Revista GGN

Assine

Enviado do The Guardian diz que Venezuela passa por 'revolta dos ricos'

Sugerido por Assis Ribeiro

Do Diário Liberdade

Mark Weisbrot: Venezuela, uma revolta dos ricos

[Traduzido de SiBCI pelo Diário Liberdade] Mark Weisbrot* foi enviado a Caracas pelo jornal inglês The Guardian, logo no início dos protestos contra o governo de Maduro. Como ele mesmo escreve, foi para a Venezuela com a visão estereotipada que os meios de comunicação oferecem ao público, mas o que viu foi algo muito diferente.

A seguir, Weisbrot apresenta o relato sobre sua estadia na Venezuela em artigo publicado em 20 de março no The Guardian.

As imagens que forjam a realidade, o que dá à televisão, os vídeos e até às fotografias um poder com o qual podem penetrar profundamente na mente das pessoas, inclusive sem que elas se deem conta. Pensei que também eu era imune aos repetitivos retratos da Venezuela como Estado falido em meio a uma rebelião popular. Mas não estava preparado para o que vi em Caracas este mês: pouco da vida cotidiana parecia estar afetado pelos protestos, a normalidade que reina na maior parte da cidade. Também eu havia sido enganado pela imagética midiática.

Grandes meios têm noticiado que os pobres na Venezuela não se uniram aos protestos da oposição de direita, mas isso é um eufemismo: não é somente que os pobres se abstêm – em Caracas são quase todos, exceto poucas áreas como Altamira, onde pequenos grupos de manifestantes se metem em batalhas noturnas com as forças de segurança, lançam pedras e bombas incendiárias e fogem do gás lacrimogêneo.

Caminhando desde o bairro de classe trabalhadora, Sabana Grande, até o centro da cidade, não há sinais de que a Venezuela está a bordo de uma "crise" que requeira a intervenção da Organização dos Estados Americanos (OEA), apesar do que John Kerry diz. O metrô também funcionava muito bem, ainda que eu não pudesse descer na estação Altamira, onde os rebeldes haviam instalado sua base de operações, até sua retirada nesta semana.

Consegui ver as barricadas pela primeira vez em Los Palos Grandes, área de classe alta onde os manifestantes têm apoio popular e os vizinhos advertirão a qualquer um que tente remover as barricadas – uma tentativa arriscada (ao menos quatro pessoas aparentemente foram assassinadas a tiros por tantar fazer isso). Mas inclusive aqui nas barricadas, a vida era bastante normal, exceto por algum tráfego intenso. No fim de semana, o Parque del Este estava cheio de famílias e corredores suando em um calor de 32 graus – antes de Chávez, era preciso pagar para entrar; e os habitantes, segundo me disseram, estavam decepcionados porque era permitido aos menos afortunados a entrada gratuita. Os restaurantes seguem cheios à noite.

Viajar ajuda a verificar um pouco mais a realidade, e eu visitei Caracas principalmente para obter informações sobre a área econômica. Mas vim cético a respeito da história, difundida diariamente na mídia, de que o desabastecimento de produtos básicos era a razão para os protestos. Os que mais sofrem com a escassez são, obviamente, os pobres e a classe trabalhadora. Mas os habitantes de Los Palos Grandes e Altamira, onde vi verdadeiros protestos, têm empregados que fazem fila para o que necessitam e têm a renda e o espaço para acumular algumas ações.

Essas pessoas não estão sofrendo, estão vivendo muito bem. Sua renda aumentou desde que o governo de Chávez tomou o controle da indústria petrolífera há uma década. Inclusive têm um grande apoio do Governo: qualquer um que tenha um cartão de crédito (exceto os pobres e os milhões da classe trabalhadora) têm direito a $3.000 por ano, uma taxa de câmbio subsidiada. Depois, podem vender os dólares seis vezes mais caros do que pagaram, no qual soma-se um subsídio anual multimilionário em dólares para os privilegiados, e esses são ainda os que abastecem a base e as tropas da agitação.

A natureza de classe desta luta sempre foi crua e irrefutável, agora mais do que nunca. Caminhando entre as massas que foram às cerimônias pelo aniversário da morte de Chávez, em 5 de março, se via um mar de dezenas de milhares de venezuelanos da classe trabalhadora. Não havia roupas caras ou sapatos de $3.000. Que contraste com as massas descontentes de Los Palos Grandes, que tinham jeeps Grand Cherokee de $40.000 portando o slogan do momento: SOS Venezuela.

Quando se refere à Venezuela, John Kerry sabe em qual lado da luta de classes está. Na semana passada, justamente quando eu ia embora, o secretário de Estado dos Estados Unidos duplicou sua descarga de retórica contra o Governo, acusando o presidente Nicolás Maduro de fomentar um "campanha de terror contra seu próprio povo". Kerry também ameaçou invocar a Carta Democrática Interamericana da OEA contra a Venezuela, assim como a implicar sanções.

