Revista GGN

Assine

Grampo pode ter sido no telefone de Dilma

As últimas jogadas indicam o seguinte:

Fator 1 – O grampo da presidente.

É o ápice da escalada da Lava Jato, que começou há cerca de um mês. Agora é o divisor de águas definitivo. A Lava Jato se despe de vez da estratégia de aparentar legalidade e exigirá uma tomada de decisão drástica não apenas do governo, mas dos órgãos superiores da magistratura e do Ministério Público.

No final do dia, o juiz Sérgio Moro tentou se isentar, informando que foi realizado duas horas após ele ter determinado a suspensão dos grampos (http://migre.me/tfzlu). Por outro lado, as informações da Globonews dão conta que o próprio Moro liberou as gravações.

A alegação da Polícia Federal foi que

“Até o cumprimento da decisão judicial pela companhia telefônica, foram interceptadas algumas ligações

4 – Encerrado efetivamente o sinal pela companhia, foi elaborado o respectivo relatório e encaminhado ao juízo competente, a quem cabe decidir sobre a sua utilização no processo. (http://migre.me/tfAnH)

Pela primeira vez tem-se um racha explícito na Lava Jato.

Pelas explicações, conclui-se que policiais federais agiram ilegalmente (porque sem autorização do juiz) e Moro agiu ilegalmente (porque difundiu uma gravação ilegal). A versão de que a empresa de telefonia fez algumas interceptações “até o cumprimento da decisão judicial” não resiste a um teste de lógica. Se foi após a suspensão da escuta, o grampo tinha que ser destruído. Em vez disso, foi divulgado.

Abre-se espaço, portanto, para uma medida drástica do novo Ministro da Justiça Eugênio Aragão, à altura do crime cometido, detendo os policiais que cometeram o crime – e com estardalhaço para que não pairem dúvidas sobre a autoridade. Contra Moro terão que ser tomadas as medidas judiciais cabíveis.

Além disso, a informação de que a Lava Jato mandou grampear também conversas de advogados é indício veemente de que se constituiu uma organização em Curitiba montada para atos criminosos.

A Lei 9.296 de 24 de julho de 1996, sobre interceptação telefônica, diz o seguinte (http://migre.me/tfAs1):

Art. 10. Constitui crime realizar interceptação de comunicações telefônicas, de informática ou telemática, ou quebrar segredo da Justiça, sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei.

Pena: reclusão, de dois a quatro anos, e multa.

Será um bom teste para medir o legalismo e a coragem dos Ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) e do Procurador Geral da República. Ou enquadra-se definitivamente Moro e a Lava Jato, ou será melhor todos voltarem para casa, gozando de uma aposentadoria sem riscos, e entregar as chaves para o Moro e as ruas para as Forças Armadas. E respondendo perante a história pelo acirramento do clima de violência que chacoalha o país.

Pode ter ocorrido crime mais grave. A divulgação do grampo mostra que, antes que a ligação se complete, há a gravação de som ambiente na sala da Presidente, não de Lula. Pode ser uma evidência de que o grampo pode ter sido feito no telefone presidencial (veja abaixo o áudio).

Fator 2 – a escalada da violência.

Provavelmente em nenhum outro período da história do país teve-se uma imprensa tão leviana, induzindo a conflitos de rua, colocando em risco vidas, estimulando o ódio, ao melhor exemplo das milícias fascistas.

Na sexta-feira haverá a passeata pró-Lula. Independentemente das comparações com a passeata de domingo, mostrará que há polarização e que a tentativa de impeachment não passará sem reação.

Ontem foi o ápice da violência, que poderá prosseguir por mais alguns dias. Mas, a não ser que irrompa uma revolução, não há como manter a mobilização permanente dos manifestantes. A não ser que outras forças entrem na parada.

Especial atenção com o Secretário de Segurança de São Paulo, Alexandre de Moraes. Poderá utilizar a Polícia Militar para incursões provocadoras, já que a cidade é o epicentro da radicalização. Nos últimos tempos, Moraes se revelou um Secretário de Segurança ambicioso e sem escrúpulos em relação ao uso da violência da PM.

Fator 3 – Aécio perde por WO.

Como já havíamos alertado dias atrás, Aécio Neves tornou-se disfuncional. Além de não ter envergadura para articulações políticas mais complexas, ainda tem um enorme rabo preso que comprometeria qualquer jogada política fundada no moralismo e na luta contra a corrupção.

Conforme alertamos no dia 5 de março passado, no post “A Lava Jato atravessou o Rubicão” (http://migre.me/tfn4Z) a operação precisava de algum episódio que lhe devolvesse a presunção da isenção. No dia 17 de fevereiro, no post “Quem é quem no xadrez do impeachment” (http://migre.me/tfo9Z)

“Aécio se tornou peça disfuncional no jogo. É imaturo, desinformado, voluntarioso, deixou passar a intenção de até demolir a economia, em busca do impeachment, e seria um desastre na presidência. É o álibi ideal para o PGR (Procuradoria Geral da República) resgatar um pouco da imagem de isenção.

Aparentemente a implosão se deu ao largo do trabalho da PGR. Mas, de qualquer modo era previsível.

