brasileiro é um povo alienado porque a Globo o coloca contra o governo. As milhões de pessoas que tomaram as ruas provam isso. O fato do PT ter ganho as últimas quatro eleições presidenciais, num período em que a Globo permaneceu líder de audiência, é um mero acaso, um acidente. Nos últimos treze anos ela não teve força suficiente para mudar a vontade de um povo soberano que não é bobo e que grita “abaixo a Rede Globo”. Agora, como mágica, tudo é diferente. Esse é o Brasil.

Por Rodrigo da Silva

 

http://spotniks.com/10-coisas-que-aprendi-com-os-petistas-na-internet/

 

 

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de sbernardelli
sbernardelli

A TV senado e outras emissoras não acessada

Eu deixei de assistir a Rede Globo ha muito tempo, mas assisto algumas programações da Globo News, que infelizmente em matéria de noticiário e reportagem esta seguindo o mesmo caminho da Rede Globo, mas quando se fala em notícia prefiro assistir TV senado,TV Cultura, a Band e  a Record gosta também de muitas programações da TV Senado , pois ela sempre mostra a política do passado e no tempo atual,ela também mostra a cultura brasileira. A TV câmara também tem muitos documentários interessantes.

Seu voto: Nenhum
imagem de DanielQuireza
DanielQuireza

O autor pode muito mais do

O autor pode muito mais do que isso, com todo o respeito. 

O artigo beira a infantilidade. Pedir para os telespectadores desligarem a tv ? É quase o mesmo que pedir aos contribuintes que não paguem impostos para quebrar o Estado. 

A Globo é disparado, entre as tvs abertas, a melhor. Mas muito disparado mesmo. A segunda colocada fica a léguas de distancia. 

Entre as tvs fechadas a Globo também domina, é dona do pay per view, dos telefines, globosats, etc....

Seu voto: Nenhum (11 votos)

Em terra de cego quem tem um

Em terra de cego quem tem um olho é rei. Nos tempos que ainda via goebbels, uns 20 anos atrás ou mais. Te pergunto:

1- O programa do Faustão continua aquela mediocridade sonorífera?

2- As novelas continuam com os mesmos temas de sempre se arrastando por meses a fio só com enrolação, muito parecidas com as mexicanas, mas sem dublagem?

3- Existe ainda programa da Xuxa, Hulk, Trapalhões, Cansástico, Ana Maria Braga?

4- E os enlatados ainda existem?

5- O jornalismo nem precisa falar, todo dia colam notícias nos blogs que vem de lá.

6- E aquele copiador barato de talk show dos EUA, arrogante e presunçoso ainda continua por lá?

7- E Galvão Bueno?

8- A ùnica coisa boa (nem tanto) que tinha lá eram os filmes inéditos que passavam às segundas, mas parece que nem isso tem mais.

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de José Carlos Damaceno
José Carlos Damaceno

desligo ou mudo de canal

Sr Daniel isso não é assim tão impocivel eu não assisto de jeito nenhum os telejornais da globo e conheço muita gente que faz a mesma coisa então não vejo isso assim tão dificil com o Sr diz.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Claudio Santos
Claudio Santos

E a TV da CUT online?

Dia desses assistindo a um debate na Rede TVT online me deparei com essa pérola. Acho que vale à pena.

Melhor e mais justo: Democracia: Vozes nas ruas

https://www.youtube.com/watch?v=S3Yo8TtaYm0

 

Seu voto: Nenhum (4 votos)

rede globo tornou-se criminosa

Engana-se quem considera a democracia brasileira consolidada. A população brasileira desconhece principios elementares de cidadania, convivência respeitosa e liberdade. A rede globo hoje é a principal disseminadora  de golpismo e intolerancia politica fazendo crer aos incautos que o esmagamento de opiniões economicas e politicas contrarias ao seu próprio interesse é algo natural. Não há o menor indicio de imparcialidade ou equidistancia na programação da globo. A rede globo é um atentado a nossa jovem democracia. A rede globo também atenta contra a soberania nacional, mas este é outro papo.

Seu voto: Nenhum (14 votos)

É só não assistir a Globo. É

É só não assistir a Globo.

É o que faço.

Seu voto: Nenhum (21 votos)

Consagre os seus sonhos e projetos ao Senhor, e eles serão bem sucedidos, creia.

gAS

imagem de Mariano S Silva
Mariano S Silva

Os anuncios da rede globo não

Os anuncios da rede globo não tem qualquer impacto sobre mim, simplesmente porque ignoro a dita cuja!

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de Roberto L.
Roberto L.

Pro bem da cultura do país a Globo tem que dizer 'adeus'

Não me proponho contribuir para a quebra da Globo. Seria um desperdício de tecnologia em audiovisual acumulada durante décadas, a qual se tornou um patrimônio nacional de valor incalculável.

Chamar a Globo de patrimônio nacional é um escárnio digno de ufanista da ditadura, por mais que tenha relevância alguma programação daquela emissora nos anos 80 (como registro), que vendo hoje se vê as limitações da emissora que passou batida porque na época a chegada de filmes de fora não era como agora, demorava pra chegar e não havia internet. Eu fico assustando quando vejo gente de esquerda soltando essas pérolas, já vi um petista soltar isso também, o que dá ideia do porque o PT patinou na lei de mídia que a maioria aqui, acho, defende.

Propor que dois estados do país continuem 'donos' da produção nacional vai de encontro à regulação da mídia que visaria a distribuição disso pelo território nacional e não a manutenção do feudo atual, que faliu, não tem capacidade de competir com a indústria dos EUA e Europa.

É uma proposição não pautada na realidade pois ignora que a Globo só não quebrou porque o sinal da Netflix não é de 'massas' no Brasil, se fosse a Globo já teria ido pro ralo há tempo pois o que mantém ela hoje de pé é o futebol (outra área que ela ajudou a destruir).

O aparato técnico não se perde, seria absorvido noutra emissora de TV dentro da realidade do país e não da megalomania totalitária dos Marinho, mas a proposta acima vai de encontro não só à regulação da mídia como é um ato de adulação com a Globo, quer o autor queira admitir ou não. Tratar aquele elefante branco que custa caro pros cofres do país com uma produção ridícula ("Esquenta" e afins), dá desgosto ler um negócio desses.

Pro bem do país e da cultura brasileira a Globo tem que ir pra cova, espero estar vivo pra ver isso.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

A Globo é alienante.

Toda TV é alienante. A Globo tem o agravante do oligopólio.

Não haverá #LeydeMedios enquanto a maioria dos militantes petistas e de partidos de esquerda gostarem de novela e assistirem a #Globo

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Franbeze
Franbeze

Eu não vejo

a rede de esgoto de televisão desde os meus 17 anos. Muito cedo percebi que a rede de esgoto de televisão é uma mafia. Vejo muitos documentários em tv a cabo. Até porque tv aberta é um lixo. Não sei qual é a pior. 

Seu voto: Nenhum (13 votos)

O problema mesmo é que o povo

O problema mesmo é que o povo é muito ignorante chegando ao ponto de ter dificuldades para raciocinar.

Seu voto: Nenhum (11 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.