Fazer alarde sobre a Carta Democrática contra a Venezuela é quase como ameaçar Vladimir Putin com um voto da ONU sobre a secessão da Crimeia. Quem sabe Kerry não se deu conta, mas apenas alguns dias antes de suas ameaças, a OEA votou uma resolução que Washington introduziu contra a Venezuela e deu meia-volta, declarando a "solidariedade" do organismo regional ao governo de Maduro. Vinte e nove países a aprovaram e só os governos de direita de Panamá e Canadá se aliaram aos Estados Unidos contra ela.

O artigo 21 da Carta Democrática da OEA se aplica ante a "interrupção inconstitucional da ordem democrática de um Estado membro" (como o golpe militar de 2009 em Honduras, o qual Washington ajudou a legitimar, ou o golpe militar de 2002 na Venezuela, que teve ainda mais colaboração do Governo estadunidense). Devido a este voto recente, a OEA poderia invocar a Carta Democrática com mais propriedade contra o Governo dos Estados Unidos, pelas mortes que causam seus drones a cidadãos estadunidenses sem julgamento, do que contra a Venezuela.

A retórica de "campanha de terror" de Kerry está igualmente divorciada da realidade e, como era de se esperar, provocou uma resposta equivalente do chanceler da Venezuela, que o chamou de "assassino". Esta é a verdade sobre as acusações de Kerry: desde quando começaram os protestos na Venezuela, mais pessoas foram mortas nas mãos dos manifestantes do que pelas forças de segurança. De acordo com as mortes informadas pelo CEPR (Centro de Invstigación em Economía y Política) durante o último mês, além das pessoas assassinadas por tentar remover as barricadas colocadas pelos manifestantes, pelo menos sete aparentemente foram mortas devido às obstruções criadas pelos manifestantes – incluindo um motociclista que foi degolado por um arame farpado que cruzava a rua – e cinco oficiais da Guarda Nacional foram assassinados.

A respeito da violência por parte dos corpos de segurança, alegadamente três pessoas poderiam ter sido assassinadas pela Guarda Nacional ou outras forças de segurança – incluindo dois manifestantes e um ativista que apoiava o governo. Algumas pessoas acusam o Governo por outras três mortes de civis armados; em um país com uma média de mais de 65 homicídios por dia, é completamente possível que essas pessoas atuassem por conta própria.

Um total de 21 membros das forças de segurança estão presos por supostos abusos, incluindo por alguns dos assassinatos. Isso não é uma "campanha de terror".

Ao mesmo tempo, é difícil encontrar uma denúncia séria sobre a violência opositora entre os mais importantes líderes da oposição. Segundo pesquisas, os protestos são repudiados em grande medida na Venezuela, ainda que sejam melhor vistos quando promovidos como "protestos pacíficos" por gente como Kerry. As pesquisas também sugerem que a maioria dos venezuelanos vê esses distúrbios como eles são: uma tentativa de derrubar um governo eleito.

A política interna da postura de Kerry é bastante simples. Por um lado, tem o lobby cubano-americano da direita da Florida e seus aliados neoconservadores gritando a favor do derrocamento. À esquerda da extrema-direita, bom, não há nada. A esta, para a Casa Branca não importa nem um pouco a América Latina e não há consequências eleitorais para fazer que a maioria dos governos do hemisfério se irrite com Washington.

Talvez Kerry pense que a economia da Venezuela entrará em colapso e que isso levará alguns venezuelanos não ricos às ruas contra o Governo. Mas a situação econômica, na realidade, está se estabilizando – a inflação mensal baixou em fevereiro e o dólar do mercado paralelo tem baixado drasticamente ante às notícias de que o governo está introduzindo uma nova taxa de câmbio baseada no mercado. Os bônus soberanos da Venezuela tiveram um rendimento de 11,5% desde 11 de fevereiro (o dia em que começaram os protestos) a 13 de março, o mais alto rendimento segundo o índice de bônus de mercados emergentes da Blomberg. A escassez provavelmente baixará nas próximas semanas e meses.

Obviamente, esse é exatamente o principal problema da oposição: a próxima eleição será dentro de um ano e meio e, para essa data, a escassez econômica e a inflação que tem aumentado tanto nos últimos 15 meses terão aliviado. Nesse sentido, a oposição possivelmente perderá as eleições legislativas, assim como tem perdido a cada eleição nos últimos 15 anos. Mas sua atual estratégia inssurrecional não está ajudando a sua própria causa: parece que tem dividido a oposição e unido os chavistas.

O único lugar onde a oposição parece estar ganhando amplo apoio é em Washington.

* Mark Weisbrot é economista, co-diretor do Centre for Economic and Policy Research, em Washington, e presidente da ONG Just Foreign Policy.