Lá atrás, se o PGR tivesse levado adiante a ação penal contra Aécio, provavelmente o quadro política não teria se radicalizado tanto quanto agora. Com Aécio fora, o jogo fica apenas entre profissionais: José Serra, Gilmar Mendes e os pontos de contato com o mercado norte-americano, como Armínio Fraga.

Fator 4 – Renan, o fiel da balança.

 O presidente do Senado Renan Calheiros continua sendo o fiel da balança. Sem Lula no governo, terminaria por fechar com José Serra no semiparlamentarismo. Agora, equilibra-se o jogo e poderá haver acordo com Lula, mas ainda dependendo de um conjunto de circunstâncias. E das ações imprevistas do Procurador Geral da República.

Fator 5 – O Procurador Geral da República.

Ontem a imprensa se esmerou na fabricação de factoides valendo-se da jogada manjada do “se”. Perguntam para Rodrigo Janot: “Se a delação de Delcídio contiver dados contra a presidente ela será investigada”. E Janot respondeu o óbvio: “Havendo provas, todos serão investigados”. Ai o jornal solta a manchete de que Janot poderá investigar a presidente.

Janot ainda é uma incógnita. Nos próximos dias se saberá definitivamente qual é a sua: se o compromisso com a legalidade e a responsabilidade institucional, ou com o confronto.

Do mesmo modo, há dúvidas de monta sobre como se comportará o STF.

Não podem ser afastados outros factoides, como os que explodiram no Jornal Nacional no dia de ontem.

Fator 6 – a reorganização política com Lula.

Não se espere de Lula medidas econômicas heroicas. Para Lula, a economia é uma engrenagem complexa que tem que ser mexida com todo cuidado. Daí sua predileção por Henrique Meirelles, um dos mais medíocres presidentes de Banco Central da história, mas bom articulador político com o mercado.

Por outro lado, terá que criar fatos de impacto com toda a mídia jogando contra ele. Poderá ser a indicação de um Ministério que infunda confiança na opinião pública e, ao mesmo tempo, atenda às demandas do Congresso.

Nos seus dois governos, Lula contou com a bonança econômica para distribuir recursos por políticas sociais e atender o mercado. Agora, o jogo é mais restrito.

Enfim, um desafio à altura dos melhores estrategistas, que mostrará se Lula continua o político sagaz de antes.

Média: 4.5 (46 votos)

Recomendamos para você

183 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

 Trata-se do áudio da

 Trata-se do áudio da conversa telefônica em que a Dilma liga para o Lula logo após sua prisão ilegal ocorrida por determinação do Sérgio Moro.O fato da ligação partir do Planalto e constar da gravação os toques do telefone de destino antes mesmo deste atender, torna certo de que o grampo não estava no telefone de destino, mas no telefone da Presidência da República, grampo totalmente ilegal e clandestino realizado por um juiz de primeiro grau. Sérgio Moro cometeu crime e tentou fazer crer que a escuta divulgada era legal, pois referente ao telefone do Lula, que ele tem competência para quebrar o sigilo.Da dupla Moro e Globo, resultou a divulgação de dois trechos pinçados e descontextualizados do verdadeiro teor da conversa. Esta edição criminosa da dupla golpista incendiou o país.O ainda juiz Moro despachou pouco depois das 11 h da manhã certificando ter conhecimento da condição de Ministro do investigado Lula, razão pela qual determinou o término da escuta do telefone do novo Ministro, pelo fato da competência ter passado para o STF. A conversa do Lula com a Dilma ocorreu depois das 13 h, quando o grampo já havia sido suspenso pelo ainda juiz Moro três horas antes. Mesmo assim, este grampo que se tornara ilegal por decisão do próprio juiz, foi agilmente enviado à Globo pelo próprio ou pela PF, a tempo de criar uma comoção nacional que teria seu ponto culminante a edição do Jornal Nacional. Saliente-se que este áudio não tem nada de comprometedor tanto para o Lula como para a Dilma, mas publicado junto com o áudio adredemente editado gravado do telefone da Presidência da República de forma criminosa no dia 4 do corrente mês, dando a entender que era conversa realizada no dia de hoje, criou um falso estado de comoção no país, inclusive com cenas de violência.Havendo dúvida sobre quem cometeu a ilegalidade de divulgar o áudio da conversa do dia de hoje, gravado quando a escuta já havia sido suspensa pelo próprio paladino da terra das araucárias, se Moro ou se a PF, esta emitiu nota informando que comunicou a empresa de telefonia sobre a determinação judicial do fim das escutas, tendo esta cessado as mesmas e mandado os últimos arquivos, onde estava a conversa grampeada ilegalmente. A PF informa que mandou estes arquivos ao juiz Moro, só podendo ter partido dele a divulgação do grampo ilegal, ilegalidade decorrente de uma decisão do próprio magistrado. 

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Marcos-JP
Marcos-JP

Divulgação de gravações interceptadas

Que a gravação começou bem antes de o celular ser atendido, não tem dúvidas. A gente ouve inclusive o som de chamada. Tenho outra dúvida: ao divulgar o conteúdo dos grampos, Moro não está cometendo desvio de finalidade? A Lei 9.296/96 proíbe a divulgação de grampos de qualquer pessoa, mesmo que tenham sido autorizados, em seu art. 10: Constitui crime realizar interceptação de comunicações telefônicas, de informática ou telemática, ou quebrar segredo da Justiça, sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei. E Moro "justificou" a divulgação por motivação não legal, mas política: "A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras.” Se divulgar grampos protegidos por sigilo (sem levar em conta nem o foro privilegiado da presidente), por razões políticas, explicitadas pela própria autoridade que está fazendo a divulgação, não constitui desvio de finalidade, não sei o que é que se pode exigir como condição para caracterizar este crime.

