newsletter

Assinar

Dirigente do PCdoB é assassinado no Pará

O presidente do PCdoB de São Domigos do Araguaia (PA), Luis Antonio Bonfim, foi assassinado nesta sexta sexta feira (12). A direção estadual dos comunistas repudiou o crime e cobrou rigorosa apuração.

 

O presidente do PCdoB de São Domingos do Araguaia, Luis Antonio Bonfim, foi vítima de uma execução brutal quando comprava pão em uma padaria de sua cidade. Segundo Paulo Fonteles Filho, dirigente do PCdoB-PA, "o ódio dos assassinos se revela na medida em que todos os seis tiros do tambor da arma acertaram a cabeça do dirigente comunista". Fonteles lembra ainda que a cidade de São Domingos situa-se na região onde ocorreu a Guerrilha do Araguaia, entre 1972 e 1975, e  que Bonfim liderava uma ocupação na região do 'Tabocão', em Brejo Grande do Araguaia (PA).

A direção estadual do PCdoB no Pará emitiu nota repudiando o crime, cobrando das autoridades pararenses rigorosa apuração e se solidarizando com a famiia de Luis Bonfim.

Leia a íntegra da nota do PCdoB-PA:


Nota de repúdio
 
O Partido Comunista do Brasil - Pará, vêm a público repudiar o crime violento que ceifou, no dia 12 de fevereiro de 2016, a vida do Presidente do PCdoB de São Domingos do Araguaia Luiz Antônio Bonfim.

O camarada Luiz Bonfim foi mais uma das inúmeras vítimas da violência que há muito campeia nosso Estado, colocando em descrédito a política de segurança pública do Estado.

Exigimos ao Governo do Estado do Pará para que envide, por meio da Secretaria Estadual de Segurança Pública, todos os esforços necessários à apuração dos fatos que resultaram na morte de Luiz Bonfim, visando à prisão dos respectivos criminosos.

Por fim, expressamos profundos sentimentos de pesar e nos solidarizamos com a família enlutados.

Secretariado do Comitê Estadual do PCdoB - Pará
Média: 4.6 (10 votos)
9 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de titus
titus

Para quem viu o que aconteceu

Para quem viu o que aconteceu na venezuela em 2014 com (La Salida) nao vai se surpreender com o que se passara no Brasil. Pois e parte do mesmo plano!

Seu voto: Nenhum
imagem de ATavares
ATavares

Com a esquerda enfraquecida

Com a esquerda enfraquecida por essa onda de denuncismos, cria-se um cenário adequado pra que a direita se sinta totalmente à vontade para colocar em prática toda a sorte de crimes violentos contra aqueles que defendem os excluídos.

Seu voto: Nenhum

E o Pará, governado por tucanos permite

O Pará, governado por tucanos, permite que os assassinatos de líderes populares ocorram. A PM paraense nada vai fazer para elucidar o caso, muito menos prender os responsáveis pelo assassinato do líder popular.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Direita fascista mata e imprensa fascista omite

Enquanto a direita fascista mata defensores da luta popular, a imprensa fascista (famiglias Marinho, Frias, Civita, Mesquita) do PIG omite ou noticia através de  pequenas notas de rodapé. Mas quando os lutadores do povo fazem justiça com as próprias mãos e matam os mandantes dos crimes, essa imprensa marginal do PIG noticia com manchetes garrafais e nos seus noticiários principais  que é isto é um absurdo e que as autoridades tem que tomar providências práticas e urgentes para prender os defensores do povo.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Eduardo dos Anjos
Eduardo dos Anjos

Assassinato do dirigente comunista do Pará

Me parece claro que este homicídio foi uma execução com motivação política. Se fosse numa região petrolífera, com obras de alguma empreiteira que tivesse realizado alguma obra federal, não teria dúvidas, imediatamente apareceria algum promotor machão para abrir um inquérito e chamar a polícia federal para investigar, rapidamente ela estaria mostrando os "seus resultados", espetaculares e surpreendentes. Quanto ao esclarecimento deste crime: não deverá chamar muita atenção dos "juízes justiceiros" nem dos "promotores intocáveis" nem do jornalismo investigativo, que já está deixando de existir (nem investiga nem pressiona por respostas das autoridades), tampouco do ministro da justiça e seu zenrepublicanismo. Vamos esperar para ver, ou não vamos ver, sei lá. Não sei, você sabe?

Seu voto: Nenhum

é tudo coordenado para o golpe...

Nunca tantos líderes da esquerda e lideranças indígenas foram vítimas de assassinato..... Existe uma ação orquestrada em todo o país patrocinando esses crimes. Esses assassinatos são acobertados por um judiciário corrupto.... Precisamos de um ministro da justiça que não seja omisso e nem covarde, nosso país corre perigo!

Seu voto: Nenhum (8 votos)

pacoandrade

imagem de Odila Braga
Odila Braga

assassinato de lidar do PCdoB

Concordo que está havendo alguma orquestraaçao ou planejamento, pq só do que tenho acesso pelas mídias sociais, soube de 3 assassinatos no espaço de menos de 3 semanas, de lideranças de esquerda, envolvidas em conflitos de minorias.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Carlo Zardinni
Carlo Zardinni

Coincidência ou não

Coincidência ou não, no dia 09.02,2015, o Prefeito da Cidade de Chiador, MG, o Sr. Moises Silva Gumieri, de 36 anos, filiado ao PCdo B, foi assassinado na portaria de um estádio de futebol local após  ter sido chamado pelos assassinos. Na ocasião ele assistia a uma partida noturna de futebol mirim da qual seu filho estava participando.

Ao chegar na portaria foi fuzilado por dois marginais, tendo seu filho de 9 anos presenciado o crime. Os criminosos e um terceiro envolvido, dono da motocicleta utilizada na fuga já estão presos em Três Rios, RJ, cidade próxima à do Prefeito assassinado.

Seu voto: Nenhum (8 votos)

É oterceiro assassinato em duas semanas!!!!!!!!!!!!!

Sinto muito pelo cruel assassinato do militante Luís Bonfim e que sirva de alerta aos demais militantes envolvidos em questões de terra, pois no dia 02/02 foi, no sul do Maranhão executada com requintes de crueldade e violência sexual a militante quilombola Maria e que lutava pela integração de uma área rural e no dia 04/02 o professor da UFBA Marcus Vinicius (Matraga) também foi assassinado envolvido que estava na defesa da terra indígena da região sul do Recôncavo Bahiano. Os exemplos de Chico Mendes e outros líderes sindicais imolados nessa luta contra o Agro Negócio de Grandes Proprietários não deixam dúvidas de não podemos crer na polícia e justiça do estado burguês, pois eles estão aí defendendo o capital e os grandes proprietários inclusive tem até ministra nomeada e toda protegida dessas ações.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.