Média: 4.8 (16 votos)
64 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Aqui a revolta do coxinhas tem a Globo

Ontem encontrava-me numa praça tomando um suco num pit dog quando o JN começou, pensei estar vendo uma propaganda eleitoral do PSDB, quer dizer, os coxinhas tem aqui uma Globo, concessionária de serviço público, a seu serviço, interessante que ontem passou na minha frente um carro Ferrari com escrito em letras garrafais "MORTE AOS CORRUPTOS", olhei para prá dentro do carro e fiquei olhando prá cara do sujeito ao volante, que compra votos para se reeleger seguidamente, são os tais "revoltados' lá e cá: Querem voltar a mamar nas testas do Estado.

Seu voto: Nenhum

 

...spin

 

 

imagem de Luiz Chaimsohn
Luiz Chaimsohn

Elite sulamericana - sociedade de esgoto

a elita sulamericana é muito nojenta. a reação é identica em todos os paises que elegeram DEMOCARTICAMENTE governos com grande compromisso com a população e promoveram históricamente com Brasil , Venezuela, Equador, Uruguai etc, a maior diminuição da pobreza e do abismo social . 

essa elite, mesquinha , egoista, nçao aceita e não quer conviver com isso , ela quer manter a casa grande e a senzala como divisores sociais 

Seu voto: Nenhum
imagem de Severino Fernandes
Severino Fernandes

Que bom que o The Guardian

Que bom que o The Guardian confirmou o que todos nós já sabíamos, que o que há na Venezuela é apenas uma revolta dos ricos contra um governo popular (que governa para os pobres). Os ricos daqui também ensaiam uma revolta, mas felizmente ainda não estão conseguindo mobilizar mais que uns poucos gatos pingados pra curtir suas frustrações e raivas contra os governos trabalhistas e contra os pobres que no fundo odeiam com sua cabeça de sinhazinha de casa grande...

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Uma "fábula" para desanuviar.

   Ou, como o dinheiro pode passear.

   Como meu caro amigo, Motta Araujo, ainda não apareceu, e Leonidas está nervoso demais, e ambos são as "pontas" discordantes deste sitio internético, e infelizmente os auto denomidados esquerdistas, leem muito, mas pensam pouco, só refletem e interpretam, tentarei explicar um pouco - por cima - de como pode-se relacionar: US$ 12 Bilhões - Petroleo Brent - Caracas - Moscou - Londres - Chipre - Panamá.

     Meus caros, o mundo foi simples, não é mais, faz tempo. Acompanhem:

     A Venezuela adquiriu da Russia ( ROSOBORONEXPORT), uns US$ 12 Bilhões em armas ( a ROSO/ diz 10, o mercado diz até 15, fico nos 12), como irá pagar ? Através de uma linha de crédito russa, para uns 10-15 anos, securitizada no SBR Bank e outros bancos russos, com "barris de petroleo" - no futuro (papel) - A Russia tem petroleo lá mesmo, energia é com eles mesmo, mas não possuem petroleo da qualidade do venezuelano, portanto como transformar este oleo, que vc. não precisa, e está longe, em dinheiro ?

      Entram na equação empresas que poucos conhecem, a NOMIREX Trading e sua parceira Hermitage Fund, ambas de origem russa, mas uma fica sediada no Chipre (paraiso fiscal e lavanderia russa), e a outra em Londres,  que opera no mercado de Brent (papel) - ambas possuem extensões com o SAXO Bank - Private Panamá Branch ( é o SBR russo) - o Hermitage, inclusive é "comandado por cidadãos britanicos" (fachada), e vende os Brents venezuelanos futuros no mercado de petroleo londrino; a compensação dos contratos, a relação de embarques para quem comprou o papel, é feita no Panamá ( ou vcs. acreditam que navios utilizam a bandeira panamenha só por que ela é bonita ?).

        Os chineses aprenderam, e fazem o mesmo périplo panamenho, recebem petroleo da Venezuela (titulos ou warrants de embarque), não saem "carregando barris nas costas",  vendem através do Banco Nacional da China, filial Panamá ou Cayman (correspondente), ou pelo HSBC (grande parceiro da NOMIREX russa), por HK e/ou LOndres, as vezes até "trocam" o petroleo caro venezuelano ( tudo em papel), com a "turma do turbante" (pessoal do Golfo: sauditas, iranianos, qatar etc..), "brent" por pesado ( sauditas adoram ).

         O mercado, a livre circulação de moedas e/ou commodities, não está nem aí, para "embargos", "politico" ou "jornalista" ( ambos "custam" barato, opiniões estão em viés de baixa).

Seu voto: Nenhum

junior50

Por que sauditas e/ou iranianos "aceitam" petroleo ?