Seu voto: Nenhum
imagem de Marcos-JP
Marcos-JP

Divulgação de gravações interceptadas

Que a gravação começou bem antes de o celular ser atendido, não tem dúvidas. A gente ouve inclusive o som de chamada. Tenho outra dúvida: ao divulgar o conteúdo dos grampos, Moro não está cometendo desvio de finalidade? A Lei 9.296/96 proíbe a divulgação de grampos de qualquer pessoa, mesmo que tenham sido autorizados, em seu art. 10: Constitui crime realizar interceptação de comunicações telefônicas, de informática ou telemática, ou quebrar segredo da Justiça, sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei. E Moro "justificou" a divulgação por motivação não legal, mas política: "A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras.” Se divulgar grampos protegidos por sigilo (sem levar em conta nem o foro privilegiado da presidente), por razões políticas, explicitadas pela própria autoridade que está fazendo a divulgação, não constitui desvio de finalidade, não sei o que é que se pode exigir como condição para caracterizar este crime.

Seu voto: Nenhum
imagem de Leo Oliveira
Leo Oliveira

O golpe contra a República

O golpe contra a República está sendo concluído com um grampo ilegal, que, a tudo indica, foi originado no Planalto. Grampo divulgado pelo Moro, quando se sabia que havia a ordem de cancelá-lo.

Com o objetivo de ridicularizar o ex-presidente, humilhar, rebaixar, trazer conversas íntimas, que nada acrescentariam ao processo, não serviam de nada, a não ser convulsionar o país, alimentar o clima de ódio que existe.

Aparentemente, o Moro cometeu a ilegalidade consciente para ser punido pelo CNJ, com certeza uma punição bastante branda, e, após o golpe, a Lava Jato ficar a cargo de outro juiz, escondida pela mídia, perdendo a sua serventia política.

Com o vazamento os golpistas do Congresso têm maior liberdade para agir despudoradamente e acelerar o processo de impeachment, comandando por um bandido, réu no Supremo.

Depois do vazamento, o governo, que já teria dificuldades quase intransponíveis, encontra-se totalmente engessado, sem poder agir, vitimado por oportunistas togados e a apatia e covardia do STF.

O governo precisa dum acontecimento bombástico para virar o jogo. Na atual situação, não conseguindo um fato político a favor, caminha-se para o golpe, transformando o país numa republiqueta de quinta categoria.

A dúvida que fica é se a campanha de criminalização do PT vai continuar ou se vão preferir jogar panos quentes, esquecer os processos, assim evitar revoltas populares.

Vão prosseguir com a ideia de prisão contra o Lula?

No dia posterior ao golpe, ocorrendo uma grande quantidade de entrada de dólares, vai deixar claro que tudo é algo muito mais complexo, fruto duma nova engenharia global, evidentemente, como sempre, tendo a liderança dos Estados Unidos.

O país viveu e tem vivido um sufocamento insuportável, econômico, político, judiciário, sem paralelo na sua história.

Quebrou-se a espinha dorsal que segurava a economia e criava empregos, mesmo em tempos de dificuldade: a indústria pesada.

Nesse caldo todo, esquecer o Pré-Sal é impossível, desde a sua concretização como modelo viável, o país foi vitimado por toda sorte de vigilância ilegal.

A história do mundo nos últimos 100 anos é a história da busca por energia. Quem ganhou a Primeira Guerra? O país que tinha a maior reserva descoberta até então: os Estados Unidos. Os vencedores da Segunda: novamente os americanos, junto com os soviéticos, os maiores produtores de então.

A história vai dizer quanto os canalhas ganharam para entregar o país. Em 1964 foram algumas malas de dólares, dado que o país hoje é muito mais rico, podemos calcular em alguns containers.

Vão golpear o país, nos encher de dólar até as próximas eleições, roubar nosso petróleo, que o que importa.

A falta de escrúpulos de John D. Rockefeller é a mesma que guia os magnatas do petróleo até hoje, arriscar jogar um país mais uma vez em guerra civil, é um detalhe.

E o que resta o governo? A defesa intransigente do petróleo, defesa política e forte.

Seu voto: Nenhum

Segredos de estados podem ter

Segredos de estados podem ter sido passados a globo é demais associados e isso colocar o estado e a vida de inocentes em risco.

Seu voto: Nenhum

A última chance

CLIQUE NA IMAGEM PARA MAIS TIRINHAS!

Seu voto: Nenhum
imagem de JoaoMineirim
JoaoMineirim

Nassif, você que parece

Nassif, você que parece gostar e entender de xadrez, poderia dar umas dicas pro governo que "canta" todas as jogadas que vai fazer e dá tempo pro adversário se defender e contra-atacar..

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de BTib
BTib

URGENTE!!!!!!!! É o programa

URGENTE!!!!!!!!

É o programa "GUARDIÂO" da PF que faz os grampos

http://oglobo.globo.com/brasil/veja-quem-usa-guardiao-superaparelho-de-e...

http://www.otempo.com.br/capa/pol%C3%ADtica/guardi%C3%A3o-desafia-a-tecn...

