newsletter

Assinar

Delação premiada, por Renato Aroeira

Média: 4.6 (22 votos)

Recomendamos para você

1 comentário

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de altamiro souza
altamiro souza

parafraseando drummond nesse

parafraseando drummond nesse texto postado pelo paulo,

os delatores em conluo com interesses obscuros desventram

seus inimigos, evisceram, estripam, fazem o diabo.

sem provas o delatado é  punido.

o corrupto delator é condenado mas, porque delatou, é solto....

quem não quer ser delator assim?

 

Seu voto: Nenhum
imagem de PauloBR
PauloBR

E só mais uma vez, repetimos...

Só mais uma vez, por ser sempre - infelizmente - apropriado!...

 

INTIMAÇÃO

 

Carlos Drummond de Andrade

 

Abre em nome da lei.Em nome de que lei?Acaso lei sem nome?Em nome de que nomecujo agora me somese em sonho o soletrei?Abre em nome do rei. Em nome de que reié a porta arrombadapara entrar o aguazilque na destra um papelsinistramente brancotraz, e ao ombro o fuzil? Abre em nome de til.Abre em nome de abrir,em nome de poderescujo vago pseudónimonão é de conferir:cifra oblíqua na bulaou dobra na cogulade inexistente frei. Abre em nome da lei.Abre sem nome e lei.Abre mesmo sem rei.Abre sózinho ou grei.Não, não abras; à forçade intimar-te repara:eu já te desventrei.

Seu voto: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.