  Parece até maluco, ou jogar dinheiro fora, que paises produtores aceitem warrants de embarque ( a vista - 30/60 dd), ou titulos futuros sobre um petroleo - brent, que está em um poço do outro lado do mundo. Mas é um puta de um negócio - para ambos - a China vende com deságio - diferença de preço + juros - o oleo venezuela (papel e/ou warrants. dependendo de como esta o mercado), os de turbante negociam o oleo deles, e ficam de poder de titulos, com os quais podem, interferir, "para cima" ou "para baixo", no mercado do oleo - Londres.

   E nas voltas que o mundo dá, o petroleo da Venezuela, pode-se encontrar, nas esquinas do mercado, os nomes serão os mesmos, NOMIREX e Hermitage, o local: Londres ( vcs. acham que aquele bando de russos estão lá pelo clima da cidade ? Não estão), com o OURO ( não o metal, mas certificados de origem), e mercado "spot" ouro ( pronta liquidação), é russo - uma corretora + banco, pode montar um "derivativo" (papel futuro): variação do "brent" + "cotação oz. do ouro" + gáz + soja do brasil + indice hang seng, vender este papel, hedgear em cada derivada, e através dele garantir a compra de uma mina/industria/banco - em qualquer lugar do mundo.

     Sai bastante do post original, mas só porque Venezuela, dá muito dinheiro, sempre foi para os mesmos, pelo menos agora, desde meu caro Coronel Paraquedista Hugo Chavez, esta riqueza foi mais democratizada, não tanto quanto ele queria, mas avançou em poucos anos, o que em séculos, sempre foi uma MERDA.

Seu voto: Nenhum

junior50

Interessante post ( como

Interessante post ( como sempre né? ) muito boas essas informações


abraço!

Seu voto: Nenhum (7 votos)

leonidas

imagem de jns
jns

AUTODESESTABILIZAÇÃO?

Netfa Freeman:

"Quando pensamos, intimamente, sobre a Venezuela o óbvio é que se estende além dos limites da credibilidade argumentar que o governo procuraria desestabilizar a si mesmo quando saiu vencedor em duas eleições importantes - (presidenciais e municipais - fez da redução da violência e do crime uma prioridade, reuniu-se, recentemente, com prefeitos da oposição, para encontrar um terreno cooperativo e busca a implementação de um plano pacífico - Plan de La Patria - para os seis anos do governo."

Freeman é ativista dos direitos humanos Pan-Africanos e coprodutor da rádio Voices with Vision da WPFW 89.3 FM em Washington, DC.

***

PLAN DE LA PATRIA

 Plan de la Patria es el encuentro de todos los caminos de lucha de nuestro pueblo

http://www.minci.gob.ve/wp-content/uploads/2014/01/plan_de_la_patria.pdf

Seu voto: Nenhum
imagem de Paiva
Paiva

Vc acha mesmo tudo bonito,

Vc acha mesmo tudo bonito, né?

Seu voto: Nenhum (1 voto)

foto e frase do carrão...

não sei porque, mas me lembrei de políticos da oposição presitigiando missas e cultos

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Heart
Heart

Leonidas é um filhote de ditadura

Ele acha que voto não vale nada.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Voto tem na Coreia do Norte e

Voto tem na Coreia do Norte e no Irã tambem


Eu acho que o que vale é instiuiçoes soberanas e independentes o que nao existe mais na vezenuela se é que existiu alguma vez


mas falando sobre voto


pelo visto quem acha isso é vcs...rs


Pois ao que me consta nao consideram o PSDB ( ganha no voto há 20 anos em S Paulo ) um bom partido


Entao se ganhar eleiçao em Sao Paulo nao serve de aval para o PSDB porque serviria para a Venezuela?


Ja sei, ja sei, é a velha falta de honestidade ...rs


 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

leonidas

imagem de Heart
Heart

E daí se PSDB ganha em SP há

E daí se PSDB ganha em SP há 20 anos? Meus pêsames para os paulistas por votarem nesses incompetentes, mas democracia é assim mesmo.

O Irã e Venezuela já sofreram golpes recentemente e mesmo assim continuam democracia até que provem ao contrário.

Córeia do Norte é uma extensão da ditadura da China então que os EUA peitem a China se quiserem mudar isso.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Protesto de Hummer

  So se for milionário, aliás por curiosidade fui ver quanto custa um carro como este da foto, na Venezuela, usado, o preço é de Bs F ( bolivares fuertes) 1.250.000,00, ou US$ 190.000,00 - e vende, só na loja que eu pesquisei, tem 61 modelos deste Hummer, todos variando de 900.000,00 - 1.250.000,00 BsF. Os Zero KM, tem lista de espera, ultrapassam US$ 250.000,00 ( na Venezuela )

    Venezuelano rico, miamistico - panamenho ( todos acreditam que o caminho para tirar divisas da Venezuela, é Miami, NÃO É faz tempo, anos, a "grana" sempre faz escala "técnica", na aprazivel Ciudad Panamá, onde nada se pergunta, Miami, acima de US$ 9.999,00 o banco avisa o IRS ( o "leão" americano).