Não é a porcaria da companhia telefonica, porra!!!!!

 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de BTib
BTib

O que mais choca nesses

O que mais choca nesses grampos é ver a Dilma achando estranho que a epoca ja soubesse da detenção do lula um dia antes (sic). Uma alienação completa da presidenta e sinceramente o governo ainda nao concluiu que pode ter sido a propria Presidenta a ser escutada...portanto menos de 15 dias atras ainda nao tinha caido a ficha do golpe na Dilma. 

Mas quem faz os grampos nao é aquele programa GUARDIÂO da policia federal? Nao tinha uma ferramenta dessas na PF, cedida pelo governo americano, soube disso no tempo do Protogenes queiroz....

Acho que o golpe ja esta dado e teve sucesso, mas sempre depende do povo amanha encher tudo...mas dificilmente se conseguira evitar esse golpe, com governo/STF grampeado e ameaçado, somado a inoperancia de um governo obsoleto, que nem sequer entende de comunicações, que pode estar sendo escutado, totalmente amadores, "republicanos" ate ao fim.....

Seu voto: Nenhum
imagem de Neroli Vieira Junior
Neroli Vieira Junior

MPF, PF, JUDICIÁRIO E GLOBAL X DEMOCRACIA

Nassif,

O Moro, a Globo, a PF, o MPF e o Judiciário declararam guerra a Democracia! 

Na guerra a informação eh a primeira vítima. 

As coisas precisam ficar claras. O Moro divulgou o grampo ilegal em nome da Democracia.

O Lula deveria divulgar Paraty House para o mundo.

Por uma farofa do Lula na praia de Paraty House.

#LULA VAI PRA PARATY.

Temos que mostrar a parte suja da Globo. 

 

Abc

Seu voto: Nenhum
imagem de Leandro A.
Leandro A.

Não seria o caso de chamar o

Não seria o caso de chamar o Juiz "às falas"? Chamar a PF às falas?

Por muito menos, Gilmar mendes chamou Lula às falas sobre o suposto e falso grampo em seu gabinete. Mas como se trata de Dilma, do PT, tudo é permitido. República de bananas, em todos os sentidos.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de André W.
André W.

Falar que a prisão de Lula

Falar que a prisão de Lula será "ruim" para Moro? Então o ex-presidente, a presidente e o país viraram marionetes na mão desse juiz?

O juiz da vara Criminal de Curitiba, Sr. Moro, está exercendo a judicatura de forma parcial e negligente, colocando em risco a estabilidade democrática e social. Prenda se o Sr. Moro, antes que os danos sejam irreverssiveis. Não cabe contemporização ou panos quentes.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Frank
Frank

Grampo

Oras, Moro tentou se isentar do grampo ilegal.

Que engraçado.

Há algum tempo, nesse mesmo país, foi utilizada uma tal de "Teoria do Domínio do Fato."

Veste bem caso, como uma luva!

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Severino Januário
Severino Januário

Não há como o grampo ter sido

Não há como o grampo ter sido feito senão telefone da Presidência da República.É óbvio que o grampo foi feito no telefone da presidência, e a falta completa de cuidado na divulgação do mesmo indica que os policiais malfeitores, e seu mandante juiz, estão fazendo pouco caso de que este detalhe fosse descoberto e divulgado. Se sentem protegidos além da justiça brasileira e de seus braços. De onde lhes chega tanta segurança? Talvez da consciência da grandeza do aparato golpista do qual fazem parte. Uma grandeza sem qualquer grandeza.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Hc
Hc

Não vêem que o Moro vai ser

Não vêem que o Moro vai ser julgado pelo CNJ e vai passar a ser vítima.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Fabio Schneider
Fabio Schneider

Nassif Creio que existem

Nassif

Creio que existem algumas considerações a serem feitas sobre o grampo que apentemente revelam que a PF é muito mais aloprada que o Moro e provavelmente haverá um racha no momento de cada um se defender da acusação de que houve grampo ilegal, vejamos:

1- MORO acusou o golpe com a condução coercitiva e pelo visto  jamais passou pela cabeça dele prender o LULA antes de sua posse.

2- MORO estava consciente de que perderia a competencia para o STF para processar o LULA e resolveu agir colocando mais lenha na fogueira;

3-Normalmente a declinação da competência não ocorre na velocidade que ocorreu, ela não ocorre antes da posse efetiva do nomeado que gera a competência do STF, ainda mais considerando-se que havia noticias de que a posse somente ocorreria depois da manifestação do 18;

4- Provavelmente MORO começou a pensar em publicar as transcrições das conversas grampeadas do LULA desde quando surgiu a hipotese dele virar Ministro copmo inegavel sinal de retaliação e inconformismo de ver seu alvo final escapar por entre os dedos.

5- Se o Moro seguisse o tramite normal a declinação da competência ocorreria quando muito na próxima semana, se fosse normal mesmo demoraria mais, mas no caso da Lava Jato certamente aconteceria provavelmente na semana que vem e dai não geraria os efeitos de colocar combustão na situação do pais na semana que o CUNHA promete iniciar o processo de impedimento;

6- Portanto, a pressa de MORO tinha a finalidade de revelar o quanto antes o conteúdo das gravações para gerar convulsão social, mas também tinha a finalidade de pressionar o STF com a publicação de gravações que revelam nomes do STF, tentando obter do STF uma posição contrária ao LULA para justificar perante a "opinião pública" sua independência.

