newsletter

Assinar

Dilma fará visita inédita ao Irã para ampliar relações comerciais

Presidente do Irã, Hasan Rowhani

Jornal GGN - Nesta quinta-feira, a presidente Dilma Rousseff combinou um aumento da relação econômico-comercial com o embaixador do Irã, Mohammad Ali, incluindo uma inédita visita presidencial ao país ainda em 2016.

O embaixador demonstrou o interesse do Irã em comprar produtos como táxis, ônibus, caminhões e máquinas agrícolas, além de importar um "número considerável" de aviões da Embraer, que serão usados na reativação da aviação regional do país do Oriente Médio. Em troca, o Brasil se interessa pelo petróleo iraniano, considerado de alta qualidade, e também pelas indústrias de bio e nanotecnologia.

Da Folha

Presidente Dilma Rousseff fará neste ano visita inédita ao Irã

A presidente Dilma Rousseff combinou nesta quinta-feira (11), com o embaixador iraniano, Mohammad Ali, um significativo aumento da relação econômico-comercial, que terá como cereja do bolo uma visita presidencial a Teerã ainda neste ano.
 
O presidente iraniano, Hasan Rowhani retribuirá a visita no máximo em 2017, se não puder vir neste ano.
 
O embaixador Ali manifestou a Dilma o interesse iraniano em itens que soam como música aos ouvidos não só da presidente, carente de boas notícias, mas também do empresariado industrial, sufocado pela crise.
O Irã quer comprar táxis a gás em quantidade significativa, ônibus, caminhões e máquinas agrícolas.

Quer também importar "número considerável" de aviões da Embraer, a serem utilizados na reativação da aviação regional iraniana, um dos setores prejudicados pelas sanções impostas pelas Nações Unidas para obrigar o país a abandonar uma eventual vertente militar em seu programa nuclear.

A recente eliminação das sanções, formalizada no mês passado, é a base para a retomada de um relacionamento que chegou a ser razoavelmente intenso no período Lula (2003 a 2010).

O intercâmbio comercial passou de magros US$ 500 milhões em 2002 para US$ 2,18 bilhões em 2012. Mas caiu, no ano passado, para apenas US$ 1,66 bilhão.

DIVERSIFICAÇÃO

Os itens de interesse do Irã não só tendem, como é óbvio, a aumentar o volume de intercâmbio como a tornar mais rica a pauta brasileira de exportação, hoje concentrada em produtos básicos.

Dilma e os ministros presentes ao encontro (o chanceler Mauro Vieira e o titular de Minas e Energia, Eduardo Braga) disseram que o Brasil, em troca, se interessa pelo petróleo iraniano, considerado de alta qualidade e, por isso, ideal para o "mix" petrolífero brasileiro.

Mas se interessaram também pelas indústrias iranianas de bio e nanotecnologia.

O interesse iraniano será agora levado aos demais ministérios e também ao setor privado, para conhecer a disponibilidade para atender às eventuais encomendas.

Será criado um grupo de trabalho para organizar a cooperação, em tempo para receber a visita, em breve do chanceler iraniano, Mohammad Javad Zarif.

O chanceler já devia ter vindo, mas sua visita coincidiria com a cerimônia de levantamento das sanções, motivo pelo qual foi adiada.

Mas, no Fórum Econômico Mundial deste ano em Davos, Zarif manifestou à Folha o interesse pelo Brasil: "O Irã está aberto para o Brasil. Aberto para a cooperação econômica e para a cooperação industrial", disse o chanceler, o que o seu embaixador em Brasília ratificou nesta quinta, descendo a detalhes.

O Brasil entra, assim, na corrente de países que se apressaram a procurar Teerã tão logo as sanções caíram. 

 

Imagens

Média: 5 (8 votos)

Recomendamos para você

8 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de marcio gaúcho
marcio gaúcho

LOBISMO GOVERNAMENTAL?

Ué! A presidente Dilma vai ao Irã para fazer o papel de intermediária na venda de produtos brasileiros. Aonde estão os preguiçosos empresários brasileiros, que ainda não foram para lá vender seu peixinho? Depois, falam mal dos presidentes, dizendo que foram passear ou fazer simples política ideológica. Nossos empresários (!?) são uma piada pronta!

 

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de wendel
wendel

E ...................

Nossos adversários, ou melhor tradidores da Nação, têem mais que enfiar o dedo e se rasgarem !!!!!!!!!!!!!

" ... um tapa bem dado nas fuças das criaturas midiáticas terroristas.(Ana).

Faço minha suas sábias palavras !!!!!!!!!!!!!!!!

 

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Já perdeu o bonde

Esse POSTE que temos na Presidência!

Seu voto: Nenhum (3 votos)

@dilmabr will visit #Iran.

will visit . needs to ask Brazilian President to negotiate Iran's entry into the BRICS to irritate the !

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de James Gressler
James Gressler

lobby

Presidenta DILMA, não vá falar pros iranianos que o governo tem interesse em lhes vender tudo que eles querem, nem desenvolva qualquer ação explícita nesse sentido. E se tiver jornalista brasileiro do PIG  por perto, nem sorria. Do contrário estará imediatamente na globo, veja, rbs, jn, época, curitiba (lava só dum lado), como agente das empresas, portanto regiamente remunerada, corrupta, criminosa. Faça como FFHH, diga que o BRASIL não presta, que está quebrado,que nossos produtos são

de 5a categoria; e que só nos EEUU é que tem coisa boa. 

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Cara, tem que tem muita paciência com essa imprensa que aí está.

Não Folha, o Brasil não tem pressa em firmar relações comerciais com o Irã, pois foi o Brasil que trabalhou intensamente para que esse dia chegasse.

Apesar da imprensa golpista que  boicotou diuturnamente  a  tentativa de Lula de ajudar a derrubar os embargos do mundo contra o Irã, apesar dessa midia que aí está, hoje essa matéria da Folha é uma tapa de luva de pelica que Lula lhes oferece.

Esse caso do Irã é só uma demonstração do quanto o Lula foi atacado no passado e hoje os seus detratores tem que se render a seu olhar visionário.

Dilma ir ao Irã nesses dias em que a Siria se encontra em momento dificil,mas já revertendo o quadro mais grave de dificuldade não deixa de ser um tapa bem dado nas fuças das criaturas midiáticas terroristas.

 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

   Para uma injustiça durar basta apenas que os bons fiquem calados

Necessaire feminino Louis Vuitton de couro de crocodilo selvagem

A arte de viajar de Alain de Botton, numa passagem/paissagem no início da viagem pela leitura de viagens, cita a máxima de Chamfort de que um homem deve engolir um sapo todas as manhãs para se certificar de que não encontrará nada mais repulsivo durante o resto do dia.

Seu voto: Nenhum (8 votos)

"Não há segredo que o tempo não revele, Jean Racine - Britânico (1669)" - citação na abertura do livro Legado de Cinzas: Uma História da Cia, de Tim Weiner. 

imagem de Antonio Luiz Teixeira
Antonio Luiz Teixeira

Há gente que consegue ser

Há gente que consegue ser medíocre sobre quaisquer temas, não é mesmo Sr. pompeu?

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Cesar L
Cesar L

Angorá

Pires de leite de gato angorá?

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.