    Vcs. ainda acreditam que o "preposto" americano no Panamá ( o presidente daquele país), só ficou enchendo o saco da Venezuela devido a Washington ter-lhe ordenado, tem é muita grana em jogo, dele, de seus "assessores"/"associados", e de venezuelanos.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

junior50

George Galloway sobre Hugo Chávez

"Em um debate na Universidade Oxford em outubro de 2012, um jovem estudante mal informado repete o discurso do senso comum sobre Hugo Chávez e recebe uma resposta que nunca mais irá esquecer."

 

Seu voto: Nenhum (9 votos)

Haja gasto inútil de tempo, discutir com Leônidas...

NAO ALIMENTEM TROLLS! NAO ALIMENTEM TROLLS! NAO ALIMENTEM TROLLS! NAO ALIMENTEM TROLLS! NAO ALIMENTEM TROLLS!

Seu voto: Nenhum (11 votos)

Isso mesmo Anarquista Alias

Isso mesmo Anarquista


Alias sugiro que voce sequer entre no topico...


kkkkkkkkkkkk

Seu voto: Nenhum (6 votos)

leonidas

Censura Facebook e Twitter

Parece que apagaram o Twitter e o Facebook do Stanley Burburinho sobre esta publicação. Pelo menos na minha timeline do Facebook esta reportagem foi apagada !

Muito difícil para o Brasileiro saber que são os ricos que estáo morrendo de fome na Venezuela ! Isto pode dar um nó górdio na cabecinha do brasileiro midiático !

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de wendel
wendel

Quem????????????? Leônidas!!!!!!!!!!!!!

Senhores, parem por favor de dar trela a este individuo!!!

Não vêem que o dito cujo está usando de estratégia para desviar o tema?

Enquanto ficarem dando importância a ele, ficaremos longe da pauta que é a verdadeira situação da Venezuela, nosso pais irmão no Mercosul, e cujas notícias ventiladas pelo PIG no mundo, estão sendo desmentidas pelo jornalista Mark Weisbrot,  enviado a Caracas pelo jornal inglês The Guardian, a a quem devemos agradecer, por fazer este contraponto!

Assim amigos, peço-lhes que foquem no tema, e deixem que os oportunistas a soldo do império, se recolham a sua insignificância!

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Nossa a coisa ta tao boa

Nossa a coisa ta tao boa assim na Venezuela?


rsrsrsrs


Seguindo essa logica o Brasil ja alcançou os EUA na condiçao de primeira economia do mundo e nenhum jornalista amigo fez materia nos avisando...


kkk

Seu voto: Nenhum (6 votos)

leonidas

imagem de aliancaliberal
aliancaliberal

" Venezuela passa por

" Venezuela passa por 'revolta dos ricos'Tenham vergonha de apoiar o regime se ainda são seres humanos. 

 

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Caro Nassif e demais O

Caro Nassif e demais

O Leonidas ainda meio que bravo, as  pesquisas para sabado, foram denunciadas como falsas, e não pode denunciar isso, as marchadeiras deram em nada, os ricos de lá querem os que determinados ricos querem aqui, que sejam se tornem filiais dos EUA, tudo em nome do povo.

Ele quer para o Brasil, a liberdade do Iraque.

Ele, seguramente, irá responder, que é a mesma coisa com Cuba.

 

Saudações

Seu voto: Nenhum (8 votos)

Sim, coxinhas lá e cá andam

Sim, coxinhas lá e cá andam meio revoltados e estão topando qq coisa para derrubar governos populares. Tenhamos paciência... O script é o mesmo; a Venezuela noa ajuda a antever os próximos passos da coxinhada.

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de Marly
Marly

Os coxinhas de lá e cá...

Os coxinhas de cá são ricos e covardes. Para o serviço sujo pagam 150,OO para os incautos jovens pobres, que são orientados a quebrar o patrimônio público e carregar as bandeiras contra o governo!  Coxinhas covardes, que não mostram a cara e só são valentes no face book. 

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Ué ...rsConstatar que a

Ué ...rs


Constatar que a Venezuela é uma naçao fracassada, patetica e totalitaria faz de mim uma pessoa brava?


rsrsrsr


Ela nao é ( ainda ) uma ditadura


Por hora é apenas uma naçao em condiçoes ruinosas sendo administradas por um bando de loucos...

Seu voto: Nenhum (7 votos)

leonidas

imagem de Daytona
Daytona

Leônidas, a ONU diz que a

Leônidas, a ONU diz que a Venezuela foi o país que apresentou o maior aumento no índice de desenvolvimento humano na América Latina nos últimos anos, esse é seu critério de fracasso?