7- A pressa tinha ainda a finalidade de apressar o STF a decidir sobre sua competência ou não para processar o LULA, assunto que certamente irá gerar bastante "clamor social"

8- Com a pressa MORO decide encerrar as gravações e comunica a PF que determina o encerramento das gravações, certamente determinou que as gravações fossem imediatamente degravadas para que pudesse ainda naquele dia declinar da competência e publicar as gravações.

9- Quem trabalha na área criminal, sabe que estas degravações não ocorrem no tempo que ocorreram, ou seja, uma conversa gravada por volta das 13:38 horas cerca de 2 horas depois estava degravada na mesa do Juiz, o que ocorreu revela a inegavel pressa que MORO tinha em revelar os grampos;

10- Nesta pressa que creio a PF foi mais aloprada que o MORO, não que ele não seja aloprado, mas o racha sobre de quem é a culpa por interceptações ilegais, mostra que PF e MORO racharam;

11- Pela pressa em liberar as gravações é possível que MORO não tenha lido todos os grampos, eis que recebeu as degravações e as liberou em cerca de uma hora após o seu recebimento;

12- Assim, creio que a PF foi aloprada e não contou a MORO que havia degravada de forma ilegal conversas após o fim da interceptação e MORO traido pela pressa em revelar as degravações engoliu a jabuticaba;

13- Salienta-se que não creio que exista grande afinidade entre delegados da PF e o MORO, normalmente estas categorias não se misturam e é grande o fosso que as separas, inclusive socialmente, portanto, não creio que sentavam juntos para deliberar como atingir seus objetivos e muito menos que acha um contato rotineiro para traçar as proximas estrategias;

14- No caso da lava jato calhou de que todos compartilham o mesmo pensamento ideológico, agem buscando os holofotes e interferir na politica nacional para derrubar o governo, é isto que os une e nada mais.

15- Se a situação do grampo ilegal virar investigação criminal, certamente cada um irá colocar a culpa no outro e a junção vais pelos ares.

16- É obvio que o MORO irá sustentar a legalidade do grampo de forma oficial, posto que se reconhecer o ilicito enfraquece o golpe e mais se complica perante a midia e pode ter problemas futuras em processos administrativos e criminais;

Portanto, pelo que colho dos acontecidos, penso ser muito provavel que a PF tenha agido de forma aloprada sem o conhecimento do MORO. Agora se me poerguntarem e se o MORO tivesse lido a degravação ele iria retirar ela do processo? Acho pouco provável, creio que a PF não quis correr o risco e não o avsiou e como ela ela aconteceu sem seu conhecimento, inegavelmente as manifestações da PF e MORO ontem mostram que a Lavar JAto tem tudo para sofrer um racha se as investigações sobre o grampo ilegal evoluirem. 

 

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Ubajara
Ubajara

grampo no telefone da Presidência

E a ABIN, não faz nada?  O Berzoini, Secretário de  Governo, deveria pedir explicações do pessoal de inteligência que está lotado na sua pasta. Grampo dentro da PR? É demais!!!

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Parece uma escuta permanente,

Parece uma escuta permanente, pois na gravação aparecem as vozes femininas falando antes de começar o telefonema. Ou são 2 escutas . 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de rosenvald flavio barbosa
rosenvald flavio barbosa

escuta

luizão
se depois deste episódio ( escuta clandestina dentro do palácio do planalto).....a nossa presidente, seu ministro da justiça, etc....não virarem a mesa, desisto de defender Dilma.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Xiii os trolls tucanos estão ficando tensos,

e o melhor que há menos que nos últimos meses. Que bom!

Será que estamos no fim da aventura midiática-juridica patrocinada pelo Grande Irmão? Espero que sim por que o clima de ódio e idiotice na classe media/media-alta paulista está insuportável...

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de jose adailton v ribeiro
jose adailton v ribeiro

No ar

Processem, julguem, condenem os grampeadores,  mas não tentem apagar as gravações.Isto é impossível. Ficamos sabendo que o judiciário é acovardado, que os senadores e os deputados são f.....dos.Muita gente já tinha esta mesma opinião, que agora foi avalizada pelo nosso querido lider.

Seu voto: Nenhum
imagem de Maurício Gil - Floripa (SC)
Maurício Gil - Floripa (SC)

O PROBLEMA MAIOR: FALTA DE CORAGEM

Entre tantas bizarrices e sandices lidas ontem nos blogs e mídia gorda, a mais incrível e sem noção é aquela que pede a destituição da cúpula da PF, a exoneração dos delegados irresponsáveis de Curitiba e o enquadramento do Moro.

Uma perguntinha só: e quem faria isso?

O STF, o Janot, o Ministério da Justiça?

No STF o único que se manifestou foi o sr. Mendes, com declarações dentro daquele figurino que lhe é próprio e que bem conhecemos. Os demais - como tem sido no mais das vezes - se acoelharam.

O Janot... bem, o Janot é... o Janot.

O Ministro da Justiça... tenho cá minhas dúvidas. Aliás não as tenho não: duvido que o faça. Deuveideó!

