newsletter

Pular para o conteúdo principal

Diretor da Toyota conta como a empresa reduziu consumo de água

Jornal GGN - Recentemente, a montadora japonesa Toyota venceu a 9º edição do Prêmio Fiesp de Conservação e Reúso da Água – A montadora japonesa implantou nas instalações brasileiras o Sistema de Gestão Ambiental (SGA) no cotidiano dos funcionários das fábricas e dos escritórios.

Com o SGA, a Toyota conseguiu diminuir o consumo de água em 40,9 mil metros cúbicos de água, o que corresponde a uma redução de 81,7% do consumo inicial dos processos que passaram por melhorias. Foram investidos no projeto R$ 721,5 mil e os resultados apontam uma poupança de R$ 411 mil anuais no consumo.

O diretor industrial da Toyota do Brasil cedeu entrevista à Fiesp, logo após a entrega do prêmio. Confira na íntegra:

Como funciona o Sistema de Gestão Ambiental na prática?

Sergio Niyama - O Sistema de Gestão Ambiental (SGA) é sustentado por três pilares: zero caso de não conformidade legal/reclamações; atividades de minimização de riscos ambientais e melhoria contínua da performance ambiental (água, resíduos, energia, emissão atmosférica, efluente).

Para melhorar ainda mais o seu sistema de gestão, a Toyota do Brasil implementou o Sistema de Desenvolvimento de Gerenciamento de Chão de Fábrica (FMDS na sigla em inglês), cujo objetivo principal é fortalecer o gerenciamento diário. Utilizamos o conceito dos 3Rs: reduzir, reutilizar, reciclar. As ações prioritárias estão concentradas em reduzir o consumo na fonte. Posteriormente, passa-se para os trabalhos de reutilização / reúso do recurso. Além disso, prioriza-se trabalhar, sempre que possível, com os recursos disponíveis, evitando grandes investimentos, apenas o necessário para colocar as ações em prática. Todos os profissionais da companhia são incentivados a detectar oportunidades de melhoria e criar contramedidas para otimizar e melhorar os processos, faz parte do programa de desenvolvimento pessoal e profissional dentro da empresa, aumentando o nível de conscientização ambiental entre todos os colaboradores e criando uma cultura de otimização dos recursos e de proteção ao meio ambiente.

Qual foi o maior desafio para implantar o projeto?

Sergio Niyama - O maior desafio é sempre se superar, ou seja, os colaboradores são constantemente incentivados a desenvolver outras soluções mais ou melhorar as já instaladas. Em um primeiro momento pode parecer difícil, tendo-se a impressão de que foram esgotadas todas as possibilidades de aprimorar ainda mais determinado processo. Mas, por meio da análise profunda de cada caso, sempre aparecem oportunidades de melhorias.

Que tipo de benefício o projeto trouxe para a empresa? E para os funcionários?

Sergio Niyama – Com o desenvolvimento desses trabalhos, conseguimos maior eficiência na utilização dos equipamentos, redução no consumo de água e consequentemente, na quantidade gerada de efluente para tratamento. O maior ganho, entretanto, é a criação desta cultura de conservação dos recursos naturais que se cria dentro da empresa entre os colaboradores, ao evidenciarem, na prática, os ganhos com cada uma dessas atividades de melhoria.

Os principais beneficiários são os colaboradores, os quais têm seus trabalhos reconhecidos internamente e internacionalmente, por meio de uma premiação ambiental da empresa realizada anualmente no Japão, homenageando as melhores práticas de todas as unidades no mundo. Uma cópia do projeto é enviada para as demais filiais, para que possam aplicar a mesma melhoria em seus processos e também obter os ganhos ambientais.

Com informações da FIESP

Sem votos
1 comentário(s)

Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Rosi
Rosi

URGENTE SR DIRETOR DA TOYOTA NO BRASIL

Por favor necessito do contato desse senhor ou ate mesmo email. Urgente!!!! A concessionaria da minha cidade nao conseguem solucinar. Antes que eu despeje tudo nas redes sociais, precisava que ele tivesse conhecimento.

 

Seu voto: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.