Aumentar a mise´ria e a pobreza deve ser sua ideia de sucesso.

Vá ler algo mais na vida que não seja a revista Veja, livros do Lobão, colunas do Merval.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Tenho uma proposta. Vamos

Tenho uma proposta. Vamos pesquisar no Google a imprensa venezuelana. Peguemos os links apenas das matérias contra o governo Maduro e mandemos por email para o Leônidas.

Prepara-se Hariovaldo, quer dizer, Leonidas, sua caixa de entrada vai ficar abarrotada de pig em espanhol. Já que voce gosta tanto de pig, vai ser um banquete. Bon apetit

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Juliano Santos

Petróleo

Assis,

Tudo em paz?

Boa matéria, pés no chão a partir do The Guardian.

A motivação central de Washington é petróleo, muito muito petróleo ( são reservas de diversos U$ trilhões),  o resto é conversa prá boi dormir.

Um abração e bom final de semana 

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de salete
salete

Oh, leonidas! Vai fazer um


Oh, leonidas! Vai fazer um exame e verifica se não estás, já, com cirrose. Eta criatura para sobrecarregar o próprio fígado.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

arretado assis matando a cobra mediocrática e mostrando o pau

arretado assis matando a cobra mediocrática e mostrando o pau na missão the guardian da verdade da notícia ao sugerir ascensão aos céus do ggn-nassif de um post domínio dos fatos subversivos na fonte primária do economista-analista - o repórter inglês de rua no front de batalha por um dia - batendo ponto profissa, batendo pernas pelas ruas e bairros como dândi no tropical inglês e apreciando, só no rabo de olho da libido súdito da rainha, las piernas de las misses das ruas caribenhas calientes de caracas e adjacências venezuelanas e, nos finalmente, no confortável hotel low-profile dependurada a conta no costado da zaga the guardian, batendo uma... pero si, somente depois da lição de casa bem feita ao ter escriturado esta autêntica soberba literária cobertura dos fatos da vida venezuelana como eles são na chave analítica de campo minado ver/a/cidade através da consciência crítica da realidade.

depois desta leitura crítica estupenda! fiquei mais maduro para ouvir dudamel até o fim dos tempos e dos compassos binários assim caminha a humanidade...para geopolíticas anexionista-corporativas dos estados totalitários imperiais.

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

"Não há segredo que o tempo não revele, Jean Racine - Britânico (1669)" - citação na abertura do livro Legado de Cinzas: Uma História da Cia, de Tim Weiner. 

imagem de mogisenio
mogisenio

Dinastia

 

- Joãozinho , diz o professor, crie uma frase com o vocábulo dinastia.

- E joãozinho diz: parei dinastia.

 

Certamente, joãozinho previu a quebra da dinastia "privada" na  PDSVA.

Depois do Hugo, essa  res  tornou-se pública   e o povo passou a ver um pouco da "cor do dinheiro verde".

Todavia, alguns não gostaram disso;  mesmo diante de eleições democráticas ( país já considerado o mais democrático do mundo, diante de tantas eleições) inclusive, com elaboração de uma CONSTITUIÇÃO DEMOCRÁTICA. Tudo isso já reconhecido internacionalmente. 

Evidentemente, não se pretende aclamar governo algum sem efetivo conhecimento do status quo, mormente, de outras soberanias. 

Mas, a matéria acima parece muito próxima de uma suposta  realidade - a começar pelo título.

Já tiveram um golpe televisionado em 2002.  Parece que estão querendo outro golpe para instação de um governo "democrático".  

Quem sabe, além do Joãozinho,  o Dr.  Igor Fuzer  não possa também nos esclarecer melhor esse "pobrema" na Venezuela?

O comentarista , senhor leonidas, parece conhecer bem alguns institutos importantes. Gostaria que também, além do Joazinho, pudesse iluminar nossas mentes para o seguinte:

Estado totalitário? O que é ? E porque chegou a conclusão segura de que efetivamente há um Estado totalitário na Venezuela?

Pessoas presas sem processo formal também ocorre no Brasil ou em qualquer lugar democrático. Aliás, até um civil pode "dar a voz de prisão". 

Condenação com o devido processo legal é outra coisa. Caso contrário, sinta-se a vontade para refutar a tese.

 

Nação? O que é nação para V.Sa?

 

Por que a Venezuela está arruinada? E porque , já aruinada, vai ainda piorar?

 

Aguardamos ansiosamente seus esclarecimentos

 

Saudações

 

 

 

 

 

 

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Nao , a Venezuela é uma

Nao , a Venezuela é uma potencia


tem alguns problemas para colocar papel higienico na prateleira mas afinal qual naçao rica nao tem falta cronica de papel higienico né?