A Dilma vai representar contra o Moro? Onde? Na Justiça? Que justiça?

Ela disse lá em 2014 que processaria a Veja pela capa famosa que quase lhe tirou o cargo. Alguém sabe de alguma coisa?

As únicas certezas que temos hoje em dia: que do céu só cai coco de passarinho e chuva, que o sol amanhã vai se levantar e que a falta de coragem é o maior dos males que vivenciamos nessa quadra da nossa história.

Seu voto: Nenhum
imagem de Winston
Winston

Desvio de foco

O mais importante e relevante, são os fatos e o que significam. São fatos de pessoas que exercem atividades de interesse público, no caso, da esfera mais alta. Se os fatos foram obtidos de forma questionável sobre o âmbito legal, não lhes retira a veracidade e sua importância, ao demonstrar o que ocorre e como estes agentes públicos fazem as coisas "lá em cima". Vitimizar o suspeito e incriminar quem o investiga, é uma estratégia tão antiga quanto ultrapassada. Inversão de valores completa aqui.

Seu voto: Nenhum (10 votos)

Sob a justificativa de se

Sob a justificativa de se combater crimes não se pode cometer outros crimes.

Você tem ideia do que aconteceria se algum juiz de primeira instância vazasse de forma sorrateira alguma conversa do Obama na FOXNEWS ?

Criminoso com capa de legalidade é o tipo mais perigoso que existe.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Cristiano Marochi
Cristiano Marochi

Mais lambança do governo.

A deputada Jandira Feghali vazou áudio diferente daquele publicado por Moro. Só no áudio dela aparece o diálogo das secretárias do Palácio do Planalto, podem pesquisar em todas as notícias publicadas na imprensa. Então a pergunta é: como é que uma deputada federal consegue ter acesso à gravação telefônica do Palácio do Planalto? 

Só tem 2 respostas: ou a ABIN lhe passou, ou a própria presidente. Isso por si só já é crime, federal no caso da primeira ou de responsabiliadde no caso da útlima. E também é crime gravíssimo a deputada divulgar esse material para fazer acusação falsa contra um juiz federal. 

Se o governo Dilma tiver sorte, esse caso se encerrará com a cassação do mandato dessa deputada "aloprada" pelo vazamento mas ninguém irá pressioná-la para saber a origem da gravação. Se tiver sorte..

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Falta uma outra hipótese que

Falta uma outra hipótese que você não levou em conta:

O juíz moro vazou uma versão editada do aúdio.

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de Cristiano Marochi
Cristiano Marochi

Hipótese interessante. Falta

Hipótese interessante. Falta só explicar como Jandira Feghali (e só ela) teria acesso à versão integral do áudio. Agora você vai dizer que ela tem uma fonte na própria Lava Jato? Ou melhor ainda: a imprensa recebeu a versão integral e editou para seus leitores, mas resolveu dar uma forcinha à deputada também lhe passando o material completo?

A casa caiu para a deputada. Aceite, dói menos. Ela aloprou e conseguiu prejudicar ainda mais uma situação que já era bem ruim para Dilma. O melhor que ela pode fazer pela presidente agora, se é que ela realmente quer ajudar o governo, é se enfiar num buraco fundo e ficar lá por um bom tempo.

Seu voto: Nenhum

Esse áudio estava no site da

Esse áudio estava no site da Folha ontem no início da noite.

O criminoso do Moro passou versão editada para a Globo.

Na certa ele quis que os telespectadores entendessem outra coisa fora do contexto correto. 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Winston
Winston

Desvio de foco

O mais importante e relevante, são os fatos e as tentativas. Se os fatos foram obtidos de forma questionável sobre o âmbito legal, não lhes retira a veracidade e sua importância, ao demonstrar o que ocorre e como fazem as coisas "lá em cima". Vitimizar o suspeito e incriminar quem o investiga, é uma estratégia tão antiga quanto ultrapassada. Inversão de valores completa aqui.

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de jose adailton v ribeiro
jose adailton v ribeiro

Causa e efeito

Um advogado declarou que a revelação dos grampos pode provocar convulsão social. Lembrei do Ronaldo na Copa de 98

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Rolando Opete
Rolando Opete

Agora teremos a mentira do

Agora teremos a mentira do grampo na Presidenta...

A primeira pessoa a falar é a atendente do Instituto Lula, que comenta alguma coisa sobre a Presidente querer falar com o Lula e  que deriva a chamada para o assessor do Lula, daí os toques escutados.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Tenho uma dúvida!

Rolando Opete, tudo bem?

Interessante seu comentário, no sentido de que a secretária do Instituto Lula atendeu ao telefone, transferindo a chamada, daí os toques.

Mas, pelo que tinha lido, a escuta teria sido realizada num telefone celular do Lula que estaria em nome de "laranja".

Como sou leigo nessa matéria, pergunto: o "grampo" é num tronco, abrangendo os ramais? Existe um telefone celular "tronco", com ramais? É possível transferir uma ligação para um telefone celular? 

Abraços!

 

Seu voto: Nenhum

Rolando Lero de peste

A ligação foi do Lula ou da Dilma? Deixa de ser mentiroso e rolando lero.

Seu voto: Nenhum
imagem de Rolando Opete
Rolando Opete

Agora teremos a mentira do

Agora teremos a mentira do grampo na Presidenta...