Só jesus na causa mesmo...rsrsrsr

Seu voto: Nenhum (4 votos)

leonidas

imagem de Antonio C.
Antonio C.

Comentário.

Legal. Mas como pessoa de visão, montar uma fábrica de papel higiênico não é mau negócio.

Os coitados querem golpe ao invés de oportunidade. Parece elite rentista. Tem que botar esse pessoal pra trabalhar

Agora, se os pitboys venezuelanos que estão atirando pra matar estiverem com falta de papel, já dizia a musiquinha, "limpa com jornal".

O jornal, aliás, que eles leem e acreditam piamente...

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Paiva
Paiva

O título está errado: o autor

O título está errado: o autor nāo é jornalista. É economista ae presidente da ONG  Just Foreign Policy,  organizaçâo de esquerda que, entre outras campanhas, é conhecida pela fervorosa defesa do Irã.

Seu voto: Nenhum (12 votos)

Então não vale a reportagem,

Então não vale a reportagem, né sr. Paiva. ? O enviado do The Guardian não é confiável. Certo é o Kerr pq Kerr dominar o petróleo Venezuelano.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

lenita

imagem de Paiva
Paiva

Nâo é enviado do Guardian, é

Nâo é enviado do Guardian, é columista que escreve representando uma ONG . 

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Direita é Igual Em Qualquer Lugar

A direita não consegue mais ganhar eleições, pois os meios de comunicação apesar de não conseguirem mais transmitir suas falácias, ainda fornecem traços de que eles estão mentindo. A Internet foi fundamental como meio de distribuição de noticias reais, deixando a mostra as mentiras fornecidas pelos PIGs. 

Mas uma coisa nos vemos, tanto na Venezuela, como no Brasil a direita não ganha mais eleição. Não tem programa para ganhá-las. Não conseguem mais fraudá-las com facilidade, como num passado recente e se o fazem o fazem em pequenas áreas,  para eleição de candidatos tambem locais. 

Daí vem a vontade e a necessidade de darem golpes. Os golpes militares estão cada vez mais difícil, pois estes estão em baixa no conceito popular. Realmente são estigmatizados. Então os golpes tem que ser dados ou pelo judiciário, ou pelos deputados e senadores, ou conjunto de ambos. Os militares seriam para fornecer as "forças de segurança" para agredir a população em caso de protestos.

DEREITA SÓ GANHA ELEIÇÃO NA EUROPA E USA, onde a população acredita de que os imigrantes (espanicos, negros, islâmicos, chineses, etc., etc. ),  são o problema da falta de empregos para a clase trabalhadora não os banqueiros e a violenta concentração de renda numa camada muito estreita. Das populações que mais esperavamos, por serem mais aculturados,  são atualmente os que piores votam. 

Seu voto: Nenhum (3 votos)

julião

imagem de Antonio C.
Antonio C.

Depois deste depoimento...

... o resto é blablabla ou foto falsa no Facebook.

Seria como as senhoras e os pitboys de Higienópolis fazendo barricadas. Pelo menos aqui a tática é outra. É só não construir uma estação de metrô para a dona Maria chegar no seu trabalho mais rápido. A gente precisa fazer um rolezinho diferenciado no shopping local.

Quando os Estados Unidos estão preocupados com alguma coisa em outro país, parece lei, é o contrário do que ocorre.

Em compensação, na Síria...

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de Cunha
Cunha

A situação da Venezuela

A situação da Venezuela lembra a do Brasil em 1964 e mesmo agora, e não só do Brasil.


A cada dia que passa fica mais e mais claro que há dois mundos:  o mundo real e o mundo divulgado pela grande mídia.


Dá material até para fazer uma sátira do famoso Mito da Caverna, do Platão:


Os homens viviam numa caverna, com os corpos amarrados, de forma que só pudessem ver uma tela que ficava no fundo da caverna.


Nesta tela passavam os telejornais e entrevistas da Rede Globo, SBT, Band e Rede TV,  bem como as reportagens produzidas pela Veja, Folha de SP, Estadão, e congêneres.


Um dia um dos homens conseguiu se livrar das cordas que o prendiam e descobriu uma saída da caverna.


Lá fora ele descobriu que tudo era muito diferente, quase o oposto do que a tela mostrava.


Esse homem voltou à caverna para contar aos demais sua surpreendente descoberta e libertar seus semelhantes, mas a classe que dominava a caverna passou a ameaçá-lo.


Sua vida a partir daí ficou igual à dos blogueiros e jornalistas progressistas: perseguições e assassinatos.


 


 


 


 


 

Seu voto: Nenhum (3 votos)

" diario da liberdade ...rs

" diario da liberdade ...rs "


só a desavergonhada maneira da esquerda em negar a realidade dos fatos para incentivar alguem a dizer que nao ha hoje na Venezuela um estado totalitario


um estado onde pessoas sao presas sem processo formal e politicos eleitos ( coisa que a esquerdalha sempre da valor quando lhe convem ) sao cassados por ato absolutista de um loko varrido como o cabello


O Maduro é um lunatico à exemplo do finado miltar golpista que lhe antecedeu


A Venezuela é o que nao poderia deixar de ser com qualquer naçao que da ouvidos a esses insanos da esquerda que nao sabem conviver com o contraditorio e nunca foram democraticos


~Hoje o pais esta arruinado e vai ficar pior...rs


Pobre Venezuela... 

Seu voto: Nenhum (9 votos)

leonidas

Querido Leônidas. Estou

Querido Leônidas. Estou achando que vc não é o Leônidas, vc é o próprio Leônidas usando um nick.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

lenita

imagem de Walker Liberal
Walker Liberal

De todos os defeitos da

De todos os defeitos da esquerda, talvez o maior seja a falta de carater...

 

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Tô rindo muito aqui pq vc não

Tô rindo muito aqui pq vc não pode estar falando serio sobre carater rsrsrs

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Ques as forças maiores me livrem de linchar o devido processo legal

Tô rindo muito aqui pq vc não

Tô rindo muito aqui pq vc não pode estar falando serio sobre carater rsrsrs

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Ques as forças maiores me livrem de linchar o devido processo legal

imagem de anac
anac

Para o coxinha, bom mesmo era

Para o coxinha, bom mesmo era na época  do presidente Carlos Andrés Peres.

Mas não adianta, uma vez  rola bosta, sempre rola bosta.

Mesmo que o proprio PiG em um surto de honestidade reconheça os avanços sociais na Venzuela, o rola bosta nega.

http://www.brasil247.com/pt/247/mundo/81841/Cl%C3%B3vis-Rossi-explica-por-que-Ch%C3%A1vez-%C3%A9-favorito.htm

Há exatamente 2.131.332 razões para acreditar que Hugo Chávez Frías tende a ser re-reeleito presidente da Venezuela no dia 7.

É o número de pessoas que deixaram a pobreza nos 13 anos de reinado desse militar de 58 anos, caudilho por excelência.

Quando Chávez ganhou sua primeira eleição, em 1998, a Venezuela tinha 11.212.273 pessoas em situação de pobreza, das quais 4.523.392 eram extremamente pobres.

Em 2011, os números caíram para 9.080.941 e 2.450.621.

Os que deixaram de ser pobres representam pouco mais de 10% de um eleitorado de quase 19 milhões. É natural que votem em um presidente que faz questão de vincular todas as benesses a ele próprio.

Há outros avanços sociais a respaldar o favoritismo de Chávez, mas ele tomou o cuidado de cobrir-se com uma campanha eleitoral que a oposição reconhece ser "livre", mas não "justa", para usar as palavrinhas mágicas com que a comunidade internacional carimba pleitos civilizados."

O que ocorre na Venezuela é a maldição  do petróleo, estupido!

Seu voto: Nenhum (2 votos)

http://www.brasil247.com/pt/2

http://www.brasil247.com/pt/247/mundo/135654/ONU-a%C3%A7%C3%A3o-de-comba...

ONU: ação de combate à fome na Venezuela é exemplar

Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) destacou que esforços do país na área são "um exemplo mundial" a ser seguido; "O que a Venezuela faz se chama segurança alimentar", disse Raul Benítez, diretor latino-americano da organização

 

Seu voto: Nenhum (5 votos)

ABAIXO A DITADURA

 

imagem de Daytona
Daytona

Falou Leônidas, o

Falou Leônidas, o especialista em Venezuela, não perde um tópico para discorrer seus profundos conhecimentos acerca de um país no qual nunca esteve, conehce-o apenjas pelas páginas da Veja, Globo e outras fontes do esgoto midiático.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Rs, o dia que a Oia falir

Rs, o dia que a Oia falir você será um homem sem opiniões.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

O cego não lê. O ignorante lê e não entende.

Leônidas, está no próprio texto o link da matéria original:

20 de março no The Guardian.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

O Leonidas é um fanático de extrema direita

O Leonidas é um fanático de extrema direita embuído de má-fé e que entr no site somente para defecar suas mentiras toscas.

Ele não leu texto nenhum. Viu que o tópico é sobre a venezuela e veio vomitar suas mentiras escrotas, cujo conteúdo nuinca se alterna.

Esse bosta só sere para balizar o caráter de uma pessoa. Quanto mais o sujeito ficar enojado com as imundícies que esse nazistão espalha por aí, melhor é o seu caráter.

Ou seja é um troll de extrema direita típico.

Seu voto: Nenhum (13 votos)

ABAIXO A DITADURA

 

Ruy quando responder alguem

Ruy quando responder alguem nao vale ficar se olhando no espelho... :P

Seu voto: Nenhum (5 votos)

leonidas

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.