A primeira pessoa a falar é a atendente do Instituto Lula, que comenta alguma coisa sobre a Presidente querer falar com o Lula e  que deriva a chamada para o assessor do Lula, daí os toques escutados.

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Samuel Ponsoni
Samuel Ponsoni

O que mais impressiona, na verdade, é o grau de ingenuidade

Olá,

 

O que mais me impressionou, na verdade, foi que em um dos vídeos ilegalmente vazados a presidenta, Dilma, pergunta, em tom de indagação, se o ex-presidente, Lula, não achava estranho ter vazado a reportagem da ISTOÉ e na sequência ele ter sofrido um sequestro coercitivo.

 

Como assim? Me recuso a crer que ela nem ao menos tivesse formulado essa hipótese a sério ou, ainda, não estivesse compreendendo que vivemos um processo político gravíssimo, em que estão de todas formas tentando apeá-la, ao arrepio da lei, do poder.

 

Se ela não entendeu o BEABÁ desse jogo político, dificilmente escapará. Muito "ingenuidade" ou desatenção ao jogo político, para dizer o mínimo.

 

Abraços

Samuel

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de D_P
D_P

Sem falar no caso do Lula

Sem falar no caso do Lula querer "gratidão" de um PGR indicado pela categoria. Ingenuidade dos dois.

Estamos perdidos como País, infelizmente.

Seu voto: Nenhum
imagem de ANDRE PINHEIRO OLIVEIRA SILVA
ANDRE PINHEIRO OLIVEIRA SILVA

E o Diário Oficial da União ?

Luis Nassif, bom dia. Tira uma dúvida pra mim, por gentileza. Qual a função do Diário Oficial na nomeação do ministro Lula ? Já não estaria nomeado ministro com a publicação no Diário Oficial ?

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Luciana Boiteux, Professora

Luciana Boiteux, Professora de Direito Penal da UFRJ, pelo facebook:

"Repararam que a Globonews fugiu do hábito ontem e não chamou nenhum especialista, professor ou advogado, para comentar o grampo? Eles mesmo afirmavam que era legal e continuavam firmes no gozo midiático de ontem, mostrando aquelas pessoas transtornadas de olhos esbugalhados na Av. Paulista, gritando Fora Lula (eu fiquei assustada...). Meu palpite é que eles não conseguiram achar ninguém sério que defendesse o Moro ontem... Aliás, fugiram à regra da cobertura do julgamento do Mensalão, que eu achei até equilibrada. Colegas professores de jornalismo, que vergonha alheia, não?"

Seu voto: Nenhum (11 votos)
imagem de Cristiano Marochi
Cristiano Marochi

Tarde demais para factoide.

O grampo foi feito no celular do segurança de Lula, que está registrado no nome de laranja. O número de telefone já é público e neste exato momento tem um monte de brasileiros mandando mensagens de apoio ao ex-presidente e até o convidando para participar de grupos no WhatsApp. O celular de Dilma (na verdade há vários) é monitorado pela Abin. É simplesmente impossível grampeá-lo sem que esta agência tome conhecimento, como também é impossível que a presidente fosse permanecer em silêncio se soubesse que estava sendo monitorada pela força tarefa da Lava Jato.

Moro pode ter cometido crime sim, mas ele não grampeou a presidente. Contem outra.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Como se explica a ligação ter partido do Planalto?

Se o grampo fosse no celular do segurança do Lula como se explica a ligação ter partido do Palácio do Planalto?

O sistema é tão sofisticado que ao identificar uma ligação entrando ele retroage no tempo e começa a grampear a origem?

Certamente o celular do segurança do Lula estava grampeado, aliás ex-presidentes têm direito a 4 seguranças que são Policiais Federais. Não há nenhuma dificuldade em grampear o Lula.

 

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Ivan de Union
Ivan de Union

"O sistema é tão sofisticado

"O sistema é tão sofisticado que ao identificar uma ligação entrando ele retroage no tempo e começa a grampear a origem?":

KKKKKKKKKKKKKKKKKK...

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Fino o celular da

Fino o celular da presidência: tem telefonista e música de espera. Quero um!!

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Só se o telefone for mediúnico

Para captar conversas no planalto antes do telefone do Lula atender. É surdo ou se faz?

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Só se o telefone for mediúnico

Para captar conversas no planalto antes do telefone do Lula atender. É surdo ou se faz?

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de arkx
arkx

o salto para o futuro

->” Não se espere de Lula medidas econômicas heroicas. Para Lula, a economia é uma engrenagem complexa que tem que ser mexida com todo cuidado.”

a melhor arma contra a conspiração golpista é a reativação da economia. tirar o país da depressão! sem heroísmo mas com urgência e determinação.

a economia paralisou porque tanto as empresas quanto os agentes públicos desconhecem como agir sem produzirem provas contra eles mesmos.

1. restabelecer o ambiente de negócios. com seu combate seletivo à corrupção, a Lava Jato tornou todos e tudo antecipadamente culpados e passíveis de execração pública, porque a corrupção é intrínseca ao sistema. abre-se enorme possibilidade de reconduzir a relação entre o público e o privado a um patamar minimamente saudável e positivo ao desenvolvimento. trazendo também as grandes empresas brasileiras ao seu papel decisivo na construção de uma sociedade próspera;

2. medidas de impacto emergencial que recuperem a renda dos trabalhadores e setores médios. restabelecer o crédito, mas sem repetir os erros anteriores do “comprem, comprem, comprem”. equacionar a curva do crédito com a curva da renda;

3. imediatamente, e aqui cabe uma boa dose de heroísmo, uma convocatória sob a gravidade do momento, sob a extensão e profundidade da crise (que é global) e um chamado à consciência e responsabilidade na superação coletiva através de mais participação, mais direitos, mais Democracia. apontar na construção coletiva da cidadania como o único rumo a nos afastar do caos.

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Carlos Alberto Freitas Lima
Carlos Alberto Freitas Lima

DISSE MUITAS VEZES EM MEUS COMENTÁRIOS NO INÍCIO DO GOLPE

O STF era para MORO e a PF só mais uns bisbilhotáveis, se confirmou, estes grampos já existem a anos. Não há outra opção, o MORO e o CHEFE da PF devem serem presos sob o risco de incendiarem o país e destruir uma nação, os EUA já mandaram a uma frota para costa brasileira. A REDE GLOBO incitou a guerra, deve ser punida severamente. 

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Carlos Alberto Freitas Lima
Carlos Alberto Freitas Lima

DISSE MUITAS VEZES EM MEUS COMENTÁRIOS NO INÍCIO DO GOLPE

O STF era para MORO e a PF só mais uns bisbilhotáveis, se confirmou, estes grampos já existem a anos. Não há outra opção, o MORO e o CHEFE da PF devem serem presos sob o risco de incendiarem o país e destruir uma nação, os EUA já mandaram a uma frota para costa brasileira. A REDE GLOBO incitou a guerra, deve ser punida severamente. 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

O trecho do vídeo da Jandira Feghali.

O trecho gravado pela Jandira Feghali está nesse áudio, onde Lula se refere realmente ao acervo.

Lula  - ... enfiem no .. e tomem conta disso (5m55)

Delma - o acervo de quê?

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Sem freio.

A república do Paraná, juntamente com a PF, virou um caminhão de minério descendo a serra sem freio.

Ao final, não vai dar em boa coisa.

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de Ivan de Union
Ivan de Union

Ja pensou nos Estados Unidos?

"Extra, extra!  Small Claims Judge Wiretaps Obama, Supreme, State Department!  EXTRA EXTRA!"

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de WELINTON NAVEIRA E SILVA
WELINTON NAVEIRA E SILVA

O fim da esculhambação

Desde os inesquecíveis tempos do compenetrado juiz Manoel, digo Joaquim, do alto de suas responsabilidades para com a verdadeira justiça, diante da requerida urgência e da falta de provas concretas, inventou “domínio do fato” para condenar José Dirceu. Muito acertado.

Daí em diante, nossos impolutos, competentes e digníssimos juízes, magistrados, integrantes do MP, políticos, junto com a nossa patriótica grande mídia “livre”, vem fazendo largo uso de muita mentira, cinismos, factoides, vazamentos, denuncismos, divulgação de conversas grampeadas, e outras mais, tudo, em nome dos bons costumes e do combate a corrupção. Claro.

Diante da grande prática desses expedientes nesses últimos tempos, para que não paire a menor dúvida sobre a integridade moral de seus atores, sugiro tornar força de Lei, todos esses recursos, desde que visando nobres objetivos.  Duas delas, denuncismos e factoides, de especiais forças na grande mídia “livre”, capazes de coibir a roubalheira, fazendo o povão, políticos e magistrados, acreditarem piamente no divulgado, até prova em contrária, que na maioria dos casos, acaba nunca aparecendo na grande mídia “livre”, claro. Demonstrando a moralidade desses recursos extremos.

Objetivando dar respaldo oficial de jurisprudência a esses extremos recursos, despontados no calor da pronta e exemplar vontade de combater a corrupção e manutenção dos bons costumes, abaixo, adianto algumas sugestões para torna-los força de lei:

Denuncismo:

1) O denunciante tem que ter comprovada experiência em coisas erradas. Quanto mais sujo for, melhor. Afinal, experiência própria é de grande importância em qualquer atividade;

2) O denuncismo só poderá ser considerado, se contar com imediata aprovação da impoluta e muito séria grande mídia “livre”. Quanto maior for a repercussão nesse grande democrático meio de comunicação, melhor. Mais anos de condenação;

3) Tendo em conta a intensidade da repercussão na grande mídia “livre”, fortaleza da democracia, o juiz teria mandar prender imediatamente o denunciado, que ficaria na cadeia aguardando imediata sentença condenatória a ser emitida logo a seguir (em dois ou três anos);

4) Visando coibir eventuais abusos e injustiças, qualquer condenação acima de 30 anos, deveria ser dividida com o denunciante. Não haveria nada de exagero em semelhante medida, até porque, nossas cadeias são as melhores do mundo;

Quanto às mentiras, cinismos, factoides, grampos ilegais e leviandades: 

Nossa Justiça, Congresso, Judiciário, MP e grande mídia “livre” poderão fazer uso oficial desses recursos, desde que julgados necessários, em nome da devida urgência no combate à corrupção e preservação dos bons costumes e da moralidade. Claro.

Patentear tudo isso, evitando que alguma democracia invejosa venha copiar.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.